Criar uma Loja Virtual Grátis
ONLINE
2


Partilhe esta Página

 

how to watch super bowl 2021 uk

2018
2018

#

  • 7 DIAS EM ENTEBBE
  • 12 HERÓIS (12 Strong: The Declassified True Story of the Horse Soldiers)
  • 15H17: TREM PARA PARIS
  • 211: O GRANDE ASSALTO

A

  • ABERRAÇÕES
  • ADONIRAN – MEU NOME É JOÃO RUBINATO
  • Alma da Festa
  • ALUGA-SE MEU CORPO
  • Amizade Desfeita 2
  • O AMOR DÁ TRABALHO
  • ANA E VITÓRIA
  • ANIMAIS FANTÁSTICOS: OS CRIMES DE GRINDELWALD
  • O ANIMAL CORDIAL
  • ANIQUILAÇÃO
  • AQUAMAN
  • Aqui em Casa Tudo Bem
  • ARRANHA-CÉU - CORAGEM SEM LIMITES (Skyscraper)
  • ASSASSINATION NATION
  • O assassino de Clovehitch
  • Assédio (TV)
  • O ATAQUE DOS VERMES MALDITOS 6 - UM DIA FRIO NO INVERNO
  • Auto de Resistência
  • AS AVENTURAS DE PADDINGTON 2
  • AXL: O Cão Robô

B

  • O BANQUETE
  • O BARCO (Brasil)
  • O BEM-AVENTURADO
  • BENZINHO
  • BERENICE PROCURA (Brasil)
  • BERGMAN - 100 ANOS (Bergman - ett år, ett liv)
  • Bohemian Rapshody
  • BOY ERASED: UMA VERDADE ANULADA
  • Buscando...

C

  • CADÁVER
  • CAIXA DE PÁSSAROS
  • CALIBRE
  • CANASTRA SUJA
  • O CANDIDATO HONESTO 2
  • O CARMA DE UM ASSASSINO
  • A Casa que Jack Construiu
  • OS CAUBÓIS DO APOCALIPSE
  • CAUSANDO NO BRASIL (Going to Brazil)
  • Chacrinha: O Velho Guerreiro
  • CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS
  • CINQUENTA TONS DE LIBERDADE
  • Círculo de Fogo: A Revolta
  • CIÚME ASSASSINO (No One Would Tell)
  • CLOVERFIELD: A PARTÍCULA DE DEUS
  • O CLUBE DOS CANIBAIS
  • O CLUBE DOS MENINOS BILIONÁRIOS
  • Com Amor, Simon
  • CONTRA A PAREDE (Brasil)
  • CORAÇÃO DE COWBOY (Brasil)
  • Corrida Mortal: Anarquia
  • Covil de Ladrões
  • CREED II
  • Crô em Família
  • CRÔNICAS DE NATAL

D

  • DE REPENTE UMA FAMÍLIA
  • DEADPOOL 2
  • DEDO NA FERIDA (Brasil)
  • DEMOCRACIA EM VERTIGEM
  • DENTE POR DENTE (Brasil)
  • DESEJO DE MATAR
  • Desejo Fatal
  • DETETIVES DO PRÉDIO AZUL 2 - O MISTÉRIO ITALIANO
  • Dias Vazios
  • Dogman
  • O DOUTRINADOR

E

  • ERA UMA VEZ UM DEADPOOL
  • O Escorpião Rei 5: O Livro das Almas
  • Especial de Natal - Se Beber Não Ceie
  • ESQUADRÃO SUICIDA: HELL TO PAY
  • Os Estranhos: Caçada Noturna
  • EU SOU MAIS EU (Brasil)
  • EX-PAJÉ
  • EXCELENTÍSSIMOS
  • Os Exterminadores do Além Contra a Loira do Banheiro

F

  • FACA NO CORAÇÃO
  • OS FAROFEIROS
  • FERRUGEM
  • O FILHO DO HOMEM
  • AS FLORES DIZEM SIM (Brasil)
  • A FREIRA
  • FÚRIA EM ALTO MAR

G

  • O GALÃ
  • GALVESTON
  • GHOSTLAND
  • GLORIA BELL
  • GNOMEU E JULIETA: O MISTÉRIO DO JARDIM
  • Goosebumps 2: Halloween Assombrado
  • GOTTI: O CHEFE DA MÁFIA (Gotti: In the Shadow of my Father)
  • O GRANDE CIRCO MÍSTICO
  • GREEN BOOK: O GUIA
  • GRINGO: VIVO OU MORTO
  • GUERRA DE ALGODÃO (Brasil)

H

  • HALLOWEEN
  • Han Solo - Uma História Star Wars
  • HEBE - A ESTRELA DO BRASIL
  • HEREDITÁRIO
  • HISTÓRIAS QUE NOSSO CINEMA (NÃO) CONTAVA
  • HOLMES & WATSON
  • Homem ao Mar
  • HOMEM-ARANHA: NO ARANHAVERSO (Spider-Man: Into the Spider-Verse)
  • Homem-Formiga E A Vespa
  • HONEY 4: NO PULSAR DO RITMO
  • HOTEL ARTEMIS

I

  • ILHA DOS CACHORROS
  • OS INCRÍVEIS 2
  • INFERNINHO
  • INFILTRADO NA KLAN
  • O INTERNATO
  • Intimidade Entre Estranhos
  • Invasão

J

  • JOGADOR Nº 1
  • JURASSIC WORLD - REINO AMEAÇADO
  • A JUSTICEIRA

L

  • LEGALIZE JÁ - AMIZADE NUNCA MORRE
  • LEGÍTIMO REI
  • LIA
  • LIZZIE
  • LUCAS NETTO EM: PERDIDOS NA NOITE DE NATAL
  • UM LUGAR SILENCIOSO

M

  • MAMMA MIA! LÁ VAMOS NÓS DE NOVO
  • MANDY: SEDE DE VINGANÇA
  • MÁQUINAS MORTAIS
  • MARÉ NOSTRUM
  • MARIA DO CARITÓ
  • A Mata Negra
  • O Mau Exemplo de Cameron Post
  • MAUS MOMENTOS NO HOTEL ROYALE
  • Maurício Meirelles - Perdendo Amigos
  • Maze Runner 3: A Cura Mortal
  • MEGATUBARÃO
  • MEIO IRMÃO
  • AS MELHORES PEGADINHAS DE TERROR DO PROGRAMA SÍLVIO SANTOS
  • Meu Jogador Favorito
  • Millennium - A Garota na Teia de Aranha
  • MISSÃO IMPOSSÍVEL: EFEITO FALLOUT
  • O Mistério do Relógio na Parede
  • MOGLI: ENTRE DOIS MUNDOS
  • MORMAÇO
  • Motorrad
  • A MULA
  • Mulheres Alteradas
  • MUNDO DOS ANIMAIS

N

  • NADA A PERDER 2
  • Narcos: México (TV)
  • NASCE UMA ESTRELA
  • NAVALHA NA CARNE
  • No Olho do Furacão
  • Uma noite de doze anos
  • A NOITE DO JOGO (Game Night)
  • A NOITE NOS PERSEGUE (The Night Comes For Us)
  • O NOME DA MORTE 
  • NUNCA DEIXE DE LEMBRAR

O

  • Oito Mulheres e um Segredo
  • OPERAÇÃO OVERLORD
  • Operação Red Sparrow
  • A ORIGEM DO DRAGÃO

P

  • Pantera Negra
  • PARA SEMPRE CHAPE
  • O Passageiro
  • A PEDRA DA SERPENTE (Brasil)
  • Pedro Coelho
  • PEDRO E INÊS: O AMOR NÃO DESCANSA
  • Pela Janela
  • UM PEQUENO FAVOR
  • O PESO DO PASSADO
  • Podres de Ricos
  • POSSUM
  • PRAÇA PARIS
  • O PREDADOR
  • O PROCESSO
  • O PROTETOR 2

Q

  • UMA QUASE DUPLA
  • QUERÊNCIA (Brasil)
  • QUERIDO MENINO

R

  • Rafinha Bastos: Ultimato
  • Rasga Coração
  • RAMPAGE - DESTRUIÇÃO TOTAL
  • A Repartição do Tempo
  • O Retorno do Herói
  • ROTA DE FUGA 2: HADES (Escape Plan 2: Hades)

S

  • Sansão
  • SE EU FECHAR OS OLHOS AGORA
  • SEDUÇÃO DA CARNE
  • SEQUESTRO RELÂMPAGO
  • SICARIO: DIA DO SOLDADO
  • SIMONAL
  • Slender Man - Pesadelo Sem Rosto
  • SOB O SOL DO OESTE
  • SOB PRESSÃO (Brasil)
  • SOBRENATURAL: A ÚLTIMA CHAVE
  • SÓCRATES
  • SOL ALEGRIA
  • STAN E OLLIE: O GORDO E O MAGRO
  • SUPERFLY: CRIME E PODER
  • SUSPIRIA: A DANÇA DO MEDO

T

  • Talvez uma História de Amor
  • TE PEGUEI!
  • TINTA BRUTA
  • TODAS AS CANÇÕES DE AMOR
  • Todas as Pequenas Coisas
  • TODAS AS RAZÕES PARA ESQUECER
  • Tomb Raider - A Origem
  • Trama Fantasma
  • TUDO POR UM POPSTAR
  • TULLY

U

  • UNICÓRNIO
  • Upgrade

V

  • VENOM
  • VERDADE OU DESAFIO
  • Vice
  • A VIDA EM SI
  • VIDEOCASSETADAS DO FAUSTÃO
  • OS VINGADORES: GUERRA INFINITA
  • VINGANÇA
  • As Viúvas
  • VOX LUX: O PREÇO DA FAMA

W

  • WHITE BOY RICK

Z

  • ZOMBIES

 

 

 

 

 

A NOITE NOS PERSEGUE (The Night Comes For Us, 2018)

ASSISTIR O FILME

A história acompanha a busca por redenção de Ito (Joe Taslim), o protagonista do filme. Tudo começa quando membros de um pequeno vilarejo roubam uma perigosa gangue de tráfico de drogas. Para mostrar a dimensão do poder da máfia aos futuros ladrões, além de punir aqueles que já haviam furtado deles, o chefe da gangue ordena que seja realizado um verdadeiro massacre no vilarejo.

A ordem é de matar todos, porém, uma garota pequena chamada Reina sobrevive, mesmo após ter visto sua mãe ser cruelmente assassinada. Após esse momento, Ito toma uma decisão que vai mudar sua vida completamente: salvar a menina.  

Para isso, ele vira sua arma para os outros membros do grupo e dispara contra eles. Como já é de se esperar de quem mata vários membros de uma gangue poderosa, Ito sofrerá diversas consequências, incluindo ter que lutar por sua vida enquanto é perseguido por quase toda Indonésia, deixando um rastro de morte e sangue por onde passa.  

 Dirigido por: Timo Tjahjanto

Elenco 

  • Abimana Aryasatya Fatih
  • Iko Uwais Arian
  • Joe Taslim Ito
  • Julie Estelle The Operator
  • Sunny Pang Chien Wu
  • Zack Lee Bobby
  • Asha Kenyeri Bermudez Reina
  • Dian Sastrowardoyo Alma
  • Dimas Anggara Wisnu
  • Epy Kusnandar Night Handler
  • Hannah Al Rashid Elena
  • Revaldo Yohan
  • Ronny P. Tjandra Aliong
  • Salvita Decorte Shinta
  • Shareefa Daanish Triad's Sniper

A Pedra da Serpente - Filme 2018 - AdoroCinema

A Pedra da Serpente - 2018

UPTOBOX / DRIVEGOOGLE / MEGA / ASSISTIR O FILME

 Depois de perder o bebê em seus últimos meseses de gestação, Joana (Claudia Campolina) decide tirar um tempo de férias na cidade de Peruíbe, nacionalmente conhecida por seus supostos casos de abdução e contato com extraterrestres. Em sua primeira noite na cidade ela atropela um homem desconhecido e é convencida de que está envolvida em uma trama alienígena.

Dirigido por: Fernando Sanches

Elenco

  • Claudia Campolina Joana
  • Gilda Nomacce Maria
  • Antoniela Canto Marta
  • Johnny Klein Marcelo
  • Renata Amaral Renata
  • Ricardo Gelli homem de camisa branca

Bergman - 100 Anos (Bergman - ett år, ett liv, 2018)

MEDIAFIRE

Ingmar Bergman é para muitos o maior cineasta da história. Como tantas pessoas geniais, foi um sujeito difícil, cheio de manias e defeitos. Este documentário celebra a vida de um homem ao mesmo tempo imenso e demasiado humano. 

Dirigido por: Jane Magnusson

Elenco de Bergman – 100 Anos

  • Barbra Streisand Himself
  • Elliott Gould Himself
  • Ingmar Bergman Himself (archive footage)
  • Lars Von Trier Himself
  • Lena Endre Himself
  • Liv Ullmann Himself
  • Thorsten Flinck Himself

Ciúme Assassino-2018-ISO-CAPA DVD » Mundo FTP

CIÚME ASSASSINO (No One Would Tell, 2018)

DRIVEGOOGLE

Baseado em fatos reais. Laura Collins é mãe solteira, sua filha Sarah tem um histórico de relacionamentos complicados, então quando Sarah começa a namorar o popular e carismático Rob Tennison, Laura fica emocionada com o que vê. Mas quando fica cada vez mais claro que Rob tem um lado obscuro e possessivo, Laura vive em um estado de negação sobre o relacionamento de sua filha, até Sarah desaparecer. Laura deve encontrar a vontade de lutar por justiça quando um processo contra Rob é levado a julgamento, e presidido por uma juiza poderosa. 

Dirigido por: Gail Harvey

Elenco

  • Callan Potter Rob Tennison
  • Matreya Scarrwener Sarah Collins
  • Mira Sorvino Judge Elizabeth Hanover
  • Shannen Doherty Laura Collins
  • Bob Frazer Prosecutor
  • Chanelle Peloso Nikki Farrow
  • Louriza Tronco Alexa
  • Ona Grauer Mrs. Tennison
  • Ricky He Gus
  • Sarah Grey Jacqueline
  • Trezzo Mahoro Zack

Causando No Brasil (Going to Brazil, 2018)

ASSISTIR O FILME

Ao receberem um convite de casamento no Rio de Janeiro, quatro francesas que são amigas de infância viajam até o Brasil. Na cerimônia, elas acidentalmente matam um jovem. Com a situação fora de controle, elas precisam fugir da cidade, passando por ambientes diversos como as favelas, embaixadas chiques, praias e floresta tropical.

Dirigido por: Patrick Mille

Elenco

  • Alison Wheeler Agathe
  • Margot Bancilhon Chloé
  • Philippine Stindel Lily
  • Vanessa Guide Katia
  • Christine Citti Michèle
  • Joseph Malerba Laurent

Aquaman (2018)

DRIVEGOOGLE

James Wan é uma mina de ouro. Ele concebeu as franquias de terror milionárias "Premonição", "Invocação do mal", "Sobrenatural"e "Jogos mortais". Agora, depois do mega sucesso de "Velozes e furiosos 7", ele investe novamente no cinema de ação. Em "Aquaman", suas referências vêem todas de clássicos cults e cafonas dos anos 80: "Flash Gordon", "Duna", "Tron", Caçadores da arca perdida", além de pitadas de "Star Wars". Para os nostálgicos, vai ser uma festa identificar tantos filmes queridos pela cultura nerd pop. A trilha sonora também idolatra os anos 80, com os deliciosos sintetizadores. Tudo é muito colorido, cafona, e chega a ser brega, mas com aquele charme irresistível do Kitsch, seja na direção de arte ou nos figurinos carnavalescos. A origem do Aquaman e a sua missão de assumir o trono de Atlântida tem como sub-plot o amor de seus pais, um humano e uma representante de Atlantida, a Rainha Atlanna, representada por uma Nicole Kidman apuradíssima e emocionante. Nesse elenco dos Deuses, tem a participação luxuosa de Willen Dafoe, como uma espécie de Mestre Yoda, de Patrick Wilson, ator fetiche de James Wan, como o vilão (lembrando o mote de "Thor" e a briga entre os irmãos pelo trono) e da ótima Amber Heard, como a princesa Mera, uma espécie de Ariel de cabelos ruivos em "A pequena sereia". Os efeitos são exagerados, mas como disse anteriormente, com um charme mega kitsch dos anos 80. Quem se entregar a esse jogo escalafobético de cores e emoções, com direito a ótimas cenas de ação e de humor, irá se divertir bastante. Jason Mamoa é um carisma só, grandalhão e de bom coração.

Dirigido por James Wan

Elenco

  • Jason Momoa como Arthur Curry / Aquaman: Um híbrido meio-humano/meio-atlante, que está destinado à ser o rei da nação submarina de Atlântida, com a capacidade de manipular as marés do oceano, se comunicar com outras vidas aquáticas e nadar em velocidades supersônicas. Otis Dhanji interpreta o jovem Arthur Curry.
  • Amber Heard como Mera: A princesa de Xebel e interesse amoroso de Arthur. Mera possui poderes hidrocinéticos e telepáticos que lhe permitem controlar seu ambiente aquático e se comunicar com outros Atlantes.
  • Willem Dafoe como Nuidis Vulko: Conselheiro científico principal de Atlântida. Para fazer as cenas de flashback de Arthur e Vulko, Dafoe teve que ser rejuvenescido em CGI.
  • Patrick Wilson como Orm Marius/Mestre do Oceano: O meio irmão de Arthur e o rei de Atlântida, que trama uma invasão à surperficie para destruir a raça humana. Wilson também teve um papel 'cameo' em Batman v Superman fonecendo a voz do presidente dos EUA.
  • Dolph Lundgren como Nereus: O rei da nação submarina de Xebel, terra natal de Mera.
  • Yahya Abdul-Mateen II como David Kane / Arraia Negra: Um implacável caçador de tesouros e mercenário que quer vingança contra Arthur pela morte de seu pai.
  • Ludi Lin como Murk: O líder dos Homens-de-Guerra, o exército de linha de frente de Atlântida.
  • Temuera Morrison como Thomas Curry: Um faroleiro e pai de Aquaman.
  • Nicole Kidman como Atlanna: A mãe de Arthur Curry e ex-rainha de Atlântida.

Randall Park, Djimon Hounsou, Michael Beach e Graham McTavish interpretam, respectivamente, Dr. Stephen Shin, um cientista especializado em estudo submarino, que quer provar ao mundo a existência de Atlântida; Rei Fisherman, um dos marqueses dos sete mares de Atlântida; Jesse, o pai do Arraia Negra e Rei Atlan, o primeiro rei de Atlantida e dono do tridente mais poderoso de todos. Além do Rei Fisherman, Hounsou também interpreta o Mago Shazam em Shazam!.


Homem-Aranha no Aranhaverso - Filme 2018 - AdoroCinema

HOMEM-ARANHA: NO ARANHAVERSO (Spider-Man: Into the Spider-Verse, 2018)

MEGA

Excelente animação da Sony, que detém os direitos sobre o Homem Aranha, em associação com a Marvel, "Homem Aranha no Aranhaverso" ganhou praticamente quase todas as premiações como Melhor longa de animação. Particularmente, gosto mais de "Ilha de cachorros", de Wes Anderson, mas entendo que Wes Anderson é muito autoral e menos pop que essa adaptação dos quadrinhos do Multiverso Marvel, histórias que apresentam os Super Heróis em formatos diferentes dos conhecidos do grande público. O roteiro está antenado com os novos tempos de inclusão: O protagonista do filme é o garoto Miles Morales, filho de um policial negro e uma enfermeira latina. Ao visitar uma antiga instalação de um prédio onde funcionava um laboratório, Miles é mordido por uma aranha radioativa. Detalhe: Peter Parker já existe nesse universo como o Homem Aranha. Mas Peter é morto pelo vilão Rei do Crime, e passa a bola de salvar o mundo para Miles, que ainda não sabe como usar seus poderes. Ele acaba sendo ajudado por outras 5 versões do Homem Aranha que chegam de outras dimensões: uma garota, um em preto e branco, um em versão porco, um Peter Parker mais velho e uma japonesa que tem um robô como auxiliar. O grande barato do filme é a mistura muito incrementada de quadrinhos, mangá, se apropriando dos famosos balões e das onomatopéias. O curioso é que a Tia May, na voz sensacional de Lily Tomlin, virou uma espécie de Alfred do Batman, com direito até a uma caverna do Spider Man repleta de gadgets. A homenagem a Stan Lee é sensacional, tanto em cena, quanto em créditos. E por falar em créditos, o da cena final é uma grata surpresa. Muito divertido.

Dirigido por Bob Persichetti, Peter Ramsey e Rodney Rothman

Elenco

  • Shameik Moore como Miles Morales / Homem-Aranha: Um adolescente inteligente mas rebelde de ascendência afro-americana e porto-riquenha, que é imbuído de habilidades parecidas com aranhas após ser mordido por uma aranha mutante e eventualmente assume o manto de um vigilante mascarado chamado "Homem-Aranha".
  • Jake Johnson como Peter B. Parker / Homem-Aranha: Mentor relutante de Miles, uma contraparte desgrenhada, cansada e de cabelos castanhos do herói de outra dimensão, que está em seus quase 40 anos.
  • Hailee Steinfeld como Gwen Stacy / Mulher-Aranha: Uma contraparte deslocada em dimensão de Gwen Stacy com habilidades de aranha, que ocupa o pseudônimo de "Gwanda" na escola de Miles.
  • Mahershala Ali como Aaron Davis / Gatuno: O tio de Miles, que trabalha como vigilante de Wilson Fisk.
  • Brian Tyree Henry como Jefferson Davis: O pai de Miles, um policial, que inicialmente vê o Homem-Aranha como uma ameaça.
  • Lily Tomlin como May Parker: A tia de Peter, que está morta no universo do Peter alternativo, e oferece refúgio para os outros aranhas no universo de Miles.
  • Luna Lauren Velez como Rio Morales: A mãe de Miles, enfermeira.
  • Zoë Kravitz como Mary Jane Watson: A esposa de Peter Parker no universo de Miles e a ex-mulher do Peter alternativo em seu universo.
  • John Mulaney como Peter Porker / Porco-Aranha: Uma versão animal divertida alternativa do Homem-Aranha de um universo antropomórfico, que já foi uma aranha, mordido por um porco radioativo. Seu comportamento lembra muito Gaguinho o Porquinho de Looney Toones.
  • Kimiko Glenn como Peni Parker / SP//dr: Uma jovem nipo-americana de um universo alternativo de anime que co-pilota um traje biomecânico com uma aranha radioativa com a qual ela compartilha uma ligação telepática.
  • Nicolas Cage como Peter B. Parker / Homem-Aranha Noir: Uma versão alternativa sombria e monocromática de Peter Parker de um universo dos anos 30.
  • Kathryn Hahn como Olivia "Liv" Octavius / Doutora Octopus: Cientista-chefe e CEO da Alchemax e consultora científica de Wilson Fisk.
  • Liev Schreiber como Wilson Fisk / Rei do Crime: Um senhor do crime e o benfeitor da Alchemax na dimensão de Miles.
  • Chris Pine como Peter Parker / Homem-Aranha: O Homem-Aranha original que foi morto pelo Rei do Crime.
  • Lake Bell como Vanessa Fisk: Esposa do Wilson Fisk, o Rei do Crime.
  • Jorma Taccone como:
    • Norman Osborn / Duende Verde
    • Peter Parker / Homem-Aranha 1967
  • Marvin "Krondon" Jones III como Lonnie Thompson Lincoln/Lápide
  • Joaquín Cosío como Escorpião
  • Oscar Isaac como Miguel O'Hara / Homem-Aranha 2099
  • Stan Lee como Stan e J. Jonah Jameson
  • Cliff Robertson (arquivo de áudio) como Ben Parker
  • Post Malone como um espectador do Brooklyn
  • Donald Glover como Troy Barnes (cenário de fundo apenas)

Megatubarão - Filme 2018 - AdoroCinema

Megatubarão (The Meg, 2018)

MEGA

Desde que Spielberg lançou "Tubarão" em meados dos anos 70, o mar nunca mais foi o mesmo. De lá para cá, tivemos Piranhas, Orcas, Bacalhaus, Bacurau, Polvos gigantes, monstros marinhos e claro, uma centena de filmes protagonizados por Tubarões assassinos. Quando o Canal de tv a cabo Sci-Fi lançou a franquia "Shaknado", os predadores brancos perderam totalmente a moral. Teve até uma versão de Tubarão fantasma. Agora, com co-produção chinesa, esse blockbuster, ambientado na Tailândia e em Shanghai, mostra um Megalodonte, o último dos tubarões pré-históricos, com tamanho superior a 70 metros. Ele surge para aterrorizar a equipe científica marinha comandado por chineses e com ajuda de americanos, entre eles, Jonas (Jason Statham), uma espécie de mercenário tipo Indiana Jones que é acionado para tentar salvar vidas de um pequeno submarino submerso e ameaçado pelo megalodonte. Bom, como se vê, o roteiro é um absurdo só, e repleto de todos aqueles clichês de praia turística e que ninguém quer ir embora mesmo que com ameaças. O elenco é encabeçado também pela maior estrela chinesa, Li BingBing. O filme é um trash de luxo, os efeitos até que são bons e o desfecho homenageia o original de Spielberg, na cena da invasão da praia. Passatempo para ir com amigos e zoar.

Dirigido por Jon Turteltaub. Bseado no livro Meg: A Novel of Deep Terror, de Steve Alten.

Elenco

  • Jason Statham como Jonas Taylor
  • Li Bingbing como Suyin
  • Rainn Wilson como Morris
  • Cliff Curtis como Mac
  • Page Kennedy como DJ
  • Ruby Rose como Jaxx
  • Winston Chao como Zhang
  • Jessica McNamee como Lori
  • Ólafur Darri Ólafsson como The Wall
  • Robert Taylor como Heller
  • Sophia Cai as Meiying
  • Masi Oka como Toshi

undefined

12 Heróis (12 Strong: The Declassified True Story of the Horse Soldiers, 2018)

MEGA

Dirigido por Nicolai Fuglsig, baseado no livro não ficcional de Doug Stanton, Horse Soldiers.

Após os atentados de 11 de setembro de 2001, o capitão Mitch Nelson (Chris Hemsworth) decide abandonar o posto de escritório recém-conquistado para retomar à ação. Ao lado de seu batalhão das Forças Especiais dos Estados Unidos, ele assume a responsabilidade se formar a primeira equipe a operar no Afeganistão após os ataques ao World Trade Center. 

Elenco

  • Chris Hemsworth como Capitão Mitch Nelson, líder da equipe, inspirado por Mark Nutsch
  • Michael Shannon como Subtenente Hal Spencer, assistente de Mitch
  • Michael Peña como Sargento de Primeira Classe Sam Diller, sargento de inteligência da equipe de Mitch
  • Navid Negahban como General Abdul Rashid Dostum, chefe da Aliança do Norte e futuro vice-presidente do Afeganistão
  • Trevante Rhodes como Sargento da Primeira Classe Ben Milo, membro da equipe de Mitch
  • Geoff Stults como Sean Coffers, membro da equipe de Mitch
  • Thad Luckinbill como Vern Michaels, membro da equipe de Mitch

Críticas do filme Mandy: Sede de Vingança - AdoroCinema

Mandy: Sede de Vingança - 2018

DRIVEGOOGLE / UPTOBOX

O que seria do atual cinema independente e dos seriados de tv, sem a referência dos anos 80, a década mais pop de todas? Filmes cults da época, como "Mad Max", "Hellraiser", "O massacre da serra elétrica", "Demons, os filhos das trevas" servem de base para essa fantasia de horror psicodélico de Panos Cosmatos. Para quem assistiu o seu filme anterior, "Além do arco íris negro", sabe do que estou falando. Ali, ele já experimentava as cores fortes e hiperrealistas, as referências metafísicas e sensoriais de Jodorowsky, David Lynch e Tarkovsky, sempre emerso em uma atmosfera de pesadelo. "Mandy", exibido com louvor e palmas em Sundance e Cannes, não poderia existir, se não fosse a contribuição de Nicolas Cage e do compositor islandês Johan Johannsson, recém falecido em 2018, e que compôs as trilhas primorosas de "Sicario" e 'A chegada", Nicolas Cage, que ultimamente virou meme por conta de tantos filmes ruins que fez em sua carreira, e de suas caras e bocas, aqui exercita todo aquele olhar e sorriso malígno que ele adora fazer. E a gente ama! Ele está perfeito no papel do marido que resolve se vingar, e cada movimento seu é celebrado com êxtase pelo espectador. Johan Johannsson criou uma trilha estranha, repleta de ruídos assustadores e que possibilitam o espectador entrar na atmosfera onírica maldita do filme. A melhor definição para o filme, veio de um crítico americano: "Mandy" parece aquelas capas de Lp das bandas de Heavy Metal dos anos 80 e que criaram vida. Red (Cage) e Mandy (Andrea Riseborough, ótima) moram em uma cabana isolada na floresta. Eles formam um casal apaixonado: trabalham, e de noite assistem filmes juntos em casa. Ele é lenhador, ela trabalha em uma loja de conveniências. Mandy tem apreço por literatura barata de livros de fantasia e terror, e tem pesadelos constantes. Um dia, ao ir a pé para o trabalho, Mandy cruza com uma van, onde se encontram toda a gangue de Jeremiah, um líder de uma seita chamada "Black skulls" e que conjuram uma gangue de demônios motoqueiros toda noite. Jeremiah resolve sequestrar Mandy e Red, com a finalidade de que Mandy seja uma integrante do grupo. Diante de sua recusa, ele a mata cruelmente. Red consegue se soltar, e agora tudo o que ele quer, é vingança. O roteiro em si, é repleto de clichês, e é o que menos interessa. O que conta aqui no filme, é a atmosfera, a fotografia, a ousadia e criatividade de Panos Cosmatos de fazer o filme que ele quiz, sem concessões. O espectador fica o tempo todo falando para si mesmo: É sério isso? Muitas cenas antológicas: uma luta diante de uma tv que está exibindo um filme de sexo explícito, uma outra luta de serra elétrica, e definitivamente, a cena de Red entrando em um banheiro, alucinado, tomando uma vodka. Ah, e o que dizer dele cheirando pó? Cult dos cults, um filme para cinéfilos amantes de terror e alucinação, uma pena que seja dificil agradar ao público médio, pelo ritmo lento da primeira parte, mais metafísica e existencialista. 

Dirigido por: Panos Cosmatos

Elenco

  • Andrea Riseborough Mandy Bloom
  • Linus Roache Jeremiah Sand
  • Nicolas Cage Red Miller
  • Alexis Julemont Irmão Hanker
  • Bill Duke Caruthers
  • Clément Baronnet Irmão Klopek
  • Hayley Saywell Sis
  • Ivailo Dimitrov Skratch
  • Line Pillet Irmã Lucy
  • Ned Dennehy Irmão Swan
  • Olwen Fouere Mãe Marlene
  • Paul Painter Goblin do Cheddar (voz)
  • Richard Brake O químico
  • Stephan Fraser Irmão Lewis

Resultado de imagem para conexão cowboy filme

Coração de Cowboy - 2018

ASSISTIR O FILME

DIREÇÃO: Gui Pereira

ElencoGabriel Sater, Thaila Ayala, Jackson Antunes, Thaís Pacholek, Françoise Forton

Lucca (Gabriel Sater) é um cantor sertanejo conhecido por suas músicas "chicletes" compostas a partir das demandas de sua empresária, Iolanda (Françoise Forton), e não pelos seus sentimentos e gostos musicais. Depois de um desentendimento na gravação de seu novo disco, Lucca foge da cidade grande e volta ao interior, onde ele procura inspirações para voltar a compor canções mais autênticas e, assim, se reconectar com seu pai (Jackson Antunes). Na volta, Lucca também encontra uma antiga parceira de composições e amor de infância (Thaila Ayala) com quem vai tentar reatar laços.  


211: O Grande Assalto - Filme 2018 - AdoroCinema

211: O Grande Assalto - 2018

UPTOBOX / DRIVEGOOGLE / ASSISTIR O FILME

O policial Mike Chandler (Nicolas Cage) e um jovem passageiro civil encontram-se despreparados e desarmados quando o destino os coloca diretamente na mira de um ousado roubo de um banco. Inspirado em fatos reais.

Diretor: York Shackleton

Elenco

  • Cory Hardrict Hanson
  • Michael Rainey Jr. Kenny
  • Nicolas Cage Chandler
  • Ori Pfeffer Tre
  • Alexandra Dinu Agente Rossi
  • Amanda Cerny Sarah
  • Dwayne Cameron Steve MacAvoy
  • Jonathan Yunger Delaney
  • J.R. Esposito Parking Enforcement
  • Mark Basnight Police Chief
  • Michael Bellisario Hyde
  • Rachel O'Meara Vice Principal
  • Sapir Azulay Jacobs
  • Sophie Skelton Lisa MacAvoy
  • Velizar Binev Randal
  • Weston Cage Coppola Luke

Resultado de imagem para eu sou mais eu filme

Eu Sou Mais Eu - 2018

ASSISTIR O FILME

Camila Mendes (Kéfera Buchmann) é uma popstar arrogante, que busca o sucesso a todo custo. Prestes a lançar uma nova música, ela é surpreendida em casa pela visita de sua fã número 1 (Estrela Straus), que insiste em tirar uma selfie com ela. O que Camila não esperava era que tal situação a levasse de volta à adolescência, quando sofria bullying de praticamente todos no colégio. Seu único amigo é Cabeça (João Côrtes), que tenta ajudá-la a encontrar seu verdadeiro eu, já que só assim conseguirá voltar à sua realidade.

Dirigido por Pedro Amorim

Elenco

  • Kéfera Buchmann como Camilla Mendes
  • João Côrtes como Reinaldo (Cabeça)
  • Giovanna Lancellotti como Adriana (Drica)
  • Marcella Rica como Juliana
  • André Lamoglia como Vitor
  • Flávia Garrafa como Selma
  • Arthur Kohl como Décio
  • Felipe Titto como Rodrigo

undefined

Dente por Dente - 2018

MEGA / UPTOBOX / DRIVEGOOGLE / ASSISTIR O FILME

Uma mistura de gêneros, que vai do drama, suspense, terror e realismo fantástico, tal qual o excelente "Morto não fala", ambos os filmes falam sobre conflitos sociais e luta de classes associado ao universo do terror e da vingança do além.
Mas infelizmente, "Dente por dente" não traz a sofisticação e genialidade de "Morto não fala". Não que isso seja ruim, o espectador assiste ao filme do início ao fim tentando entender aonde o filme quer chegar. Tem uma hora que fiquei me perguntando: "É isso mesmo?". trazendo referências desde "Repulsa ao sexo", de Polansky, à "Zodíaco", de David Fincher e outros easter eggs espalhados pelo roteiro.
Juliano Cazarré interpreta Ademar, um ex-segurança de uma empresa de construção civil, que graças ao amigo Teixeira (Paulo Tiefenthaler) se torna sócio dele em uma empresa de segurança que eles criam juntos. No entanto Teixeira aparece morto, e Ademar fica com o dinheiro. Logo, todos vão em busca da grana: um super elenco desperdiçado em personagens óbvios: Aderbal Freire Filho, Renata Sorrah, Paola Oliveira, Digão Ribeiro. Tecnicamente o filme é excelente, tem boa maquiagem, efeitos, atmosfera. E traz um excelente conteúdo crítico sobre a desocupação de sem tetos que ocuparam um prédio abandonado. Mas a vontade era de que o filme ficasse no social, pois a trama de terror não empolga nem assusta.
Diretores: Júlio Taubkin, Pedro Arantes

Elenco

  • Juliano Cazarré como Ademar
  • Paolla Oliveira como Joana Teixeira
  • Renata Sorrah como Isadora Meirelles
  • Paulo Tiefenthaler como Paulo Teixeira
  • Aderbal Freire Filho como Delegado Valadares
  • Paula Cohen como Cristina
  • Phillip Lavra como Medeiros
  • Bruno Bellarmino como Camargo
  • Digão Ribeiro como Kléber
  • Ana Flávia Cavalcanti como Márcia
  • Adriano Barroso como Marcílio
  • Juliana Gerais como Igarashi
  • Brenda Ligia como moradora da ocupação
  • Chico Santos como morador da ocupação

CALIBRE (2018)

Dirigido por Matt Palmer

Mega / ASSISTA ONLINE

ELENCO: Jack Lowden, Martin McCann, Tony Curran

Longa de estréia do Cineasta inglês Matt Palmer, é uma produção independente de suspense. O espectador sabe que, quando um filme apresenta personagens que saem para caçar em alguma região inóspita, alguma merda vai acontecer. E em "Calibre" não é diferente. Os amigos Vaughn e Marcus não se vêem há muito tempo e resolvem passar um final de semana nas montanhas caçando animais selvagens. A esposa de Vaughn está grávida. Marcus tem um temperamento esquentado. Quando chegam na cidade, eles são recebidos com certa frieza pelos moradores locais. Até que uma tragédia, que acontece durante a caça, irá selar o destino dos amigos. Filmes de caça existem aos montes. Aqui, diferente de boa parte dos filmes, a gente definitivamente não torce pelos mocinhos. Eu pelo menos, tanto faz quanto tanto fez eles morrerem. Talvez esse seja um problema do roteiro,a falta de simpatia e carisma dos protagonistas. Não nos preocupamos com eles. Fora isso, o filme é muito bem dirigido para quem estréia na direção, e os atores estão ótimos. Bom clima de suspense e tensão.


