Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico
1952
1952

 

 

 

 

 

 

Resultado de imagem para filme veneno 1952

Veneno (1952)

Download MEGA

Hugo, funcionário de uma indústria de vidros, ama apaixonadamente sua esposa Gina, mas não é correspondido. Obcecado pela ideia de que sua esposa o odeia, começa a ter horríveis pesadelos durante os quais a mata e sempre é interrogado por um implacável delegado de polícia. Hugo passa a confundir sonho e realidade depois que é procurado pelo mesmo delegado de polícia do sonho, que vem indagar se sua casa não foi assaltada. Envolve-se progressivamente neste vórtice que o leva a envenenar Gina, cometendo um crime quase perfeito.

Direção: Gianni Pons

Elenco: Anselmo Duarte, Cleide Yaconis, Dorinha Duval, Jackson Souza, Paulo Autran, Renato Consorte, Ziembinsky

 

Tico-tico no Fubá (1952)

Assista On Line

Dirigido por Adolfo Celi

Elenco

Ator Personagem
Anselmo Duarte Zequinha de Abreu
Tônia Carrero Branca
Marisa Prado Durvalina
Marina Freire Amália
Ziembinski dono do Circo
Modesto de Souza Luís
Piolin Palhaço Piolim
Xandó Batista vendedor de Rádio
Horácio Camargo  
Ayres Campos  
Lima Barreto Inácio
Tito Lívio  
Renato Consorte Barbeiro
Laerte Morrone  
Adolfo Celi  
Nieta Junqueira  
Antônio Coelho  
Maria Augusta Costa  
Danilo Oliveira  
José Ricardo de Souza  
Francisco de Sá  
A.C. Carvalho  
Sérgio Faria dos Santo  
Antônio Dourado  
Ângelo Dreos  
Pia Gavassi  
George Henri  
Isidoro Lopes  
Labiby Madi  
Leila Parisi  
Abílio Pereira de Almeida  
Manoel Pinto  
Fernando de Barros  

Zequinha é filho do farmacêutico da cidade de Santa Rita do Passa Quatro e trabalha como coletor de impostos para a Prefeitura Municipal, mas o seu verdadeiro interesse é a música, com várias composições conhecidas dos moradores. Quando um circo chega à cidade, ele é incumbido de cobrar as taxas e conhece o dono e a bela amazona Branca. Na estréia do circo, Branca usa uma valsa de Zequinha em seu número com o cavalo Sultão. A apresentação é interrompida por uma tempestade, mas Zequinha fica na festa de comemoração dos artistas, quando então compõe de improviso e toca ao piano a sua canção "Tico-Tico no Fubá", inspirada no som ritmado de um monjolo que observara em seu caminho. Zequinha está noivo de Durvalina, mas não esconde sua atração por Branca, o que provoca a irritação dos habitantes da cidade e a tristeza da moça.

Resultado de imagem

Simão, o Caolho (1952)

Dirigido por Alberto Cavalcanti

Ambientado nos anos 30, baseado em crônicas de Galeão Coutinho é a história de um homem caolho que desejava a qualquer custo recuperar seu olho perdido, e para isso se sujeita às mais loucas experiências.

Elenco

  • Mesquitinha - Simão
  • Rachel Martins - Marcolina
  • Carlos Araújo- O Santo
  • Iara de Aguiar - Conchetta
  • Sonia Coelho - Moreninha
  • Cláudio Barsotti - Raul
  • Oswaldo de Barros
  • Isaura Bruno
  • Osmano Cardoso
  • Nair Bello
  • Maurício de Barros
  • Silvana Aguiar
  • Egle Bueno

 Imagem

Meu Destino é Pecar (1952) 

 Pressionada por problemas financeiros em sua família, Helena casa-se com o viúvo Paulo e passa a morar na fazenda junto dos parentes de seu marido. Lá, apaixona-se pelo cunhado Maurício, e descobre que Guida, a primeira mulher se seu marido, foi vítima de morte violenta. A suspeita sobre a presença do fantasma da falecida e os rancores da família de Paulo alimentam o clima de medo e mistério.

