Sites Grátis no Comunidades.net As melhores Plataformas Grátis: Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal
2016
2016

 

 

 

Resultado de imagem para doutor estranho filme

Doutor Estranho (2016)

Download MEGA

Stephen Strange (Benedict Cumberbatch) leva uma vida bem sucedida como neurocirurgião. Sua vida muda completamente quando sofre um acidente de carro e fica com as mãos debilitadas. Devido a falhas da medicina tradicional, ele parte para um lugar inesperado em busca de cura e esperança, um misterioso enclave chamado Kamar-Taj, localizado em Katmandu. Lá descobre que o local não é apenas um centro medicinal, mas também a linha de frente contra forças malignas místicas que desejam destruir nossa realidade. Ele passa a treinar e adquire poderes mágicos, mas precisa decidir se vai voltar para sua vida comum ou defender o mundo.

Capitão America: Guerra Civil (2016)

Download MEGA

Alguém precisa renomear esse filme e chamar de "Os Vingadores 3". Com exceção do Thor e do Hulk, tá todo mundo no nome, e bem distribuído. Ou seja, não é só o Capitão America, e para surpresa, outros super heróis surgem... parece que a Marvel em peso resolveu comparecer no filme. Fico imaginando os salários astronômicos para comportar tanta gente no filme. Até Marisa Tomei aparece no inusitado papel de Tia May, do famoso Peter Parker. Os cineastas Anthony e Joe Russo decididamente são os melhores Diretores de toda a franquia da Marvel. Eles misturam em doses cavalares ação, humor e dessa vez, um arco dramático que vai balançar toda a estrutura emocional dos super heróis. E claro, tudo em nome da vingança. O que seria dos filmes de super-heróis se os vilões não tivessem sede de vingança? Daquelas que dizimam milhares de pessoas inocentes, mas quem se incomoda com elas? Após um incidente aonde inocentes morrem, o Governo resolve adotar uma medida drástica: impôr aos Vingadores que eles hajam apenas sob orientação do Governo. Capitão America alega que ele precisa ter liberdade, ao passo que o Homem de Ferro concorda com o Governo. Assim, 2 times de super heróis se formam para poder mostrar ao Mundo quem é que manda. Enquanto isso, o verdadeiro vilã, Zemo (o alemão pop star Daniel Bruhl) tenta botar seu plano em ação. Além da elogiadíssima direção e da edição frenética, podemos também dizer que o elenco em peso está excelente e super sintonizado com os personagens que interpretam. A cada herói que surge, o público vibra. O filme no entanto, me pareceu longo demais, a ponto de eu ficar torcendo para o filme acabar logo e o que faltava resolver na trama vir em uma continuação. Efeitos especiais incríveis e uma divertida citação de "O império contra ataca".

HEADSHOT (2016)

DOWNLOAD MEGA

Coube à Indonésia realizar um dos melhores filmes de ação dos últimos tempos. Violento, estilizado, repleto de lutas coreografadas e com um roteiro que mescla clichês de forma emocionante e funcional. Existe até uma homenagem ao filme de Dennis Villeneuve, "Incêndios", e a famosa cena do ônibus. A história é simples: Um homem surge semi-morto na costa de uma cidade da Indonésia, e é resgatado. Com amnésia, ele é levado até o hospital público. Ailin, uma jovem médica, cuida dele. O que ele não imagina, é que uma quadrilha de perigosos bandidos estão em seu encalço. Ação do início ao fim, e com um casal protagonista carismático (o ator Iko Uwais protagonizou outro grande sucesso da Indonésia, o policial "The raid"), "Headshot" é um filme que reinventa o gênero de ação, com cenas espetaculares.

INVASÃO ZUMBI (2016)

Download MEGA

Escrito e dirigido por Yeon San Ho, "Trem para Busan" é um impressionante longa de terror e ação que abalou o Festival de Cannes em 2016. Yeon San Ho é o realizador da obra-prima da animação "O rei dos porcos", e aqui, se brinca e se diverte com todos os clichês dos filmes de zumbis. Hoje em dia, com o sucesso do seriado "The walking dead", é difícil algum filme de zumbis atrair a atenção dos espectadores. Tudo vira um pastiche insosso sobre a luta pela sobrevivência e o quanto o ser humano é mais cruel que os próprios mortos-vivos. Porém, existem 2 grandes diferenças aqui nesse filme sul coreano: 1) Assim como no excelente "O hospedeiro", de Bong Joon Ho, que fala sobre um enorme monstro que invade Seul e sequestra uma menina, desestabilizando a família dela, aqui em "Trem para Busan" o elemento chave são as relações familiares. 2) Os efeitos são ótimos, e os exageros narrativos dos filmes sul coreanos se encaixam perfeitamente aqui na narrativa. Um jovem empresário, egocêntrico e manipulador, precisa levar a sua filha pequena de Seul até Busan, e para isso, pegam um trem no trajeto, eles descobrem que o trem está repleto de pessoas infectadas com um vírus que os transformam em zumbis. Juntos de outros sobreviventes, eles procuram uma forma de escapar dali. Mesmo com uma longa duração, de quase duas horas de duração, o filme diverte e emociona. Alguns momentos podem soar piegas, mas esse é o grande diferencial dessa produção com outros filmes do gênero, que é trabalhar com os sentimentos. Mesmo sendo um filme de zumbis, o roteirista não se esquece que os seus personagens são reais e não meras caricaturas. No elenco, Gong Yoo e Kim Soo An brilham como o pai e filha, e de fato, torcemos por eles. Uma história à moda antiga, onde nos importamos com os personagens principais e ficamos com muita raiva dos vilões.

Esquadrão suicida (2016)

Download MEGA

Dirigido pelo cineasta de "Dias de treinamento", "Marcados pela morte" e "Coração de ferro", todos bons filmes, David Ayer recebeu a incumbência de escrever e dirigir um filme da DC Comics com os personagens mais politicamente incorretos que existem. A expectativa sobre os anti-herói vilões do "Esquadrão suicida" era muita, principalmente entre a galera nerd. No entanto, assim que foi lançado, o filme foi massacrado pela crítica mundial. Eu saí do dia da estreia com a sala lotada e o que vi na sessão do cinema foi o público aplaudindo ensandencidamemte. Não me guio pela crítica, e achei interessante a reação da plateia, que pelo visto, aprovou a adaptação. Não sou aficcionado por quadrinhos e nunca havia sequer ouvido falar do "Esquadrão". O que achei? Achei o filme ok, assim como tantos filmes ok de super heróis, que servem como passatempo e encher nossos ouvidos de barulhos de explosões e afins. O roteiro tem problemas, o vilão não mete medo em ninguém e mais grave: são apresentados personagens demais na história e pouco tempo para desenvolver tanto sub-plot. Quanto aos personagens, obviamente o destaque vai para o casal Coringa e Arlequina (Jared Leto e Margot Robbie). Will Smith, como o Pistoleiro até tenta, mas não consegue chamar os holofotes para si. É um filme sem alma: a gente assiste, assiste e no final não fica quase nada. Minto: fica a brilhante presença de Viola Davies em cena.

Resultado de imagem para gigantes do brasil serie

Gigantes do Brasil (2016)

Assista Online - EPISÓDIOS:
Episódio 1 - Matarazzo
Episódio 2 - Farquhar
Episódio 3 - Martinelli
Episódio 4 - Guinle

Muito antes de batizarem avenidas e prédios país afora, Percival Farquhar, Guilherme Guinle, Francesco Matarazzo e Giuseppe Martinelli ajudaram a transformar uma nação agrária em potência industrial. A história deles será contada em “Gigantes do Brasil”, minissérie que será exibida neste sábado (4) e domingo (5), às 21h45, no canal pago History.

Cada um dos quatro episódios joga luz sobre um dos personagens já citados mesclando reconstituição de época e depoimentos, a exemplo da série “Gigantes da Indústria”. Assim, a narrativa dramatúrgica é enriquecida por falas de historiadores, biógrafos e empresários como Luiza Trajano (Magazine Luiza) e Walter Torre (W Torre).

Tadeu Di Pietro vive Francesco Matarazzo (na foto), o italiano que chegou falido ao país em 1881 e ajudou a fundar a indústria local a partir da instalação de um moinho. A série mostra ainda a trajetória de Percival Farquhar (Alexandre Barros), que idealizou a ferrovia Pan-Americana, de Giuseppe Martinelli (Fernando Nitsch), responsável pelo primeiro arranha-céu de São Paulo, e Guilherme Guinle (Ricardo Monastero), que atuou diretamente na exploração do petróleo nacional.

Realizada pela Boutique Filmes, em coprodução com o History, “Gigantes do Brasil” se valeu de computação gráfica, além de figurinos e cenários de época, para reconstruir o Brasil do final do século 19 até a metade do século 20. A minissérie contou ainda com mais de 228 horas de gravação, em mais de 50 locações, e teve a participação de 99 atores e 422 figurantes.

O COMEÇO DA VIDA (2016)

Download MEGA

Da mesma diretora de "Muito Além do Peso" e "Criança a Alma do Negócio". Um dos maiores avanços das neurociências foi a comprovação de que os bebês são muito mais do que uma mera carga genética. Hoje, é sabido que o desenvolvimento humano caracteriza-se pelas interações dos aspectos genéticos, relacionais e ambientais. Sendo assim, o Filme nos convida para a seguinte reflexão: Estamos cuidando bem dos primeiros anos de vida, daqueles que definem tanto o presente quanto o futuro da humanidade?
Direção: Estela Renner 

Resultado de imagem para mãe só há uma

Mãe só há uma (2016), de Anna Muylaert

Download MEGA / Senha: soumegafilmes.com

Um filme de uma das cineastas mais premiadas do ano de 2015, que realizou o petardo "Que horas ela volta!", com certeza iria provocar um grande buchicho e curiosidade. As comparações seriam inevitáveis. A grande maioria das pessoas que assistiram dizem que o filme com a Regina Casé é melhor. Pode até ser. Mas "Mãe só há uma" tem muitas qualidades, e a principal dela eé o brilhante trabalho de direção de atores de todo o elenco. Desde talentos incontestáveis como Matheus Nachtergaele, até lançamentos muito bem vindos, principalmente do protagonista Naomi Nero, excepcional. O roteiro abraça muitas histórias e vertentes, mas a principal gira em torno da história de uma família de classe média: mãe viúva e dois filhos. Um adolescente, Pierre, e uma menina. Pierre é bissexual com fetiche em vestir roupas femininas. Um dia, os irmãos descobrem que não são irmãos e pior: que a mãe deles não é a mãe biológica. Eles foram roubados na maternidade. Baseado numa história real, o filme trabalha um olhar documental: planos lentos, ações sem pressa. É um filme que incomoda, que instiga, que questiona. Com isso tudo, a filme ainda brinda o espectador com cenas memoráveis: a do boliche, a do vestiário. 

Holocausto Brasileiro (2016)

Download MEGA

Direção: Daniela Arbex, Armando Mendz

Adaptação do livro homônimo escrito por Daniela Arbex, este é um retrato aprofundado e contundente sobre os eventos que ficaram conhecidos como Holocausto Brasileiro, ou seja, o grande genocídio cometido contra os pacientes psiquiátricos do hospício de Barbacena, em Minas Gerais, local onde os pacientes eram torturados, humilhados e assassinados.

Beduino (2016)

Assista Online

Um casal bastante curioso - dramaturgos de sua própria existência na qual a arte surge acompanhada de uma singular pretensão metafísica - procura pela coisa mais difícil, através de repetidas e variadas representações, em um cenário de luz onde se misturam esperança e desespero.

Dirigido por: Júlio Bressane

Elenco:

  • Alessandra Negrini
  • Fernando Eiras

Resultado de imagem para o tablado O BEIJO NO ASFALTO

O BEIJO NO ASFALTO (2016) Teatro

Assista Online

Direção: Fernando Melvim

Resultado de imagem para PRETÉRITO imPERFEITO filme

PRETÉRITO IMPERFEITO (2016)

ASSISTA ONLINE

 Direção de Cauê Bonifácio e Marcondys França

ELENCO:

Dill França, Marcondys França, Raimundo Moura, Chay Gaspar, Jonas Abraão e Ananda Ribeiro.

Lucas vive uma relação conturbada com sua mãe, uma mulher fria e bem sucedida, divorciada do marido há 15 anos Laura encontra no trabalho refúgio para suportar a ausência o desprezo do filho. Lucas por sua vive uma vida desenfreada, irresponsável abusa do uso de drogas e bebidas, até que por ironia do destino o jovem é acometido por uma grave doença que lhes serve de alerta para resgatar valores há muito deixado para trás e deste modo acertarem diferenças do passado e descobrirem sentimentos a muito adormecidos.

PUTTA (2016)

Assista Online

Documentário de conclusão do Curso de Audiovisual da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), o filme companha depoimentos de 3 prostitutas: a dona de um Bordel, Pantera; a travesti Diva Santos e a trans Xayenne Prado. Todas as 3 são moradoras de Foz do Iguaçu. Elas relatam dramas de abuso sexual, estupros, bullying, e a força que encontraram para poder sobreviver da prostituição. Elas não tem o menor pudor ou constrangimento em atuar na profissão. Bem resolvidas, lutam para continuar na pista. Pantera, por exemplo, hoje em dia é avó, e com o dinheiro do bordel que ela sustenta filhos e netos. O filme começa com um pequeno relato sobre a origem etimológica da palavra "putta", e depois, sobre o período fértil da prostituição na região por conta da construção da Usina de Itaipu, e a consequente migração para a região de serra Pelada e a decadência do local. Didático e sem grandes arroubos de criatividade, o filme se apoia totalmente nos depoimentos e no carisma das mulheres, principalmente de Diva, que é divertida na sua luta, mesmo em momentos de tragédia, ela encontra forças para se levantar.

Aquilo que os jovens chamam de música (2016)

Assista Online

Delirante curta-metragem, que na verdade é um projeto piloto para uma web série de 5 episódios. A idéia da dupla de diretores é mostrar a cena musical brasileira. Nesse piloto, o foco é a noite underground e hype da capital paulista. O filme mescla linguagem documental e ficcional. Através de uma protagonista sem nome, anônima como todos os que aparecem no filme, descobrimos sensações referentes ao que significa pertencer a esse universo tão particular, tão hedonista, tão libertador. Nas festas, nos clubes, a pessoa pode ser quem ela quiser. Ela cria fantasias, se entregue a um mundo de prazeres, conectados ao som de música eletrônica. Não importa a raça, o sexo, a camada social ao qual a pessoa pertence. O que interessa, é que ela se entregue ao som e a hipnótica magia das pistas de dança. Narrado em voz pela protagonista, que compara a sensação de prazer ao universo em efervescência, o filme apresenta belas imagens da cena eletrônica, sempre permeado por cores vibrantes. Um filme que faz "viajar", se desplugar da vida real. 

Uma noite em Sampa (2016)

Download MEGA / 4Shared / GoogleDrive

Ugo Giorgetti é bastante conhecido pelos seus filmes "Sábado" e " Festa", dois exemplos de comédias anárquicas que acontecem em São Paulo, com personagens perambulando em uma única locação e fazendo critica ácida ao universo burguês contrastando com as pessoas do povo. Agora em "Uma noite em Sampa", Giorgetti radicaliza o seu tema favorito em uma alusão explicita `a obra-prima de Luiz Bunuel, "O anjo exterminador". Giorgetti se apropria da metáfora de luta de classes e de burgueses que não conseguem sair do local sem nenhuma explicação lógica, e transforma tudo em uma grande pantomina teatralizada. Após o encerramento de uma noite em um espetáculo no Teatro Ruth Escobar, no centro de São Paulo, um grupo de paulistas ricos do interior seguem a guia até o ônibus que os levará de volta pra casa. Para a surpresa de todos, o motorista despareceu. A guia se desespera, as pessoas se irritam e tudo vira um caos. No entanto, algo inexplicável os impede de pedirem ajuda para as pessoas que passam por ali. Pior: eles não sem de lá! Poderiam caminhar até o centro e de lá pegar taxi ou Uber. Mas aí seria um outro filme. O que Giorgetti quer, é criar a mesma fábula de humor negro exasperante sobre um grupo de burgueses que nada fazem para saírem daquela situação de inércia. Discutem, discutem e continuam no mesmo lugar. A narrativa de Giorgetti é totalmente teatral, e para deixar mais clara essa informação, os atores se misturam a manequins, sem terem nenhum estranhamento em relação a isso, como se eles também fossem meros marionetes. O filme é bem curioso e sustentado por um excelente time de atores de teatro paulista. Os tipos são bem definidos em seus estereótipos. Diverte, mas também cansa, pois lá pela metade do filme tudo se repete e fica redundante. A fotografia do Mestre Walter Carvalho ajuda a criar uma atmosfera onírica, pois o filme todo acontece durante a noite ( que loucura deve ter sido rodar esse filme todo na noturna!!).

Corpo elétrico (2016)

Download OpenLoad

Longa de estréia do Cineasta mineiro Marcelo Caetano, do premiado curta "Na sua companhia" e co-escrito com Hilton Lacerda, de "Tatuagem", "Corpo elétrico" fala sobre sexualidade e proletariado, numa mistura explosiva. No bairro de Bom Retiro, o paraibano Elias (Kelner Macedo, excelente), trabalha como assistente da estilista de uma confecção. Jovem talentoso, Elias tem a sexualidade aflorada: gay assumido, ele tem vários amantes, sai para as ruas para fazer pegação e ainda dando em cima de um novo funcionário, o africano Fernando. O patrão de Elias fica incomodado por ele não ter medida de hierarquia com os subalternos: trata todos por igual. Discutindo a camaradagem entre colegas de trabalho e também a liberdade sexual, Marcelo Caetano quer falar sobre uma geração que quer ser livre de conceitos e pré-conceitos. O elenco, todo atuando de forma naturalista, está excelente. Uma pena que a maravilhosa Nash Laila apareça tão pouco. As cenas com as transformistas são hilárias, e as cenas de sexo, desglamourizadas, bem sacanas. Vale assistir ao filme, totalmente adulto e para Cinéfilos sem frescura, que terá tesão sem vulgaridade para o Cinema.

De Onde Eu Te Vejo (2016)

Assista Online

Direção: Luiz Villaça

ELENCO:

Denise Fraga (Ana Lúcia)
Domingos Montagner (Fábio)
Manoela Aliperti (Manoela)
Marisa Orth (Olga)
Juca de Oliveira (Afonso)
Fúlvio Stefanini (Hélio)
Laura Cardoso (Yolanda)
Laila Zaid (Fernanda)
Théo Werneck (Kleber)
Marcello Airoldi (Marcelo)

O cineasta Luiz Villaça provavelmente se inspirou no cult "Medianeiras" e realizou um dos filmes de atmosfera mais argentinas do cinema brasileiro. Com uma excelente fotografia de Alexandre Ermel, que valoriza as emoções agridoces da história, e atuações bulhastes e comoventes de Denise Fraga e Domingos Montagner, o filme só não é melhor por conta de 20 minutos a mais que ele tem. Quando o filme parece se encaminhar para um desfecho... Começa tudo de novo. E aí a barriga já tomou conta de todo o projeto. E aquela sensação de estar vendo uma das Melhores comédias românticas brasileiras se esvai. De qualquer forma, a metáfora do relacionamento que o filme se propõe, comparando a destruição e demolição de prédios de São Paulo a uma história de amor de 20 anos que se dissolve é muito bonita. "Manhattan" de Woody Allen também me vem à mente, uma vez que Luiz Villaça faz aqui sua homenagem a cidade que ele mora e ama. Denise e Domingos interpretam um casal que se separa e resolvem morar um de frente para o outro. Através das janelas de seus prédios, eles se veem, se controlam e se observam. O elenco de veteranos, Juca de Oliveira, Laura Cardoso, Fulvio Stefanini e Marisa Orth entregam paixão a um filme destinado a fazer refletir sobre os caminhos que levamos para as nossas vidas. Vale super a pena assistir e constar que Denise Fraga é uma super atriz que merece colher mais louros em sua carreira.

Ver a imagem de origem

EM NOME DA LEI (2016)

Assistir Online

Diretor de inúmeros grandes sucessos , como " O homem da capa preta" , " Guerra de Canudos" e "Lamarca", Sérgio Rezende volta ao cinema político envolto em trama policial em narrativa típica do cineasta grego Costa Gavras. Baseado em história real, o filme narra a trajetória do juiz Vitor ( Mateus Solano), um juiz federal que veio de São Paulo para uma cidade que faz fronteira com Brasil e Paraguai, ou seja, terra de ninguém. Chegando lá, ele vem cheio de sede de justiça: colocar na cadeira o traficante Gomez (Chico Diaz), homem poderoso apoiado por 80 por cento da cidade e tudo como herói. Para auxilia-lo em sua missão, ele se une à procuradora Alice ( Paolla Oliveira) e o policial Elton (Eduardo Galvão). Traições e reviravoltas entram em seu caminho, e Vitor luta contra o tempo. Sérgio Rezende surpreende fazendo um filme dentro da melhor tradição do gênero filme de ação, com uma técnica de primeira qualidade. O filme não faz feio e podemos desculpar qualquer deslize do roteiro por conta de um elenco competente e onde as participações se destacam. Gustavo Nader diverte no papel de um oficial da justiça, o cinema todo vem abaixo com as suas tiradas hilárias. Bela fotografia do craque Nonato Estrela. Ótima produção que valoriza as locações e mostra grandiosidade na trama.

