Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico
Início

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LINK para divulgar petição destinado ao TJSP que foi quem mandou congelar o domínio... Assinem!

 

 VOLTA MINHATECA

 

 

 

 

 

Garrincha - Alegria do Povo (1962)

Assista Online

Dirigido por Joaquim Pedro de Andrade

A trajetória do grande astro do futebol brasileiro, Mané Garrincha. A paixão ardorosa do povo pelo futebol. O futebol não é um esporte inocente, mas uma catarse, onde o torcedor esvai aos berros seus anseios e frustrações acumulados durante a semana. Derruba a lenda do jogador de futebol ídolo invejado, querido, amado, rei e senhor de todas as coisas. As mazelas do contrato escravo, subjugando um ser humano ao clube, preso à concentração, sem grandes direitos. Depoimentos, dribles e gols de Mané Garrincha.

O Pagador de Promessas (1962)

Assista Online

Década de 60. Zé do Burro é um homem humilde que enfrenta a intransigência da Igreja ao tentar cumprir a promessa feita em um terreiro de Candomblé de carregar uma pesada cruz de madeira por um longo percurso.

Zé do Burro é o dono de um pequeno pedaço de terra no interior da Bahia. Seu melhor amigo é um burro chamado Nicolau. Quando este adoece e não se consegue fazer nada para que o animal melhore, ele faz uma promessa a uma Mãe de Santo do Candomblé: se seu burro se recuperar, promete dividir sua terra igualmente entre os mais pobres e carregará uma cruz desde sua terra até a Igreja de Santa Bárbara em Salvador, onde a oferecerá ao padre local. Assim que seu burro se recupera, Zé dá início à sua jornada.

O filme se inicia com Zé, seguido fielmente pela esposa Rosa, chegando à catedral de madrugada. O padre local, que representa a autoridade da religião oficial, recusa receber a cruz de Zé após ouvir dele a razão pela qual a carregou e as circunstâncias "pagãs" em que a promessa foi feita, impossibilitando o cumprimento da mesma. Todos em Salvador tentam se aproveitar do inocente e ingênuo Zé. Os praticantes de candomblé querem usá-lo como líder contra a discriminação que sofrem da Igreja Católica, os jornais sensacionalistas transformam sua promessa de dar a terra aos pobres em grito pela reforma agrária. Zé insiste em entrar na Igreja e recebe apoio da população pobre, que acredita que ele tem o direito de pagar sua promessa, criando, assim, uma situação de conflito com o padre. A polícia é chamada para prevenir a entrada de Zé na Igreja, e ele acaba morto em um confronto violento entre policiais e manifestantes a seu favor. Na última cena do filme, os manifestantes colocam o corpo morto de Zé em cima da cruz e entram à força na catedral.

Dirigido por Anselmo Duarte

Elenco:

  • Leonardo Villar .... Zé do Burro
  • Glória Menezes .... Rosa
  • Dionísio Azevedo .... Padre Olavo
  • Geraldo Del Rey .... Bonitão
  • Roberto Ferreira .... Dedé Cospe-Rima
  • Norma Bengell .... Marli
  • Othon Bastos.... Repórter
  • Antônio Pitanga .... Mestre Coca
  • Gilberto Marques .... Galego
  • Milton Gaúcho
  • Carlos Torres
  • Enoch Torres
  • João Desordi .... Detetive
  • Velvedo Diniz
  • Maria Conceição .... Minha Tia
  • Irenio Simões
  • Walter da Silveira
  • Jurema Penna
  • Napoleão L. Filho
  • Alair Liguori
  • Cecilia Rabelo
  • Canjiquinha e seus Capoeiristas
  • Américo Coimbra

Sócio de Alcova (1961)

Assista Online

Direção: George Cahan

ELENCO

Jean-Pierre Aumont - Mike Voray
Tônia Carrero - Marina
Norma Benguell - Modelo
Norma Blum - Dolores
Jardel Filho - Paulo
Alix Talton - Lynn Voray
Sadi Cabral - Dr. Carneiro
Luís Davila - Ray
Agildo Ribeiro - Mordomo

Um engenheiro-arquiteto norte-americano empregado na construção de Brasília ao retornar de viagem depara-se com o desaparecimento da esposa. O cadáver da mulher aparece no porta-malas do seu carro e ele torna-se o principal suspeito do crime.

Bom Mesmo é Carnaval (1962)

Download MEGA / Assista Online

Uma importante figura de uma pequena cidade do interior apadrinha a eleição de um 'amigo do peito' para a Prefeitura. Às vésperas da eleição, vítima de uma série de manobras de seus inimigos políticos e de sua própria índole carnavalesca, é obrigado a relegar seus princípios rígidos e pactuar com a evolução política da pequena cidade.

Direção de J.B. Tanko

ELENCO

Zé Trindade 
Anilza Leoni
Jayme Costa
Tutuca
Renato Restier
Alberto Perez
Nelly Martins
Estelita Bell
Billy Davis

Antes de palavras (2013)

Assista Online

Premiado curta nacional que trata com sensibilidade e carinho os seus personagens, e por isso mesmo remete bastante ao igualmente premiado "Hoje eu quero voltar sozinho". Ambos os filmes tratam da dificuldade do adolescente em se aceitar como homossexual e como a descoberta e aceitação transformam suas vidas e de quem os rodeiam. A escolha do elenco foi fundamental para que o filme acontecesse: Maurício Destri interpreta Célio, namorado de Sofia (Marcella Arnulf). O protagonista do excelente "Os famosos e os duendes da morte", Henrique Larré, interpreta Dário, um estudante assumido mas discreto e por isso mesmo, isolado do restante dos estudantes. O filme se baseia em olhares e usa poucos diálogos. Célio aos poucos vai se encantando com Dário e passam a trocar os livros que leem na biblioteca. Sofia (uma referência a Sofia Coppola, assumidamente uma grande influência para o diretor) percebe que está perdendo o namorado e aceita essa transformação. O mais incrível é que esse belo filme foi realizado pelo diretor ainda como filme acadêmico, quando estudava na AIC de São Paulo. É um filme que passa segurança e maturidade. Uma linguagem narrativa que faz com que a mesma cena seja vista por ângulos distintos provavelmente vai fazer todo mundo lembrar de "Elefante", de Gus Van Sant.

Resultado de imagem para nova dubai filme download

Nova Dubai (2015)

Assista Online

O cineasta paulista Gustavo Vinagre cresceu em São José dos Campos, mas foi estudar Roteiro na escola de Cuba. Após passar anos por lá, voltou para sua cidade e se assustou com a cidade. Vítima da especulação imobiliária, São José dos Campos mudou radicalmente, e com esse crescimento, as pessoas também mudaram. Gustavo resolveu colocar um projeto de curta no Catarse e para sua surpresa, os temas eram tantos, que o curta virou um média de 50 minutos. Misturando a linguagem do documentário com o de ficção, Gustavo se escalou para o elenco, e incluiu, entre outros, seu namorado, o também cineasta Caetano Gotardo, diretor do interessante "O que se move". Gustavo interpreta um jovem de classe média, que mora com a sua mãe, e que passa os dias perambulando pelas ruas com um amigo, com quem transa em lugares públicos. Eles também transam a três com um peão de obra; Gustavo transa com o pai do amigo, e para finalizar, os 2 amigos estupram um corretor de imóveis, interpretado por Caetano. Todas essas cenas, encenadas com sexo real, explícito. Costurando o filme, alguns personagens dão depoimentos, entre eles, um amante de filmes de terror que vai citando filmes famosos. Dito assim, o filme parece uma colcha de retalhos, E é. Muitas das situações são aleatórias, mas no final me pareceu que Gustavo quis, além de criticar o avanço imobiliário (que inclusive dá nome ao filme, pois um grande empreendimento se chamará de "Nova Dubai"), retratar a solidão e a falta de perspectiva de jovens na grande cidade. O sexo é visto como fetiche (incesto e estupro), e a violência está em cena explicita ou implicitamente. Não é um filme que a gente possa indicar para qualquer cinéfilo, tanto por conta das cenas de sexo explícito, quando pela aparente falta de lógica da trama. O elogio fica por conta da coragem do cineasta em se expôr de forma tão aberta, o que me fez lembrar de Edgar Navarro, mítico cineasta baiano do underground, que surge em cena defecando no filme "O rei do cagaço".

Resultado de imagem para jiboia curta metragem

Jibóia (2011)

Assista Online

Diretor: Rafael Lessa 
Elenco: Gabriella Vergani, Gilda Nomacce, Lousie Nagel, Maria Cecí­lia Mansur, Pedro Aguinaga 

Premiado curta de Rafael Lessa com atuações arrebatadoras de Gilda Nomacce e Gabriella Vergani. Aurora (Nomacce) é a cabeleireira de um salão popular. A filha da dona do salão, GreiceKelly (Vergani), é a sua amante, sem que a dona saiba. Aurora morre de ciúmes de GreiceKelly, e essa paixão avassaladora vai enlouquecendo ela. Com Forte influência da estética Almodovariana e das tragédias melodramáticas mexicanas, o filme ganha peso com a excelente fotografia de Rodrigo Graciosa, que usa as cores fortes como vermelho e laranja, e de ótima direção de arte de Fernando Zuccolotto. A trilha sonora de Lucas Marcier, muito boa, e a versão nacional de Bonnie Tyler para "Total eclipse of the heart" fazem esse curta ser Imperdível.

Resultado de imagem para o caseiro filme de terror download

O Caseiro (2016)

Assista Online / Download MEGA

Estrelando em longa aos 28 anos, Julio Santi ousa ao começar a sua carreira como diretor de um filme de suspense, um dos gêneros mais injustiçados aqui na plateia brasileira, em se tratando de produto nacional. Mas como resultado geral, ele fica com um gostinho de dever cumprido. Não considero os filmes do Zé do Caixão como suspense, para mim os filmes dele são categoria à parte. Os filmes do Marcos Dutra, "Trabalhar cansa" e "Quando eu era vivo" são autorais demais para serem considerado filmes de público. Assim, "O caseiro" acaba saciando o desejo da plateia adolescente e adulta que quer apreciar um filme brasileiro que brinca com a cartilha do gênero. Tem tudo ali: boneca, reviravoltas no final, caseiros que assustam, espíritos que surgem, lago sinistro, casa assombrada isolada da cidade, crianças misteriosas... tecnicamente, o filme acerta em cheio e é um de seus pontos fortes; trilha sonora e fotografia focados para provocar sensações de tensão. A história gira em torno de Davi (Bruno Garcia), um professor de psicologia que diante uma aula onde discorre sobre paranormalidade, é procurado por uma jovem (Malu Rodrigues) para passar uns dias em sua casa de campo e avaliar a situação de sua irmã pequena: o pai acredita que ela está sendo ameaçada pelo espírito do caseiro, que se matou a 45 anos atrás e quer possuir o corpo da menina. Davi vai aos poucos descobrindo o verdadeiro pavor que tomou conta do local. Denise Weimberg interpreta a tia da menina, e é curioso porque ela e Bruno Garcia já trabalharam juntos na franquia "De pernas Pro ar". A direção faz o que pode com o roteiro que tinha em mãos. Pessoalmente fiquei um pouco confuso com o desfecho, que achei atropelado, mas quero ver de novo para tirar minhas conclusões e avaliar a reviravolta. Por isso para quem for assistir, preste bem atenção na trama. Mas é um trabalho honesto e competente que merece ser visto, até porque é uma boa surpresa como filme de um gênero que tem tudo para dar certo aqui no Brasil.

Resultado de imagem para paulina 2015 download

Resultado de imagem para paulina filme 2015 Dolores FonziResultado de imagem para paulina filme 2015 Dolores Fonzi

Paulina (2015)

Download 1Fichier

Filme argentino co-produzido pela Videofilmes de Walter Salles, "Paulina" tem nas perfomances do elenco o seu grande trunfo. Dolores Fonzi no papel principal e Oscar Martinez no papel de seu pai e juiz poderoso estão extraordinários. Sai do filme meio tonto, ele levanta questões e posicionamentos da personagem que colocam o espectador em papel de juiz e de algoz. Naturalmente boa parte da plateia com certeza já tem posição formada sobre o que fariam no lugar de Paulina no desenrolar da trama. Uma frase do pai sintetiza o drama da jovem idealista e de esquerda:" Você não é heroína, você é uma vítima. Eu não entendo essa sua postura Messiânica.". Paulina é uma jovem advogada que anuncia ao seu pai que irá abandonar a carreira promissora e seguir até o interior da Argentina para lecionar em uma escola de uma comunidade pobre. Ela quer dar oficina sobre política para jovens alienados no intuito de fortalecer uma geração que já nasceu derrotada pela vida e pelo sistema. Obviamente o pai reage mal, mas Paulina já é adulta e ele de nada pode fazer. No primeiro dia de aula Paulina se assusta com a atitude dos alunos, desmotivados e questionadores da sua postura de professora e representante de uma classe hierarquicamente superior. Ela resolve sair para beber com uma outra professora. No caminho de volta, ela é estuprada por um grupo (o filme é adaptado de um filme dos anos 60 chamado "A patota"). Para surpresa de todos, Paulina não denuncia os algozes e nem aborta. Muito bem dirigido e com um ótimo plano sequência no início que valoriza o trabalho dos atores, "Paulina" vale ser visto por grupos e ser objeto de estudo e de discussão. O filme foi premiado em vários Festivais, incluindo "Cannes". Ótima fotografia.