Contra a Parede (2018)

ASSISTA ONLINE

DIREÇÃO: Paulo Pons. 

Elenco

Ator/Atriz Personagem
Antônio Fagundes Cacá Viana
Alexandra Martins Giovana
Emílio de Mello Igor Marin
Caio Blat  
Marcos Caruso Roberto Menezes
Amanda Acosta Mônica Velazques
Edson Celulari João Guilherme
Clarisse Abujamra Testemunha
Caco Ciocler Emilio Siqueira
Bruno Fagundes Luan Bertollo
Ilana Kaplan Recepcionista

A menos de três meses das eleições para presidente do Brasil, Cacá Viana (Antônio Fagundes), um renomado apresentador de um telejornal, enfrenta um explosivo conflito ético que envolve seu trabalho à frente de seu programa e sua relação pessoal com dois candidatos à presidência apontados como favoritos nas pesquisas – Roberto Menezes (Marcos Caruso) e Igor Marin (Emílio de Mello).

 


Querência - Filme 2018 - AdoroCinema

Querência - 2018

DRIVEGOOGLE / UPTOBOX / MEGA

DIREÇÃO: Helvécio Marins Jr. ELENCO: Marcelo Di Souza, Kaic Lima, Carlos Dalmir, Marcia Rosa.

O Cineasta Helvécio Marins Jr. ganhou o mundo quando em 2011 lançou o filme "Girimunho", dirigido em conjunto com Clarissa Campolina. O filme participou de diversos Festivais internacionais. Agora com "Querência", seu filme solo, que foi exibido no Festival de Berlin em 2019, Helvécio parte para um cinema antropológico. Livremente adaptado da vida do narrador de rodeios Marcelo di Souza, que protagoniza o filme, Helvécio escla um elenco de não atores para registrar o dia a dia de vaqueiros que trabalham em fazendas de gado, no interior de Minas. O filme poderia ser facilmente confundido com um documentário: não existem conflitos, e sim, vidas expositivas. O desejo de Marcelo é trabalhar e rodeios. Enquanto esse dia não vem, ele cuida do gado da fazenda aonde trabalha. Uma noite, bandidos assaltam a fazenda e levam 130 cabeças de gado. Marcelo entra em depressão, mas é auxiliado pelos amigos, que tenta a todo custo fazer com que Marcelo não perca as esperanças.
"Querência" não é um filme para ser viso como passatempo. É um Brasil pouco visto nas telas, filmado com distanciamento emocional. Os não atores não comprometem, mas não estão no lugar de excelência do elenco de "Arábia", um filme de certa forma com registro semelhante. A destacar, a belíssima fotografia de Arauco Hernández Holz

Resultado de imagem para as flores dizem sim filme

 As Flores Dizem Sim (2018)

Assista Online

Direção: Naan Paim

Elenco: Thierry Brito, Gabriel Figueiredo, Malena Dória, Emiron Gouveia, Raquel Rocha, Fernando Nogueira, Maximilian Martin.

Matteo e Ivan moram juntos há seis anos e pretendem adotar uma criança. Seus amigos e familiares estão satisfeitos com a decisão, exceto Naomi, mãe de Matteo, que nunca aceitou a união entre os rapazes. Para ela não existe amor entre pessoas do mesmo sexo e seria impossível a formação de uma família. O casal está disposto a mostrar que a cumplicidade entre eles é motivo suficiente para vencer qualquer dificuldade.  


Dvd Filme Gotti: O Chefe Da Máfia | Mercado Livre

Gotti: O Chefe da Máfia (Gotti: In the Shadow of my Father, 2018)

1FICHIER / MEGA / ASSISTA ONLINE

Diretor: Kevin Connolly

Elenco:

Chazz Palminteri | Ella Bleu Travolta | John Travolta | Kelly Preston | Pruitt Taylor Vince | Spencer Lofranco | Stacy Keach | William DeMeo

História do mafioso John Gotti, chefão da Família Gambino que liderava o crime organizado em Nova York durante muitos anos e falecido em 2002, enquanto cumpria pena de prisão perpétua.


Resultado de imagem para rota de fuga 2

Rota de Fuga 2: Hades (Escape Plan 2: Hades, 2018)

DOWNLOAD MEGA

Dirigido por Steven C. Miller

Elenco

  • Sylvester Stallone como Ray Breslin
  • Dave Bautista como Trent DeRosa, ex-associado da Breslin Security
  • Huang Xiaoming como Shu Ren, protegido de Breslin
  • Jesse Metcalfe como Lucas "Luke" Graves, protegido de Breslin
  • Curtis "50 Cent" Jackson como Hush, hacker de computador trabalhando para Breslin
  • Wes Chatham como Jaspar Kimbral, ex-protegido de Breslin, tornou-se diretor do HADES
  • Chen Tang como Yusheng Ma, primo de Shu Ren
  • Tyron Woodley como Akala, um prisioneiro do HADES
  • Tyler Jon Olson como Moe
  • Titus Welliver como Gregor Faust ("O zelador") de HADES
  • Shea Buckner como Larry
  • Jaime King como Abigail Ross, vice-presidente da Breslin Security
  • Lydia Hull como Jules, uma funcionária da Breslin Security
  • Pete Wentz como Bug

Ray Breslin tem um novo negócio: uma força de segurança de aluguel especializada em tirar os presos das cadeias mais impenetráveis. Mas o trabalho se dificulta quando um membro de sua equipe fica preso em um lugar misterioso.


Creed II (2018)

DRIVEGOOGLE

Dirigido por Steven Caple Jr.

Elenco

  • Michael B. Jordan como Adonis Creed
  • Sylvester Stallone como Rocky Balboa
  • Tessa Thompson como Bianca Taylor
  • Dolph Lundgren como Ivan Drago
  • Florian "Big Nasty" Munteanu como Viktor Drago
  • Phylicia Rashad como Mary Anne Creed
  • Wood Harris como Little Duke
  • Andre Ward como Stuntman
  • Brigitte Nielsen como Ludmilla Drago
  • Milo Ventimiglia como Rocky Balboa Jr.
  • Russell Hornsby como Buddy Marcelle

Tempos atrás, depois de ver o seriado “Cobra Kai” e a curiosa inversão de protagonismo entre os personagens principais de “Karate Kid”, mencionei que seria divertido ver um spin-off de “Rocky 4” mostrando como ficou a vida do pobre Ivan Drago (vivido por Dolph Lundgren) depois de perder a luta para o porco imperialista ianque Balboa em pleno Regime Soviético. Pois eis que, numa daquelas surpresas que o cinema às vezes nos proporciona, “Creed II” funciona como uma breve oportunidade de descobrirmos como anda Drago após aquela fatídica luta de 1985. Vou mais longe: o novo filme vale menos como sequência do superior “Creed - Nascido para Lutar” e mais como uma reunião de elenco do “Rocky 4”: não apenas traz Stallone e Lundgren repetindo seus papéis como Balboa e Drago, mas também uma surpreendente ponta de Brigitte Nielsen! E tirando a curiosidade de revermos esses personagens mais de 30 anos depois (e do fim da Guerra Fria), “Creed II” é aquele mais-do-mesmo a que a série “Rocky” acostumou o espectador de 1976 para cá. A trama inteira pode ser vista como uma refilmagem ou auto-plágio de “Rocky 2”: o lutador que sai do gueto para a fama, fica rico, pede a namorada em casamento e se desespera diante do nascimento do primeiro filho. Mas também dá umas piscadelas para os fãs de “Rocky 4”, com a luta final acontecendo na Rússia, três décadas depois de Balboa ter ido à União Soviética peitar Drago em casa (podiam ter arrumado um sósia do Putin, já que em “Rocky 4” aparecia um do Gorbachev!). Não há absolutamente nada de novo na história ou na maneira de contá-la. O que é uma pena, pois a oportunidade do jovem Creed vingar o pai dando uns cascudos no filho do seu carrasco poderia render um drama bem melhor, e com algo a dizer, sobre como a rivalidade (e o ódio) se perpetua através das gerações. Mas fica ali-ali, sem mexer muito na fórmula campeã (não falta nem a montagem de treinamento com música edificante). Enquanto Creed luta por vingança, Drago Jr. luta por uma espécie de redenção para o pai, que não foi tratado com muita generosidade após perder em casa para um ianque em plena Guerra Fria. E eu sei que o nome do filme é “Creed”, mas achei uma lástima que o roteiro não se preocupe em trabalhar o drama também do lado da família soviética. Mesmo a conclusão, que demonstra o que parece ser uma mínima mudança (para melhor) no relacionamento entre Drago pai e Drago filho, é mais superficial do que poderia ser. Na minha ingenuidade, estava esperando ver algo próximo de uma redenção para os “vilões”. De resto, é um filme na linha “Quem viu um 'Rocky' viu todos”, e talvez exatamente nisso resida o seu charme e a sua popularidade. Considerando que Stallone já anunciou que esta é sua despedida do cinema como Balboa (ele até aparece menos neste do que no anterior), resta imaginar se há necessidade de um novo filme com Adonis Creed ou se a franquia realmente chegou ao seu ponto final. E, principalmente, se a prefeitura trocou ou não a lâmpada do poste na frente da casa de Rocky...


 Review | Sob Pressão – 3ª Temporada — Vortex Cultural

Sob Pressão (2018)

Os episódios acompanham o dia-a-dia de um grupo de médicos que trabalham no sistema público de saúde e lutam para dar o melhor atendimento possível a seus pacientes apesar da escassez de recursos do hospital. A história também se foca nos dramas pessoais e no romance dos protagonistas Evandro e Carolina.

TERCEIRA TEMPORADA

Elenco Principal

  • Júlio Andrade como Dr. Evandro Moreira, cirurgião torácico
  • Marjorie Estiano como Drª. Carolina Alencar, cirurgiã vascular
  • Drica Moraes como Drª. Vera Lúcia Veiga, médica infectologista
  • Bruno Garcia como Dr. Décio Guedes, clínico geral
  • Pablo Sanábio como Dr. Charles Garcia, residente
  • Josie Antello como Rosa, recepcionista do hospital
  • Julia Shimura como Keiko Yamada, enfermeira
  • Marcelo Batista como Dr. Gustavo Lemos, anestesista
  • Jana Guinond como Simone Ramos, enfermeira

Recorrente

  • Perfeito Fortuna como João da Silva (6 episódios)
  • Therla Duarte como Cabo Cindy (5 episódios)
  • Ana Flávia Cavalcanti como Diana (4 episódios)
  • Cridemar Aquino como Paramédico Paulo (4 episódios)

Resultado de imagem para rampage filme

Rampage - Destruição Total (2018)

MEGA / LEGENDA / 1FICHIER

Dirigido por Brad Peyton

Elenco

  • Dwayne Johnson como Davis Okoye
  • Naomie Harris como Dra. Kate Caldwell
  • Jeffrey Dean Morgan como Agente Russell
  • Malin Åkerman como Claire Wyden
  • Joe Manganiello como Burke
  • Jake Lacy como Brett Wyden
  • Marley Shelton como Dra. Kerry Atkins
  • Jason Liles faz a captura de movimento de George

Davis Okoye  é um primatologista (Dwayne Johnson), um homem recluso que compartilha um vínculo inabalável com George, um gorila muito inteligente que está sob seus cuidados desde o nascimento. Quando um experimento genético desonesto é feito em um grupo de predadores que inclui o primata, os animais se transformam em monstros que destroem tudo em seu caminho. Agora Okoye tenta conseguir um antídoto e impedir que seu amigo provoque uma catástrofe global.


BERENICE PROCURA (2018)

GoogleDrive / ASSISTA ONLINE

Direção de Allan Fiterman. Inspirado no livro "Berenice Procura", escrito em 2005 por Luiz Alfredo Garcia-Roza.

Elenco

Atores Personagem
Cláudia Abreu Berenice
Valentina Sampaio Isabelle Deluxe
Eduardo Moscovis Domingos
Caio Manhente Thiago
Vera Holtz Greta
Emilio Dantas Russo
Leonardo Brício Delegado Jair
Fabrício Assis Dico
Alessandro Brandão Paola
Brigitte de Búzios Brigitte
Ricardo Ferreira Cardoso
Danubia Firmo Dora Devine
Gabi Katz Vanessa Top
Carol Marra Jessica Simpson
Fran Burle Marx Tati Tatuada
Guta Ruiz Jaqueline
Gabriel Sanches Lola
Debora Zagha Ketelin Surpresa
Thalita Zampirolli Michelly Glamour

O filme poderia se chamar "Dupla identidade", e quem viu o filme, sabe do que estou falando. Uma família formada por marido, Domingos (Eduardo Moscovis, no papel de um repórter estilo Datena), esposa, Berenice (Cláudia Abreu), uma taxista e Thiago (Caio Manhente), um adolescente rebelde de 15 anos, que descobre a sua identidade sexual. Todos os 3 possuem segredos, que irão convergir em algum momento da trama. O filme me remeteu a "O outro lado da rua", de Marcos Bernstein, também ambientada em Copacabana, protagonizado por anônimos que de repente, se vêem envolvidos em trama de assassinatos e muitos suspeitos. Copacabana é o bairro ideal para ambientar todos os personagens tristes e infelizes da trama: Russo (Emílio Dantas), um malandro assaltante, irmão da Travesti Isabella (Valentina Sampaio), e adotados por Brigitte (Brigitte Buzios). Tem também Vera Holtz no papel de uma cafetina, remetendo a um papel que ela interpretou em "Filhas do sol"; Leonardo Brício interpretando um delegado cheio de ginga e um cliente da taxista que tem vida dupla. O roteiro mistura gêneros de forma coesa, escrito com muita propriedade por Flávia Guimarães: drama, romance, musical, suspense, e uma pitadinha suave de humor. Mas o que prevalece é a melancolia, transcrita em imagens de forma totalmente estilizada pelo fotógrafo Azul Serra. Tamanha opção pelo visual publicitário colidiu com a proposta da narrativa, que pedia um foco nos personagens, e não na forma. Nessa briga de foice entre embalagem e conteúdo, o filme se sobrepõe pelo talento dos atores, e uma bela estréia de Valentina Sampaio, no papel de Isabella. 


Arranha-Céu: Coragem sem limite – Em Pauta

Arranha-céu - Coragem sem limites (Skyscraper, 2018)

MEGA  / LEGENDA / ASSISTA ONLINE

Diretor: Rawson Marshall Thurber

Elenco

  • Dwayne Johnson como Will Sawyer
  • Neve Campbell como Sarah Sawyer, esposa de Will
  • Chin Han como Zhao Min Zhi
  • Pablo Schreiber como TBA
  • Byron Mann como Inspetor Wu
  • Hannah Quinlivan como TBA
  • Noah Taylor como TBA
  • Jason Day como Atirador 1
  • Byron Lawson como TBA
  • Elfina Luk como Sargento Han

Cinco fatos sobre o filme, após assisti-lo: 1) Melhor coisa do filme: resgatar a atriz Neve Campbell, que andava sumida desde o sucesso da franquia "Pânico". Idéia genial fazer dela uma heroína estilo tiro, porrada e bomba. Que venham outros filmes com ela. 2) Dwayne Johnson é o melhor ator da atualidade para esse tipo de filme blockbuster. Ele é carismático, dá credibilidade às loucuras escritas pelos roteiristas (lembram de "Jumanji"? Acho que na Hollywood de hoje em dia, ninguém mais escala outro ator para filmes catástrofe que não seja o "The Rock". Na falta dele, escalam Jason Statham). 3) Não se fazem mais blockbusters hoje em dia em Hollywood sem a presença de dinheiro chinês. Isso explica porquê todos os últimos filmes tem no elenco astros chineses (alguém aí viu "Megatubarão"?). 4) Todo mundo já falou que esse filme é um híbrido de "Inferno na torre" e "Duro de matar", mas... vocês acham mesmo que a geração atual assistiu a esses filmes? Povo tá achando que tudo aqui deve ser novidade. 5) O que um homem comum... e uma mulher comum... não fazem para salvar sua família? Pulam prédios, escalam, dão tiro, porrada, acessam ipads escritos em chinês como se entendessem tudo, repleto de códigos ultra-secretos... 6) Sim, é um divertido filme para se assistir no domingo de tarde... morre um monte de gente no filme, mas a gente nem vê sangue... filme família é isso ai...  


Dedo na Ferida (2018)

ASSISTA ONLINE

Ao assistir a esse documentário do realizador de "Jango" e "Os anos Jk", imediatamente 3 filmes me vieram à mente: "Capitalismo, uma História de amor", de Michael Moore, "Inside Job", de Charles Ferguson e "A grande aposta", de Adam McKay. Essas lembranças me vieram justamente porquê sou totalmente leigo em economia e fiquei com aquela sensação de achar que tinha entendido todas as explicações didáticas faladas em economês, mas no fundo, eu queria ter feito algum curso básico para poder captar melhor as informações. Economistas, o ex ministro da economia grego, Celso Amorim, professores, economistas e toda uma sorte de palestrantes exploram em seus discursos, a tese que o filme levanta: de que os ricos estão cada vez mais ricos, e os pobres, cada vez mais pobres. Bom, absolutamente toda a população conhece de cor e salteado essa frase. Mas o filme procura fazer uma análise mais profunda sobre os motivos desse grande abismo social e econômico existente entre a base e o topo da pirâmide: a grande fome dos banqueiros, políticas de privatização, reforma trabalhista que vai contra os direitos do trabalhador, etc etc etc. Paralelo aos depoimentos e imagens de arquivo e grafismos, o filme apresenta 2 personagens populares, ambos provenientes de Japeri, considerado o município mais pobre do estado do Rio de Janeiro. Anderson, podólogo, que trabalha em Copacabana e leva 2 horas de deslocamento todo dia para chegar ao trabalho; e um grupo de Teatro chamado "Conduta", formado há mais de 10 anos, e que banca com recursos próprios de seus integrantes, para poder levar à população local, peças que os façam refletir sobre a sua condição social. Fico na torcida para que façam um documentário sobre esse grupo de teatro, que deve ter histórias ótimas para contar ao público. O filme ganhou o prêmio de melhor documentário do juri popular do Festival do Rio 2017. 


Guerra de Algodão - Filme 2018 - AdoroCinema

Guerra de Algodão (2018)

drivegoogle / mega

Diretores: Cláudio Marques, Marilia Hughes Guerreiro

ELENCO: Dora Goritzki, Thaia Perez, Thaila Lima, Aicha Marques, Analu Tavares, Dimitri Ganzelevitch

Guerra de Algodão acompanha Dora, uma adolescente criada na Alemanha que volta ao Brasil contra sua vontade. Quando ela passa a morar com sua misteriosa avó em Salvador, Dora começa a descobrir a história por trás das mulheres de sua família.


A Noite do Jogo - Filme 2018 - AdoroCinema

A Noite do Jogo (Game Night, 2018)

MEGA

Dirigido por John Francis Daley e Jonathan Goldstein. Estrelado por Jason Bateman e Rachel McAdams nos papéis principais, e Billy Magnussen, Sharon Horgan, Lamorne Morris, Kylie Bunbury, Jesse Plemons, Michael C. Hall e Kyle Chandler

Max (Jason Bateman) e Annie (Rachel McAdams) participam de um grupo de casais que organizam noites de jogos. O irmão de Max, Brooks (Kyle Chandler), chega decidido a organizar uma festa de assassinato e mistério e acaba sequestrado, levando todos a acreditarem que o sumiço faz parte da misteriosa brincadeira. Os seis amigos competitivos precisam então resolver o caso para vencer o jogo, cujo rumo vai se tornando cada vez mais inesperado.

O Barco - (2018)

O Barco (2018)

UPTOBOX / DRIVEGOOGLE / MEGA / assista online

Direção: Petrus Cariry. Elenco: Everaldo Pontes, Rômulo Braga, Verônica Cavalcanti, Samya De Lavor

Adaptação do conto de Carlos Emílio Corrêa Lima, "Barco" ganhou diversos prêmios em importantes Festivais, como Cine Ceará e Cinefantasy. A estrutura de dramaturgia lembra "O estranho que nós amamos": uma mulher naufraga em um litoral, e a sua presença atiça os moradores da pequena comunidade de pescadores, entre eles, Esmerina (Veronica Cavalcanti), uma mulher com 26 filhos. Cada filho tem o nome de uma letra do alfabeto. A (Romulo Braga) passa a questionar a presença daquela mulher, Ana (Samya de Lavor). Diferente dos outros irmãos, que não possuem ambição nem desejos de descobrirem coisas novas, A vai instigando o seu apetite por sabedoria.
Everaldo Pontes, grande ator paraibano, faz uma participação como um cego sábio. A fotografia, toda estilizada, é do próprio Petrus Cariry. O filme, assim como outros filmes de Petrus, possui uma narrativa mais arrojada, experimental, autoral: ritmo mais lento, contemplativo.

Pedro e Inês: O Amor Não Descansa (2018)

UPTOBOX

Baseado na história do Rei Dom Pedro I, que desenterrou sua amante Inês de Castro para torná-la rainha depois de morta, a obra conta a história de Pedro e Inês em três diferentes épocas: Pedro de Portugal, na Idade Média, Pedro Bravo, no presente, e Pedro Rey, no futuro. Um amor atemporal que vence as limitações do tempo. Mas, quaisquer que sejam as circunstâncias em que vivam, o seu amor é impossível…


Maus Momentos no Hotel Royale - Filme 2018 - AdoroCinema

Maus Momentos no Hotel Royale (2018)

1FICHIER / MEGA

Década de 1960, sete desconhecidos se encontram no El Royale, um hotel degradado perto de Lake Tahoe, Califórnia. Cada um deles tem um segredo obscuro e precisa encontrar redenção durante a noite... antes que tudo vá para o inferno.


 Galveston (2018) - IMDb

Galveston (2018)

1FICHIER / MEGA / ASSISTA ONLINE

Absolutamente impressionado com o talento da atriz e cineasta francesa Melanie Laurent (de "Bastados inglórios" e "O retorno do herói"), que realiza esse impactante filme de ação hiper violento, adaptado de livro escrito por Nic Pizzolatto, roteirista da série "True detective". O filme é um porradão no estômago, e não esperem qualquer tipo de redenção no final. Com performances arrebatadoras de Ben Foster e Elle Fanning, a história começa em 1988, em New Orleans. Foster interpreta Roy, um assassino de aluguel que tem sua cabeça à prêmio pelo seu próprio chefe. Conseguindo escapar de uma armadilha, Roy encontra na casa a jovem prostituta Rocky (Fanning), que sem ter aonde ir, acaba fugindo com Roy até Galvesto, Texas. No caminho, Rocky busca sua irmã de 3 anos e juntos, os 3 formam uma família disfuncional. Roy prepara a sua vingança, mas o que ele não esperava, é que os bandidos estão em seu encalço. Juntando traços de Tarantino e irmãos Coen, Melanie Laurent capricha tanto nas cenas dramáticas, quanto nas de ação, muito violentas. Além da fotografia de Arnaud Potier, que intensifica as cores tristes provenientes de uma New Orleans prestes a ser consumida por um furacão, o filme de fato, merece ser visto pelas atuações desses 2 grandes atores. 


O BANQUETE (2018)

ASSISTA ONLINE / UPTOBOX

Ao final da projeção, imediatamente 3 filmes me vieram à mente: 2 deles poderiam ter sido referências para a cineasta e roteirista Daniela Thomas, o 3º provavelmente não, pois é um filme mais recente. "O anjo exterminador", de Luís Bunuel, e "Quem tem medo de Virgínia Woff", de Mike Nichols, são duas obras-primas do cinema que possuem elementos dentro desse banquete de amor e fúria proposto por Thomas: as inúmeras tentativas dos convidados quererem sair da janta e não conseguirem; a hipocrisia da classe média alta; o deboche da aristocracia em relação à política, sexo, cultura; a gastronomia como elemento de redenção e de incentivo ao sexo; personagens alcoólatras (Caco Ciocler X Elisabeth Taylor, alcoolizados o filme todo); o desdém da geração madura contra os jovens, vistos como ignorantes e aproveitadores. O terceiro filme é o recente "A festa", de Sally Potter. Assim como Thomas, é um filme escrito e dirigido por mulheres, e que reúne a nata dos atores de seu País. Drica Moraes, Mariana Lima, Caco Ciocler, Gustavo Machado, Rodrigo Bolzan, Chay Suede, Bruna Linzmeyer e duas excelentes atrizes de São Paulo, Fabiana Gugli e Georgette Fadel. O filme é levemente inspirado na sua essência por um fato real: O jornalista da Folha de São Paulo, Otávio Frias Filho, escreveu em 1990 na primeira página do seu Jornal, um editorial criticando o Governo Collor. Foi o estopim para que a lei da censura imperasse no País, e Otávio fosse ameaçado de prisão. Thomas tornou em ficção esse fato e chama o seu Jornalista de Mauro (Bolzan). Ele é casado com Beatriz, uma atriz (Mariana Lima) e são homenageados pelos seus 10 anos de casamento com um jantar na rica casa do casal Nora (Moraes) e Plínio (Ciocler). No mesmo jantar são convidados o colunista Lucky (Gustavo Machado) e a crítica de teatro Maria (Fabiana Gugli). Chay Suede interpreta o garçom da festa, e Bruna Linzmeyer e Georgette Fadel saem prejudicadas do filme, pelo pouco tempo de suas personagens em cena: uma aspirante a atriz e a camareira de Beatriz. No jantar, mentiras, traições e revelações são expostas para todos, em um jogo de alta perversidade e devassidão. Assédio, provocação moral, jogo de classes são elementos que fazem esse jantar se tornar memorável, além da possibilidade de Mauro ser peso a qualquer momento. Como filme, o projeto é um acerto e um risco: todo ambientado na sala de jantar, e algumas vezes na cozinha, o filme não esconde a sua fonte teatral, sendo verborrágico do início ao fim. O elenco, em alto padrão, dá conta do recado. Mas como cinema, o filme procura seduzir o espectador. Aos mais atentos, encontrarão diálogos ferozes, provocando inúmeros risos. Ao espectador que busca um filme dinâmico, poderá ser um desafio. A câmera, claustrofóbica, evita planos gerais, expondo em closes os absurdos proferidos pelos personagens. Uma bela mise en scene, auxiliada pela fotografia de Inti Briones. 


 A Vida em Si - Filme 2018 - AdoroCinema

A Vida em Si (2018)

1FICHIER / MEGA / ASSISTA ON LINE

O relacionamento amoroso vivido por um casal (Oscar Isaac e Olivia Wilde), é contado através de diferentes décadas e continentes, desde as ruas de Nova York até Espanha e como diferentes pessoas acabam se conectando a ela através de um evento marcante.

 


Resultado de imagem para máquinas mortais filme

Máquinas Mortais - 2018

ASSISTA ONLINE

Produzido e escrito por Peter Jackson, que confiou a Direção ao seu amigo Christian Rivers, vencedor do Oscar de efeitos especiais por "King Kong", foi o maior fracasso de bilheteria de 2018. Tendo custado 150 milhões de dólares, o filme arrecadou por volta de 80 milhões de dólares. "Máquinas mortais" é uma série composta de 4 livros, escrito por Philip Reeve. Ao final da sessão, fica muito difícil imaginar que histórias ainda viriam nos supostos 3 filmes, que pelo visto, nem deverão ser realizados. Li numa crítica que o filme é um arremedo de 'Star wars" e "Mad Max". Ainda acrescento "O Exterminador do futuro", uma referência muito evidente. Não achei o filme ruim como dizem, mas ele tampouco é inesquecível. Dá para assistir, vislumbrar os efeitos especiais, mas o maior problema do filme no meu ver, é a falta de carisma dos mocinhos e o roteiro bizarro, onde cidades são motorizadas e as cidades mais fortes literalmente engolem as mais fracas. Aliás, o visual dessas cidades motorizadas lembram muito o castelo da bruxa da animação de Myazaki, "O castelo animado". A história doida gira em torno de Hester Shaw, uma heroína que usa um lenço para cobrir seu rosto e sua enorme cicatriz. Ela quer se vingar da morte de sua mãe, provocado por Valentine (Hugo Weaving, quem mais???). Ele comanda a cidade motorizada de Londres, e quer dominar o mundo. Hester se junta a outros jovens revolucionários, entre eles, Tom e Anna, uma asiática bad ass. As referências a "Star wars" chegam a ser gritantes: A mesma batalha de naves espaciais (o shape das naves é quase igual). O filho que se revolta contra o pai vilão, o Mestre asiático (Yoda!!!), enfim....ah, e me irritou bastante a morte de um dos personagens, mas claro, esses filmes de heróis precisam ter uma morte redentora, mas pensei que em tempos de feminismo isso havia mudado. Se o filme tivesse meia hora a menos, poderia ter sido mais agradável. Vai para uma sessão da tarde completamente sem opção melhor.


Gloria Bell Filme | Trailer Oficial | 28 de março nos cinemas - YouTube

Gloria Bell (2018)

MEGA

Uma mulher sozinha com 50 anos e espírito livre (Julianne Moore) ocupa suas noites buscando amor em boates para adultos solteiros em Los Angeles. Sua frágil felicidade muda no dia em que conhece Arnold (John Turturro). Sua intensa paixão deixa ela alternando entre esperança e desespero, até ela descobrir uma nova força e que agora, surpreendentemente, ela consegue brilhar mais do que nunca.


Tudo por um pop star eBook : Rebouças, Thalita: Amazon.com.br: Loja Kindle

Tudo por um Popstar - 2018

Assista On Line

A banda pop Slavabody Disco Disco Boys, febre entre as meninas de todo o Brasil, anuncia que irá tocar no Rio de Janeiro. Fãs de carteirinha do grupo, as adolescentes e melhores amigas Gabi (Maísa Silva), Manu (Klara Castanho) e Ritinha (Mel Maia) farão de tudo para que seus pais deixem que elas assistam ao show do grupo longe da cidade onde moram.


O Protetor 2 - Filme 2018 - AdoroCinema

O PROTETOR 2 (2018)

MEGA / ASSISTA ONLINE

Massachusetts, Estados Unidos. Robert McCall (Denzel Washington) trabalha como motorista e ajuda as pessoas com a ajuda de Susan Plummer (Melissa Leo). Um dia, um empresário coloca uma mulher em seu carro e ordena que a leve até sua casa. Percebendo que ela foi violentada, McCall resolve ir atrás do tal homem, com a desculpa do cartão de crédito dele não ter sido aceito. Pouco tempo depois, ele descobre que Susan, uma das poucas pessoas que sabe de seus atos como vigilante, foi assassinada.


Resultado de imagem para a freira filme de terror

A Freira - 2018

ASSISTA ONLINE

Presa em um convento na Romênia, uma freira comete suicídio. Para investigar o caso, o Vaticano envia um padre atormentado e uma noviça prestes a se tornar freira. Arriscando suas vidas, a fé e até suas almas, os dois descobrem um segredo profano e se confrontam com uma força do mal que toma a forma de uma freira demoníaca e transforma o convento num campo de batalha. 


O Peso do Passado - Filme 2018 - AdoroCinema

O Peso do Passado (2018)

1FICHIER / MEGA

Americana de origem asiática, a Cineasta Karin Kusama é uma adepta do cinema de gênero. Ela dirigiu o filme de ação futurista com Charlize Theron "Æon Flux", depois o terror "O convite" e agora, o thriller "O peso de um passado", que concorreu no Festival de Londres e em Toronto. Para a platéia, o filme será lembrado como o filme que desconstruiu a atriz Nicole Kidman: aqui, ela está com a pele seca, olhos fundos e com olheiras, aparência literalmente destruída, como o título sugere. Por conta de uma ação policial que não saiu como deveria, a detetive Erin Bell se torna uma mulher depressiva, se afastando da família e de amigos. Apenas a rotina na polícia se mantém, mas de forma apática. Um dia, Erin é chamada para um registro policial, onde um morto aparece. A partir daí, o filme se desconstrói, e mais não dá para falar, para não estragar o desfecho arrebatador e o plot twist de fazer gritar no cinema. Muita gente reclamou da maquiagem de Nicole: falaram da maquiagem mal feita, da peruca fake. Mas é inegável a entrega da atriz para o personagem. Nicole, curiosamente, protagoniza a segunda cena de masturbação em um filme: em "O Segredo do cervo sagrado", ela também masturba um homem em troca de informações. Trilha sonora angustiante e algumas cenas antológicas, como a do assalto ao banco.


 Amazon.com.br eBooks Kindle: Boy Erased: Uma verdade anulada, Conley,  Garrard

Boy Erased: Uma Verdade Anulada (2018)

1FICHIER / MEGA / LEGENDA / ASSISTA ONLINE

 Adaptação da biografia do advogado e escritor americano Garrard Conley, sobre o período de convivência em um Grupo de terapia de conversão de gays da Igreja Batista que ele frequentou em Arkansas, matriculado pelos seus pais, o Pastor Batista Marshall (Russell Crowe) e sua mãe, Nancy (Nicole Kidman), No filme, Garrard se chama Jared (Lucas Hedges), Nesse grupo de terapia, Jarred testemunhou situações bizarras, como a encenação do funeral de um aluno, "morto" pela Aids, com a presença de seus familiares e amigos, que como castigo, batem no rapaz com a bíblia. O Ator Joel Edgerton interpreta o Pastor Victor Sykes, que administra o local, e o baterista Flea, do Red Hot CHilli Peppers, é um dos instrutores, Em uma cena cruel e antológica, Flea ensina os rapazes o que seria um comportamento e postura masculinizado. O Cineasta Xavier Dolan interpreta um dos alunos, Jon, que tenta dissuadir Jarred que ele precisa aceitar tudo o que é imposto ali pelo grupo para poder ser feliz. "Boy erased" é a segunda incursão do ator Joel Edgerton na Direção. Seu primeiro filme, "O presente", é um suspense. Mas é aqui em "Boy erased" que Joel chamou atenção da crítica. Seu filme já recebeu vários prêmios e indicações em festivais. Além do excelente e comovente roteiro, que lembra bastante a sua versão feminina, "O Mau Exemplo de Cameron Post", que é praticamente a mesma história, com Chloe Möretz, o filme conta com um verdadeiro trio de Ouro dos atores: Nicole Kidman, Russell Crowe e Lucas Hedges estão soberbos e irretocáveis. Nicole tem uma cena linda e comovente, quando vai resgatar seu filho. E o diálogo final de pai e filho é de cortar os pulsos. A ironia fica no crédito final, sobre o pastor Victor Sykes. Veja o filme e ria bastante com esse crédito.