 Direção: Manuel Peluffo


ELENCO

Antoniete Morineau (Helena)
Alexandre Carlos (Maurício)
Great Jorge (Vovô)
Ziláh Maria (Lídia)
Rubens de Queiróz (Paulo)
Maria de Lourdes Lebert (Consuelo)
Nair Pimentel (Netinha)
Ilza Menezes (Naná)
Henricão
Solano Trindade 

 

 Carnaval Atlântida (1952) / Assista on lineMINHATECA

Dirigido por José Carlos Burle

Elenco:

  • Oscarito...Professor Xenofontes
  • Eliana Macedo...Regina
  • Roberto Faissal...Cirollo
  • Cyll Farney...Augusto
  • Maria Antonieta Pons...Lolita
  • Grande Otelo
  • José Lewgoy...Conde Verdura
  • Renato Restier...Cecil B. de Milho
  • Colé Santana
  • Wilson Grey

O grande produtor Cecil B. de Milho deseja fazer um filme sobre Helena de Troia e contrata o professor Xenofontes, especialista em história grega, para ajudar no roteiro. Mas os atores preferem realizar uma comédia musical e querem que o cineasta mude de ideia.

Nadando em Dinheiro (1952) / Minhateca

Assista on line

Dirigido por Abílio Pereira de Almeida

Elenco:

  • Amácio Mazzaropi .... Isidoro Colepícula
  • Ludy Veloso .... Maria (esposa de Isidoro)
  • A.C. Carvalho .... Eufrásio (Seu Gato)
  • Liana Duval .... empregada da mansão
  • Nieta Junqueira .... Xantipa (Dona Gata)
  • Carmem Müller
  • Simone de Moura .... modista
  • Xandó Batista
  • Vicente Leporace
  • Elisio de Albuquerque
  • Nélson Camargo
  • Ayres Campos
  • Sérgio Hingst
  • Francisco Arisa
  • Jaime Pernambuco
  • Napoleão Sucupira
  • Domingos Pinho
  • Bruno Barabani
  • Jordano Martinelli
  • Wanda Hamel
  • Joaquim Mosca
  • Albino Cordeiro
  • Labiby Madi
  • Maria Augusta Costa Leite
  • Pia Gavassi
  • Isabel Santos
  • Carlos Thiré
  • Oscar Rodrigues de Campos
  • Édson Borges
  • Vera Sampaio
  • Luciano Centofant
  • Maury Francisco Viveiros
  • Antônio Augusto Costa Leite
  • Francisco Tamura
  • Angelita Monteiro
  • o cão Duque ... Coronel (o cachorro de Isidoro)
  • a menina Tita ... Tina (a filha de Isidoro)

Com o grande sucesso de Sai da Frente, a Companhia Cinematográfica Vera Cruz aposta em Mazzaropi para fazer filmes a toque de caixa. Tanto é que, no mesmo ano de sua estreia, a Companhia lança mais uma vez o comediante na tela grande.

Nadando em Dinheiro traz novamente o ingênuo chofer de caminhão Isidoro Colepícula em mais uma de suas aventuras. Neste segundo filme, vemos tanto um Amácio Mazzaropi com maior desenvoltura frente às câmeras quanto um Abílio Pereira de Almeida um pouquinho só mais interessante como roteirista e como diretor (embora tenha o auxílio de um certo Carlos Thiré na direção).

Isidoro tem uma reviravolta em sua vida pacata quando, em um incidente de trânsito, acaba conhecendo um homem que o conduz... ao avô do chofer, milionário e às vésperas da morte. A vultosa herança cai em suas mãos, tornando-o riquíssimo da noite para o dia.

Tratando de um tema tão surrado, quanto de um homem simplório que recebe de repente uma quantidade tão inimaginável de dinheiro, e na sua dificuldade em inserir-se em um meio cheio de fineza e elegância, o filme também trata das relações hipócritas baseadas em status social e fortuna. Que é a razão de todo o humor da película.