Imagem relacionada

Arquitetos do poder (2010)

Assista Online

Documentário escrito e dirigido em parceria pelos cineastas Vicente Ferraz e Alessandra Oldé, faz uma ótima reflexão sobre como o marketing e a mídia interferiram nos resultados da campanha política. Ambicioso, o filme faz uma abordagem da campanha política desde a candidatura de Jânio Quadros, passando por Jango, os anos de chumbo, as eleições diretas, a eleição de 1989 (onde dizia-se que a Rede Globo editou o debate entre Lula e Collor favorecendo o candidato Alagoano, as vitórias de Fernando Henrique até a dupla presidência de Lula. O filme lembra bastante o brilhante filme chileno "No", de Pablo Larrain, que revela os bastidores de uma campanha política em 88 no Chile para desbancar Augusto Pinochet do Poder. "Arquitetos do poder" tem excelente material de arquivo, muitos divertidos: jingles e campanhas que vistos pelos olhos de hoje, soam toscos e patéticos. As entrevistas, com políticos e publicitários (entre eles, os todo-poderosos Duda Mendonça, Nizan Guanaes e Lula Vieira) revelam todos os podres, em depoimentos corajosos e reveladores. É um filme obrigatório para quem estuda e trabalha com comunicação, e deveria ter exibição obrigatória em todas as escolas para promover debates.

Resultado de imagem para Meninos de Kichute

Meninos de Kichute (2009)

Download MEGA

Baseado no livro do Londrinense Márcio Américo, "Meninos de Kichute" é um belo drama infanto juvenil, na melhor tradição do filme "O menino maluquinho". Ambientado nos anos 70, durante a ditadura militar e após o Brasil ter se tornado tricampeão, "Meninos de Kichute" é um filme que fala sobre futuro e sonhos. Beto, 12 anos, (o novato Lucas Alexandre) mora com seus pais, o pintor Lázaro (Werner Schunemann) e a dona de casa Maria (Viviane Pasmanter). Família pobre, ele ainda tem dois irmãos. A vizinha Leonor (Arlete Salles) é amiga de Beto é uma das poucas que entendem o seu sonho: ele quer ser goleiro. Seu pai, evangélico, o proíbe de jogar futebol, alegando que é pecado pensar em competição. Mas Beto insiste no seu sonho. Simples em sua execução, a direção de Luca Amberg acaba focando no bom trabalho dos atores. Os adultos estão todos ótimos. As crianças são irregulares, mas a simpatia e leveza da trama ajudam a camuflar eventuais problemas. A trilha sonora mistura vários clássicos da MPB da época, incluindo Secos e molhados, Os incríveis e Jorge Benjor. Se o filme tivesse uns 20 minutos a menos teria lhe favorecido: a trama tem um ritmo lento e algumas sub tramas acabam sobrando. O curioso é ver Paulo César Peréio participando do filme, o seu papel de olheiro de futebol acaba dando um peso maior nas cenas que participa. Lá pro final o filme acaba pesando no drama, e isso pode ter afastado potencial público jovem. Uma triste passagem da inocência infantil para a vida adulta. O figurino merece destaque por não fazer do visual dos anos 70 um desfile de modas vintage.

Resultado de imagem para casa 9 filme

Casa 9 (2011)

Assista Online

Delicioso documentário que narra a história de uma casa de vila no Bairro de Botafogo, Rio de Janeiro. Na Rua Teresa Guimarães, existe uma vila, e nela, existe a casa 9, todas construídas exatamente iguais. Nos anos 70 e 80, no período da ditadura, a casa foi alugada para o músico e compositor Jards Macalé e o cineasta Luiz Carlos Lacerda (Bigode). Bigode ficava no 1º andar, e Macalé, no 2º. O local virou um bunker de resistência cultural, e ali, artistas de todos os naipes a frequentavam e moravam. Macalé diz que a porta só fechava na hora de dormir, e que durante o dia, era aberto a quem quisesse entrar. Sonia Braga, Wally Salomão, Nelson Pereira dos Santos, Fabio Barreto, Gal Costa, Clarice Lispector, Gilberto Gil, Caetano Veloso, etc, e anos depois, artistas nordestinos, como Lenine e Naná Vasconcelos. Através de depoimentos inspiradíssimos dos artistas e do próprio Bigode, e com imagens de arquivo, o filme reconstrói a memória de um lugar que nunca abaixava a sua cabeça para ninguém, Ali, tudo era permitido, principalmente, criar e ser livre. A convivência com os vizinhos era pacífica, e todos viviam harmoniosamente.

Ver a imagem de origem

Vida de balconista (2009)

Assista Online

Comédia co-dirigida pelo produtor e diretor mais prolífico do cinema independente brasileiro, Cavi Borges. Esbanjando espontaneidade e humor, "Vida de balconista" se inspira na comédia de Kevin Smith, "O balconista", porém com um orçamento muito menor. Com dois mil reais cedido pela Oi e uma madrugada para rodar o filme com um numeroso time de atores que toparam participar do filme na base do amor, "Vida de balconista" teve que se adaptar tecnicamente para poder ser cumprido em agenda tão apertada. Usando apenas uma lente, a grande angular, que capta toda a cena como se fosse boca de cena de teatro, com raros closes e contra-planos, otimizou-se a quantidade de planos e assim foi possível filmar tudo em 10 horas. Descompromissado, é nítida a grande empatia e a diversão com que o elenco se apresenta em cena. Todos parecem estar achando tudo muito divertido, e essa sensação gostosa acaba passando para a tela. O espectador desavisado pode estranhar a linguagem usada no filme, mas em tempos de YouTube (o filme é de 2009) é bem normal. Por não cortar em planos, as cenas são rodadas quase que em um único plano, favorecendo o improviso. Mateus Solano está muito carismático no papel principal, e a linguagem usada do personagem toda hora olhar para a câmera buscando interação com a plateia funciona bastante. No elenco cult, tem as ótimas participações de Karine Teles, Alamo Facó, Gregorio Duvivier, Miguel Thiré e Saulo Rodrigues. Para assistir com amigos e rir bastante, principalmente para a galera Cinéfila. O filme foi todo rodado na locadora do próprio Cavi, a Cavideo, ponto de cinéfilos. Mateus Solano interpreta um balconista de locadora e passa o dia todo atendendo os tipos mais poucos de clientes. Seu sonho é ser um cineasta a lá Tarantino.

Resultado de imagem para tudo que deus criou filmeVer a imagem de origem

Tudo Que Deus Criou (2012)

Assista Online

Produção da Paraíba dirigida pelo estreante em longas André da Costa Pinto, que também escreveu o roteiro, "Tudo que Deus criou" é um filme visceral, que agrega em um único filme vários personagens decadentes e marginalizados, que segundo os créditos, se baseia em história real. Miguel (Paulo Philipe) é irmão de Angela (Guta Stresser), e moram na casa da mãe (Maria Gladys), que é cega e passa o dia todo reclamando e dizendo que quer morrer. O marido de Angela, Biu (Claudio Jaborandy) é portador de HIV e contaminou Angela. Ele estupra Miguel diariamente, que não conta nada pra família com medo que Biu o chantageie e conte para elas que ele de noite sai nas ruas para fazer michê vestido de mulher. Paralelo, temos a história de João (Paulo Vespúcio), um funcionário dos Correios, que é visitado todas as tardes por Maura (Leticia Spiller), uma cega virgem que se excita com as histórias de João e deseja que ele transe com ela. Mas João tem como amante Miguel. Todas as histórias se entrecruzam, mostrando o lado mais sórdido, violento e melancólico dos personagens. Com uma boa direção de André Costa Pinto, o filme tem nas performances o seu ponto alto. Os atores se entregaram por inteiro aos seus papéis. Leticia Spiller realiza aqui a sua performance mais corajosa de sua carreira, saindo totalmente da zona de conforto. Ela somente é prejudicada pelas horríveis lentes de contato que sua personagem usa para mostrar que é cega. Guta Stresser, sem maquiagem, está fantástica, abusando de seu talento incontestável, e com uma cena antológica: quando seu irmão a maquia e veste. Maria Gladys é outra que não tem medo de encarar nenhuma loucura na sua carreira. Um grande destaque é o ator paraibano Paulo Philipe, no difícil personagem de Miguel / Catarina, sem exageros. Os atores que fazem as outras travestis também são ótimos. De baixo orçamento, é um filme de guerrilha, que tem uma parte técnica irrepreensível para tão poucas condições de produção. Parte da equipe foi formada por alunos da Faculdade local. Tivesse 20 minutos a menos, o filme seria impecável.

Egun - Mistérios do mar (2015)

Assista online

Premiado curta de animação brasileiro, realizado por mineiros que usaram o misticismo para abusar da criatividade e do lúdico. Em uma aldeia de pescadores, um homem procura entender os motivos que levaram o seu pai, também pescador, à morte quando ele era criança. Já crescido, o pescador, casado, resolve ir pescar mar adentro, mas ele esquece a sua proteção. Egun é uma palavra em Yorubá usada no Candomblé, que significa alma ou espírito de qualquer pessoa falecida, iniciada ou não na religião. O filme é lindo, com uma trilha sonora envolvente. Mas o mais importante, e o que mais me chamou atenção, são os traços da animação. Simples, parecem traçados que fazem contornos em atores de verdade. Não sei qual foi a técnica usada, mas funciona bastante para a história. Vale muito a pena assistir.

Resultado de imagem para Um namorado para minha mulher download

Um namorado para minha mulher (2016)

Download MEGA

Refilmagem do sucesso argentino "Um namorado para minha esposa", de Juan Taratuto, lançado em 2008, essa comédia romântica se diferencia de boa parte das outras produções nacionais por apostar no terceiro ato, no drama. Assim, seus atores principais, Ingrid Guimarães, Caco Ciocler e Domingos Montagner tem a oportunidade de viver ambos os lados da mesma moeda: o humor e o drama andam lado a lado, e graças a Deus, sem agir como retardados. São pessoas reais, que podemos encontrar na esquina, mesmo que o "Corvo", personagem de Montagner, tenha uma caracterização voltada pro lúdico. Ingrid Interpreta Nena, uma dona de casa casada com Chico (Ciocler), dono se uma loja de antiguidades. Eles convivem a 13 anos em um casamento que vai da felicidade até a rotina. Irritante ao extremo, Nena é o tipo de mulher que todo mundo quer bem longe. Até que Chico é apresentado ao "Corvo", um artista de circo sedutor, contratado por maridos que querem se desfazer de suas esposas. Chico o contrata para seduzir Nena e assim terminar o casamento. Mas o que ele não poderia esperar, era que fosse sentir ciúmes do Corvo. Com uma bela direção de Julia Rezende, junto de seu parceiro cinematográfico, o fotógrafo Dante Belutti, o filme tem todo um visual de filme argentino, que vai da decupagem as cores mais escuras em tons europeus. Deliciosa trilha sonora repleta de releitura de clássicos pop nacionais e internacionais. E os roteiristas ainda atualizaram os diálogos, trazendo um discurso feminista para a personagem de Nena.

O silêncio do céu (2016)

Download MEGA

Quando "Trabalhar cansa" foi lançado, fiquei muito feliz de ter acabado de assistir a um filme diferente, usado, que fazia referências ao cinema de David Lynch, repleto de mistérios e interrogações, com um trabalho de ator brilhante de Marat Descartes. Logo depois, Marco Dutra lançaria "Quando eu era vivo", igualmente com belas atuações de Antonio Fagundes, Marat Descartes e Sandy. Agora, em seu terceiro longa, Dutra comprova o que já sabíamos: ele é um excelente Diretor de atores. Carolina Dieckmann oferece aqui o que muitos críticos alardeiam como a sua melhor performance. No papel de Diana, ela interpreta uma mulher casada com Mario (Leonardo Sbaraglia), um homem cheio de medos e fobias. A relação do casal está bastante desgastada. Ela abandonou o Brasil e mora com ele no Uruguai. Um dia, ao voltar para casa, Mario assiste Diana sendo estuprada por 2 homens. Apavorado, ele não reage, e nada faz para impedir o estupro. Ao chegar em casa, Diana também nada comenta sobre o ocorrido. Mas a angústia do fracasso e de presenciar sua esposa sendo estuprada faz com que Mario vá se tornando um homem diferente, em busca de vingança. Bem dirigido, é um filme seco, angustiante. A ausência de música aumenta esse sentimento de vazio e de sofrimento. O ritmo é bem lento, e as peças do quebra-cabeça vão se formando ao longo da narrativa. As narrações em off me cansaram, ficaram bastante didáticas e não acho que seriam necessárias, preferia que ficasse tudo em silêncio mesmo. É um filme que exige paciência do espectador e um tempo para maturar após terminada a sessão. Participação especial de Chino Darin (filho de Ricardo), no papel de um dos estupradores. O filme ganhou um prêmio especial do juri em Gramado 2016.