Luccas Neto em: Perdidos na noite de Natal - 2018

ASSISTA ONLINE

Na véspera de Natal, Luccas e sua irmã Gi maravilhados com a decoração do shopping, acabam se perdendo dos seus pais. Mas o que seria uma noite divertida, se torna perigosa quando descobrem uma dupla de ladrões. E agora quem vai salvar o Natal? 

 


 Lizzie - Filme 2018 - AdoroCinema

Lizzie (2018)

1FICHIER / MEGA

Adaptado para o cinema e para a tv, e também como série de tv com Cristina Ricci, "Lizzie", adaptação do famoso caso envolvendo Lizzie Borden, ganha nova versão, dessa vez produzido e protagonizado por Chloe Sevigny e co-estrelado por Kristen Stewart. Em 1892, em Fall River, Massachussetes, o pai e a madrasta de Lizzie foram encontrados mortos a machadadas, cada um com mais de 40 golpes. A suspeita recaiu sobre Lizzie, mas após julgamento, ela foi absolvida, pois nada foi provado contra ela. Essa nova versão, adaptada para os tempos de diversidade sexual e feminismo, apresenta uma versão polêmica: Lizzie tem uma relação conflituosa com seu pai e madrasta. Ela acreditava que seu pai estava querendo tirar ela do testamento. Fora isso, ele a maltratava fisicamente. Quando a empregada Bridget (Stewart) começou a trabalhar na casa dos Borden, Lizzie presenciou seu pai estuprando a serviçal. Lizzie nutria um flerte sexual por Bridget, o que aparentemente era correspondido. O desfecho do filme apresenta uma versão muito pessoal na hora do assassinato, mas segundo constam os arquivos reais, nada foi comprovado. O cineasta Craig William Macneill conduz o filme com bastante frieza narrativa, refletida em seu ritmo bastante lento. É um filme ousado, violento e bastante angustiante. Vale assistir pelo trabalho das duas ótimas atrizes (e como Stewart tem crescido como atriz!!). Em atuações viscerais, ambas ficam nuas em cena. Não é um filme fácil de ser absorvido, dada a natureza de sua história cruel. Para quem não consegue assistir cenas de maus tratos com animais, há uma cena cruel contra pombos. O filme concorreu em Sundance 2018, mas saiu de lá sem prêmios. 


Histórias que nosso Cinema (não) contava (2018)

UPTOBOX / Ulozto

Direção: Fernanda Pessoa

Documentário totalmente diferente do que eu esperava, o que de certa forma me surpreendeu. Tive a mesma sensação ao assistir ao premiado "Cinema novo", de Eryk Rocha. Os dois são interpretações bastante pessoais e experimentais de movimentos cinematográfico brasileiro, brilhantemente editados. Aqui, o editor Luiz Cruz faz um trabalho formidável. Junto da Diretora, assistiram a mais de 100 filmes representativos da pornochanchada, selecionando trechos de quase 30 filmes. O que mais chama atenção, para quem não nunca assistiu a nenhum desses filmes, é constatar que atores consagrados de hoje em dia, na época, eram estrelas desses filmes ingenuamente eróticos: Antonio Fagundes, Teresa Rachel, José Lewgoy, Vera Fisher, Maria Lucia Dahl, Roberto Bonfim, Denise Dumont, etc. Eu esperava assistir a um documentário tradicional, com trechos de filmes, e entrevistas e depoimentos de atores, estudiosos e técnicos. Mas isso não acontece. O que vemos, é uma colcha de retalhos de trechos de filmes, editados de forma temática (sem uso de legendas ou cartelas): Fernanda Pessoa quis mostrar que o gênero pornochanchada, rejeitado por uma boa parcela da população e dos críticos, por serem associados a sacanagem e a vulgarização da mulher, também eram usados como fachada para mensagens que na época, ditadura militar dos anos 70, seriam abolidos de filmes tradicionais. São críticas à tortura, uso da greve como arma política, violência policial, perseguição aos esquerdistas e comunistas, etc. 


Resultado de imagem para venom filme

Venom - 2018

DRIVEGOOGLE

Diretor da franquia "Zumbilândia" e do policial "Caça aos gângsters", Ruben Fleischer teve a missão de levar às telas um personagem que passeia na mesma vibe do anárquico "Deadpool". Isso porquê Venom precisa se alimentar de cabeças humanas!!!!! Ou seja, bizarrices à mil nessa adaptação que foi destruída pela Crítica, mas que me entreteu em suas quase 2 horas. Tudo bem, não é dos melhores filmes da Marvel, mas ver Tom Hardy dando faniquitos e Michelle Willians como She-Venom vale o ingresso. Mas o mais curioso, é que quando o Filme de ficção científica "Vida" foi lançado pela mesma Sony em 2017, havia rumores de que seria um Prequel para "Venom". Assistindo, de fato parece, pois o filme começa exatamente como terminou "Vida", e o ser alienígena se parece bastante nos 2 filmes. Algumas tiradas são bem divertidas, e os efeitos são bacanas. O filme tem uma atmosfera mais sombria, mas repleto de humor negro.


Resultado de imagem para o candidato honesto 2

O Candidato Honesto 2 - 2018

UPTOBOX

Após cumprir quatro dos quatrocentos anos de cadeia, João Ernesto (Leandro Hassum) é convencido a se candidatar à presidência novamente. Adorado pelo povo por ser um político que assumiu seus erros, ele vence as eleições, mas não tem vida fácil em Brasília acompanhado excessivamente de perto pelo sinistro vice Ivan Pires (Cassio Pandolfh).


Crônicas de Natal - Filme 2018 - AdoroCinema

Crônicas de Natal (2018)

1FICHIER / MEGA

O presente de natal das crianças ao redor do mundo está em risco. Isso porque os irmãos Kate (Darby Camp) e Teddy Pierce (Judah Lewis) fizeram suas travessuras. Empenhados em flagrar o exato momento da chegada do Papai Noel, os dois se acomodaram em seu trenó e, acidentalmente, danificaram o veículo. Agora eles precisam fazer uma uma força-tarefa para ajudar o bom velhinho a correr contra o tempo, entregar os presentes e salvar o Natal.


7 dias em Entebbe (2018)

DriveGoogle

A história real do sequestro de um avião no ano de 1976, que partiu de Telaviv com destino a Paris, rendeu vários filmes, sendo o mais famoso com Charles Bronson. O Cineasta José Padilha, que realizou os sucessos "Tropa de elite" e "Robocop", investe em mais uma versão da história, com um elenco internacional, encabeçado pelo alemão Daniel Brühl e pela inglesa Rosamund Pike, interpretando 2 dos 4 terroristas favoráveis à libertação da Palestina após a criação do estado de Israel em 14 de maio de 1948. Esses 4 terroristas (2 alemães e 2 palestinos) sequestraram o avião e o levaram até Entebbe, na Uganda, dominada pelo ditador Idi Amin. Israel se recusou a negociar com os terroristas e acabou invadindo o local. Padilha chamou seu parceiro da fotografia, Lula Carvalho, e na trilha sonora convocou Rodrigo Amarante, ex-integrante do grupo Los Hermanos. O filme tem mais drama do que ação, e seu ritmo é dado mais pela trilha do que pela montagem em si (a montagem é de Daniel Rezende). O filme não me empolgou, talvez porque eu estivesse esperando mais ação, algo como "Munique", de Spielberg. Também não curti as inserções de dança contemporânea, uma metáfora da relação dos soldados e do conflito em si. O que valeu a pena no filme, foi botar os 2 lados da mesma moeda como vilões e mocinhos. Num jogo onde a Paz é o prêmio, todos saem perdendo pela intolerância.  


Vox Lux - O Preço da Fama - Filme 2018 - AdoroCinema

Vox Lux: O Preço da Fama (2018)

1fichier / mega

Depois de sobreviver uma grande tragédia nacional, Celeste ressurge das cinzas e através de uma série de circunstâncias incomuns ela se torna uma estrela pop de sucesso.


Resultado de imagem para sedução da carne julio bressane

Sedução da Carne - 2018
DOWNLOAD MEGA
Direção: Júlio Bressane
Uma mulher refinada (Mariana Lima) desiste de sair de casa após a morte do marido. A viúva, que só conversa com seu papagaio de estimação, começa a ser perseguida por nacos de carne.

  Aniquilação - Filme 2018 - AdoroCinema

Aniquilação (2018)

1FICHIER / MEGA / LEGENDA / DRIVEGOOGLE / UPTOBOX

Adaptado do livro de Jeff VanderMeer pelo próprio Cineasta Alex Garland, realizador da ficção cientifica "Ex-machina". Em ambos os filmes, Alex Garland trabalha com o tema das cópias. Uma bióloga, Lena (Natalie Portman), está em luto pelo sumiço do seu marido, Kane (Oscar Isaac). Um ano depois, ele retorna misteriosamente. Logo, ele fica doente, e é levado para uma quarentena. Lena tenta descobrir o que aconteceu com Kane, e se depara com a psicóloga Ventress (Jennifer Jason Leigh). Ela quer organizar uma expedição formada por mulheres, para entrar em uma zona chamada de "O brilho": vários voluntários entraram ali e nunca mais retornaram. O único que voltou foi Kane. Ao entrarem na zona, as mulheres descobrem um mundo mutante onde todos os seres se transmutam. Ficção científica cabeça, o filme chegou a ser lançado nos EUA e Canadá, mas acabou sendo distribuído mundialmente pela Netflix. Um mix de "Ghost busters", "A história sem fim", "Stalker", "Solaris", "A chegada" e tantas ficções que trabalham com o tema do metafísico e da descoberta de algum Ser Superior (Deus?), o filme deixa muitas pontas em aberto, e no desfecho, provavelmente, muita gente irá ficar irritada. Não fiquei fã do filme. Tem cenas interessantes, mas a mistura entre um filme filosófico e um filme que quer ser de ação, o deixou como o tema do filme: um Ser mutante, perdido nas suas intenções. 


As Aventuras de Paddington 2 (2018)

UPTOBOX / MEGA

Após ser adotado pela família Brown, Paddington ganhou muita popularidade na comunidade de Windsor Gardens. No aniversario de 100 anos de sua tia Lucy, esse simpático ursinho sai em busca do presente perfeito e acaba encontrando um livro único na loja de antiguidades do senhor Gruber. Paddington se submete a uma série de trabalhos bizarros para poder comprá-lo, e quando o livro é roubado, ele e sua família farão de tudo para encontrar o ladrão. 


Resultado de imagem para uma quase dupla filme sinopse

Uma Quase Dupla (2018)

MEGA / 4SHARED

Comédia policial protagonizada por Tatá Werneck e Cauã Raymond, dirigida por Marcus Baldini, diretor do filme "Bruna Surfistinha". O filme, escrito por vários roteiristas famosos pelo humor anárquico (Daniel Furlan e Leandro Muniz, entre outros) aposta no humor já reconhecido de Tatá Werneck, em um estilo bem particular de comédia improvisada e sem freios. A história é um pout pourri de situações e cenas já vistas em vários filmes policiais: desde a famosa cena de Robert de Niro no espelho de "Taxi Driver", até as mortes de "Seven", passando pelos filmes de duplas de policiais que não se bicam, que tem seu auge na franquia "Máquina mortífera".
Tatá é Keyla, uma policial bronca e valentona que é enviada até a cidade de Joinlândia, no interior, para tentar resolver os crimes cometidos por um serial killer. O delegado local coloca como parceiro de Keyla, o policial Claudio (Raymond), um boa praça que é mimado por sua mãe (Louise Cardoso). Claudio acredita na bondade das pessoas, mas ao mesmo tempo, não tem o sangue frio de Keyla para testemunhar as cenas dos crimes.
O melhor do filme são as participações, com excelentes atores do humor: Augusto Madeira, Ilana Kaplan, Luciana Paes, Daniel Furlan, Caito Mainier, Ary França, Pedroca Monteiro, entre outros. Alejandro Claveaux faz um tipo divertido como médico legista. Mas a grande surpresa é Cauã, bem à vontade no papel de um homem medroso e bobo, um tipo que poderia se tornar ridículo, mas que Cauã faz com bastante inteligência.
É uma comédia bem maluca, com situações beirando o bizarro. Não é para todos os gostos, mas certamente, é um diferencial.

O Processo (2018)

UPTOBOX / GoogleDrive

Dirigido por Maria Ramos

O documentário acompanha a crise política que afeta o Brasil desde 2013 sem nenhum tipo de abordagem direta, como entrevistas ou intervenções nos acontecimentos. A diretora Maria Augusta Ramos passou meses no Planalto e no Congresso Nacional captando imagens sobre votações e discussões que culminaram com a destituição da presidenta Dilma Rousseff do cargo. 


Os Farofeiros - Filme 2017 - AdoroCinema

Os Farofeiros (2018)

DRIVEGOOGLE / UPTOBOX / MEGA

Quatro colegas de trabalho se programam para curtir o feriado prolongado em uma casa de praia e chegando lá descobrem que se meteram em uma tremenda roubada. Para começar o destino não é Búzios, mas Maringuaba; a residência alugada é encontrada caindo aos pedaços, bem diferente do prometido; a praia está sempre cheia; e as confusões são inúmeras.


Resultado de imagen para especial video cassetadas do faustão

Videocassetadas do Faustão (2018)

DriveGoogle


 Holmes & Watson - Filme 2018 - AdoroCinema

Holmes & Watson (2018)

LEGENDA / 1FICHIER / MEGA

O detetive Sherlock Holmes e o Doutor Watson aceitam a missão de encontrar o criminoso por trás de uma ameaça no Palácio de Buckingham.


Os Caubóis do Apocalipse - 2018

UPTOBOX / DRIVEGOOGLE

Direção: Diego da Costa

Tom é um adolescente apaixonado por música, por um breve período na infância, ele montou a banda “Caubóis do Apocalipse”, com Nanda e Dedão, seus dois melhores amigos da época que agora encontram-se afastados. Depois de anos sem tocar, o menino decide reunir os antigos integrantes do grupo para a filmagem de um clipe. O que prometia ser um final de semana divertido e produtivo no campo, acaba virando um grande desastre quando antigos desentendimentos ressurgem entre os três. 


Navalha na Carne | VEJA SÃO PAULO

NAVALHA NA CARNE (2018)

ASSISTA ON LINE

Direção: Gustavo Wabner

Elenco: Luisa Thiré

Alex Nader

Ranieri Gonzalez

Neusa Sueli é uma prostituta decadente explorada por Vado, seu cafetão. Em meio a brigas e desavenças, ela vai às ruas para ganhar dinheiro, enquanto Vado sai com outras mulheres. O que eles não esperavam era que Veludo, um homossexual que trabalha como faxineiro, roubasse todo o dinheiro do criado-mudo no quarto dos dois.


Resultado de imagen para As Melhores Pegadinhas de Terror do Programa Silvio Santos

As Melhores Pegadinhas de Terror do Programa Silvio Santos [2018]

DriveGoogle 


Cloverfield - A Partícula de Deus - Filme - Cinema10.com.br

Cloverfield: A Partícula de Deus (2018)

legenda / 1fichier / mega

Terceira parte da franquia de sucesso criada pelo Mago J.J. Abrams, o filme ficará eternamente reconhecido como o projeto que a Paramount desisti de lançar nos cinemas e acabou vendendo seus direitos de exibição para a Netflix pelo valor de 50 milhões de dólares (o dobro de seu orçamento, de 26 milhões). E isso porque os analistas da Paramount entenderam que se fosse lançado comercialmente, o filme seria um fracasso, devido às suas qualidades duvidosas. De fato, o filme é bastante ruim. Um arremedo de "Alien" e "Gravidade", o filme abusa do clichê de uma tripulação que é tomada de assalto por seres alienígenas e precisam lutar pelas suas vidas. No ano de 2028, o projeto Cloverfield lança ao espaço uma nave com tripulantes de várias nacionalidades, para que busquem uma solução para a falta de energia que assola o planeta terra. Porém, ao darem início ao projeto, eles acabam parando em outra dimensão e soltando monstros em universos paralelos. O elenco é formado por grandes atores estrangeiros, entre eles, Daniel Bruhl e a chinesa Zhang Yiyi, estrela de vários filmes de Zhang Yumou. É muito estranho ver atores do quilate deles fazerem parte de um filme tão B, tão sem qualidades. Os efeitos são razoáveis, o roteiro tosco e as atuações, infelizmente estão bem além da capacidade de todos. O filme procura linkar os 2 filmes anteriores, mas de verdade, é um filme desnecessário. deixar em aberto as questões dos filmes anteriores, teria sido muito mais inteligente do que tentar explicar tim tim por tim tim. 


 Nada A Perder - Ingresso.com

Nada a perder - Contra Tudo. Por Todos. (2018)

DRIVEGOOGLE / UPTOBOX

Direção: Alexandre Avancini

A primeira parte do filme conta a trajetória do bispo evangélico e empresário Edir Macedo, a partir da infância, fundação da Igreja Universal do Reino de Deus, compra da TV Record, até o momento de sua prisão. A história do país nos anos 60, 70, 80 e 90 é pano de fundo para a trajetória do líder religioso, sempre cercada de momentos difíceis, turbulentos e controversos enquanto perseguia sua convicção.

Elenco:

Ator/Atriz Personagem
Petrônio Gontijo Edir Macedo
Day Mesquita Ester Bezerra
Beth Goulart Eugênia Macedo (Dona Geninha)
Giovanna Chaves Cristiane Cardoso
Dalton Vigh Juiz Ramos
André Gonçalves Romildo Soares
Rafael Gevú Renato
José Victor Pires Edir Macedo (jovem)
Marcello Airoldi Henrique
Greta Antoine Elcy
Kathia Calil Maria Eduarda
Paulo Coronato Bernadino
Camila Czerkes Madalena
Raphael Viana Evandro
Larissa Ferrera Edna
Leonardo Franco Albino
Eduardo Galvão Monsenhor José Maria
André Garolli Delegado Leo
Otávio Martins Ministro Francisco Bittencourt
Ana Elisa Mattos Lucia
Cesar Mello Paulo
Pedro Henrique Moutinho Policial Silva
Joana Rodrigues Viviane Freitas
Enzo Barone Edir Macedo (criança)

 


Crítica | Suicide Squad: Hell To Pay — Vortex Cultural

Esquadrão Suicida: Hell to Pay (2018)

1FICHIER / MEGA

A Força Especial X tem como objetivo um poderoso objeto místico pelo qual seus membros vão arriscar suas vidas para obtê-lo.


undefined

Verdade ou Desafio (2018)

DRIVEGOOGLE / MEGA

Um inocente jogo de Verdade ou Desafio entre amigos se torna mortal quando alguém, ou algo, começa a punir aqueles que dizem uma mentira ou se recusam a cumprir o desafio. 


Querido Menino - Filme 2018 - AdoroCinema

Querido Menino - 2018

UPTOBOX / DRIVEGOOGLE

David Sheff (Steve Carell) é um conceituado jornalista e escritor que vive com a segunda esposa e os filhos. O filho mais velho, Nic Sheff (Timothée Chalamet), é viciado em metanfetamina e abala completamente a rotina da família e daquele lar. David tenta entender o que acontece com o filho, que teve uma infância de carinho e suporte, ao mesmo tempo em que estuda a droga e sua dependência. Nic, por sua vez, passa por diversos ciclos da vida de um dependente químico, lutando para se recuperar, mas volta e meia se entregando ao vício.


15h17: Trem para Paris (2018)

1fichier / mega

36º Filme dirigido por Clint Eastwood, se baseia em fatos reais ocorrido no dia 21 de agosto de 2015: 3 amigos americanos, de férias na Europa, pegaram um trem de Amsterdam até Paris. No trajeto, um terrorista marroquino rende parte dos passageiros e os ameaça, mas os amigos conseguem detê-lo. Eastwood, em seus últimos filmes, tem procurado contar histórias de pessoas comuns que, através de um feito heróico, se tornaram exemplo de humanismo e amor ao próximo. Muitas criticas falaram mal do filme, acusando-o de divulgar o patriotismo americano, de não dar voz ao terrorista, visto como um grande vilão. Mas o que mais incomodou a todos, tanto crítica quanto espectadores, foi o fato de Eastwood ter escalado os 3 americanos reais, os amigos Alek Skarlatos, Anthony Sadler e Spencer Stone para darem vida a eles mesmos na tela grande. É visível a diferença de performance entre os 3 e o restante do elenco, todo formado por atores profissionais. Do roteiro em si eu não gostei: o filme fica 80% do tempo mostrando a infância e o início da fase adulta deles. O que todos querem ver, a grande ação no trem, não dura mais do que 10 minutos no filme, é tudo muito rápido. O filme, durante quase meia hora, mostra os amigos fazendo tour por Roma, Veneza, Amsterdam, etc... flertando com mulheres, bebendo, dançando, tirando selfies... porém, em relação à escalação dos personagens reais, achei interessante, deu um tratamento documental ao filme. Eastwood poderia ter escalado não atores para os outros personagens, dando mais homogeneidade. É um filme curioso, não de todo mal. Mas definitivamente, um filme menor em sua filmografia.


Green Book: O Guia (2018)

1FICHIER / MEGA

Duas grandes surpresas nesse belo filme que me fez cair em prantos no final: Descobrir que o Diretor de comédias Peter Farrelly (de "Quem vai ficar com Mary") sabe fazer drama, e que o talentoso ator dramático Viggo Mortensen sabe fazer comédia. "Green Book - O guia" é uma comédia dramática, e o termo "Green book" é um livro publicado nos anos 60 e distribuído no Sul dos Estados Unidos, reconhecidamente de política segregacionista, que listava hotéis e bares que aceitavam clientes negros. E mais: o filme é baseado na história real que uniu a amizade improvável entre Tony Lip (Viggo Mortensen, estupendo), um italiano racista mas amante da música negra, e Don Shirley (Mahershala Ali, sensacional), um pianista negro de repertório de música clássica e que desconhece a sua própria cultura. Tony é segurança de uma boite noturna e tem índole violenta. Honesto e fiel, ele acaba desempregado quando a boite é fechada por ordem judicial. Ele faz uma entrevista de emprego para ser motorista e descobre que seu patrão será um pianista negro. Além desse fato, ele precisa estar 8 semanas viajando pelo Sul do País. Sua esposa permite a viagem e assim o filme se torna um road movie sobre aceitação racial, sexual, cultural e o início de uma grande amizade. Assistindo ao filme, é impossível não se lembrar de "Conduzindo Miss Dayse", mas dessa vez a relação é contrária. O motorista é branco e hetero, o passageiro é negro e gay. O roteiro é adaptado das cartas escritas entre os 2 amigos, colhidos pelo filho de Tony e editadas. É um filme feito para emocionar, e contém cenas antológicas. Uma delas, a que marca a personalidade de Tony, é quando ele observa sua esposa servindo dois copos de água para entregadores negros em sua casa e discretamente, ele joga os copos fora no lixo. É uma aula de interpretação e de direção. Os 2 protagonistas estão comoventes, e o filme tem merecidamente colhido prêmios por onde anda. Eu queria ler alguma resenha de Spike Lee sobre o filme e saber se ele acha o personagem de Mahershala Ali um "Magical negro", termo que ele criou para designar os personagens negros que são coadjuvantes e que estão ali para servir ao protagonista branco e ajudá-los a se transformarem, que era o caso de "Conduzindo Miss Dayse". Tomara que ele curta o filme, pois é muito bom e emocionante. 


Resultado de imagem para SE EU FECHAR OS OLHOS AGORA

Se Eu Fechar os Olhos Agora (2018)

Em 1961, os pré-adolescentes Paulo Roberto (João Gabriel D'Aleluia) e Eduardo (Xande Valois) decidem escapar do colégio para passar o dia nadando no rio, porém se deparam com o corpo de uma mulher mutilada no local, Anitta (Thainá Duarte), esposa do dentista Francisco (Renato Borghi). Após serem acusados injustamente, os garotos são salvos quando Francisco decide se entregar como culpado – mesmo todos sabendo que ele seria incapaz e tinha álibe para o dia do assassinato. Sem investigar, o delegado Joel (Paulo Rocha) decide arquivar o caso rapidamente antes que tome proporção nacional com o misterioso apoio do prefeito Adriano (Murilo Benício), da primeira-dama Isabel (Débora Falabella), do empresário Geraldo (Gabriel Braga Nunes) e da esposa deste, Adalgisa (Mariana Ximenes).

Intrigados com os motivos que levaram ao fim do caso, Paulo e Eduardo decidem investigar por conta própria com a ajuda do ex-delegado Ubiratan (Antonio Fagundes) e acabam descobrindo a hipocrisia da sociedade interiorana de São Miguel, onde todos parecem tão inocentes quanto culpados. Em meio a tudo isso eles descobrem o caso de Isabel com Renato (Enzo Romani), o alcoolismo de Adalgisa, os assédios do filho do delegado (Eike Duarte) sob as mulheres da cidade, o racismo praticado pelo bispo Tadeu (Jonas Bloch) contra a devota Maria Rosa (Lidi Lisboa), os conflitos idealistas de Edson (Gabriel Falcão) contra os jogos políticos pais e a repreensão pública aos pensamentos feministas de Letícia (Lana Rhodes). 


Resultado de imagem para detetives do prédio azul 2

Detetives do Prédio Azul 2 - O Mistério Italiano - 2018

UPTOBOX / DRIVEGOOGLE / MEGA

Direção: Vivianne Jundi

Durante a Expo-Bruxas, a maior feira de bruxos do mundo, Pippo (Pedro Henriques Motta), Bento (Anderson Lima) e Sol (Leticia Braga) viajam até a Itália para investigar o sumiço da feiticeira Berenice (Nicole Orsini), que foi sequestrada pelos bruxos Máximo e Mínima Buongusto. Com o trabalho em equipe e a ajuda da avó de Pipo, eles conseguirão desvendar esse mistério.


 

O Internato (2018)

1FICHIER / MEGA

 Escrito e dirigido por Boaz Yakin, "O Internato" é um interessante drama de suspense independente, que faz uma analogia entre o campo de concentração nazista e um misterioso internato, para onde são enviadas crianças marginalizadas pela sociedade. O filme se passa no início dos anos 90, em Nova York. Jacob (Luke Prael, uma bela atuação em um complexo personagem) é um garoto de 12 anos apaixonado por filmes de terror, mas que sofre de pesadelos recorrentes toda noite quando vai dormir. Um dia, sua avó morre, e no velório, uma idosa misteriosa lhe conta que a avó salvou a vida dela quando era prisioneira de um campo de concentração, matando o oficial que a estuprava. Mais tarde, Jacob, que é de família judia, veste um vestido de sua avó, e nesse momento, seu padrasto o flagra. Imediatamente, Jacob é enviado para um Internato onde um estranho casal administra o local. Outras crianças se encontram ali: um menino com o rosto todo queimado, uma garota acusada de assassinar seu irmão, um garoto obeso depressivo e um garoto com síndrome de Tourette (que xinga o tempo todo). Com o passar dos dias, Jacob descobre que o local não é o que parece ser e tenta fugir dali. Se existe um tema que está mais do que batido no cinema, é o do adolescente injustamente colocado em um internato. A gente já sabe tudo o que vai acontecer, e a analogia com um campo de concentração parece óbvia demais. Mas na segunda parte, o filme vai para um caminho bem bizarro, e aí ganha mais interesse. O fato de Jacob se tornar um cross dresser também é pouco explorado, e isso poderia ter sido algo bem mais instigante para um drama do que para um filme de terror. De qualquer forma, ter um filme onde crianças são sádicas e matam, é algo bem audacioso. O filme é decente, e para quem quiser ver um bom trabalho de jovens atores, vale a pena assistir.


Ver a imagem de origem 

Adoniran - Meu nome é João Rubinato - 2018

VIMEO

Direção: Pedro Serrano

Adoniran Barbosa, autor de sucessos como "Trem das Onze" e "Saudosa Maloca", carrega o título de maior sambista paulista de todos os tempos. A cidade de São Paulo era a personagem principal de suas canções e radionovelas. Através de imagens de arquivos raras e nunca vistas antes, o compositor e cantor paulistano, que faleceu em 1982, é redescoberto pelo público.


CAIXA DE PÁSSAROS (Bird Box, 2018)

1FICHIER / MEGA

No mesmo ano em que um dos filmes de horror mais elogiados por público e crítica conta a história de uma família sendo obrigada a fazer silêncio para sobreviver num mundo dominado por criaturas assassinas, soa um tanto oportunista você lançar um filme de horror sobre uma família sendo obrigada a manter os olhos fechados para sobreviver num mundo dominado por criaturas assassinas. Mas a verdade é que “Bird Box”, uma das principais produções da Netflix de 2018, foi baseado num livro homônimo escrito por Josh Malerman em 2014, portanto ANTES de “A Quiet Place”, embora várias ideias do próprio livro remetam a filmes anteriores, como “Fim dos Tempos”, do Shyamalan. (Mais uma evidência de que, no mundo do entretenimento, nada se cria e tudo se transforma.) Tirando o óbvio fato de trocar o silêncio pela cegueira, “Bird Box” também é muito parecido com “A Quiet Place” ao optar pelo foco no drama de uma família, cujo dia-a-dia é obsessivamente construído em torno de pequenas estratégias de sobrevivência com os olhos vendados, num mundo devastado por monstros desconhecidos que, como a mitológica Medusa, não podem ser vistos diretamente, do contrário enlouquecem a vítima e forçam-na a cometer suicídio. As melhores partes são justamente estas que mostram os sacrifícios e dificuldades do novo universo, que obriga Sandra Bullock e duas crianças pequenas a zanzarem por aí num mundo de permanente escuridão, tateando seu caminho ou guiando-se por fios esticados e passos contados. Há diversas boas ideias, como dirigir um carro com os vidros escurecidos por tinta e guiando-se apenas pelo GPS, ou os pássaros sendo usados como alerta para a aparição das criaturas (embora o recurso seja menos aproveitado do que deveria). O conceito é intrigante (lembra uma versão terror de “Ensaio Sobre a Cegueira”), e me parece que viver num mundo dominado por criaturas que te obrigam a não VER é muito pior que o mundo silencioso de “A Quiet Place”. Mas infelizmente “Bird Box” não é tão eficiente na construção do suspense e da tensão como o filme de John Krasinski, tampouco funciona tão bem quanto o “rival”. Ao contrário da narrativa econômica deste, “Bird Box” apela para um vai-e-volta no tempo que se propõe a explicar a maneira como o mundo foi dominado por tais criaturas, e como a personagem de Sandra acabou com a guarda de duas crianças. Aí aparecem vários coadjuvantes muito mal-construídos (alguns somem um tempão e voltam apenas quando sua presença é necessária, tipo a velhinha), sendo obrigados a conviver num mesmo lugar fechado sem entender o caos que se passa no exterior, estilo “A Noite dos Mortos-Vivos” ou “O Nevoeiro” (John Malkovich inclusive interpreta o típico personagem escroto dos dois filmes citados). E, ao contrário de “A Quiet Place”, “Bird Box” não demora a apelar para absurdos exageros hollywoodianos, como a protagonista que é obrigada a correr pelo meio da floresta, vendada e sem enxergar um palmo na frente da cara, mas convenientemente segue por uma trilha aberta ao invés de ficar batendo a cabeça em árvores ou tropeçando em pedras. Pelo menos a diretora Susanne Bier não cai na burrada de MOSTRAR suas criaturas, nem recorre a qualquer tipo de ponto fraco dos monstros para ensejar uma possível resistência e retomada do planeta pelos sobreviventes. Mas é um filme que, considerando o conceito curioso e aterrador, termina um tanto frustrante - e perde feio na comparação, injusta ou não, com o rival “A Quiet Place”.


Halloween (2018)

1FICHIER / MEGA / LEGENDA

Fã confesso do clássico de John Carpenter de 1978, David Gordon Green, que também co-escreveu o roteiro, é realizador de dramas intensos, como "O que te faz mais forte", com Jake Gyllenhaal, e "Príncipe Avalanche", com Emile Hirsch e Paul Rudd. Essa continuação, como todos já devem saber, emenda direto do filme original de 1978 desconsiderando totalmente todos os "Halloween" que vieram depois. Laurie Strode (Jamie Lee Curtis, arrasadora) se cercou em sua propriedade, onde ela mora sozinha, esperando há 40 anos pelo embate com Michael Myers, o assassino que mata na noite de Halloween. Essa obsessão custou para Laurie a sua relação com sua filha, Karen (Judy Green) e sua neta Allyson (Andi Matichak). É esse trio poderoso de mulheres que atualiza o tema do empoderamento feminino. Elas são corajosas, arretadas, e dão de mil à zero nos homens. Michael foge à caminho da penitenciária e como era de se esperar, vai atrás de Laurie e sua família. O Diretor David Gordon Green trabalhou bem o drama na história. As mortes demoram a acontecer: o roteiro quer apresentar os personagens e seus dramas, sem pressa. Mas quando as mortes acontecem, vai uma atrás da outra. O plano sequência já virou lenda: Michael se diverte, matando pessoas em plena noite de Halloween. O desfecho também é vibrante! Muita adrenalina! A tensão é bem construída no filme, e mesmo que o roteiro avance nos clichês do gênero, a direção de David capricha, dando um ar de filme independente com certa marca autoral. A trilha sonora revisitada em tons de sintetizadores é sensacional. Um brinde para os fãs, que irão vibrar com as mortes e com Laurie, maravilhosa.


Hereditário (2018)

1FICHIER / MEGA

Décimo ou vigésimo filme dos últimos anos a ser anunciado como “O mais assustador de todos os tempos” (uma arriscada estratégia de marketing que muitas vezes queima a própria obra ao criar exagerada expectativa no público), “Hereditário” foge da propaganda enganosa e dá uns bons arrepios mesmo no espectador que acha que já viu tudo em matéria de cinema de horror. Em seu primeiro longa, o diretor-roteirista Ari Aster toma seu tempo para contar a história, com um roteiro simples e bem amarrado que evita o máximo possível as armadilhas e lugares-comuns do gênero - é até melhor assisti-lo sem saber absolutamente nada sobre a trama, pois a história começa cheia de enigmas e pistas falsas. Toni Collette, no papel da mãe completamente impotente diante de fenômenos sobrenaturais que ameaçam sua família, entrega uma performance única na carreira, que eclipsa completamente o colega de cena mais famoso Gabriel Byrne. E os novatos Milly Shapiro e Alex Wolff estão, ambos ao seu jeito, assustadores. A impactante cena com os dois num carro em movimento é, disparado, um dos grandes momentos do cinema de horror em anos! Só é uma pena que o último ato de “Hereditário” troque o bem-sucedido clima de angústia e horror desconhecido por um festival de explicações estapafúrdias e forçadas de barra - como se outro roteirista tivesse assumido as páginas finais do roteiro quando Aster ficou sem ideias para terminar a história. O ponto de virada na qualidade da obra é um momento bem tolo perto do fim, quando, tentando não spoilear nenhuma grande surpresa, a protagonista convenientemente encontra um livro onde não apenas há um conveniente marcador de página assinalando o local onde ela encontrará a explicação para tudo que vem ocorrendo, mas na tal página o trecho com a explicação está convenientemente destacado com caneta marca-texto - e, se já não fosse o bastante, a frase mais importante do parágrafo ainda está convenientemente destacada com um sublinhado em caneta esferográfica, para saltar aos olhos da personagem e do espectador! A partir de então, efeitos especiais deslocados, sustos frouxos e pessoas caminhando no teto (à la “O Exorcista 3”) começam a pipocar, contrastando bastante com o clima de medo legítimo que o diretor suou para criar até então. Não é, claro, um problema exclusivo de “Hereditário” - a maioria dos filmes de horror recentes celebrados por crítica e/ou público despenca horrores (desculpem o trocadilho) perto do final. Pelo menos este aqui fica assombrando o espectador durante dias, levando-o a pensar e repensar seus melhores momentos, e isso nem o final didático consegue arruinar. Considerando a média do gênero hoje, especialmente a média do que chega aos cinemas, não é pouca coisa. E julgando por este primeiro e arrepiante trabalho, Ari Aster é um nome a ser acompanhado de perto.


