Criar uma Loja Virtual Grátis
ONLINE
6


Partilhe esta Página

Início

 

 

 

ABAIXE A EXTENSÃO DO

MEGA PARA O NAVEGADOR

CHROME

 

 

 

 

Página sem fins lucrativos. Todos os conteúdos se encontram na internet, apenas disponibilizamos aqui

  

Como fazer Downloads no MEGA sem limites de

 

transferência - MELHOR MÉTODO para 2019

ASSISTA ON LINE E BAIXE O ARQUIVO

 

 

 


 

 

 

 

 

caca-fantasmas

Caça-Fantasmas - 2016

1FICHIER / MEGA

Muito se falou sobre essa refilmagem do cult de 1984, com um elenco masculino formado pelos comediantes Bill Murray, Rick Moranis, Harold Ramis e Dan Akroyd. Polêmicas sobre machismo, feminismo e outros ismos à parte, que não foram o meu foco quando fui assistir ao filme, pois de fato eu só queria passar o tempo e estava curioso, confesso que fiquei decepcionado. Aliás, vislumbrado com a falta de ritmo desse filme. Os personagens são apresentados, os fantasmas vão aparecendo, a porradaria e efeitos especiais comem solto... mas nada de fato me empolgou. O único elemento de interesse do filme, fora o quarteto de atrizes que são ótimas comediantes e de Chris Hensworth que está se divertindo à valer no papel do loiro burro, é a homenagem à cultura oitocentista. Trilha sonora, visual, direção de arte, figurinos, efeitos toscos... sim, o filme para a geração que assistiu ao filme original, e o Diretor Paul Feig quer porquê quer agradar a esse público e também a novos possiveis fãs. O que faltou foi um roteiro mais original, sem o mesmo desdobramento do filme que serviu de inspiração (até o desfile de bonecos infláveis??). Bill Murray, Dan Akroyd e Sigourney Weaver aparecem em pontas afetivas? Não fez a menor diferença para mim.

 floresta-maldita

Floresta Maldita (2016)

1FICHIER / MEGA

Sara tem uma irmã gêmea e está preocupada com o seu desaparecimento misterioso. O maior receio dela é que a irmã tenha ido para a floresta de Aokigahara, no Japão, mais conhecida como a floresta dos suicidas. Apesar de todos a alertarem para não ir, ela entra na floresta, repleta de horrores inexplicáveis, determinada a descobrir a verdade sobre o destino de sua irmã.

Oferenda à Tempestade(2020)

1fichier / MEGA / LEGENDA

Oferenda à Tempestade é a Parte 3 da Trilogia Baztán e acompanha Amaia que investiga rituais macabros e a morte de vários bebês, enquanto pessoas a sua volta vão ficam ameaçadas.

Legado nos Ossos (2019)

1FICHIER / MEGA / LEGENDA

Legado nos Ossos é a parte 2 da Trilogia Baztán e acompanha a inspetora Amaia após um ano dos acontecimentos de “O Guardião Invisível”, que está envolvida numa investigação reveladora sobre seu passado. Enquanto isso, ela  investiga uma série de suicídios que acontecem no Vale Baztan tendo como única pista a palavra “Tarttalo” deixada nos corpos.

O Guardião Invisível (2017)

MEGA / 1FICHIER / LEGENDA

Amaia Salazar (Marta Etura), inspetor de polícia de Pamplona, ​​é orientada por seu superior para investigar um assassinato. O caso refere-se a uma adolescente cujo corpo nu foi encontrado ao lado de um rio perto de Elizondo, cidade natal de Amaia, uma vila chuvosa cercada por florestas e montes, cheia de mitos locais e superstições antigas. O instinto de Amaia para casos criminais será contestado, à medida que mais corpos nus de meninas adolescentes forem encontrados na floresta. Tentando resolver o caso e descobrir a identidade do assassino, Amaia deve não apenas enfrentar seu próprio trauma de infância devido aos abusos de sua mãe, mas também uma crescente suspeita de que talvez o assassino seja alguém que está perto demais para se confortar.

A Alucinação de Ulisses (1967)

UPTOBOX

Baseado na obra, com o mesmo nome, de James Joyce, será a sua adaptação mais fiel, a qual falava de um encontro entre dois irlandeses, em Dublin, no ano de 1904. Talvez sendo o primeiro filme a utilizar a palavra "fuck", as histórias de Censura, são outro filme: Na mostra de Cannes, as legendas em francês foram cortadas e, depois, o diretor retirou o filme desse Festival, furioso. Foi classificado como "X" em inúmeros países, como Inglaterra e Nova Zelândia, até 1990. Só no ano de 2000, foi projetado na Irlanda...

As Melhores Intenções (1991)

01 / 02 / 03 / 04

Roteiro escrito por Ingmar Bergman, de caráter semi-biográfico, trata do relacionamento de seus pais, das contrariedades das avós com o relacionamento entre a mãe rica e o pai pobre e das turbulências da família. Como em quase tudo escrito por Bergman, há personalidades fortes, carga dramática intensa e a sempre presente questão da existência divina ou não. Feito para a TV sueca em quatro episódios, teve uma versão reeditada em tempo reduzido, com a qual venceu a Palma de Ouro em Cannes, 1992, como melhor filme e melhor atriz, para Pernilla August, posteriormente diretora de 'Beyond'. 

Pesadelo - Filme 2019 - AdoroCinema

Pesadelo - 2019

MEGA / DRIVEGOOGLE / UPTOBOX

Ainda vivendo o luto pela perda traumática de seu irmão,  Svetlana (Aleksandra Drozdova) começa a enfrentar outros problemas. Durante o sono, ela tem pesadelos vivídios e assustadores que são praticamente indistinguíveis da realidade. Procurando soluções, a menina recorre a um instituto de sonologia que promete livrá-la desse problema. Acompanhada de outros pacientes, a garota é induzida a um sono lúcido coletivo que se torna pior do que qualquer pesadelo que ela já teve.

noite-sem-fim

Noite Sem Fim (2015)

1FICHIER / MEGA

Jimmy Conlon (Liam Neeson) é um atirador da máfia que sempre foi leal a Shawn Maguire (Ed Harris), que conhece há décadas. Seu passado fez com que se afastasse do filho, Michael (Joel Kinnaman), que vive ao lado de esposa e filha. Michael tentou ser lutador de boxe profissional, mas não teve sucesso no esporte e hoje trabalha como motorista de limusine. Um dia, ao realizar um trabalho, ele leva dois traficantes à casa de Danny Maguire (Boyd Holbrook), o filho de Shawn. Danny mata ambos e, após perceber que Michael viu uma das mortes, passa a persegui-lo. Jimmy consegue matá-lo antes, o que desperta a fúria de Shawn, que agora quer que Michael morra para que seu antigo parceiro sinta o mesmo que ele.

escobar-paraiso-perdido-por

Escobar: Paraíso Perdido (2014)

1FICHIER / MEGA

O surfista Nick (Josh Hutcherson) viaja para a Colômbia e fica encantado com as lagoas, as praias de marfim, as ondas perfeitas e a bela Maria (Claudia Traisac), por quem se apaixona perdidamente. Tudo parece um verdadeiro paraíso, até que a jovem o apresenta ao seu tio: Pablo Escobar (Benicio Del Toro).