 

Curumim - O Homem Que Queria Voar (2016)

Assista Online

Em 18 de janeiro de 2015, o brasileiro Marco Acher foi fuzilado por um pelotão na Indonésia, após cumprir 11 anos de prisão e ser condenado 1ª morte por tráfico de drogas. Em 2012, Acher convidou o cineasta Marcos Prado para realizar um documentário sobre a sua vida, pois ele não queria ser lembrado como sendo o primeiro brasileiro à ser condenado à pena de morte na Indonésia. Assim, o filme faz um registro emocionante e cru sobre quem era Acher: playboy, filho de pais separados, criado pelas empregadas, traficante de drogas que atuou em vários países, bon vivant, nunca estudou e nunca trabalhou. Após um acidente com asa delta em Bali, ele contraiu uma dívida e 350 mil dólares, e para pagar, teve que contrabandear cocaína do Peru para a Indonésia. Ao ser flagrado portando a droga no aeroporto de Jacarta, ele fugiu e durante os dias como fugitivo, a imprensa sentenciou que, assim que for preso, ele será condenado à morte. O filme, acertadamente, evita o tom sentimental e vê os dois lados da moeda. Marcos Prado não quer tornar Acher um mártir nem herói, mesmo porquê o próprio Acher quer que os jovens vejam o seu exemplo e não entrem para o mundo do tráfico. A grande discussão do filme é a legalidade da pena de morte em alguns países, e se o fato da pessoa permanecer tanto tempo presa já não vale como a pena a ser paga. Ver o documentário e testemunhar a decadência física e moral de Acher é bem doloroso. Um filme comovente e forte, com excelente material de arquivo. .

Resultado de imagem para lara filme brasileiro 2001

Lara (2001)

Assista Online

Cinebiografia da atriz e cantora Odete Lara, que faleceu em 2015, em Nova Friburgo, RJ, afastada da vida artística. O filme acompanha a vida da criança Lara, órfã de mãe, que se suicidou, e morando com o seu pai Francesco. Pobres, dividem o mesmo quarto em uma pensão. Lara cresce, trabalha como secretária, mas tem o sonho de se tornar atriz. Ela estréia no teatro, nas mãos do diretor Adolfo Celli. Aos poucos, galga o seu espaço no cinema e na tevê. O filme aborda a sua relação com vários homens, entre eles, Guima (Caco Ciocler), cuja inspiração vem do escritor Vianinha e de Tom Jobim. No desfecho, Lara, em conflito com a vida que leva, acaba se dedicando ao budismo, se afastando de todos e indo morar sozinha em Friburgo. O filme apresenta várias facetas e personagens que vão se entrecruzando com a história de Lara. Acompanhamos atos políticos na ditadura, a sua relação de amor e ódio com Guima e a visita dela para a Itália, para buscar o seu meio irmão. Com uma bela fotografia comandada por Pedro Farkas e José Guerra, o filme segue um padrão clássico na técnica, com requinte na direção de arte e figurinos. A edição vai e volta no tempo, apresentando várias atrizes interpretando Lara em idades variadas, se concentrando em Maria Manoela na fase jovem, e Christine Fernandes na fase adulta. A direção de Ana Maria Magalhães conduz com elegância esse filme recheado de atores consagrados no cinema, teatro e tv, entre eles: José Celso, Gilberto Gawronsky, Bruce Gowlevsky, Mariana Lima, Ana Beatriz Nogueira, Patricia Selonk, Miguel Magno, Camilo Bevilaqua, Emilio de Mello, entre outros. Trilha sonora luxuosa de Dorival Caymmi, e canções de Chico na voz de Nana Caymmi.

Laura (2011)

Assista Online

Documentário dirigido pelo cineasta e roteirista Fellipe Barbosa (que também realizou o longa "Casa Grande"), é um produto dos novos tempos. Numa época onde as sub-celebridades ganham foco e glamour, "Laura" celebra a cultura do anonimato. Vencedor do prêmio de melhor documentário no Festival Hamptons 2011, o filme acompanha Laura, quase 60 anos, no ano de 2009 em Nova York. Nascida na Argentina mas criada no Brasil, Laura mora a 25 anos em Nova York. Separada, ela mora sozinha em um pequeno quarto em um Hotel decadente. O quarto é repleto de quinquilharias que ela acumula a décadas, resquícios de uma época de glamour e souvenirs das festas e pré-estréias que ela frequenta. Laura é uma figura misteriosa: não sabemos como vem o dinheiro para ela bancar o seu dia a dia. Ela tem um ciclo de amigos que vivem correndo atrás de convites para as pré-estréias de filmes, e também de festas badaladas. Laura quer estar no meio do glamour, tirar foto com artistas famosos e tomar todas as champagnes possíveis nas coberturas chiques de Nova York. Como se vê, Laura é uma pessoa comum e provavelmente igual a milhões de pessoas que gostariam de fazer o mesmo que ela. Mas o grande tema do filme, e que me deixa bastante triste, é entender como nos grandes centros, muitas pessoas se entregaram a um mundo de desilusão e de melancolia, reclusos em um mundo de fantasia e alheios a tudo o que acontece a sua volta. Laura provavelmente se utiliza do Glamour para esconder a sua verdadeira faceta. A dicotomia luxo e decadência é algo avassalador. Um belo filme que nos faz pensar sobre a nossa trajetória e nossos sonhos, e o que podemos fazer para nos fazer ficar alerta para a vida

Casinha Pequenina (1963)

Download MEGA

No Brasil colonial, em meados da abolição da escravatura no século XIX (curiosamente os anos 80 do século XIX ficava no período imperial), onde um rico fazendeiro, dono de escravos, envolve seu humilde empregado, um colono de bom coração e sua família num plano para se livrar de uma dupla de mulheres vigaristas que o chantageiam, por causa de um assassinato cometido pelo fazendeiro no passado. No entanto, o filho do colono se envolve com uma delas e renega as acusações que um amigo seu procura esclarecer.

Este filme trata, em seu enredo, problemas de injustiças sociais e luta contra o poder dos coronéis.

Elenco:

  • Amácio Mazzaropi ...... Chico
  • Geny Prado ...... Fifica
  • Roberto Duval ...... Coronel Pedro
  • Tarcísio Meira ...... Nestor
  • Edgard Franco ...... capataz e capanga Pulso de Ferro
  • Astrogildo Filho ....... capataz e capanga de seu Pedro
  • Guy Loup ...... Ester
  • Luis Gustavo ...... Bento
  • Marly Marley ...... Carlota
  • Marina Freire ...... Josefina
  • Ingrid Tobias ..... Ivone
  • João Batista de Souza ...... menino filho de Chico
  • Luiz Carlos
  • Marthus Mathias .... Zé Trovão , presidiário
  • Joverci de Almeida
  • João Franco (Xangô)
  • Hamilton Saraiva ..... dono do armazém
  • Edgard de Lima
  • Durvalino de Souza
  • Daniel Paulo Masser
  • Milton Amaral

Dirigido por Glauco Mirko Laurelli

Selva Trágica (1964)

Assista Online

Direção: Roberto Farias

Elenco:

  • Aurélio Teixeira
  • Dinorah Brillanti
  • Eva Rodrigues
  • Eva Rodrigues
  • Jofre Soares Nitan
  • Mário Petráglia
  • Maurício do Valle Isaac
  • Reginaldo Faria Pablito
  • Rejane Medeiros Flora
  • Ruy Polanah

Numa região agressiva, distante e pouco conhecida do resto Brasil, a amarga história daqueles que vivem como escravos no mundo da erva-mate. Neste ambiente de tratamento cruel e desumano impostos pelos proprietários preocupados somente com a produção, quatro homens e uma mulher lutam pela sobrevivência e pela liberdade.

Resultado de imagem para O 5.º Poder (1963)

O 5.º Poder (1963)

Download MEGA  Senha: cinebra   / Assista Online

Potência mundial tenta aumentar seu poder através da propaganda subliminar, atingindo o inconsciente das pessoas por meio de artefatos eletrônicos. Um jornalista começa a investigar uma série de fatos e descobre os responsáveis pelos distúrbios.

Direção: Alberto Pieralisi

ELENCO

Eva Wilma
Oswaldo Loureiro
Augusto César Vanucci
Sebastião Vasconcelos
Dary Reis
Renato Coutinho
Nildo Parente
Roberto Maya
Fábio Sabag
Orlando Villar

Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964)

Assista Online

O sertanejo Manoel e sua mulher Rosa levam uma vida sofrida no interior do país, uma terra desolada e marcada pela seca. No entanto, Manoel tem um plano: usar o lucro obtido na partilha do gado com o coronel para comprar um pedaço de terra. Quando leva o gado para a cidade, alguns animais morrem no percurso. Chegado o momento da partilha, o coronel diz que não vai dar nada a Manoel, porque o gado que morreu era dele, ao passo que o que chegou vivo era seu. Manoel se irrita, mata o coronel e foge para casa. Ele e sua esposa resolvem ir embora, deixando tudo para trás.

Manoel decide juntar-se a um grupo religioso liderado por um santo (Sebastião) que lutava contra os grandes latifundiários e em busca do paraíso após a morte. Os latifundiários decidem contratar Antônio das Mortes para perseguir e matar o grupo.

Elenco:

  • Geraldo Del Rey - Manoel
  • Yoná Magalhães - Rosa
  • Othon Bastos - Corisco
  • Maurício do Valle - Antônio das Mortes
  • Lídio Silva - Sebastião
  • Sônia dos Humildes - Dadá
  • Roque Santos - Cego Júlio
  • João Gama - Padre
  • Antônio Pinto - Coronel da Região
  • Milton Rosa - Coronel Moraes

Dirigido por Glauber Rocha

O Lamparina (1964)

Download MEGA / Assista Online

Bernardino é um pacato homem do campo que para não se defrontar com o bando de cangaceiros de Zé Candiero acaba se disfarçando e é confundido com um deles. Incrementando a farsa em que se encontrou, faz sua família passar por seu bando e acabam indo parar no acampamento dos verdadeiros cangaceiros onde o "destemido" Lamparina vai ter que mostrar ser um "cabra valente" de verdade. Depois de passar um ano na cadeia, assusta os habitantes da cidade de Sororóca que pensavam que estava morto e que agora é uma "assombração".

Elenco:

  • Amácio Mazzaropi .... Bernardino Jabá
  • Geny Prado .... Dona Marcolina Jabá
  • Manoel Vieira .... Seu Manoel
  • Astrogildo Filho .... Zé Candieiro
  • Zilda Cardoso .... Maria
  • Ana Maria Guimarães .... Filha de Bernardino
  • Emiliano Queiroz .... Ezequiel
  • Carlos Garcia .... Filho de Bernardino
  • Francisco di Franco (creditado como Francisco de Souza) .... Filho de Bernardino
  • Rosemary Wong .... Filha do Inspetor
  • Carla Diniz .... Noêmia
  • Augusto César Ribeiro .... Dr. Paulo
  • Rafael Gallardo Tina
  • Agostinho Toledo
  • João Batista de Souza .... Chiquinho, o garoto
  • David Cardoso .... Homem no coral

Dirigido por Glauco Mirko Laurelli

Resultado de imagem para Maioria Absoluta 1964

Maioria Absoluta (1964)

Assista Online 01 / 02

Direção: Leon Hirszman

Estatísticas, entrevistas e informações históricas sobre a problemática do latifúndio na estrutura agrária brasileira. Depoimentos de camponeses e imagens do Palácio do Planalto e do Congresso em Brasília. A alfabetização pelo método Paulo Freire.

Resultado de imagem para A Velha a Fiar humberto mauro

A Velha a Fiar (1964)

Assista Online

Dirigido por Humberto Mauro, com a música popular homônima cantada pelo Trio Irakitan. Uma joia do cinema brasileiro, esse curta-metragem chegou a ser considerado pelos críticos como um dos primeiros videoclipes do mundo. Humberto Mauro, ao não conseguir colocar uma mulher para fazer o papel da velha, colocou seu amigo Mateus Colaço para fazê-lo.