Ver a imagem de origem

Honey 4: No Pulsar Do Ritmo (2018)

MEGA

Aspirante a dançarina de rua, Skyler está em uma encruzilhada. Ela decide tentar entrar para a mesma equipe de dança que a sua irmã: Tosha, para competir por uma bolsa na universidade, mas ela é constantemente desencorajada pela sua família e seu namorado que duvidam que ela possui talento suficiente para vencer. Determinada a provar que eles estão todos errados, Skyler pratica noite e dia com a ajuda de Tyrell. Ele a ensina passos diferentes de hip-hop para ajudá-la a realizar seus sonhos.  


O Carma de um Assassino (2018)

DRIVEGOOGLE / MEGA / 1FICHIER

Quando vi “Accident Man”, no comecinho de 2018, postei no Facebook que se o Scott Adkins não virasse astro de ação depois deste filme é porque sofria da terrível Síndrome de Mark Dacascos - aquela doença degenerativa que condena o sujeito a ficar eternamente no lado B, por mais potencial que demonstre para subir de liga. Infelizmente foi o que aconteceu, e não adiantou nem ganhar papel de destaque em um blockbuster da Marvel Studios (“Doutor Estranho”, de 2016). O que é uma tremenda injustiça: em “Accident Man”, Adkins não apenas dá o montão de porrada de costume, mas também FALA pra caramba, inclusive contando a história para o espectador em off. E convence, soando muito mais simpático do que caras como Steven Seagal jamais conseguiram ser. Adkins ainda é um dos roteiristas do filme, adaptação para o cinema de uma obscura história em quadrinhos publicada na revista inglesa Toxic! em 1991. Ele interpreta Mike Fallon, um matador de aluguel que, como o título já anuncia, tem por especialidade fazer seus assassinatos parecerem acidente - tipo Charles Bronson fazia nos anos 1970 em "Assassino a Preço Fixo". Porém, quando uma ex-namorada é morta num “serviço” do gênero, Fallon declara guerra aos colegas matadores profissionais para tentar descobrir quem foi o responsável. E tome e leve porrada, tiro e até machadada! O diretor Jesse V. Johnson - que havia desperdiçado Adkins em seu filme anterior, “Savage Dog” - leva o filme na flauta e de uma forma bem caricatural, lembrando o universo inconsequente e exagerado das histórias em quadrinhos. Isso fica bem claro na maneira colorida e excêntrica com que são representados os matadores de aluguel que Fallon enfrenta. E Ray Stevenson, o melhor Justiceiro do cinema (infelizmente desperdiçado num filme mais ou menos), aparece como o mentor do protagonista, num elenco que também tem Michael Jai White e o “Darth Maul” Ray Park, aqui de cara limpa. Infelizmente, embora “Accident Man” seja bem divertido e a melhor coisa que Adkins fez nestes últimos anos, também tem dois grandes pecados: é longo demais para uma história tão boba, que inclusive desperdiça o talento do protagonista para forjar assassinatos como acidentes (um detalhe abandonado ainda na primeira meia hora); e tem um longo flashback no meio do filme que trava a narrativa (seria melhor se aparecesse no início). Mas é um belo filme de ação, unindo porradaria com um senso de humor afiado; ótimo para desligar o cérebro e curtir sem culpa, e a prova de que Adkins pode fazer bonito em produções mais “chiques”. Aposentem o Jason Statham e o Liam Neeson de uma vez e chamem o homem para fazer uns blockbusters aí!


Resultado de imagem para sequestro relâmpago filme

Sequestro Relâmpago - 2018

UPTOBOX / DRIVEGOOGLE

Direção: Tata Amaral

Elenco:

Marina Ruy Barbosa
Daniel Rocha
Sidney Santiago

Matheus e Japonês são dois jovens, não amigos, mas que se juntam para realizar uma série de sequestros na noite de São Paulo. A primeira vítima é Isabel, uma garota de 21 anos que está saindo de um bar. Os três estão nervosos. Quando encontram o primeiro caixa eletrônico, ele está quebrado. Os bandidos percebem que não conseguirão encontrar outro antes da manhã do dia seguinte. Mantendo-a refém, dirigem de um lado para o outro, decidindo o que fazer com ela.


Mamma Mia 2 - Filme 2018 - AdoroCinema

Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo (2018)

DRIVEGOOGLE

 O Cineasta inglês Ol Parker, que dirigiu os 2 filmes "Hotel Marigold", é um expert em lidar com grandes estrelas e casting enorme. E esse é um dos grandes trunfos dessa continuação do sucesso de 5 anos atrás. O elenco agora é acrescido do talento de Andy Garcia, Cher e um adorável elenco que interpreta a todos os personagens mais jovens: Lilly James (no papel de Meryl Streep), Alexa Daves e Jessica Keenan Wynn (Lilly James e Christine Baranski), além de Josh Dylan (Stellan Skaasgard), Jeremy Irvine (Pierce Brosnan) e Hugh Skinner (Colin Firth). A trama é bem simples, ingênua até. O filme começa com Sophie (Amanda Seyfried) reinaugurando o Hotel de sua mãe, Donna, recém falecida. Para isso, ela convida a todos, mas os conflitos surgem: muitos não podem ir, cai uma tempestade que isola a ilha. Paralelo, voltamos em flashback para contar a história de Donna (Lilly James) e seu romance com os 3 pais de Sophie, e como ela foi parar na Ilha. Óbvio que esse filme é proibido assistir para quem odeia musicais ou músicas do Abba. Para fãs, irão se deliciar com o elenco cantando músicas famosas e outras nem tanto do grupo sucesso. Cher no final, cantando "Fernando", é um plus! O desfecho é emocionante. Muita gente que assistiu ao filme anterior, não gostou dessa continuação. De fato, não precisava ter, mas como o primeiro arrecadou uma fortuna, os produtores não pestanejaram. Pelo menos, não fizeram feio. Belíssima fotografia do mestre Robert D. Yeoman, fotógrafo queridinho de Wes Anderson.


A Origem do Dragão (2018)

UPTOBOX / DRIVEGOOGLE

Bruce Lee (Philip Ng), célebre lutador de artes marciais, e seu rival, o mestre de Kung Fu Wong Jack Man (Yu Xia), tentam resolver suas desavenças e divergências em uma luta sem regras. O embate, que se deu na Califórnia com poucas testemunhas, viria a se tornar o mais importante e emblemático duelo da carreira do futuro grande ator de cinema, um marco fundamental em sua trajetória. Depois desse evento, os dois ainda se unem para lutar contra o poderio da máfia chinesa em Chinatown, São Francisco.  


Nação assassina (Assassination Nation, 2018)

1FICHIER / MEGA

“Tudo o que você precisa para fazer um filme é uma arma e uma garota”, já dizia Godard. Pois bem: “Assassination Nation” tem quatro garotas e muitas, muitas armas! O filme já sai ganhando pontos pela cena inicial: ao som da musiquinha do Morricone para “O Pássaro das Plumas de Cristal”, a narradora alerta o espectador que a história que ele verá a seguir inclui bullying, masculinidade tóxica, homofobia, transfobia, nacionalismo e sexismo. Lembrando uma bizarra mistura de “Meninas Malvadas” com “God Bless America”, o longa escrito e dirigido por Sam Levinson mostra o caos que se desencadeia sobre uma pequena cidade norte-americana quando um misterioso hacker divulga informações íntimas e pessoais de todos os seus habitantes - não apenas nudes, mas também chats e até pesquisas em sites pornô! Com as pessoas perdendo qualquer noção de civilidade e literalmente se matando pelas ruas, quatro garotas precisam somar forças para sobreviver quando uma delas é falsamente acusada de ser a responsável pelo vazamento das informações, e a cidade decide linchá-la para restabelecer a lei e a ordem. “Assassination Nation” é um filme certeiro para o momento em que vivemos. Este em que fake news destróem vidas e reputações sem piedade e sem direito de defesa; em que a intimidade vazada na internet leva ao linchamento público e muitas vezes ao suicídio. Não por acaso, enquanto saem pelas ruas cometendo as maiores barbaridades e atos de violência contra pessoas que até ontem eram seus vizinhos e colegas de escola, personagens usam chavões como “Patriotic citizens” e “We're good people!” (qualquer semelhança com “Nossa bandeira nunca será vermelha” “Cidadãos de bem” é mera coincidência, mas não parece). A mensagem é evidente: uma crítica à hipocrisia da sociedade que julga o outro até ter seus próprios podres divulgados. Mas a resposta sugerida pelo longa não é exatamente das mais sensíveis: apela para o revanchismo puro e simples, com as protagonistas armando-se até os dentes e literalmente entrando em guerra contra a cidade inteira! A impressão que fica é que “Assassination Nation” tem medo de levar mas a sério os vários temas relevantes que aborda, aqueles mesmos que foram elencados pela narradora na cena inicial. Embora o conceito da intimidade vazada seja assustador, o longa acaba apelando para humor negro e situações absurdas na tentativa de atenuar os horrores que mostra. Também é uma pena que uma mensagem tão atual acabe um tanto perdida num filme com exagerado visual 'modernex', que usa e abusa de afetações narrativas e estilísticas mais do que datadas. Muitas são completamente desnecessárias, tipo a tela dividida que acompanha três ações quando apenas uma é digna de interesse para o espectador. O resultado é divertido enquanto passatempo, mas bate na trave enquanto crítica social (o citado “God Bless America” saiu-se muito melhor). PS: Há uma interessantíssima referência a um filme japonês sobre delinquentes juvenis dos anos 1970 (“Zubekô Banchô: Zange no neuchi mo nai”), e no ato final as meninas vestem trajes parecidos com os das japinhas!


Críticas do filme Os Exterminadores do Além Contra a Loira do Banheiro -  AdoroCinema

Os Exterminadores do Além Contra a Loira do Banheiro (2018)

DRIVEGOOGLE / UPTOBOX

O terrir no Brasil já teve grandes filmes dirigidos por 2 expoentes do gênero nos anos 60 a 80: Zé do Caixão e Ivan Cardoso. Misturando erotismo e terror, aliado à comédia tipicamente nacional, às vezes involuntárias, esses filmes faziam sucesso com produções de baixo orçamento mas muita ousadia e criatividade. Em 2008, o próprio Zé do Caixão dirigiu uma versão repleta de adrenalina e com orçamento muito maior, chamada de “A encarnação do demônio”, cujo autor dos efeitos de maquiagem é o mesmo artista de “Exterminador do além”: Kapel Furman. Com argumento de Danilo Gentilli, e repetindo a mesma parceria com o Cineasta Fabrício Bittar, que aqui também co-escreveu o roteiro, “exterminadores do além...” é uma sátira aos filmes de entidades demoníacas e fantasmas dos anos 80, principalmente “Os caça-fantasmas”. Como estamos vivendo a Era da homenagem a essa década, não poderia faltar citações a “Stranger things”, uma forma de aproximar o público que consome streaming. Danilo interpreta Jack, um dos integrantes do grupo “Caçadores do além”, junto de Caroline (Dani Calabresa) e Fred (Léo Lins, parceiro de Danilo no programa “The noite”). Tem um 4º integrante que ainda não foi incorporado ao grupo, Túlio (Murilo Couto). Em baixa no Canal do Youtube que possuem, o grupo é chamado para atender um chamado em uma escola. O diretor diz que existes testemunhas de que a “Loira do banheiro” está assustando as pessoas da escola. Aproveitando a deixa para se promoverem no Canal, uma vez que não acreditam na existência da Loira, Jack e sua turma gravam um vídeo e tentam descobrir a farsa, auxiliados por alguns funcionários da escola, como a professora Helena (Bárbara Bruno). Mas aos poucos, descobrem que a entidade é real, e precisam tentar sair de lá com vida. Trash assumido, o filme se aproxima mais de filmes cults de Lamberto Bava e Lucio Fulcci, como ‘Demons, os filhos das trevas”, do que de “Os caça fantasmas”. Isso porque o excesso de sangue falso, vísceras, gosmas etc está mais para o gosto trash desses cineasta italianos. Perto deles “Os caça fantasmas”, Bergman ou Godard. O filme é repleto de piadas e situações super politicamente incorretas, e Danilo está cagando para a galera da correção: piadas sujas com crianças, merda, esperma, masturbação, sexo com idosos, negros, etc, vem aos borbotões. O filme vem numa dinâmica de montanha russa de absurdos tão grande, mas tão grande, que pensei no elenco e equipe envolvidos, que pareciam estar se divertindo tanto com toda essa zueira, que achei que era melhor esquecer que eu tinha um cérebro e relaxar. O grande pecado mesmo do filme, é ter quase 2 horas de duração. Um filme desses deveria ter no máximo 80 minutos, mais do que isso, fica repetitivo. Afinal, roteiro não é o forte do filme. O filme em alguns momentos parece estar se levando a sério, e destôa da proposta de ser uma chacota total: a cena da menina assassinando as outras garotas com uma faca ficou bastante estranha dentro do contexto de comédia. Esse filme não é recomendado para crianças pequenas, pois as cenas são bastante violentas e impactantes, mesmo para um projeto de humor negro. O elogio vai para a fotografia de Marcos Ribas, que consegue provocar grandes efeitos de luz para as cenas. Pena que Dani Cababresa apareça pouco no filme. Ela é uma ótima comediante.

Elenco: 

Bárbara Bruno, Dani Calabresa, Danilo Gentili, Digão Ribeiro, João Paulo Campos, Léo Lins, Matheus Ueta, Murilo Couto, Pietra Quintela, Ratinho, Sikêra Júnior


FACA NO CORAÇÃO (Un Couteau dans le Coeur, 2018)

MEDIAFIRE

Um belíssimo 'neo-giallo queer' que pode ser resumido assim: é como se o Dario Argento, na sua melhor fase, tivesse escrito o roteiro de “Cruising / Parceiros do Crime”, do Friedkin, e dado para o Almodóvar dos tempos de “Matador” dirigir. O resultado é um filme com cenas "artísticas" de assassinato inseridas numa história no limite da paródia, repleta de cenários e figurinos kitsch. Estamos na Paris de 1979 e no universo do cinema pornográfico gay. Vanessa Paradis interpreta uma diretora especializada no gênero que está em crise após separar-se da companheira. Enquanto tenta terminar um novo filme, seus atores começam a ser assassinados por um psicopata mascarado cuja arma é um... dildo com uma faca embutida na ponta! Depois do segundo crime, e percebendo que a polícia não tem lá muito interesse em investigar a morte de gays, a diretora resolve adicionar os assassinatos como tema principal do pornô que está filmando e rebatizá-lo “Homocidal”, dando ares de metalinguagem à história. Lindamente filmado, “Faca no Coração” mostra que o diretor Gonzalez não apenas tentou homenagear o cinema de gênero dos anos 1960-70, como muita gente vem fazendo por esses tempos, mas também aprendeu direitinho o que tornava esses filmes tão especiais e eficientes. Seu thriller tem um psicopata com visual assustador, horror e absurdo em doses eficientes, uma belíssima trilha sonora plena de personalidade própria (que não se limita a copiar Morricone ou Bruno Nicolai), e ainda toneladas de referências ao cinema do mencionado período - da trama que bebe confessadamente de “O Pássaro das Plumas de Cristal”, do Argento (novamente com uma imagem funcionando como catalisador da fúria homicida do vilão), ao icônico vestido da “Miss Muerte” de Jess Franco, reutilizado num número musical. Uma pequena obra-prima que merece ser mais conhecida – mesmo que a ambientação e o teor queer do argumento possam assustar e afastar certa parcela do público.


Resultado de imagem para Jurassic world- Reino ameaçado

Jurassic world - Reino ameaçado (2018)

MEGA / 1FICHIER / LEGENDA

20 anos depois, a franquia de "Jurassic Park" retorna, porém sem brilho. A história é praticamente a mesma. Na mesma Ilha da Costa rica, após o evento de 20 anos atrás, um Parque é construído no local. Aberto ao público, e comandado por Claire (Bryce Howard Dallas), o local ganha injeção de ânimo com o futuro anúncio de um novo dinossauro, que na verdade, é um híbrido criado geneticamente. 2 sobrinhos de Claire passam o final de semana no parque, porém o dinossauro escapa e provoca tumulto. Para poder eliminá-lo, Claire contara com a ajuda de Owen (Chris Pratt). O filme é totalmente previsível, e isso porquê ele constrói personagens exatamente iguais ao original de Spielberg. Além de tudo, a mesma trilha musical, com a famosa música tema, colaboram com a sensação de estarmos vendo o mesmo filme. E claro, os mesmos vilões que gananciosos, querem a continuidade do parque mesmo que esteja sob ameaças (esse personagem já existe desde "Tubarão", de Spielberg, e virou clichê em qualquer filme catástrofe). Então porquê ver o filme? Bom, para início de conversa, é um pipocão produzido por Spielberg. Depois, tem algumas cenas de ação bem dirigidas. Os atores principais (Pratt e Dallas) estão ótimos. O que ficou ruim? A participação do ator indiano Irrfan Khan (de "The lunchbox" e "As aventuras de Pi") e Omar Sy (de "Os intocáveis"), ambos pagando mico em participações sem graça. No mais, é ficar 124 minutos deixando o cérebro em casa, e se deixando levar pela sonoplastia barulhenta e pelos efeitos que anestesiam nossos sentidos e nos fazem querer acompanhar o filme (que inclusive, achei longo). Ah, o que é diferente? Os mocinhos do filme são justamente, os vilões do filme original. 


SOBRENATURAL: A ÚLTIMA CHAVE (Insidious: The Last Key, 2018)

MEGA / 1FICHIER

O quarto e por ora último (oremos!) episódio da série “Insidious” é disparado o pior. Leigh Whannell continua assinando o roteiro, mas a direção desta feita saiu da panelinha W.W. (Wan/Whannell) e foi assumida pelo inexpressivo Adam Robitel (de “A Possessão de Deborah Logan”), o que faz a queda de qualidade parecer ainda mais gritante. A proposta cronológica do filme também é um tanto esquizofrênica: começa como prequel do prequel, mostrando a infância da personagem de Lin Shaye nos anos 1950; depois vira sequência do prequel (!!!), e no final descobrimos que cronologicamente se passa apenas alguns dias antes do filme original. Logo, na escala temporal, a trama se desenrola, ao mesmo tempo, antes dos outros três, depois do terceiro e antes do primeiro filme – boa sorte para não se perder na cronologia, embora a linha temporal seja completamente irrelevante. Neste quarto filme, a médium interpretada por Lin Shaye, que aparecia em todos os filmes anteriores, finalmente ganha o protagonismo absoluto e precisa resolver uma questão pessoal, voltando à casa onde nasceu, no Novo Mexico, para investigar uma assombração e desvendar segredos de família. Pena que tudo, da trama à execução, seja lamentável, adicionando serial killers à mistura (o que já havia acontecido, em menor escala, no segundo filme), e até “fantasmas bonzinhos” para dar uma mãozinha na conclusão. Também desperdiça uma das melhores criaturas da série, esteticamente falando. Há uns absurdos gritantes, tipo o fato de a casa da protagonista ainda reunir todos os objetos pessoais da família dela meio século depois de os caras terem saído dali – como se os novos moradores que se mudaram para o local com o passar dos anos não se importassem com aquela montanha de coisas velhas e cobertas de teias de aranha acumuladas por outras pessoas. Aliás, é como se ninguém tivesse limpado a casa ou trocado as lâmpadas em 50 anos, pois o local vive empoeirado e escuro! E é curioso (e absurdo) que o trio de parapsicólogos tenha enfrentado criaturas tão terríveis e demoníacas no terceiro e no quarto filmes, que se passam ANTES do “Insidious” original, e ainda pareça tão aterrorizado com um episódio sobrenatural relativamente mais simples como aquele visto no primeiro capítulo da série, que é cronologicamente posterior a estes outros dois citados. Enfim, que esta bomba atômica seja mesmo “A Última Chave” e que ninguém mais consiga abrir a porta para novas continuações. Até porque eu definitivamente não consigo entender (SPOILER) porque os caras mataram a personagem de Lin Shaye no final do PRIMEIRO filme para depois trazê-la de volta nos três seguintes (como espírito no segundo, em episódios cronologicamente anteriores nos dois seguintes)! Por mais que seja legal ver a atriz como protagonista, ela que sempre foi uma eterna coadjuvante, também soa como um recurso bem fuleiro para resgatar a personagem, além de diluir o choque da sua morte inesperada no final do filme original.


 O Grande Circo Místico (2018)

UPTOBOX

O filme conta a história de 5 gerações de uma mesma família circense. Da inauguração do Grande Circo Místico em 1910 aos dias de hoje, acompanharemos, através de Celavi, o mestre de cerimônias que nunca envelhece, as aventuras e os amores dos Knieps, do apogeu à decadência, até o surpreendente final, num filme em que realidade e fantasia se encontram em um universo místico.

Direção: Cacá Diegues

Elenco

  • Jesuíta Barbosa como Celaví
  • Bruna Linzmeyer como Beatriz
  • Rafael Lozano como Fred
  • Catherine Mouchet como Imperatriz
  • Antônio Fagundes como Dr. Frederico
  • Vincent Cassel como Jean Paul
  • Mariana Ximenes como Margarete
  • Marina Provenzzan como Charlotte
  • Juliano Cazarré como Otto
  • Flora Diegues como Clara
  • Luiza Mariani como Lily Braun
  • Dawid Ogrodnik como Ludwig
  • Amanda Britto como Maria
  • Louise Britto como Helena
  • Albano Jerónimo
  • Daniela Faria como Ginger
  • João Santos Silva como Rick
  • Nuno Lopes

Sob o Sol do Oeste (2018)

DOWNLOAD 1FICHIER / MEGA

Samuel Alabaster (Robert Pattinson), um rico pioneiro, aventura-se pela remota fronteira dos EUA para se casar com o amor de sua vida, Penelope (Mia Wasikowska). Enquanto Samuel atravessa o Velho Oeste com um bêbado chamado Parson Henry (David Zellner) e um minicavalo chamado Butterscotch, sua jornada vai se tornando traiçoeira, apagando as linhas divisórias entre herói, vilão e donzela.


Todas as razões para esquecer (2018)

GoogleDrive 720 / 1080

Um homem tenta a todo custo apagar de sua mente a memória da mulher apaixonada por quem conviveu por 2 anos. Não, não estamos falando de "Brilho eterno de uma mente sem lembranças", de Michel Gondry. No filme de Pedro Coutinho, a pegada é realista. A melancolia existe, mas com aquele tom de filme acri-doce, puxando para uma deliciosa comédia romântica. Pedro Coutinho quer falar da crise existencial da geração Millenium: jovens às voltas com redes sociais e relacionamentos fúteis. Mas Antonio (Jonnhy Massaro, formidável) é um jovem à moda antiga: sonha em ser escritor, mas trabalha em uma agência de publicidade como designer. Acabou de se separar de Sofia (Bianca Comparato), e por conta disso, sua luz se apaga. Ele fica sem gosto pra vida, e acaba se consultando com uma terapeuta (Regina Braga). O filme é uma comédia paulista, digo isso porque os filmes paulistas tem um ritmo e uma narrativa distinta da comédia carioca. Menos editado, com tempos mais cinematográficos, piadas mais contextualizadas para quem mora em uma grande metrópole, onde um dos grandes atrativos é subir na cobertura e vislumbrar os prédios da cidade. Johnny Massaro passeia bem pelo drama, comédia, romantismo, tudo com uma pegada deliciosa e carismática. O filme é dele, ele está em todas as cenas. O elenco de apoio, formado por atores paulistas, são muito bem-vindos. Bianca Comparato empresta o talento que todos já conhecemos, maravilhosa. Gostei bastante do filme, mesmo que ele tenha alguns problemas de ritmo.


Maré Nostrum - Filme 2018 - AdoroCinema

Maré Nostrum - 2018

ASSISTA ON LINE

Roberto (Silvio Guindane) e Mitsuo (Ricardo Oshiro) são dois desconhecidos que, após uma série de coincidências, voltam para o Brasil no mesmo dia, depois de um longo tempo no exterior. Eles se encontram devido a um terreno que foi negociado por seus pais decádas atrás e decidem tentar ganhar dinheiro em cima do local. No entanto, eles entram em conflito quando começam a achar que o lote possui poderes mágicos.


Ex-Pajé (2018)

download uptobox

Etnocídio é a destruição sistemática dos modos de vida e de pensar de um povo, sua morte espiritual. Cinquenta anos após os contatos com os brancos, os índios paiter suruí estão bastante inseridos no mundo ocidental. O maior retrato desse assassinato exala da tristeza do pajé, transformado em mero diácono de igreja evangélica em sua própria tribo. Menção especial, Berlim, 2018.

Direção: Luiz Bolognesi  


Era uma Vez DeadPool - Looke

Era uma Vez um Deadpool - 2018

MEGA 720p / 1080p

Determinado a provar que "Deadpool 2" é um filme para toda a família, Wade Wilson (Ryan Reynolds) limpa todos os palavrões e sangue da narrativa e sequestra o ator e diretor Fred Savage para reencenar A Princesa Prometida. Sem poder se desvencilhar das amarras, Savage é obrigado a ouvir o "conto de fadas" do Mercenário Tagarela, incluindo sua luta com Cable (Josh Brolin) e a formação da X-Force.


Resultado de imagem para Deadpool 2

 DEADPOOL 2 (2018)

MEGA 720p / 1FICHIER

O cineasta David Leitch, como muita gente sabe, é um Coordenador de Stunts e por muito tempo dirigiu cenas de ação para Diretores renomados. Como "De volta ao jogo", ele assumiu o posto de Diretor e mostrou ao mundo que sabe dirigir porradaria e cenas de ação como ninguém. Logo depois veio "Atomica", com Charlize Theron dando cacetada geral nos anos 80 em Berlin, e o maravilhoso plano sequencia da escada. A inevitável continuação do grande sucesso de "Deadpool" acabou gerando grande expectativa, afinal, muita gente amou o jeito desbocado do herói interpretado com muita propriedade por Ryan Reynolds, que praticamente reinventou sua carreira com o filme. Mas a fórmula se repetiu: essa parte 2 veio requentada, com os mesmos maneirismos do primeiro filme: falando pra câmera, muito palavrão, piadas sujas, e mais do que no anterior, mais violento. E por conta disso, aqui no Brasil, o filme ganhou a classificação de proibido para menores de 18 anos. Depois de ver o filme, sim, é possível entender a censura, mas como todo mundo já tá acostumado com vísceras e mutilações na tv e games, o filme poderia ter sido liberado para 14 anos. A garotada iria se divertir. O roteiro vai em cima do tema da paternidade, em vários personagens. E esse coração que bate em prol das relações familiares é que guia o filme. Um ótimo elenco, muito bem co-estrelado por Josh Brolin, e a inevitável artilharia contra o racismo e a misoginia, que vale até renomear os X-men de X-force. 


Tinta bruta (2018)

DRIVEGOOGLE / MEGA

Direção: Filipe Matzembacher e Marcio Reolon 

Diretores de "Beira-mar," drama independente que fez burburinho em Festivais, em "Tinta bruta" o sucesso veio através de prêmios em importantes Festivais no mundo: Teddy no Festival de Berlin (Destinado a filmes LGBTQ+), Chicago, Festival do Rio (Melhor filme, ator e ator coadjuvante), entre outros. O tema do filme se assemelha bastante ao do brasileiro "Luna", de Cris Azzi. Um adolescente solitário resolve criar uma persona para poder se exibir na web. Ao contrário da protagonista de "Luna", Pedro (Shico Menegat) se expõe com o codinome "Garotoneon" para poder ganhar dinheiro. Ele tira a roupa, se masturba, faz sexo, e os fãs virtuais depositam tolkiens. Um dia, Pedro chama um concorrente que usa o mesmo artifício da tinta neon, Leo (Bruno Fernandes) e tomar satisfação, mas acabam se apaixonando e se apresentando em dupla na web. O filme é dividido em 3 capítulos: Luiza (irmã de Pedro), Leo e Garotoneon. O filme é bem dirigido, mas o roteiro estica demais a história, se estendendo além da trama principal. existem muitos sub-plots, e o do processo é o que me pareceu solto. Os atores atuam no registro do naturalismo, quase monocórdicos, uma opção narrativa. O que mais gostei no filme foi a fotografia e a trilha sonora. 


SUSPIRIA: A DANÇA DO MEDO (2018)

1FICHIER / MEGA / LEGENDA

Em primeiro lugar, uma grande revelação para mim: Suspiria é o nome da Estação de metrô aonde se localiza a Escola Tanz. Eu juro que não sabia. Remake da obra-prima de Dario Argento, teve uma exibição polêmica no Festival de Veneza 2018, quando esteve em competição. Tiveram muitas vaias, mas também aplausos, a essa versão lésbica/feminista sobre uma Convenção de bruxas que habita uma famosa Escola de dança em Berlin no ano de 1977, quando a Alemanha estava dividida pelo Muro. O Cineasta Luca Guadagnino ficou mundialmente famoso pelo seu drama LGBTQ+ "Me chame pelo seu nome". Assim que ele terminou as filmagens, ele começou a preparar "Suspiria". No elenco, Guadagnino escalou 2 atrizes que já protagonizaram seus filmes: Tilda Swinton, que já havia feito "Um Sonho de amor" e "Um mergulho no passado", e "Tilda Swinton", com quem fez "Um mergulho no passado". Dakota interpreta a protagonista Suzy, que no filme original foi interpretado por Jessica Harper, aqui fazendo uma participação como uma judia presa em um campo de concentração. Tilda interpreta 3 Personagens: Miss Blanc, Miss Markos e um verdadeiro espanto, ela interpreta um personagem masculino, o Psicólogo Dr Josef Klamperer. Para despistar os curiosos, criaram um nome fictício de Lutz Ebersdorf para o "Ator". Suzy viaja de Ohio, onde ela morava em uma fazenda e criada sob rígida norma religiosa, e vai até Berlin para se inscrever na famosa escola de dança Tanz. Ela descobre que uma aluna, Patricia (Chloe Moretz) desaparece, e por isso, ela consegue uma vaga. Mas aos poucos, Suzy vai percebendo que aquele lugar esconde algo muito tenebroso. Com inacreditáveis 152 minutos, O Diretor Luca Guadagnino confirma que ele não é bom em concisão e desapego de cenas na edição. Geralmente, todos os seus filmes são bem longos. Mas aqui ele consegue exagerar: Para se ter uma idéia, o filme de Dario Argento tem quase 1 hora a menos! Isso porquê Luca criou vários sub-plots que não haviam no filme original, trazendo o conceito da culpa alemã pela 2ª guerra mundial e a morte de milhares de judeus, através do personagem totalmente dispensável do Dr Josef. Vale mais pelo tour de force de Tilda Swinton, que o interpreta, do que pela história. Tivesse se concentrado apenas no drama de Suzy e a escola, o filme teria ficado muito mais aterrorizante. As cenas onde as personagens de Sara e principalmente Olga sofrem a vingança das bruxas, é muito foda! Tanto que ganhou um prêmio especial em Veneza somente para os efeitos. Para se ter uma idéia, elas têm os ossos do corpo quebrados e os órgãos internos expostos, isso apenas pelo movimento da coreografia de uma dança muito bizarra. O que no filme de Dario Argento acabou ficando a sua marca registrada, que é a fotografia colorida exagerada, aqui no filme de Guadagnino ele substitui por cores escuras e azuladas, trazendo uma dimensão dramática mais forte. O filme é dividido em 6 episódios e um epílogo: devo dizer que o episódio 6, que é o Clímax, é a convenção de Bruxas mais foda que vocês já viram em qualquer filme sobre o tema. Aí, ele quase se aproxima de Argento no erotismo, nas cores, no surrealismo. O que eu também fiquei triste, como fã do original, foi de terem mudado todo o rumo da personagem de Suzy. Mas ver esse duelo de atrizes e de bruxas foi épico, então valeu a pena. Teria ficado mil vezes melhor com 40 minutos a menos. Torço por Dakota Johnson, que depois da trilogia "50 tons", tem investido em projetos mais ousados e autorais. E Tilda Swinton, um crime não ter sido indicada para premiações pelo seu papel triplo.


Dvd- O Ataque Dos Vermes Malditos 6 2018 (frete Grátis) - R$ 28,00 ...

O Ataque dos Vermes Malditos 6 - Um Dia Frio no Inverno (2018)

GOOGLEDRIVE / UPTOBOX

O protagonista da sequência "O Ataque dos Vermes Malditos", Burt Gummer (Michael Gross), se vê em um grave estado de saúde, quase à beira da morte. O que o colocou nessa crítica situação foi o veneno dos vermes Grabóides. Há uma suspeita de que as criaturas estão senso usadas como armas em uma espécie de instalação no Canadá. Enquanto isso, Burt e seu filho precisam descobrir um antídoto para salvar sua vida, enfrentando os próprios Grabóides.


Para Sempre Chape mostra trajetória de superação - Boas Novas

Para Sempre Chape (2018)

Assista Online

Em 2016, a Chapecoense, time de futebol da cidade de Chapecó, se classificou para a final do campeonato Sul-Americano, algo inédito para o clube até então. No entanto, a trajetória histórica foi interrompida no dia 28 de novembro do mesmo ano, quando o avião que transportava o time para a grande partida sofreu um grave acidente, provocando a morte de 71 pessoas. Depois de meses de luto e muita comoção, a Chapecoense se reergueu e deu continuidade ao legado daqueles que partiram, rumo ao topo novamente. 


A Bailar (Out Now) on Instagram: “Z-O-M-B-I-E-S el 16 Febrero 2018 (  ESTRENO EN USA ) #DisneyZombies 🎸🎸🎶🎶🎶😱😱?… | Zombie disney, Disney  channel, Zombie movies

Zombies (2018)

download

50 anos depois de passar por um apocalipse zumbi, Seabrook é uma cidade alegre e cheia de conformismo. Os zumbis não são mais uma ameaça, mas são obrigados a viver em Zombietown, uma parte isolada da cidade. Quando os alunos de Zombietown são transferidos para a escola secundária de Seabrook, o zumbi Zed (Milo Manheim) está determinado a jogar Futebol americano, enquanto a humana Addison (Meg Donnelly), sonha em ser líder de torcida. Os dois decidem trabalhar juntos para mostrar a o que podem ganhar aceitando suas diferenças.


EXCELENTÍSSIMOS (2018)

ASSISTA ON LINE

Direção: Douglas Duarte

Excelentíssimos é um registro a quente dos fatos, personagens e articulações por trás da maior crise política do país desde a redemocratização. Gravado dentro do Congresso ao longo dos meses em que corria o impeachment, o filme retrata quem, como e porque se derruba uma presidente.

 


Aluga-se meu Corpo (2018)

ASSISTA ONLINE

 Direção de Daniel Evêncio

Conta a história de Natasha. Que após diversos relacionamentos fracassados, e grande dificuldade financeira, decide alugar seu próprio corpo para superar suas crises e alimentar sua vaidade. Ela vereda para o obscuro universo da prostituição.