Resultado de imagem para não se esqueça de fechar a janela

Não se esqueça de fechar a janela (2016)

Assista Online

Um filme de Fabiano Cafure

Dois apartamentos e uma lente curiosa que captura verdades inimagináveis. Através de sua janela, Letícia (Sylvia Oliveira) fotografa o cotidiano dos vizinhos. Dentre eles, está Bruno (Felipe Câmara), que leva uma vida aparentemente comum, mora com o pai e tem um namoro estável com a bela Duda (Isis Pessino). Entre clicks e tragadas, ela descobre que o rapaz guarda um segredo capaz de mudar o destino de todos os personagens dessa história. Não Se Esqueça De Fechar a Janela, é pela brecha que o privado transforma-se em público.

Resultado de imagem para doidas e santas

Doidas e Santas - 2016

Download MEGA

Direção: Paulo Thiago

Após 20 anos de casamento, Beatriz decide mudar de vida. Para tanto, ela resolve se divorciar e experimentar um mundo até então desconhecido.

Ver a imagem de origemResultado de imagem para a-frente-fria-que-a-chuva-trazResultado de imagem para a-frente-fria-que-a-chuva-traz

A frente fria que a chuva traz (2016)

Download Ulozto

Em 2012, o cineasta independente americano Harmony Corine realizou o cult "Spring breakers". No filme, as atrizes teens e ídolos de toda uma juventude saudável escandalizaram seus fãs, ao protagonizarem cenas de sexo, uso de drogas e muita bebedeira. Pior: elas (Selena Gomez, Vanessa Hudgens e até mesmo James Franco) eram bandidonas, representando o que de pior havia na geração dourada americana. Em 2015, o cineasta Neville D' Almeida, famosos por alguns dos filmes mais sacanas e libidinosos da história do cinema brasileiro ("A dama do lotação", "Os 7 gatinhos"), pega o livro do ator e escritor Mario Bortolotto e adapta aquilo que chamo de "Rio Babilônia" versão remix. Para quem nunca viu, "Rio Babilônia" é talvez um dos filmes mais polêmicos do Cinema brasileiro. Ídolos da garotada, como Bruna Linzmeyer, Chay Suede, Jonny Massaro e Juliana Lohhmann protagonizam cenas onde alguns dos diálogos mais suaves não fica abaixo de "Quero chupar seu p...", "Vou dar meu c...", "quero cheirar pó", e por aí vai. Provavelmente, por um bom tempo, nenhum espectador verá algum desses atores fazendo cenas que cheguem aos pés do que verão em uma hora e meia do filme de Neville D'almeida. É muita execração, depravação, sordidez, putaria, sacanagem elevados a mil. A grande diferença de "Rio Babilônia" com "A frente fria que a chuva traz"? Comparar os 2 filmes mostra como a sociedade ficou careta. Nos anos 80 o filme de Neville mostrava cenas de sexo explícito com atores globais: Denise Dumont e Christiane Torloni em cenas para lá de tórridas e proibidas. Em pleno ano de 2016, o máximo que vemos no filme novo de Neville é uma bunda masculina e um par de seios. Ficou perigoso expôr os atores, os espectadores protestam. O olhar ficou diferente, e as intenções também. As minorias estão aí, levantando bandeiras, e até uma cena onde uma das meninas é quase estuprada no morro já não tem mais a mesma força de filmes de outrora de Neville (basta lembrar do estupro em Vera Fisher no filme "Navalha na carne"). O filme acontece em um dia. Um grupo de jovens novo-ricos alugam uma laje no Morro do Vidigal e resolvem fazer uma festa regada a sexo, drogas e música eletrônica, sem se preocuparem com os excessos. No meio da festa, um convidado especial: O cantor sertanejo Raposão, em hilária atuação de Michel Melamed, interpretando um cover de Latino. Entre os organizadores da festa, estão Espeto (Chay Suede), Alisson (Jonnhy Massaro) e uma conhecida deles, a sem teto Armsterdã (Bruna Linzmeyer). Juliane Araújo, Natalia Lima Verde, Marina Provenzzano, Juliana Lohhman, Flavio Bauraqui e mais os outros atores citados estão ótimos: crus e com os pés chafurdados na marginalidade, sem medo de se exporem em cenas e diálogos de muita baixaria. Parabéns a todos eles. Destaque também para a fotografia de Kika Cunha, e para as belas locações no Vidigal, que proporcionam ao espectador que não está acostumado com a proximidade da riqueza e da pobreza um olhar que fica entre o acachapante e o inóspito. Difícil recomendar o filme a quem não esteja livre para mergulhar nas profundezas do inferno carioca.

Resultado de imagem para o caseiro filme de terror download

O Caseiro (2016)

Assista Online / Download MEGA

Estrelando em longa aos 28 anos, Julio Santi ousa ao começar a sua carreira como diretor de um filme de suspense, um dos gêneros mais injustiçados aqui na plateia brasileira, em se tratando de produto nacional. Mas como resultado geral, ele fica com um gostinho de dever cumprido. Não considero os filmes do Zé do Caixão como suspense, para mim os filmes dele são categoria à parte. Os filmes do Marcos Dutra, "Trabalhar cansa" e "Quando eu era vivo" são autorais demais para serem considerado filmes de público. Assim, "O caseiro" acaba saciando o desejo da plateia adolescente e adulta que quer apreciar um filme brasileiro que brinca com a cartilha do gênero. Tem tudo ali: boneca, reviravoltas no final, caseiros que assustam, espíritos que surgem, lago sinistro, casa assombrada isolada da cidade, crianças misteriosas... tecnicamente, o filme acerta em cheio e é um de seus pontos fortes; trilha sonora e fotografia focados para provocar sensações de tensão. A história gira em torno de Davi (Bruno Garcia), um professor de psicologia que diante uma aula onde discorre sobre paranormalidade, é procurado por uma jovem (Malu Rodrigues) para passar uns dias em sua casa de campo e avaliar a situação de sua irmã pequena: o pai acredita que ela está sendo ameaçada pelo espírito do caseiro, que se matou a 45 anos atrás e quer possuir o corpo da menina. Davi vai aos poucos descobrindo o verdadeiro pavor que tomou conta do local. Denise Weimberg interpreta a tia da menina, e é curioso porque ela e Bruno Garcia já trabalharam juntos na franquia "De pernas Pro ar". A direção faz o que pode com o roteiro que tinha em mãos. Pessoalmente fiquei um pouco confuso com o desfecho, que achei atropelado, mas quero ver de novo para tirar minhas conclusões e avaliar a reviravolta. Por isso para quem for assistir, preste bem atenção na trama. Mas é um trabalho honesto e competente que merece ser visto, até porque é uma boa surpresa como filme de um gênero que tem tudo para dar certo aqui no Brasil.

Resultado de imagem para Um namorado para minha mulher download

Um namorado para minha mulher (2016)

Download MEGA

Refilmagem do sucesso argentino "Um namorado para minha esposa", de Juan Taratuto, lançado em 2008, essa comédia romântica se diferencia de boa parte das outras produções nacionais por apostar no terceiro ato, no drama. Assim, seus atores principais, Ingrid Guimarães, Caco Ciocler e Domingos Montagner tem a oportunidade de viver ambos os lados da mesma moeda: o humor e o drama andam lado a lado, e graças a Deus, sem agir como retardados. São pessoas reais, que podemos encontrar na esquina, mesmo que o "Corvo", personagem de Montagner, tenha uma caracterização voltada pro lúdico. Ingrid Interpreta Nena, uma dona de casa casada com Chico (Ciocler), dono se uma loja de antiguidades. Eles convivem a 13 anos em um casamento que vai da felicidade até a rotina. Irritante ao extremo, Nena é o tipo de mulher que todo mundo quer bem longe. Até que Chico é apresentado ao "Corvo", um artista de circo sedutor, contratado por maridos que querem se desfazer de suas esposas. Chico o contrata para seduzir Nena e assim terminar o casamento. Mas o que ele não poderia esperar, era que fosse sentir ciúmes do Corvo. Com uma bela direção de Julia Rezende, junto de seu parceiro cinematográfico, o fotógrafo Dante Belutti, o filme tem todo um visual de filme argentino, que vai da decupagem as cores mais escuras em tons europeus. Deliciosa trilha sonora repleta de releitura de clássicos pop nacionais e internacionais. E os roteiristas ainda atualizaram os diálogos, trazendo um discurso feminista para a personagem de Nena.

O silêncio do céu (2016)

Download MEGA

Quando "Trabalhar cansa" foi lançado, fiquei muito feliz de ter acabado de assistir a um filme diferente, usado, que fazia referências ao cinema de David Lynch, repleto de mistérios e interrogações, com um trabalho de ator brilhante de Marat Descartes. Logo depois, Marco Dutra lançaria "Quando eu era vivo", igualmente com belas atuações de Antonio Fagundes, Marat Descartes e Sandy. Agora, em seu terceiro longa, Dutra comprova o que já sabíamos: ele é um excelente Diretor de atores. Carolina Dieckmann oferece aqui o que muitos críticos alardeiam como a sua melhor performance. No papel de Diana, ela interpreta uma mulher casada com Mario (Leonardo Sbaraglia), um homem cheio de medos e fobias. A relação do casal está bastante desgastada. Ela abandonou o Brasil e mora com ele no Uruguai. Um dia, ao voltar para casa, Mario assiste Diana sendo estuprada por 2 homens. Apavorado, ele não reage, e nada faz para impedir o estupro. Ao chegar em casa, Diana também nada comenta sobre o ocorrido. Mas a angústia do fracasso e de presenciar sua esposa sendo estuprada faz com que Mario vá se tornando um homem diferente, em busca de vingança. Bem dirigido, é um filme seco, angustiante. A ausência de música aumenta esse sentimento de vazio e de sofrimento. O ritmo é bem lento, e as peças do quebra-cabeça vão se formando ao longo da narrativa. As narrações em off me cansaram, ficaram bastante didáticas e não acho que seriam necessárias, preferia que ficasse tudo em silêncio mesmo. É um filme que exige paciência do espectador e um tempo para maturar após terminada a sessão. Participação especial de Chino Darin (filho de Ricardo), no papel de um dos estupradores. O filme ganhou um prêmio especial do juri em Gramado 2016.

 

Curumim - O Homem Que Queria Voar (2016)

Assista Online

Em 18 de janeiro de 2015, o brasileiro Marco Acher foi fuzilado por um pelotão na Indonésia, após cumprir 11 anos de prisão e ser condenado 1ª morte por tráfico de drogas. Em 2012, Acher convidou o cineasta Marcos Prado para realizar um documentário sobre a sua vida, pois ele não queria ser lembrado como sendo o primeiro brasileiro à ser condenado à pena de morte na Indonésia. Assim, o filme faz um registro emocionante e cru sobre quem era Acher: playboy, filho de pais separados, criado pelas empregadas, traficante de drogas que atuou em vários países, bon vivant, nunca estudou e nunca trabalhou. Após um acidente com asa delta em Bali, ele contraiu uma dívida e 350 mil dólares, e para pagar, teve que contrabandear cocaína do Peru para a Indonésia. Ao ser flagrado portando a droga no aeroporto de Jacarta, ele fugiu e durante os dias como fugitivo, a imprensa sentenciou que, assim que for preso, ele será condenado à morte. O filme, acertadamente, evita o tom sentimental e vê os dois lados da moeda. Marcos Prado não quer tornar Acher um mártir nem herói, mesmo porquê o próprio Acher quer que os jovens vejam o seu exemplo e não entrem para o mundo do tráfico. A grande discussão do filme é a legalidade da pena de morte em alguns países, e se o fato da pessoa permanecer tanto tempo presa já não vale como a pena a ser paga. Ver o documentário e testemunhar a decadência física e moral de Acher é bem doloroso. Um filme comovente e forte, com excelente material de arquivo.

Resultado de imagem para ninguém entra ninguém sai

Ninguém Entra, Ninguém Sai - 2016 / DVD-r

Assista Online / Download MEGA

Direção: Hsu Chien

ELENCO

Emiliano d´Avila, Rafael Infante, Leticia Lima, Danielle Winits, Mariana Santos, Tatsu Carvalho, João Côrtes, Bella Piero, Renata Castro Barbosa, Guta Stresser, Gabriel Totoro, Antonio Pedro, Paulinho Serra, Anselmo Vasconcellos, André Mattos, Monique Alfradique, Sérgio Mallandro, Catarina Abdalla

Suellen é uma moça romântica, estudiosa e que tem um sonho: se casar com o namorado Edu para construir sua nova família. Quando ela é selecionada para um projeto bizarro, acredita que pode ser a chance para que o casamento aconteça mais rápido. Entretanto, ela descobre que vai ficar trancafiada em um motel barato com alguns outros casais, o que vai fazer ela repensar nos seus planos para o futuro.

Magal e os Formigas - 2016

Assista Online

Direção de Newton Cannito

Elenco:

Sidney Magal, como ele mesmo

Norival Rizzo, como João, o protagonista

Imara Reis, como Mary

Mel Lisboa, Sandra

Ester Laccava, Marlene

Teca Pereira, Elvira

Nicolas Trevijano, Sérgio

Zé Carlos Machado, Norberto

"Magal e os formigas" lembra bastante a estrutura dramática de "'A procura de Éric". No filme do inglês Ken Loach, um homem classe média baixa, fanático por futebol, passa por vários revezes na vida, até que o jogador Éric Cantona surge fantasticamente para ele, dando sugestões e mensagens de auto-ajuda. Em "Magal e os formigas", João, um aposentado casado com a dona de casa Mary, pai de dois filhos fracassados, tenta ter sorte na vida, até que o cantor Sydney Magal surge para ele como uma entidade. O grande mérito do filme de Cannito é apostar em uma comédia musical popular sem ter um único ator Global no elenco. Ele apostou em atores consagrados de teatro (Norival Rizzo, Imara Reis, Nicolas Trevijano, Riba Carlovich, ZeCarlos Machado, para dar vida a personagens losers, moradores da periferia de São Paulo. O filme traz um tom das comédias italianas dos anos 70, de Dino Risi, que tinham um doce sabor amargo de melancolia, retratando a vida simples de pobres assalariados, que sonham com uma vida melhor. Tudo é bastante ingênuo na narrativa, mas isso não é um defeito. Porém, o público de hoje em dia me parece uma incógnita, se vai apreciar essa comédia agredoce, que faz pensar ao invés de rir. O elenco está ótimo, e claro, Sidney Magal está totalmente acima do bem e do mal. A trilha sonora exagera muitas vezes para extrair humor em cenas onde não há comédia, e alguns recursos de efeito destoam (aceleração da cena, por exemplo). Mas ao final, diferente da crítica da Folha de São Paulo, ficou clara a finalidade do filme: divertir e fazer o espectador sonhar com dias melhores em tempos obscuros.

Esteros (2016)

Download UPTOBOX

'Esteros" é uma co-produção Argentina/Brasil e tem um olhar cor de rosa sobre um drama de 2 amigos que são apaixonados desde a infância, mas nunca conseguiram expressar o amor um pelo outro. Matias e Jerônimo são melhores amigos e moram na cidade de Paso de Los Libres e faz fronteira entre Brasil e Argentina. Os dois são inseparáveis, e sentem uma atração sexual mútua, mas o medo que os familiares e amigos saibam os afasta. Matias acaba se mudando com sua família para o Brasil. 10 anos depois, Matias retorna com sua namorada brasileira para o Carnaval da cidade, e acaba reencontrando Jerônimo. Os dois precisam agora lidar com esse passado que teima em não ser apagado. Drama romântico, que tinha tudo para ser o filme de cabeceira dos adolescentes gays dessa geração, não fosse ele com um ritmo extremamente lento e com um roteiro que só decide tomar partido faltando pouco para acabar. Cada década tem o seu clássico, e o que me acompanhou por um bom tempo foi "Delicada atração", filme inglês dos anos 90. "Esteros" tem um roteiro simples e sem surpresas, e dois atores simpáticos. No elenco, 2 atores brasileiros fazem participação: Renata Calmon e Felipe Titto. A falta de maior ousadia do filme talvez tenha sido uma opção do diretor para não chocar a sua platéia e torná-lo mais digerível para um grande público. 

Resultado de imagem para o outro lado do paraíso filme

O Outro Lado do Paraíso (2016) MINHATECA / DVD-r

Download Axfiles / Assista Online

Direção: André Ristum
Elenco: Adriana Lodi, Camila Márdila, Davi Galdeano, Eduardo Moscovis, Flavio Bauraqui, Iuri Saraiva, Jonas Bloch, Maju Souza, Murilo Grossi, Simone Iliescu, Stephanie de Jongh, Tais Bizerril

Antônio (Eduardo Moscovis) faz o que pode para conseguir dinheiro para o sustento do lar. Já tentou garimpo, bicos diversos, e agora pensa ter encontrado finalmente seu lugar: Brasília. Atraído pelas promessas do presidente João Goulart e pela ampla oferta de emprego, ele se muda para a capital com a esposa e os filhos. O sonho da prosperidade, no entanto, é interrompido pelo golpe militar e Antônio, envolvido com o sindicalismo, começa a viver um pesadelo.

Resultado de imagem para entre idas e vindas

"Entre idas e vindas, 2016"

Download MEGA 720 / 1080

Direção de José Eduardo Belmonte

Me sinto obrigado a começar esse texto falando da extraordinária trilha sonora de Plínio Profeta, que fez uma das mais belas comunhões cinematográficas que já tive o prazer de presenciar no cinema brasileiro: a sua música casa perfeitamente com as imagens e com o conteúdo emotivo do filme, me fazendo como espectador, marionete de sua força dramática. Fico curioso ao observar que cineastas conhecidos pela visceralidade de suas obras, amoleceram os seus corações para trazer histórias que sugerem um mundo lúdico e contemplativo, tendo a infância como referência. Cláudio Assis, o eterno "enfant terrible", nos trouxe o recente "Big jato", quase uma versão de "Os incompreendidos", de Truffaut. Belmonte, que já polemizou com muitas de suas obras pelo forte conteúdo erótico e social, surpreende com a fábula familiar "Entre idas e vindas". O filme me lembrou bastante do longa da Netflix "Amizades improváveis / The fundamentals of caring", com Paul Rudd no papel de um pai que precisa se reconectar com o seu filho. Falar do filme é óbvio demais: é óbvio o comando de Belmonte com o trabalho dos atores, é óbvio o brilhantismo da fotografia de André Lavenere, é óbvio a delícia e a Fofura do roteiro co-escrito por Belmonte e Claudia Jouvin, em cima de ideia do filho do Belmonte. E é mais do que óbvio o lindo trabalho de todo o elenco, capitaneado por Ingrid Guimarães, Fábio Assunção, Alice Braga, Rosanne Mulholland e Carol Abras. Ah, e a mais que bem vinda performance de João Assunção, filho do Fábio. O filme é um road movie, e como todo road movie, a estrada é uma metáfora da busca dos personagens por sua verdade interior. As meninas são funcionárias de um telemarketing e nas férias, resolvem pegar um trailer e seguir pela estrada de Goiânia até São Paulo, para a despedida de solteira de uma delas, Alice Braga. No caminho esbarram com Fábio Assunção e seu filho, com o carro quebrado, e lhes dão carona. Letícia Lima, Bruno Torres e Milhem Cortaz são alguns dos malucos que surgem pelo caminho. Úmero filme brasileiro do gênero " feel good movie".

Elenco

  • Ingrid Guimarães como Amanda
  • Fábio Assunção como Afonso
  • Alice Braga como Sandra
  • Caroline Abras como Cillie
  • Rosanne Mulholland como Krisse
  • João Assunção como Benedito
  • Milhem Cortaz como Seu Belmiro
  • Marisol Ribeiro como Angela
  • Thogun como Segurança
  • Letícia Lima como Recepcionista do Hotel

Resultado de imagem para o filho eterno filme

O Filho Eterno (2016)

Assista Online

Drama baseado no livro de sucesso escrito pelo curitibano Cristóvão Tezza, que narra o desafio de um pai em aceitar o seu filho que nasceu com síndrome de down. No teatro a adaptação fez um enorme sucesso, através de um monólogo apresentado pelo ator Charles Fricks. Para o cinema, Paulo Machline, realizador de "Natimorto" e "Trinta", convidou Marcus Veras, mais conhecido pelo grande público pelo seu trabalho de comediante. Esse foi o maior desafio do filme, mais até do que falar sobre o tema da aceitação dos pais diante de um filho portador de down. Desafio feito e cumprido com louvor por Veras, que alcança bela nota dramática, sem carregar no melodrama, que teria sido uma aposta mais fácil para o ator em relação ao roteiro, evitando o sentimentalismo. Debora Falabella confere dignidade e força no papel da esposa que diferente do marido, aceita o filho como ele é. O jovem Pedro Vinicius, no papel do filho, é bastante comovente e espontânea. Recomendado para quem quer assistir um projeto bonito e que busca um olhar e mensagens humanistas.