Resultado de imagem para vereda da salvação filme

Vereda da Salvação (2009)

Assista Online

Camponeses, que vivem afastados da civilização, sentem-se desiludidos das promessas não cumpridas e voltam-se contra seu líder. Nessa hora aparece Joaquim, um líder religioso que prega a salvação do grupo através da humilhação e da auto-flagelação e exorta os ignorantes camponeses. Manoel nada pode fazer no sentido de chamar os camponeses à realidade. O misticismo toma conta de todos e, ignorantes que são, tornam-se fanáticos por um falso filho de Deus que os domina e os transforma em seres brutais, capazes dos piores crimes em nome da nova religião. Desiludidos das compensações materiais, vivem como primatas, são presas fáceis do histriônico Joaquim.

A aclamada obra de Jorge de Andrade foi montada pelos alunos do Teatro Escola Macunaíma no segundo semestre de 2009.

Elenco: Chris Rodrigues, Cristiano Sartori, Dani Rios, Drika Oliveira, Érico de Faria, Erik Lee Joker, Fabiana Ikeda, Getúlio Nabera, Gustavo Santos, Lili Flor, Rafael Suco, Raphal Marques, Reinaldo Oliveira, Sheila Muschellack, Stéphanie Jobst, Tatiane Jimenez
Direção: René Piazentin

Resultado de imagem para vereda da salvação filme

Vereda da Salvação (1964)

Assista Online

Dirigido por Anselmo Duarte

Elenco

  • Raul Cortez — Joaquim
  • José Parisi
  • Lélia Abramo
  • Esther Mellinger — Artuliana
  • Maria Isabel de Lizandra
  • José Pereira
  • Áurea Campos

O filme acompanha produtores rurais pobres no Nordeste brasileiro que entram em um grupo messiânico, liderado por Joaquim (Raul Cortez), que acredita ser a reencarnação de Jesus Cristo. Joaquim promete a seus seguidores que lhes mostrará o caminho para o paraíso, a "vereda da salvação" do título do filme.

Com poder sobre os camponeses, o personagem de Raul Cortez começa a perseguir aqueles que não lhe prestam obediência, em especial Artuliana (Esther Mellinger). Joaquim ordena que seus seguidores tirem o filho de Artuliana, que está grávida, acusando-a de estar possuída pelo demônio.

 Resultado de imagem para Viagem aos Seios de Duília filme

Viagem aos Seios de Duília (1964)

Assista Online

Funcionário público se aposenta após 36 anos e depois de uma desilusão amorosa e da morte de um ex-companheiro de trabalho, volta a sua cidade natal (Pouso Triste, Minas Gerais) em busca da mulher que amou aos 15 anos. Porém se depara com as marcas deixadas pelo passar dos anos.

Elenco:

  • Rodolfo Mayer...José Maria
  • Nathália Timberg...Adélia
  • Oswaldo Louzada...Suero, o guia
  • Lícia Magna...Duília
  • Sara Nobre
  • Isolda Cresta
  • Rosa Sandrini
  • Maurício Loyola
  • José Policena
  • Otávio Cardoso
  • Geny Dias
  • Nelson Camargo
  • Gilda Nery
  • Mariângela
  • Wilma Patrícia
  • Manoel Teixeira
  • Armando Rosas
  • Oscar Cardona
  • João Amaral
  • Palmira Barbosa
  • Maria Luiza Paz
  • Cristina Zanini
  • Jotta Barroso
  • Emídio Ferreira
  • Victória Simões
  • Mário de Lucena
  • Lita Palacios
  • Artur Semedo

Dirigido por Carlos Hugo Christensen

Resultado de imagem para ganga zumba filme

Ganga Zumba (1964)

Assista Online

Realizado por Cacá Diegues

Elenco:

  • Antônio Pitanga...Ganga Zumba / Antão (creditado como Antonio Sampaio)
  • Léa Garcia...Cipriana
  • Eliezer Gomes...Anoroba ou Sororoba
  • Luíza Maranhão...Dandara
  • Jorge Coutinho
  • Zózimo Bulbul
  • Cartola...Salustiano
  • Procópio Mariano
  • Waldir Onofre
  • Ruy Polanah
  • Álvaro Pérez
  • Tereza Raquel...participação como Senhora do Pieró
  • José Scandal
  • Rui Solberg

 

Num engenho de cana-de-açúcar na Capitania de Pernambuco, no século XVII, Antão é um jovem escravo concebido nos porões do navio negreiro que trouxe sua mãe cativa para a colônia portuguesa do Brasil. Quando cresce, é lhe contado que sua mãe (já falecida) era rainha e que ele está destinado a ser Ganga Zumba, rei africano. O escravo veterano e sábio Sororoba lhe conta também sobre Palmares, um reino livre escondido na serra e protegido pelo orixá Oxóssi, formado por escravos fugitivos. O rei daquele lugar, Zambi, que está em guerra constante contra os brancos, acabara de perder o filho e agora quer que Ganga Zumba venha para ocupar o lugar de novo líder. Sororoba e Terêncio preparam a fuga com a ajuda de um guia enviado por Zambi, e Antão vai com eles levando a amante Cipriana, que o ajudara a matar um malvado feitor. No caminho, são vistos pelos senhores brancos da vizinha fazenda Pieró, que são mortos quando atiram em Terêncio. Apenas a mucama da senhora, a mulata Dandara, é poupada por atrair Antão. Mas quando chegam ao rio, o grupo não encontra o barco dos guerreiros de Zambi que serviria para a travessia. Agora eles devem construir uma jangada para continuar enquanto os perseguidores, comandados pelo capitão-do-mato Tolentino da Rosa, se aproximam para o confronto.

Resultado de imagem para ninguém entra ninguém sai

Ninguém Entra, Ninguém Sai - 2016 / DVD-r

Assista Online / Download MEGA

Direção: Hsu Chien

ELENCO

Emiliano d´Avila, Rafael Infante, Leticia Lima, Danielle Winits, Mariana Santos, Tatsu Carvalho, João Côrtes, Bella Piero, Renata Castro Barbosa, Guta Stresser, Gabriel Totoro, Antonio Pedro, Paulinho Serra, Anselmo Vasconcellos, André Mattos, Monique Alfradique, Sérgio Mallandro, Catarina Abdalla

Suellen é uma moça romântica, estudiosa e que tem um sonho: se casar com o namorado Edu para construir sua nova família. Quando ela é selecionada para um projeto bizarro, acredita que pode ser a chance para que o casamento aconteça mais rápido. Entretanto, ela descobre que vai ficar trancafiada em um motel barato com alguns outros casais, o que vai fazer ela repensar nos seus planos para o futuro.

Resultado de imagem para esse mundo é meu filme

Esse Mundo É Meu (1963)

Assista Online

Primeiro filme dirigido pelo músico Sérgio Ricardo, foi lançado no dia 1º de abril de 1964, exatamente no dia do golpe militar no Brasil, e por conta disso, ficou muito tempo no esquecimento. O filme, com fotografia e câmera de Dib Luft (irmão de Sérgio Ricardo) é uma obra-prima, não somente como denúncia social e um registro importante do Rio de Janeiro na época, como pelo trabalho extraordinário da câmera de Dib Luft. O filme, em preto e branco, acompanha 2 histórias paralelas de moradores do Morro da Catacumba (favela carioca que pegou fogo em um incêndio criminoso): Toninho (Antonio Pitanga, na época com 24 anos), é um engraxate e sonha em juntar dinheiro e comprar uma bicicleta para poder namorar com Luzia, o seu amor platônico. E temos Pedro (Sérgio Ricardo), um operário que namora uma jovem grávida, mas que, por péssimas condições trabalhistas e sem receber aumento, testemunha a sua namorada fazer um aborto, pois ela não quer que o filho passe fome e sofra humilhação em vida. Com imagens pouco conhecidas do Rio de Janeiro da época, o filme traz referências estéticas do neo-realismo italiano e da Nouvelle Vague. A câmera na mão, a história de marginalizados, filmagem em locação e uma trilha sonora de arrebatar. A cena de Pitanga com Ziraldo é hilária, e acaba sutilmente fazendo uma crítica ao poder da Igreja católica. O filme tem um olhar sobre os desfavorecidos no Brasil, e com esse olhar humanista, procura levantar a bandeira da igualdade social. Um filme repleto de cenas antológicas, entre elas, a do personagem de Toninho andando de bicicleta no final.

Magal e os Formigas - 2016

Assista Online

Direção de Newton Cannito

Elenco:

Sidney Magal, como ele mesmo

Norival Rizzo, como João, o protagonista

Imara Reis, como Mary

Mel Lisboa, Sandra

Ester Laccava, Marlene

Teca Pereira, Elvira

Nicolas Trevijano, Sérgio

Zé Carlos Machado, Norberto

"Magal e os formigas" lembra bastante a estrutura dramática de "'A procura de Éric". No filme do inglês Ken Loach, um homem classe média baixa, fanático por futebol, passa por vários revezes na vida, até que o jogador Éric Cantona surge fantasticamente para ele, dando sugestões e mensagens de auto-ajuda. Em "Magal e os formigas", João, um aposentado casado com a dona de casa Mary, pai de dois filhos fracassados, tenta ter sorte na vida, até que o cantor Sydney Magal surge para ele como uma entidade. O grande mérito do filme de Cannito é apostar em uma comédia musical popular sem ter um único ator Global no elenco. Ele apostou em atores consagrados de teatro (Norival Rizzo, Imara Reis, Nicolas Trevijano, Riba Carlovich, ZeCarlos Machado, para dar vida a personagens losers, moradores da periferia de São Paulo. O filme traz um tom das comédias italianas dos anos 70, de Dino Risi, que tinham um doce sabor amargo de melancolia, retratando a vida simples de pobres assalariados, que sonham com uma vida melhor. Tudo é bastante ingênuo na narrativa, mas isso não é um defeito. Porém, o público de hoje em dia me parece uma incógnita, se vai apreciar essa comédia agredoce, que faz pensar ao invés de rir. O elenco está ótimo, e claro, Sidney Magal está totalmente acima do bem e do mal. A trilha sonora exagera muitas vezes para extrair humor em cenas onde não há comédia, e alguns recursos de efeito destoam (aceleração da cena, por exemplo). Mas ao final, diferente da crítica da Folha de São Paulo, ficou clara a finalidade do filme: divertir e fazer o espectador sonhar com dias melhores em tempos obscuros.

Esteros (2016)

Download UPTOBOX

'Esteros" é uma co-produção Argentina/Brasil e tem um olhar cor de rosa sobre um drama de 2 amigos que são apaixonados desde a infância, mas nunca conseguiram expressar o amor um pelo outro. Matias e Jerônimo são melhores amigos e moram na cidade de Paso de Los Libres e faz fronteira entre Brasil e Argentina. Os dois são inseparáveis, e sentem uma atração sexual mútua, mas o medo que os familiares e amigos saibam os afasta. Matias acaba se mudando com sua família para o Brasil. 10 anos depois, Matias retorna com sua namorada brasileira para o Carnaval da cidade, e acaba reencontrando Jerônimo. Os dois precisam agora lidar com esse passado que teima em não ser apagado. Drama romântico, que tinha tudo para ser o filme de cabeceira dos adolescentes gays dessa geração, não fosse ele com um ritmo extremamente lento e com um roteiro que só decide tomar partido faltando pouco para acabar. Cada década tem o seu clássico, e o que me acompanhou por um bom tempo foi "Delicada atração", filme inglês dos anos 90. "Esteros" tem um roteiro simples e sem surpresas, e dois atores simpáticos. No elenco, 2 atores brasileiros fazem participação: Renata Calmon e Felipe Titto. A falta de maior ousadia do filme talvez tenha sido uma opção do diretor para não chocar a sua platéia e torná-lo mais digerível para um grande público.

Resultado de imagem para outras estórias filme

Outras Estórias (1999)

Download 4Shared

A ação se passa em uma cidadezinha do interior de Minas Gerais. A cidade só pensava no enterro do terrível marginal que morreu pelas mãos de uma rapaz agindo em legítima defesa. Todo mundo está esperando pela vingança dos três irmãos do falecido: a morte do assassino. Durante o velório, as pessoas lembram histórias da vida do bandido e o funeral termina em um inesperado anticlímax.