 

O Internato (2018)

1FICHIER / MEGA

 Escrito e dirigido por Boaz Yakin, "O Internato" é um interessante drama de suspense independente, que faz uma analogia entre o campo de concentração nazista e um misterioso internato, para onde são enviadas crianças marginalizadas pela sociedade. O filme se passa no início dos anos 90, em Nova York. Jacob (Luke Prael, uma bela atuação em um complexo personagem) é um garoto de 12 anos apaixonado por filmes de terror, mas que sofre de pesadelos recorrentes toda noite quando vai dormir. Um dia, sua avó morre, e no velório, uma idosa misteriosa lhe conta que a avó salvou a vida dela quando era prisioneira de um campo de concentração, matando o oficial que a estuprava. Mais tarde, Jacob, que é de família judia, veste um vestido de sua avó, e nesse momento, seu padrasto o flagra. Imediatamente, Jacob é enviado para um Internato onde um estranho casal administra o local. Outras crianças se encontram ali: um menino com o rosto todo queimado, uma garota acusada de assassinar seu irmão, um garoto obeso depressivo e um garoto com síndrome de Tourette (que xinga o tempo todo). Com o passar dos dias, Jacob descobre que o local não é o que parece ser e tenta fugir dali. Se existe um tema que está mais do que batido no cinema, é o do adolescente injustamente colocado em um internato. A gente já sabe tudo o que vai acontecer, e a analogia com um campo de concentração parece óbvia demais. Mas na segunda parte, o filme vai para um caminho bem bizarro, e aí ganha mais interesse. O fato de Jacob se tornar um cross dresser também é pouco explorado, e isso poderia ter sido algo bem mais instigante para um drama do que para um filme de terror. De qualquer forma, ter um filme onde crianças são sádicas e matam, é algo bem audacioso. O filme é decente, e para quem quiser ver um bom trabalho de jovens atores, vale a pena assistir.

O ESPETACULAR HOMEM ARANHA (2012)

MEGA 1080p

Peter Parker (Andrew Garfield) é um adolescente nerd que mora em Nova York. Parker mora com seu tio Ben (Martin Sheen) e Tia May (Sally Field) desde criança, quando os seus pais o largaram lá e foram embora. O pai de Parker era um cientista que trabalhava em conjunto com o Dr Curt Connors (Rhys Ifans), mas acabou morrendo com sua esposa em um acidente de avião. Parker tem uma paixão platônica por Gwe Stacy (Emma Stone), uma brilhante estudante, que trabalha como coordenadora no laboratório onde se encontra o Dr Connors. Ao se inscrever em um programa de estagiários, Parker toma conhecimento da pesquisa que Connors está organizando, sobre a fusão genética entre seres distintos. Acidentalmente, Parker é picado por uma aranha e passa a sentir sensação estranha e o aparecimento de poderes fora do comum, se tornando, em breve, em o Homem-aranha. Por outro lado, Dr Connors se faz de cobaia de seus experimentos, ajudado por Parker, e se transforma no Lagarto. Impossível não fazer comparações com o filme de Sam Raimi, ainda tão presente em nossas mentes. O filme de Raimi era mais fiel aos quadrinhos, uma vez que até a escalação do elenco tinham traços mais convincentes. Sally Field está muito jovem para interpretar a Tia May, e Emma Stone, muito velha para interpretar uma adolescente de 17 anos. Andrew Garfield está ótimo, ele tem o physic de role pro personagem. Simpático, o personagem de Garfield transmite ingenuidade e timidez o suficiente para fazer de seu Parker um cara muito bacana, assim como era o de Tobey Maguire. Um ponto fraco é o roteiro: cresci lendo gibis da Marvel, e nunca me passou pela cabeça não existir o personagem de J. Jonah, o arrogante chefe de Parker na redação do jornal. O que eu achava divertido era a relação do patrão e do empregado, no caso, o Parker fotógrafo, que conseguia uns trocados vendendo fotos exclusivas do Homem-aranha, que somente ele conseguia. Essa dupla rendia ótimas piadas, e inclusive no filme de Sam Raimi, o ator que interpretava J. Jonah, J.K Simmons, era sensacional. Ainda falando de roteiro, no filme existem muitas situações que os roteiristas driblaram de uma forma muito simples e ignoraram a lógica. Por exemplo, na cena que Homem-aranha é feito prisioneiro pelos policiais, ele estava algemado, com as mãos nas costas. E de repente, essas algemas sumiram! A cena também que os manobristas de guindastes resolvem ajudar o Homem-aranha... hum, sei não... meio estranho, né. Isso sem falar nas inúmeras cenas de treinamento de Parker para virar o Homem-aranha. Gente, não existe uma única alma viva nas ruas de New York, que veja Parker treinando!!!!! Mas tudo bem, pipoca é pipoca, e eu não sei que não devemos ser tão chatos assim. Por isso, divirtam-se, sei que muitos preferem essa versão, mas eu que vos falo, fico com a anterior.

Resultado de imagem para espetacular homem aranha 2

O ESPETACULAR HOMEM-ARANHA - A AMEAÇA DE ELECTRO (2014)

MEGA

Bom, todo mundo já sabe que Marc Webb dirigiu o 1º filme da franquia reboot do "Homem aranha" com Andrew Garfield. Todo mundo sabe que ele veio do romance, com o delicioso "500 dias com ela", e bombou por conta dessa comédia romântica original e divertida. Mas fiquem sabendo que ele quis trazer o mesmo clima de romance para essa parte 2 de "Homem-aranha". E que essa parte do filme, que embala o romance de Peter Parker e Gwen Stacy, é de longe, a melhor coisa do filme. Aliás, deveria ter realizado essa parte 2 só com esse lado dramático da história: é bonito, bem filmado, os atores (Andrew Garfield e Emma Stone) estão bem, entregues a um humor acri-doce por conta de uma difícil decisão de Gwen: abandonar o amor de Peter Parker, pelo bem dos dois. Mas infelizmente o que todo mundo quer ver nesse filme do super-herói da Marvel são tiros, explosões e bombas, e daí, o que era bom, desaparece no meio de tanta artilharia pesada. O amor dá lugar aos efeitos especiais em 3D, de fato alguns impressionantes, principalmente nos vôos pela cidade de Nova York. Mas em um filme, esticado ao máximo que pode em 142 minutos, tudo fica over e confuso. é sub-plot demais, vilões demais, e eu me pergunto: coitado do Spiderman que tem que lidar com tanta gente má! Ainda bem que existem Tia May e Gwen, pelo visto, as 2 únicas boas pessoas em Nova York. O filme é cansativo, você acha que vai acabar e não acaba. O desfecho é totalmente dispensável e cafona, melodramático sem necessidade. Aquele menininho vestido de Homem aranha deveria apanhar muito de sua mãe! No entanto, elogio a coragem dos produtores em levar adiante o destino trágico de um dos personagens principais da trama, igualzinho aos quadrinhos. Devem ter pensado muito antes de tomarem a decisão, pois isso pode custar milhões a menos a terceira parte da franquia. Mas como o mundo é cruel, o que vale é a tristeza pela perda de uma pessoa como motivação para se seguir adiante. Agora, vamos combinar, de verdade, o vilão de Jamie Foxx meteu medo em alguém?

Um Time Show de Bola (2013)

MEGA

Desde garoto Amadeo é aficcionado por totó, tendo construído seus próprios jogadores e com eles ensaiado as mais diversas jogadas. Um dia ele é desafiado por Ezequiel (Juan José Campanella), um arrogante garoto que vive se gabando por ser um exímio jogador de futebol de verdade. Mas a partida épica de totó entre os dois não foi vencida por ele. Anos mais tarde, ele retorna rico e com seu dinheiro quer transformar a cidade natal em um espécie de parque temático. Agora, para salvar a cidade, Amadeo terá que aceitar o desafio proposto pelo vilão: enfrentá-lo numa partida de futebol de verdade. É quando algo mágico acontece e os bonecos da mesa de jogo ganham vida para ajudar o seu companheiro de grandes jogadas.