Direção: Paulo Machline

Elenco: Augusto Madeira, Débora Falabella, Marcos Veras, Pedro Vinícius, Uyara Torrente

Resultado de imagem para vampiro 40 graus download

Vampiro 40 Graus (2016)

Download MEGA / DriveGoogle

Direção: Marcelo Santiago

Após uma temporada na Transilvânia, o vampiro Vlak se aventura pelas noites do sombRio 40 graus. Ao se rebelar contra a Limbo Corporation, multinacional gerenciadora de negócios escusos, ele tem como alidada a chinesa Wang Su, atual concorrente da Limbo. Em suas andanças, Vlak tem que enfrentar o vampiro Draco, seu arqui-inimigo de infância, agora associado à Dafne, a Foice Ruiva, uma psicopata decepadora que age nas madrugadas do Rio de Janeiro.

Imagem relacionada 

"Elis" (2016), de Hugo Prata / Download MEGA

Assista Online

O Cineasta Hugo Prata estréia no longa de ficção com o emocionante "Elis", cinebiografia de Elis Regina, uma das cantoras mais populares do Brasil, que morreu de overdose aos 36 anos de idade, em 1982. Hugo Prata tem uma extensa carreira como Diretor de videoclips, mas a partir de "Elis", sua carreira com certeza sofrerá uma grande mudança. Com belíssima direção de atores, formado por um elenco tarimbadíssimo, capitaneado por uma Andrea Horta assombrosa (vencedora de melhor atriz em Gramado 2016), Zé Carlos Machado (pai de Elis), Gustavo Machado (Ronaldo Bôscoli), Lucio Mauro Filho (Miele), Rodrigo Pandolfo (Nelson Motta), Caco Ciocler (Cesar Camargo Mariano) e muitos outros prestigiados atores. A fotografia de Adrian Teijido é excelente, levando em consideração a linguagem do filme, que mescla musical, drama e linguagem jornalística. Todo mundo já conhece a história de Elis. O filme, assim como foi "Tim Maia", vai no caminho mais fácil para entendimento do público: cenas que ilustram a trajetória de Elis, desde sua chegada no Rio de Janeiro nos anos 60, seu sucesso em São Paulo, casamento fracassado com Boscoli e Cesar Camargo Mariano. Mostra também as várias amizades, o uso de drogas e bebidas e a relação com os filhos. É impossível não se emocionar com o filme, e mais difícil ainda, não enxergar Elis na figura de Andrea Horta. Palmas pela qualidade dramatúrgica e técnica, amparada por uma trilha sonora exemplar, ao som de jazz.

Resultado de imagem para minha mãe é uma peça 2 

MINHA MÃE É UMA PEÇA 2 (2016)

Download MEGA

Dirigido por César Rodrigues

Elenco

Personagem Ator/Atriz
Dona Hermínia Paulo Gustavo
Marcelina Mariana Xavier
Juliano Rodrigo Pandolfo
Carlos Alberto Herson Capri
A nova namorada de Carlos Alberto Luana Piovani
Lúcia Helena Patrícya Travassos
Iesa Amaral Leite Alexandra Richter
Tia Zélia Suely Franco
Valdéia Samantha Schmütz
Cecília Rhaisa Batista
Dona Lourdes Malu Valle
Dona Zezé Ilva Niño
Garib Bruno Bebianno
Sindico Sérgio Stern
Médico Jorge Lucas
Neto Pedrinho Davi Goulart

Participações Especiais

Ator/Atriz Personagem
Fátima Bernardes Ela mesma
Carla Prata Garota de programa

Com uma produção caprichadíssima, de alto nível técnico (fotografia, edição, direção de arte, trilha sonora, maquiagem e figurino), Dona Hermínia (Paulo Gustavo) retorna, dessa vez já totalmente em cima da carne seca: rica, bem-sucedida e com um programa de entrevistas bombando na TV. Porém, ela precisa lidar com com o desapego: a Tia Zélia ( Suely Franco) está com Alzheimer, Marcelina (Mariana Xavier) passou em um teste de elenco e vai se mudar com sua cia. teatral para São Paulo e Juliano (Rodrigo Pandolfo) também está de mudanças para lá, numa tentativa de dar uma guinada na vida. O roteiro, escrito com maestria por Fil Braz e o próprio Paulo Gustavo, diverte com situações que fizeram sucesso no primeiro filme: as relações de amor e ódio com os filhos, com a irmã Iesa (Alexandra Richter), com o marido Carlos Alberto (Herson Capri) e agora, com a chegada da outra irmã, Lucia Helena (Patrycia Travassos, impagável). As piadas são ótimas, o ritmo do filme é super dinâmico, sem tempo para dar chance a barrigas, e quando a gente menos percebe, o filme já acabou. A direção de Cesar Rodrigues confere sofisticação ao filme, com belas imagens aéreas e um ótimo trabalho de direção de elenco. As pessoas no cinema riam de rachar durante o filme todo. Paulo Gustavo prova de novo que é um dos maiores talentos no Brasil, um verdadeiro às do timing e do improviso. Uma ótima pedida para desopilar pensamentos tristes.

Resultado de imagem para uma-loucura-de-mulher 

Uma Loucura de Mulher (2016)

Download MEGA

Dirigido por Ligocki Jr

Produtor do excelente drama "O último cine drive in", vencedor de vários prêmios nos Festivais do Rio e de Gramado, Marcus Ligocki Júnior estréia na comédia em "Uma loucura de mulher". Ambientado em Brasília, o filme faz uma crítica à política e os meandros da corrupção. Aproveita também para cutucar a cultura machista e fazer o espectador sonhar que na vida, é possível termos uma segunda chance, basta acreditarmos nos nossos ideais. Assim, dá-se início à trajetória de Lucia (Mariana Ximenes), esposa do deputado federal Gero (Bruno Garcia). ele está como candidato à campanha de Governador da capital federal. Durante uma Festa em sua casa, em homenagem ao Senador do seu partido (vivido por Miéle), Lucia é assediada sexualmente por ele. Ao comunicar a Gero o ocorrido, ele coloca panos quentes, pois teme sua candidatura e pede para Lucia pedir desculpas, revoltada, ela nega. Gero, aceitando sugestão de seus assessores, resolve interná-la em uma clínica psiquiátrica. Ela foge para o Rio de Janeiro, com a ajuda de sua amiga Dulce (Miá Mello). Chegando na cidade carioca, ela vai morar no apartamento de seu falecido pai, colocado à venda. Sua vizinha maluca, Rita (Guida Vianna), vive bisbilhotando sua vida. Lucia visita Raposo (Sergio Guizé), seu ex-namorado de infância), agora um famoso cirurgião plástico, noivo de uma periguete. Lucia sonha também em voltar a dançar como bailarina, enquanto isso, Gero tenta descobrir o seu paradeiro. Tecnicamente bem acabado (ótima fotografia, direção de arte, som), "Uma loucura de mulher" aposta as fichas no romance que a história proporciona. O grande elemento de comédia do filme se concentra na figura alucinada e maluca de Rita, brilhantemente interpretada por Guida. Mariana está bem à vontade como a heroína romântica desse conto de fadas urbano, e está linda em cena. O Elenco de apoio dá um toque extra ao filme: Zéu Britto, Erom Cordeiro, Augusto Madeira e Claudio Gabriel trazem dignidade aos papéis. Um passatempo descompromissado e a última participação de Miéle nos cinemas.

Elenco

  • Mariana Ximenes....Lúcia
  • Bruno Garcia....Gero
  • Sergio Guizé...Raposo
  • Miá Mello....Dulce
  • Guida Viana...Rita
  • Luís Carlos Miele...Senador Waldomino
  • Augusto Madeira...Cleber
  • Erom Cordeiro...Cleiton
  • Zéu Brito...Josenildo
  • Ildi Silva...Karen

Resultado de imagem para amor.com filme

Amor.com - 2016

Download MEGA

Não importa como, quando, onde e porque, seja sempre você mesmo. Essa é a mensagem que pode ser tirada da deliciosa Comédia romântica dirigida por Anita Barbosa, estreando em longa-metragem, que recupera o espírito das produções adocicadas que faziam a alegria de toda a família e claro, os casais apaixonados. Com uma qualidade técnica impecável (fotografia, figurino, direção de arte, trilha sonora), o filme surpreende por falar com a mesma linguagem dos adolescentes, que facilmente se verão retratados com realidade na história: tem festa Cosplay, tem canais de Youtube, tem eventos repletos de influenciadores, tem games e claro, os haters e hackers de plantão. A linguagem da internet que pulula nas telas é bem moderna e ágil. A história narra o romance cheio de altos e baixos entre Katrina (Isis Valverde) e Fernando. Ela uma youtuber de moda e comportamento, que faz mega sucesso e cheia de seguidores. Ele, um youtuber de games, hacker e com uma quantidade de seguidores bem pífia. Quando eles se encontram, é amor à primeira vista. Mas as diferenças logo se fazem sentir, e um dos 2 precisará ceder para que a história continue. O filme aproveita para alfinetar a cultura das celebridades vazias, que nada tem a acrescentar, e dignifica os Nerds (geeks), que graças a Deus, não são ridicularizados aqui. Mérito do roteiro escrito a 6 mãos (Leandro Matos, Bruno Garotti e Saulo Aride). Isis Valverde e Gil Coelho brilham nos papéis.O elenco de apoio é muito bom: Alessandra Richter, João Cortes, Cesar Cardadeiro, Carol Portes são destaques em um filme repleto de participações.
Direção: Anita Barbosa
Elenco: Ísis Valverde, Gil Coelho, Carol Portes, João Côrtes

Resultado de imagen para jardim urgente melhores momentos

 Jardim Urgente Melhores Momentos 2016

Download MEGA

Resultado de imagem para o escaravelho do diabo filme

O Escaravelho do Diabo (2016)

Download MEGA

Diretor Carlo Milani

Baseado no livro de Lúcia Machado de Almeida, clássico da série Vagalume, lançado nos anos 70 e que tive o prazer de ler várias vezes no colégio, "O escaravelho do diabo" me trouxe grandes expectativas. Não fiquei apaixonado, nem um pouco, mas é um filme correto que infelizmente tem um desfecho apressado e insatisfatório, com a apresentação do assassino revelado de forma frenética, com direito a toda aquela ambientação sinistra. A direção de arte, os efeitos e a fotografia de Pedro Farkas dão dignidade ao projeto. O elenco tem acertos e parte da escalação duvidosa. A direção de Carlo Milani busca referência nos clássicos de suspense psicológico que fizeram história: além de "O silêncio dos inocentes", temos ecos de "Seven". Mas a curiosidade mesmo foi perceber que Lúcia Machado anteviu a figura de Freddy Krueger e "A hora do pesadelo": para quem conhece a saga do vilão, sabe que a gênese se encontra na história de bullying que ele sofreu na infância. O tempo passa, essas crianças cresceram... Mas o trauma permaneceu. Ambientado na fictícia cidade de Vila das flores, um serial killer envia pelo correio um escaravelho que precede a morte de quem o recebe. O menino Alberto, irmão de uma das vítimas, procura apertar a polícia da coincidência de somente ruivos morrerem.

Resultado de imagem

"Mundo cão, 2016", de Marcos Jorge / Download MINHATECA / MEGA

Suspense psicológico dirigido pelo Cineasta de "Estômago", tem em seu elenco a grande força que segura a atenção do espectador do início ao fim. Babu Santana, Lázaro Ramos, Adriana Esteves e Thainá Duarte estão soberbos em seus personagens ambíguos, que transitam entre o humor, drama e tensão. A história, co-escrita por Marcos Jorge, é ambientada em São Paulo. Santana (Babu), é um coletor de cachorros soltos na rua. Ele trabalha para um canil, e após 3 dias, sacrificam o animal, caso o dono não apareça. O dono do cachorro (Lázaro Ramos) surge e irritado por terem sacrificado seu cachorro, planeja uma vingança contra a família de Santana: sua esposa Nilza (Adriana Esteves), uma costureira evangélica e seus 2 filhos. O filme é ambientado em 2007, 1 ano antes da promulgação de uma lei que proíbe o sacrifício dos animais. Marcos Jorge homenageia o Universo de 2 cineastas: Os irmãos Coen, e o argentino Juan Campanella, de quem ele homenageia explicitamente "O segredo de seus olhos". Dos irmãos Coen, ele busca criar em Lázaro Ramos aquele tipo de psicopata de Javier Barden em "Onde os fracos não tem vez". A trilha sonora é boa, porém abundante e em determinados momentos ela atrapalha a ação. O roteiro é que surpreende, provocando reviravoltas na história. Um filme que fala de culpa e principalmente de vingança, é uma ousada experiência de mistura de gêneros: drama, suspense, comédia de humor negro. A destacar a excelente fotografia de Toca Seabra.

Elenco

  • Babu Santana como Santana
  • Lázaro Ramos como Nenê
  • Milhem Cortaz como Cebola
  • Adriana Esteves como Dilza
  • Graça Andrade como Vanessa
  • Thainá Duarte com Isaura
  • Vini Carvalho com João

Resultado de imagem para o vendedor de sonhos

O Vendedor de Sonhos (2016) Download MEGA / 1Fichier

Júlio César (Dan Stulbach), um psicólogo decepcionado com a vida em geral, tenta o suicídio, mas é impedido de cometer o ato final por intermédio de um mendigo, o "Mestre" (César Troncoso). Uma amizade peculiar surge entre os dois e, logo, a dupla passa a tentar salvar pessoas ao apresentar um novo caminho para se viver. Adaptação do best-seller homônimo do psicoterapeuta e escritor Augusto Cury.

Resultado de imagem para a terra prometida

A Terra Prometida (2016)

001-010: Mega – GDrive
011-020: Mega – GDrive
021-030: Mega – GDrive
031-040: Mega – GDrive
041-050: Mega – GDrive
051-060: Mega – GDrive
061-070: Mega – GDrive
071-080: Mega – GDrive
081-090: Mega – GDrive
091-100: Mega – GDrive
101-110: Mega – GDrive
111-120: Mega – GDrive
121-130: Mega – GDrive
131-140: Mega – GDrive
141-150: Mega – GDrive
151-160: Mega – GDrive
161-170: Mega – GDrive
171-179: Mega – GDrive

Aproximadamente 1200 a.C., acampamento hebreu em Sitim, no deserto de Moabe. Após a morte de Moisés, Josué (Sidney Sampaio) é o novo líder dos hebreus. Ele é um guerreiro experiente, dotado de coragem, determinação e de uma fé poderosa. Mas não é tarefa fácil conduzir um povo ao seu destino! Com seus aliados mais próximos e de confiança, o sacerdote levita Eleazar (Bernardo Velasco) e o líder da tribo Judá Calebe (Milhem Cortaz), Josué tem que cumprir uma difícil missão ordenada por Deus: comandar as doze tribos de Israel na conquista de Canaã, a Terra Prometida.

É um grande desafio porque, para chegar a Canaã, é preciso cruzar antes de tudo o Rio Jordão que está caudaloso como nunca, em época de cheia. Depois os hebreus terão que guerrear contra os Cananeus que dominam aquela terra, povos pagãos, idólatras e extremamente violentos. Ao longo da novela, enfrentarão reis, rainhas, nobres e generais perigosos, vingativos e exóticos como o Rei Marek (Ígor Rickly), a Rainha Kalesi (Juliana Silveira) e o comandante chefe Tibar (Leonardo Franco), de Jericó; o Rei Durgal (Roberto Frota) e seu irmão, o prefeito Kamir (Roberto Bontempo), do reino de Ai; entre outros vilões ameaçadores.

O primeiro grande confronto de Israel é contra o fortificado reino de Jericó, protegido por lendárias muralhas duplas que, além de altíssimas, possuem quatro metros de largura cada uma, um obstáculo aparentemente intransponível. Porém nada é impossível para aqueles que são escolhidos pelo Senhor e nele depositam uma fé verdadeira. Auxiliados por prodigiosos milagres do Senhor, Josué e os hebreus atravessam o Jordão, vêem as muralhas desabarem ao som de suas trombetas e gritos e vão vencendo bravamente cada um dos reinos inimigos que encontram no seu caminho.

Mas não é só com os cananeus que Josué e seus aliados terão que se preocupar. Dentro do próprio acampamento hebreu, existem fortes opositores ao comando de Josué, sendo que o principal deles é o vilão Acã (Kadu Moliterno), que tem como cúmplices seus filhos Melquias (Gabriel Gracindo) e Gibar (Rodrigo Phavanello).

Em paralelo às suas responsabilidades como líder de Israel, Josué vive uma emocionante história de amor com a linda Aruna, uma mocinha corajosa e determinada, exímia com a espada, capaz de guerrear ao lado os soldados homens quando necessário. O problema é que a irmã de criação de Aruna, a geniosa e briguenta Samara (Paloma Bernardi) também é apaixonada por Josué. Tendo sua traiçoeira mãe Léia (Beth Goulart) como cúmplice, Samara vai fazer de tudo para separar o casal central.

Resultado de imagem para a loucura entre nós (2015)

A Loucura Entre Nós - 2016

ASSISTA OnLine

Dirigido por: Fernanda Fontes Vareille

Quais os limites da nossa sanidade? O que nos define como normais? “A loucura entre nós” lança um olhar sobre os corredores e grades de um hospital psiquiátrico, buscando personagens e histórias que revelem as fronteiras do que é considerado loucura. Através, principalmente, de personagens femininas, o documentário exala as contradições da razão, nos fazendo refletir nossos próprios conflitos, desejos e erros. Livremente inspirado no livro homônimo do médico psiquiatra Marcelo Veras, o filme faz um sensível mergulho nos paradoxos da reinserção da loucura no mundo em geral, subvertendo qualquer tentativa de reduzir as personagens retratadas a marionetes de questões envolvendo a sanidade mental.

Queen of the South - 2016

Terceira Temporada

Episódio 01: Mega – GDrive
Episódio 02: Mega – GDrive
Episódio 03: Mega – GDrive
Episódio 04: Mega – GDrive

Segunda Temporada

Episódio 01: Mega – GDrive 
Episódio 02: Mega – GDrive 
Episódio 03: Mega – GDrive 
Episódio 04: Mega – GDrive 
Episódio 05: Mega – GDrive 
Episódio 06: Mega – GDrive 
Episódio 07: Mega – GDrive 
Episódio 08: Mega – GDrive 
Episódio 09: Mega – GDrive 
Episódio 10: Mega – GDrive 
Episódio 11: Mega – GDrive 
Episódio 12: Mega – GDrive 
Episódio 13: Mega – GDrive

Primeira Temporada

Episódio 01: Mega – GDrive 
Episódio 02: Mega – GDrive 
Episódio 03: Mega – GDrive 
Episódio 04: Mega – GDrive 
Episódio 05: Mega – GDrive 
Episódio 06: Mega – GDrive 
Episódio 07: Mega – GDrive 
Episódio 08: Mega – GDrive 
Episódio 09: Mega – GDrive 
Episódio 10: Mega – GDrive 
Episódio 11: Mega – GDrive 
Episódio 12: Mega – GDrive 
Episódio 13: Mega – GDrive

Elenco

  • Alice Braga ... Teresa Mendoza
  • Veronica Falcon ... Camila Vargas
  • Joaquim de Almeida ... Epifânio Vargas
  • Peter Gadiot ... James Valdez
  • Justina Machado ... Brenda
  • Jon-Michael Ecker ... El Güero
  • Hemky Madera ... Pote Galvez
  • Adolfo Alvarez ... Chad
  • James Martinez ... Gato Fierros
  • Mark Consuelos ... Teo Aljarafe
  • Adriana Barraza ...
  • Rafael Amaya ... Aurelio Casillas
  • Carlos Gomez ... Javier Acosta

Teresa Mendoza (Alice Braga) é uma jovem mexicana inteligente e muito observadora, que aprendeu a vencer na vida sozinha desde pequena. Após a morte do namorado traficante El Güero (Jon-Michael Ecker), ela se refugia nos Estados Unidos, onde fará novas alianças para caçar o líder do cartel local, derrubá-lo e se tornar a nova chefe do tráfico de drogas.

3% (2016)

A série apresenta um mundo pós-apocalíptico, depois de diversas crises que deixaram o planeta devastado. Num lugar do Brasil, a maior parte da população sobrevivente mora no Continente, um lugar miserável, decadente, onde falta tudo: água, comida, energia e outros recursos. Aos 20 anos de idade, todo cidadão tem direito de participar do Processo, uma seleção que oferece a única chance de passar para o Maralto, onde tudo é abundante e há oportunidades de uma vida digna. Mas somente 3% dos candidatos são aprovados no Processo, que testa os limites dos participantes em provas físicas e psicológicas, e os coloca diante de dilemas morais.

Primeira Temporada

Episódio 01: Mega – GDrive 
Episódio 02: Mega – GDrive 
Episódio 03: Mega – GDrive 
Episódio 04: Mega – GDrive 
Episódio 05: Mega – GDrive 
Episódio 06: Mega – GDrive 
Episódio 07: Mega – GDrive 
Episódio 08: Mega – GDrive

Segunda Temporada

Episódio 01: Mega – GDrive 
Episódio 02: Mega – GDrive 
Episódio 03: Mega – GDrive 
Episódio 04: Mega – GDrive 
Episódio 05: Mega – GDrive 
Episódio 06: Mega – GDrive 
Episódio 07: Mega – GDrive 
Episódio 08: Mega – GDrive 
Episódio 09: Mega – GDrive 
Episódio 10: Mega – GDrive 

1 Contra Todos

Cadu (Júlio Andrade), que está prestes a ser pai pela segunda vez, perde seu emprego. Sua situação se complica ainda mais quando, por engano, ele é injustamente condenado pelo crime de tráfico de drogas, em Taubaté, no interior de São Paulo. Tentando sobreviver à prisão, ele se vê obrigado a mentir e a adotar um comportamento criminoso. Para tanto, conta com a ajuda do Professor (Adélio Lima), um homem que está preso há mais de 25 anos por tráfico e homicídio. Considerado um conselheiro dentro da penitenciária, ele sabe de tudo que acontece lá dentro. Acreditando que Cadu é inocente, Professor se torna uma figura paterna para ele. O ex-advogado também conta com o apoio de China (Thogun Teixeira) e Mãe (Sílvio Guindane). O primeiro, condenado por homicídio, acredita em suas mentiras, o que o leva a se tornar seu amigo e segurança, arriscando sua própria vida para proteger o ‘Doutor do Tráfico’. O segundo, condenado por tentativa de homicídio, segue as ordens de China, chefe da cela onde está preso.