O filme tem um humor solene demais para um espectador atual. A vida de Colepícula transforma-se numa tragicomédia de um Tio Patinhas na São Paulo dos anos 1950. O filme traz momentos antológicos, como a cena de Isidoro se banhando em cédulas, ou dele se vingando do clubinho high society que não o leva a sério, substituindo a champanhe por cerveja preta. É talvez um caso isolado na filmografia de Mazzaropi, em vê-lo defendendo um personagem... mulherengo. O filme, mesmo com um “erotismo cifrado” aqui e ali, é extremamente moralista em demonstrar como o dinheiro corrompe as pessoas.

“Tive um pesadelo. Sonhei que era milionário”, diz Colepícula, acordando no final.

Nadando em Dinheiro sempre foi lembrado pela crítica, menos por seu valor cinematográfico, e mais para atacar Amácio Mazzaropi, por ter se tornado riquíssimo com os filmes que produzia. Mas Nadando em Dinheiro começa a lançar fundamentos que Amácio Mazzaropi irá explorar na imensa maioria dos filmes de sua carreira. 

Sai da frente (1952) / MINHATECA

Assista on line

Direção: Abílio Pereira de Almeida

Elenco:

  • Amácio Mazzaropi.... Isidoro Colepicola
  • Ludy Veloso.... Maria
  • Leila Parisi
  • A. C. Carvalho.... Eufrásio
  • Nieta Junqueira.... Dona Gata
  • Solange Rivera
  • Luiz Calderaro
  • Vicente Leporace
  • Luiz Linhares
  • Francisco Arisa
  • Xandó Batista
  • Bruno Barabani
  • Danilo de Oliveira
  • Renato Consorte
  • Príncipes da Melodia
  • José Renato
  • Francisco Sá
  • Príncipes da Melodia
  • Danilo de Oliveira
  • Bruno Barabani
  • Joe Kantor
  • Milton Ribeiro
  • Jordano Martinelli
  • Izabel Santos
  • Maria Augusta Costa Leite
  • Carlo Guglielmi
  • Labiby Madi
  • Jaime Pernambuco
  • Galileu Garcia
  • José Renato Pécora
  • Tony Rabatoni
  • Ayres Campos
  • Dalmo de Melo Bordezan
  • José Scatena
  • Vitório Gobbis
  • Olívio Melo
  • Martins Melo
  • Rosa Parisi
  • Carmem Muller
  • Annie Berrier
  • Nôemia Soares
  • Antônio Dourado
  • Duque (cão).... Coronel

Sai da Frente é a primeira experiência do comediante Amácio Mazzaropi (1912-1981) na tela grande. Com muitos anos de experiência no teatro mambembe e no circo, com fama já consolidada no rádio, Mazzaropi, então com quarenta anos, encarna o humilde motorista Isidoro Colepicula, proprietário de um caminhão caindo aos pedaços chamado “Anastácio”.

Filme da Companhia Cinematográfica Vera Cruz, com direção e roteiro de Abílio Pereira de Almeida (nome famoso do Teatro Brasileiro de Comédia), é um nonsense situado numa São Paulo que ainda não é uma complicada metrópole. Com direito a sanduíches enormes, despertadores gigantes, um automóvel que reage automaticamente ao mundo, um escritório cheio de pessoas com nomes de meses, e os mais variados tipos urbanos, como policiais, funcionários públicos, um judeu e uma atriz de circo.

O roteiro é frouxo, oscilando na qualidade da construção dos diálogos. Partindo da ideia de levar uma mobília para Santos e se envolver em variadas confusões, a história é construída para ser uma sucessão de gags aparentemente independentes, tendo apenas Isidoro e Anastácio como frágil fio condutor. O jeitão caipiresco de Mazzaropi ainda está engatinhando, e ele consegue ser engraçado mesmo com visível desconforto em falar frases pomposas do mestre Abílio.

Com algumas críticas sociais aqui e ali, ao retratar a burocracia nas repartições públicas ou o palavrório vazio e tendência à corrupção dos políticos, o filme também tem dois momentos de tietagem explícita (ou sutilíssima ironia?): o quadro de Getúlio Vargas em uma repartição e o cachorro “Coroné” saudando-o em outra cena.