Elenco

  • Paulo José - Tio Manantonio
  • Anna Cotrim - Felícia
  • Márcia Bechara
  • Claudia Lima
  • Walderez de Barros
  • Giulia Gam - Maria Exita
  • Enrique Diaz
  • Marieta Severo
  • Antônio Calloni.... Sorôco
  • Sílvia Buarque
  • Juca de Oliveira
  • Rodolfo Vaz
  • Cacá Carvalho - irmão Dagobé
  • Jonas Torres - irmão Dagobé
  • Guido Correa - irmão Dagobé

Inspirado em contos de Guimarães Rosa, dirigido por Pedro Bial

Resultado de imagem para O Beijo (1964)

O Beijo (1964)

Assista Online

Um homem é atropelado por um ônibus e cai no asfalto. Arandir (Reginaldo Faria) assiste a tudo e decide correr em socorro à vítima. O acidentado lhe faz então um último e inusitado pedido que é prontamente atendido: deseja receber um beijo. O repórter sensacionalista Amado Pinheiro (Jorge Dória) testemunha o gesto e interpreta-o como manifestação pública de homossexualismo. A vida de Arandir passa a ser um verdadeiro inferno: perde o emprego e ainda sofre pressões por parte do sogro para se separar da mulher. A única a acreditar em sua versão é Dália (Norma Blum), a cunhada secretamente apaixonada por ele.

Direção: Flávio Tambellini

ELENCO
Xandó Batista 
Norma Blum 
Jorge Cherques 
Raul da Mata 
Marilena de Carvalho 
Liana Duval 
Jorge Dória 
Betty Faria 
Reginaldo Faria 
Leilany Fernandes 
Fregolente 
Elizabeth Gasper 
Eliezer Gomes 
Nelly Martins 
Myriam Pérsia 
Georgia Quental 
Telma Reston 
Glauce Rocha 

Resultado de imagem para Crônica da Cidade Amada filme

Crônica da Cidade Amada (1965)

Assista Online

Dirigido por Carlos Hugo Christensen

O filme relata onze situações e histórias inspiradas na vida carioca, com narração de Paulo Autran, que recita trechos de textos de cronistas brasileiros famosos como Carlos Drumond de Andrade, Paulo Mendes Campos, Fernando Sabino, Orígenes Lessa, Dinah Silveira de Queiroz e Paulo Rodrigues.

O filme tem no elenco Oscarito e Grande Otelo, mas eles não atuam como a famosa dupla dos tempos da Atlântida Cinematográfica, mas em episódios separados. O primeiro em Receita de Domingo e o segundo em Um Pobre Morreu. O último filme com os dois juntos havia sido Matar ou Correr de Carlos Manga, onze anos antes.

O jornalista Millôr Fernandes participa do episódio com Oscarito.

Um dos raros filmes a cores de Oscarito.

Último filme do cômico Vagareza que vive o malandro Passarinho no episódio Aventura Carioca.

 Resultado de imagem para vereda da salvação

Vereda da Salvação (1965)

Assista Online

O filme acompanha produtores rurais pobres no Nordeste brasileiro que entram em um grupo messiânico, liderado por Joaquim (Raul Cortez), que acredita ser a reencarnação de Jesus Cristo. Joaquim promete a seus seguidores que lhes mostrará o caminho para o paraíso, a "vereda da salvação" do título do filme.

Com poder sobre os camponeses, o personagem de Raul Cortez começa a perseguir aqueles que não lhe prestam obediência, em especial Artuliana (Esther Mellinger). Joaquim ordena que seus seguidores tirem o filho de Artuliana, que está grávida, acusando-a de estar possuída pelo demônio.

Elenco

  • Raul Cortez — Joaquim
  • José Parisi
  • Lélia Abramo
  • Esther Mellinger — Artuliana
  • Maria Isabel de Lizandra
  • José Pereira
  • Áurea Campos

Dirigido por Anselmo Duarte

Resultado de imagem para DOCUMENTÁRIO (1966), ROGÉRIO SGANZERLA.

Documentário (1966)

ASSISTA ONLINE

Direção: Rogério Sganzerla

Documentário mostra as conversas e andanças de dois jovens que resolvem ir ao cinema, mas que devido aos seus critérios extremamente rígidos acabam não vendo nenhum filme.

Durante o perambular dos personagens, o diretor recheia toda a ação com os diálogos geniais, que não passam de uma conversa cotidiana, e que sempre se volta para a situação por que se passam: que filme ver, onde e quando.

É exatamente neste ponto que pode até se ver um prenúncio do que um pouco mais tarde encontraríamos em O bandido da luz vermelha. A conversa é cotidiana, por vezes sem muito sentido, mas sempre se volta para a situação por que passam: que filme ver, onde e quando.

O Desafio (1965)

Assista Online

Dirigido por Paulo César Saraceni

ELENCO

Oduvaldo Viana Filho - Marcelo
Isabella – Ada
Sérgio Brito – Mário
Luiz Linhares – Nelson
Joel Barcelos – Carlos
Hugo Carvana – Amigo
Maria Bethânia
João do Valle
Zé Keti

Logo após a deposição do presidente João Goulart, em 1.ª de abril de 1964, Marcelo está passando por uma crise, sentindo-se impotente diante do novo regime, e sem ânimo para escrever o livro que pretendia e desmotivado em seu trabalho. Ele conhece Ada, esposa de Mário, um rico industrial, e com ela passa a ter uma relação amorosa. Após idas e vindas no relacionamento, Ada decide contar tudo ao marido. Seria ela capaz de encarar uma nova vida com Marcelo?

Resultado de imagem para O LEVANTE DAS SAIAS 

O Levante das Saias (1967)

ASSISTA ONLINE

O prefeito de Palha Verde e dois vereadores perseguem o filho (Renato) de uma viúva por quem os três foram apaixonados. Como a viúva os repeliu, eles agora se vingam. Mas as moças da cidade, lideradas por Toninha, filha do prefeito, promovem um levante. O prefeito é derrotado e Renato nomeado diretor da fábrica de rayon da cidade. Resultado: a população vira casaca para o lado do próspero rapaz."

Elenco

  • André Villon, (Prefeito)
  • Maria Lúcia Dahl, (Toninha)
  • Dinorah Marzullo, (Gabriela)
  • Rodolfo Arena, 
  • Nick Nicola, (Vereadores)
  • Valéria Montese, 
  • Aldo Britto, (Engenheiro)
  • Oswaldo Mattesco, 
  • Silvia Paula, 
  • Ruy Barbosa, 

Apresentando:

  • Walter Matesco, (Renato Resende)

Participação especial:

  • Rosângela Maldonado, 
  • População de Alfenas - MG

Resultado de imagem para Cangaceiros de Lampião

Cangaceiros de Lampião (1967)

Assista Online

Vaqueiro persegue, para vingar-se, os cangaceiros remanescentes do bando de Lampião, que estupraram e mataram sua mulher.

Direção: Carlos Coimbra

ELENCO

Milton Rodriguez - Pedro Boiadeiro
Jacqueline Myrna - Rosinha
David Neto - Pai de Rosinha
Vanja Orico - Mariana
Sadi Cabral - Pai de Mariana
Maurício do Valle - Carcará
Milton Ribeiro - Moita Brava
Antonio Pitanga - Cravo Roxo
Walter Seyssel - Jirimum
Fauzi Mansur - Tonho
Tony Rabatoni - Juiz

Resultado de imagem para Garota de Ipanema (1967)

Garota de Ipanema (1967)

ASSISTA ONLINE

Márcia é uma garota carioca. A jovem estuda na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, gosta de ouvir bossa nova e namora com um surfista. Depois de terminar seu relacionamento com Pedro Paulo, flerta com o compositor Chico Buarque e sucessivamente com um fotógrafo casado.

Vivendo só, ela busca angustiosamente a felicidade e por temer seu futuro, tenta entrar na classe média. Durante o carnaval, finalmente consegue resolver seus problemas e resgata sua personalidade.

O filme é inspirado na canção "Garota de Ipanema", de Tom Jobim e Vinicius de Moraes, que se inspiraram na modelo, empresária e apresentadora Helô Pinheiro, que frequentava diretamente a Praia de Ipanema, no Rio de Janeiro.

Direção: Leon Hirszman

ELENCO

Márcia Rodrigues (Márcia)
Adriano Reys (Fotógrafo)
Arduíno Colassanti (Pedro Paulo)
Irene Stefênia (Regina)
João Saldanha (Pai de Márcia)
José Carlos Marques (Zeca)
Rosita Tomás Lopes (Mãe de Márcia)
Marisa Urban (Mulher do fotógrafo)
Isabel Ribeiro (Empregada)

Resultado de imagem para Fragmentos de dois escritores

Fragmentos de Dois Escritores (1968)

Assista Online 01 / 02

Dirigido pelo dramaturgo João Bethencourt (que chegou a lamentar que o filme estivesse perdido) e patrocinado pelo Consulado dos EUA. João entrevistou Nelson Rodrigues (áudio em português) e o dramaturgo norte-americano Edward Albee (áudio em inglês). A versão integral foi localizada no Arquivo Nacional dos EUA por Carlos Fico.

O Jeca e a Freira (1968)

Download MEGA / Assista Online

Na época da Escravidão no Brasil, século 19, no interior do Estado de São Paulo, o poderoso latifundiário Pedro toma a pequena criança Celeste do casal de caipiras colonos, Sigismundo e Floriana, e a cria como filha.

Treze anos depois, Celeste está de férias do colégio religioso e retorna à fazenda acompanhada da freira Irmã Isabel. Pedro avisa aos pais dela que a moça continuará na casa dele e os ameaça de morte caso lhes revelem a verdade.

Com a ajuda do Coronel Orlando e dos filhos dele, Cláudio, Otávio e Sônia, e do filho mais velho, Fernando, Sigismundo e Floriana enfrentam Pedro e tentam contar à Celeste sobre quem é sua verdadeira família.

Elenco

  • Amácio Mazzaropi...Sigismundo, o Jeca
  • Maurício do Valle... Pedro
  • Geny Prado...Floriana
  • Elizabeth Hartmann...Irmã Isabel, a freira
  • Paulette Bonelli...Celeste
  • Elizabeth Marinho ... Sônia
  • Carlos Garcia... Fernando
  • Roberto Pirillo...Otávio
  • Ewerton de Castro...Cláudio
  • Henricão...Bento
  • Tony Cardy
  • Nello Pinheiro
  • Cláudio Mechi
  • Wilson Júnior
  • João Batista de Souza
  • Paulete Bonelli
  • Isaura Bruno .... Esposa de Bento
  • Denise Barreto (também maquiagem)
  • Mafalda Moura (também figurinos)

Dirigido e estrelado por Mazzaropi

Resultado de imagem para Panca de Valente

Panca de Valente (1968)

ASSISTA ONLINE

O delegado da cidade interiorana de Espalha Brasa é assassinado por bandidos que exigem que em seu lugar assuma um atrapalhado e inofensivo habitante da cidade, Jerônimo, que encontra muitas dificuldades para assumir a função.

Elenco

  • Átila Iório
  • Marlene França
  • Jofre Soares
  • Tony Vieira
  • Bibi Vogel
  • Roberto Ferreira
  • Líbero Ripoli Filho
  • Cacilda Lanuza
  • Chico Martins
  • Durval de Souza
  • José Carlos Biscalchin

Dirigido por Luís Sérgio Person

 [DoceAmargo-03.jpg]

Doce Amargo (2009)

ASSISTA ONLINE

Direção: Rafael Primot
Elenco: Debora Falabella Rafael Primot Lilian Blanc Nuredim Clara Rosa

O filme é engraçado num tom de humor negro. Versa sobre duas pessoas, impossibilitadas, mas apaixonadas do jeito delas. A forma como apaixonados tratam-se ninguém irá entender. É tão subjetivo. O ínicio possui interpretações encenadas, com uma fotografia de apresentação excelente, que vão ganhando toques de graça. É crescente. Do humor ao amor. O argumento é inteligente. As atuações iniciais são observados alguns deslizes imperceptíveis, mas logo resolvidos. Lembrou-me muito o filme ‘Bent’ numa cena específica versão hetero. Há sensibilidade até no riso nervoso. É romântico sem ser piegas. Atenção, aguarde até o final dos créditos. Existe uma grata surpresa.

Imagem

O Bravo Guerreiro (1968)

Assista Online

Jovem deputado da oposição decide mudar para o partido da situação achando que só no poder conseguirá fazer alguma coisa pela causa pública. Um cabo eleitoral adverte-o que pelegos tentam tomar o sindicato tendo por motivo projeto de lei de sua autoria. O deputado vai à Assembléia Geral do sindicato e faz um discurso narrando a sua história política, concluindo que não é mais indicado para defender os sindicalizados. De volta ao lar, encosta o cano de um revólver no céu da boca.

Direção: Gustavo Dahl

ELENCO
Cecil Thiré 
Hugo Carvana 
Ítalo Rossi
Maria Lúcia Dahl 
Mário Lago
Paulo César Peréio
Paulo Gracindo

Resultado de imagem para fome de amor filme

Fome de Amor (1968)

ASSISTA ONLINE

Alfredo, ex-revolucionário - alegoricamente ele é cego, surdo e mudo, e sua mulher Ula recebem, numa casa de veraneio, Mariana, uma pianista frustrada e seu marido Felipe. A troca de casais se estabelece para que, ao final, a dissociação se imponha como um gesto de libertação.