Aliança Mortal (2013)

MEGA

Henry (Tom Everett Scott) e Clay (Orlando Jones) são inimigos mortais que precisam colocar suas diferenças de lado para ajudar um chefão surtado do narcotráfico (Van Damme) a encontrar um carregamento desaparecido de drogas.

Amigas Inseparáveis (2014)

MEGA

Duas amigas embarcam em uma viagem para retornar à sua cidade natal e ganhar um concurso de beleza do qual participaram, sem sucesso, na infância.

O Mestre Da Guerra (2014)

MEGA

Interessado na arte do Tai Chi, Yang viaja ate o vilarejo Chen, onde encontra-se os maiores mestre em lutas marciais, Em principio, a reação a sua chegada e negativa, porque os estrangeiros não tem permissão de receber aulas em Chen, mas quando um homem poderoso chega ao local e decide construir uma autoestrada atravessando o vilarejo, o talento Yang torna-se a maior esperança dos habitantes para defendê-los.

De Repente Pai (2014)

MEGA

Um homem de meia idade (Vince Vaughn) descobre ter sido pai de 533 crianças, através da doação de esperma. Ele passa a enfrentar problemas quando algumas dezenas destas crianças, já crescidas, passam a sentir a enorme necessidade de conhecer quem é seu pai biológico. 

Drácula: O Príncipe Das Trevas (2014)

MEGA

Drácula, o príncipe da Valáquia, se volta para o lado das trevas após o assassinato de sua amada esposa. Muitos anos depois ele conhece Alina, e a considera a reencarnação de seu amor perdido e a sequestra. Os companheiros de Alina, liderados pelo famoso caçador de vampiros Van Helsing, partem em sua perseguição. Sua emocionante viagem leva-os a um país selvagem onde eles devem lutar contra mortos-vivos, culminando em uma batalha épica contra um poder assustador e malícia do senhor dos vampiros.

Flashdance - Em Ritmo de Embalo (1983)

MEGA

Uma jovem (Jennifer Beals) de garra e talento não mede esforços para realizar o sonho de se tornar uma bailarina. Para tanto, durante o dia ela trabalha como operária e à noite solta seu corpo no ritmo alucinante das discotecas.

Evidências (2013)

MEGA

Os detetives Reese (Stephen Moyer) e Burquez (Radha Mitchell) são designados para investigar um massacre brutal ocorrido num posto de gasolina abandonado. A única evidência encontrada na cena do crime são os dispositivos eletrônicos deixados pelas vítimas. Na falta de outros meios, os detetives irão analisar as sequências filmadas na tentativa de identificar o assassino.

Contos Proibidos do Marquês de Sade (2001)

MEGA

Vivendo em um asilo ao término de sua vida, o Marquês de Sade (Geoffrey Rush) torna-se amigo do diretor do asilo em que reside, Abbe Coulmier (Joaquin Phoenix). Com ele o Marquês troca confidências a respeito da afeição de ambos para com a lavadeira do asilo, Madeleine (Kate Winslet). A amizade de ambos cresce cada vez mais, até que Napoleão Bonaparte envia ao asilo um conceituado médico (Michael Caine), no intuito de curar o Marquês de sua suposta loucura. Entretanto, a vinda do médico apenas faz com que o caráter rebelde do Marquês fique cada vez mais forte.

 

Matou a Familia e Foi ao Cinema (1969)

DRIVEGOOGLE

Direção: Júlio Bressane

Rapaz da classe média baixa mata os pais e vai ver o filme "Perdidos de Amor", em que um homem mata uma mulher por ciúme. O filme intercala realidade e fantasia, e narra outras crônicas familiares envolvendo homicídios.

Cuidado com Meu Guarda-Costas - Filme 1980 - AdoroCinema

Cuidado Com Meu Guarda Costas – 1980

ASSISTA ON LINE / UPTOBOX

Clifford Peach (Chris Makepeace), um adolescente pacífico, está achando muito difícil se adaptar à sua nova escola, onde um valentão (Matt Dillon) aterroriza seus colegas de classe e extorque seu dinheiro para o lanche. Clifford recusa-se a pagar e contrata os serviços de um desajustado grandalhão, cuja simples presença intimida alunos e professores. Mas seu “relacionamento comercial” logo se torna pessoal, pois Clifford e o solitário brutamontes trabalham em aliança contra seus intimidadores… e nasce uma amizade especial entre eles. Ruth Gordon, Martin Mull, Joan Cusack e John Houseman completam “um elenco realmente memorável” (Variety) nesta deliciosa comédia sobre amadurecimento, que é também uma homenagem triunfal ao ‘perdedor’.

Sonhos Rebeldes Legendado Torrent Download Full HD WEB-DL 720p 1080p

Sonhos Rebeldes – 1983

MEGA

Na São Francisco dos anos 80, Julie é uma adolescente de um bairro classe média que se apaixona por Randy, um punk da parte “ruim” da cidade. Apesar de sua fama, ele é doce e gentil, e está mais preocupado com a reputação de Julie do que ela própria, que vem uma família que ainda cultiva ideais dos anos 60. Os amigos fúteis da garota serão um obstáculo, mas nada que este casal inusitado não possa superar.

007 - O Espião Que Me Amava - Filme 1977 - AdoroCinema

007 – O Espião que me Amava – 1977

MEGA

A Inglaterra descobre que alguém sabe como rastrear um submarino submerso e está oferecendo esta tecnologia para quem pagar mais alto. Uma crise internacional tem início quando um submarino com dezesseis mísseis nucleares desaparece, enquanto fazia uma patrulha. O agente secreto 007 (Roger Moore) incumbido de investigar o caso e recuperar as ogivas, antes que sejam disparadas, e para isto recebe a ajuda de uma bela e sensual agente soviética (Barbara Bach).

 Delírio Estudantil (Gettin' Up) 1997 - TVRIP SBT - YouTube

Delírio Estudantil – 1995

MEGA / ASSISTA ON LINE

A bela Jeannie, aparentemente vinda do “Além”, se torna a mais desejada líder de torcida do Oak Valley Junior College. Os garotos enlouquecem e fazem uma aposta entre eles para saber quem será capaz de “pegá-la” até a meia-noite numa tal festa intitulada Festa da Lingerie.

 Maladolescenza (1977) - Filmaffinity

Maladolescenza – 1977

MEGA / MEDIAFIRE

Casal de adolescentes vive em local paradisíaco momentos de intensa felicidade e descobertas amorosas e sexuais, até que uma nova amiga surge para confundir e desestruturar a relação entre os dois.

A Cor do Dinheiro (Filme 1986) - Filmmelier: assistir a filmes online

A Cor do Dinheiro – 1986

MEGA

Eddie Felson (Paul Newman), um ex-campeão de sinuca, encontra em um bar Vincent (Tom Cruise), um jovem que promete ter uma grande carreira no taco. Assim, Eddie decide lhe ensinar tudo o que sabe sobre sinuca, mas a amizade entre os dois se torna uma verdadeira guerra quando uma bela mulher (Mary Elizabeth Mastrantonio) surge.