Por outro lado, a chegada de Cadu faz com que Playboy (Sacha Bali), condenado por roubo a banco e formação de quadrilha, perca sua posição na hierarquia da cadeia, o que faz com que este jovem ambicioso se torne um inimigo de Cadu. A penitenciária está sob o comando do diretor Demóstenes (Adriano Garib), um homem ambicioso e corrupto que transforma a vida de Cadu em um inferno. Enquanto isso, sua esposa Malu (Julia Ianina), disposta a tudo para salvar o marido, entra na farsa da nova identidade de Cadu e se torna a ‘primeira dama’ do tráfico de drogas. O caso de Cadu ainda é investigado por Jonas (Caio Junqueira), um policial federal que está há anos trabalhando para levantar provas contra o Cartel de Santa Cruz de La Sierra. Razão pela qual acredita na inocência de Cadu.

1ª Temporada (2016)

  1. A Justiça é Cega
  2. Lei Vem do Rei
  3. Caminho do Crime
  4. Reino Encantado
  5. Dr X Dr
  6. Verdade Não Se Cria
  7. Final
  8. Agora é Contra Todos

2ª Temporada (2017)

  1. A Prisão É Para Sempre
  2. O Caça-Deputados
  3. Ícaro
  4. Pais e Filhos
  5. Mensageiro da Verdade
  6. Veneno da Lata
  7. Brincadeira de Gente Grande
  8. Fim da Estrada

3ª Temporada (2018)

  1. A Mentira É A Verdade
  2. Foragido
  3. Um Homem Morto
  4. El Cobarde
  5. Ayahuasca
  6. Ka - Bum!
  7. César Está Vivo
  8. Paco Tem Que Morrer

 Primeira Temporada

 Episódio 01:Mega – GDrive
Episódio 02: Mega – GDrive
Episódio 03: Mega – GDrive
Episódio 04: Mega – GDrive
Episódio 05: Mega – GDrive
Episódio 06: Mega – GDrive
Episódio 07: Mega – GDrive
Episódio 08: Mega – GDrive

Segunda Temporada

Episódio 01: Mega – GDrive
Episódio 02: Mega – GDrive
Episódio 03: Mega – GDrive
Episódio 04: Mega – GDrive
Episódio 05: Mega – GDrive
Episódio 06: Mega – GDrive
Episódio 07: Mega – GDrive
Episódio 08: Mega – GDrive
Episódio 08: Mega – GDrive

Terceira Temporada

Episódio 01: Mega – GDrive 
Episódio 02: Mega – GDrive 
Episódio 03: Mega – GDrive 
Episódio 04: Mega – GDrive 
Episódio 05: Mega – GDrive 
Episódio 06: Mega – GDrive 
Episódio 07: Mega – GDrive 
Episódio 08: Mega – GDrive

Imagem relacionada

O Crime da Cabra - 2016

Download MEGA

Dirigido por: Ariane Porto, Teresa Aguiar

Elenco:

  • Arlete Salles Leontina
  • Hélcio Henriques Zé Boa Morte
  • Joel Barboza Felinto
  • Laura Cardoso Josefa
  • Lima Duarte Coronel Térso
  • Matheus Braga Jovem Amácio Mazzaroppi
  • Mauro de Almeida Amiguinho
  • Pereira França Neto TUBINHO Manuel
  • Rafaella Puopolo Delegada
  • Ramiro Lopes Deolino
  • Sérgio Vergilio Sebastian
  • Valéria Monteiro Romilda
  • Carmen Freitas Belinha
  • Claude Troisgros Como ele mesmo
  • Cláudia Menezes Gleice
  • Coré Valente Cego
  • Delma Medeiros Comadre Maria
  • Doc Miranda Integrante da banda
  • Eduardo Bodstein Chico
  • Gilberto Semensato Pipoqueiro
  • Isabel Cogh
  • Isabelle Longo Ritinha (filha da vizinha)
  • Ivan Bellangero Jordano
  • Jonas Lemos Jagunço
  • José Possi Neto Francês
  • Kátia Ferreira
  • Luis de la Plata Pierre
  • Mateus Pires Migotto. Adido
  • Nic Nilson Jagunço
  • Pedro Molfi
  • Ronaldo Oyafuso Zé da Kombi
  • Rose Luna
  • Sonia Alda Russa
  • Tânia Garcia Integrante da banda
  • Ton Crivelaro Serafim,
  • Walkiria Franciscatto Biju

Uma pequena cidade do interior vê seu cotidiano abalado por causa de um crime inusitado: uma cabra comeu o dinheiro da sua própria venda. Tem início uma disputa entre dois antigos amigos para saber de quem é a cabra. Um vendeu e não recebeu o dinheiro. O outro pagou e não levou. Por conta desta e de outras aventuras a cabra torna-se o centro das atenções e transforma a vida da cidade, às voltas com uma polêmica sem fim.

A Cidade do Futuro - 2016

Download MEGA

Dirigido pela dupla de cineastas baianos Marília Hughes Guerreiro e Cláudio Marques , "A cidade de futuro" mescla os gêneros drama e documentário para fazer 2 denúncias: apresentando o Município baiano de Serra do Ramalho, que foi criada após a expulsão dos moradores ribeirinhos nos anos 70, que viviam à margem do Rio São Francisco. O governo lhes prometeu casa, saúde e educação próximos aonde viviam, mas a verdade é que foram realocados a mais de 20 kilômetros de distância, sem qualquer tipo de assistência. É nesse local que moram Gilmar, Igor e Milla. Esses 3 jovens vivem um poliamor, que acaba sendo a segunda denúncia do filme: mostrar a intolerância da população, frente à sexualidade assumida dos 3 protagonistas. Gilmar e Milla são professores de uma escola pública, e vivem uma relação. ela está grávida. Gilmar e Milla têm amantes do mesmo sexo; Gilmar também namora Igor, um vaqueiro, e Milla uma outra mulher. Mas quando a população se sente incomodada com essa relação aberta, os personagens passam a sofrer preconceitos. Com um elenco formado por não atores, o filme leva à tona o método de Robert Bresson: um cinema anti-naturalista, onde os "atores"não interpretam. Bresson os chamava de "modelos", e o mais importante, era recitar as falas, sem emoção. Para o espectador comum, o filme pode ser muito difícil de ser assistido, não somente pela sua narrativa, quanto pelas performances. No entanto, quem o assistir, irá se deliciar com cenas isoladas divertidas, que mostram um Brasil do interior ao mesmo tempo brega e careta.

Um filme de Cláudio Marques com Milla Suzarte, Gilmar Araújo. 

É Fada!  (2016) DVD-r

Download MEGA / 1Fichier

Geraldine (Kéfera Buchmann) é uma fada que perdeu suas asas por utilizar métodos pouco convencionais em suas missões. Sua última chance para recuperá-las será a missão "Julia" (Klara Castanho). Julia foi criada somente pelo pai, com muito amor e poucos recursos. Depois de anos, a mãe retorna e passa a questionar a educação de Julia. Eis que surge Geraldine para ajudá-la a vencer os preconceitos e estabelecer novas amizades. Mas Geraldine continua atrapalhada e Julia logo descobrirá que nem todas as fadas são iguais.

Dirigido por Cris d'Amato

Elenco

  • Kéfera Buchmann como Geraldine (Fada)
  • Klara Castanho como Julia Ribeiro Pontes
  • Sílvio Guindane como Vicente Pontes
  • Mariana Santos como Alice Ribeiro
  • Bruna Griphao como Verônica
  • Isabella Moreira como Ingrid
  • Clara Tiezzi como Priscila
  • João Fernandes como Pedro
  • Christian Monassa como Maureba
  • Junior Vieira como Ankô (Duende)
  • Carla Daniel como Dona Hermínia
  • Claudia Mauro como Professora de Dança
  • Narjara Turetta como Professora Margarete
  • Thalita Carauta como Mestra

Resultado de imagem para la vingança 2017

La Vingança (2016)

Download MEGA / 1Fichier

Longa de estréia de Fernando Fraiha, "La vingança" foi exibido no Festival do Rio 2016 e imediatamente ganhou status de cult. Por um lado, é ótimo porque ganha a simpatia da crítica. Por outro, ser chamado de cult pode virar uma maldição: O público acha que é um filme cheio de referências e citações e acaba se afastando. Infelizmente, aqui no Brasil, diferente da Argentina, o filme não conseguiu seduzir o público de cinema brasileiro. O fato de o elenco principal não ter um nome que remeta a humoristas da Rede Globo é sempre um risco a ser tomado, mas por outro, ganha frescor e o sabor de novidade. Co-produzido por Brasil e Argentina, o tema remete a um eterno clichê entre os brasileiros X los hermanos. a disputa pelo melhor futebol, melhor jogador e quem é melhor pegador quando se fala de mulheres. Caco e Vadão (Felipe Rocha e Daniel Furlan, mais cult impossível) formam uma dupla de dublês de ação decadentes. Vadão possui um opala amarelo, que ele chama de Jorge. Júlia (Leandra Leal), namorada de Caco, lhe manda uma mensagem para que eles possam conversar. Essa é a deixa para Caco pedir a mão dela em casamento. Mas ele não esperava chegar no trabalho dela e vê-la transando com o chef argentino. Júlia decide ir morar em Buenos Aires com o Chef e Caco, repleto de sede de vingança, convence Vadão e levá-lo para lá, sem dizer os reais motivos da viagem. Divertido quando precisa ser, e dramático e romântico na medida certa, "La vingança" tem claramente referência ao cinema de Tarantino e Guy Ritchie, e a vive setentista do filme, tanto no visual quanto na trilha sonora, só corrobora essa sensação. Os atores estão ótimos, a piada vem na medida certa (apesar de eu achar que Vadão poderia ter sido mais humanizado, para não ser apenas o personagem da comédia).

Elenco: Felipe Rocha, Leandra Leal, Daniel Furlan, Aylin Prandi

Direção: Fernando Fraiha, Jiddu Pinheiro

Resultado de imagem para motorrad a trilha da morte

Motorrad - A Trilha da Morte (2016)

DOWNLOAD MEGA / 1Fichier

Diretor: Vicente Amorim

Um dos grandes desejos de Hugo (Guilherme Prates) é conseguir fazer parte do grupo de motocross do seu irmão mais velho. Decidido, ele rouba algumas peças para que possa montar sua motocicleta. Quando consegue o feito, ele encontra com a turma do irmão em uma cachoeira remota, onde fazem uma trilha e se deparam com um antigo muro. Hugo sugere que eles desmontem o muro e sigam a aventura, mas acabam encontrando a dona do ferro-velho de onde Hugo roubou as peças. Ela os convida para um caminho ainda mais radical, só que a diversão vira uma corrida pela sobrevivência quando eles passam a ser perseguidos por motoqueiros sádicos e sobrenaturais.

Resultado de imagem para a repartição do tempo 2018

A Repartição do Tempo (2016)

Download MEGA / 1Fichier

O chefe de uma repartição pública organiza uma viagem no tempo. Um cientista registra a patente de uma máquina do tempo e o chefe do departamento vê a oportunidade de usar o invento para aprisionar os empregados no porão e obrigá-los a trabalhar.

Direção: Santiago Dellape

ELENCO

Edu Moraes … Jonas da Silva
Eucir de Souza … Lisboa
Bianca Müller … Carol
André Deca … Zé
Rosanna Viegas … Shirley
Ricardo Pipo … Gladson
Selma Egrei … Senadora
Tonico Pereira … Dr. Brasil
Dedé Santana … Almeida
Andrade Jr. … Pacheco
Bidô Galvão … Betânia
Sergio Sartorio … Roque
Dina Brandão … Rosalva
Yasmim Sant’anna … Kellen
Sérgio Hondjakoff … Dr. Cabeção

 

Resultado de imagem para o shaolin do sertão filme

"O Shaolin do sertão" (2016)

Download MEGA / 1Fichier / Assista On Line

O cineasta Halder Gomes, que realizou o grande sucesso "Cine Holliudi", retorna ao circuito com "O Shaolin do sertão". Idéia de Halder (o Shaolin já era apresentado como trailer dentro do filme em "Cine Holliudi"), teve o roteiro escrito por L. G. Baião. Com uma deliciosa premissa, acompanhamos a história de Aluisio Li, um padeiro que mora em Quixadá em 1982. Seu sonho é ser lutador de artes marciais, mas para vencer o lutador Tora Pleura ele acaba aceitando os ensinamentos do Grande Mestre Chinês (Falcão). É impossível assistir ao filme e não pensar em Renato Aragão. Edmilson Filho, no papel de Aluisio, já havia mostrado todo o seu talento como comediante físico em "Cine Holliudi", e agora mais do que nunca, a comparação com Didi Mocó é evidente, ainda mais que ele tem como parceiro de cena Dedé Santana. Edmilson está sensacional, e como companheiro de cena, o igualmente divertido menino Igor Jansen, como o impagável "Piolho". É dele e de Falcão as melhores tiradas do filme, realmente hilárias. O elenco quase todo é local, desconhecido do grande público, mas todos ótimos. Marcos Veras interpreta o vilão, e a jovem Bruna Humus, a mocinha. Como se vê, toda a estrutura do filme é construída em cima dos Trapalhões, que por sua vez, já se inspirava em Chaplin. A cena da luta final me remeteu bastante a "Luzes da cidade" e a brilhante cena de luta de Chaplin. O filme é ágil, dinâmico, a trilha sonora é uma delícia, com regionalismo, e a fotografia ressaltando as cores do sertão com delicadeza.

Dirigido por Halder Gomes

Elenco:

  • Edmilson Filho como Aluísio Li
  • Bruna Hamú como Anésia Shirley
  • Dedé Santana como Seu Zé
  • Marcos Veras como Armandinho
  • Fábio Goulart como Toni Tora Pleura
  • Igor Jansen como Piolho
  • Fafy Siqueira como Dona Zefa
  • Falcão como Mestre Wilson
  • Frank Menezes como Rossivaldo
  • Cláudio Jaborandy como Regislândio Lúcio
  • Haroldo Guimarães como Jesus
  • Solange Teixeira como Margot
  • Evenice Neta como Lorraine
  • Luiz Guilherme como Organizador do evento
  • Karla Karenina como Marciclene
  • Tirullipa como Palhaço
  • Li Lin - Daniel como Mestre Chinês
  • Demick Lopes como Técnico de Toni Tora Pleura
  • Eduardo Cintra como Luizão
  • Yasmim Sant'Anna como Dona Zefa (Jovem)
  • Yuri Yamamoto como Li Chai Chang
  • Bráulio Bessa como Informante
  • Lailtinho como Chico Esponja
  • Camila Uckers como Barraqueira
  • Edmir Kawakubo como Chefão Chinês
  • João Inácio Jr. como Repórter de TV
  • Kyra Gomes como Arengueira
  • André Campos como Bichinha
  • Fernanda Callou como Apresentadora de TV
  • Bolachinha como Macaca Monga
  • Diego Jovino como Arengueiro
  • Reginauro Souza como Besouro do Cão
  • Glayco Salles como Médico
  • LC Galetto como Padre
  • Adriano Uchôa como Assistente do Regislândio
  • Dennys Lacerda como Euclides Claude
  • Frederico Régis como Boca Podre

OS DEZ MANDAMENTOS - O FILME (2016)

Download MEGA

Elenco

Ator/Atriz Personagem
Guilherme Winter Moisés
Sérgio Marone Ramsés
Camila Rodrigues Nefertari
Giselle Itié Zípora
Petrônio Gontijo Aarão
Sidney Sampaio Oséias/Josué
Larissa Maciel Miriã
Denise Del Vecchio Joquebede 
Paulo Gorgulho Anrão
Gabriela Durlo Eliseba
Giuseppe Oristânio Paser
Vera Zimmermann Henutmire 
Eduardo Lago Disebek
Lisandra Souto Amália
Luciano Szafir Meketre
Vitor Hugo Corá
Juliana Didone Leila
Felipe Cardoso Zelofeade
Marcela Barrozo Betânia
Babi Xavier Tais
Nanda Ziegler Judite
Victor Pecoraro Ikeni
Rayana Carvalho Adira
Tammy di Calafiori Ana
Thierry Figueira Aníbal
Pérola Faria Deborah
Licurgo Spinola Num
Roberta Santiago Karoma
Paulo Reis Eldade
Rafael Sardão Uri
Renato Livera Simut
Rocco Pitanga Jahi
Jorge Pontual Menahem
Kiko Pissolato Bakenmut
Fernando Sampaio Gahiji
Bruno Padilha Datã
Sandro Rocha Abirão
Bianka Fernandes Abigail
Thaís Müller Jerusa
Carlos Bonow Ahmós
Brendha Haddad Inês
Bernardo Velasco Eleazar
Rodrigo Vidigal Calebe
Kátia Moraes Bina
Julio Oliveira Chibale
Jeniffer Setti Safira
Aisha Jambo Radina
Marco Antônio Gimenez Nadabe
Binho Beltrão Aoliabe
Erich Pelitz Jairo
José Victor Pires Amenhotep
Igor Cosso Bezalel
Adriana Garambone Yunet
Heitor Martinez Apuki

Participações especiais

Ator/Atriz Personagem
Samara Felippo Joquebede (1ª fase)
Roger Gobeth Anrão (1ª fase)
Mel Lisboa Henutmire (1ª fase)
Zé Carlos Machado Seti I
Angelina Muniz Tuya

Adaptação cinematográfica da novela homônima, conta a saga de Moisés guiando o povo hebreu para a terra prometida. O enredo conta com a adaptação de quatro livros da Bíblia que contam essa trajetória: Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio. Acolhido pela filha do faraó ainda bebê, Moisés cresce como príncipe do Egito, mas volta-se contra sua família adotiva em favor do sofrido povo de Israel, que por ele deverá ser conduzido à libertação. Adaptação cinematográfica baseada na Bíblia e na novela homônima da Rede Record, um dos maiores fenômenos de audiência dos últimos tempos da televisão brasileira.

Segundo alguns críticos o filme segue mesmo roteiro do filme Os Dez Mandamentos (1956) de Cecil B. DeMille onde a luta se dá entre o povo Hebreu monoteísta contra a repressão do tirano faraó do Egito politeísta.

Resultado de imagem

Porta dos Fundos: Contrato Vitalício (2016)

Download 1Fichier / MEGA

Dirigido por Ian SBF

Elenco

  • Antonio Tabet - Otalício
  • Fábio Porchat - Rodrigo
  • Gabriel Totoro - Wellington
  • Gregório Duvivier - Miguel
  • João Vicente de Castro - Luciano
  • Júlia Rabello - Denise
  • Luis Lobianco - Ulisses
  • Marcos Veras - Lorenzo
  • Rafael Portugal - Paulo
  • Thati Lopes - Fernanda
  • Xuxa - Ela mesma
  • Marília Gabriela - Ela mesma
  • Alexandre Ottoni - Ator
  • Deive Pazos - Ator

O diretor Miguel (Gregório Duvivier) e o ator Rodrigo (Fábio Porchat) recebem o grande prêmio do júri em um badalado festival internacional de cinema. Depois de beberem demais, Rodrigo assina um contrato para participar do próximo filme do cineasta. Miguel desaparece e ressurge dez anos depois com uma proposta de fazer um longa delirante. Rodrigo já é famoso e desconfia da sanidade do diretor. Para piorar, percebe que, para honrar o contrato, será obrigado a fazer um filme que pode destruir não apenas sua carreira, mas sua vida.

Resultado de imagem para redemoinho filme 2016

Redemoinho - 2016 / DVD-r

Assista Online

Direção: José Luiz Villamarim
Elenco: Irandhir Santos, Dira Paes, Cássia Kis Magro e Julio Andrade
Adaptação do livro "O Mundo Inimigo”, de Luiz Ruffato, mesmo autor de outro filme chamado "Estive em Lisboa e me lembrei de você", ambos rodados no Polo de Cinema em Cataguases. O filme é a estréia na Direção Do diretor da Globo José Luis Villamarin, consagrado por dirigir novelas e seriados, entre elas, "Avenida Brasil". Villamarin é famoso pela excelente Direção de Atores, e é justamente esse ponto, e o da fotografia, que o filme tem de mais memorável. Walter Carvalho aprimora ainda mais o seu olhar aguçado sobre a imagem que o rodeia. Muitas cenas são verdadeiras pinturas, como as da fábrica de algodão, a da beira da estrada de ferro e a da chuva. Simplesmente brilhante. Villamarin apostou em um cinema autoral para a sua estréia, e para isso, contou com o apoio de atores consagrados no cinema de autor: Irandhir Santos, Julio Andrade, Dira Paes e Cassia Kiss. Todos estão incríveis, trabalhando a questão do tempo e o conflito interno de cada um de seus personagens. Em Cataguases, mora Luzimar (Irandhir), operário de uma fábrica de algodão. Ele é casado com Tininha (Dira). Um dia, Gildo (Julio Andrade) retorna à cidade, para visitar sua mãe (Cassia Kiss), na noite de Natal. O reencontro dos dois amigos irá fazer florescer uma tragédia do passado. Com uma belíssima direção de imagens, o filme abraça o minimalismo e vai de encontro a um ritmo extremamente lento, compassado, onde poucas coisas acontecem. Todo o turbilhão emocional encontra-se no interior dos personagens. É um filme autoral, artístico e que vai encontrar no público cinéfilo os seus espectadores. O grande público será desafiado a assistir a uma obra que precisa ser saboreada lentamente, em seus pequenos detalhes. A quem se permitir tal acordo, encontrará uma obra adulta e que provavelmente, provocará mesas de discussão pelo sentimento que ele provoca ao fim da projeção.