Tudo tem uma cara de test drive. Da poderosa Vera Cruz em testar a sua mais nova aquisição, que lhe custou tanta grana; do mestre Abílio que procura dar ao filme um tom circense, pastelão, um diálogo de programa radiofônico, para tornar o astro mais à vontade; e Mazzaropi, mais desajeitado em ser ator frente às câmeras, do que ser um personagem desastrado.

Resultado de imagem para meu destino e pecar filme

Meu Destino É Pecar (1952)

Direção: Manuel Peluffo,

Elenco:
Antonieta Morineau, (Helena)
Alexandre Carlos, (Maurício)
Ziláh Maria, (Lídia)
Rubens de Queiróz, (Paulo)
Maria de Lourdes Lebert, (Consuelo)
Great George, (Avô)
Nair Pimentel, (Netinha)
Ilza Menezes, (Naná)
Iracema (Dona Zefa)
Diana Lepore, (Mulher)
José Penteado, (Carlos)
Adolfo Leicys, (Coronel)
Artur Carvalhal, (Juiz)
Ayres Campos, (Cabra)
Raul Breda, (Marcelo)
João Pinto de Oliveira, (Elpídio)

Leninha (Antonieta Morineau) se casa com Paulo (Rubens de Queiróz), sem estar apaixonada pelo viúvo. Passa então a residir com este e sua família. Na realidade, ela se apaixona pelo cunhado Maurício (Helmuth Schneider) assim que o conhece. Mas descobre que a primeira mulher de seu marido fora morta por cães. Começa a ficar atormentada com a presença da morta nas falas das pessoas que a rodeiam. A tormenta se transforma em pavor com uma suposta aparição de Guida, a falecida. Mas Leninha resolve seguir o fantasma e descobre que se trata de Lidia (Ziláh Maria), a prima de Paulo, que desmascarada, revela toda sua loucura. Enfim, Leninha é aceita por todos e a paz volta a reinar na fazenda.

Imagem relacionada

Apassionata

Sílvia Nogalis (Tônia Carrero), pianista consagrada, prefere a carreira ao casamento. Na noite em que se consagraria tocando Appassionata (de Beethoven), recebe a notícia do suicídio de seu marido, o maestro Hauser (Ziembinski). Ela, porém, acaba sendo acusada por sua governanta de ter planejado a morte do marido. Depois de comprovar sua inocência ela se retira para um local junto ao mar onde conhece e se apaixona pelo diretor de um reformatório de jovens.

Elenco

  • Tônia Carrero ... Sílvia Nogalis
  • Anselmo Duarte ... Pedro (diretor do reformatório)
  • Alberto Ruschel ... Luís Marcos (pintor fracassado)
  • Ziebgniew Ziembinski ... Walter Hauser (maestro fracassado)
  • Abílio Pereira de Almeida ... delegado
  • Paulo Autran ... advogado de Sílvia
  • Jaime Barcellos ... advogado de Rogério
  • Dinah Lisboa ... Florinda (amiga de Sílvia)
  • Francisco Sá ... delegado distrital
  • Elisio Albuquerque ... violinista
  • Xandó Batista... homem no teatro
  • Renato Consorte ... investigador
  • Edson Borges
  • Annie Berrier ... Cyldene Freden (cantora francesa)
  • Nelson Camargo
  • Edith Helou... governanta do maestro
  • Salvador Daki ... Rogério (chofer)
  • Josef Guerreiro ... Nélio (aluno do reformatório)
  • Vera Sampaio
  • Lima Neto ... Ventura (empresário de Sílvia)
  • Luiz Calderaro ... amigo de Rogério
  • Joe Kantor
  • Danilo Oliveira
  • Neide Landi
  • Albino Cordeiro
  • Freddy Kleeman
  • Isidoro Lopes
  • Maria Luíza Splendore
  • Antônio Fragoso
  • Wanda Hammel ... mulher na plateia
  • Rubens de Falco
  • Pedro Petersen
  • Suzana Petersen
  • Humberto Riva
  • Francisco Taricano
  • Pedro Moacyr
  • Agostinho Martins Pereira
  • Joaquim Mosca
  • José Renato
  • Ida Fogli
  • Jordano Martinelli ... vigilante do reformatório
  • Arquimedes Ribeiro
  • Jerry Fletcher
  • Valentim Cruz
  • Adolfo Paz González
  • Climente Carvalho
  • Carlos Tetslaf Ferreira
  • Napoleão Sucupira
Direção: Fernando de Barros