A Volta ao Mundo em 80 Dias - Filme 1956 - AdoroCinema

A Volta ao Mundo em 80 Dias - 1956

GOOGLEDRIVE / UPTOBOX 01 / 02

A Volta ao Mundo em 80 Dias acompanha o nobre inglês Phileas Fogg (David Niven) que aposta 20.000 libras com seus colegas do Clube Reformatório de Londres de que ele consegue dar a volta no planeta em exatamente 80 dias. Ao lado do engenhoso valet Passepartout (Mario Moreno), ele busca cumprir o seu objetivo com aventuras em todos os continentes, acaba conhecendo e se encantando pela bela viúva Aouda (Shirley MacLaine), ao mesmo tempo que, em uma conspiração, é acusado de ter roubado o dinheiro que investiu na aposta.

Volta ao Mundo em 80 Dias - Uma Aposta Muito Louca - Filme 2004 ...

Volta ao Mundo em 80 Dias - Uma Aposta Muito Louca - 2004

MEGA / UPTOBOX / GOOGLEDRIVE / ASSISTA ON LINE

Londres, final do século XIX. O inventor Phileas Fogg (Steve Coogan) é visto pela conservadora comunidade científica, liderada por Lorde Kelvin (Jim Broadbent), como um excêntrico, pois acham suas idéias mirabolantes. Fogg está usando um oriental, que diz chamar-se Passepartout (Jackie Chan), como piloto de testes. Na verdade ele é Lau Xing, um chinês que pegou de volta o Buda de Jade, um estatueta que protegia seu povo e tinha sido roubada por uma facção rival e colocada no Banco da Inglaterra. Recuperar a estatueta não é suficiente para Lau, pois ele precisa levá-la de volta para sua aldeia. Assim instiga Fogg a fazer uma aposta com Lorde Kelvin, que não envolvia dinheiro e sim prestígio. Para vencê-la Fogg precisa dar a volta ao mundo em no máximo oitenta dias, algo impensável para a época. Fogg aceita o desafio, que em si já é bem difícil, ainda mais com Lorde Kelvin e seus amigos fazendo todo o tipo de trapaça para Fogg perder a aposta. Logo no 2º dia de viagem, em Paris, Monique La Roche (Cécile de France), uma garçonete que sonha em ser pintora, se une aos dois amigos em uma viagem cheia de aventuras e perigos através do mundo.

Catch Me If You Can (2002) – Wikipédia, a enciclopédia livre

Prenda-me Se For Capaz - 2002

UPTOBOX / MEGA

Frank Abagnale Jr. (Leonardo DiCaprio) já foi médico, advogado e co-piloto, tudo isso com apenas 18 anos. Mestre na arte do disfarce, ele aproveita suas habilidades para viver a vida como quer e praticar golpes milionários, que fazem com que se torne o ladrão de banco mais bem-sucedido da história dos Estados Unidos com apenas 17 anos. Mas em seu encalço está o agente do FBI Carl Hanratty (Tom Hanks), que usa todos os meios que tem ao seu dispor para encontrá-lo e capturá-lo.

marauders

Assalto ao Poder - 2016

1FICHIER / MEGA

Um banco sofre um assalto brutal e todas as evidências levam a crer que tudo foi organizado pelo proprietário do local e seus cliente poderosos. Enquanto os mortais assaltos continua, um grupo do FBI passa a investigar o caso a fundo e descobre que uma conspiração ainda maior está acontecendo.

Miss Violence - Almanaque Virtual

Miss Violence - 2012

ULOZTO / MEGA / DRIVEGOOGLE

O Cineasta austríaco Michael Haneke influenciou toda uma nova geração de cineastas gregos, a começar por Giorgos Lanthimos, que dirigiu a porrada "Dente canino", incrivelmente indicado ao Oscar de filme estrangeiro em 2010, mesmo contendo sexo explícito e violência extrema. Agora, com esse "Miss violência", o cinema grego chegou ao auge: feito para chocar, provocar, causar náuseas e debandada de platéia, como tem acontecido aonde ele tem sido exibido. Vencedor dos prêmios de Direção e melhor ator em Veneza 2013, é um filme impressionante na sua frieza narrativa. O cineasta não reluta em mostrar cenas chocantes, a começar pela 1ª cena do filme. Uma menina de 11 anos, durante a comemoração de seu aniversário, se joga de uma janela, e antes de morrer, esboça um sorriso de satisfação. A família, que consiste na figura do avô, a mãe avó e 3 crianças pequenas, parece nem se chocar com esse suicídio. A vida segue normal, a polícia investiga, mas outros acontecimentos aterradores vão se revelando, até o auge com a descoberta do porquê a menina se suicidou. Duas cenas que provocarão revolta: o estupro de uma menina, e a 1 ªvez de uma criança, mostrada de forma brutal, mesmo sem revelar nada (me lembrou a cena do estupro em "Paisagem na neblina"). A trama lembra, coincidentemente, com "Bastardos", o mais recente filme de Claire Denis. Mas o cineasta Alexandros Avanas vai mais a fundo. Ele realmente quer incomodar, pouco se lixando para o que o espectador vai achar. O elenco está brilhante, todos super dentro da proposta agressiva e violenta do filme. Inclusive, até agora não acredito numa cena onde o avô castiga o neto e obriga a mais nova a dar inúmeros tapas fortes na cara do menino. A maioria dos críticos acredita que toda essa violência do cinema grego seja uma resposta dos cineastas à recente crise econômica, e a metáfora do governo destroçando família e seus valores. Não dá para recomendar esse filme, assim deliberadamente.

Um Bom Partido - Filme 2012 - AdoroCinema

Um Bom Partido - 2012

DRVEGOOGLE / UPTOBOX

 George (Gerard Butler) é um ex-jogador de futebol que, na tentativa de se aproximar do filho, passa a treinar a equipe juvenil na qual ele joga. Só que o mulherengo não consegue se manter afastado das mães dos colegas de seu filho, a quem vive dando em cima.

 Dvd Conexão Perigosa - R$ 37,00 em Mercado Livre

Conexão Perigosa - 2013

UPTOBOX

Adam Cassidy (Liam Hemsworth) é um ambicioso funcionário junior que não vê a hora de subir de posição dentro da empresa em que trabalha, a gigantesca Wyatt Corporation. Entretanto, após cometer um erro que custou bastante caro à empresa, Adam entra na lista negra de Nicholas Wyatt (Gary Oldman), o CEO da corporação. Para compensar o problema causado, Nicholas chantageia Adam de forma que ele seja empregado na maior concorrente da empresa, comandada por Jock Hoddard (Harrison Ford), o antigo mentor de Wyatt. A tarefa de Adam é que ele seja um espião dentro da empresa de Hoddard, passando a Wyatt todas as informações internas que julgue interessantes. Sem saída, Adam aceita a tarefa.

JC VIDEO COMÉDIA: GOLPE BAIXO

Golpe Baixo (2005)

1fichier

Senha Para Descompactar: lendiniz-therebels

Paul Crewe (Adam Sandler) é um ex-astro do futebol americano que, após ser pego dirigindo bêbado, vai para a penitenciária Allenville, uma das prisões mais duras do país. Ao chegar o diretor do presídio, Warden Hazen (James Cromwell), pede a Paul que monte um time de prisioneiros para que possa disputar uma partida de futebol americano com os guardas da prisão. Para atender o pedido Paul convoca Caretaker (Chris Rock), um negociante malandro que pode conseguir para ele os prisioneiros que quiser escalar. Juntos eles montam o Mean Machine, como é chamada a equipe formada pelos prisioneiros.