Direção de Nelson Pereira dos Santos

ELENCO

Leila Diniz
Irene Stefânia
Paulo Porto
Arduíno Colassanti
Manfredo Colasanti

Resultado de imagem para hitler 3 mundo

HItler 3º Mundo (1968)

Assista Online

Direção: José Agrippino de Paula

ELENCO

Jô Soares
José Ramalho
Eugênio Kusnet
Túlio de Lemos
Silvia Werneck
Maria Esther Stockler
Ruth Escobar
Jonas Mello
Fernando Beninni

Paranoia, culpa, desejo frustrado, miséria e tecnologia no país subdesenvolvido. Narrativa fragmentária, enquadramentos distorcidos, gritos e ruídos. O nazismo toma conta da cidade de São Paulo: prisão e tortura de revolucionários, um samurai (Jô Soares, um show!) perdido no caos, amantes trancafiados, o ditador e seus acólitos, bárbaros e conservadores.

 Resultado de imagem para a vida provisoria 1968

A Vida Provisória (1968)

ASSISTA ONLINE

O jornalista Estevão é indicado para cobrir em Brasília o discurso de final de ano do Ministro de Assuntos Exteriores. General Passos, o Ministro do Subsolo, investiga as operações de uma mineradora estrangeira. Ele solicita a Estevão que, chegando a Brasília, entregue documentos a um certo Cavalcanti. Durante a viagem, Estevão relembra seus dois amores: Lívia e Paola. Em Brasília, ele não consegue localizar o destinatário, é agredido por dois homens e os documentos são roubados. Com a ajuda do deputado Paulo César, Estevão é levado ao salão onde o Ministro de Assuntos Exteriores está discursando. 

 Direção: Maurício Gomes Leite

 ELENCO

Paulo José (Estêvão)
Dina Sfat (Paola)
Joana Fomm (Lívia)
Ferreira Gullar (Secretário de redação)
Mário Lago (General Passos)
José Lewgoy (Homem de capa)
José Wilker (Homem magro)
Márcia Rodrigues (Márcia)
Hugo Carvana (Pedro Inácio)
Fernando Leite Mendes (Ministro de Assuntos Exteriores)
Paulo César Pereio (Paulo César)
Carlos Heitor Cony (Assassino)
No filme B:
Renata Sorrah
Geraldo Araújo
Guará Rodrigues
Narração: 
Tite de Lemos

Resultado de imagem para anuska filme

ANUSKA, MANEQUIM E MULHER (1968)

Assista Online

A aspirante a modelo, Anuska, encontra no empresário Sábato uma forma de concretizar suas ambições. Mas, em pouco tempo, um jornalista entra em cena e conquista o coração da jovem. Na tentativa de subir na carreira, ela compromete seu romance com o homem que a apóia, além de levá-lo ao fracasso.

Dirigido por Francisco Ramalho Jr

ELENCO:

Francisco Cuoco.... Bernardo

Marília Branco... Anuska

Ivan Mesquita.... Sabato

Luís Sérgio Person.... Calfatti

Ruthinéa de Moraes.... prostituta

Jairo Arco e Flexa.... Eduardo

Bibi Vogel.... modelo

Ana Maria Nabuco.... atriz

Jean-Claude Bernardet.... jornalista

Armando Bógus.... amigo de Sabato

Antônio Carlos

José de Abreu.... homem no bote

Leilah Assumpção.... modelo

 

Corisco, O Diabo Loiro (1969)

Assista Online

Depois de matar um provocador, Cristino foge para uma cidade no interior do Nordeste e acaba se vendo forçado a entrar para o bando de Lampião, onde se torna seu braço direito, com o nome de Corisco, o Diabo Loiro. Apaixona-se por Dadá, filha de um fazendeiro, e a leva à força consigo. Aos poucos ela aprende a amá-lo e vivem juntos 13 anos de cangaço. Corisco escapa do massacre de Angico, mas é apanhado pela volante do tenente Zé Rufino, depois de degolar a família do delator de Lampião. Dadá e Corisco, no trajeto de entrega às autoridades, recordam os lances aventurescos de sua vida.

Elenco

  • Antonio Pitanga Zé Baiano
  • Dionísio Azevedo Compadre Mariano
  • Geórgia Gomide Lídia
  • Jofre Soares Domingos
  • John Herbert Bem-te-vi
  • Laura Cardoso
  • Leila Diniz Dadá
  • Maurício do Valle Corisco
  • Milton Ribeiro Lampião

Dirigido por: Carlos Coimbra

Imagem relacionada

Vestido pra Casar (2013)

Download Uptobox

Fernando (Leandro Hassum) acredita que uma mentirinha não faz mal a ninguém. Será?. No dia de seu casamento com Nara (Fernanda Rodrigues), Fernando acidentalmente rasga o vestido de alta costura de uma mulher chamada Valentina (Renata Dominguez) que estava acompanhada do amante Ceição (Marcos Veras) na hora do incidente. Juntos, os três passam a procurar pelo único outro modelo feito pelo costureiro. Mas durante essa jornada, Fernando se mete em várias enrascada que envolvem a noiva Nara, o sogro, a ex-mulher, os policiais, o primo saidinho, um estilista, uma socialite deslumbrada, seguranças e um senador ciumento. No meio disso tudo, um paparazzo insistente faz questão de seguir Fernando, Valentina e Ceição, pois Valentina é casada com um homem muito importante.

Elenco

  • Leandro Hassum como Fernando
  • Fernanda Rodrigues como Nara
  • Renata Dominguez como Valentina
  • Marcos Veras como Ceição
  • André Mattos como Eraldo
  • Tonico Pereira como Belisário
  • Catarina Abdalla como Tia Nenê
  • Érico Brás como Jean-Luc
  • Adriana Garambone como Mariazinha
  • Júlia Rabello como Letícia
  • Eliezer Motta como Geraldo
  • Cláudio Tovar como Senador Theodoro
  • George Sauma como Primo Pompilho
  • Ricardo Conti como Marcelo (Paparazzo)
  • Cristiana Pompeo como Promotora de eventos
  • Jennifer Setti como Grã-fina

Dirigido por Gerson Sanginitto e Paulo Aragão Neto

Sangue azul (2015)

Download MEGA

Vencedor de prêmios no Festival do Rio (Filme, diretor e ator coadjuvante), mais fotografia em Paulínia e no Grande prêmio para Mauro Pinheiro Jr, "Sangue azul" é um belíssimo filme totalmente rodado em Fernando de Noronha. As cores do circo, a luz do sol, a noite, os neons da balada, tudo parece mágico. Pedro (Daniel de Oliveira) é funcionário de um circo, que aporta em Fernando de Noronha. Ele é o Homem bala. Pedro nasceu ali, mas sua mãe fez com que ele fosse embora do local, por um mistério que só saberemos ao longo do filme. Mulherengo e bicho solto, Pedro tenta encontrar uma forma de se reinserir na região e às pessoas de sua família: sua mãe (Sandra Corveloni) e sua irmã (Carol Abras). Com um elenco repleto de grandes nomes (Matheus Nachtergaele, Millen Cortaz, Laura Ramos, Paulo Cesar Pereio, Ruy Guerra), "Sangue azul" tem momentos muito bons de dramaturgia, mas a sua longa duração e o excesso de personagens que acabam não se desenvolvendo melhor acaba tirando o foco principal do filme, que é o conflito de Pedro com o seu passado. Muitas cenas de apresentação circense (as cenas são muito bem filmadas) também, ajudam a dispersar a narrativa. Mas a qualidade técnica do filme é tão intensa, que no final me senti absorvido. O que talvez tenha prejudicado a minha melhor observação quanto ao filme, foi o fato de eu ter assistido a "Órfãos do Eldorado" antes. Em "Órfaos", Daniel de Oliveira tem uma trajetória muito semelhante. Ele retorna ao seu lugar de origem e tenta resolver fantasmas do passado, que envolvem um relacionamento conflituoso com a sua irmã. No meio de "Sangue azul", pensei: "O conflito é o mesmo do outro filme". No elenco, destaque total para Millen Cortaz e Romulo Braga por uma corajosa e visceral cena no desfecho.

Depois da chuva (2013)

Assista Online

Vencedor de vários prêmios Internacionais e nacionais (Em Brasília, venceu melhor ator, roteiro e trilha sonora em 2014), "Depois da chuva" é um filme autobiográfico do roteirista e diretor Cláudio Marques. Fiquei impressionado com a semelhança temática e estética entre esse filme e "Tatuagem", de Hilton Lacerda, e depois percebi que o fotógrafo é o mesmo, Ivo Lopes Araújo. Ambos os filmes falam sobre inquietação de uma geração devastada pela ditadura militar, e que quer e precisa botar o que sente internamente para fora, e fazem isso através das artes. Em 'Depois da chuva", o filme mostra uma juventude adolescente que mora em Salvador, Bahia, no ano de 1984. Entre as eleições para a diretas já, essa garotada cresceu sobre as sombras da ditadura militar. Agora, com a possibilidade de se ampliar a liberdade, eles resolvem fazer votação no grêmio estudantil. Essa metáfora clara sobre liberdade e anarquia corre paralelo com a história do protagonista Caio, um jovem insatisfeito, que descobre ao mesmo tempo o gosto pela luta política e a descoberta do amor. Vive com uma mãe que sonha sempre com fantasias Hollywoodianas, enquanto o País cai em desgraça por conta da alta inflação, morte de Tancredo Neves, Avanço do vírus da aids, etc. O filme começa muito bem, e recria de forma criativa os anos 80 de forma sem ser clichê. Porém, do meio pro fim, o filme ganha um forte peso existencialista, que torna o filme lento, arrastado. Os pontos positivos, além da fotografia, é o elenco de atores desconhecidos que manda bem, e principalmente, um filme ambientado na Bahia e que não faz questão de ser cartão postal. Se não fosse o sotaque, o filme poderia ter sido ambientado e situado em qualquer outro lugar do País.

Resultado de imagem

Amor, Plástico e Barulho (2013) / Download MEGAMinhateca

Dirigido por: Renata Pinheiro

ELENCO:

Jennyfer Caldas

Leo Pyrata

Maeve Jinkings Jaqueline

Nash Laila Shelly

Rodrigo García Rubi

Samuel Vieira

Premiado em vários festivais, o longa de estréia da Diretora de Arte, Artista plástica e super premiada curta-metragista com o filme "Superbarroco" invade o Universo do tecnobrega pernambucano com muita propriedade. Usando a cafonice do gênero musical como pano de fundo (e também como elementos de fotografia e direção de arte, geniais), Renata Pinheiro evoca o clássico "A malvada" para mostrar a amizade e rivalidade entre duas mulheres, famintas pela fama e dinheiro. Jaqueline (Maeve Jinkings, de "O som ao redor") é uma cantora decadente de uma banda de tecnobrega. Brigona e temperamental, ela tem crises de ciúmes e depressão por achar que seu tempo está se esgotando. Para piorar, a dançarina do grupo, Shelly (Nash Laila, de "Deserto feliz" e "Tatuagem") deseja um dia cantar em uma banda. A busca da fama e sucesso provoca rusgas e traições com os homens que surgem na vida delas: cantores, produtores, etc. O filme lembra demais o clima de "Tatuagem", muito por conta do ator Rodrigo Garcia, que aqui interpreta um coreógrafo homossexual, na mesma palheta e energia de sua Paulette em "Tatuagem". O mundo artístico, o preconceito da mídia, a especulação imobiliária, o emburrecimento da população, o sexo e a tragédia são temas recorrentes do Cinema pernambucano. 