FOGO NA FRONTEIRA

Direção: Gabriel Ferrer

Elenco:

Emílio R. Dias

Doloema Siqueira

Jorge Bacha

Salomão Chaib

Darc Siqueira

Lenita Lacerda

Edson Rosalini

Carlos Ferrer

Otávio Junqueira

Synésio Fagundes

José Heliodoro Filho

Gabriel Ferrer

Orlando Rodrigues 

Celso Ferrer

Jayme Cavalcanti

Mário Rodrigues

Luiz Sacchhi

Benendito Gonçalves

Sebastião Marques

Francisco Mendes

Fábio Gobbi

Samuel Lemos

Geraldo Mendes Pinto

Sebastião Machado

Braz Prince

José de Souza

Resultado de imagem para é fogo na roupa

É Fogo na Roupa

Dirigido por Watson Macedo

Elenco

  • Ankito...Chiquinho
  • Violeta Ferraz...Madame Pau Pereira
  • Heloísa Helena...Condessa de Buganville
  • Bené Nunes...Luis Mário
  • Adelaide Chiozzo...Diana
  • Ivon Cury...Juvenal
  • Antônio Spina...Quincas

Num luxuoso hotel em Petrópolis, realiza-se uma convenção nacional de "Mulheres Casadas" liderada pela representante da Paraíba, Madame Pau Pereira, com o objetivo secreto de elaborar um projeto de lei que institua a pena de morte para os maridos "infieis". Dispostos a descobrirem esses planos, os homens pedem ao cabeleireiro Quincas que se vista de mulher e se infiltre nas reuniões. Enquanto isso, a Condessa de Buganville flerta com o desconhecido pianista Luís que se apresenta no show graças a ajuda de seu amigo Chiquinho, funcionário da Rádio Carioca. As coisas se complicam quando o valioso colar de pérolas da condessa é roubado e ela acusa o pianista pelo roubo.

Resultado de imagem para o canto da saudade humberto mauro

Canto da Saudade - 1952

Minhateca

Coronel Januário (Humberto Mauro) candidata-se a prefeito da cidade. Maria Fausta (Cláudia Montenegro), afilhada do coronel, é cortejada por Galdino (Mário Mascarenhas), acordeonista da região, mas namora João do Carmo (Alfredo Souto e Almeira) às escondidas do pai. Durante a campanha eleitoral, a moça desaparece. Após intensas buscas, Galdino a localiza junto ao seu namorado, em um esconderijo arrumado pelos padrinhnos. O casal retorna e o coronel promove o casamento. Durante a festa percebe a ausência de Galdino, que havia partido. Segundo a lenda da região, em certos dias, quem passa perto do canavial pode ouvi-lo tocando triste a sanfona, saudoso do amor da cabocla.

Direção: Humberto Mauro
Elenco: Alfredo Souto de Almeida, Cláudia Montenegro, Humberto Mauro, Mário Mascarenhas, Zizinha Macedo

Resultado de imagem para amei um bicheiro 1952

Amei um Bicheiro

Jovem ambicioso sai do interior e vem para o Rio de Janeiro, onde acaba se envolvendo com o jogo do bicho. Após um tempo na cadeia, resolve mudar de vida. Casa-se com Laura e tenta viver honestamente. Mas Laura precisa fazer uma cirurgia. Para conseguir o dinheiro, Carlos volta à antiga atividade e acaba desafiando o poderoso Almeida, um violento banqueiro do jogo ilegal, com o apoio da amante francesa do bandido e do amigo Passarinho.

Elenco

  • Cyl Farney.... Carlos
  • Eliana.... Laura
  • Grande Otelo....Passarinho
  • José Lewgoy.... Almeida
  • Josette Bertal.... Yvonne
  • Jece Valadão
  • Wilson Grey