Golpe Baixo (1974) | Trailer oficial e sinopse - Café com Filme

Golpe Baixo - 1974

GOOGLEDRIVE 

SENHA: teladecinema.net

Um guarda sádico convence um ex-quarterback, cumprindo pena numa perigosa prisão estadunidense, a reunir os detentos para enfrentar um time de futebol americano formado pelos funcionários do presídio.

Resultado de imagem para AMERICAN BEAUTY GIFResultado de imagem para AMERICAN BEAUTY GIFResultado de imagem para AMERICAN BEAUTY GIF

Beleza Americana (1999)

MEGA

Lester Burham (Kevin Spacey) não aguenta mais o emprego e se sente impotente perante sua vida. Casado com Carolyn (Annette Bening) e pai da "aborrecente" Jane (Tora Birch), o melhor momento de seu dia quando se masturba no chuveiro. Até que conhece Angela Hayes (Mena Suvari), amiga de Jane. Encantado com sua beleza e disposto a dar a volta por cima, Lester pede demissão e começa a reconstruir sua vida, com a ajuda de seu vizinho Ricky (Wes Bentley).

 

O Assassino: O Primeiro Alvo (2017)

DRIVEGOOGLE / 1FICHIER / MEGA

Devastado pela morte da noiva diante de seus olhos em um atentado terrorista, Mitch Rapp (Dylan O'Brien) dedica-se incansávelmente à vingança, o que chama a atenção da CIA. Recrutado, o descontrolado rapaz é enviado para o rígido treinamento de Stan Hurley (Michael Keaton), veterano militar que prepara assassinos secretos de atuação internacional e tem sérias ressalvas à avaliação psicológica de Mitch.

O Olho e a Faca (2019)

MEDIAFIRE

Roberto (Rodrigo Lombardi) trabalha numa base de petróleo, e passa longos meses afastado da esposa e dos dois filhos. Nos momentos de distância, inicia um relacionamento com outra mulher. Um dia, Roberto recebe uma promoção no emprego, forçando-o a ficar ainda menos presente para a família e os amigos.

 encrypted-tbn1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcS...

Quase Irmãos - 2008

ASSISTA ON LINE / MEGA

Brendan Huff (Will Ferrell) tem 39 anos, não possui emprego e vive com sua mãe, Nancy (Mary Steenburgen). Dale Doback (John C. Reilly) tem 40 anos, também está desempregado e vive com seu pai, Robert (Richard Jenkins). Numa palestra Robert e Nancy se conhecem e, logo em seguida, decidem se casar. Isto faz com que todos passem a viver na mesma casa. Brendan e Dale se estranham assim que se conhecem, mas aos poucos a animosidade entre eles diminui.

Como Treinar o Seu Dragão 3 (2019)

MEGA / 1fichier

Quando Soluço descobre que Banguela não é o último da sua espécie, ele se propõe encontrar o Mundo Oculto, um utópico lugar secreto de dragões antes que um tirano chamado Grimmel chegue primeiro.

Como Treinar o Seu Dragão 2 (2014)

MEGA

Cinco anos após convencer os habitantes de seu vilarejo que os dragões não devem ser combatidos, Soluço (voz de Jay Baruchel) convive com seu dragão Fúria da Noite, e estes animais integraram pacificamente a rotina dos moradores da ilha de Berk. Entre viagens pelos céus e corridas de dragões, Soluço descobre uma caverna secreta, onde centenas de novos dragões vivem. O local é protegido por Valka (voz de Cate Blanchett), mãe de Soluço, que foi afastada do filho quando ele ainda era um bebê. Juntos, eles precisarão proteger o mundo que conhecem do perigoso Drago Bludvist (Djimon Hounson), que deseja controlar todos os dragões existentes.

Como Treinar o seu Dragão (2010)

MEGA

Na ilha de Berk, os vikings dedicam a vida a combater e matar dragões. Soluço (Jay Baruchel), filho do chefe Stoico (Gerard Butler), não é diferente. Ele sonha em matar um dragão e provar seu valor ao pai, apesar da descrença geral. Um dia, por acaso, ele acerta um dragão que jamais foi visto, chamado Fúria da Noite. Ao procurá-lo, no dia seguinte, Soluço não consegue matá-lo e acaba soltando-o. Só que ele perdeu parte da cauda e, com isso, não consegue mais voar. Soluço passa a trabalhar em um artefato que possa substituir a parte perdida e, aos poucos, se aproxima do dragão. Só que, paralelamente, Stoico autoriza que o filho participe do treino para dragões, cuja prova final é justamente matar um dos animais.

CAIXA DE PÁSSAROS (Bird Box, 2018)

1FICHIER / MEGA

No mesmo ano em que um dos filmes de horror mais elogiados por público e crítica conta a história de uma família sendo obrigada a fazer silêncio para sobreviver num mundo dominado por criaturas assassinas, soa um tanto oportunista você lançar um filme de horror sobre uma família sendo obrigada a manter os olhos fechados para sobreviver num mundo dominado por criaturas assassinas. Mas a verdade é que “Bird Box”, uma das principais produções da Netflix de 2018, foi baseado num livro homônimo escrito por Josh Malerman em 2014, portanto ANTES de “A Quiet Place”, embora várias ideias do próprio livro remetam a filmes anteriores, como “Fim dos Tempos”, do Shyamalan. (Mais uma evidência de que, no mundo do entretenimento, nada se cria e tudo se transforma.) Tirando o óbvio fato de trocar o silêncio pela cegueira, “Bird Box” também é muito parecido com “A Quiet Place” ao optar pelo foco no drama de uma família, cujo dia-a-dia é obsessivamente construído em torno de pequenas estratégias de sobrevivência com os olhos vendados, num mundo devastado por monstros desconhecidos que, como a mitológica Medusa, não podem ser vistos diretamente, do contrário enlouquecem a vítima e forçam-na a cometer suicídio. As melhores partes são justamente estas que mostram os sacrifícios e dificuldades do novo universo, que obriga Sandra Bullock e duas crianças pequenas a zanzarem por aí num mundo de permanente escuridão, tateando seu caminho ou guiando-se por fios esticados e passos contados. Há diversas boas ideias, como dirigir um carro com os vidros escurecidos por tinta e guiando-se apenas pelo GPS, ou os pássaros sendo usados como alerta para a aparição das criaturas (embora o recurso seja menos aproveitado do que deveria). O conceito é intrigante (lembra uma versão terror de “Ensaio Sobre a Cegueira”), e me parece que viver num mundo dominado por criaturas que te obrigam a não VER é muito pior que o mundo silencioso de “A Quiet Place”. Mas infelizmente “Bird Box” não é tão eficiente na construção do suspense e da tensão como o filme de John Krasinski, tampouco funciona tão bem quanto o “rival”. Ao contrário da narrativa econômica deste, “Bird Box” apela para um vai-e-volta no tempo que se propõe a explicar a maneira como o mundo foi dominado por tais criaturas, e como a personagem de Sandra acabou com a guarda de duas crianças. Aí aparecem vários coadjuvantes muito mal-construídos (alguns somem um tempão e voltam apenas quando sua presença é necessária, tipo a velhinha), sendo obrigados a conviver num mesmo lugar fechado sem entender o caos que se passa no exterior, estilo “A Noite dos Mortos-Vivos” ou “O Nevoeiro” (John Malkovich inclusive interpreta o típico personagem escroto dos dois filmes citados). E, ao contrário de “A Quiet Place”, “Bird Box” não demora a apelar para absurdos exageros hollywoodianos, como a protagonista que é obrigada a correr pelo meio da floresta, vendada e sem enxergar um palmo na frente da cara, mas convenientemente segue por uma trilha aberta ao invés de ficar batendo a cabeça em árvores ou tropeçando em pedras. Pelo menos a diretora Susanne Bier não cai na burrada de MOSTRAR suas criaturas, nem recorre a qualquer tipo de ponto fraco dos monstros para ensejar uma possível resistência e retomada do planeta pelos sobreviventes. Mas é um filme que, considerando o conceito curioso e aterrador, termina um tanto frustrante - e perde feio na comparação, injusta ou não, com o rival “A Quiet Place”.