VINGANÇA (2018)

DriveGoogle

Um ótimo filme sobre Vingança. Impossível não lembrar do clássico "Doce vingança" e de "Kill Bill". O filme, com roteiro da própria diretora francesa, tem um roteiro bem singelo: uma jovem, Jen, (Matilda Lutz, de "Chamados", mega emponderada no personagem), é uma jovem que viaja com seu amante ricaço para a casa dele no meio do deserto. No dia seguinte, 2 amigos dele, mal encarados, chegam lá e decidem ficar para caçar animais. Um dos amigos estupra Jen, e quando ela pede ajuda pro namorado, ele defende os amigos e a joga do alto de um precipício. Jen consegue sobreviver e tudo o que ela quer agora é vingança. A única forma de se assistir a esse filme, é abstrair qualquer tipo de realismo e verossimilhança. O filme é realizado como uma fábula, onde tudo é possível e a palavra de ordem é matar todos os homens. A mensagem do filme está mais do que clara, e esse poderia ser facilmente o filme do movimento "Time's up": repleto de ação, violência, surrealismo e uma boa pitada de humor negro. Ah, os homens...valem nada! Ponto alto para a fotografia hiper realista, para a trilha sonora de sintetizadores e o visual anos 80 do filme. Uma pequena jóia muito bem dirigida, tecnicamente impecável. 


Resultado de imagem para o+predador 2018

O Predador (2018)

MEGA

Enquanto eu me contorcia no sofá tentando chegar ao fim de “Predadores” (2010), parte do meu cérebro pensava em como seria fácil fazer infinitas sequências do filme original de 1987 apenas mudando a ambientação e a época. Porque como a Parte 2 assumiu que os alienígenas estavam caçando na Terra há séculos, poderíamos ver Predadores contra cavaleiros medievais, Predadores no Velho Oeste, Predadores enfrentando samurais, e por aí vai. Entra Shane Black, um dos roteiristas de ação mais populares dos anos 1980-90 (e que por coincidência estava no elenco do “Predador” original), com ideias para “revitalizar” a série depois do frustrante terceiro filme. Shane até resgatou do limbo ninguém menos que Fred Dekker, o cara que escreveu e dirigiu os incríveis “A Noite dos Arrepios” e “The Monster Squad” na década de 1980, para dar uma mãozinha no roteiro. Dekker tinha sumido de Hollywood depois de ter destruído a série “Robocop” ao dirigir e escrever o pavoroso terceiro filme da franquia. Bem, como já cantava Britney Spears: “Oops! I Did It Again”. Embora seja melhorzinho que o anterior “Predadores”, este quarto filme enterra a série de vez por simplesmente não conseguir decidir a que público se destina. Na trama, um novo Predador cai na Terra e é aprisionado por uma agência secreta do governo. Enquanto o soldado que testemunhou a queda da nave foge levando artefatos alienígenas roubados da criatura, uma cientista é convocada para analisar o Predador capturado – que logo escapa e dá início ao banho de sangue esperado. Ao mesmo tempo em que claramente miram no espectador adulto, atirando sangue e vísceras pra todo lado, Shane Black e Fred Dekker adotam um excesso de humor e piadinhas que não combina com a proposta, muitas vezes até irritam. Ao mesmo tempo em que tentam fazer um filme “para adultos”, colocam um moleque xarope como um dos personagens principais. E ao mesmo tempo em que tentam adicionar novas ideias a um conceito já conhecido, a dupla acaba por refazer aquilo que já vimos mais de uma vez – o ato final, interminável, novamente joga humanos e predadores no meio de uma floresta, repetindo a ambientação e os truques do original de 1987! Por mais que as referências e citações aos outros filmes provoquem um leve sorriso nostálgico (as brincadeiras com “Get to the chopper!” e “You’re one ugly motherfucker” são particularmente inspiradas), “O Predador” falha em criar algo minimamente novo ou interessante. Aliás, tudo que Black & Dekker (piada pronta?) criaram de novo é muito ruim, constrangedor até – tipo o “Super Predador” bombadão, ou os “cães-predador” que têm dreads iguaizinhos aos donos. A única ideia razoavelmente interessante, um traje chamado Predator Killer que parece saído da série “Homem de Ferro”, só entra em cena nos cinco minutos finais, quando já não há mais tempo de usar (pelo visto, alguém estava pensando num “Predador 5” o tempo todo)! Até mesmo os tiros, explosões e esquartejamentos começam a soar repetitivos depois de meia hora, e os personagens mal-desenvolvidos (com destaque para a cientista nerd que de repente se transforma numa guerreira boa de tiro e de porrada) não ajudam. Se a ideia era revitalizar a série, “O Predador” apenas comprova que os produtores não têm nenhuma ideia nova para fazê-lo. Este é, facinho, o “Robocop 3” da franquia, e duvido que o pobre Fred Dekker consiga outro emprego em Hollywood depois desse mico...


PRAÇA PARIS (2018)

Download MEGA / GOOGLEDRIVE / UPTOBOX

O filme retrata Camila, uma psicanalista portuguesa, que vai ao Brasil fazer uma pesquisa sobre a violência. Na sua pesquisa cruza-se com Glória, uma das suas pacientes e trabalhadora da universidade onde faz a investigação, que lhe conta a complicada história da sua família, ao mesmo tempo que a envolve na ligação que tem com Camila.

Realizado por Lúcia Murat

Elenco

  • Grace Passô como Glória
  • Joana de Verona como Camila
  • Marco Antonio Caponi como Martim
  • Alex Brasil como Jonas
  • Babu Santana como Shepherd
  • Taiana Bastos como guarda da prisão
  • Daniel Braga como Seu Valdemar
  • Rafael d'Avila
  • Wanderson 'Petão' Lopes como guarda da prisão
  • Thaís Nascimento como Soraya
  • Digão Ribeiro como Samuel
  • Allefe Santos 

Os Incríveis 2 (2018)

MEGA 1080p

Escrito e dirigido por Brad Bird, "Os incríveis 2" é tão bom quanto o filme original. A trilha sonora sessentista dá um toque deliciosamente vintage ao filme, que começa lento, descrevendo a rotina da família e o drama de cada um dos integrantes da família Pera: a filha Violet que está apaixonada; o filho Flecha, que tem ciúmes da irmã, o bebê Zezé, que demonstra ter poderes incontroláveis e para deixar o pai Beto se mordendo de inveja, sua esposa Helena, a Mulher elástica, é contratada por um casal de irmãos milionários para fazer uso de câmeras especiais e poder lutar contra o crime, no caso, um vilão chamado Hipnotizador. Essa sub-trama dramática remete bastante ao clássico "Nasce uma estrela". Uma delícia, o roteiro é totalmente antenado com os dias de hoje, falando de empoderamento feminino, troca de papéis (marido cuidando do lar, esposa trabalhando), e reconhecer o valor dos aposentados, relegados ao ostracismo. Os personagens são divertidíssimos, incluindo Lucius, o homem de gelo. Existe uma cena antológica, que é a de Zezé lutando contra um Guaxinim. Edna Moda também surge em uma sequência inspiradíssima. O filme faz uma homenagem ao clássico desenho Johnnie Quest, aparecendo em uma cena sendo exibido na tv.


Aberrações - 17 de Junho de 2020 | Filmow 

Aberrações (2018)

DOWNLOAD

Premiado em diversos Festivais de cinema de gênero, "Freaks" é uma produção independente de ficção científica e filme de super heróis, que mistura "Superman", "X-men", "Fúria", de Brian de Palma, "Cloverfield" e "Chamas da vingança", com Drew Barrymore. Com tantas referências, "Freaks" parece ser uma salada. E é. Mas deve ser dado o desconto de que é um filme independente e de baixo orçamento, e por isso mesmo, o filme surpreende em suas ambições. Emily Hirsch interpreta o pai de Chloe (Lexy Kolker, excelente), uma menina de 7 anos que nunca saiu de casa. O pai diz à menina que existem regras a serem tomadas para que ambos não morram. No entanto, Chloe se sente atraída por uma carrocinha de sorvetes, administrada por Mr Snowcone (Bruce Dern). O filme tem um roteiro surpreendente que a todo momento oferece plot twist ao espectador. Quais as reais intenções dos personagens? Quem é o mocinho e quem é o vilão? O filme pode frustrar quem busca filmes de ação. Aqui tem, e bastante, mas em outro ritmo. Mas vale assistir a esse filme por conta das boas atuações do elenco e por oferecer mais do que as explosões intermináveis em blockbusters como os da Marvel. E também é sempre bom rever o talento de Emily Hirsch, um ótimo ator que anda esquecido por Hollywood.


Cinquenta tons de liberdade (2018)

Download MEGA / 1FICHIER

O Cineasta James Foley já dirigiu alguns filmes cults: "Caminhos violentos" e "O sucesso a qualquer preço". Também dirigiu alguns episódios de "House of cards". Mas para o grande público, talvez o seu nome seja associado à franquia milionária de "50 tons de cinza". ele dirigiu o segundo capítulo, e agora, o episódio final, intitulado "Cinquenta tons de liberdade". O filme começa com o casamento de Anastacia (Dakota Johnson, insossa) e Christian Grey (Jamie Dorman, que vale pela sua aparência hercúlea). Logo depois, eles saem de lua de mel. A seguir, descobrem uma trama para sequestrar Anastacia. E claro, entre uma coisa e outra, muitas cenas de sexo, ciúmes e sacanagem. Mas para quem viu os filmes anteriores, a sacanagem é toda estilizada, publicitária. Tesão zero. Confesso que ri bastante, pela tosquice do roteiro e do diálogos, desse que é com certeza o pior filme da franquia. Mas me diverti. Anastacia nunca pegou um carro esporte, e de repente, ela pilota como um campeão de fórmula um. Nunca deu tiro, e quando dá, acerta de primeira. E por aí vai. Vale pelo requinte das locações, pelo luxo e glamour. A sacanagem mesmo, vai ficar devendo e muito.


INFILTRADO NA KLAN (2018)

MEGA / 1FICHIER / LEGENDA

Baseado na incrível história real de Ron Stallworth (John David Washington), o primeiro policial negro do condado de Colorado Spring no final dos anos 70. Ron entrou em contato com a organização da Ku Klux Klan e se fez passar por um homem branco que quer fazer parte da KKK. Ron convence o colega policial judeu Flip Zimmermann (Adam Driver) de se passar por ele nas convenções do grupo, para dessa forma, poder se infiltrar e trazer informações para a polícia. Com Direção firme, Spike Lee comprova ser a voz mais atuante do cinema engajado. Assim como em "Faça a coisa certa", Lee explode em emoções, promovendo cenas de alta voltagem. Além disso, tem uma cena antológica que acontece em uma balada, ao som de "Too late to turn back now". Os 8 minutos finais, com imagens documentais de discurso de Trump, passeatas de grupos da Hu Klux Klan nos dias de hoje, um atropelamento que provocou a morte de uma mulher, são cenas aterradoras que dizem muito do mundo que vivemos hoje, insano e fora da rédea.


Resultado de imagem para nasce uma estrela 2018

Nasce uma Estrela (2018)

MEGA / LEGENDA / 1FICHIER

Quarta adaptação de uma história escrita a 8 mãos em 1937 (que já teve Janet Gaynor, Judy Garland e Barbra Streisand no papel da protagonista) , "Nasce uma estrela" tem o brilho de Bradley Cooper, que acumula funções entre co-roteirista, Diretor e Ator. Estreando na Direção com força e muita segurança, ele recria o drama musical sobre Ascenção e decadência no show business de forma emocionante, rendendo sorrisos e lágrima ao longo da projeção. Muito do carisma do filme advém também de Lady Gaga, surpreendendo no papel de Ally, garçonete que cruza o seu caminho com o bêbado e drogado Country Star Jack (Cooper), por quem ele se apaixona e reconhecendo um talento nato de cantora e compositora nela, a ajuda a formar uma carreira. Com 136 minutos de duração, o filme é repleto de cenas fortes de emoção e drama. Várias cenas antológicas: a premiação do Grammy; a cena que o empresário de Ally procura por Jack; a cena dos irmãos. O filme é um show de talento do elenco de apoio, como Sam Elliot no papel do irmão de Jack, e de Andrew Dice Clay, no papel do pai de Ally, que competiu com Robert de Niro e John Travolta para o papel. Toda a parte técnica do filme é excelente: fotografia, câmera, trilha sonora, músicas, direção de arte, edição.


Missão Impossível: Efeito Fallout (2018)

DriveGoogle / MEGA / 1FICHIER

Impossível mesmo, é acreditar que o Roteirista e Diretor desse novo filme da franquia, seja o mesmo roteirista do pavoroso "A múmia", também com Tom Cruise, e que enterrou de ver a pretensão da Dark Universe de ressuscitar filmes de monstros com Drácula, Frankenstein, etc. Com ação ininterrupta do início ao fim, em completo efeito de montanha russa, o filme consegue entreter o espectador 100%, e no desfecho, a gente ainda torce para que determinados personagens não morram. Sabe quando você fica torcendo? Além da ação, o filme reinjeta romance, e todo mundo sabe que não existe filme de mocinho sem que ele venda a alma para salvar a pele de sua amada. Com impressionantes cenas de perseguição efeitos de primeira linha e segundo dizem, Tom Cruise fazendo todas as cenas sem uso de dublês, o filme, mesmo não trazendo nada de novo em termos de roteiro (o que seria desses filmes sem os vilões que querem acabar com o mundo???), "Missão impossível" é uma aula de decupagem e de direção. Com um elenco nota 1000 ( o time de Ethan Hunt, formado pelos impecáveis Simon Pegg, Ving Rhames e Rebecca Ferguson, é de tirar o chapéu), acrescido de Henry Cavill e Michelle Monaghan, conta ainda com uma participação de Wes Bentley, ator que andava sumido e que pelo visto, será eternamente lembrado pelo seu papel em "Beleza americana". Programa imperdível. 


Ana e Vitória (2018)

Download MEGA / GoogleDrive

Dirigido por Matheus Souza

Rio de Janeiro. Ana (Ana Caetano) e Vitória (Vitória Falcão) já haviam até mesmo estudado juntas, mas apenas se aproximam de fato em uma festa realizada muito longe de sua cidade natal, a pequena Araguaína, no Tocantins. Após se apresentar na festa, Ana fica impressionada com a informal cantoria de Vitória, em uma rodinha de violão. Logo surge a ideia de gravarem algo juntos, que rapidamente explode na internet e chama a atenção do produtor Felipe (Bruce Gomlevsky). A fama repentina as traz de volta ao Rio de Janeiro, para um show transmitido pela internet e a produção de seu primeiro CD.


O Clube dos Meninos Bilionários (2018)

DOWNLOAD

Dramatização de um crime ocorrido em Los Angeles em 1983, "Billionaire boys club" ficou famoso por ser o penúltimo filme protagonizado por Kevin Spacey, e que teve a sua carreira comercial e de distribuição destruída pela reputação do ator, acusado de assédio sexual. Os produtores tentaram tirar o máximo de cenas do Ator na edição final, mas foi impossível, pois seu personagem é peça chave na história. Kevin Spacey é Ron Levin, um investidor que cai na lábia de uma dupla de jovens amigos, recém formados em Harvard: Joe Hunt (Ansel Elgort, de "Baby Driver") e Dean Karmin (Taron Egerton, de "Kingsman"). Os dois amigos são ambiciosos e querem se tornar ricos. Para isso, criam um Club, "Billionaire boys club", onde os jovens ricos investem dinheiro em ouro, com a promessa de enriquecerem em 3 semanas. Só que isso não acontece: Joe e Dean torram o dinheiro em festas, mulheres etc e os investidores passam a cobrar o dinheiro investido. Em um beco sem saída, os garotos apelam para o crime. Com tantos problemas de edição, o filme acabou prejudicado. As performances do trio principal, Spacey incluso, não está boa, e todos parecem estar no automático. A direção de arte, se comparado com "O lobo de Wall Street", que trata quase que do mesmo tema, perde feio em termos de luxo e glamour. O filme é sem ritmo, longo, e muitos personagens paralelos, como a namorada de Joe, ficam meio que sobrando. De bom mesmo, só a trilha sonora, com clássicos da época, e a participação de Rosanna Arquette, que andava sumida.


De repente uma família (2018)

DOWNLOAD

Comédia dramática dirigida e escrita pelo mesmo realizador das comédias "Pai em dose dupla 1 e 2", com Mark Whalberg, que também estrela esse filme, junto da excelente Rose Byrne. Ambos são o alter ego do próprio Sean Anders e narra o seu processo de adoção e adaptação de 3 irmãos latinos, filhos de uma mulher viciada em crack. Pete (Walhberg) e Ellie (Byrne) formam um casal na faixa dos 40 anos que sonha em ter filhos, mas devido a idade deles, acham que estão velhos para terem um. Por conta disso, resolvem adotar uma criança já crescida. O que eles não esperavam é que fossem adotar uma, mas 3 irmãos de uma única vez, e cada um com um problema de adaptação. O roteiro dosa bem comédia e drama, dando chance para cenas antológicas de humor puro, eu mesmo ri muitas vezes no cinema. Some-se a isso, o elenco mega talentoso: além dos ótimos Walhberg e Byrne, tem o apoio muito luxuoso de Octavia Spencer, Joan Cusack, Margo Martindale (a carteira do último episódio de "Paris eu te amo") e as crianças, com destaque para a talentosa Isabela Moner, no papel da difícil e complexa Lizzy, a filha adotiva de 15 anos (ela está em "Transformers" e "Sicario 2"). A direção de Sean Anders retrata com muita emoção a realidade do processo de adoção nos Estados Unidos, e é lindo constatar que lá, casais gays, mães solteiras, casais heteros, independentes de sua raça ou credo, têm a oportunidade de adotar uma criança ou adolescente. Altamente recomendado.  


O DOUTRINADOR (2018)

DriveGoogle

Direção: Gustavo Bonafé, Fabio Mendonça

Parceiro do Cineasta Jonnhy Araújo nos filmes "Legalize já" e 'Chocante", Gustavo Bonafé dirige a adaptação dos quadrinhos de sucesso de Luciano Cunha. "Corrupto bom é corrupto morto". O espectador que comprar essa briga, vai se rigozijar com o filme, protagonizado pelo personagem "O doutrinador", que não é um super herói. O Doutrinador é Miguel (Kiko Pissolato), um agente do D.A.E., Divisão especial da polícia, que luta contra tudo que faça a população sofrer. Até que um dia, ao levar sua filha pequena para um jogo de futebol, essa leva um tiro de bala perdida e vem a morrer no hospital. Revoltado com o descaso, Miguel resolve assumir a persona de "O Doutrinador: ele coloca uma máscara, adquirida por uma jovem também inconformada (algo tipo "V de Vingança"), e sai matando geral todo corrupto que se coloca à sua frente. O filme tem uma ótima parte técnica: fotografia, edição, efeitos de pós. A trilha é barulhenta e fará a alegria da garotada. Mas o curioso, é assistir ao filme às vésperas da eleição no Brasil, pois muita das informações contidas no texto ganham proporções realistas com a verdade da política no Brasil atual. Se o armamento é o melhor remédio, e matar a solução, o Doutrinador pelo visto, vai render uns 20 filmes até matar todos os corruptos existentes no País. No elenco, participações especiais de Marília Gabriela, Eduardo Moscovis, Tuca Andrada e Nathália Lage.


LEGALIZE JÁ - AMIZADE NUNCA MORRE (2018)

DRIVEGOOGLE

Direção: Johnny Araújo, Gustavo Bonafé

Cinebiografia do cantor Marcelo D2, vocalista da Banda de Rap "Planet Hemp". O filme encobre o início dos anos 90, com a dura vida de Marcelo, que vendia camisetas de bandas de Rock no centro da cidade, como camelô, a sua relação com sua namorada grávida e o conflito sobre um possível aborto; o drama com seu pai (Stephan Nercessian), que o cobra por não ter um emprego decente e uma casa para morar; e principalmente, a sua amizade com Skunk (Ícaro Silva), o grande idealizador da banda e incentivador de Marcelo, para que ele largasse a vida de camelô e de vendedor de loja de eletrodoméstico para se lançar com cantor de rap. Expondo as suas frustrações e angústias através das letras que escrevia. O filme ganhou 5 prêmios no Festival Aruanda em 2018, e deve agradar aos fãs do cantor. A fotografia estilosa, quase em tom de preto e branco, reforça a dramaticidade da história. O filme na verdade, tem uma presença muito mais forte e vibrante na figura de Skunk, através de uma performance magistral de Ícaro Silva. Ele sim, é a grande motivação para se assistir a esse filme, dando um exemplo simbólico da luta do brasileiro que jamais desiste de seus sonhos, mesmo em momentos de desespero total.


DVD Gnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim - Outros - Filmes de ...

Gnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim (2018)

DRIVEGOOGLE / 1FICHIER / MEGA

Gnomeu e Julieta chegam em Londres, na Inglaterra, onde são encarregados como os novos responsáveis pela manutenção do jardim. A nova tarefa cria alguns atritos entre o casal, o que faz com que Gnomeu tente impressioná-la com uma flor que remete ao início deles. O plano dá errado e, ao retornar para casa, Gnomeu e Julieta descobrem que todos os seus amigos gnomos desapareceram. Logo eles encontram Sherlock Gnomes, que está investigando o sumiço deles ao lado de seu fiel companheiro Watson.


UM LUGAR SILENCIOSO (2018)

1Fichier / MEGA / DriveGoogle

“A Quiet Place” é um daqueles filmaços de monstro que aparecem de vez em quando e que, na mesma linha de “Pitch Black/Eclipse Mortal” e “The Descent/Abismo do Medo”, se destacam não por tentar inventar a roda, e sim por contar a mesma história de uma maneira que o público ainda não ouviu/viu. A pegadinha aqui é que os personagens vivem num futuro próximo em que a Terra foi devastada por ferozes monstros cegos que caçam guiados pelo som (e cuja origem ninguém se preocupa em explicar, felizmente). Por isso, a família que protagoniza o longa precisa fazer o possível e o impossível para evitar sons, falas ou gritos, mesmo nos momentos de maior horror ou dor - a cena do prego é particularmente excruciante. Deve ter sido uma experiência horrível assistir ao filme no cinema (e por isso mesmo eu deixei para ver em casa), já que 99% da trama acontece em silêncio e com os personagens se comunicando por linguagem de sinais. Ou seja, uma experiência de imersão que não deve funcionar bem em público, ainda mais rodeado pelo público grosseiro que frequenta nossas salas de cinema atualmente. Há detalhes sutis e geniais, como as crianças jogando Banco Imobiliário com pecinhas feitas de pano (pois o simples ruído dos peões de plástico batucando no tabuleiro de cartão poderia atrair as criaturas). E, justamente pela impossibilidade de os protagonistas falarem, o filme evita aqueles irritantes diálogos expositivos que infestam o gênero. Eu seria ainda mais radical e cortaria completamente a trilha sonora também, porque ela telegrafa além do necessário os momentos de drama e suspense. Com a experiência ainda mais silenciosa, o horror surgiria naturalmente dos (poucos) sons dissonantes. Nem mesmo as péssimas criaturas de computação gráfica conseguem estragar “A Quiet Place” - pelo menos o diretor foi esperto de mostrá-las o mínimo necessário, mas bem que podia ter desviado a câmera e usado apenas sombras ou silhuetas. Que bela surpresa que um filme tão eficiente e redondinho tenha sido dirigido não por um veterano do gênero ou alguma nova promessa do horror, mas sim pelo ator John Krasinski, mais conhecido pelos seus trabalhos na TV (principalmente o seriado cômico “The Office”), que aqui acumula as funções de protagonista (junto com a esposa Emily Blunt) e corroteirista. Em sua primeira experiência com o cinema de horror, Krasinski dá uma aula daquilo que os jurados do MasterChef adoram repetir: “Menos é mais”. E ainda furou o olho (com a perdão do trocadilho) da superprodução original Netflix “Caixa de Pássaros”, saindo meses antes dela.


Unicórnio (2018)

MEDIAFIRE

O roteirista e Cineasta Eduardo Nunes adaptou dois contos de Hilda Hilst, "Unicórnio" e "Matamoros", e os transformou em um enredo único. Nesse seu segundo longa-metragem, Nunes novamente coloca como protagonistas 2 personagens femininas fortes, interpretadas por Patricia Pillar e Bárbara Luz. Em seu filme anterior, "Sudoeste", também tínhamos um embate emocional entre uma adulta e uma criança, interpretadas por Simone Spoladore e Raquel Bonfante. Eduardo Nunes é um grande aficcionado pelo Cinema de Tarkovsky, e isso é nítido em toda a sua obra. Outro entusiasta do Cineasta russo, o húngaro Bela Taar, acaba sendo também uma forte inspiração para o filme. Impossível não nos remetermos à obra-prima "O cavalo de Turim". No lugar do Cavalo, entra um Unicórnio. O poço é uma presença constante em ambos os filmes, é um lugar onde a água representa a vida, o elemento que mantém os personagens vivos, a motivação para sair de casa. Belamente fotografado por Mauro Pinheiro, o filme alterna locações deslumbrantes, captadas com cores fortes, na Região do Parque Estadual dos 3 picos, na região serrana do Rio, com um ambiente frio e asséptico de uma instituição psiquiátrica. O filme tem como conceito fazermos acreditar que estamos assistindo a uma fábula, um conto de fadas. O seu prólogo parece saído de Chapeuzinho Vermelho, outra provável leitura que o filme se faz pensar. A maçã é substituída pela Romã, um fruo proibido, vermelho, suculento. Mas quem representa o Lobo mau e a Chapeuzinho vermelho na história? Aí reside a surpresa na história. Mãe e filha habitam uma casa rupestre no alto de um morro. Na rotina das duas, elas enchem o balde de água, lavam roupas, cozinham. O marido está internado em uma instituição psiquiátrica ( Zé Carlos Machado). Sozinhas, elas têm a vida alterada quando um homem vem morar na casa do lado, um criador de cabras ( Lee Taylor). A sua presença desperta sexualmente o olhar da filha, que encontra na mãe uma rival para as investidas se sedução. Um filme onde a técnica prevalece ( fotografia, edição de som), o roteiro caminha lento, fazendo do filme uma experiência cinematográfica para Cinéfilos, por conta de seu hermetismo e imagens metafóricas, repletas de simbolismos religiosos e metafísicos ( muito particular ao cinema de Tarkovsky). 


Possum (2018)

DOWNLOAD

Um bonequeiro em depressão retorna à sua casa de infância e é forçado a confrontar seu maligno padrasto e os segredos que haviam lhe torturado durante sua vida inteira.


Um Pequeno Favor - Filme 2018 - AdoroCinema

Um pequeno favor (2018)

DOWNLOAD

Diretor de comédias hilárias como “Missão madrinha de casamento”, Paul Feig adaptou o livro de Darcey Bell e realizou um filme que me surpreendeu pelo inesperado. Afinal, o filme é comédia, suspense, romance, humor negro? Ou uma mistura de tudo isso? Mas será que funciona? Sai do filme na dúvida se eu tinha gostado de uma mistura tão bizarra de gêneros, que funciona para os Irmãos Coen justamente porque eles investem pesado na violência, e o humor vem para amaciar o impacto. Mas aqui, a violência vem amparada por um humor quase ferino de Anna Hendricks, numa composição até divertida, mas estranha para o roteiro. Anna interpreta Stephanie, viúva e que cuida de seu filho pequeno. Careta até o último fio de cabelo e mãe zelosa, ela acaba ficando amiga de Emily (Blake Lively, deslumbrante), mãe de um menino que estuda na mesma turma do seu filho. Emily é o oposto de Stephanie: extrovertida, fashion, abusada e louca o suficiente para propor coisas indecentes. Emily é casada com Sean (Henry Golding, de “Podres de ricos”), um escritor fracassado. Elas se tornam melhores amigas, até que um dia, Emily desaparece. O primeiro ato do filme é totalmente comédia, e Anna lembra até o humor brasileiro de comediantes famosas em sua persona. Mas aí o filme vira de tom, mas sem deixar de lado o humor. O que realmente impressiona no filme, é a primorosa trilha sonora, recheada de clássicos pop franceses de varias décadas. O filé tem um toque sofisticado, chique, justamente por causa das músicas.


Operação Overlord (2018)

MEGA

Produzido pela galinha-dos-ovos-de-ouro JJ Abrams, “Operação Overlord” é um filme que já foi feito pelo menos duas vezes nos últimos anos: a primeira na Inglaterra, como “Outpost - Missão de Risco” (2008), de Steve Barker, e a segunda na Holanda, como “Frankenstein's Army / O Exército de Frankenstein” (2013), de Richard Raaphorst. Todos os três filmes contam a mesma história sobre soldados na Segunda Guerra Mundial que, além dos horrores tradicionais do campo de batalha, ainda precisam enfrentar mortos-vivos criados por cientistas nazistas em busca de uma solução final para virar o placar a seu favor. Mas dá pra garantir, sem medo de soar injusto, que esta é a primeira vez que a história é contada do jeito certo. Se faltava ritmo ao filme inglês e uns milhõezinhos a mais no orçamento da produção holandesa, em “Operação Overlord” a coisa toda funciona como um relógio. A história secundária de guerra, sobre soldados aliados numa missão suicida para garantir que o Dia D aconteça, funciona tão bem quanto a parte de terror, e esta só começa a se desenvolver a partir da metade da narrativa - é quase dois filmes em um, como “Um Drink no Inferno”. O roteiro toma seu tempo para apresentar minimamente os personagens (algo que também não existia nos dois filmes anteriormente citados), conseguindo criar momentos de tensão quando os heróis, em inferioridade numérica (seu pelotão foi dizimado pelos nazistas), precisam suar a camisa para sobreviver numa vila francesa dominada pelos alemães, com a ajuda de uma jovem local. Ou seja, é uma mistura de guerra, ação e terror em que as doses de cada gênero ficaram muito bem equilibradas, e onde ainda conseguiram criar um vilão escroto e memorável para dificultar a vida dos heróis. Dá para perceber referências explícitas a clássicos como “Dia dos Mortos”, do Romero, e “O Enigma de Outro Mundo”, do Carpenter. Ok, talvez os super-soldados ressuscitados não sejam tão legais quanto os pesadelos-cyberpunk de “Frankenstein's Army”, mas aqui pelo menos existe um roteiro para acompanhar, e não simplesmente soldados correndo de um lado para o outro sendo perseguidos por barulhentos zumbis robóticos com design muito foda. Considerando que este é o segundo longa do diretor Julius Avery, e que o roteirista Billy Ray já escreveu de tudo um pouco nos últimos vinte anos - de “Volcano - A Fúria” a “Jogos Vorazes” -, é possível que o grande responsável pelo resultado seja o produtor Abrams. Ele que começou sua carreira trabalhando em filmes de terror independentes, literalmente rodados no fundo do quintal de alguém (tipo o clássico cult “Nightbeast”, de Don Dohler), e pelo jeito não esqueceu as raízes. Hoje, Abrams aproveita sua influência em Hollywood para ajudar a tirar do papel esses projetos com cara de filme B, mas assegurando-lhes orçamentos graúdos. O resultado é o tipo de produção de primeira que eu queria ver com mais frequência nos cinemas de shopping.


Resultado de imagem para o nome da morte filme

O NOME DA MORTE (2018)

ASSISTA ON LINE

Drama baseado no livro “O Nome da Morte: A história real de Júlio Santana, o homem que já matou 492 pessoas” de Klester Cavalcanti, narra a impressionante história do assassino de aluguel Júlio Santana, que de 1971 até a sua aposentadoria em 2006, matou 492 pessoas, registradas friamente em um caderno. O interessante da narrativa, é que o filme procura não demonizar Júlio, apresentado-o apenas como um assassino cruel (apesar de em sua trajetória, ele ter matado todo tipo de gente, desde estupradores, ladrões, devedores, etc, sem distinção de sexo ou idade). Júlio (Marco Pigossi) é um homem atormentado pela pobreza de sua família, pelo conflito moral da religião, a quem ele é devoto, sua paixão pela esposa (Fabiula Nascimento) e filhos. O que ele quer, é proporcionar conforto para todos que ele ama. Júlio foi levado pelo mundo do crime pelo seu tio Cícero (André Mattos), que também é pistoleiro. Seduzido pela possibilidade de ganhar dinheiro, logo Júlio deixa de lado a tormenta de matar pessoas (Cícero diz a ele que basta rezar 20 Aves-Marias após o crime). Com bela atuação dos atores principais, o filme tem boa atmosfera, montagem e trilha sonora. Alguns momentos achei bruscos, principalmente as reviravoltas de alguns personagens, mas nada que prejudique o entendimento do filme.  


FERRUGEM (2018)

DRIVEGOOGLE

Direção: Aly Muritiba

Diretor dos premiados "Para minha amada morta" e 'Tarântula", Aly Muritiba muda radicalmente de temática e aposta no drama sobre a adolescência e o bullying. Temas comuns do longa "Elefante", de Gus Van Sant, e do seriado da Netflix, "13 reasons why", "Ferrugem" tem um sabor bem brasileiro: rodado em Curitiba, com um ótimo elenco de jovens talentosíssimos, que dividem a tela com os experientes Henrique Diaz e Clarissa Kiste, excelentes como os pais de Renet (Giovanni de Lorenzi), um jovem estudante atormentado com uma tragédia que se abateu no colégio aonde estuda. Tifanny Dopke, no papel de Tati, a personagem que costura o filme, também é uma bela surpresa. Bem dirigido, com perfeito domínio de cena e de marcação de movimentação, o filme se constrói através de planos longos, reflexivos. Doloroso, o filme propõe um debate acerca de temas muito comuns ao universo adolescente: falta de comunicação com os adultos, a rede social usada como arma, o bullying, o desprezo, o isolamento e depressão entre jovens. Nessa falta de perspectiva de um mundo melhor para a juventude, o filme abre caminho para reflexão e quem sabe, mudar o rumo de quem acha que não existe solução para os seus problemas. Tecnicamente impecável, com lindas locações e bela fotografia de Rui Poças. 


Resultado de imagem para jogador numero 1

JOGADOR Nº 1 (2018)

MEGA

Baseado no livro de Ernest Cline, que também escreveu o roteiro, "Jogador No 01" é um Spielberg que a gente sempre amou assistir desde crianças. Aventura escapista, repleta de ótimos efeitos especiais, personagens carismáticos e como todo bom filme, a gente torce bastante por eles. Não li o livro, e fico curioso se todas as referencias de música pop dos anos 70 e 80 ( A-Ha, Tears for Fears, Van Halen, New Order, Bee Gees, etc) e de filmes (Brinquedo assassino, O Iluminado, Os fantasmas se divertem, Jurassic Park, King Kong, etc) estão na escrita, ou se foram idéia de Spielberg. A sequência que homenageia "O iluminado", particularmente, é uma obra-prima de realização. Que idéia extraordinária!!! O elenco todo está maravilhoso: Tye Sheridan, Mark Rylance, Olivia Cooke, Ben Mendelsohn, Lena Waithe, Simon Pegg, etc, não tem um Ator desperdiçado! Pipoca da melhor qualidade, com ritmo frenético do início ao fim, uma festa para cinéfilos. Efeitos de alta qualidade. Para a galera que redescobriu o vintage dos anos 70 e 80 através do seriado "Stranger things", o filme será uma festa! A mensagem do filme é de certa forma bastante ingênua, mas o filme entretém tanto que a gente nem liga pra xaropada final.