Resultado de imagem

ENTRE ABELHAS (2015)

Download 4Shared / MEGA

Direção: Ian SBF

Elenco

  • Fábio Porchat como Bruno
  • Irene Ravache como Ângela, mãe de Bruno
  • Marcos Veras como Davi, melhor amigo de Bruno
  • Luis Lobianco como Nildo, atendente de pizzaria
  • Giovanna Lancellotti como Regina, ex-mulher de Bruno
  • Marcelo Valle como Psicólogo
  • Letícia Lima como Rebeca

Em 2004, um filme independente de um diretor genial se transformou no cult de toda uma geração e transformou um ator famoso pelas comédias escrachadas em um ator dramático e finalmente de talento reconhecido pelos críticos. O filme?: "Brilho eterno de uma mente sem lembranças", de Michel Gondry. Na história, o personagem de Jim Carrey sofre depressão após a sua separação e enfrenta um grande desafio: apagar a sua memória relacionada ao convívio da amada. O filme se faz valer de cenas surreais e de realismo fantástico para que a narrativa consiga ser contada. Em "Entre abelhas", o comediante Fábio Porchat investe em uma porção mais dramática e sofre de depressão após a separação. Resultado: as pessoas passam a sumir de sua vida. Amigos, desconhecidos... O maior triunfo do roteiro é não querer explicar o inexplicável. Surto? Esquizofrenia? Nem o terapeuta consegue resolver. A porção comédia sai de Porchat e entra em outros personagens, como o amigo Marcos Veras ou a mãe Irene Ravache. Pessoalmente, não gosto da porção comédia do filme e adoraria ter visto um filme melancólico. Mas entendo que comercialmente o filme precisa vender. É um filme tecnicamente muito competente, bonito, e o mais curioso e inovador, usar as ruas do centro da cidade do Rio de Janeiro como se fossem ruas residenciais. O melhor mesmo, de tudo? A brilhante trilha sonora, que evoca acordes do gênio Michael Nyman. Ah, sim, a fotografia de Alexandre Ramos que ajuda a narrar essa história fabulesca de forma sensorial: a gente sente na pele o peso da tristeza através das cores que o filme emana. Um filme diferente da atual safra de filmes por querer ter algo a mais: Inteligência.

Via Appia (1989)

Assista Online

Direção: Jochen Hick

Realizado por uma produção alemã, é com certeza um dos únicos registros filmados no Rio de Janeiro que mostra a cidade por uma outra faceta. Um olhar maldito e underground sobre os pontos de prostituição masculina (saunas gays, Galeria Alaska, Via Appia) no auge do temor da Aids. Mendigos, travestis, miches, pivetes, gringos em busca de sexo, o misticismo religioso. Você jamais viu uma mistura tão explosiva, um filme que mostra a cidade carioca da forma mais apavorante e feia possível: escura, perigosa, cenário de filme de terror. Nessa terra de ninguém, se desenrola a história de Frank, comissário da Lufthansa que retorna ao Rio para encontrar o garoto de programa que o contaminou com o vírus. Ele vem junto de uma equipe documental de uma televisão alemã para fazer um registro do submundo carioca. Ele é ajudado por José (Guilherme de Pádua), um garoto de programa que o auxilia na busca do cara que o contaminou. O filme é realizado através do olhar documental. Usando uma câmera de 16 mm, Hick faz da câmera subjetiva a testemunha de uma época que assustava pela sua libertinagem. Tudo era permissivo, sem medo, sem culpa. Hoje em dia essa câmera subjetiva virou clichê, mas aqui, era novidade. O filme, por ser de baixo orçamento tem uma realização muito tosca. Mas daí reside o seu charme. Maldito, perverso, fetichista, proibido para menores e pessoas sensíveis. O Guilherme de Pádua anos depois se envolveu em um caso de assassinato que enterrou de vez suas pretensões de ser artista. Muita nudez, muito sexo e a prova de que o cinema nos anos 80 era muito livre. A trilha sonora é recheada de sons eletrônicos e sintetizadores.

Resultado de imagem para a luneta do tempo download

A luneta do tempo (2014)

Assista Online

Direção: Alceu Valença

Fiquei impressionado com a qualidade artística do filme de estréia do Cantor e compositor pernambucano. Bonito, lírico, lúdico. O filme tem um só pecado: querer contar histórias demais, o que causa uma certa confusão no meio do filme. Mas no geral, é um filme ousado pela mistura de gêneros a que se propõe: musical, faroeste e drama ambientado no Cangaço de Lampião e Maria Bonita, interpretados por Irandhir Santos e Hermilla Guedes. O filme narra o confronto dos cangaceiros e a polícia, liderada pelo Tenente Antonio Severo. No segundo ato, acompanhamos o destino do filho de um dos cangaceiros e a sua luta contra um delegado, filho de Antonio Severo. Nessa história cíclica de lutas, opressão e destino, o filme inteligentemente é narrado como se fosse um cordel cantado por um narrador. No caso, as músicas de Alceu Valença. Esse excesso de brasilidade confere ao filme um sabor mágico e místico, emoldurado pela bela locação do sertão. O Circo surge como um ambiente mágico onde sonhos e tragédias podem ser feitas ou desfeitas. Onde os espectadores, sentados na arquibancada, podem opinar sobre o destino de alguns personagens. Alceu Valença, além de dirigir e compôr a trilha, surge como o palhaço do Circo, o narrador dessa história que brinca com o tempo e com o realismo fantástico. Belíssima fotografia de Luis Abramo. Um filme digno de nota, mas que deve atingir um público restrito. Não é um filme comercial, e sim, um projeto 100% autoral de Alceu, que disse publicamente ser um Amante do Cinema da "Nouvelle vague" francesa e das chanchadas da Atlântida. Várias cenas antológicas, entre elas, a do ponto de vista de cabeça para baixo de um homem pendurado, e uma cena no circo, representando a morte de um cangaceiro. Belíssima estréia de um artista apaixonado por imagem e som.

A ESTRADA 47 / Download MEGAMinhateca

 Dirigido por Vicente Ferraz

Elenco:

Sergio Rubini como Roberto
Daniel de Oliveira como 'Guima'
Thogun como Sargento Laurindo
Francisco Gaspar como Piauí
Júlio Andrade como Tenente Penha
Ivo Canelas como Rui
Richard Sammel como Coronel Mayer
Daniele Grassetti como Partizano
Giorgio Vicenzotti como Partizano

Em "A ponte do Rio Kwai", de David Lean, clássico de 1957, um pelotão de soldados ingleses feitos prisioneiros pelos japoneses durante a 2ª Guerra são obrigados a construiu uma ponte por onde passarão comboios de soldados inimigos. Em "A estrada 47", pracinhas brasileiros, em conflito e crise emocional e física precisam desativar minas da citada Estrada para evitar que soldados aliados sejam explodidos pelas minas escondidas em sua rota. O filme discute a relevância da participação de soldados brasileiros, alguns despreparados para enfrentar uma guerra de tamanho porte. Imparcial, o roteiro mostra que italianos, alemães e brasileiros têm um único ideal: honrar sua Pátria e a sua família, acima de tudo. O maior mérito do filme é sem dúvida a fotografia, de Carlos Arango de Montis. Bela em seu tom cinza, reforça a dramaticidade da história. Figurino, Direção de arte e edição de som são impecáveis. O elenco está correto e dividem seu espaço de forma homogênea, assim como no filme de José Belmonte, "Alemão". Todos têm o seu momento. Nesse elenco 100% masculino, há uma mistura de atores brasileiros, alemães, portugueses e italianos, mostrando a força da globalização e dos apoios dos produtores dos citados países. O filme tem um ritmo lento, e a narração em Off do personagem de Daniel de Oliveira também não contribui muito para a história. Mas definitivamente, é um filme nacional diferente de tudo o que já foi produzido: elegante, glamouroso nas locações, de alto nível técnico e com pinta de filme europeu. Um grande passo para as co-produções futuras com o Brasil.

 

De gravata e unha vermelha (2015)

Assista Online

Direção: Miriam Chnaiderman

Documentário vencedor do Prêmio de melhor filme LGBTS no Festival do Rio 2014, tem como tema a libertação sexual e do corpo. Transexuais, cross dressers, gays, transgênicos masculinos e femininos, todos se misturam através de depoimentos divertidos e emocionados de pessoas que ousaram dizer "NÃO" ao corpo e ã identidade de nascença. Celebridades como Ney Matogrosso, o cartunista Laerte, o estilista Dudu Bertollini ( que conduz as entrevistas junto com Miriam Chnaiderman, cineasta e psicóloga), o modelo e Dj Jonnhy Luxo são alguns dos depoentes, além de sub-celebridades e anônimos. O filme em si é convencional, naquele padrão de depoimentos misturados, editados através de músicas da Banda pernambucana UÓ, cuja vocalista Mel é transsexual. Mas o que seduz o espectador são diálogos saborosíssimos e sem censura sobre sexo, cirurgia de mudanças de sexo, aplicação de hormônios, espetáculos ditadura, direito ao seu próprio corpo, vergonha, aceitação, estilo e bullying, seja na família ou na rua e escolas. Com 82 minutos, o filme é uma ode ao mundo de personagens marginalizados e que desejam apenas uma coisa: ter o direito ao corpo e serem felizes.

Resultado de imagem para para pedro filme

PÁRA, PEDRO! (1969) / Minhateca

Assista Online

DIREÇÃO: Pereira Dias

ELENCO:

José Mendes
Leonora Corte Real
Dimas Costa
Darcy Fagundes
João Boeira
Themis Ferreira
Victor Melo Ferreira
Edison Acri
Adolar Costa
Eunice Conceição

Durante um entrevero, Pedro foge imaginando ter matado o secretário de um influente deputado. Rosinha sua namorada, contrata Alegrete para ir buscá-lo, mas este, julga estar sendo perseguido por sequazes do deputado, para vingar a morte do secretário, reagindo a perseguição. Em meio a tudo isto as complicações se multiplicam.

 

Agnaldo, Perigo à Vista - 1969 / MINHATECA

Assista Online

Elenco:

  • Agnaldo Rayol… Agnaldo Reis / Paulo Sales
  • David Cardoso… "Baby Face" Braga
  • Milton Ribeiro… Chico Jovino
  • Antônio Borba
  • Marcos Lázaro
  • Ronald Golias… motorista de táxi (participação)
  • Wanderléia… Wanda (participação)

Dirigido por Reynaldo Paes de Barros

Durante uma apresentação no teatro da TV Record em São Paulo, o cantor Agnaldo Reis é abordado por um bando de guerrilheiros anticapitalistas liderados pelo sinistro Baby Face (um vilão com uma cicatriz no rosto) que tenta extorqui-lo. Quando os homens saem, Agnaldo novamente é pressionado, dessa vez por uma família nordestina, cujo pai acusa o cantor de ter "feito mal" a sua filha Madalena durante uma excursão ao Nordeste do Brasil e agora quer realizar o casamento dos dois. Agnaldo foge dos nordestinos e os guerrilheiros, que o vigiavam, se unem aos perseguidores e todos vão atrás do cantor. A perseguição sai de São Paulo e transfere-se para várias cidades (Santos, Joinville,Gramado), indo até o desfecho que se passará na Argentina. Durante uma corrida de Fórmula Super Vê em Joinville, Agnaldo consegue escapar momentaneamente de seus perseguidores ao ser confundido com um sósia, o piloto gaúcho Paulo Sales.

Deu a Louca no Cangaço - 1969

Assista Online

Dirigido por: Fauzi Mansur

Elenco:

  • Ankito
  • Castrinho
  • Dedé Santana
  • Dino Santana
  • Ronnie Von
Após serem expulsos de uma cidadezinha por venderem gato por lebre, a dupla Maloca (Dedé Santana) e Bonitão (Dino Santana) rouba roupas de alguns cangaceiros, e ao chegarem em outra cidadezinha, acabam confundidos com os temidos fora-da-lei nordestinos, principalmente, porque Maloca, é a cara cagada e cuspida do cangaceiro fodão Zé Maria (Dedé Santana) líder de um dos bandos. E o momento que os caras inventaram de aparecer por lá não é dos melhores, já que, além do bando está em conflito com um bando rival, a volante planeja acaba com a festa dos dois grupos desordeiros. 

Resultado de imagem para a penúltima donzela

A Penúltima Donzela (1969)

Download MEGA / Assista Online

Tânia é uma estudante de 17 anos e filha de uma família conservadora. Graças à prima 
Wanda, os pais de Tânia descobrem, para o desespero da família , que a jovem namora 
Pedrinho, o dono de uma garçonniere. Mais tarde, Tânia começa a namorar o fotógrafo 
de moda Oswaldo, mas a família exige o casamento da jovem com Pedrinho. Na hora da 
cerimônia, Oswaldo aparece e prova que já está casado com Tânia no civil há três dias.

Direção: Fernando Amaral

ELENCO
Adriana Pietro
Paulo Porto
Carlo Mossy
Djenane Machado
Fregolente
Ida Gomes
Beatriz Veiga
Abel Pêra
Henriqueta Brieba
Flávio Migliaccio
Fernando Torres
Olga Danitch
Maria Pompeu
Egberto Gismonti

O Cangaceiro Sanguinário (1969)

Download MEGA / Assista Online

Direção: Osvaldo de Oliveira

ELENCO

Maurício do Valle (Capitão Jagunço)
Isabel Cristina (Flô)
John Herbert (Cisso)
Carlos Miranda (Tenente Lázaro)
Jofre Soares (Coronel Justino)
Ségio Hingst (Coronel Soares)
Roberto Ferreira (Zé Coió)

Depois de assaltar e massacrar um vilarejo, o chefe do bando de cangaceiros, capitão Jagunço, se retira levando Flô, a mulher do prefeito Cisso. Perseguido pela volante do tenente Lázaro, o grupo se dirige disperso para a fazenda do coronel Soares, na fronteira de Sergipe. Cisso havia partido atrás do bando e tenta reaver a mulher, mas é espancado, sendo salvo da morte pela volante. Recusa-se a integrar a turma de tenente Lázaro, dizendo que sua luta é de honra. Finalmente, a volante ataca a fazenda e o capitão Jagunço foge carregando Flô. Cisso aguarda o cangaceiro no Monte Santo e o abate.