Hereditário (2018)

1FICHIER / MEGA

Décimo ou vigésimo filme dos últimos anos a ser anunciado como “O mais assustador de todos os tempos” (uma arriscada estratégia de marketing que muitas vezes queima a própria obra ao criar exagerada expectativa no público), “Hereditário” foge da propaganda enganosa e dá uns bons arrepios mesmo no espectador que acha que já viu tudo em matéria de cinema de horror. Em seu primeiro longa, o diretor-roteirista Ari Aster toma seu tempo para contar a história, com um roteiro simples e bem amarrado que evita o máximo possível as armadilhas e lugares-comuns do gênero - é até melhor assisti-lo sem saber absolutamente nada sobre a trama, pois a história começa cheia de enigmas e pistas falsas. Toni Collette, no papel da mãe completamente impotente diante de fenômenos sobrenaturais que ameaçam sua família, entrega uma performance única na carreira, que eclipsa completamente o colega de cena mais famoso Gabriel Byrne. E os novatos Milly Shapiro e Alex Wolff estão, ambos ao seu jeito, assustadores. A impactante cena com os dois num carro em movimento é, disparado, um dos grandes momentos do cinema de horror em anos! Só é uma pena que o último ato de “Hereditário” troque o bem-sucedido clima de angústia e horror desconhecido por um festival de explicações estapafúrdias e forçadas de barra - como se outro roteirista tivesse assumido as páginas finais do roteiro quando Aster ficou sem ideias para terminar a história. O ponto de virada na qualidade da obra é um momento bem tolo perto do fim, quando, tentando não spoilear nenhuma grande surpresa, a protagonista convenientemente encontra um livro onde não apenas há um conveniente marcador de página assinalando o local onde ela encontrará a explicação para tudo que vem ocorrendo, mas na tal página o trecho com a explicação está convenientemente destacado com caneta marca-texto - e, se já não fosse o bastante, a frase mais importante do parágrafo ainda está convenientemente destacada com um sublinhado em caneta esferográfica, para saltar aos olhos da personagem e do espectador! A partir de então, efeitos especiais deslocados, sustos frouxos e pessoas caminhando no teto (à la “O Exorcista 3”) começam a pipocar, contrastando bastante com o clima de medo legítimo que o diretor suou para criar até então. Não é, claro, um problema exclusivo de “Hereditário” - a maioria dos filmes de horror recentes celebrados por crítica e/ou público despenca horrores (desculpem o trocadilho) perto do final. Pelo menos este aqui fica assombrando o espectador durante dias, levando-o a pensar e repensar seus melhores momentos, e isso nem o final didático consegue arruinar. Considerando a média do gênero hoje, especialmente a média do que chega aos cinemas, não é pouca coisa. E julgando por este primeiro e arrepiante trabalho, Ari Aster é um nome a ser acompanhado de perto.

O Carma de um Assassino (2018)

DRIVEGOOGLE / MEGA / 1FICHIER

Quando vi “Accident Man”, no comecinho de 2018, postei no Facebook que se o Scott Adkins não virasse astro de ação depois deste filme é porque sofria da terrível Síndrome de Mark Dacascos - aquela doença degenerativa que condena o sujeito a ficar eternamente no lado B, por mais potencial que demonstre para subir de liga. Infelizmente foi o que aconteceu, e não adiantou nem ganhar papel de destaque em um blockbuster da Marvel Studios (“Doutor Estranho”, de 2016). O que é uma tremenda injustiça: em “Accident Man”, Adkins não apenas dá o montão de porrada de costume, mas também FALA pra caramba, inclusive contando a história para o espectador em off. E convence, soando muito mais simpático do que caras como Steven Seagal jamais conseguiram ser. Adkins ainda é um dos roteiristas do filme, adaptação para o cinema de uma obscura história em quadrinhos publicada na revista inglesa Toxic! em 1991. Ele interpreta Mike Fallon, um matador de aluguel que, como o título já anuncia, tem por especialidade fazer seus assassinatos parecerem acidente - tipo Charles Bronson fazia nos anos 1970 em "Assassino a Preço Fixo". Porém, quando uma ex-namorada é morta num “serviço” do gênero, Fallon declara guerra aos colegas matadores profissionais para tentar descobrir quem foi o responsável. E tome e leve porrada, tiro e até machadada! O diretor Jesse V. Johnson - que havia desperdiçado Adkins em seu filme anterior, “Savage Dog” - leva o filme na flauta e de uma forma bem caricatural, lembrando o universo inconsequente e exagerado das histórias em quadrinhos. Isso fica bem claro na maneira colorida e excêntrica com que são representados os matadores de aluguel que Fallon enfrenta. E Ray Stevenson, o melhor Justiceiro do cinema (infelizmente desperdiçado num filme mais ou menos), aparece como o mentor do protagonista, num elenco que também tem Michael Jai White e o “Darth Maul” Ray Park, aqui de cara limpa. Infelizmente, embora “Accident Man” seja bem divertido e a melhor coisa que Adkins fez nestes últimos anos, também tem dois grandes pecados: é longo demais para uma história tão boba, que inclusive desperdiça o talento do protagonista para forjar assassinatos como acidentes (um detalhe abandonado ainda na primeira meia hora); e tem um longo flashback no meio do filme que trava a narrativa (seria melhor se aparecesse no início). Mas é um belo filme de ação, unindo porradaria com um senso de humor afiado; ótimo para desligar o cérebro e curtir sem culpa, e a prova de que Adkins pode fazer bonito em produções mais “chiques”. Aposentem o Jason Statham e o Liam Neeson de uma vez e chamem o homem para fazer uns blockbusters aí!

 

CÃO SELVAGEM (Savage Dog, 2017)