O Bem-Aventurado - Filme 2018 - AdoroCinema

 O Bem-Aventurado - 2018

DRIVEGOOGLE

Direção: Tulio Viaro

Livre adaptação do conto russo "A conversão do Diabo", de Leonid Andreyev, "O Bem aventurado" é um filme escrito e dirigido pelo cineasta curitibano Tulio Viaro. O filme apresenta 3 técnicas de animação: bonecos de espuma em tamanho natural, manipulados por atores; teatro de sombras e marionete com fios. O filme se passa em uma pequena cidade de um interior. Com poucos moradores, a cidade possui uma pequena igreja, comandada por um padre idoso e muito ranzinza. Um dia, um dos poucos fiéis que ainda restam na Igreja vem procurar pelo Padre pedindo ajuda. Para a surpresa do Padre, o fiel é um enviado do Inferno: um demônio. No entanto, esse Demônio não quer mais praticar o Mal, e pede ajuda para o Padre. Relutante no início, o Padre concorda em ajudar o demônio. O Padre escreve um livro com todas as boas ações que o demônio deverá fazer, mas tudo dá errado. Com vozes e manipulação dos bonecos pelos atores Duda Paiva, André de Campos Mello, Abmael Henrique, "O Bem aventurado" tem 2 problemas: 1) não se define a qual público o filme se destina, infantil ou adulto. Complexo e arrastado para as crianças, infantil e ingênuo para os adultos. Outro problema é a longa duração, 1:45 hora. Como o ritmo do filme é lento, tem se a impressão de que o filme tem mais tempo de duração. Uma questão técnica me incomodou: já no final, os atores que manipulam os bonecos surgem em cena, e isso me quebrou totalmente o encanto lúdico que nos proporcionavam. Ressalto no entanto a excelência da execução dos bonecos, do teatro de sombras e as marionetes, confirmando o grande talento desses artistas brasileiros. As vozes dublando os bonecos são incríveis e divertidas. A história em si é uma delícia, lembrando bastante a atmosfera de filmes como "O Auto da compadecida", sem o mesmo humor, mas com o mesmo talento nas áreas técnicas.


Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald (2018)

1Fichier / MEGA

Gostei muito mais dessa 2ª parte da franquia "Animais fantásticos". Efeitos sensacionais, várias cenas épicas e aquele gostinho que tive quando assisti a "O império contra-ataca": aquela sensação de que esse é um filme intermediário. O roteiro joga várias surpresas, e deixa tudo em aberto. Como é foda essa escritora J. K. Rowling. Ela merece cada libra que ela ganha. Que mente criativa, caramba! São uma porrada de personagens e criaturas que surgem ao longo do filme. Acho inclusive que há um excesso de personagens e de sub-tramas, muitas intrigas familiares, romances desenlaçados. Mas o que é inegável: Johnny Depp nasceu para esses papéis. Não dá para imaginar outro Ator interpretando um vilão tão debochado, cool, e carismático. A mídia insiste em querer derrubar a carreira do Ator, mas que bom que ele continua sendo escalado. Confesso que não sou expert nesse Universo do Harry Potter e me perdi em vários momentos. Quem é Aurelius Dumbledore????? Muita informação, saí do filme parecendo que caí num liquidificador. Um dia compro um dicionário Hogwarts para entender um pouco melhor tudo isso aí. Ah sim, quero um ornitorrinco daqueles, coisa fofa.


A JUSTICEIRA (2018)

MEGA / 1Fichier

No cinema americano, existe um sub-gênero clássico que lança por volta de uns 100 filmes por ano: o filme de vingança. "Desejo de matar", "Valente", "Jason Bourne", "Busca implacável", enfim, uma infinidade de títulos que já viraram franquias. "A justiceira" se aproxima mais de "Desejo de matar": após ter a sua família assassinada, Riley (Jennifer Garner), luta por justiça. Mas a justiça não vem, então o negócio é olho por olho, dente por dente. Riley some e reaparece 5 anos depois, bombada e sabendo dar mil golpes e manusear tudo quanto é tipo de arma. E a mídia se apaixona por ela. O público ama esse tipo de filme, pois é o que todos gostariam de poder fazer: usufruir de poderes de fora da lei e botar ordem na casa. Violento, o filme não traz nada de novo, apenas um passatempo para quem curte pancadaria. Pierre Morel é um cineasta francês apadrinhado por Luc Besson. Ele fez o milagre de transformar Jennifer Garner em uma Rambo. Ela já havia protagonizado "Elektra", mas o filme foi um mega fracasso. Talvez Garner tenha mais perfil de interpretar mães suburbanas, assim como fez em "Juno"e "Com amor, Simon".


Imagem relacionada

BENZINHO (2018)

4SHARED

Ettore Scola foi uma grande influência na minha formação cinéfila, por conta de seus dramas familiares envolvendo a classe média baixa operária italiana. Em filme como "Feios, sujos e malvados" e "Nós que nos amávamos tanto", nos apaixonamos pelos personagens absurdamente carismáticos e fanfarrões. Em "Benzinho", tive a mesma sensação de querer abraçar a todos que pertencem à família comandada por Irena (Karine Telles) e Klaus (Otávio Muller). Afinal, o que quer essa família? Um abraço já seria o suficiente. E assim como os italianos, como gritam essas pessoas! Moradores de um bairro pobre em Petrópolis, Irene e Klaus são pais de 4 filhos, todos homens. Tem Fernando (Konstantinos Sarris), de 16 anos, Rodrigo, de 10 anos, e os caçulas gêmeos, de 5 anos (os gêmeos são filhos reais de Karine Telles e Gustavo Pizzi). Klaus é dono de uma papelaria, e Irene faz de tudo um pouco: vende quentinhas e jogos de lençol para casais, junto de sua irmã, Sonia (Adriana Esteves), casada com o violento Alan (Cesar Troncoso). Irene está para se formar, e o casal está há anos construindo uma casa nova para a família. Um dia, Fernando é convidado a fazer parte de um time de handebol juniors na Alemanha. Esse evento irá desencadear uma montanha russa de emoções na família, principalmente em Irene, que não consegue disfarçar seu medo e ansiedade pela ida do filho para o estrangeiro. Ela procura a todo custo lidar com o desapego, mas parece impossível. O roteiro, escrito pelo próprio Gustavo Pizzi com Karine Telles, apresenta uma gama de pequenos dramas, que fazem parte da rotina sofrida da família, com pitadas de humor e melancolia. Se fosse um filme americano independente, rapidamente a crítica local encaixaria o filme no gênero "Feel good movie" e o compararia à familia de loosers de "A pequena Miss Sunshine" (e olha que aqui também existe uma kombi vintage, só que vermelha!). O grande acerto do filme, foi lidar com uma roupagem simples e eficiente, sem grandes arroubos de técnica, e confiar toda a carga dramática nas mãos de atores excepcionais em suas performances. Karine Telles e Adriana Esteves são como um trovão. Que forças da natureza! Otávio Muller e Cesar Troncoso também não ficam longe, e todos têm pelo menos uma cena antológica. O jovem Konstantinos Sarris é a grande sensação do elenco, e que, com certeza, terá um belo caminho pela frente. A fotografia de Pedro Faerstein alterna Planos gerais emblemáticos e closes intimistas, sofridos. Entre momentos de poesia e a realidade nua e crua, o naturalismo do filme nos coloca ali, próximos a todos, como se fossemos aquele vizinho que está ali, acompanhando e testemunhando as pequenas batalhas diárias. Um momento para a história do cinema: A cena de Klaus e seu filho Rodrigo, comendo pudim de madrugada na cozinha, escondidos de Irene. O filme foi selecionado para o Festival de Sundance em 2018, e venceu os prêmios de Melhor filme latino-americano e da Crítica em Málaga


Desejo de matar (2018)

DOWNLOAD

Refilmagem do clássico cult de 1974, com Charles Bronson, essa nova versão tem Bruce Willis e como Diretor, o sanguinolento Eli Roth, de "O albergue". Chicago vive uma verdadeira onde de crimes. Paul Kersey (Willis) é um cirurgião ( na versão de Bronson, ele era arquiteto), casado com Lucy (Elisabeth Shue), pais da adolescente Jordan (Camila Morrone). Uma típica família feliz, até o dia que as duas sao assaltadas em casa por uma quadrilha e ficam entre a vida e a morte no hospital. Decidido a se vingar dos criminosos, Paul acaba ganhando a alcunha de "Anjo da Morte". O mote é o mesmo de qualquer filme de super herói, principalmente de "Spider man". A diferença é que aqui, a violência é explicita. Eli Roth não economizou no grafismo das mortes. Sao cabeças explodindo, e como Paul é cirurgião, imaginem o que ele faz com um bisturi. Eli Roth emula todo a atmosfera soturna e violenta do filme de Charles Bronson. E' um dos filmes mais politicamente incorretos que vi nos últimos anos: os criminosos são latinos, negros e orientais; as armas são vendidas como doces em lojas ( uma crítica de Roth feroz `a política de armamento americano); uma crítica ao universo da internet, que ensina a manusear armas, fabricar bombas, etc; e por último, o mote de que bandido bom é bandido morto. Paul não tem qualquer tipo de remorso. O filme é tenso, com cenas chocantes, mas que fará a platéia torcer pelos atos insanos do nosso herói. Em tempos de corrupção, todos serão `a favor de Paul. O filme tem uma bela participação de Vincente D'onofrio, como o irmão de Paul.


Resultado de imagem para outlaw king nude

Legítimo Rei (Outlaw King, 2018)

MEGA / 1FICHIER

Depois de ser coroado Rei dos Escoceses, o lendário Robert "The Bruce" luta para tentar recuperar o controle. Mas, acaba sendo derrotado em um ataque surpresa feito pelo rei inglês, o que o deixou um fora-da-lei.


A Mula (2018)

1FICHIER / LEGENDA

O jornal New York Times publicou um artigo sobre um ex-veterano de guerra do Vietnã, desempregado aos 90 anos, Leo Sharp, que se tornou mula de um cartel mexicano e ficou conhecido como o homem mais velho a praticar a profissão de mula. No filme, o personagem se chama Earl Stone e mora na conservadora cidade de Illinois: negros e latinos são mal vistos pela população majoritariamente branca. Earl é um ex combatente que tem uma plantação de lírios, de onde Vem seu sustento e de sua família. Mas Earl é um homem das antigas, não se atualizou com a internet nem com os hábitos e costumes que mudaram com o tempo. Ao passar dos anos, Earl perde seu espaço e fica desempregado. Ele acaba sendo procurado por um cartel pelo simples fato de ter viajado por todos os Estados Unidos sem nunca ter recebido uma multa. Querendo ajudar sua família e seus amigos financeiramente, Earl aceita o trabalho. Mas o FBI, comandado por Bradley Cooper, Michael Peña e Laurence Fishburne estão no encalço da Mula que tem transportado drogas pelo País, sem se darem conta de quem é essa pessoa. A crítica como um todo elogiou bastante o filme. É um filme de Clint Eastwood: correto, com protagonista forte que percorre um mundo injusto querendo consertá-lo ao seu modo. Não acho seu melhor filme, é um bom filme, com elenco de peso (mais Dianne Wiest) mas com um ritmo burocrático. Toda a parte técnica é digna de nota. Algumas pessoas podem ficar incomodadas com esse olhar conservador do personagem em relação aos negros e latinos, mas essa é a América do Governo Trump.


SuperFly: Crime e Poder (2018)

MEGA / 1FICHIER

O jovem traficante Youngblood Priest começou sua carreira no mundo das drogas aos 11 anos e, desde então, transformou-se em um dos criminosos mais bem sucedidos de Atlanta. Com o dinheiro conquistado ilegalmente, ele comprou mansões, carros importados e joias e a sua influência lhe garantiu aliados poderosos e relacionamentos com mulheres deslumbrantes. No entanto, nem todo dinheiro do mundo é capaz de impedir os perigos que estão por vir.


Sicario: Dia do Soldado (2018)

MEGA

Dirigido pelo italiano Stefano Sollima, dos seriados de sucesso 'Gomorra" e "Suburra", e escrito pelo mesmo roteirista do filme original, Taylor Sheridan, "Sicario: Dia do Soldado" honra com maestria o excelente filme original, dirigido por Dennis Villeneuve. Dessa vez, Emily Blunt não está no filme, e o protagonismo do filme fica por conta dos personagens de Benicio del Toro e Josh Brolin, Alejandro e Matt Graver. Ambos são contratados para provocar um duelo entre os dois principais cartéis do México, que traficam pessoas para cruzar a fronteira do México com Estados Unidos. Para isso, eles simulam o sequestro da filha de um dos cartéis. No entanto, o plano dá errado: Isabel, a filha do traficante, testemunha uma ação onde policiais mexicanos são assassinados pelos soldados americanos. Por conta disso, o Governo manda assassinarem a menina, testemunha ocular. Mas Alejandro não aceita a missão, e decide proteger a menina. Violento, dramático, trágico e com um desfecho acachapante, que lembra o desfecho de "O Poderoso Chefão", o filme arrebata em todos os quesitos técnicos: Direção, atuação, roteiro, trilha sonora, montagem e fotografia. A tensão permeia o filme todo, que tem várias histórias se entrecruzando. Uma aula de cinema de ação.


Mundo dos Animais (2018)

DOWNLOAD

Adaptado do mangá Ultimate Survivor Kaiji. Um jovem sem muito a perder acaba envolvido num jogo perigoso que pode custar aos participantes a própria vida.


 Nunca Deixe de Lembrar - Looke

Nunca Deixe de Lembrar - 2018

DOWNLOAD / MEGA

Vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro em 2007 pelo Drama "A vida dos outros", o cineasta alemão Florian Henckel concorreu novamente ao Oscar em 2019 com esse drama "Nunca deixe de lembrar." Livre cinebiografia do artista plástico alemão Gerhard Richter, sobrevivente do nazismo e hoje com 87 anos, o filme cobre 30 anos na vida de Kurt Barnert. Em 1938, na cidade de Dresden, Kurt, criança, visita com sua tia Elisabeth uma exposição de obras de arte modernas que são depreciadas por um oficial alemão, que considera as obras uma aberração e que vão contra o ideal do nazismo. Elisabeth é diagnosticada como esquizofrênica e pela lei do Terceiro Reich, pessoas com problemas mentais devem ser eliminadas da sociedade. Elisabeth é morta, e Kurt sente a sua ausência, pois ela o ensinava a ser livre e não se deixar abater por nada. Com a guerra, parte da família de Kurt é morta, e no pós guerra, seu pai se suicida. Paralelo, acompanhamos o médico Seeband (Sebastian Koch, o herói em "A vida dos outros" e aqui interpretando um vilão nazista). Foi ele quem ordenou o assassinato de Elisabeth. Já adulto, Kurt conhece Elisaberth, e que descobre ser filha de Seeband. O casal luta contra a autoridade do médico, que proíbe a filha de engravidar de um homem com histórico de familiar doente mental. Kurt e Elisabeth acama fugindo para a Berlin Ocidental, e ele descobre na pintura a sua motivação de vida. "Nunca deixe de lembrar" tem 189 minutos, ou seja, mais de 3 horas de duração!!!! É um épico que não se envergonha de ser totalmente novelão: existem mocinhos por quem torcemos, existe um super vilão e como toda trama novelesca, existe suicídio, aborto involuntário, prisões, etc, tudo feito para que o grande público sofra juntos dos protagonistas. Muita gente poderá torcer o nariz pro filme, não só pela sua longa duração, quanto pelo excesso de sentimentalismo e exageros dramáticos. Mas quem curte um romance ambientado nos porões da 2ª guerra, irá gostar bastante do filme. Com ótimas interpretações e uma fotografia que concorreu ao Oscar 2019, o filme tem excelente parte técnica. Me lembrei bastante de "Guerra fria", de Pawel Pawlikowski: são filmes que apresentam a evolução do amor de um casal que vai do pré-guerra, guerra e pós guerra, enfrentando também a implantação do comunismo no País. Tanto o nazismo quanto o comunismo são vistos pelos 2 filmes como regimes totalitaristas que dizimaram a Arte e a Cultura dos países retratados.


Meio Irmão (2018)

DOWNLOAD

Premiado drama de estréia da roteirista e diretora paulista Eliane Coster, "Meio irmão" é descendente de um cinema naturalista, daqueles que você fica com a impressão de que o elenco trabalhou sem roteiro e tudo é improvisado, sem grandes acontecimentos. Ambientado na periferia da Zona leste de São Paulo, o filme traz um olhar triste e sem perspectivas de um futuro melhor para os personagens. As ambições são muito poucas ou quase nenhuma, e todos andam a esmo. Sandra (Natália Molina) é uma adolescente de 16 anos que mora com a sua mãe. Sandra é rebelde e impulsiva, guarda seu rancor de uma vida de merda e explode quando precisa. Quando sua mãe desaparece por dias, Sandra vai atrás do paradeiro dela, mas todos que ela pede ajuda praticamente a ignoram: a polícia, seu pai que abandonou a família, o local de trabalho da mãe. Sandra resolve procurar seu meio irmão, Jorge (Diego Avelino), que é negro e gay enrustido. Os dois não se falam ha muito tempo e a comunicação entre ambos é quase nula. Jorge tem paixão por um de seus amigos, e acaba gravando com seu celular um ataque homofóbico envolvendo o amigo e o amante dele. Jorge fica em um dilema se envia o vídeo, sabendo que vai sofrer ameaças de morte. Li em uma entrevista que o elenco do filme e formado por estudantes de interpretação da periferia de São Paulo, e isso explica muito a falta de envolvimento melhor com a cena e a câmera. Muitas cenas parecem ser decoradas. Mesmo assim, as questões que o filme pontua, como racismo, abandono do lar, homofobia são muito importantes e acabam diluindo as críticas às performances. O destaque vai para Natália Molina, que tem alguns bons momentos, como a cena em que ela recebe a ligação falando sobre sua mãe.


Stan & Ollie: John C. Reilly, Shirley Henderson, Steve Coogan ...

Stan e Ollie: O Gordo e o Magro (2018)

DOWNLOAD

Trabalhando pela 1ª vez em 1917, Stan Laurel e Oliver Hardy, a dupla “O gordo e o Magro”, fizeram mais de 100 filmes juntos, até a morte de Oliver em 1957. Já nos anos 50, a dupla já estava em decadência, fazendo apresentações teatrais para platéias vazias. O último trabalho que fizeram juntos foram uma série de shows ao vivo pela Inglaterra e Irlanda. Durante toda essa trajetória, a dupla teve altos e baixos, inclusive na amizade, colocada à posta por conta de assuntos profissionais e pessoais. Quando Oliver faleceu, Stan sentiu o baque e nunca mais participou de nenhum filme, até sua morte, em 1965. O filme “Stan e Ollie” tem um prólogo que se inicia no ano de 1937, quando estavam no auge da carreira. Prestes a renovar o contrato com o produtor Hal Roach, que os consagrou com filmes que foram grandes sucessos de bilheteria, a dupla participa da filmagem do “Way out West’, com a famosa cena da dança antes de entrarem em um Salloon de faroeste. Stan reclama com Hal que eles recebem menos que Chaplin e Buster Keaton, e acabam não renovando o contrato. A dupla assina contrato com a FoX, mas os filmes não encontram o mesmo sucesso. Toda essa parte de 1937 é realizada num único plano sequência genial, que começa no camarim, atravessa o exterior dos estúdios até entrar no set dentro de um estúdio. É uma cena grandiosa. Logo depois, o filme avança para a decadência de 1953, quando viajam pela Irlanda, ciceroneados por um agente picareta. O filme funciona por conta do excelente e irrepreensível trabalho de John C. Reilly e Steve Coogan, respectivamente como Oliver Hardy e Stan Laurel. Toda a composição física, tempos, olhares, gags, são exatamente iguais aos originais. A maquiagem de John C. Reilly impressiona! O filme tem um ritmo arrastado e é bom as pessoas saberem que não é uma comédia, pelo contrário, é um filme melancólico que fala sobre artistas que perderam a sua majestade, e tentam sobreviver a duras penas, pela total falta de tato com a modernidade. É triste e comovente saber da história desses 2 amigos, que mesmo em crise pessoal e profissional, sempre se amaram e se respeitaram. Shirley Henderson e Nina Arianda, como Lucille Hardy e Ida Laurel, estão fantásticas como as senhoras. A direção de arte, fotografia, toda a parte técnica está de parabéns. O filme é uma linda homenagem ao Artista que ama o seu palco e também uma ode à Amizade!


Mogli: Entre Dois Mundos (2018)

MEGA

Uma criança humana criada por lobos nas selvas da Índia e sob a tutela do urso Baloo e a pantera negra Bagheera, deve enfrentar um tigre ameaçador chamado Shere Khan, assim como suas próprias origens. 


LIA (2018)

MEGA

Lia (Bruna Pazinato) é uma jovem forte e de bom coração, que nunca deixou de acreditar no amor apesar dos percalços em sua vida. Após perder a mãe na infância e passar por diversos maus-tratos nas mãos de sua madrasta, a venenosa Laila (Suzana Alves), ela se apaixona por Jacó (Felipe Cardoso), mas ele só tem olhos para sua ardilosa irmã, Raquel (Graziella Schmitt), moça inescrupulosa que gosta apenas de seduzir os rapazes e ambicionar riquezas, embora decida aceitar suas investidas apenas para fazer Lia sofrer. Jacó faz um acordo com o pai das moças, Labão (Theo Becker), para trabalhar sete anos em troca da mão de Raquel. Mas no dia do casamento, quem é lhe dada em matrimônio pelo patriarca é Lia, coberta com um véu. Após descobrir a troca no dia seguinte, Jacó questiona Labão, que afirma que a tradição da família é que a filha mais velha se case primeiro, mas que ele também poderia desposar Raquel em troca de mais sete anos de trabalho. O rapaz aceita, obcecado pela sensualidade desta.

Casadas com o mesmo homem, as irmãs disputam a atenção de Jacó, que atende todas as vontades luxuosas de Raquel em troca de migalhas do seu amor, enquanto humilha Lia, tendo ainda que lidar com o fato de Jacó se envolver com as duas serviçais da casa, Zilpa (Thaís Müller) e Bila (Cacá Ottoni). Apesar de todo desprezo, Lia dá a Jacó sete filhos: Rúben (Leandro Lima), Simeão (Brenno Leone), Levi (Maurício Pitanga), Judá (Bru Malucelli), Issacar (Marcus Bessa), Zebulom (Igor Fernandez), além de Diná (Júlia Maggessi), a única mulher da casa e a única a receber afeto do pai, o que causa inveja dos demais irmãos. Enquanto isso, Raquel consegue ter apenas José (Bruno Peixoto), tido pelo pai como o único digno de verdadeiro amor, o que gera revolta nos filhos de Lia. Disposta a não deixar a família ruir e provar seu verdadeiro amor, Lia consegue aos poucos mostrar a Jacó que a bondade pode curar cicatrizes e que ela é a mulher certa para ele. 


UPGRADE (2018)

DOWNLOAD

Em um futuro próximo, quando a tecnologia controla quase todos os aspectos da vida, um tecnofóbico (Marshall-Green) vinga o assassinato de sua esposa e sua própria lesão causada por paralisia com a ajuda de um implante experimental de chip de computador chamado Stem.


Resultado de imagem para SIMONAL FILME

Simonal (2018)

MEGA

Cinebiografia de Wilson Simonal, cantor popular que faleceu no ano 2000, o filme aposta em pirotecnias de câmera, claramente inspiradas em "Boogie nights" e "Birdman" e seus famosos planos-sequências. Passados esses momentos de exibicionismo técnico, o que o espectador encontra é um drama musical que aposta as suas fichas no romance conturbado de Simonal (Fabrício Boliveira) com Teresa (Ísis Valverde) - Simonal, segundo o filme, era famoso por conquistar loiras. O filme vai dos anos 60 até 1975, ano em que Simonal fez um Show para tentar recuperar a sua carreira artística, abalada por um crime: Simonal descobriu que o seu contador (Bruce Gonlewsky) estava roubado dinheiro, e por isso, pediu para que um conhecido seu, um agente do Dops (Caco Ciocler) desse um susto no contador. O contador levou uma surra e acabou publicando na mídia que Simonal teria usado agentes do Dops para sequestrá-lo e dado porrada. Essa história destruiu a carreira de Simonal, que até então, era o artista negro mais bem sucedido do Brasil. O filme, que tem na produção os filhos do cantor, Max de Castro e Simoninha, toma partido de que Simonal foi vítima de notícias caluniosas e por ser negro, não teve chance de se recuperar. Em um momento emblemático, Simonal conversa com Elis Regina e pergunta a ela como que ela, passando pela mesma situação que a sua, foi perdoada, e ele não. O filme tem um elenco que defende com garra os seus personagens (Fabrício Boliveira está bem, uma pena ter sido dublado, e Ísis Valverde tem carisma, mas fiquei atordoado com a peruca que ela usava). "Simonal" faz parte de uma linhagem de filmes caros, com excelente qualidade técnica, muita figuração, figurinos, etc (vide "Chacrinha", "Pixinguinha", "Chatô"). Para quem é fã do cantor, o filme apresenta um arsenal de canções clássicas. Em Gramado, onde concorreu em 2018, o filme ganhou 3 prêmios técnicos: Fotografia, direção de arte e som.


Resultado de imagem para vingadores guerra infinita

Os Vingadores: Guerra Infinita - 2018

DriveGoogle / mega

Homem de Ferro, Thor, Hulk e os Vingadores se unem para combater seu inimigo mais poderoso, o maligno Thanos. Em uma missão para coletar todas as seis pedras infinitas, Thanos planeja usá-las para infligir sua vontade maléfica sobre a realidade. 


Resultado de imagem para Ilha dos Cachorros (2018)

Ilha dos Cachorros (2018)

MEGA

Absolutamente chocado com a qualidade artística dessa obra-prima de Wes Anderson: o roteiro, a fotografia, a animação em stop motion, a trilha sonora de Alexandre Desplat, que reproduz em sons o tom épico dos filmes de samurais e a excelência da dublagem de um time invejável de Atores: Bryan Craston, Scarlett Johanson, Tilda Swinton, Frances MacDormand, Edward Norton, Jeff Goldblum, Harvey Keitel, Ken Watanabe, Greta Gerwig e Bill Murray. O filme levou o Urso de Melhor Diretor para Wes Anderson em Berlim 2018, merecidamente, pela sua visão totalmente anárquica e bizarra da sociedade. O filme tem diversas cenas antológicas, mas destaco a da cirurgia de rim e a da preparação de um sashimi venenoso. Que riqueza de detalhes, fico impressionado com o requinte artístico! O filme se passa no futuro em uma cidade distópico do Japão. O prefeito, Kobayashi, resolve enviar todos os cães domésticos para a Ilha do Lixo, promovendo uma verdadeira limpeza na sociedade. Ele avisa os caninos de espalharem uma gripe mortal. O sobrinho dele, Akira, de 12 anos, foge até a ilha para resgatar seu cachorro cão de guarda, e lá, descobre segredos sobre seu tio.


Te Peguei! (2018)

MEGA

Um pequeno grupo de amigos que eram colegas de escola organizam anualmente um elaborado jogo de perseguição que requer que alguns deles viajem através de todo o país.


Ghostland (2018) 

MEGA

Caralho, que filme tenso! Há 10 anos atrás, o Cineasta francês Pascal Laugier realizou um clássico do cinema de terror, "Mártires", um dos filmes mais violentos e sádicos da história, onde uma mulher era brutalizada e tinha toda a pele retirada, até ficar carne humana, com a intenção de sentir dor e encontrar Deus na aflição extrema. Em "Ghostland", Pascal Laugier retorna com a violência contra a mulher, e mais uma vez, ele foi acusado de misoginia. Aqui ainda tem um agravante; uma das assassinas é uma travesti, o que o fez ser acusado também de transfóbico. Uma mãe e suas duas filhas adolescentes se mudam para a casa que a mãe herdou de sua tia. Na mesma noite, elas são atacadas por uma dupla de serial killers. 12 anos depois, uma das irmãs se torna uma escritora de livros de terror famosa. Ela volta para a casa onde tudo aconteceu, e redescobre que as coisas não ficaram totalmente resolvidas. Repleto de twists, o roteiro do filme surpreende a todo momento. Não se pode falar mais nada pois qualquer informação extra vira spoiler. Não queira ler nada sobre o filme, e deixe-se levar pela estrutura narrativa às vezes complexa e confusa do filme. Pascal Laugier homenageia clássicos slashers dos anos 70, como "O massacre da serra elétrica". O filme é violento ao extremo, e para quem tem estômago fraco para cenas de brutalização contra as mulheres, não assista de jeito algum, é um filme de fazer revirar os olhos. Dou o braço a torcer a Pascal Laugier. Independente dele ser um roteirista ou cineasta sádico, tenho que admitir que ele sabe dirigir um flme de terror, dando clima e atmosfera de fazer o espectador ficar tenso e se encostar na cadeira


Resultado de imagem para maria+do+caritó

Maria do Caritó - 2018

MEGA

Adaptação da peça teatral de grande sucesso, escrita pelo pernambucano Newton Moreno e encenada por mais de cinco anos no País, "Maria do Caritó" é protagonizado por Lília Cabral no teatro e no cinema. Filme de estréia do diretor de televisão João Paulo Jabur, o longa traz referências conceituais de sucessos como "O auto da compadecida" e "Cine Roliúdi". Dos dois filmes, ele traz a ingenuidade e inocência dos personagens, que falam errado e com gírias locais do interior de Minas Gerais (em 'Cine Roliúdi" é o cearencês, aqui é o mineirês). Lília Cabral é Maria do Caritó: uma mulher que mora no interior de Minas, em uma cidade que a considera uma santa: virgem aos 50 anos de idade, prometida por seu pai desde que ela nasceu que ela deveria permanecer virgem, como promessa por ter sobrevivido no parto. Com a mãe morta ao nascer, Maria é educada pelo seu pai para servir à Igreja e aos desejos do Coronel da cidade (Leopoldo Pacheco). Junto de sua amiga Fininha (Kelzy Ecard), Maria quer arrumar um namorado. Ao consultar uma cigana (Larissa Bracher), Maria fica sabendo que o seu amor virá na forma de um artista de circo, o charlatão Anatoli (Gustavo Vaz), da trupe do circo de Teodora (Juliana Carneiro da Cunha). O filme visualmente é bonito, com bela fotografia de André Horta e direção de arte de Sérgio Silveira. Alternando comédia com drama, "Maria do Caritó" quer resgatar um humor ingênuo que há tempos não surgia nas telas. Capitaneada por uma Lília Cabral carismática, comandando uma das cenas mais lindas do filme, quando ela canta um Pout Pourri de canções famosas, o filme conta com um excelente elenco de apoio. O filme traz um número exagerado de planos de drone, que não combinam com o conceito de filme simples e minimalista.


Resultado de imagem para MORMAÇO FILME

Mormaço - 2018

MEGA

Primeiro longa solo de Marina Meliande, que já co-dirigiu alguns trabalhos com Felipe Bragança (A alegria, A fuga da Mulher gorila). "Mormaço" é um raro filme brasileiro que fala da crítica social e o traz a um filme de gênero. Terror? Fantasia? Realismo fantástico? Cada espectador interprete de sua forma, mas é inegável entender a grande referência do cinema de Polansky à obra, principalmente, "Repulsa ao sexo". O filme começa grandioso, mostrando grandes planos da cidade do Rio de Janeiro, decadente, opressora, suja, e vai acabando de forma claustrofóbica no apartamento da protagonista, Ana (Marina Provenzzano, excelente), uma defensora pública. O filme se passa às vésperas das Olimpíadas no Rio de Janeiro, e o governo quer desalojar uma comunidade que mora na área do Autódromo. Ana é responsável em defender os moradores. Ao mesmo tempo, ela está sendo desalojada de seu apartamento na Zona Sul, que será destruído para a construção de um hotel. Ana vai se deixando consumir psicologicamente, seu corpo vai aos poucos apodrecendo, uma metáfora de tudo o que passa ao seu redor: corrupção, sujeira, maus tratos, injustiça social, desemprego, falta de moradia. As pessoas reparam em suas manchas, feridas, mas não há médico que resolva. O filme conta com o excelente trabalho de Marina Provenzzano, vista recentemente em "O grande circo místico", de Analu Prestes e do jovem ator Pedro Gracindo, muito bem no papel do representante da construtora. A direção de Marina segue lenta, para que o espectador se sinta desafiado nessa fábula de um pesadelo sem fim. Os efeitos de maquiagem são muito bons, e também a atmosfera impregnada ao filme. O filme lembra "Era o Hotel Cambridge", de Eliane Café, pela mistura de atores e dos desalojados reais, dando mais verdade oa projeto. Recomendado. 


Resultado de imagem para O GALÃ FILME 2018

O Galã - 2018

DRIVEGOOGLE

Júlio (Thiago Fragoso) aspira se tornar um grande ator, mas a grande maioria de suas empreitadas nas telas costumam dar errado. Quando o dinheiro aperta, ele resolve recorrer ao seu meio irmão Beto (Luiz Henrique Nogueira), um obcecado roteirista de novelas que vive em reclusão, com quem ele não tem muito contato. O ator acredita que sua grande chance será concedida pelo irmão, mas a relação entre os dois se torna a cada dia mais insustentável.


Resultado de imagem para democracia em vertigem

Democracia em Vertigem - 2018

MEGA

Direção: Petra Costa

Documentário sobre o processo de impeachment da ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff, que foi considerado como um dos reflexos da polarização política e da ascensão da extrema-direita para o poder. O filme conta com imagens internas e exclusivas dos bastidores do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e do Palácio da Alvorada, enquanto ocorria a votação para a queda de Dilma.


O Clube dos Canibais (2018)

DOWNLOAD

Excelente drama de terror brasileiro, dirigido pelo premiado Cineasta cearense Guto Parente, realizador dos igualmente consagrados internacionalmente “Doce amianto”, “Estrada para Ythaca” e “Inferminho”, entre outros. É incrível que muitos filmes de terror brasileiros não têm encontrado espaço no circuito ou quando entram, o público brasileiro não comparece. Os Festivais aqui no Brasil, quando não são direcionados para o gênero fantástico, simplesmente ignoram os filmes. Filmes recentes como “Boas maneiras”, “Morto não fala”, "A sombra do meu pai”, “Animal cordial”, “A mata negra” dão orgulho à filmografia nacional: roteiro, fotografia, edição e principalmente, atores que valorizam em suas performances o que os textos lhe pedem, sem milindres. Aqui a ficha técnica é toda de primeira linha: a fotografia de Lucas Barbi, que não faz feio frente a nenhum produto americano ou europeu, criando atmosfera claustrofóbica de puro suspense; a edição de Luiz e Ricardo Pretti, dando um crescendo de tensão; a trilha sonora pulsante e aflitiva de Fernando Catatau e claro, o roteiro e direção de Guto Parente, dignos de palmas. Guto provavelmente estudou todos os grandes filmes de terror psicológico e de ação ("Scarface” acredito ter sido referência, além dos irmãos Coen com “Onde os fracos não têm vez”), principalmente os que acontecem em uma única locação labiríntica. Os atores, fantásticos, provocam repulsa pelos seus personagens grotescos, enquanto Zé Maria, no papel do antológico capataz Zé Maria, prova ser um digno representante da linhagem de Charles Bronson: bruto e de poucas palavras. Guto homenageia aqui todos aqueles tipos solitários que defendem a sua moral. Claro que o foco do roteiro de Parente é provocar um pensamento sobre o País que vivemos: os ricos e muito ricos literalmente devorando os pobres. Uma classe de milionários de Fortaleza devora os seus empregados em ritual canibal. Otavio e Gilda (os incríveis Ana Luiza Rios e Tavinho Teixeira) são donos de uma empresa de segurança. Eles fazem parte de um Clube dos canibais, comandado pelo Presidente Borges (Pedro Domingues, muito bom). Durante um jantar, Gilda testemunha algo que poderá fazer com que os canibais tenham como próximo alvo o casal. Os efeitos especiais são do grande Mestre de terror do Espírito Santo Rodrigo Aragão, diretor de “A mata negra”. O filme foi exibido em muitos Festivais Internacionais, incluindo o prestigiado Rotterdan, e até agora já ganhou diversos Prêmios nos Estados Unidos e Europa. O filme também capricha bastante nas cenas de sexo, bem viscerais, e nos de violência extrema. Prato cheio para quem curte o gênero.


Resultado de imagem para o+filho+do+homem

O Filho do Homem - 2018

MEGA

Maria (Júlia Cotta) recebe a visita do Anjo Gabriel, que traz a mensagem de sua gravidez do Espírito Santo. Mesmo relutante, José casa-se com ela e assume a criança para criar como sua. Em um humilde estábulo de Belém, nasce Jesus (Allan Ralph), que passa os próximos 33 anos pregando, até ser perseguido pelas autoridades do Império Romano que dominam a Judéia e ser condenado à cruz.