Resultado de imagem para joão o maestro filme

João, o Maestro - 2016

Direção e roteiro de Mauro Lima

A cinebiografia do pianista e Maestro João Carlos Martins ganha corpo nas mãos do cineasta e roteirista Mauro Lima, autor já de diversas adaptações biográficas para o Cinema, como "Tim Maia", "Meu nome não é Johnny" e em breve, "Eike Batista". A vida de João Carlos Martins, repleta de tragédias e reviravoltas mirabolantes, é interpretada por vários atores: criança, adolescente e na fase adulta, por Rodrigo Pandolfo e depois, Alexandre Nero. O adolescente é quem aparece menos. No filme também aparecem os 2 grandes amores da vida desse Maestro que, pelo filme, parece ser um grande galanteador: elas são interpretadas na primeira fase por Fernanda Nobre, e depois, por Alinne Moraes. O elenco todo está muito bem, assim como a parte técnica do filme, irrepreensível: A fotografia, a trilha sonora, a edição de som, a direção de arte, figurino e maquiagem. O roteiro segue o mesmo formato de "Tim Maia": seguindo cronologicamente a vida do músico, sendo que vez ou outra algum flashback toma corpo para explicar melhor alguma passagem. João Carlos nasceu em São Paulo, filho de imigrante português, que trabalha numa gráfica. Seu pai sempre quis ser pianista, mas na impossibilidade, depositou no filho essa vocação. A vocação se torna uma obsessão e João praticamente ocupa toda a sua infância e adolescência estudando piano. O que vem a acontecer com o protagonista, nem vou contar, pois eu mesmo não estava acreditando. Se algum roteirista tivesse escrito do zero, teriam dito que ele tinha exagerado na dose do melodrama e das tragédias. A produção filmou em São Paulo, Uruguai e Nova York, algo raro hoje em dia. É um filme requintado, luxuoso e glamouroso, que vale ser visto por quem acha que aqui no Brasil, não se faz filme com qualidade de dar gosto para o resto do mundo. Assim como João Carlos Martins.

Elenco

  • Alexandre Nero como João Carlos Martins (Adulto)
  • Rodrigo Pandolfo como João Carlos Martins (Jovem)
  • Alinne Moraes como Carmem Valio
  • Caco Ciocler como José Kliass
  • Fernanda Nobre como Sandra
  • Davi Campolongo como João Carlos Martins (Criança)
  • João Pedro Germano como João Carlos Martins (Adolescente)
  • João Carlos Martins como João Carlos Martins
  • Alice Assef como Aida
  • Giulio Lopes como José Martins
  • Ondina Clais Castilho como Alay
  • Caio Laranjeira como José Eduardo
  • Matheus Guerra como Ives
  • Rennan Rodrigues como José Paulo
  • Geytsa Garcia como Marina
  • Júnior Lopes como Abelardo
  • Neco Vila Lobos como Marido da Secretária
  • Benjamin Herchcovitch como Médico
  • Domingos Antônio como Policial
  • Joca Andreazza como Presidente FIESP
  • Rafael Trombeta como Persio
  • Gio Gasparini como Secretária Kliass
  • Eduardo Guimarães como Vendedor
  • Marcelo Laham como Âncora TV

Resultado de imagem para toc's de dalila

TOC's de Dalila (2016)

Primeira Temporada

Ator/Atriz Personagem
Heloísa Perissé Dalila Gomes
Paulo Betti Dr. Chaves
Maria Clara Gueiros Olga
Thelmo Fernandes Pedro Henrique
Mouhamed Harfouch Crachá
Bruno Jablonski Tuka
Lorena Comparato Cristal
Samuel Toledo Erick
Analú Prestes Dona Clara

Dalila é uma dona de casa obcecada por organização. Ela se torna uma celebridade virtual depois que um vídeo em que aparece arrumando a casa "viraliza" na internet.

Segunda Temporada

Na 2ª temporada de TOC´s de Dalila, a dona de casa, Dalila, entra para um grupo de apoio para melhorar seus TOCs, mas sempre se envolvendo em situações constrangedoras e cômicas.

Resultado de imagem para a menina indigo

A Menina Índigo - 2016 / DVD-r

Download MEGA / Assista Online

Direção: Wagner de Assis

Sofia é uma criança que desenvolveu o dom de curar enfermidades. Um jornalista sensacionalista descobre seus poderes e a notícia se espalha. Os pais da menina, divorciados, são obrigados a se unir para protegê-la.

Resultado de imagem para como nossos pais filme

Como Nossos Pais (2016)

Download MEGA

Download 1Fichier

Direção: Laís Bodanzky

Durante boa parte do filme, me veio em mente um clássico drama familiar americano de 1983: "Laços de ternura", com Shirley Maclaine, Debra Winger, Jack Nicholson e Jeff Daniels. "Como nossos pais" tem uma paralelo bem próximo: relações familiares que vão de Esposa X Marido e Mãe X Filha, até uma reviravolta surpreendente na história. O filme venceu 5 Oscar. "Como nossos pais" ganhou 6 Kikitos em Gramado 2017 e pode vir a ser um dos selecionados pela Comissão Brasileira para competir a uma vaga no Oscar. Tudo isso indica a alta qualidade do filme, principalmente no quesito Elenco: Maria Ribeiro, Clarisse Abujamra, Paulo Vilhena e Jorge Mautner estão fabulosos em seus personagens cheios de erros e poucos acertos. As participações especiais também colaboram bastante, como os excelentes atores Gilda Nomacce e Felipe Rocha. A fotografia do espanhol Pedro J. Márquez traz lindas tintas melancólicas, e especialmente na cena da praia no anoitecer é muito poética. O roteiro, de Laís e de Luis Bolognese, é o retrato de todas as famílias do mundo inteiro: traições, rusgas mal resolvidas, conflitos pais e filhos, amantes e como não poderia deixar de existir, o terapeuta que discute a relação de casal. O vigor e disponibilidade do elenco, principalmente Maria Ribeiro e Clarisse Abujamra conferem ao filme várias cenas antológicas: mas a que mais me marcou, foi o passeio da mãe e filha comprando sapatos pra mãe. A mãe chega e pede a opinião da filha sobre qual sapato comprar: vermelho ou marrom. A filha escolhe um, a mãe outro, e ai começam uma discussão interminável. Essa cena para mim resume o filme: cada um é e deve ser dono de si e de suas opiniões. Sejam elas acertadas ou não. Um belo filme que merece ser visto.

Elenco

  • Maria Ribeiro - Rosa
  • Paulo Vilhena - Dado
  • Felipe Rocha - Pedro
  • Sophia Valverde - Nara
  • Heleninha Boskovic Cortez - Rosa quando era criança.
  • Jorge Mautner - Homero
  • Clarisse Abujamra - Clarice

COMEBACK - UM MATADOR NUNCA SE APOSENTA (2016)

Escrito e dirigido pelo cineasta goiano Erico Rossi, "Comeback" é um belo canto do cisne de Nelson Xavier, que aqui interpreta Amador, um pistoleiro aposentado que acaba voltando às atividades de assassino profissional. Rodado na periferia de Anápolis, o filme tem uma estrutura narrativa que mistura faroeste e filmes de suspense psicológico, com uma pitada de humor negro. Simbolicamente, o filme fala sobre solidão e velhice. Não só Amador envelheceu, como também a sua fiel pistola, que trava na hora de atirar. Com um excelente elenco de apoio (Elcir de Souza, Everaldo Pontes, Paschoal da Conceição, Wellington Abreu, entre outros) e uma estudada direção, o filme tem uma fotografia primorosa e uma trilha sonora regada a canções bregas espanholas e nacionais. O ritmo é bastante lento, mas na terça parte final o ritmo ganha um impulso de filme de ação. Divertido, melancólico, o filme foi premiado no Festival do Rio 2016 com o prêmio de melhor ator para Nelson Xavier.

Elenco:

Nelson Xavier
Marcos de Andrade
Everaldo Pontes

Direção: Erico Rassi

Resultado de imagem para A Percepção do Medo - Filme 2016

A Percepção do Medo - 2016

Um filme de Kapel Furman, Armando Fonseca com Ricardo Gelli, Felipe Folgosi, Greta Antoine, Patrícia Rocha

Marcus é um rapaz que sempre teve problemas em entender o seu papel na sociedade. A cidade sempre o oprimiu, criando nele a necessidade de uma nova realidade - em uma crise existencial que fará surgir um sociopata.

Resultado de imagem para cinema novo 2016

CINEMA NOVO (2016)

Download MEGA

Direção: Eryk Rocha

"Cinema novo" faz uma aposta ousada para a sua forma. Provavelmente muita gente irá assistir ao filme esperando um documentário didático, apresentando entrevistas com gente famosa, trechos de filmes, enfim, o trivial. Mas Eryk Rocha fez diferente: realizou um documentário poético e lírico, usando o vocabulário narrativo e dos dogmas do Movimento que sacudiu o Brasil dos anos 60. Assim, o filme segue uma edição sem um roteiro pré-determinado, deixando-se seguir pelas sensações e emoções, "viagem" onde provavelmente o espectador mais conhecedor das obras do Cinema novo irá embarcar em primeira classe. Para os que forem assistir ao filme buscando informações para leigos, provavelmente ficará frustrado pelo fato dos trechos dos filmes virem sem créditos. Não se sabe a qual filme a cena representa. Os depoimentos são em sua grande maioria de época. O que me enche os olhos, é poder entender o quanto os cineastas que criaram o Cinema Novo eram amigos e se ajudavam. Era quase que uma cooperativa cultural, um batalhão de choque de cineastas, produtores e fotógrafos que se uniam para dar ao Brasil e ao Mundo o seu olhar sobre a estética verdadeiramente brasileira, que falasse da cultura do povo brasileiro, e não um modelo importado do exterior. Nelson Pereira dos Santos, Joaquim Pedro de Andrade, Cacá Diegues, Arnaldo Jabor, Glauber Rocha, Geraldo Sarno, Paulo Cezar Saraceni, Ruy Guerra, Leon Hirzman, Gustavo Dahl foram alguns desses desbravadores, que fizeram da câmera na mão a sua arma. Os filmes eram em sua maioria rodados em locação. Um depoimento interessante é quando é dito que um cineasta abraçava a estética de Eisenstein. Outro do neo-realismo, outro da nouvelle vague e por aí vai. O grande e maior mérito, a meu ver, deve ir para o editor do filme, Renato Valone, um herói, considerando a enorme quantidade de material que ele teve em mãos para poder realizar esse filme 100% realizado com material de arquivo.

Resultado de imagem para divinas divas  leandra leal

Divinas Divas (2016)

Download MEGA

Direção: Leandra Leal

O Teatro Rival, no Rio de Janeiro, completou a pouco tempo 70 anos de existência, testemunhando toda uma efervescência social, política e artística. Na coxia, por um bom tempo, cresceu a menina Leandra Leal, neta do fundador do teatro. Assim como Tatiana Issa no documentário "Dzi Croquettes", Leandra Leal se apegou às suas memórias para construir um belo elo narrativo e emocional com um grupo de transformistas remanescentes do Teatro de revista dos anos 60, apelidadas em um espetáculo de "Divinas Divas". Batalhadoras pela luta contra a diferença e a descriminação, todas elas buscaram o reconhecimento pessoal na Arte. Atrizes, bailarinas, cantoras, as "Divas" são Rogéria, Jane di Castro, Eloina, Marquesa, Camille K, Valeria, Fujika de Halliday e Brigitte de Buzios, que se revezam no filme com relatos impecáveis, divertidos e emocionantes da trajetória pessoal de cada uma. Linda direção de estréia de Leandra Leal, que narra o filme em offs diluídos pela memória do passado. Edição campeã de Natara Ney e um plano sequência que remete ao do filme "Os bons companheiros", memorável e antológico, orquestrada pelo operador de steadicam Gu Ramalho. Imperdível.

Resultado de imagem para MENINO 23 - INFÂNCIAS PERDIDAS NO BRASIL

Menino 23: Infâncias Perdidas no Brasil (2016)

Download MEGA

Direção: Belisário Franca
Elenco: Sidney Aguilar Filho, Aloísio da Silva, Argemiro Santos

O professor de História Sidney Aguilar descobre durante uma aula, por intermédio de uma aluna, algo assustador: tijolos marcados com a suástica, o símbolo nazista, em uma fazenda da região. Determinado a descobrir a verdade por trás das peças, Sidney investiga e busca pistas para entender a fundo o que aconteceu naquele lugar.

Resultado de imagem para reza a lenda

Reza a Lenda / Minhateca

Dirigido por Homero Olivetto

Em pleno Sertão brasileiro, numa terra sem lei, a sorte favorece apenas os mais fortes e corajosos. Ara (Cauã Reymond), um determinado homem de ação e poucas palavras, é o líder de um bando de motoqueiros armados que acreditam em uma antiga lenda capaz de devolver justiça e liberdade ao povo da região. Quando realizam um ousado roubo, acabam despertando a fúria do cruel e poderoso Tenório (Humberto Martins). Agora, Tenório vai concentrar todas as suas forças em uma perseguição para destruir o bando de Ara e recuperar aquilo que acredita ser seu por direito. Durante a perseguição, o bando resgata a jovem Laura (Luisa Arraes) de um acidente de carro e ela tem que seguir o bando contra a sua vontade, despertando ciúmes em Severina (Sophie Charlotte), companheira de Ara.

Elenco

Elenco
Ator Papel
Sophie Charlotte Severina
Cauã Reymond Ara
Luisa Arraes Laura
Humberto Martins Coronel Tenório
Silvia Buarque Tereza
Jesuíta Barbosa Pica-Pau
Júlio Andrade Galego Lorde
Jonathan Azevedo Zorro da Zorra
Herbert Vital Cancão
Aluan Smuk Tristão
Nanego Lira Pai Nosso
Zezita de Matos Dona Deinha
Nataly Rocha Cyra

 

Imagem relacionada

Era O Hotel Cambridge (2016)

Download MEGA

Uma cena em determinado momento do filme entrega o coração Cinéfilo da cineasta Eliana Caffé: 2 personagens transam, em enquadramentos estilizados que fazem referência ao clássico de Agnes Varda, "As duas faces da felicidade". Eliana Caffé faz de seu "Era o Hotel Cambridge", uma costura narrativa que o cinema iraniano e os documentários de Eduardo Coutinho fazem tão bem: mesclar ficção e documentário, atores e não atores de forma harmônica, a ponto de você se perguntar quem é ator ali no meio. Jurei a mim mesmo que a personagem da líder dos sem moradia, Carmen Silva, era atriz, e quando fui pesquisar, fiquei chocado ao descobrir que ela é real e interpreta a si mesma. Algum produtor de elenco precisa escalar essa maravilha de artista para algum trabalho, ela é simplesmente uma força da natureza. José Dumont e Suely Franco se misturam a não atores e personagens da vida real e vivem moradores da ocupação do prédio do antigo hotel de luxo Cambridge. Ameaçados de despejo em 15 dias, ele se organizam a fim de impedir a expulsão. Com direção pulsante de Eliana Caffé e uma equipe formada por profissionais e estudantes, o filme seduz pela sua mistura explosiva de conteúdo, forma e resultado que mexe com todo mundo. Um microcosmo da sociedade em que vivemos, desse Brasil mesclado de nativos, estrangeiros e refugiados que lutam pelo mesmo Ideal. Um filme polêmico, que polariza discussões intermináveis sobre luta de classes e direitos humanos, seja de forma legal ou não. Obrigatório.

Direção: Eliane Caffé

Elenco

  • José Dumont Apolo
  • Suely Franco Gilda 

Domingo de regata (Eric Menezes)

O filme conta a história do surgimento dos clubes de regatas no Rio de Janeiro a partir da segunda metade do século XIX, enquanto mostra a realidade atual deste esporte na cidade, às vésperas dos Jogos Olímpicos, acompanhando os bastidores dos clubes e da Federação do Rio. O dia-a-dia nas garagens, os treinamentos e as disputas dos campeonatos estaduais de 2010 até 2015, incluindo o último tetracampeonato do CR Flamengo, a quebra do jejum de 49 anos do Botafogo F.R., e a posterior conquista do tricampeonato pelo clube.

Resultado de imagem para Guerra do Paraguay (Luiz Rosemberg Filho)

Guerra do Paraguay (2016)

Assista Online

Assistir a um filme de Luiz Rosemberg Filho é uma volta ao passado, aos melhores tempos do Cinema marginal que permeou a filmografia brasileira dos anos 60 e 70, onde saíram obras-primas como "Matou a família e foi ao cinema", de Júlio Bressane e "O bandido da luz vermelha", de Rogério Sganzerla. Nesse resgate político e social de um Cinema que ousa fazer o espectador refletir e pensar tudo o que está vendo e ouvindo (um desafio cada vez maior nos dias de hoje, com uma geração toda voltada à visual clipado e diálogos mínimos), Rosemberg faz uma linda alegoria que promove um encontro entre a Arte X a violência. Violência que pode vir na forma de assassinatos, da ignorância, do egoísmo, das armas de fogo, do capitalismo desenfreado, do estupro físico e moral e do egocentrismo. A direção, premiada no Festival de Vitória 2016, abraça o realismo fantástico e a linguagem do teatro para contar a história de um soldado que comemora o fim da Guerra do Paraguay. Solitário, ele percorre com o seu pequeno tambor uma região bucólica, cercada por árvores frondosas e um lago cintilante. A imagem do soldado batendo o tambor, me lembra bastante Cabíria de Giuletta Masina e o pequeno Oskar de "O Tambor", Todos esses 3 personagens são ingênuos e acreditam na sua causa. Cabíria e Oskar encontram em sua trajetória um conflito enorme que os levou a um outro pensamento sobre tudo o que até então acreditavam. Para esse soldado, que comemora a violência travada pelo seu exército, que dizimou milhares de soldados da outra frente, existe uma chance de redenção: ele encontra em se caminho, 3 mulheres de gerações diferentes, que arrastam uma enorme carroça sem cavalos. Elas são atrizes esfomeadas e cansadas, uma bela metáfora sobre a luta diária do artista para se sustentar. Começa aí um debate ideológico e filosófico, uma verdadeira queda de braços, entre a Arte e a Violência, entre a tradição e a modernidade (um elemento surreal do filme: o soldado vive no Século passado, e as atrizes, provavelmente, nos anos 70). A cena inicial, um enorme plano sequência com as mulheres carregando a carroça pela estrada, lembra bastante o plano inicial de "O cavalo de Turim", do húngaro Bela Taar. O filme de Luiz Rosemberg Filho é composto de longos planos sequências, milimetricamente enquadrados e com atores bem marcados. O elenco, encabeçado por Patricia Niedemeier, Anna Abbot e Alexandre Dacosta, foi a fundo na proposta promovida pelo Diretor, promovendo um feliz encontro entre a linguagem naturalista do Cinema, com a presença bem marcada em cena do teatro. O filme é um belo exercício de cinema, mas que será melhor apreciado pelo cinéfilo antenado pela busca de novas formas de contar o cinema. Um destaque especial para a linda trilha sonora, para a direção de arte da carroça de Cristiano Requião e para o clip final, uma colagem apocalíptica do mundo que vivemos hoje. O filme ganhou no Cine PF 2016, o prêmio concedido pelos críticos de cinema.

'Cinema do Seu Duca' tem direção de Edivaldo Moura (Foto: divulgação)

O Cinema de Seu Duca (Edivaldo Moura)

Manoel Carneiro Pinto Filho, mais conhecido como "Duca do Cinema", foi fundador do Cine Argus em 1938 na Cidade de Castanhal. A sala de projeção contava com 550 lugares e serviu de realização de cerimônias de formatura, apresentação de peças teatrais, shows musicais, entre outras funções importantes.

Considerado o principal cinema dos castanhelenses, o Cine Argus terá sua história contata através das lentes de Edivaldo Moura, diretor e produtor do documentário 'o Cinema de Se Duca".

"Conheci o Argus aos 11 anos e nunca esqueço de como fiquei maravilhado frente àquele telão e àquela imensa sala lotada de pessoas rindo e vibrando com as cenas do filme que passava. A partir daí, todos os domingos à tarde era sagrado ir ao Cine Argus. Quando decidi que faria um filme sobre isso, confesso que não tinha a dimensão do que a história desse cinema representava para Castanhal. Eu tinha encontrado um terreno riquíssimo, e quanto mais eu escavava mais coisas apareciam" relata Edivaldo Moura que tem em seu "currículo" o documentário, chamado Memórias do Cine Argus, lançado em 2014 e exibido em mais de vinte festivais e mostras de cinema no Brasil e em Portugal.