UPTOBOX / ASSISTA ON LINE

Curto e grosso: se tivesse saído nos anos 1980, “Savage Dog” poderia ter sido um sucesso nas videolocadoras. Afinal, é um filme de ação dirigido por um sujeito que fez coreografia de dublês para blockbusters (entre eles, “Missão Impossível 3” e “O Espetacular Homem-Aranha”), e estrelado por pelo menos quatro pessoas que sabem lutar e demonstram isso sem firulas de edição ou computação gráfica, no esquema “Quem sabe faz ao vivo”. São eles Scott Adkins, o chileno Marko Zaror (que fez bonito em filmes do seu país-natal, como “Miracle Man” e “Mandrill”), o lutador de MMA Cung Le e a chinesa JuJu Chan (vista na sequência de “O Tigre e o Dragão”). Infelizmente, as coisas boas que podemos escrever sobre “Savage Dog” param por aí: mesmo com tanto potencial, o diretor-roteirista Jesse V. Johnson desperdiçou tudo para contar, pela enésima vez, a história do sujeito forçado a lutar num torneio ilegal de artes marciais. É o tipo de “argumento” que já era velho nos tempos do Bruce Lee (quando ele fez “Operação Dragão”), e que foi espremido até virar bagaço pelo Van Damme nos seus primeiros filmes dos anos 1980-90. Como se não soubesse disso, Johnson tenta dar um ar solene à coisa toda, inclusive situando a trama na Indochina de 1959 (algo que não chega a fazer qualquer diferença na narrativa). Adkins é o soldado inglês que está num campo de prisioneiros e passa a ser obrigado a lutar para a diversão dos seus captores. Lá pelas tantas ele ganha a liberdade e vai trabalhar como leão-de-chácara no bar de um amigo (Keith David), mas o passado lhe persegue, obrigando-o a lutar novamente - agora por vingança. Poderia e deveria ser non-stop action, conforme o pôster e o trailer fazem acreditar, mas o ritmo dá uma bela caída lá pelos trinta-e-poucos minutos e o diretor demora a recuperar o gás (muita gente já vai ter pegado no sono, ou trocado de filme/canal até isso acontecer). E se não há nada de novo na trama, tampouco nas cenas de ação e pancadaria. As lutas finais com Cung Le e depois com Zaror (usando facas, e lembrando o duelo final de “Comando para Matar”) são muito boas, mas não conseguem salvar uma produção ancorada em clichês saturados. E o desperdício de tanta gente boa também soa a amadorismo, pois tanto Adkins quanto Zaror demonstram imenso potencial para virar novos astros de ação (Zaror, especialmente, é a melhor coisa de “Machete Kills” e merecia seu próprio filme de pancadaria nos EUA). Depois deste trabalho, o diretor Johnson e o astro Adkins ficaram parceiros e abriram uma verdadeira linha de produção de filmes, com constantes altos e baixos, como veremos a seguir.

hard-target-2

O Alvo 2 (2016)

1FICHIER / MEGA

No começo dos anos 1990, quando o público ocidental mainstream estava começando a descobrir a demência do cinema de ação oriental (graças especialmente às divertidas aventuras de Jackie Chan), o diretor chinês John Woo foi para Hollywood mostrar aos ianques como fazer bonito. Seu primeiro trabalho ocidental foi o incrível “O Alvo” (1993), que trazia o Van Damme de mullet dando saltos acrobáticos em câmera lenta para desviar de explosões, e disparando 40 tiros seguidos de voadora em cada bandido. Enfim, aquela espécie de “ballet de ação” afetado e estilizado que virou moda e clichê logo em seguida. Nenhum outro diretor oriental importado para Hollywood na mesma época (e teve muita gente boa, como Tsui Hark e Ringo Lam) atingiu o mesmo nível de excelência de Woo em “O Alvo”. Pois bem: um salto de 23 anos no tempo (23 anos!!!), e eis que sai uma sequência bastarda e direct-to-video do filme de Woo. Confesso que estava razoavelmente entusiasmado pelo projeto, estrelado por um dos caras mais fodas do cinema de ação atual (Scott Adkins); se o filme fosse bom, poderia fazer pela carreira dele o que “O Alvo” fez pela do Van Damme lá atrás. Infelizmente, esqueceram que o filme original também tinha John Woo na direção, e para fazer algo minimamente à altura, e não desperdiçar um sujeito do calibre do Adkins, precisaria de um diretor que entendesse de ação e estivesse doido para mostrar serviço. Mas quem acabou ocupando o posto foi o holandês pau-pra-toda-obra Roel Reiné, que fez um filme legalzinho nos anos 1990 (“A Encomenda”) e depois especializou-se em assinar continuações vagabundas direto para locadora de filmes dos outros (tipo “Corrida Mortal” 2 e 3 e “Atrás das Linhas Inimigas 4”!). O resultado é uma “continuação” só no nome, que não continua porcaria nenhuma, cansativa (com absurdos 105 minutos, tem pelo menos meia hora a mais do que deveria), sem nenhuma novidade e dirigida no piloto automático. Desperdiça um lutador espetacular dando ao astro apenas uma ou duas oportunidades para mostrar seu talento em câmera lenta. O herói que ele interpreta também é inexpressivo e completamente imbecil; um sujeito que, de mãos vazias e sendo perseguido por homens armados numa floresta, consegue matar um rival que tem uma metralhadora e uma faca, mas mesmo assim vai embora desarmado! Do tipo que, com a vida por um fio, sendo perseguido por dezenas de homens armados, encontra tempo para parar e meditar com uma nativa bonitinha (que cai de pára-quedas na trama e começa a ajudar o herói sem questionar, claro). Reiné já tinha mostrado antes que era um grande copiador de John Woo - um tiroteio infernal em câmera lenta que ele dirigiu em “O Jogador”, um dos seus filmes anteriores com Steven Seagal, já lembrava muito as peripécias do chinês. Mesmo assim, as cenas de ação de “O Alvo 2” são bem fraquinhas, com sangue digital e pouquíssimas daquelas acrobacias e saltos mortais que fazem o primeiro filme ser tão divertido. A cena num campo minado poderia ser tensa nas mãos de um diretor de verdade; aqui, é apenas burocrática. E ele ainda desperdiça a Rhona Mitra numa vilã secundária ou terciária que nada acrescenta. As únicas coisas que Reiné realmente emulou de Woo foram aquelas que ficaram mais “demodê” de 1993 para cá: os sujeitos apontando arma um para o nariz do outro, ou as pombas brancas voando em câmera lenta. Um completo desperdício - pra não dizer vexame!

close-range

Perigo extremo (2015)

1FICHIER / MEGA

Está ficando difícil defender o diretor B Isaac Florentine. O sujeito está há anos no mercado de cinema de ação barato, rápido e rasteiro, e alguns dos seus filmes anteriores, como “Ninja” (2009), “Bridge of Dragons” e “Cold Harvest” (os dois últimos de 1999), demonstram que ele é um dos melhores diretores-de-filmes-de-ação-que-ninguém-conhece em atividade no momento. A cada novo filme você fica esperando aquele que será o ponto de virada, aquele que vai carimbar seu passaporte para a primeira divisão. Pois bem, este ponto de virada ainda não é “Close Range”, por aqui rebatizado genericamente como “Perigo Extremo”. Se bobear, este foi o filme mais barato que Florentine dirigiu na vida inteira - ou pelo menos assim aparenta. A trama, acéfala, se desenvolve em apenas duas locações. Praticamente não existe roteiro, e os diálogos se resumem a algumas ordens do vilão para que seus capangas tentem matar o herói (há economia até em frases de efeito para o protagonista, um detalhe obrigatório em produções do gênero). Qualquer tentativa de desenvolvimento de personagens é abandonada desde o prólogo, uma grande pancadaria filmada em plano-sequência nos corredores de um prédio, quando o astro lado B Scott Adkins - há anos implorando para ser descoberto e virar “o novo Jason Statham” - distribui porradas e facadas para resgatar a sobrinha sequestrada por traficantes. Depois disso entram os créditos iniciais e o filme se resume ao restante do cartel perseguindo o herói para dar o troco. O problema, para quem vem acompanhando a carreira de Florentine nos últimos anos, é que tudo parece ainda mais barato e improvisado do que de costume. Os tiroteios são pavorosos (com efeito digital de fogo saindo do cano de armas de plástico; os caras sequer tinham dinheiro para usar festim!), e todas as trocas de tiros são looooongas e intermináveis (aparentemente as armas têm munição infinita). É nas lutas corpo a corpo que Adkins mostra toda sua técnica (Florentine também, filmando com esmero e dedicação, sem entregar-se à edição de videoclipe que arruinou o gênero), mas estas não são tantas e nem tão boas para valer o filme. Tá, tem pelo menos uma cena espantosa, feita sem dublê, em que Adkins usa um barranco para tomar impulso e saltar, evitando no último segundo ser esmagado de verdade por um carro de verdade. Mas ainda é muito pouco para uma dupla com tanto potencial; o tempo todo a gente fica aguardando por aquele grande momento, e ele nunca vem. E embora “Close Range” possa valer como filmeco de ação rápido e descartável para empenhar 90 minutos da vida, infelizmente cada novo trabalho do diretor Florentine parece mais frustrante que o anterior - e aquela oportunidade de subir para a primeira divisão, cada vez mais distante.