Hotel Artemis (2018)

DOWNLOAD

Longa de estréia do roteirista Drew Pearce, que escreveu, entre outros, "Homem de ferro 3", é uma ficção científica de ação que tem toda a cara de produção da Netflix, mas foi lançada nos cinemas e devidamente destruída pela crítica. Assistindo ao filme, achei que tem uma proposta bem interessante, e uma aura cult que já começa pelo elenco eclético: Jodie Foster, Jeff Goldblum, Sofia Boutella, Dave Bautista (o Drax de "Guardiões das galáxias"), Zachary Quinto e muito mais. O filme acontece quase que todo dentro de um Hotel, chamado Artemis, coordenado pela Enfermeira Thomas (Jodie Foster), cuja função é receber bandidos feridos em ação. O Hotel pertence a um poderoso mafioso (Goldblum), que pretende repassar o empreendimento ao seu filho, o também marginal Crosby (Quinto). O filme começa com uma quadrilha assaltando um banco. Feridos em ação policial, os 2 irmãos, Honolulu e Waikiki, fogem e seguem até o Hotel Artemis para serem atendidos. O local já está repleto de outros marginais, e o bando de Crosby também segue para lá, a fim de recuperar uma caneta com dados roubado por Waikiki. O filme lembra um pouco o filme indonésio "The Raid", onde policiais e bandidos se enfrentam numa mesma locação. é bem curioso ver Jodie Foster comandando essa produção obscura, mas ela defende muito bem sua personagem, de passado trágico. O visual é bem interessante, e mesmo que não chegue a arrebatar, é um filme que prende a atenção e que funciona muito como passatempo. 


Resultado de imagem para sol alegria filme

Sol Alegria - 2018 

DOWNLOAD

"Sol Alegria" é escrito e dirigido pelo Ator e Cineasta paraibano Tavinho Teixeira. Como Ator, Tavinho trabalhou em "Aquarius" e protagonizou o excelente "Clube dos canibais", de Guto Parente. Em 2014, Tavinho lançou o polêmico "Batguano", fábula apocalíptica que mostra Batman e Robin tentando enfrentar as mazelas do terceiro Mundo. Em “Sol Alegria”, Tavinho faz referências explícitas a "Maus hábitos", de Almodovar, e "Saló", de Pasolini. De Almodovar, Tavinho pega emprestado as freiras viciadas em sexo e drogas, no caso, plantação de maconha. De ‘Saló”, vemos as mesmas freiras contando histórias de libertinagens. Visualmente, o filme parece uma grande encenação de Zé Celso, com todas as alegorias possíveis e imagináveis sobre a Política brasileira pós Impeachment de Dilma: militares, Religião, políticos corruptos, nada fica de fora nessa metralhadora giratória de Tavinho, que se apropria da linguagem Teatral e do Back projection para apresentar a sua visão da Tropicália do terceiro milênio. Muitas cenas de sexo, orgia explícita envolvendo uma trupe familiar (Os pais, interpretados por Tavinho e Joana Medeiros, essa, atriz fetiche da Cia Teatral de Zé Celso) e Mariah Teixeira (filha de Tavinho na vida real) e Mauro Soares, que parece até uma paródia do blogueiro Felipe Neto com seus cabelos cor de rosa. Eles são uma espécie de Caravana Rolidey, famosa trupe circense do filme de Cacá Diegues, “Bye Bye Brasil”, que segue Brasil afora para dizimar Militares e corruptos. As freiras os ajudam a se armar com metralhadoras. Em uma cena inacreditável, as freiras praticam sexo anal com vibradores, enquanto as outras freiras contam histórias sobre o ânus. A cena lembra muito a de “Tatuagem”, com o número musical “Polka do cú”, e depois acabei descobrindo que o fotógrafo é o mesmo dos dois filmes, Ivo Lopes Araújo. Em outra cena bastante controversa, vemos um cortejo formado por travestis, velando uma travesti que morreu, ao som de música eletrônica. E nessa extravagância cinematográfica, ainda há espaço para Ney Matogrosso fazer um número musical, e o Ator Everaldo Pontes interpretar a Madre superiora. "Sol Alegria" é um filme de experimentação e de liberdade narrativa. O antídoto para os dias de "filtro" atuais.


Hebe - A Estrela do Brasil - 2018

DOWNLOAD

Hebe Camargo (Andréa Beltrão) se consagrou como uma das apresentadoras mais emblemáticas da televisão brasileira. Sua carreira passou por diversas mudanças ao longo dos anos, mas foi durante a década de 80, no período de transição da ditadura para a democracia, que Hebe, ao 60 anos, tomou uma decisão importante. A apresentadora passou a controlar a própria carreira e, independentemente das críticas machistas, do marido ciumento e dos chefes poderosos, se revelou para o público como uma mulher extraordinária, capaz de superar qualquer crise pessoal ou profissional.


Ampliar

Ver a imagem de origemVer a imagem de origem

O ANIMAL CORDIAL (2018)

MEGA / GoogleDrive / Gofile / MediaFire

Escrito e dirigido por Gabriela Amaral Almeida, "O animal cordial" é um raro filme de gênero brasileiro que abraça o Filme B repleto de sangue e violência gore. O filme homenageia toda aquela linha de filmes obscuros que fizeram a alegria dos marmanjos sedentos por filmes sádicos de Wes Craven, Lucio Fulcci e outros que tinham prazer de matar seus personagens com requintes de violência. Lembram de "Quadrilha de sádicos", "Feliz aniversário macabro"? Nessa produção da RT Features, vencedor dos Troféus Redentor de Melhor Ator (Murilo Benício) e Melhor Atriz (Luciana Paes) do Festival do Rio 2017, Gabriela Amaral propõe uma metáfora da sociedade brasileira, repleta de machismo, homofobia, racismo, corrupção, luta de classes sociais e escravidão. Tudo isso está encrustado na aparente paz e sossego das personagens que habitam o restaurante de Inácio (Benício): a garçonete Sara (Paes), o casal de clientes ricos Verônica (Camila Morgado) e Bruno, um advogado vivido por Jiddu Pinheiro. Temos também um cliente que é um policial á paisana (Ernani Moraes), um cozinheiro homossexual (Irandhir Santos) e por fim, uma dupla de assaltantes, um nordestino (Ariclenes Barroso) e um playboy (Humberto Carrão). Os personagens enfrentam seu dia de fúria e saem distribuindo tiros, facadas e navalhadas, tudo embalado por uma trilha sonora que evoca todos os sintetizadores dos filmes dos anos 70 e 80, além de reminiscência de trilhas de Kubrick e John Carpenter. O filme é uma fantasia, tem gente que leva a sério, e tem gente que acredita estar diante de uma enorme alegoria sócio-econômica e política brasileira. De fato, não é um filme que irá agradar a todo mundo, mas há de convir que Gabriela foi corajosa em convencer um elenco renomado a encarar essa sangria bestial, e mais, desnudar Luciana Paes de uma forma que nem Neville D' Almeida teria coragem em seus filmes clássicos. Em tempos de caretice e censura, é muita coisa.


Sócrates (2018)

DOWNLOAD

 Longa de estréia do documentarista e curta-metragista Alexandre Moratto. Herdeiro direto do estilo de filmagem dos belgas irmãos Dardenne, também documentarista, Morattto cola a sua câmera no rosto do ator Christian Malheiros e é ali que ela fica, durante os quase 80 minutos do filme. O drama remete a filmes clássicos dos irmãos Dardenne, como "Rosetta", e até mesmo a "Os incompreendidos", de Truffaut, só que aqui, o filme trabalha a sexualidade do protagonista, Sócrates, um rapaz de 15 anos de idade. Seu pai o abandonou quando descobriu que ele é gay. Sua mãe, faxineira de uma empresa, acaba de morrer. Sem família, sem amigos, Sócrates faz de tudo para manter sua dignidade, mas não consegue: faminto, sem dinheiro para pagar aluguel, ele tenta se prostituir, come lixo, pede favores que raramente vem. Nesse ato de desespero, ele recebe uma ajuda de um rapaz que ele conhece em uma obra, homossexual enrustido. Mas a felicidade dura muito pouco na vida de Sócrates. O filme é um verdadeiro mundo cão na vida de um adolescente que poderia ter virado "Pixote" ou qualquer um dos garotos de "Cidade de Deus". Impossibilitado de trabalhar, o filme discute várias questões sociais: homofobia, abandono familiar, desemprego, evasão escolar. O cineasta e roteirista Moratto escreveu o filme em homenagem à sua mãe falecida em 2014,e com o pensamento de um norte perdido na ausência da figura materna. 'Sócrates"é um bom filme, realizado da forma possível, com baixo orçamento mas com muita vontade de querer ser um filme vencedor. O ator Christian Malheiros é uma grande revelação. 


Resultado de imagem para nada a perder 2

Nada a Perder 2 - 2018

DOWNLOAD

Após deixar a prisão, em 1992, Edir Macedo (Petrônio Gontijo) atravessa uma série de provações: a conduta inapropriada de outros bispos da Igreja, o ataque de políticos e católicos, a doença de sua mãe, a tragédia do desabamento do teto de uma Igreja em São Paulo. Enquanto isso, fiéis começam a ser perseguidos nas ruas e as Igrejas correm o risco de fechar. Pressionado, ele decide subir o monte Sinai e visitar Jerusalém, onde tem uma ideia: construir o Templo de Salomão, réplica do local homônimo citado na Bíblia, localizado em São Paulo.


Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos (2018)

DOWNLOAD

Direção: João Salaviza, Renée Nader Messora

Ihjãc é um jovem do povo Krahô, aldeia indígena localizada em Pedra Branca, Tocantins. Depois de ser surpreendido pela visita do espírito de seu falecido pai, ele se sente na obrigação de organizar uma festa de fim de luto, comemoração tradicional da comunidade.


Resultado de imagem para o+amor+dá+trabalho

O Amor Dá Trabalho - 2018

DOWNLOAD

Dirigido por Alê MacHaddo

Elenco:

  • Leandro Hassum como Anselmo
  • Flávia Alessandra como Elisângela
  • Bruno Garcia como Paulo Sérgio
  • Dani Calabresa como Atena
  • Maria Clara Gueiros como Nossa Senhora
  • Paulinho Serra como São Pedro
  • Sérgio Loroza como Xangô
  • Ludmilla como Iansã
  • Falcão como Odin
  • Hélio de La Peña como Shiva
  • Marco Zenni como Buda
  • Bruno Sutter como Thor
  • Tadeu Mello como
  • André Mattos como Dr. Magalhães
  • Marcello Airoldi como Domingos
  • Rogério Morgado como Caziel
  • Felipe Torres como Dan Dan
  • Nanda Lisboa como Thaís
  • Iná de Carvalho como Freira
  • Anselmo Vasconcelos como chefe do limbo

O malandro e preguiçoso Alselmo é um funcionário público que nunca ajudou alguém na vida. Ao morrer, inesperadamente, esmagado por um armário, ele vai parar num limbo entre o céu e o inferno. Entidades de várias regiões diferentes se unem para decidir qual será destino dele. A missão de Alselmo é voltar a terra como fantasma e tentar unir um ex-casal com personalidades bem diferentes.

 


TODAS AS CANÇÕES DE AMOR (2018)

Cinema e música sempre andaram de mãos juntas, desde a época do cinema mudo. É mais do que óbvio que uma boa música trás elementos diegéticos que traduzem os sentimentos dos personagens. Foi assim em filmes como “Ouça essa canção”, de Cacá Diegues, “9 canções”, de Michael Winterbottom e “Alta fidelidade, de Stephen Frears. “Todas as canções de amor” são 2 filmes em um: tem o Musical amparado por uma seleção de músicas que falam de amor, que vai de Blitz, Cartola, Gilberto Gil, Marina Lima, Kaoma, Zezé di Camargo e Luciano. Essa é a melhor parte. Quando o filme parte para a história de dois casais, um nos anos 90 e outro nos dias de hoje, conectados ao mesmo apartamento, fiquei pensando: que gente chata! “White people’s problema“, diria um amigo meu. Gente bonita, rica, mal amada e irritante. Mas para me conectar a essa história, precisei me apegar ao clássico de Coppola, “Do fundo do coração”, e aí entender a proposta dessa galera. É um romance que fala sobre desilusão, falta de comunicação, liberdade, aceitação, e é claro, entender o significado da palavra Amor. Chico (Bruno Gagliasso) e Ana (Marina Ruy Barbosa) vivem nos dias de hoje e são recém casados que se mudam para um apartamento luxuoso em São Paulo. Lá, Ana, que quer ser escritora, encontra um aparelho antigo de som e uma fita cassete com o título de “Todas as canções de amor”, editada por Clarisse (Luiza Mariani), que viveu ali nos anos 90 com Ruy (Júlio Andrade) e estão no fim de um casamento. O filme tem linda Fotografia de Gustavo Hadba, direção delicada de Joana Mariani e criativa montagem de Leticia Giffone que mescla os dois tempos. Mas faltou para ser perfeito, um roteiro que tornasse os personagens mais carismáticos. Juro que tive vontade de entrar na tela e dar na cara dos quatro protagonistas.

Resultado de imagem para canastra suja bianca binResultado de imagem para canastra suja nudezadriana esteves

Canastra Suja (2018)

MEGA

 Formidável drama visceral, potencializado pelo trabalho excepcional de todo o elenco: Adriana Esteves, Marco Ricca, Pedro Nercessian, Cacá Ottoni (em complexa composição como uma jovem autista), Bianca Bin, David Junior e participações de atores consagrados como Millen Cortaz, Gustavo Novaes, Emilio Orciollo Netto, Bruno Padilha. Ambientado no subúrbio carioca, acompanhamos a difícil rotina de uma família de classe média baixa e a sua luta para sobreviver, dentro e fora de casa. O pai, Batista (Marco Ricca), é um alcoólatra e trabalha como manobrista em um Hotel na Barra. Sua esposa é a dona de casa Maria (Adriana Esteves), viciada em anabolizantes e que tem como amante o namorado de sua filha, Emilia (Bianca Bin). Os outros 2 filhos são o desajustado Pedro (Pedro Nercessian), que não estuda e também trabalha como manobrista no mesmo hotel de seu pai, mas é mandado embora após acusação de roubo. Rita é a filha mais nova, interpretado com maestria por Cacá Ottoni, sem esvair na caricatura de uma autista. O filme foi alvo de uma polêmica na mídia e nas redes sociais por conta de uma crítica feroz de um grande jornal, e muito por conta disso, teve a sua carreira comercial abreviada. Uma injustiça, pois a grande maioria das críticas elogiaram bastante o filme, considerando-o um dos melhores filmes do ano. O roteiro, escrito pelo próprio Caio Soh, revela de forma corajosa, a tentativa de sobrevivência de pessoas comuns diante de uma selva de pedra sem luz no fim do túnel. O suspense crescente, diante de uma eminente tragédia para todos os personagens, só fazem aumentar o interesse do espectador pelo filme. Ótima direção, direção de atores e dá para perceber que muita gente que participa do filme é formado por não atores, mas o tom naturalista do filme torna tudo bastante coeso. Particularmente, adorei a cena de Pedro Nercessian com um personagem que acontece dentro de um quarto. Que talentos!


Cadáver (2018)

 DOWNLOAD MEGA

O cineasta holandês Diederik Van Rooijen, atualmente radicado em Los Angeles, tem dedicado a sua filmografia a Filmes e seriados de Thriller e de suspense. Em seu mais novo filme, “Cadáver” (título tosco para o original “The possession of Hannah Grace”), mais uma vez vemos um prólogo que começa com uma sessão de exorcismo. Hannah Grace está possuída pelo demônio, e seu pai convoca padres exorcistas para uma sessão. O pai acaba matando a filha. O corpo dela vai parar em um necrotério de Boston, lugar aonde irá começar um novo trabalho a ex-policial Megan, que virou viciada em drogas após uma ação mal sucedida onde um colega acabou sendo morto. Megan se sentiu culpada e vai agora trabalhar como funcionária do morgue. Mas ela começa a perceber fatos estranhos com o cadáver. Megan não sabe discernir se são efeitos da droga ou se realmente fatos sobrenaturais estão acontecendo ali. Os roteiristas de filme de terror sempre acham um jeito de justificar os delírios de seus personagens: esquizofrenia, drogas, traumas, dupla personalidade, etc. Raramente vemos pessoas sãs sofrendo alucinações. E não seria nesse filme que veríamos algo diferente. “Cadáver” foi detonado pela crítica. Sim, o filme é fraco, mas cumpre seu papel de passatempo em um dia sem nada para ver e o espectador tendo vontade de sentir um leve calafrio. O filme tem lá seus sustos provocados pelos Jump Scares, bobos. O que deixa a gente atônito é porque diabos um necrotério precisa ser tão escuro, e as luzes naquele clichê de acender e apagar. Mas filme é filme. O grande mérito daqui é não abrir brecha para uma continuação. Acabou, acabou.


Imagem relacionada

Tully - 2018

DOWNLOAD MEGA

Marlo (Charlize Theron), mãe de três filhos, sendo um deles um recém-nascido, vive uma vida muito atarefada, e, certo dia, ganha de presente de seu irmão: uma babá para cuidar das crianças durante a noite. Antes um pouco hesitante, Marlo acaba se surpreendendo com Tully (Mackenzie Davis).


Fúria em Alto Mar (2018)

DOWNLOAD MEGA

Um capitão de submarino com pouca experiência se une aos Navy Seals para resgatar o presidente da Rússia, quem foi sequestrado por um general rebelde.

 


White Boy Rick (2018)

DOWNLOAD MEGA

Diretor do extraordinário “71 - Esquecido em Belfast”, o cineasta francês Yann Demange dirigiu a cinebiografia de Ricardo Warsche Jr, condenado à prisão perpétua no Michigan em 1987 por tráfico de drogas. Seu pai, Richard Warsche (Matthew Maccaughney), um vendedor de armas de segunda mão, alega que seu filho se tornou traficante por conta de seu trabalho com o Fabi: Richard havia sido contratado pela polícia para ser um infiltrado em seu bairro e assim desbaratinar as gangues. Porém, foi justamente esse serviço que o aproximou do tráfico e dos clientes. Um drama muito bem dirigido, com excelente reconstituição de época e ótima fotografia. Mas o grande potencial do filme está em seu poderoso elenco: da turma de veteranos, além de Maccaughney, temos Jennifer Jason Leigh, Bruce Dern e Piper Laurie. Do elenco jovem, destaque absoluto para Richie Merrit, no complexo papel de Richard, e para Bel Powler, no papel de Dawn, sua irmã drogada. É dela as cenas mais dramáticas e aflitivas do filme.


INFERNINHO (2018)

DOWNLOAD

Direção: Pedro Diogenes, Guto Parente

Vencedor do Prêmio Teddy no Festival do Rio 2018, dedicado a filmes com temática Lgbtq+, além de outros prêmios em Importantes Festivais, “Inferninho” é mais uma realização do importante Coletivo Alumbramento, do Ceará, de onde o Cineasta Gustavo Parente faz parte. Realizador dos excelentes “Doce amianto” e “O clube dos canibais”, Parente agora divide a direção e roteiro com Pedro Diógenes. O filme me lembrou o recente “Paraíso perdido”, de Monique Gardemberg e “Querelle”, clássico de Fassbinder. Todos esses filmes são bastante teatrais, com atuações empostadas e cenário e fotografia estilizados. “Inferninho” é um pequeno bar Cabaret, cuja dona, Deusimar, uma mulher trans, herdou de sua avó e sua mãe e que cresceu sempre ali dentro. Uma trupe bizarra de funcionários trabalha com ela, entre eles, uma faxineira lésbica, um pianista mudo tipo Excêntrico e um Coelho, além de uma cantora poliglota que canta forró em versão sensual. Os frequentadores são parte do universo Pop: Darth Vader, Wolverine, Mulher Maravilha, Mickey. No meio disso tudo, Deusimar se apaixona por um marinheiro, Jarbas. Empresários inescrupulosos querem comprar o bar para construir uma estrada e assim, Deusimar se sente dividida entre manter o local ou vender. Metáfora sobre a militância e resistência em períodos sombrios, “Inferninho” faz uso de uma linguagem bastante livre e debochada, mesclando gêneros. Nada é para se levar a sério, o melodrama exacerbado vem em tons de humor. O filme é bastante claustrofóbico, e quando no final Deusimar se sente livre e “viaja” por países, o filme atinge o seu ápice criativo e emocional. Belo, lúdico e inquietante, o filme conta com um trabalho refinado de todo o elenco, que não teve medo de fazer um registro bastante diferente do naturalista.


Gringo: Vivo ou Morto (2018)

mega / legenda / 1fichier

O cineasta Nash Edgerton é irmão do Ator Joel Edgerton, que está no gigantesco elenco dessa mistura de filme de ação, drama, policial e comédia. O filme foi um retumbante fracasso nos Estado Unidos e no mundo inteiro. Mas o que poderia dar errado em um filme onde no elenco temos, além de Joel Edgerton, Charlize Theron e Amanda Seyfried? Ah, o roteiro. Esse é o grande vilão desse filme que poderia ter sido alguma espécie de homenagem aos filmes dos irmãos Coen. Mas faltou-lhe foco: são personagens demais, em uma trama nem tão original assim. Muitos dele muito mal aproveitados, como o personagem de Amanda Seyfried. E Charlize, excelente atriz, aqui está totalmente burocrática, fazendo o papel da mulher linda, gostosa, sexy, malvada e escrota. Harold (David Oyelowo, que interpretou Martin Luther King em "Selma") é representante de vendas de uma Empresa farmacêutica presidida pela dupla de escroques Richard (Edgerton) e Elaine (Theron). Harold está numa péssima fase: sua mulher o está abandonando, e ele é enviado até o México, para fazer acordos de venda com laboratório local. Na verdade, Elaine e Richard estão produzindo pílulas de maconha, para serem vendidas mundialmente. Quando Harold descobre que está sendo usado como laranja, ele simula seu próprio sequestro, para arrancar dinheiro dos patrões. Mas ele mal poderia imaginar que seria sequestrado de verdade. Longo, tentando forçar um humor negro que quase nunca funciona, o filme pelo menos tem boas cenas de ação. É tanta gente que vai entrando no filme, que eu fiquei imaginando que se fosse um seriado, teria sido melhor aproveitado.

 


Com Amor, Simon (2018)

1FICHIER

Adaptação de um livro de título curiosíssimo, "Simon and the homo sapiens agenda", é um filme antenado com os novos tempos, a nova geração de jovens gays que saem do armário sem sofrerem o bullying que era comum há até pouco tempo, muito por conta das antigas gerações que abriram as portas para o novo "outing". E com certeza, o Cinema, a música pop e a literatura foram fundamentais para que isso acontecesse: O filme "Cabaret", Beyoncé, David Bowie e tantos outros ícones pop que pululam nas telas desse delicioso e divertido filme. Simon (O carismático Nick Robinson, de "Tudo e todas as coisas"), tem 18 anos e conta os dias para a sua formatura no colégio. Ele tem uma família exemplar: pais liberais (Jennifer Garner e Josh Duhamel) e uma irmã caçula de mente aberta. Seus amigos na escola o adoram. Mas Simon tem um segredo: ele é gay, e tem medo de se assumir. Até que um dia, um anônimo posta no blog do colégio sobre suas ânsias de ser gay e não poder se assumir. Simon se espelha nele e troca correspondência anônima com ele. Com um roteiro repleto de clichês do gênero adolescente em conflito (Referências a "Glee", "500 dias com ela", etc), o filme cativa pelo olhar totalmente otimista sobre um tema que sempre foi tabu na rotina das pessoas. Aqui, quase todos são abertos ao outing, e por isso mesmo, o filme sofreu muito preconceito por conta de grupos de gays que acharam que o filme é muito "Disney" demais, sem discutir de forma realista a descoberta da homossexualidade. Uma bobagem, e no cinema, repleto de adolescentes, todos amaram o filme e a discussão que ele propõe. Katherine Langford, que protagonizou a série "13 reasons why", faz a melhor amiga de Simon, Leah. E curioso, o filme tem uma proposta semelhante a esse famoso seriado da Netflix: Afinal, quem é o anônimo "Blue"? Até o último minuto ficamos sem saber, e é isso que o filme faz bem, em manter nossa curiosidade.


Trama Fantasma (2018)

DOWNLOAD

O Cineasta Paul Thomas Anderson é provavelmente, um dos realizadores mais aguardados e cultuados pelos Cinéfilos no mundo inteiro. Cada filme de sua autoria é aguardado com muito burburinho, e também é sinônimo de premiações. Seu filme anterior, "Vício inerente", talvez seja dos menos intensamente aclamados em sua filmografia. Por isso, 4 anos depois, "Trama fantasma" vem cercado de expectativas. Ainda mais com a parceria vitoriosa de Daniel Day Lewis, cujo filme que trabalharam juntos, "Sangue negro", rendeu os Oscars de Fotografia e Ator em 2008. Daniel Day Lewis divulgou recentemente que esse seria seu último filme. A pergunta é: Valeu a pena? E a resposta é: Sim. Dirigindo, escrevendo, produzindo e pela primeira vez, fotografando, Paul Thomas Anderson, narra uma história sobre Poder, assim como em "Sangue negro". Reynolds Woodcock (Day Lewis) é um renomado estilista de alta sociedade na Londres dos anos 50. Perfeccionista e meticuloso, ele é repleto de tiques, além de ser uma figura desprezível e insuportável. Sua irmã, Cyrrill (Lesley Manville, indicada ao Oscar de coadjuvante) é quem, friamente, administra toda a Mansão de alta costura. Um dia, ao almoçar, Reynolds conhece a garçonete Alma (Vicky Krieps). Atrapalhada, mas forte e decidida, Alma acaba sendo convidada por Reynolds para ser uma de suas modelos. Alma fica encantada com tudo, mas ao perceber a forte personalidade de Reynolds, ela vira o jogo: ela também é de forte temperamento. Belissimamente dirigido, com atores em plenos pulmões dando o melhor de si (todos, até os coadjuvantes), "Trama fantasma" fala sobre o mundo obcessivo da moda, mas também fala sobre relações humanas e temperamentos destruidores. Com muita pompa, Luxo e Glamour, o filme concorre em 6 categorias, inclusive, a de ator e de figurino. Vicky Krieps, nascida em Luxemburgo, está ótima, pena que não tenha levado indicação. Linda trilha elegante de Jonny Greenwood, parceiro habitual de Thomas Anderson. O filme evoca momentos de "Rebecca", de Alfred Hitchcock.


Amizade desfeita 2 (2018)

DOWNLOAD

Um jovem consegue um novo laptop mas logo descobre que poderia ser roubado e que o proprietário anterior não está apenas observando-o, mas que vai fazer todo o possível para recuperá-lo.


Podres de Ricos (2018)

DOWNLOAD

Todo mundo já sabe que “Podres de ricos” é baseado no best-seller de sucesso de Kevin Kwan e o filme se tornou a maior bilheteria de uma comédia romântica nos Estados Unidos em mais de 10 anos. O que talvez as pessoas não saibam, é que visualmente o filme seja das produções mais ricas, luxuosas e glamourosas a surgir nas telas em um bom tempo. Para espectadores que tem pavor de filmes que falam sobre gente que não tem culpa em serem bilionários e que gastam muito dinheiro, melhor ficar bem longe. Se você também odeia filmes onde a protagonista só quer ser feliz ao lado de seu príncipe encantado, que é lindo e milionário e bom coração, porque quer que a mulher seja feliz independente e solteira, se afaste do filme imediatamente. Para quem ama o tema de “Cinderela” e quer torcer pela mocinha, que luta pelos seus ideais e briga contra toda a família do seu amado, esse é o seu filme. “Podres de rico” é um filme à moda antiga. A sua história já foi contada mil vezes. O diferencial aqui é a locação extraordinária da cidade mais cara do mundo, Singapura, com seus arranha céus modernosos aliados à tradições milenares. O elenco é maravilhoso, com destaque para Michele Yeoh no papel da mãe que só quer manter as tradições da família. Quando o filho Nick (Henry Golding, o marido de “Um pequeno favor”) surge com sua namorada, a professora de economia americana Rachel (Constance Wu), ela fará de tudo para afastá-los. O elenco de apoio é excelente, quase todos roubando as cenas, mas adoraria que em breve surgisse um spin off da melhor amiga de Rachel, a porra louca Peik Lin (a YouTuber e Cantora de Hip hop Awkwafina). O filme faz parte de uma nova proposta de Hollywood de inclusão: elenco majoritariamente chinês em um filme americano, e que trata do tema das contradições culturais entre quem é nascido na China e quem nasceu nos Estados Unidos, assim como no filme “O clube da felicidade e da sorte”. Trilha sonora mega pop com versões chinesas de “Material girl”, da Madonna, e “Yellow”, do Coldplay. Fotografia mega colorida e direção de arte que faria Almodóvar gozar mil vezes. Em destaque a cena do avião. Vejam.


Goosebumps 2: Halloween Assombrado (2018)

MEGA

Sonny e Sam são dois adolescentes que encontram o boneco Slappy ao limpar uma casa abandonada, e, sem saber, o trazem à vida pronunciando umas palavras mágicas em seu bolso.

Resultado de imagem para corrida mortal 4 além da anarquia

Corrida Mortal: Anarquia - 2018

MEGA

Em um devastador futuro pós-apocalíptico, as corridas mortais são algumas das únicas coisas que restaram para um degenerado grupo de contraventores e criminosos. Quando um famoso prisioneiro sofre um ataque contra a sua vida, resta ao especialista em operações especiais Connor Gibson (Zach McGowan) tentar se infiltrar para prender os responsáveis.

Resultado de imagem para homem ao mar filme

Homem ao Mar - 2018

MEGA

Longa de estréia do roteirista e diretor de séries Rob Greenberg, "Um salto para a felicidade" é a refilmagem do clássico da sessão da tarde de 1987, dirigido por Garry Marshall com o casal Goldie Hawn e Kurt Russel. Estrelado pelo maior astro do México, Eugenio Derbez, e a comediante Anna Farris, da franquia "Todo mundo em pânico", a história gira em torno de Kate, viúva mãe de 3 filhos, que trabalha como entregadora de pizza e faxineira para sustentar a família. Seu sonho é se tornar enfermeira. Um dia, ela é chamada para limpar o Mega Iate do milionário e playboy mexicano Leonardo (Derbez), que é arrogante e a destrata. Na mesma noite, ele sofre um acidente no iate, caindo no mar e perdendo a memória. A notícia sai no jornal, e a família de Leonardo não fica sabendo do caso, apenas sua irmã, que quer controlar o Império da família e nega que conhece Leonardo ao visitá-lo no hospital. Quando Kate toma conhecimento do caso, resolve se vingar; ela diz que é esposa dele, e faz com que ele cuide da família e de casa. O curioso é perceber que Anna Farris é quase que uma sósia de Goldie Hawn, talvez seja até por isso que ela tenha sido escalada. Eugenio Derbez praticamente repete seu personagem no Blockbuster "Não aceitamos devolução", onde interpreta um homem que descobre a paternidade e se entusiasma com essa nova possibilidade. O filme tem Eva Longoria no elenco de apoio, como a melhor amiga de Kate. O filme tem alguns bons momentos, mas no geral, falta ritmo, talvez por conta de sua longa duração, quase 2 horas. O que diferencia esse do original é que houve uma troca nos sexos dos protagonistas. Goldie no filme de 1987 era quem interpretava a ricaça arrogante. E o personagem de Kurt Russel, pai de 3 meninos bagunceiros. As meninas aqui são comportadas. Vale como sessão da tarde, apesar de insistirem na veia sedutora de Eugenio Derbez, que sempre aparece em seus filmes cercado por mulheres semi-nuas fazendo o papel do pegador.

A Mata Negra - 2018

DOWNLOAD

Divertido Filme B trash do Cineasta capixaba Rodrigo Aragão, Diretor dos cults "O Chupa cabras" e "Floresta negra", "A mata negra" foi o filme de abertura do Prestigiado Festival de filme de gênero Fantaspoa em 2018. O filme faz muitas referências à franquia de Sam Raimi, "A morte do demônio". Em uma região próxima à uma floresta, moram Clara (Carol Aragão, filha do Cineasta) e seu pai que a adotou quando criança. Quando Clara vai até uma feira na cidade, ela conhece um homem e se apaixona por ele. No caminho de casa, ela encontra um homem estranho que lhe oferece o Livro perdido de Cipriano, em troca de Clara rezar pela sua alma. Quando Clara decide ir embora da cidade com o homem por quem ela se apaixonou, eles sofrem uma emboscada e o amante é assassinado. Desesperada, Clara pega o livro perdido e faz uma bruxaria para que ele volte ao mundo dos vivos. Mas esse ato irá trazer consequências trágicas a todos os envolvidos. Jackson Antunes faz uma participação como um Pastor conservador que quer matar Clara, acusando-a de bruxaria, e Francisco Gaspar, impagável, é um homem que mora com sua mãe idosa e a sua esposa grávida, e estrela os momentos mais divertidos do filme, quando uma galinha demoníaca ataca a todos. "A mata negra" é um filme de terrir bem Trash, e quem não curtir o gênero, nem assista. Os efeitos são toscos, muito sangue, mas tudo muito divertido, justamente porquê os exageros, tanto dos efeitos quando das performances, são sensacionais. Um momento antológico: a chacina em uma balada de forró. Se o filme fosse mais curto e tivesse menos sub-plots, teria sido bem mais divertido. Destaque para Carol Aragão, uma verdadeira Scream Queen do trash, cheia de dubiedades em sua personagem, que em determinado momento, quer sacrificar uma criança em uma bruxaria. Um futuro clássico, sem dúvida.

Resultado de imagem para o retorno do herói filme

O Retorno do Herói - 2018

MEGA

Em 1809, na França, o capitão Neuville (Jean Dujardin) é chamado para batalha, deixando a futura noiva com o coração partido. Vendo a tristeza da moça, sua irmã decide escrever cartas em seu nome para animá-la. Porém, tudo vai por água abaixo quando Neuville reaparece.

 

Resultado de imagem para MAURICIO MEIRELLES - PERDENDO AMIGOS 

 MAURICIO MEIRELLES - PERDENDO AMIGOS (2018)

ASSISTA ON LINE

 Ver a imagem de origem

Especial de Natal - Se Beber Não Ceie (2018)

MEGA

Nesta sátira de inspiração bíblica, os apóstolos acordam de ressaca no dia seguinte à Última Ceia e percebem que Jesus Cristo sumiu.. No especial natalino de 2018 do Porta dos Fundos, Fábio Porchat volta a interpretar o papel de Jesus em uma mistura de A Última Ceia e “Se Beber, Não Case!”. 

Resultado de imagem para a repartição do tempo filme

A Repartição do Tempo (2018)

MEGA

Num rincão esquecido da vasta burocracia brasileira, um chefe psicótico usa uma máquina do tempo para duplicar seus funcionários e aumentar a produtividade.

Diretor Santiago Dellape

Elenco

  • Tonico Pereira
  • Selma Egrei
  • Bianca Müller
  • Eucir de Souza
  • Antonio Abujamra
  • Rosanna Viegas
  • Sérgio Hondjakoff
  • Yasmim Sant'Anna
  • Edu Moraes
  • André Deca
  • Andrade Júnior
  • Bidô Galvão
  • Carmem Moretzsohn
  • Dedé Santana
  • Dina Brandão
  • José de Campos
  • Lauro Montana
  • Ricardo Pipo
  • Romulo Augusto
  • Sérgio Sartório

Resultado de imagem para mulheres+alteradas

Mulheres Alteradas (2018)

MEGA

O cotidiano de quatro mulheres, cada uma enfrentando problemas bem particulares: Keka (Deborah Secco) enfrenta uma crise no casamento com Dudu (Sérgio Guizé), Marinati (Alessandra Negrini) é uma workaholic que repentinamente se apaixona por Christian (Daniel Boaventura), Leandra (Maria Casadevall) sente-se bastante insegura pelo fato de ainda não ter constituído família e Sônia (Monica Iozzi) está cansada da rotina doméstica e sonha com a época em que era solteira.