Resultado de imagem para a mulher de todos

A MULHER DE TODOS (1969)

Download MEGA / Assista Online

Ângela Carne e Osso é uma mulher insubmissa e irascível, que faz dos homens gato e sapato.

Direção: Rogério Sganzerla

ELENCO

Helena Ignez .... Ângela Carne e Osso
Jô Soares .... Doktor Plirtz
Stênio Garcia .... Flávio Azteca
Paulo Villaça .... Ramon
Antônio Pitanga .... Vampiro
Renato Corrêa de Castro .... Pelenguinho
Telma Reston .... turista
Abrahão Farc .... turista
Sílvio de Campos Filho .... Rei dos Ratos
J.C. Cardoso .... Armando
Antônio Moreira .... carona
José Agripino .... náufrago

Imagem

A Navalha na Carne (1969) / Download Minhateca / MEGA  Senha: cinebra

ASSISTA ONLINE

O cafetão Vado entra de madrugada no quarto da prostituta Neusa Suely em busca de dinheiro. Para livrar-se das acusações e dos maus tratos de Vado, ela alega que um viciado em drogas, o homossexual Veludo, seu vizinho, a furtara. Os três passam a viver uma pequena tragédia ambientada no submundo.

Direção: Braz Chediak

ELENCO

Glauce Rocha
Jece Valadão
Emiliano Queiroz
Carlos Kroeber

Resultado de imagem para pedro diabo ama rosa meia noite

Pedro Diabo Ama Rosa Meia-Noite (1969)

Assista Online

Dirigido por Miguel Faria Jr.

Pedro Diabo, homem sem trabalho e perspectivas, entra no mundo do crime ainda jovem e, numa escalada de ousadia e violência, desgosta a família e se torna perseguido pela polícia, com as investigações lideradas pelo detetive Athiê, policial com fama de não matar os criminosos. Pedro envolve-se com Rosa Meia-Noite, uma estranha mulher dançarina de boate com gosto de desfilar no Carnaval com fantasias, mas o romance termina de forma trágica. Pedro continua com os crimes até que se torna alvo do Esquadrão da Morte.

Elenco

  • Paulo César Peréio...Pedro Diabo
  • Suzana de Moraes...Rosa Meia-Noite
  • Hugo Carvana...detetive Athiê
  • Mário Lago...Gonçalo, pai de Pedro
  • Ana Ariel
  • Armando Costa
  • Isabella (participação especial)
  • Gracinda Freire
  • Joseph Guerreiro
  • Érico Vidal
  • Kleber Santos
  • Roberto Bataglin
  • José Freitas
  • Milton Gonçalves...presidiário
  • Roberto Bonfim
  • Waldir Onofre
  • Wilson Grey...vítima da loja de roupas
  • Klauss Vianna
  • Manula

 

Meu Nome É Tonho (1969)

Download 4Shared / Assista Online

Dirigido por: Ozualdo Candeias

Elenco

  • Bibi Vogel
  • Jorge Karam
  • José Ferreira
  • Mario Lima
  • Nivaldo Lima
  • Palito
  • Walter Portela

Um homem chamado Antônio desconhece sua origem. Na sua memória, apenas as imagens da infância, quase diluídas no tempo, e o rapto de que foi vítima por parte de uma caravana de ciganos. Bom sujeito, cavalheiro e bom atirador. Antonio abandona os ciganos para viver por conta própria. E vive tranqüilo até que uma noite uma bela mulher cruza seu caminho. Os retalhos da história da mulher sussurrada sob cobertas de seda e o calor do desejo, transformam a vida de Antônio. Ela fala do sítio onde passara a infância em companhia de um irmão chamado Tonho. Ele vê se reavivarem as imagens da infância quase diluídas no tempo. Para certificar-se, procura o sítio. E se certifica da realidade trágica, injusta e irônica que o cerca: presencia o massacre dos pais e ama a própria irmã. Tonho se rebatiza e muitos valentes caem, pois ele fez o que mais lhe parece certo: afogar em sangue todos os dramas que o cercaram.

Imagem relacionada

Favela gay (2014)

ASSISTA ONLINE

Produzido em 2013 por Cacá Diegues, o documentário é dirigido por um dos jovens Cineastas do Projeto coletivo "5X Favela", também produzido por Cacá. O filme apresenta depoimentos de moradores de várias comunidades do Rio de Janeiro, como a Maré, Complexo do Alemão, Rocinha, Vidigal, Andaraí, etc. É o chavão: pobre, gay e favelado. Mas o que impressiona é a inteligência e o discurso politizado dos entrevistados, mesmo que não tenham tido muita instrução. As histórias praticamente se repetem em todos os depoimentos: a não aceitação da família, prostituição, drogas. Apenas um dos entrevistados é mulher, os outros são gays masculinos, travestis e drag queens. Como em um filme de Eduardo Coutinho, o pulo do gato do filme são as entrevistas, boa parte delas bem divertidas. Entremeadas de humor, mesmo que o discurso em si seja uma tragédia humana. O filme é curioso, mas também não sai do lugar comum de todos os estereótipos que os próprios gays abominam em programas de humor: muita afetação, muita viadagem, Senti falta de depoimento de um gay masculino, que não fosse desmunhecado. O ponto alto é o depoimento do deputado Jean Willis, que faz uma comparação entre o seu despertar sexual aos 15 anos e ao de seu irmão hetero.

Resultado de imagem para Bacanal do diabo e outras fitas proibidas de Ivan Cardoso

Bacanal do diabo e outras fitas proibidas de Ivan Cardoso (2013)

Assista Online

Filme porra louquíssimo do subversivo Ivan Cardoso, um dos Cineastas mais incompreendidos do Cinema brasileiro, autor de vários clássicos do terrir, entre eles, "O segredo da múmia" e "As sete vampiras". Os seus filmes têm um sabor único, uma mescla safada de terror, comédia popular e sacanagem. Em "Bacanal do diabo", Ivan reúne 24 curtas que produziu entre 1971 a 2013, muitos deles proibidos e inacabados. O filme se assemelha bastante à estrutura do trailer de "grindhouse", aquela junção de trailers fakes de Tarantino e Robert Rodriguez, onde vemos trechos mal costurados de filmes trash. A receita aqui é muito semelhante: o filme parece um grande trailer, de mais de 1 hora de duração, onde vemos anúncios de curtas e alguns trechos isolados desses filmes. Documentários, filmes pornográficos, experimentalismo, enfim, tudo é possível nesse Universo muito particular e fetichista de Ivan Cardoso. Em um dos curtas, temos um close explícito de uma vagina e um ânus feminino sendo depilado. Nem em filme pornô eu vi uma cena com tanto detalhamento. Em outro curta, tem uma jovem Claudia Ohana satisfazendo o desejo sexual de um adolescente, mergulhando a sua bunda em um prato de leite, que derrama no chão. Cenas assim permeiam o filme, que obviamente saciarão a sede e fome de quem busca uma aventura trash e desmedidamente anárquica, sem limites, sem pudores. Um exemplo máximo: então veja um trecho de um curta onde Ivan coloca Bob Dylan (ele mesmo) intercalado entre a vida de pop star e a de um garanhão que vem ao Rio para transar com o máximo de mulheres possíveis em cenas de orgia. Devassidão em grau máximo. Para quem apostar, pode se deliciar com uma narrativa que tem inspiração na nouvelle vague de Godard (onde inclusive ele brinca com os letreiros de "Pierrot le fou).

O completo estranho (2014)

Assista Online

Premiado curta brasileiro, dirigido e escrito pelo cearense Leonardo Mouramateus. Sexo, loucuras e música eletrônica compõem o quadro desse filme que se passa em uma noite em Fortaleza. Um casal de namorados trepa alucinadamente ao som de música dançante, através de cores berrantes. Nessa alegoria neon anos 80, a jovem recebe um telefonema de uma amiga pedindo para ir fazer companhia a ela em uma festa, pois ela se sente solitária. O casal segue. Lá, são recebidos por um travesti. A loucura rola solto na festa, que parece saído de um filme de Xavier Dolan. De repente, a luz se apaga, black out. A jovem conversa com o dono da festa, que está indo embora da cidade daqui há 3 dias. Entre os dois, sem conseguirem ver seus rostos, rola um clima. Ótima direção, belíssimos planos, atores cearenses muito bons e um clima de filme europeu em Fortaleza. Antenado, moderno, e mais do que tudo, ousado (metade do filme se passa no escuro), é um filme que mereceu ganhar todos os prêmios em Festivais pelos quais foi exibido. A cena da dança das duas amigas e da travesti é antológica. A fotografia, um primor.

Aspirantes (2015)

Download Openload

Dirigido por: Ives Rosenfeld

De imediato essa produção independente me remeteu aos filmes dos cineastas belgas Dardenne, de quem sou enorme fã. Trabalhando com o naturalismo típico dos filmes deles, Rosenfeld apenas se diferencia deles pela formalidade de sua câmera, na maioria das cenas fixa, em planos gerais e sem corte. Estilizado, o filme brinca com o foco e em várias cenas os atores ficam desfocados. A história me lembrou bastante o sub Plot do personagem de Vinicius de Oliveira em "Linha de passe", de Walter Salles. Aspirantes a jogadores de futebol profissional treinam sem receber nada. Junior (Ariclenes Barroso) inveja Bento (Sergio Malheiros), que é focado no treinamento. Quando Junior recebe a notícia de que sua namorada (Julia Bernat) está grávida, seu mundo se dissolve. O elenco do filme é cult voltado para atores de teatro. Além dos já citados, temos Guti Fraga, Julio Adrião e Karine Telles, a nova Darling do cinema de autor. O filme provoca um distanciamento enorme do espectador para com a narrativa do filme, o que me afastou da história em vários momentos. Adoraria estar angustiado com o drama de Junior, assim como estável com o de Marion Cottilard em "2 dias e 1 noite", dos irmãos Dardenne. Ponto para a trilha sonora e para a fotografia, muito interessantes.

Resultado de imagem para janaina a virgem proibida

Janaína - A Virgem Proibida (1972)

DOWNLOAD MEGA / GOOGLEDRIVE

O cantor Ricky Ricardo vai para a Bahia e conhece o grande amor de sua vida: Janaína. Fascinado por sua beleza, inicia com a moça um romance sem limites. Porém, a jovem parece sempre ouvir um chamado irrecusável vindo do mar.

Elenco

  • Ronnie Von .... Ricky Ricardo
  • Marlene França .... Maria Teresa / Janaína
  • Raul Cortez .... Rau
  • Cyll Farney .... Tony Morely
  • Olivia Salles .... Silvinha
  • Cinira Arruda
  • Mara Duval
  • Stella Arens

Participações especiais

  • Luiz Lopes Correa
  • Pai Benedito
  • Badú
  • Grupo Folclórico da Bahia

Dirigido por Olivier Perroy

Ver a imagem de origem

GOLIAS CONTRA O HOMEM DAS BOLINHAS (1969) Download MEGA / GoogleDrive /  MINHATECA

ASSISTA ONLINE

Pacífico é um esperto garoto de rua, amigo da prostituta Arlete, a quem ele considera uma moça "distinta". Arlete seduz Augusto, um pobre escriturário que vive infeliz numa casa com a mulher megera Laura, o cunhado vagabundo Nico e o casal de sogros. Quando Augusto vai ao encontro de Arlete no apartamento dela, ele descobre que a moça foi assassinada. Augusto fica nervoso e foge do local mas várias pessoas que o viram, inclusíve Pacífico, pensam que ele é o assassino e se lembram da feia gravata azul de bolinhas brancas que usava. Augusto é chamado pela imprensa de "Assassino das Bolinhas" e passa a ser perseguido por Pacífico, que quer se "vingar" do criminoso.

Dirigido por Victor Lima

Elenco:

Ronald Golias... Pacífico
Íris Bruzzi... Arlete
Otelo Zeloni... Augusto
Zilda Cardoso... Laura
Darlene Glória... Irene
Benjamin Cattan
Alan Castro
Germano Filho... Comissário
Antonio Pitanga... porteiro
Geny Prado
Fernando Torres
Veronicka Kriman
Carlos Koppa
Roberto Dias
Victoria Salas
Costinha... dentista (participação especial)
Carlos Alberto de Nóbrega... Geraldo (participação especial)
Caetano Gherardi
Gibé
Wanderley Grilo