Largou as botas e mergulhou no céu

Dirigido por: Bruno Graziano Cauê Gruber Paulo Silva Jr. Raoni Gruber
Nove histórias ocorrem entre o Natal e o Carnaval, o período sabático do Brasil. É o nordeste do país. Dilemas como deslocamento, raízes, destino, ciclos, o sagrado e o profano são costurados por personagens reais e fictícios. Explorando as fronteiras entre documentário e ficção, 'Largou as Botas e Mergulhou no Céu' é um filme sobre o brasileiro.

 

Resultado de imagem

LIGAÇÕES PERIGOSAS /  MINHATECA

A história da novela Ligações Perigosas começa quando Isabel (Patrícia Pillar) acaba descobrindo que a sua prima Cecília (Alice Wegmann), que é filha de sua primaIolanda (Lavínia Pannunzio), está de casamento marcado com Heitor (Leopoldo Pacheco) do qual ele é o seu ex-amante.

Furiosa, Isabel decide se vingar do seu ex-amante Heitor pelo fato de ela ter sido trocada por uma menina bem mais jovens que ela. Isabel então tenta convencer o seu amigo e cúmplice Augusto (Selton Mello) a participar de um jogo e assim seduzir Cecília para que ela vá para a cama com ele antes do casamento com Heitor.

Augusto diz a Isabel que não fará isso pois está interessado em outra mulher, Mariana(Marjorie Estiano). Ele acaba se apaixonando por ela depois de conhece-la por frequentar a casa de sua tia Consuelo (Aracy Balabanian).

No entanto, Augusto começa a mudar de ideia quando descobre que Iolanda tem falado muito mal de sua pessoa para Mariana. Para se vingar, Augusto então resolve seguir o plano de sua amiga Isabel e decide tentar seduzir Cecília para assim acabar com o casamento dela com Heitor e por consequência conseguir se vingar de Iolanda.

Convencida por Isabel, Iolanda coloca Cecília para fazer aulas de música com Felipe (Jesuíta Barbosa) e por ser uma jovem bastante tímida ela acaba se apaixonando por Felipe. Por conta da repressão imposta por Iolanda, Cecília acaba abrindo o seu coração para a prima de sua mãe, Isabel.

Ao saber que Cecília está interessada em Felipe, Isabel sempre incentiva a menina a lutar pelo amor que ela sente por Felipe. Cecília vai passar uns tempos na casa de Consuelo, que é frequentemente visitada pelo sobrinho Augusto que sempre leva cartas de Felipe para Cecília e por esse motivo ela considera ele um grande amigo.

Bastante sedutor Augusto começa a tentar seduzir Cecília no intuito de fazer o jogo sugerido Isabel e conseguir levar Cecília para cama antes de ela se casar com Heitor.

Além de tentar seduzir Cecília, Augusto também aproveita as vezes em que vai na casa de sua tia Consuelo para tentar conquistar Mariana, por quem é apaixonado, mas elas vêm sempre resistindo às tentativas de investidas do rapaz. Porém, Mariana e Cecília nem imaginam que estão participando de um jogo criado por Isabel e Augusto.

No entanto, com o passar do tempo os sentimentos podem vir à tona e tudo poderá acontecer…

Resultado de imagem para O Último Virgem filme

O Último Virgem (2016)

Assista Online

Direção: Felipe Bretas, Rilson Baco

Elenco

  • Guilherme Prates....Eduardo "Dudu"
  • Bia Arantes....Julia Medeiros
  • Fiorella Mattheis....Professora Debora
  • Lippy Adler....Escova
  • Marco Antônio Gimenez....Deco
  • Márcio Kieling....Delegado
  • André Ramiro....Luizão
  • Lisandra Souto....Mãe
  • Camila Rodrigues....Jaqueline / Jaque
  • Daniel Erthal....Diogo
  • Simone Soares....Mãe de Julia
  • Werner Schünemann....Dr. Medeiros (Pai de Julia)
  • Xando Graça....Policial
  • Bernardo Mendes....Hippie (cliente de Jaqueline)
Homenagem aos filmes americanos que têm os pós-adolescentes como protagonistas, envoltos em muita picardia e situações embaraçosas, como as franquias "American pie" e "Porky's" , "O último virgem" fará a alegria da moçada que está a fim apenas de se divertir nos cinemas. Totalmente descompromissada e repleta de piadas e diálogos infames, o filme provoca risadas por conta do sabor brasileiro em apresentar maliciosamente as aventuras de um garoto virgem e a sua missão de perder o "cabaço". Dudu (ótimo Guilherme Prates) é um nerd tímido, amigo inseparável do sem noção metido a gostoso Escova (Lipy Adler), do gordo comilão Borges (Everley Santos) e do maconheiro Gonzo (Christian Vilegas). Eles estão no último ano do ensino médio e prestes a entrar na faculdade. Júlia (Bia Arantes) é a melhor amiga de Dudu, que por sua vez, tem um tesão pela professora Debora (Fiorella Matheis). Quando Debora pede para Dudu ir até sua casa para aulas de reforço, ele acredita que é um convite para transar. Desesperado, ele consulta os amigos para poder perder a virgindade antes do encontro com a bela professora. O filme é todo calcado em pequenos sketches que envolvem as várias possibilidades de perder a virgindade: tem a Vila Mimosa (famosa zona de prostituição do Rio de Janeiro), tem a prostituta particular e tem a amiga da escola totalmente despudorada. Mas Lipy Adler se apropria do mote de cults adolescentes como "A garota do Rosa shocking" e logo percebemos que Dudu e Júlia nasceram um para o outro. Resta eles saberem disso. A trilha sonora condiz com o filme, repleto de músicas roqueiras e românticas para adolescentes. Frenético e rápido, quando você menos percebe, já acabou. Até lá, você já saltou várias gargalhadas. Pequenos detalhes técnicos que poderiam ser resolvidos com um orçamento maior, mesmo assim, o filme é honesto e cumpre o que promete.

Resultado de imagem para Pequeno Segredo filme

Pequeno Segredo (2016) DVD-r

Dirigido por David Schürmann

Elenco

  • Marcello Antony....Vilfredo Schurmann
  • Julia Lemmertz....Heloisa Schurmann
  • Maria Flor....Jeanne
  • Erroll Shand....Robert
  • Mariana Goulart....Kat Schurmann
  • Fionnula Flanagan....Bárbara
  • Thaís Comim....Sophia
  • Alice Berton....Luana

A essa altura do campeonato, todo mundo já ouvir falar desse filme dirigido por um dos integrantes da família Schurmann. David estudou Cinema e televisão lá fora e sabe do que está falando. Sem querer fazer brincadeira de mau gosto, mas ele não é "marinheiro de primeira viagem" no Cinema. Diretor do premiado documentário "O mundo em duas voltas", sobre as façanhas marítimas da sua famosa família, dessa vez David se apropria de uma história bastante pessoal: a história de Kat, uma menina que foi adotada pela sua família aos 3 anos de idade, e que veio a falecer em 2006, aos 13 anos. Com belas atuações do elenco principal, principalmente de Julia Lemmertz e Maria Flor, é um filme com fortes personagens femininas, inclusive da pequena Kat e de sua avó. Eu particularmente gosto de filmes que narram uma boa história, e aqui, é fácil se emocionar com várias trajetórias de luta. Sempre fui apaixonado pelos melodramas clássicos do cinema, e por conta disso, embarquei de imediato na história. Para os detratores do gênero, é difícil aceitar as qualidades do filme. É um filme competente em todos os requisitos técnicos, e não faz feio comparando com produções estrangeiras. Para os que abrem seu coração para filmes com mensagens edificantes, esse filme é uma grande pedida.

Resultado de imagem para lucia mccartney serie

Lúcia McCartney (2016)

Lucia é uma jovem de 18 anos que gosta de curtir a vida e também é garota de programa. Entre sua paixão pelos Beatles,o programa de Big Boy e escrever cartas para Paul McCartney, seu diário e a rotina de clientes frios, tudo muda quando se apaixona por José Roberto, misterioso sócio de uma gravadora.

Elenco

  • Antônia Morais - Lúcia McCartney
  • Eduardo Moscovis - José Roberto
  • Mariana Lima - Eleonor
  • Guilherme Weber - Felipe
  • Mariah Rocha - Marta
  • Dudu Azevedo - Germano
  • Alessandra Negrini - Júlia
  • Aury Porto - Ciro
  • Priscila Reis - Liza
  • Bernardo Mendes - Domingos
  • Cláudio Mendes - Renê
  • Paulo Reis - Augusto
  • Oberdan Junior - Dantas
  • Antonio Carrara - Vitor
  • Eduardo Tornaghi - Miguel
  • Álamo Facó - Sérgio

Pôster de divulgação: FALA COMIGO

Fala Comigo (2016)

Download MEGA

Escrito e dirigido pelo premiado Cineasta e roteirista Felipe Sholl, "Fala comigo" é um filme safado. Exalando voyeurismo e muito erotismo, "Fala comigo" narra a história de amor e sexo entre um rapaz de 17 anos, Diogo (Tom Karabachian) e uma quarentona depressiva, Angela (Karine Teles). O que os une, é que Diogo é filho da psiquiatra vivida por Denise Fraga, e Angela é sua paciente. Diogo tem o hábito de pegar a agenda de contatos das pacientes de sua mãe e liga anonimamente para elas, se masturbando ao ouvir a voz delas. Em um desses trotes, ele e Angela se conectam e se apaixonam. O trabalho das atrizes no filme é formidável: Karine e Denise interpretam duas mulheres neuróticas, porém vítimas de um mundo machista e opressivo. Do elenco masculino, além da revelação do jovem Tom, temos o mega talento de Emilio de Mello, no papel do pai de Diogo, e Daniel Rangel, que interpreta o colega apaixonado platonicamente por Diogo. Com um tema tão subversivo, Felipe Sholl adicionou um pouco de humor para amenizar o drama contundente que se esconde em todas as relações do filme. Belíssima estréia na direção de longas.

Direção: Felipe Sholl

Elenco

  • Karine Teles ... Angela
  • Tom Karabachian ... Diogo
  • Denise Fraga ... Clarice
  • Emílio de Mello ... Marcos
  • Anita Ferraz ... Mariana
  • Daniel Rangel ... Guilherme
  • Manoela Dexheimer ... Paola
  • Guilherme Guaral ... Geraldo
  • Cecilia Hoeltz ... Enfermeira
  • Daniel van Hoogstraten ... Professor

 

Resultado de imagem para A+Secretaria+do+Presidente

A Secretária do Presidente

 A Secretária do Presidente conta a história de Ilde, uma garota que sai do interior de Minas Gerais e vai para Brasília para assumir o cargo de Secretária do Presidente da República.

Elenco: Leona Cavalli, Fabio Herford, Marcelo Laham, Bento Ribeiro, Gabriel Louchard, Patricya Travassos, Cris Nicolotti e Giulia Nadruz

O CASAMENTO DE GORETE

Direção: Paulo Vespúcio Garcia

Elenco: Rodrigo Sant'Anna, Tadeu Melo, Ataíde Arcoverde, Tonico Pereira, Leticia Spiller. Direção: Paulo Vespúcio.

Um garoto é rejeitado pelo pai por ser homossexual, sendo obrigado a abandonar a família e deixar um colega por quem está apaixonado. Décadas mais tarde, ele assume a identidade da extrovertida Gorete (Rodrigo Sant'Anna), dona de um famoso programa de rádio na cidade de Pau Torto. Quando descobre que o pai está prestes a morrer, ela retorna à casa da família e descobre que, para receber a herança, é obrigada a se casar. Começa uma grande disputa para saber quem será o marido de Gorete.

Resultado de imagem para a garota da moto

Com uma longa ficha de serviços prestados ao público infanto juvenil, o SBT agora lançou “A Garota da Moto”. A série é estrelada por Christianna Ubach, no papel de Joana, uma motogirl que enfrenta sem medo o trânsito de São Paulo. Ela cuida sozinha do filho de 8 anos, Nico (Enzo Barone), candidato a uma herança milionária. O pai que ele nunca conheceu deixou uma viúva ambiciosa e malvada, Bernarda (Daniela Escobar). Para se apropriar do dinheiro todo, ela planeja matar o menino. Joana e Nico vivem fugindo. Esse é o mote central da trama.

O ponto alto da produção (também exibida pela Fox) é sua protagonista. Joana emula aquelas clássicas heroínas das revistas em quadrinhos à la “Heavy Metal”. É um tipo que acena para o público adolescente com sua coragem para ziguezaguear nos engarrafamentos, com a forma maternal com que protege o filho e com uma dose de sensualidade. Trata-se de uma combinação de fatores infalível, mas de almanaque. E assim parece ser tudo em “A Garota da Moto”: resultado de uma fórmula. Essa impressão fica reforçada com a presença de um núcleo cômico e com a construção maniqueísta dos conflitos. Sem dizer que, exibida na sequência de “Cúmplices de um resgate” e da reprise de “Carrossel”, a série é claramente parte de uma estratégia da emissora para capturar o público jovem.

As externas, algumas delas de perseguição, colaboram para o resultado final. Há qualidade na realização da série dirigida por João Daniel Thikomiroff (da Mixer). Porém, nada disso vence o didatismo do roteiro. Quando Joana anuncia para o pai do menino que está grávida, o primarismo do diálogo é constrangedor. A vilã de Daniela Escobar, com mais trejeitos que uma Cruela Cruel de desenho animado, também não ajuda. Para piorar, as explicações dos personagens para a câmera não se justificam. É um recurso muito usado nos reality shows para narrar acontecimentos que podem ter ficado confusos. Aqui, na ficção, ficou parecendo um remendo.

“A Garota da Moto” não é de todo ruim, mas está longe de ser boa.

Resultado de imagem para õ vendedor de passados

O Vendedor de Passados (2016)

Download MEGA

Direção: Lula Buarque de Hollanda
O que você faria se pudesse alterar erros ou lembranças dolorosas do passado? Esta é a profissão de Vicente (Lázaro Ramos): ele vende passados às pessoas, criando documentos, fotos e outros indícios necessários para reescrever a história. Esta trama é uma adaptação do livro de mesmo nome, escrito pelo angolano José Eduardo Agualusa.

Resultado de imagem para ben hur 2016

"Ben-Hur", de Timur Bekmambetov

Participação: Rodrigo Santoro

O nobre Judah Ben Hur (Jack Huston), contemporâneo de Jesus Cristo (Rodrigo Santoro), é injustamente acusado de traição e condenado à escravidão. Ele sobrevive ao tempo de servidão e descobre que foi enganado por seu próprio irmão, Messala (Toby Kebbell), partindo, então, em busca de vingança.

Resultado de imagem para westworld (2016) 

Westworld

Participação: Rodrigo Santoro

Westworld é um parque temático futurístico para adultos, dedicado à diversão dos ricos. Um espaço que reproduz o Velho Oeste, povoado por andróides – os anfitriões –, programados pelo diretor executivo do parque, o Dr. Robert Ford (Anthony Hopkins), para acreditarem que são humanos e vivem no mundo real. Lá, os clientes – ou novatos – podem fazer o que quiserem, sem obedecer a regras ou leis. No entanto, quando uma atualização no sistema das máquinas dá errado, os seus comportamentos começam a sugerir uma nova ameaça, à medida que a consciência artificial dá origem à "evolução do pecado". Entre os residentes do parque, está Dolores Abernathy (Evan Rachel Wood), programada para ser a típica garota da fazenda, que está prestes a descobrir que toda a sua existência não passa de bem arquitetada mentira.

Jesuíta Barbosa, Adriana Esteves, Jéssica Ellen e Cauã Reymond (Foto: Divulgação/TV Globo)

Jesuíta Barbosa, Adriana Esteves, Jéssica Ellen e Cauã Reymond

JUSTIÇA

MINHATECA

Toda a minissérie se passa no Recife, capital de Pernambuco. Nela é contada uma trama em cada dia da semana, onde se desenrola a busca por justiça.

Segunda-feira (Vicente Menezes)

É exibido o caso de Elisa (Débora Bloch) que não supera a morte da filha, Isabela (Marina Ruy Barbosa), assassinada pelo noivo Vicente (Jesuíta Barbosa) que a flagra o traindo com o ex-namorado. Depois de liberto, tenta conseguir o perdão da ex-sogra e seguir a vida, agora casado com Regina (Camila Márdila).

Terça-feira (Fátima Libéria do Nascimento)

Mostra-se a vida de Fátima (Adriana Esteves), doméstica que matou o cachorro do policial Douglas (Enrique Díaz), por morder seu filho, e acaba por ser incriminada por tráfico. Quando é solta pretende reconstruir a família, mas o marido Waldir (Ângelo Antônio) faleceu, seu filho Jesus (Bernardo Berruezo/Tobias Carrieres) se torna morador de rua e a filha Mayara (Letícia Braga/Julia Dalavia) se prostitui.

Quinta-feira (Rose Silva dos Santos)

Mostra o desenrolar das amigas Rose (Jéssica Ellen) e Débora (Luisa Arraes), em que a primeira é presa com drogas dos amigos, enquanto a segunda é liberada. Após este fato, Débora é estuprada e quando reencontra a amiga sete anos mais tarde, parte em busca do homem que a violentou.

Sexta-feira (Maurício de Oliveira)

Exibe-se o caso de Maurício (Cauã Reymond), preso por eutanásia após matar sua esposa Beatriz (Marjorie Estiano), atropelada por Antenor (Antonio Calloni) durante fuga com o dinheiro roubado do sócio — Antenor fugiu sem prestar socorro. Quando sai da prisão, Maurício se aproxima de Vânia (Drica Moraes), esposa problemática de Antenor, agora candidato a Governador do Estado.

Resultado de imagem para nada será como antes minissérie

Nada Será Como Antes

Ambientada na década de 1950, a trama acompanha a criação fictícia da primeira emissora de televisão brasileira. Impulsionado pela popularização do rádio, o empreendedor Saulo se junta ao amigo Otaviano para inaugurar a TV Guanabara. Filho do magnata Pompeu, homem envolvido com a política, Otaviano se envolve com a dançarina Beatriz, que vem ser uma atriz de sucesso na emissora fundada. Beatriz se envolve também com Júlia, irmã de Otaviano, que cuida dos negócios da família e está noiva de Vitor, sem saber que a jovem planeja se vingar de Pompeu, assassino de sua mãe.

Ator/Atriz Personagem
Débora Falabella Verônica Maia
Murilo Benício Saulo Ribeiro
Bruna Marquezine Beatriz dos Santos
Leticia Colin Júlia Azevedo Queiroz
Daniel de Oliveira Otaviano Azevedo Queiroz
Osmar Prado Pompeu Azevedo Queiróz
Cássia Kiss Odete dos Santos
Bruno Garcia Aristides
Alejandro Claveaux Rodolfo do Vale
Fabrício Boliveira Péricles Gonçalves
Jesuita Barbosa Davi
Daniel Boaventura Carvalho Rocha
Greta Antoine Laura Veiga
Igor Angelkorte Vitor
Virginia Cavendish Carmem
Susana Ribeiro Hilda (Maria de Lourdes)
Rita Elmôr Marta
Cassiano Ricardo Dr. Silveira
Edimílson Barros Armando
Isabela Dragão Nicinha
Antônio Fábio Ernesto
Bernardo Berruzeo Thiago
Ivan Vellame Cajá
Camilo Lelis Orelha
Altair Rodrigues Ary Coutinho
Jeadson Bahia Tennesse
Gabi Costa Miriam
Dani Antunes Daisy
Eduardo Salles Clóvis
Iza Cantora

 

 Resultado de imagem para boi neon filme

Boi Neon

Dirigido por Gabriel Mascaro

Elenco:

  • Juliano Cazarré como Iremar
  • Maeve Jinkings como Galega
  • Vinicius de Oliveira como Júnior
  • Samya De Lavor como Geise
  • Alyne Santana como Cacá
  • Josinaldo Alves como Mário

 Iremar (Juliano Cazarré) é um peão que trabalha na vaquejada, “esporte” no qual dois vaqueiros têm de emparelhar o boi até uma faixa de cal riscada no chão e derrubar o animal. Ele é o responsável por preparar o bicho para a arena. Mas o que o matuto mais quer da vida é trabalhar no “fabrico de roupa”, como o próprio personagem define, ou seja, ele sonha em ser estilista do Polo de Confecções do Agreste.

Resultado de imagem para barata ribeiro 716 filme

Barata Ribeiro, 716 (2016)

Dirigido por Domingos de Oliveira

"Br 716" é uma comédia leve e descompromissada sobre um grupo de amigos inseparáveis que viveram a delícia de ser jovens, livres, leves, soltos e cheios de sonhos, muitas vezes frustrados. Felipe (Caio Blat) é Felipe, alter ego de Domingos Oliveira, um aspirante a escritor, mas que vive momentos de conflito pessoal e profissional. Em seu apartamento na Barata Ribeiro 716, ele promove festas sem hora para acabar, para celebrar a vida com seus amigos. E mal sabiam eles que paralelo, se armava um golpe militar no ano de 1964. Bebidas, mulheres, paixões mal resolvidas. Os clichês da vida boêmia. O viés político está na figura de um paulista (Sergio Guizé), que anuncia aos amigos um levante popular para evitar uma possibilidade de levante militar, mas poucos lhe dão atenção. O filme começa e termina em cores, mas a história mesmo é apresentada em Preto e branco. Por conta do baixo orçamento, Domingos optou pela estética de planos longos, com usos de lentes grandes angulares. Os atores estão ótimos, e provavelmente rolou muito improviso. O filme é daqueles para se assistir com uma galera e após a sessão, discutir a importância do engajamento político ou não. Domingos, goste-se ou não de seus filmes (sou fã de seus primeiros filmes) é uma voz que luta pela produção de filmes independentes realizados com pouca grana e muita disposição dos amigos e equipe técnica para realização.