A Casa que Jack Construiu (The House That Jack Built, 2018)

1FICHIER

Um dia, durante um encontro fortuito na estrada, o arquiteto Jack (Matt Dillon) mata uma mulher. Este evento provoca um prazer inesperado no personagem, que passa a assassinar dezenas de pessoas ao longo de doze anos. Devido ao descaso das autoridades e à indiferença dos habitantes locais, o criminoso não encontra dificuldade em planejar seus crimes, executá-los ao olhar de todos e guardar os cadáveres num grande frigorífico. Tempos mais tarde, ele compartilha os seus casos mais marcantes com o sábio Virgílio (Bruno Ganz) numa jornada rumo ao inferno.

Resultado de imagem para desejo fatal 2019

Desejo Fatal - 2018

DOWNLOAD

Próxima dos seus 30 anos de vida, Posy Pinkerton (Christa B. Allen) parece ter conquistado tudo. Noiva de um médico por quem ela é apaixonada, a moça também conta com uma carreira promissora, bons amigos e seu hobby de ilustrações artísticas. Porém ao conhecer Jack, um empresário sedutor, Posy se vê tentada a romper com a estabilidade de sua vida e dar uma chance para o risco. O problema é que o perigo implícito nesse ato é maior do que ela pode imaginar.

Resultado de imagem para o escorpião rei 5

O Escorpião Rei 5: O Livro das Almas (2018)

MEGA

O Escorpião Rei (Zach McGowan) se torna aliado de uma guerreira chamada Tala (Pearl Thusi), irmã do rei Nubian. Juntos eles vão em busca de uma importante relíquia: O Livro das Almas. Caso encontrem este livro, os dois poderão derrotar um maligno senhor da guerra.

Os Estranhos: Caçada Noturna (2018)

MEGA

Uma viagem em família se torna mortal quando chegam a um isolado parque de casas móveis para passar a noite, e três psicopatas mascarados aproveitam a obscuridade para perseguir e caçar eles.

Resultado de imagem para oito mulheres e um segredo

Oito Mulheres e um Segredo - 2018

MEGA 1080p

Recém-saída da prisão, Debbie Ocean (Sandra Bullock) logo procura sua ex-parceira Lou (Cate Blanchett) para realizar um elaborado assalto: roubar um colar de diamantes no valor de US$ 150 milhões, que a Cartier mantém sempre em um cofre. O plano é convencer a empresa a emprestá-lo para que a estrela Daphne Kluger (Anne Hathaway) use a joia no badalado Met Gala, um dos eventos mais chiques e vistosos de Nova York. Para tanto, Debbie e Lou reúnem uma equipe composta apenas por mulheres: Nine Ball (Rihanna), Amita (Mindy Kaling), Constance (Awkwafina), Rose (Helena Bonham Carter) e Tammy (Sarah Paulson).

Ver a imagem de origem

Círculo de Fogo: A Revolta (2018)

DriveGoogle / Mega 1080p

O conflito de proporções globais entre os monstros gigantes de outro mundo e as super máquinas pilotadas por humanos foi apenas o prelúdio do grande ataque que a humanidade enfrentará.

John Boyega estrela como o rebelde Jake Pentecost, um outrora promissor piloto de Jaeger, cujo lendário pai deu sua vida para garantir a vitória da humanidade contra os monstruosos kaijus. Jake tinha abandonado o seu treinamento apenas para envolver-se com o submundo do crime. Mas quando inimigos ainda mais imbatíveis são liberados sobre nossas cidades e ameaçam colocar nosso mundo de joelhos, a ele é oferecida uma última chance de honrar o legado de seu pai. Sua irmã adotiva, Mako Mori (Rinko Kikuchi), lidera uma nova geração de pilotos que cresceram sob a sombra da guerra. Buscando justiça para os caídos, sua última esperança é permanecer unidos em um levante global contra as forças que podem nos levar a extinção.

Jake une-se a um piloto rival, Lambert (Scott Eastwood) e uma hacker de Jaeger de 15 anos, Amara (Caille Spaeny), que se tornam sua família. Eles são a mais poderosa linha de defesa que já caminhou sobre a Terra. 

Resultado de imagem para alma da festa filme

Alma da Festa - 2018

MEGA

Em choque após ser inesperadamente abandonada pelo marido de anos, Deanna (Melissa McCarthy) decide mudar completamente de vida largando a dedicação exclusiva aos afazeres domésticos para entrar na universidade. Matriculada na mesma turma da filha, que odeia a ideia, ela muda o nome para Dee Rock, diverte-se como nunca, conhece o estranho mundo das fraternidades, estuda um pouco e finalmente sente-se livre.

MEU JOGADOR FAVORITO (2018) 

ASSISTA ONLINE

O curta-metragem LGBT, retrata a história de dois personagens principais, Gustavo e Eduardo. Ambos são jogadores de futebol, meio este, onde há inúmeras formas de preconceito, principalmente a Homofobia. Gustavo é apaixonado por seu melhor amigo Eduardo. Além de se declarar para Eduardo, seu maior medo é de se assumir para seu pai, que é machista, homofóbico e também viciado em Futebol. Durante o curta observa-se conflitos psicológicos pessoais de Gustavo e a expectativa de um possível amor correspondido. O intuito dessa produção é abrir discussão sobre ser homossexual e poder praticar esportes, abrir debates em escolas, instituições e na televisão, visando uma maior conscientização social e maior desconstrução da Homofobia, para que assim, jovens e adultos sejam livres para praticar Futebol e outros esportes independente de suas sexualidades.

Resultado de imagem para sansão filme

Sansão - 2018

MEGA

Sansão (Taylor James) é um homem com uma força sobrenatural que recebeu um chamado divino para libertar seu povo da escravidão. Quando ele perde seu amor para um cruel príncipe filisteu, o jovem hebreu parte em uma jornada para defender seu povo, sacrificando o que for preciso para vingar seu amor, seu povo e seu Deus.

Bohemian Rapshody - A história de Freddie Mercury (2018)

MEGA 1080p Dublado / 1Fichier

O filme segue a trajetória de Freddy Mercury desde o ano de 1970, quando ele trabalhava no aeroporto despachando malas do avião, até seu encontro com a banda com quem formaria o Queen, sua relação com sua família paquistanesa, a descoberta da homossexualidade, a difícil relação com Big Bosses do show business; as crises com o seu grupo, a carreira solo e finalmente, em 1985, no famoso concerto que reuniu o grupo no Live Aid. A produção e a parte técnica é toda impecável. Não dá para saber exatamente o que Bryan Singer dirigiu, e o que seu fotógrafo deu continuidade. Mas o filme está todo coeso, com bela direção e caracterização do elenco, e Rami Malek dando um show. Impossível não bater os pés durante o filme todo, cantarolando as músicas chaves do grupo, e culminando com "We Are the Champions". A música título é usada como metáfora da luta e da perseverança de Freddie e de seu grupo para vencer na vida através de batalhas árduas e a certeza de estarem dando o melhor de si.

DOGMAN (2018)

DOWNLOAD MEDIAFIRE / 1Fichier

Realizador dos premiados "Gomorra" e "Reality", Matteo Garrone ganhou inúmeros prêmios por "Dogman", incluindo Melhor ator em Cannes ( para Marcello Fonte) e Palma de ouro para o elenco canino. O filme narra a história de Marcello, dono de uma pet shop em um bairro pobre de periferia. Sem amigos, Marcello vive da companhia dos cães que ele toma conta. Separado de sua esposa, Marcello recebe constantemente visitas de sua filha, a quem ele promete uma viagem. Sem dinheiro para cumprir sua promessa, Marcello se deixa seduzir por Simone, um marginal brutamontes da região, temido por todos. Marcello vende pequenas quantidades de cocaína para ganhar dinheiro extra, e Simone é grande consumidor. Simone convida Marcello para um roubo, mas as coisas terminam mal. Brutal, é um filme extremamente violento, lembrando os primeiros filmes de Tarantino, como "Cães de aluguel", com longas cenas de tortura. Marcello Fontes interpreta de forma genial o protagonista, alternando momentos de delicadeza com brutalidade. Edoardo Pesce, no papel de Simone, também está antológico, com um personagem bastante complexo, baseado muito em sua extrema forma física, mas também em seu silêncio e olhar carrancudo. Bela fotografia de Nicolai Brüel, em tons escuros, trazendo uma atmosfera de pesadelo para as cenas noturnas. A cena de Marcello tentando reavivar um cachorro congelado pelos bandidos é antológica e angustiante. 

Resultado de imagem para invasão 2018

Invasão - 2018

MEGA 1080p

Gabrielle Union (Shaun Russell) é uma mulher que não vai parar por nada para resgatar seus dois filhos, feitos de refém em uma casa com uma segurança impenetrável. Nenhuma armadilha, truque e especialmente, ninguém podem parar uma mãe com uma missão quando ela está determinada.

 

Resultado de imagem para todas as pequenas coisas filme

Todas as Pequenas Coisas (2018)

DOWNLOAD

Howie Sheffield é um adolescente passando por um ano complicado. Com o braço quebrado e tentando lidar com a decadência do casamento de seus pais, a única coisa que alegra seus dias é ver a misteriosa Odessa na rota do ônibus que ele pega todo dia pela manhã. Quando Odessa começa a se aproximar do seu círculo social, enquanto ele constrói uma amizade a passos lentos com uma colega de classe, sua vida parece ficar ainda mais complicada.

Resultado de imagem para o segredo de cameron post

O Mau Exemplo de Cameron Post - 2018

DOWNLOAD

Adaptado do livro autobiográfico de Emily M. Danforth pela própria cineasta, o filme narra a história de Cameron Post, ocorrida em 1993. Cameron (a ótima Chloë Grace Moretz) é órfã de pais, e mora com sua tia cristã. Cameron frequenta as atividades religiosas que sua tia lhe impõe. Na noite de formatura, Cameron vai com sua amiga Coley no banco de trás de um carro e elas acabam se beijando. Ao serem flagradas pelo namorado de Cameron, elas se desconcertam e entram em crise. A Tia de Cameron a interna à força em um Retiro de conversão homossexual, lugar aonde os adolescentes cristão homossexuais permanecem em esquema de internato sob forte regime dos irmãos Lydia e o reverendo Rick, "convertido" do homossexualismo pela sua irmã. Vencedor de vários prêmios, incluindo Grande prêmio do Juri no Festival de Sundance 2018, "O mau exemplo de Cameron Post" tem uma narrativa bem lenta e arrastada. Mas o que segura a atenção no filme é o excelente trabalho dos jovens atores. O filme lembra bastante a estrutura de "Um estranho no ninho": somos apresentados a internos carismáticos, culminando em tragédia, e também a vilões, como Lydia. Boa direção, bela trilha sonora e fotografia.

Vice - 2018

MEGA

Na juventude, Dick Cheney (Christian Bale) se aproximou do Partido Republicano ao ver na política uma grande oportunidade de ascender de vida. Para tanto, se aproxima de Donald Rumsfeld (Steve Carell) e logo se torna seu assessor direto. Com a renúncia do ex-presidente Richard Nixon, os poucos republicanos que não estavam associados ao governo ganham imediata importância e, com isso, tanto Cheney quanto Rumsfeld retornam à esfera de poder do partido. Décadas depois, com a decisão de George W. Bush (Sam Rockwell) em se lançar candidato à presidência, Cheney é cortejado para assumir o posto de vice-presidente. Ele aceita, mas com uma condição: que tenha amplos poderes dentro do governo, caso a chapa formada seja eleita.

No Olho do Furacão - 2018

MEGA

Um grupo de criminosos planeja roubar 600 milhões de dólares do tesouro americano durante a passagem de um furacão. No entanto, seus planos são interrompidos quando o fenômeno meteorológico atinge o nível 5, considerado o mais grave de todos, e eles precisam do código de segurança que apenas uma funcionária do banco tem conhecimento. 

AUTO DE RESISTÊNCIA (2018)

DOWNLOAD

Direção: Natasha Neri, Lula Carvalho

 Um acompanhamento preciso dos casos de homicídios cometidos pela Polícia Militar do Rio de Janeiro classificados como "autos de resistência", isto é, legítima defesa. Durante a tramitação dessas ocorrências na justiça, fica evidente o padrão de imprudência da corporação em relação à elas: investigações esdrúxulas e perícias defeituosas, nas quais 98% dos inquéritos são arquivados. 

 

MILLENNIUM - A GAROTA NA TEIA DE ARANHA (2018)

MEGA

A jovem hacker Lisbeth Salander (Claire Foy) e o jornalista Mikael Blomkvist (Sverrir Gudnason) se veem em meio à uma teia de corrupção, espionagem e intriga internacional, juntando forças para combater uma nova e terrível e ameaça. 

Uma noite de doze anos (2018)

Download MEDIAFIRE

Dirigido e escrito pelo uruguaio Álvaro Brechner, essa co-produção Uruguai e Argentina foi selecionado pelo Uruguai para tentar uma vaga ao Oscar de filme estrangeiro em 2019. O filme narra a emocionante e dramática trajetória de 3 amigos guerrilheiros, entre eles, o jovem José Mujica, o Pepe, ( o ator espanhol Antonio de lá Torre o interpreta magistralmente) , futuro Presidente do Uruguai em 2009. De 1972 a 1985, ele e seus dois companheiros, Eleuterio, futuro ministro, e Maurício ( Chino Darín), futuro escritor. Os três pertenciam ao grupo dos Tupamaro, grupo de resistência, e foram presos. Como não poderiam ser mortos, sofreram todo o tipo de tortura psicológica por parte dos militares. A direção do filme é brilhante, fazendo uso de vários conceitos linguísticos. Os atores estão incríveis e o filme contém muitas cenas antológicas: o encontro da mãe de Mujica, e o desfecho, além da cena que os militares invadem uma casa onde estão os guerrilheiros, uma aula de cinema. Atenção também ao ótimo trabalho de Cesar Troncoso, no papel de um General. Obrigatório!

Resultado de imagem para covil de ladrões filme

Covil de ladrões - 2018

MEGA / DriveGoogle

Em Los Angeles, uma saga de crimes coloca em intersecção a vida de dois grupos: a unidade de elite do departamento de polícia local e a equipe de assaltantes de banco mais bem sucedida do estado, formada por ex-militares que usam suas habilidades e experiências para infringir as leis. Os criminosos planejam um roubo que aparentemente é impossível, em um banco localizado no centro da cidade.

Dias vazios (2018)

MEGA

 SENHA PARA DESCOMPACTAR:

 www.baixefilmes.org sem https://

Escrito e dirigido por Robney Bruno Almeida, 'Dias vazios" competiu no Festival de Tiradentes 2019. Longa de estréia do cineasta goiano, o filme se passa na pequena cidade de Silvânia, no interior de Goiás. O filme tem como tema o desencanto da juventude e o suicídio, e como muitos filmes recentes brasileiros, são filmes bastante pessimistas. Livremente adaptado do livro "Hoje Está um Dia Morto", escrito por André de Leones, o filme se passa em duas épocas distintas e com dois casais separados pelo tempo. Jean e Fabiana estudam em um colégio católico. Namorados, eles não sabem o que fazer de suas vidas assim que se formarem. Ambos demonstram o desejo de sair da cidade, mas não encontram estímulo para tal. Jean acaba se suicidando com um tiro na cabeça, e Fabiana desaparece. Dois anos depois, Daniel e Ailana estudam no mesmo colégio.Igualmente apáticos, suas vidas espelham a de Jean e Fabiana. Daniel decide escrever um livro sobre Jean e Fabiana, e imagina um final para Fabiana. Aos poucos, a identificação entre os 2 casais vai cada vez mais se aproximando. Corajoso por tratar do tema do suicídio de forma crua e sem apelações melodramáticas, "Dias vazios" não deve ser visto por pessoas depressivas. Um alerta contra a apatia dos pais e da sociedade, além da Igreja, fortemente criticada no filme, que nada ou pouco fazem para salvar as vidas de jovens depressivos. Com um ótimo elenco de jovens, preparados por Fátima Toledo, e a participação especial e bastante significativa de Carla Ribas no papel de uma freira, o filme incomoda pelo tema, mas faz vislumbrar um cineasta com domínio de sua narrativa.

O assassino de Clovehitch (2018)

Download 1Fichier

Exibido no Festival de Los Angeles, esse suspense é livremente baseado em uma história real. Na cidade e Clovehitch, há 10 anos atrás, ocorreram 10 assassinatos de mulheres, todos com o mesmo requinte de crueldade: amarradas em uma sessão de Bondage e sadomasoquismo, sufocadas até à morte. 10 anos depois, uma família respeitada e tradicional da cidade, liderada por Don (Dylan McDermott), casado e pai de dois filhos, entre eles, o adolescente Tyler (Charlie Plummer). Tyler é escoteiro, e a família, religiosa. Tyler encontra no carro de seu pai uma foto de uma mulher amarrada e passa a suspeitar que sue pai é o serial killer. Mas a sua veneração por seu pai é tão grande, que mesmo com indícios, ele não quer acreditar. Ótimo roteiro, construído em ritmo lento pelo Diretor Duncan Skiles, que prefere narrar o seu filme pelo ponto de vista de Tyler. Não é um filme sobre os assassinatos do serial killer, e sim, sobre alguém próximo a um possível assassino. Ótima direção e atores em excelente performance. Dylan McDermott tem uma sequência dentro de seu quarto absolutamente brilhante, um personagem bastante controverso. Vale assistir como construção de personagem. O filme tem aquele charme de produção independente, dando uma atmosfera de suspense muito interessante.

Resultado de imagem para aqui em casa tudo bem 2019

Aqui em Casa Tudo Bem - 2018

DOWNLOAD

Uma grande família se reúne em uma ilha em Nápoles para comemorar as bodas de ouro dos avós, Alba e Pietro. Porém, quando em meio as festividades uma tempestade faz com que o numeroso grupo fique preso na ilha, eles são obrigados a encarar os rancores e hipocrisias escondidos por muitos anos na família.

Pedro Coelho (2018)

MEGA

Pedro Coelho é um animal rebelde que apronta todas no quintal e até dentro da casa do Mr. McGregor (Domhnall Gleeson), com quem trava uma dura batalha pelo carinho da amante de animais Bea (Rose Byrne). 

Slender Man: Pesadelo Sem Rosto (2018)

MEGA

As amigas Wren, Hallie, Chloe e Katie levam uma vida entediante no colégio. Quando ouvem falar num monstro chamado Slender Man, decidem invocá-lo através de um vídeo na Internet. A brincadeira se transforma num perigo real quando todas começam a ter pesadelos e visões do homem sem rosto, com vários braços, capaz de fazer as suas vítimas alucinarem. Um dia, Katie desaparece. Como a polícia não dispõe de nenhuma prova para a investigação, cabe às três amigas fazerem a sua própria busca, enfrentando a criatura.

Para aqueles que não sabem, o Slender Man foi criado por Eric Knudsen como um meme, e acabou se tornando famoso como a primeira lenda da internet. O Homem Esguio é descrito como magro, anormalmente alto, inexpressivo e sempre vestindo um terno preto. Ele está normalmente associado à floresta, e é acusado por sequestrar crianças. O meme acabou aterrorizando as pessoas quando duas adolescentes mataram a amiga na floresta, e alegaram que foi um ritual satânico para o Slender Man.

Resultado de imagem para chacrinha-o-velho-guerreiro-nacional

Chacrinha: O Velho Guerreiro (2018)

MEGA

Dirigido por Andrucha Waddington

Elenco

Ator Personagem
Stepan Nercessian Abelardo Barbosa (Chacrinha)
Eduardo Sterblitch Abelardo Barbosa (Chacrinha) (jovem)
Gianne Albertoni Elke Maravilha
Laila Garin Clara Nunes
Carla Ribas Florinda Barbosa
Rodrigo Pandolfo Jorge Abelardo Barbosa
Pablo Sanábio José Renato Barbosa (Leleco)
José Amélio Barbosa (Nanato)
Marcelo Serrado Flávio Cavalcanti
Thelmo Fernandes Boni
Karen Junqueira Rita Cadilac
Juan Rangel Sidney Magal
Antônio Grassi Oswaldo Nunes
Marie Paquim Laura Carolinah
Jorge Ritchie Russo
Camila Amado Aurélia
Leandro Lima Ademir de Menezes (Queixada)
Priscila Assum Ordep (jovem)
Amanda Grimaldi Florinda (jovem)
Gustavo Machado Oswaldo (jovem)

A história de José Abelardo Barbosa (Stepan Nercessian/Eduardo Sterblitch) é narrada desde a época de sua juventude, quando fazia faculdade de medicina e larga tudo para se aventurar como locutor em uma rádio. Depois de então, acompanhamos a transformação de sua vida e a crianção seu alter ego, Chacrinha, nosso velho guerreiro.

O Mistério do Relógio na Parede - 2018

MEGA

Lewis (Owen Vaccaro), de apenas 10 anos, acaba de perder os pais e vai morar em Michigan com o tio Jonathan Barnavelt (Jack Black). O que o jovem não tem ideia é que seu tio e a vizinha da casa ao lado, Sra. Zimmerman (Cate Blanchett), são, na verdade, feiticeiros.

 

Resultado de imagem para han solo: uma história star wars

Han Solo: Uma História Star Wars (2018)

MEGA / DriveGoogle

Em dificuldade financeira, o piloto Han Solo (Alden Ehrenreich) e sua namorada Qi'ra (Emilia Clarke) buscam algum trabalho. Eles conseguem pôr as mãos em uma substância valiosa, mas perigosa, que acaba levando à perseguição do Império e à separação entre os dois. Preocupado, Han usa toda a sua esperteza para se infiltrar num plano arriscado, mas que pode render a oportunidade de voltar à terra natal e reencontrar a sua amada. Caso ele falhe, vai ter que prestar contas ao perigoso Dryden Vos (Paul Bettany). No caminho, o piloto encontra parceiros importantes, como Chewbacca (Joonas Suotamo) e Lando Calrissian (Donald Glover), o proprietário original da Millennium Falcon.Resultado de imagem para operação red sparrow 

Resultado de imagem para Red Sparrow gifResultado de imagem para Red Sparrow gif

OPERAÇÃO RED SPARROW (2018)

MEGA / DriveGoogle

Diretor de vários filmes de ação famosos, como "Eu sou a lenda", "Constantine" e "Jogos vorazes", Francis Lawrence repete sua parceria com Jennifer Lawrence, nessa adaptação do best seller de espionagem "Red Sparrow". O filme evoca aqueles filmes que remetiam à Guerra Fria, na eterna luta entre Rússia e Estados Unidos. Lembra muito também os recentes "Atômica", com Charlize Theron, e "Kingsman", sem o humor do filme inglês. Jennifer Lawrence interpreta Dominika, uma bailarina russa do Bolshoi. Ela cuida de sua mãe enferma. Após um acidente durante uma apresentação, e impossibilitada de continuar dançando, Dominika encontra dificuldades financeiras. Seu tio Ivan (Matthias Schoenaerts), que trabalha para a espionagem Russa, propõe a ela que entre para a rede de espionagem Red Sparrow: jovens que seduzem seus alvos e se tornam máquinas assassinas. Sua missão: seduzir o agente da Cia Nash (Joel Edgerton) e descobrir quem é o espião russo que está passando informações para os EUA. Com um elenco primoroso, que inclui Charlotte Rampling, Jeremy Irons e Mary-Louise Parker, o filme tem várias polêmicas: cenas de nudez frontal de Jennifer e de um rapaz; mulheres que usam seus corpos como armas de sedução; trazer à tona o tema de que os russos são os vilões; e uma sequência inteira coordenada por Charlotte Rampling, aplicando em seus alunos a teoria prática de que para seduzir os alvos, vale tudo: o corpo não pertence à pessoa, mas ao Estado. Vale ser estuprado. O filme é longo, quase 2:20 horas. Mas confesso que me diverti. Tem cenas tensas, violentas e Jennifer está ótima. Mas é um filme ousado, adulto. As cenas de ação são bem feitas, mas como eu disse, ele lida com um tema que com certeza incomodará muita gente. Nos tempos onde a mulher quer mandar em seu corpo e nas suas ações, talvez os "Red Sparrows" estejam fora de moda. 

Ver a imagem de origem

Intimidade entre Estranhos - 2018

MEGA 1080p / 720p

O fascínio de adolescentes por mulheres mais velhas já rendeu verdadeiros clássicos do cinema: “A primeira noite de um homem”, “Ensina-me a viver”, “Era uma vez um verão”. Todos esses filmes com altas doses de romantismo e o famoso “Coming of age”, termo americano dado a filmes onde os personagens jovens passam por experiências que os tornam mais maduros e prontos para enfrentar a vida adulta. Em “Intimidade entre estranhos”, o assunto é exatamente esse. Matheus Souza, o roteirista, estourou aos 20 anos de idade com “Apenas o fim”. 10 anos se passaram, e aos 30 anos, Matheus coloca Horácio (Gabriel Contente) como o seu alter ego: é através dele que ele fala de rock, de amor adolescente, de frustração amorosa, de morte. Horácio é um adolescente com alma velha. Os personagens do filme vivem um eterno luto: no caso de Horácio, a morte de sua avó, que criou ele. No caso de Maria (Rafaela Mandelli) e Pedro (Millhen Cortaz), é o luto pelo amor perdido e determinado a morrer. Maria retorna ao Rio de Janeiro, anos depois te ter trocado por São Paulo, aonde conheceu Pedro. Esse foi contratado por uma emissora de Tv carioca para interpretar Noé. Maria sente ciúmes da parceira de cena de Pedro, e ao mesmo tempo, se irrita com Horácio, uma figura solitária, exótica (dorme em uma cama caixão) e que ela pasma, descobre ser o síndico do prédio. Logo Maria e Horácio se conectam através da solidão. “Intimidade entre estranhos” tem de melhor o trabalho dos 3 atores. Uma pena que José Dumont, excelente ator, faça uma ponta tão mínima, no papel do porteiro. O filme, diferente de outros roteiros escritos por Matheus Souza, investe em um drama mais denso, com personagens repletos de traumas e frustrações. São muitas as cenas onde os personagens expõem seus medos e inseguranças, embalados por uma fotografia muito escura e uma trilha sonora melancólica. Algumas referências ao universo de Matheus Souza se fazem presente bem ali, ao fundo: Gang 90 e as absurdetes, o próprio apartamento de Horácio, repleto de universo Geek em tudo quanto é canto. Por isso, quem for buscar assistir ao filme achando que irá encontrar uma comédia de Matheus Souza, irá se frustrar. O humor só existe nas cenas da novela bíblica, ridicularizadas, e no ar patético do personagem de Pedro.

 

AS VIÚVAS (2018)

1Fichier / MEGA

Co-escrito pelo cineasta inglês Steve McQueen, adaptado do livro de Lynda La Plante, "As viúvas" é um explosivo drama de ação, repleto de reviravoltas de fazer gritar na sala do cinema. Em determinado momento do filme, é praticamente impossível não haver um comentário geral dos espectadores, ainda com o filme em projeção. Aquele plot twist de fazer Shayamalan bater palmas! Drama que apresenta personagens que precisam se vender à corrupção e ao crime para poder sobreviver na sociedade atual, seja branco, negro, latino, todos querem seu lugar no mundo com um mínimo de dignidade para criar seus filhos. No prólogo, o filme apresenta uma quadrilha que pratica um assalto: Liam Neeson, personagem casado com a professora Veronica (Viola Davis), é o chefe do bando. O assalto dá errado e todos morrem. Um político corrupto procura Veronica e cobra dela os 2 milhões do assalto que queimaram no fogo do acidente de carro. Veronica tem pouco tempo para tentar arrumar essa grana, e conta com a ajuda das outras 3 viúvas para ajudarem ela a praticar um crime e assim, pagar as dívidas de seus maridos. Tenso, muito bem dirigido, com ótimas cenas de ação, diálogos ferinos e com a ficha técnica de alto nível: fotografia, edição, edição de som, tudo foda. Mas é o elenco, em seu esplendor, que arrebata. É um cast triunfal para qualquer Cineasta: além de Viola Davis e Liam Neeson, tem participações de Jackie Weaver, Colin Farrel, Robert Duvall e Daniel Kaluuya, o protagonista de "Corra!". Claro, as outras atrizes também arrebentam, sem exceção. Para quem curte filme com protagonistas que botam pra quebrar e são duras na queda, "As viúvas" é um filme mega imperdível.

 

Resultado de imagem para rasga coração filme

Rasga Coração - 2018

MEGA 1080p

Oduvaldo Vianna Filho foi um dos grandes escritores brasileiros um grande cronista que retratava com humor, doçura e melancolia, a vida comum das pessoas que transitavam em meio à ditadura, amor, traições, conflitos familiares. "Rasga coração" foi lançada em 1974, anos da morte de Vianinha, aos 38 anos de idade. Ficou anos proibido de ser encenado. Somente mais de uma década depois teve sua primeira montagem. Jorge Furtado, famoso roteirista e Cineasta consagrado, ficou com a missão de levar a peça para as telas. Ele atualizou a história, trazendo-a para 2 épocas distintas: anos 70, em plena ditadura, e o ano de 2013, quando começaram os movimentos nas ruas pedindo um fim à corrupção, liderado por estudantes. Manguary (Marco Ricca) trabalha numa repartição pública há mais de 20 anos. Sua esposa, Nena (Drica Moraes), é dona de casa. O filho deles, Luca (Chay Suede) está estudando, e começa a participar de liderança estudantil, ajudado pela sua namorada Mil (Luisa Arraes). Inconformados com os rumos conservadores da escola, eles passam a discutir movimento nas ruas. Os pais de Luca não concordam com o rumo do filho, mas ao mesmo tempo, Manguary se lembra de seu tempo de líder estudantil (João Pedro Zappa), e a sua amizade com Bundinha (George Sauma), um artista que vive de trambiques. Manguary também teve seus entraves com seu pai, e parece que, décadas depois, a história se repete. Jorge Furtado sempre foi famoso por escalar atores de peso em seus filmes. Em "Rasga coração", ele conta com a ajuda mais do que luxuosa de atores fortes, que dão suporte a personagens bastante esquemáticos. As frases em sua maioria são aquelas construídas como frases de efeito, mas tudo bem, em um filme onde se discute política e lições de vida e moral entre gerações, isso se torna inevitável. Também me incomodou o tom do personagem de George Sauma, graus acima dos outros personagens. Tudo bem que ele, como Artista, quer ser o vanguarda, o engraçadinho, o prafrentex, mas saiu ficou muito distante dos outros personagens. No mais, destaque total para Marco Ricca, Drica Moraes e Chay Suede, que estão ótimos.

Maze Runner 3: A Cura Mortal (2018)

MEGA

No terceiro filme da saga, Thomas (Dylan O' Brien) embarca em uma missão para encontrar a cura para uma doença mortal e descobre que os planos da C.R.U.E.L podem trazer consequências catastróficas para a humanidade. Agora, ele tem que decidir se vai se entregar para a C.R.U.E.L e confiar na promessa da organização de que esse será seu último experimento. 

Buscando... - 2018

MEGA

Surge um novo Shayamalan no Cinema! Filme foda em todos os sentidos: Roteiro, Direção, montagem, concepção visual, trilha sonora, atuação!! A linguagem do found footage já está mais do que gasta no cinema. Sabendo disso, o roteirista e Cineasta Aneesh Chaganty resolveu fazer diferente: ele pegou a ideia do filme de guerra de Brian de Palma, “Redacted”, que mostra uma guerra inteira exibida nas telas somente em monitores de celular, filmadoras, Skype, etc, sem nunca filmar os atores fora desse ambiente online. O filme inteiro é visto através de telas; monitor de computador em dezenas de sites, câmeras de segurança, celular, etc, tudo em tempo real. E o filme consegue prender a atenção do espectador durante os seus 100 minutos sem nenhum segundo de respiro! Tensão o tempo todo! Um resultou brilhante é impressionante! Após a morte de sua esposa por câncer, David acaba se ausentando da vida de sua filha, Margot. Um dia, ela sai para estudar, mas acaba desaparecendo. De início David acha que ela quis pregar uma peça nele, mas aos poucos ele começa a se desesperar: procura por conhecidos dela, lugares onde ela possa estar. Inconformado, ele procura a polícia. E aí luta contra o tempo para tentar descobrir o paradeiro dela. O filme o tempo todo exala o suspense de Hitchcock e as pegadinhas de roteiro de Shayamalan. Inteligente, criativo, e sempre surpreendente, o filme ainda lança ao estrelato John Choo, que interpretou Sulu na nova franquia de “Star Trek”. Um elenco protagonizado por orientais, nessa nova onda de Hollywood que resolveu buscar nos asiáticos o seu novo filão de sucesso, vide o mega sucesso de “ Podres de ricos”.

 

Pela Janela (2018)

UPTOBOX

Direção: Caroline Leone

Rosália (Magali Biff) é uma dedicada operária de 65 anos que dedicou a vida ao trabalho em um fábrica de reatores da periferia de São Paulo. Certo dia acaba demitida e é consolada pelo irmão José (Cacá Amaral), com quem vive. Ele resolve levá-la em uma viagem de carro até Buenos Aires com o objetivo de distraí-la e no país vizinho Rosália vê pela primeira vez um mundo desconhecido e distante de sua vida cotidiana.

 

Talvez uma História de Amor - 2018

MEGA

Dirigido por Rodrigo Bernardo

Elenco:

  • Mateus Solano como Virgílio
  • Thaila Ayala como Clara
  • Totia Meirelles como Dra. Marcia Bruner
  • Dani Calabresa como Lisa
  • Bianca Comparato como Katy
  • Nathalia Dill como Fernanda
  • Paulo Vilhena como João
  • Juliana Didone como Melissa
  • Isabelle Drummond como Cintia
  • Jacqueline Sato como Carolina
  • Marco Luque como Otavio
  • Cynthia Nixon como Toni
  • Gero Camilo como Antonio
  • Elisa Lucinda como Simone
  • Cláudia Alencar como Bianca
  • João Côrtes como Lucas
  • Flávia Garrafa como Denise

Quando chega em casa, após mais um dia corriqueiro no trabalho, Virgílio (Mateus Solano) liga a secretária eletrônica e ouve um recado perturbador. É uma mensagem de Clara (Thaila Ayala), comunicando o término do relacionamento dos dois. Virgílio, então, entra em choque e ouve repetidamente a mensagem, buscando algum sentido. O término não é o problema; o problema é que Virgílio, solteiro, não faz a menor ideia de quem seja Clara. 

 

rafinha-bastos-ultimato

Rafinha Bastos: Ultimato (2018)

MEGA

Uma piada de mau gosto quase custou a sua carreira. Rafinha Bastos fala sobre isso e muito mais, incluindo seu divórcio e a descoberta de um novo amor. 

Resultado de imagem para narcos méxico

Narcos: Mexico (2018)

MEGA 01 / 02 / 03 / 04 / 05 / 06 / 07 / 08 / 09 / 10

A ascensão do Cartel de Guadalajara durante a década de 1980, quando Félix Gallardo (Diego Luna) assume o comando e promove a unificação do tráfico para construir um império no país. Enquanto isso, Kiki Camarena (Michael Peña), um agente da DEA, se muda para a cidade mexicana com a família e começa a investigar os narcotraficantes locais.

 

AXL: O Cão Robô (2018)

MEGA

A.X.L. é um cão robótico ultra secreto que desenvolve uma amizade especial com Miles, e vai fazer todo o possível para proteger seu novo companheiro.