Resultado de imagem para Vidas Partidas filme

Vidas Partidas (2016)

Assista Online

Dirigido por Marcos Schechtman

Um casal vive em harmonia com as duas filhas até que o marido começa a ficar violento.

Elenco

  • Naura Schneider - Graça
  • Domingos Montagner - Raul
  • Georgina Castro - Nice
  • Suzana Faini - Marli
  • Milhem Cortaz - Delegado
  • Juliana Schalch
  • Nelson Freitas
  • Jonas Bloch
  • Augusto Madeira
  • Denise Weinberg

 Resultado de imagem para um homem só filme

UM HOMEM SÓ  (2016) Download MEGA

Direção de Claudia Jouvin

Filme de estréia da roteirista Claudia Jouvin, que escreveu alguns roteiros de José Belmonte: "O gorila", "Entre idas e vindas" e seriados para a Tv Globo. O filme, premiado em Gramado, de onde saiu com os prêmios de fotografia, Ator coadjuvante (Otavio Mueller) e atriz (Mariana Ximenes), é uma deliciosa e melancólica fábula sobre o amor. Arnaldo (Vladimir Brichta) é um burocrata casado com uma megera (Ingrid Guimarães, em personagem muito próximo ao que ela fez em "Um namorado para minha mulher"). Inconformado com a vida pessoal e profissional, Arnaldo acaba sem querer escutando uma conversa secreta entre seus colegas de trabalho: a possibilidade de se clonar. Com essa idéia em mente, ele vai até o laboratório futurista fazer uma cópia de si mesmo: Ele, o original, segue para curtir a vida, e a cópia, pega a parte ruim. Com a entrada em cena de Josie (Ximenes), funcionária de um cemitério de animais, e a rebelião do clone, tudo se torna um inferno na vida de Arnaldo. Um filme diferente dentro da seara das comédias românticas nacionais, por inserir elementos de realismo fantástico e futuristas na trama, "Um homem só" tem todo o requinte de um ótimo filme argentino: ótimo roteiro, bons atores e uma fotografia elegante e classuda. Vale assistir ao filme, que é muito divertido e possui no seu elenco participações especiais de Milhem Cortaz, Eliane Giardini, Debora Lamm e Leticia Isnard. O Rio de Janeiro apresentado no filme é muito diferente da cidade colorida e de cartão postal que estamos habituados a assistir. A trilha sonora, do craque Plínio Profeta, é uma maravilha.

Elenco

  • Vladimir Brichta....Arnaldo 1 e 2
  • Mariana Ximenes....Josie
  • Ingrid Guimarães....Aline
  • Otávio Muller....Mascarenhas
  • Eliane Giardini....Tia Leila
  • Milhem Cortaz....Cássio
  • Daniel Aráoz....Dr. Döppel
  • Cadu Fávero....Cigano
  • Aramis Trindade....Tipo Magro
  • Natália Lage....Cecília
  • Luiza Mariani....Suzana
  • Sandro Rocha....Cadu
  • Letícia Isnar....Sônia
  • Débora Lamm....Ruth
  • Mabel Cezar....Secretária
  • Murilo Grossi....Tomé
  • Julio Levy....Chefe
  • Maurício Rizzo....Colega
  • Paulinho Serra....Homem que chora
  • Mary Sheila....Mãe
  • José Araújo....Cego
  • Manoela Rosa....Menina

 

http://www.tvshow.com.br/wp-content/uploads/2015/12/Milagres-de-Jesus-e1451516141745.png 

Milagres de Jesus - O Filme

Dirigido por:  João Camargo
A história de diferentes e diversos personagens que receberam benção ou milagre de Jesus Cristo no Novo Testamento.

Me Chama de Bruna

Elenco:

  • Carla Ribas
  • Luciana Paes
  • Maria Bopp Raquel Pacheco / Bruna Surfistinha
  • Nash Laila

Raquel é uma jovem de classe média que decide virar garota de programa, adotando o apelido “Bruna Surfistinha”. Stella, uma cafetina experiente, abriga a jovem em sua casa, onde ela não demora para se sobressair e gerar inveja nas colegas Georgette, Mônica e Jéssica . Descobre no novo trabalho uma soma de vocação e prazer, virando a favorita da clientela. Mas nem tudo são flores, pois ela é confrontada com a dura realidade do ramo da prostituição: meninas que precisam trabalhar desde cedo pra sustentar a família, clientes agressivos que objetificam as acompanhantes, e sua família, que não se conforma com a profissão da moça. Bruna supera todos esses desafios, se fortalecendo a cada obstáculo superado e se tornando mais e mais satisfeita com o lugar que ocupa. Em pouco tempo ela se torna a prostituta mais requisitada de São Paulo.

Resultado de imagem para o duelo 2016

O Duelo

Legenda

Participação: Alice Braga

Um Texas Ranger, membro da força policial do estado do Texas, investiga uma sucessão de mortes inexplicáveis em uma cidade chamada Helena.

Resultado de imagem para nise o coração da loucura

Nise - O Coração da Loucura (2016)

Download MEGA

Dirigido por Roberto Berliner

Raras vezes o Cinema Nacional realizou um filme que unisse com tanto primor o entretenimento e a Arte. Baseado na história da Psiquiatra Nise da Silveira, que nos anos 40, em um Centro psiquiátrico do Rio de Janeiro, se revoltou contra os métodos usados para "curar" os pacientes considerados como doentes crônicos e incuráveis. Os tratamentos eram a lobotomia e choque elétrico. Contra o uso da violência, Nise passou a trabalhar com os pacientes fazendo uso da terapia ocupacional, como pintura, música, relacionamento com animais, sempre considerando-os como pessoas, chamando-os de clientes, e não de pacientes. Fotografia belíssima de André Horta e uma direção de arte e figurino discretos que não querem brigar com o drama narrado. O elenco inteiro é excepcional. Falar do trabalho de Glória Pires é redundante. Todos muito verossímeis nos seus papéis de esquizofrênicos, que cheguei a pensar que eram internos de verdade. Parabéns ao cineasta que soube trabalhar extraordinariamente com os seus atores. Obrigatório e necessário.

Elenco
Ator Papel
Glória Pires Nise da Silveira
Fabrício Boliveira Fernando Diniz
Simone Mazzer Adelina Gomes
Roney Villela Lúcio Noeman
Julio Adrião Carlos Pertuis
Claudio Jaborandy Emygdio de Barros
Flavio Bauraqui Octávio Ignacio
Bernardo Marinho Raphael Domingues
Roberta Rodrigues Ivone Lara
Augusto Madeira Lima
Zé Carlos Machado Dr. Nelson
Georgiana Góes Marta
Fernando Eiras Mário Magalhães
Felipe Rocha Almir
Charles Fricks Mário Pedrosa
Michel Bercovitch Dr. César
Tadeu Aguiar Dr. Mourão
Luciana Fregolente Eugênia
Zé Mario Farias Enfermeiro
Pedro Kosovski Dr. Letier
Eliane Costa Leila
Perfeito Fortuna Aurélio
Zezeh Barbosa Carmem

Resultado de imagem para Xilindró

Xilindró

primeira temporada / segunda temporada

Preso injustamente, Amadeus (Gustavo Mendes) foi acusado de roubar as receitas do chef de cozinha do restaurante onde trabalhava. Cumprindo pena em regime semiaberto, ele trabalha durante o dia com uma "bike food" e é o responsável pela cozinha do presídio, onde convive com vários outros detentos.

A Canção de Lisboa

Vasco Leitão, vive da mesada das tias, que vivem no Porto e o consideram um aluno cumpridor. Mas Vasco prefere os bares e as mulheres bonitas, em particular Alice, uma rapariga com talento para a música e ?lha do candidato a Primeiro Ministro José Caetano. Os azares de Vasco sucedem-se: no mesmo dia em que volta a reprovar uma prova oral, recebe um email em que as tias lhe anunciam uma visita a Lisboa!

Dirigido por Pedro Varela

Elenco

  • César Mourão como Vasco
  • Luana Martau como Alice
  • Marcus Majella como Murilo
  • São José Lapa como Margot
  • Miguel Guilherme como José Caetano
  • Maria Vieira como Maria José
  • Dinarte de Freitas como Rui
  • Carla Vasconcelos como Sónia
  • Dimitry Bogomolov como Ivan
  • Jani Zhao como aluna
  • Nuno Markl como ele mesmo
  • Ruy de Carvalho como Professor Mata

 

Resultado de imagem para o estranho show de renatinho

O Estranho Show De Renatinho

Tatá Werneck comanda a atração ao lado de Maurício Meirelles, Murilo Couto, Nil Agra e Marco Gonçalves, integrantes da sua banda, Renatinho. Em uma mistura de talk e game show, o programa conta com três palcos simultâneos, onde os apresentadores recebem convidados especiais, números musicais, improvisos, monólogos e interagem com uma plateia, de forma inovadora.

Resultado de imagem para ceará fora da casinha

Ceará Fora Da Casinha

Com 20 episódios temáticos, Ceará Fora da Casinha mistura esquetes, entrevistas com convidados famosos e pautas com o público na rua. No programa, o humorista Wellington Muniz, mais conhecido como Ceará, interpreta personagens já conhecidos do público (como Silvio Santos, Gabi Herpes e Regina Ralé), além de novidades, como Wellington Safadão, Glória Xícara e Padre Fábio Jr. de Melo. A atração sucedeu A Grande Farsa, programa que marcou a estreia de Ceará no Multishow e o seu retorno à TV, depois de ter ficado 18 anos no Pânico.

Em Ceará Fora da Casinha, o humorista levou ao ar personagens que já eram sucesso e também incorporou alguns dos mais de 20 autorais criados na primeira experiência que teve como artista solo no canal pago. Foi o caso do personal stylist Jorgivenchy, que ganhou mais espaço no novo programa, por exemplo.

Segundo Ceará, o nome da atração combina a espontaneidade e irreverência diante do roteiro, que o faz sair do "normal", com o fato do programa ter muitas cenas gravadas em locações externas. Tudo foi captado entre abril e julho de 2016, em São Paulo.

Com direção de Rogério Passos, o programa tem como fio condutor Sérgio Chapelin, personagem inspirado no apresentador do Globo Repórter, que chama as reportagens e quadros com temas como a vida dos milionários, o universo dos nerds e a rotina de artistas sertanejos e funkeiros. Os humoristas Bruna Louise e Eros Prado também fazem parte do elenco.

Entre as participações especiais desta temporada estão a dupla Simone & Simaria, Palmirinha Onofre, PC Siqueira, MariMoon, Roberto Leal e Preta Gil, o jornalista Leão Lobo e os casais Naldo Benny e Ellen Cardoso.

 Resultado de imagem para 220 volts multishow

220 Volts (2011-2016)

 O programa é apresentado em um palco de teatro e o tema é sobre situações inusitadas, constrangedoras e cômicas retratando o cotidiano usando sempre personagens criados pelo ator.

Resultado de imagem para fora do normal fabio porchat

Fábio Porchat - Fora do Normal

 

Matheus Ceará - Inédito Pra Quem Nunca Viu / MEGA

 

Carrossel 2 - O Sumiço de Maria Joaquina / Minhateca

Direção: Mauricio Eça

Elenco:

Larissa Manoela – Maria Joaquina
Jean Paulo – Cirilo
Maísa Silva – Valéria Ferreira
Rosanne – Professora Helena
Paulo Miklos – Gonzalez
Oscar Filho – Gonzalito
Miá Mello – Didi Mel
Elke Maravilha – Mãe do Gonzalez

Famosas por conta do sucesso do clipe de PanáPaná na internet, as crianças chamam a atenção de uma estrela da música brasileira, Didi Mel (Miá Mello), que decide convidar toda a galera da escola Mundial para um de seus shows. No entanto, o que tinha tudo para ser uma ótima excursão ganha ares de filme de terror quando os vilões Gonzales (Paulo Miklos) e Gonzalito (Oscar Filho), recém-saídos da prisão, decidem sequestrar Maria Joaquina (Larissa Manoela).

Os Detetives do Prédio Azul - DVD

Detetives do Prédio Azul

“Detetives do Prédio Azul” é um programa exibido pelo canal Gloob e produzido pela Conspiração Filmes. O enredo conta a história de um prédio antigo no qual moram três amigos inseparáveis: Tom, Mila e Capim. A cada episódio eles desvendam problemas misteriosos que surgem no prédio, vestem suas capas superequipadas e se tornam os Detetives do Prédio Azul! (D.P.A). No meio do caminho, está a malvada Dona Leocádia - síndica do prédio -, que não esconde sua implicância pelos três e vai fazer de tudo para acabar com suas brincadeiras. 

Resultado de imagem para meu amigo hindu filme

MEU AMIGO HINDU (2016)

Download FileFactory

Não sei o que falar do filme. Pensei se eu daria uma de Glória Pires e dizer : "Não quero opinar sobre isso". Mas após a sessão, enquanto voltava para casa, pequenos flashes do filme vinham pra mente. Momentos que não gostei, alguns momentos que valeram a pena. Resolvi equilibrar os pontos positivos e negativos e assim, penso que cheguei a conclusão que é um filme... ousado? Seria essa a palavra certa? Como falar de um filme que tem o título "Meu amigo Hindu", e o mesmo só aparecer lá pelo meio da narrativa, e simplesmente, não tem força alguma? O que dizer de um filme onde o drama realista se une ao musical, homenageando "O gordo e o magro" em momento cantante, ou mesmo "Cantando na chuva"? Será o filme uma espécie de "8 1/2" e "All that jazz"? Uma revisão artística e criativa de um artista sob a ótica das mulheres que percorreram sua vida? Em seu leito de morte, o próprio surge para atentá-lo? é assim nos 2 filmes citados, e mais: as mulheres são vistas como representação do objeto sexual, sedutoras, nuas, abusando de sua sexualidade. Será o filme uma comédia de humor negro? Porquê repentinamente, existem surtos de humor na narrativa, como na cena dos milionários perguntando a "Babenco" como é o "Outro lado" da vida? Um filme ambientado no Brasil todo falado em inglês? Hum... De concreto: as atuações dos protagonistas são incríveis: Willen Dafoe totalmente entregue ao personagem, dispensa apresentações. Maria Fernanda Cândido provando que ao amadurecer está se tornando uma atriz bastante interessante e saindo da zona de conforto. Denise Weimberg, um luxo só. Barbara Paz, inesquecível em sua dança final. Selton Mello, que parece ter se divertido horrores. A parte técnica também valoriza bastante o resultado final: a trilha sonora do craque polonês Zbigniew Preisner, autor de várias trilhas de Kieslowsky. Mauro Pinheiro Jr, soberbo na sua fotografia que mescla o lúdico ao realista. Por pontos positivos que prevelecem ao duvidoso, vale assistir ao filme.

Elenco

  • Willem Dafoe como Diego
  • Maria Fernanda Cândido como Livia
  • Bárbara Paz como Sophia Guerra
  • Selton Mello como Morte
  • Reynaldo Gianecchini como Ricardo Steen
  • Rio Adlakha como O amigo hindu
  • Maitê Proença como Debora
  • Dalton Vigh como Dr. Morris
  • Ary Fontoura como Dudu
  • Tânia Khalill como Rosemary
  • Dan Stulbach como Marcos
  • Guilherme Weber como Antonio
  • Denise Weinberg como Anita
  • Daniela Galli como Mary Flowers
  • Gilda Nomacce como Mulher de Antonio
  • Juan Alba como Rodrigo
  • Fabiana Gugli como Eugênia
  • Barry Baker como Eduardo
  • Amanda Sobel como Ivy Stupakoff
  • Henry Sobel como Rabino
  • Cristina Mutarelli como Manuela
  • Roney Facchini como Carlos
  • Christine Fernandes como Dra. Virginia
  • Clara Choveaux como Mulher jovem
  • Vera Valdez como Esposa da Morte
  • Nizo Neto como Apresentador de TV
  • Ana Clara Fischer como Mulher Rajneesh
  • Aida Leiner como Enfermeira #123
  • Marcello Airoldi como Doutor #41
  • Daniella Pinfildi como Esposa do Eduardo

Direção: Hector Babenco 

Resultado de imagem para diário de um exorcista

Diário de um Exorcista – ZeroMEGA

Dirigido por: Renato Siqueira, Ruben Espinoza

Elenco:

  • Chris Fernandes Rosalina
  • Edson Rocha Jonas Vidal
  • Fabio Tomasini Padre Thomas Biaggio
  • Luiz Marigo Padre Pedro Biaggio
  • Adriano Arbol Renan
  • Anabiara Dias Paula Vidal
  • Celso Batista
  • Cibelle Martin Paula Vidal
  • Diego Andrade Padre Thomas Biaggio
  • Fábio Cadôr Padre Pedro Biaggio
  • Glauber Silva Sérgio
  • Hélio Aguirra Laureano
  • Katiane Reeves Irmã Maria Lucia
  • Lisa Negri Júlia Vidal
  • Lisa Negri
  • Manoel Lima Padre Lucas Vidal
  • Marcela Pignatari
  • Mari Nogueira
  • Olivia Camargo Irmã Maria Lucia
  • Priscilla Avelar Júlia Vidal
  • Renato Siqueira Padre Lucas Vidal
  • Ruben Espinoza Roberto
  • Silmara Túrmina Irmã Maria Lucia
  • Silvana Farina
  • Vininha de Moraes Tia Clara
  • Vynni Takahashi Lucas Vidal
  • Waldemar Dias Bruno

Quando uma tragédia familiar inexplicável abala sua família, o jovem Lucas Vidal desperta para a desafiadora missão de enfrentar o inimigo maior do homem e de Deus: o próprio Diabo. A história (baseada em fatos reais) do padre Lucas Vidal – um dos maiores exorcistas da América Latina – é contada em aterrorizantes detalhes. Conheça a batalha dos padres exorcistas contra esses terríveis seres profanos que crescem em número e poder a cada dia. O mal foi liberto e não se sabe mais quem é humano e quem é demônio. Como poderão, os padres exorcistas, enfrentarem o inconcebível poder das trevas?  

Imagem relacionada

Fala Comigo

Elenco

  • Karine Teles ... Angela
  • Tom Karabachian ... Diogo
  • Denise Fraga ... Clarice
  • Emílio de Mello ... Marcos
  • Anita Ferraz ... Mariana
  • Daniel Rangel ... Guilherme
  • Manoela Dexheimer ... Paola
  • Guilherme Guaral ... Geraldo
  • Cecilia Hoeltz ... Enfermeira
  • Daniel van Hoogstraten ... Professor
Diogo tem um estranho fetiche: ele sente prazer ao ligar para as pacientes de sua mãe, que é terapeuta. Certo dia, ele liga para Ângela, uma mulher de 43 anos que acaba de se separar do marido. Os dois iniciam uma complicada relação pelo telefone, repleta de curiosidade e de silêncio.

Imagem relacionada

Animal Político - 2016

Download MEGA

Direção: Tião

Concorrendo no prestigiado Festival de Rotterdan em 2016, o longa de estréia do curta-metragista pernambucano Tião é uma fábula que mescla linguagem de documentário e de ficção. Usando a premissa de clássicos como "Zabriskie Point", de Antonioni, e "Na natureza selvagem", de Sean Penn, Tião coloca como protagonista de seu filme, uma vaca (de verdade!), que se mistura aos humanos de forma espontânea, fazendo parte da rotina dos seres humanos. Ela faz o cabelo no salão de beleza, malha na academia, come em restaurantes chiques, vai pra balada, perambula pelas ruas da cidade, trabalha... criada em uma família de classe média, composta por um casal e uma filha pequena, a vaca vive feliz. Até que um dia, ela sucumbe na mais cruel crise de existencialismo. Disposta a saber qual o sentido da vida, ela descamba a caminhar pelas ruas, até chegar ao deserto, crente que o lugar irá lhe trazer iluminação (qualquer semelhança com a passagem de Cristo pelo deserto, não será mera coincidência). A vaca encontra no caminho um ser robótico, uma espécie de oráculo do Google, que irá lhe dar resposta pra qualquer de suas perguntas. Insatisfeita, logo ela dá de cara com macacos e com o monolito de "2001, uma odisséia no espaço". Uma vez iluminada, a vaca consegue ficar de pé, e a partir daí, ela resolve retornar para cidade grande e repensar toda a sua trajetória. Seria muito fácil dizer que o realizador desse filme tomou um forte ácido para conceber o projeto. Pode até ser que isso tenha acontecido, mas o resultado é muito curioso, bizarro e divertido. A primeira parte, com a vaca real, é bem debochada e parece sketch de um programa de humor televisivo. Na segunda parte, já com um ator vestindo a roupa da vaca, é mais tosca, divagando nas questões já propostas nos filmes citados acima: consumismo, crítica ao modo de vida burguês, racismo, imperialismo etc. em determinado momento, o filme para e somos obrigados a assistir a um curta muito doido, chamado de "A pequena caucasiana", que não sei porque, não foi criticado pelas feministas, por conta de uma jovem branca totalmente nua proferindo palavras de ordem sobre racismo, terceiro mundo e coisas e tal. Um filme com certeza ousado e polêmico, que teria sido mais interessante se ficasse mais nas brincadeiras de referencias cinéfilas.

Resultado de imagem para Daniela.Mercury.o.Axé.A.Voz.e.o.Violão.2016

Daniela Mercury - o Axé A Voz e o Violão (2016)

 

Resultado de imagem para vai que dá certo 2

VAI QUE DÁ CERTO 2 / Mega

Como os primeiros planos de enriquecer não deram certo, Rodrigo (Danton Mello), Tonico (Felipe Abib) e Amaral (Fábio Porchat) ainda precisam de dinheiro. Eles encontram um vídeo com cenas comprometedoras de Elói (Vladimir Brichta), e tentam chantageá-lo, mas os planos não funcionam como planejado. Até porque uma prima nada confiável (Verônica Debom) e uma dupla de policiais corruptos também está interessada em faturar com essa história.

Dirigido por Maurício Farias e Calvito Leal

Fábio Porchat, Lúcio Mauro, Lúcio Mauro Filho, Natália Lage, Danton Mello e Felipe Abib

 

 

Resultado de imagem para apaixonados o filme

Apaixonados – O Filme / MEGA

Dirigido por Paulo Fontenelle

Elenco

  • Nanda Costa como Cássia
  • Raphael Viana como Léo
  • Roberta Rodrigues como Soraia
  • João Baldasserini como Hugo
  • Paloma Bernardi como Sabine
  • Evelyn Castro como Uítinei
  • Danilo de Moura como Scott
  • Roberto Bonfim como Marceneiro
  • Nando Cunha como Nico
  • Saulo Rodrigues como Charles
  • Dhu Moraes como Regina
  • Zezeh Barbosa como Dalva
  • Luiz Guilherme como Manoel
  • Lidi Lisboa como Riuston
  • Simone Gutierrez como Guida
  • Renato Góes como Francisco

Três casais se encontram e se unem em pleno Carnaval, tentando ficar juntos em meio a diversos conflitos que surgem tendo a maior festa do Brasil como cenário – e muitas vezes como causa. Cássia (Nanda Costa) é a porta-bandeira de uma escola de samba e além de se dividir entre as responsabilidades carnavalescas e a preocupação com o pai (Roberto Bonfim), que está internado, ela se envolve com o médico Léo (Raphael Viana). Outro casal improvável se forma com Soraia (Roberta Rodrigues), uma cabeleireira da comunidade, e Hugo (João Baldesserini), jovem abastado que é controlado pelo pai. O terceiro casal é formado pelo americano Scott (Danilo de Moura), que odeia samba e não consegue deixar o Rio de Janeiro, com a vendedora Uitinei (Evelyn Castro), que faz de tudo para conquistá-lo. 

 

Exilados do Vulcão - HDRip Nacional

Exilados Do Vulcão / Minhateca

Uma mulher sofre com a perda do homem amado. Um incêndio em sua casa destrói diversos objetos, mas fotos e um diário escrito por ele são resgatados. Com esses elementos em mão, ela decide percorrer o mesmo caminho feito por ele, conhecendo as mesmas pessoas e vivendo as experiências indicadas nas fotos e nas frases do diário.


 

"Amores urbanos, 2016", de Vera Egito  /    Download MEGA

O cineasta canadense Xavier Dolan realizou em 2010 o mega cult "Amores imaginários", onde, através da relação de 3 jovens na faixa dos 20 anos, ele discute amor, sexualidade e amizade. É difícil de imaginar que o paulista "Amores urbanos" não tenha uma certa influência desse filme. A diferença agora é que os personagens cresceram, estão na faixa dos 30 anos e perceberam que o tempo passou, a vida está passando e eles não produziram quase nada de concreto. O amor e o sexo continua para lá de livre, leve e solto. Porém, agora, pensam o trabalho, o futuro e a pressão familiar para que o filho construa algo promissor. Ou seja, os sonhos morreram e nem deram tchau para ninguém. 3 amigos extremamente carentes e que moram na metrópole paulistana: a cidade grande, como todos sabemos, é o cenário ideal para as neuroses e psicoses aflorarem. Diego (Thiago Petit), gay assumido e Dj Julia (Maria Laura Nogueira), que sonha em ser estilista e vive bancada pelos pais; e Mica (Renata Gaspar), lésbica em crise porquê sua namorada não assume a relação abertamente. Morando no mesmo prédio, os 3 sofrem, riem, choram, se desesperam, vão à balada e principalmente, se apoiam quando estão na merda. O filme, de baixo orçamento, tem um olhar extremamente carinhoso sobre os 3 amigos. A cineasta e roteirista Vera Egito provavelmente se inspirou em amigos na faixa etária e fez esse pout pourri de situações e emoções embaladas por uma trilha sonora da melhor qualidade. É um filme com boas dosagens de drama e humor, beirando o melodrama e com um ritmo bem lento. Para quem vive em cidade grande, provavelmente irá se identificar com essa solidão que abate corações e mentes.  

 

Resultado de imagem

Elon Não Acredita na Morte (2016)

Assista Online

Elenco:

  • Rômulo Braga Elon
  • Clara Choveaux Madalena
  • Lourenço Mutarelli Manoel

Direção: Ricardo Alves Júnior

Eu adoro ver cenas de sexo bem filmadas nos filmes, e aqui, existe uma cena de sexo explícito, onde os atores Rômulo Braga e Clara Choveaux fazem sexo oral, de forma crua e visceral. Uma cena intensa e dolorosa. Só por essa cena, o filme já merecia a atenção do espectador. Mas o filme é bem mais do que isso. Totalmente focado na estética dos cineastas belgas irmãos Dardenne, que se utilizam da câmera documental que fica o tempo todo grudado nas costas do personagem, seguindo-o para todos os lugares, "Elon não acredita na Morte" é um híbrido de drama psicológico e filme de suspense. Elon (Rômulo Braga) é um vigia noturno. Sua esposa, Madalena (Clara Choveaux) não retorna para casa, e ele passa a noite toda em busca de seu paradeiro. Para isso, ele vai atrás de uma amiga, da Irmã dela (a mesma Clara Choveaux) e de pessoas próximas, sem sucesso. Ao mesmo tempo, imagens desconexas vem a sua mente. O que teria acontecido à Madalena? Me lembrei bastante de um filme de Gustavo Rosa de Moura, chamado "Canção da volta". Nele, um casal em crise, vividos por João Miguel e Marina Person, vivem às turras. Um dia, ela desaparece, e o personagem de João vaga pelos hospitais, delegacias, Iml, ruas, em busca dela. O que diferencia os dois filmes, é justamente a estética. Ricardo Alves Jr, cineasta mineiro, adaptou o seu premiado curta "Tremor" , de 2013, e o esticou, criando o longa "Elon não acredita na morte". Ele substituiu o ator Elon Rabin, que dá nome ao personagem, pelo ator Rômulo Braga, que está extraordinário. É um filme que mistura atores e não atores, em narrativa totalmente documental. Um filme adulto, trágico, cult e um belo presente para cinéfilos. Trilha sonora e fotografia fodas, ajudando no clima claustrofóbico.

 


Resultado de imagem

PROVA DE CORAGEM / MEGA

Direção de Roberto Gervitz

Elenco

  • Armando Babaioff....Hermano
  • Mariana Ximenes....Adri
  • Áurea Maranhão ....Naiara
  • Daniel Volpi....Renan
  • César Troncoso....Thales

Hermano (Armando Babaioff) é um médico bem-sucedido que esta planejando uma escalada de alto risco em uma montanha na Terra do Fogo. Neste período, sua mulher Adri (Mariana Ximenes), com quem vive há sete anos, descobre que esta grávida. Mesmo na iminência de se tornar pai, ele dá prosseguimento a seus planos. Esta é a prova de coragem que Hermano deve a si mesmo após ter testemunhado seu melhor amigo ser agredido até a morte e não ter feito nada para ajudá-lo. 


 Resultado de imagem para aquarius sonia braga nudezResultado de imagem para aquarius sonia braga nudezResultado de imagem para aquarius sonia braga nudezResultado de imagem para aquarius sonia braga nudezAllan Souza Lima pelado mostra pau nu frontal

Aquarius (2016)

Download MEGA

Dirigido por Kleber Mendonça Filho

Elenco

  • Sônia Braga como Clara
  • Humberto Carrão como Diego
  • Maeve Jinkings como Ana Paula
  • Irandhir Santos como Roberval
  • Carla Ribas como Cleide
  • Allan Souza Lima como Paulo
  • Bárbara Colen como Clara (em 1980)
  • Julia Bernat como Julia
  • Germano Melo como Martin
  • Pedro Queiroz como Tomás
  • Fernando Teixeira como Geraldo
  • Lula Terra como Ronaldo
  • Clarissa Pinheiro como Ana Paula
  • Thaia Perez como Tia Lucia (em 1980)
  • Joana Gatis como Tia Lucia (em 1940)
  • Zoraide Coleto como Ladjane
  • Buda Lira como Antonio
  • Paula de Renor como Fátima
  • Andrea Rosa como Juvenita
  • Tavinho Texeira como Augusto
  • Bruno Goya como Daniel
  • Rubens Santos como Rivanildo
  • Daniel Porpino Adalberto como Rodrigo
  • Arly Arnaud Adalberto como Letícia
  • Leo Wainer como Alexandre
  • Valdeci Junior como Josimar

A produtora Vídeo Filmes de Walter Salles é um grande apaixonado por cineastas que falam sobre a memória. Foi assim com o chinês Jia Zheng Ke, e agora com Kleber Mendonça e seu poema sobre o passado, presente e futuro intitulado "Aquarius". O prédio que dá nome ao filme se localiza no bairro nobre de Boa Viagem, e fica de frente pra praia. Clara (Sonia Braga), é uma escritora aposentada e de classe média alta: possui 5 apartamentos e tem boa aposentadoria. Mas ela não quer sair do apartamento onde mora, mesmo que a construtora lhe ofereça uma boa soma em dinheiro. Todos os outros moradores, que saíram do prédio, reclamam com Clara, pois não podem receber o dinheiro enquanto ela não sair de lá. Mas ela se recusa: o apartamento é o seu mundo. Lá ela tem recordações da vida inteira: os fantasmas do passado, as fotos, os milhares de Lps e a companhia de sua empregada que está com ela há quase 20 anos. O filme discute o tempo todo a dicotomia velho X Novo. Clara transa com um michê novo. O jovem Diego (Humberto Carrão) praticamente preside a empresa de sua família. Os filhos de Clara a acham retrógrada e antiquada. Só quem entende Clara é a sua empregada, brilhantemente interpretada por uma atriz que não consegui achar o nome. Tecnicamente impecável, e com uma trilha sonora de encher os olhos (Roberto Carlos, Maria Bethânia, Queen, Paulinho da Viola, Taiquara, etc). "Aquarius" é um bom filme que faz uma metáfora sobre o abuso do Poder e sobre a morte do passado. Reminiscentes como Clara, que briga com unhas e dentes para defender o que é seu, brigam o tempo todo com pessoas que desconhecem o sentido da palavra humanismo. O filme recentemente ficou envolvido em polêmica por causa de cenas de sexo (um pênis ereto, sexo grupal e sexo oral), e ganhou grande repercussão. Confesso que achei o filme longo e com personagens em excesso. Mesmo assim, merece ser visto. Nem que seja pela atuação irrepreensível de Sonia Braga, na melhor interpretação de sua carreira.

Pelé - O Nascimento de uma Lenda / 1FICHIER

Um filme de Michael Zimbalist, Jeff Zimbalist 

Elenco

  • Leonardo Lima Carvalho como Pelé - 10 aos 13 anos
  • Kevin de Paula como Pelé - 13 aos 17 anos
  • Vincent D'Onofrio como Feola
  • Seu Jorge como Dondinho
  • Colm Meaney como George Raynor
  • Diego Boneta como José
  • Felipe Simas como Garrincha

A história de Pelé, o maior jogador de futebol de todos os tempos, de sua infância na cidade mineira de Três Corações até a consagração ao ganhar a Copa do Mundo de 1958 pelo Brasil, com apenas 17 anos. 


Resultado de imagem

MAIS FORTE QUE O MUNDO (2016)

Assista Online / Download MEGA

É comum no meio cinematográfico muita gente torcer o nariz quando vê o nome da preparadora Fátima Toledo nos créditos de um filme. Polêmicas à parte, é inquestionável o seu valor de produção quando coloca atores que estavam acomodados a um lugar comum, saírem de sua zona de conforto e apresentarem ao espectador as melhores performances de sua vida. Jovens como Cleo Pires, José Loreto, Rômulo Arantes e Paloma Bernardi surpreendem e calam a boca de todos os seus detratores. A eles, somam-se o talento de Jackson Antunes, Claudia Ohana e Millhem Cortaz, todos os 3 excelentes em seus papéis. Somado à fotografia escandalosa de Carlos André Zalasik e ao olhar seguro e estilizado do Cineasta Afonso Poyart, "Mais forte que o mundo" toma de assalto a emoção da platéia. Logo de cara, já diz ao que veio: edição dinâmica, muita ação, tensão, adrenalina e principalmente, o lado humano e dramático de personagens que estão à beira de um surto. A pobreza, demonstrada nas cenas de Manaus, é aliada à uma narrativa que se apoia nos filmes da franquia "Rambo", "Clube da luta" e pasmem, Sergio Leone e Tarantino! Afonso Poyart se apóia em todas essas referências e faz um filme de altíssima qualidade técnica e artística para contar a sua versão da ascensão do lutador de UFC José Aldo. Entre fracassos, desespero, dramas familiares e muita fome, Aldo faz o que todo lutador e esportista retratado em filmes faz: vai além do seu limite, supera os seus traumas e segue em frente. E pensando bem: o que seriam desses heróis se não fossem seus traumas familiares? Afinal, são eles que os impulsionam. A destacar também a porção cômica do filme, que alivia a barra pesada: Rafinha Bastos e Gero Camilo que interpreta o atendente da lanchonete divertem e mantêm o sorriso constante no espectador. Uma ousadia que Poyart apostou e funcionou. Excelente trilha sonora que alia temas pop e MPB a uma música incidental vibrante.

Direção: Afonso Poyart

Elenco

  • José Loreto como José Aldo
  • Cleo Pires como Viviane (Vivi)
  • Milhem Cortaz como Dedé Pederneiras
  • Jackson Antunes como José Aldo da Silva Oliveira (Seu Zé)
  • Claudia Ohana como Rocilene da Silva Oliveira
  • Rômulo Neto como Fernandinho
  • Paloma Bernardi como Luiza
  • Thaila Ayala como Laura
  • Rafinha Bastos como Marcos Loro
  • Felipe Titto como Tony Mendigo
  • Robson Nunes como Marquinhos
  • José Trassi como Guimba
  • Paulo Zulu como Mestre Marcinho
  • Dirley "Mão de Pedra" Broenstrup como Lutador UFC 129 (Mark Hominick)
  • Bruce Buffer como Ele mesmo
  • Jonathan Haagensen como Traficante do Morro

Resultado de imagem para o roubo da taça filme 

"O roubo da taça, 2016", de Caito Ortiz / DVD-R

Dirigido pelo mesmo Cineasta de "Estação Liberdade", "O roubo da taça" venceu 3 prêmios em Gramado 2016: Ator, fotografia e roteiro. Caito Ortiz é um diretor de publicidade que traz para os seus filmes esse olhar estilizado. A fotografia, em tons amarelados, carregados de filtro, trazem à tona os anos 80, realçando o tom nostálgico do filme. O filme se passa em 1983, o ano em que a Taça Jules Rimet foi roubada no Rio Janeiro. O filme ficcionaliza os rumos que desse roubo: Peralta (Paulo Tiefenthaler) é um vendedor de seguros casado com Dolores (Taís Araujo), cabeleireira de um salão. Peralta é viciado em jogo, e perde tudo nas apostas. Devendo 1 milhão, ele decide participar do roubo da Taça Jules Rimet e depois vender, para saldar as dívidas. Com belo trabalho de elenco, o filme mostra todo o gingado e a malandragem carioca da classe média. Nesse universo de bandidos, loosers, agiotas e policiais, o diretor Caito Ortiz retira o melhor dos mundos para enfeitar o seu produto: fotografia, edição, trilha sonora, direção de arte, figurino, tudo de primeiríssima linha. Impossível assistir ao filme e não comentar a sua qualidade técnica. A comédia do filme é de humor negro, e podemos enxergar bastante referência do cinema dos Irmãos Coen na decupagem e nos enquadramentos, além de uma pitada do inevitável Tarantino. Uma comédia diferente, com estilo e um olhar abusado e estiloso sobre os cariocas. O elenco é um show, mesclando atores do porte de Milhem Cortaz, Stepan Nercessian, Thogun com uma galera nova no cinema. 

Elenco

  • Paulo Tiefenthaler como Sérgio Peralta
  • Taís Araújo como Dolores
  • Danilo Grangheia como Chico Barbudo (Borracha)
  • Milhem Cortaz como Cortez
  • Fabio Marcoff como Diego Armando Garcia
  • Pedro Wagner como Geraldinho
  • Leandro Firmino como Cecílio
  • Thelmo Fernandes como Luiz Gustavo
  • Otto Jr. como Moacir
  • Stephan Nercessian como Giulite Coutinho
  • Hamilton Vaz Pereira como Bispo
  • Grace Passô como Verinha
  • Mr. Catra como Albino

Resultado de imagem para liberdade liberdade

Liberdade, Liberdade (TV)

Nascida no Brasil e filha de Tiradentes, Joaquina fica órfã e é criada em Portugal por Rubião. Joaquina volta ao Brasil já adulta e se torna o símbolo da luta contra a coroa portuguesa, seguindo os passos de seu pai biológico.

Elenco

Ator/Atriz Personagem
Andreia Horta Joaquina da Silva Xavier / Rosa Raposo Viegas
Mateus Solano José Maria Rubião
Bruno Ferrari Xavier Almeida
Lília Cabral Virgínia
Dalton Vigh Antônio Raposo Viegas (Raposo)
Nathalia Dill Branca Farto Almeida
Zezé Polessa Ascensão Tereza de Lajedo
Marco Ricca Manoel Henriques (Mão de Luva)
Maitê Proença Dionísia Raposo Viegas Manttini (Dona Dionísa
Caio Blat André Coelho Raposo Viegas
Ricardo Pereira Coronel Tolentino Ramos
Yanna Lavigne Mirtes Aparecida da Anunciação (Mimi)
Juliana Carneiro da Cunha Alexandra Farto Maquet
Gabriel Braga Nunes Duque de Ega
Joana Solnado Anita Pedrosa
Sheron Menezzes Bertoleza Raposo Viegas
Vitor Thiré Ventura Rubião
Rômulo Estrela Gaspar
Hanna Romanazzi Gironda da Silva
Jairo Mattos Caldeira de Souza Prestes
Letícia Isnard Simoa Solnado de Souza Prestes
Marcos Oliveira Dimas Tenório / falso Padre Vizeu
Yasmin Gomlevsky Vidinha
Bukassa Kabengele Omar Ferreira, Marquês de Elba
Dani Ornellas Jacinta Ferreira, Marquesa de Elba
Mariana Nunes Blandina Silveira
Genézio de Barros Diogo Farto
Chris Couto Luzia Farto
Mário Borges Matias Almeida
Rita Clemente Brites Almeida
Bruce Gomlevsky Malveiro
Olívia Araújo Celeste
Nikolas Antunes Simão Solnado
Heloísa Jorge Luanda dos Santos
Aramis Trindade Frutuoso
Gabriel Palhares Caju
Ramón Gonçalves Guilhermo
Ju Colombo Esméria
David Junior Saviano
Jacque Moura Erondina
Ananda Ismail Rosaura

Participações especiais

Ator/Atriz Personagem
Mel Maia Joaquina da Silva Xavier (criança)
Thiago Lacerda Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes)
Letícia Sabatella Antônia Maria do Espírito Santo
Lu Grimaldi D. Maria I de Portugal
Beto Vandesteen D. João, Príncipe Regente de Portugal
Gabriel Chadan José Joaquim Maia e Barbalho
Dudu Varello Fuligem
Edson Bonnadil Pedro
Lucy Ramos Malena
Jackson Antunes Terenciano Manttini
Paula Cohen Feitora
Susana Ribeiro D. Carlota Joaquina, Princesa do Brasil
Luan Vieira Otto
Yashar Zambuzzi José Caetano César Manitti
Xando Graça Visconde de Barbacena
Rogério Freitas Padre Vizeu
Ricardo Dantas Silvério dos Reis
Rico Gonçalves Domingos de Abreu Vieira
Saulo Rodrigues Bartolo
Júlio Levy Taveira
Jorge Emil Tomás Antônio Gonzaga
Bruno Nogueira D. João, Príncipe do Brasil (jovem)
Participações do Spin-off: "A Lendo do Mão de Luva"
Miguel Roncato Caju (adulto)
Carol Castro Selena
Felipe Camargo Casco de Boi
Erom Cordeiro Everaldo
Mouhamed Harfouch Visconde