4Bia

4Bia (2008)

MEGA

4 contos de terror escritos por 4 dos mais famosos criadores tailandeses.

1º Solidão – Garota sozinha em um apartamento começa a conversar com um desconhecido pelo celular.No começo ela fica feliz por alguém com quem conversar, mas depois ela percebe que ás vezes é melhor ficar sozinha.

2º Charme Mortal – Garotos praticam bulling diariamente contra um colega da escola. Até que um dia eles vão longe demais. Para se vingar, o menino, filho do feiticeiro da cidade, joga uma terrível maldição sobre os garotos.

3º O Homem do Meio – Durante acampamento 4 jovens caem do bote e quase se afogam. Mas aparentemente um dos amigos não ficou apenas no “quase”.

4º O Último Vôo – Aeromoça é designada para um vôo fretado por uma arrogante princesa. Logo, coisas estranhas começam a acontecer e ela percebe que essa não será uma viagem como as outras.
COMENTÁRIO: Particularmente eu gosto muito de filmes com contos de terror pq como o tempo é curto não se perde tempo com enrolação e já se parte logo pra história.Esse filme não foge a regra.É assustador e tb interessante pq mesmo sendo feito por diretores diferentes eles conseguiram fazer uma ligação entre as histórias mesmo que de forma sutil. Gostei muito da primeira história pq retrata bem o clima claustrofóbico vivido pela garota , presa no apartamento e sem poder sair para pedir ajuda. A 2ª história também é muito boa e é a mais sangrenta das 04, contando com bons efeitos especiais. Mas os mesmo efeitos acabaram enfraquecendo um pouco o impacto de algumas cenas, já que o diretor optou por utilizar bonecos digitais ao invés de atores. A 3ª para as pessoas que, como eu, assistem muitos filmes de terror, acaba sendo sem surpresas e a 4ª é a mais fraca das quatro.Mas vale a pena assistir.

PLANO-SEQUÊNCIA DOS MORTOS (One Cut of the Dead / Kamera o Tomeru na!, 2017)

MEGA / ON LINE

Quando “Plano-Sequência dos Mortos” venceu o Fantaspoa – Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre, no ano passado, fiquei surpreso. Já estou cansado de filmes de zumbis, os orientais (principalmente) os produzem em escala industrial, e este parecia ser apenas mais um numa longa lista de “...of the Dead” com mortos-vivos de olhinhos puxados. Mas como todo mundo estava elogiando, e o filme ainda saiu vencedor do festival, fui conferir o que havia de diferente na história ou na maneira de contá-la. “Plano-Sequência dos Mortos” acompanha uma equipe de filmagem que está rodando um filme de zumbis sem orçamento (auto-crítica?), mas não demora para mortos ambulantes de verdade invadirem o set e transformarem o terror de mentirinha numa luta pela sobrevivência. Mesmo considerando que minhas expectativas já eram baixas, me deparei com uma tosquice além da conta, aquele tradicional filme de zumbis ruim e sem nada de novo. A única diferença para centenas de outros títulos descartáveis era o fato de (como o título anuncia) este ser narrado num plano-sequência - ou seja, um único take sem cortes em que a câmera não pára de filmar nem mesmo quando a lente fica suja de sangue, ou o operador de câmera cai no chão (e se há “cortes disfarçados”, eles estão muito bem escondidos). Não que a opção narrativa torne a coisa melhor; pelo contrário, o plano-sequência atravanca a coisa toda com loooongos momentos em que a câmera fica mostrando nada para dar tempo de as ações serem realizadas “em tempo real” pelos atores. Enfim, a julgar pelo início parecia mais uma daquelas bobagens que dão a sorte de ganhar as graças de jurados de festivais de gênero por qualquer motivo, e eu quase mandei tudo às favas e desisti. Só que esta, meus amigos, é apenas a primeira meia hora de “Plano-Sequência dos Mortos”. E então acontece uma inacreditável reviravolta que muda completamente o foco e o tom da obra, que se transforma de filme de zumbis genérico numa apaixonada e bonita homenagem ao cinema B/de guerrilha. De repente todos aqueles problemas gravíssimos da primeira meia hora se justificam dentro da narrativa, inclusive as loooongas cenas com a câmera parada filmando o nada. Quem sobreviver ao terrível início (e acredite, ele faz parte da brincadeira e se justifica) vai encontrar aqui um pequeno grande filme, barato, impressionante, criativo, original e filmado com uma energia que contagia - dá até vontade de voltar a gravar produções vagabundas com os amigos depois!

Imagem

Aguenta Coração (1983)

ULOZTO

A vida na metrópole. Um ambiente de tensão urbana crescente é o pano de fundo para se contar sobre a busca da emancipação feminina, em um mundo ainda patriarcal, a partir dos encontros e desencontros dos casais (Reginaldo Faria) e Maria (Christiane Torloni), Cleto (Jorge Botelho) e Tutuca (Gilda Guilhon), Ricardo (Osmar Prado) e Janete (Cristina Aché).

Mamma Mia 2 - Filme 2018 - AdoroCinema

Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo (2018)

DRIVEGOOGLE

 O Cineasta inglês Ol Parker, que dirigiu os 2 filmes "Hotel Marigold", é um expert em lidar com grandes estrelas e casting enorme. E esse é um dos grandes trunfos dessa continuação do sucesso de 5 anos atrás. O elenco agora é acrescido do talento de Andy Garcia, Cher e um adorável elenco que interpreta a todos os personagens mais jovens: Lilly James (no papel de Meryl Streep), Alexa Daves e Jessica Keenan Wynn (Lilly James e Christine Baranski), além de Josh Dylan (Stellan Skaasgard), Jeremy Irvine (Pierce Brosnan) e Hugh Skinner (Colin Firth). A trama é bem simples, ingênua até. O filme começa com Sophie (Amanda Seyfried) reinaugurando o Hotel de sua mãe, Donna, recém falecida. Para isso, ela convida a todos, mas os conflitos surgem: muitos não podem ir, cai uma tempestade que isola a ilha. Paralelo, voltamos em flashback para contar a história de Donna (Lilly James) e seu romance com os 3 pais de Sophie, e como ela foi parar na Ilha. Óbvio que esse filme é proibido assistir para quem odeia musicais ou músicas do Abba. Para fãs, irão se deliciar com o elenco cantando músicas famosas e outras nem tanto do grupo sucesso. Cher no final, cantando "Fernando", é um plus! O desfecho é emocionante. Muita gente que assistiu ao filme anterior, não gostou dessa continuação. De fato, não precisava ter, mas como o primeiro arrecadou uma fortuna, os produtores não pestanejaram. Pelo menos, não fizeram feio. Belíssima fotografia do mestre Robert D. Yeoman, fotógrafo queridinho de Wes Anderson.

encrypted-tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcT...

Mamma Mia! - O Filme - 2008

MEGA

1999, na ilha grega de Kalokairi. Sophie (Amanda Seyfried) está prestes a se casar e, sem saber quem é seu pai, envia convites para Sam Carmichael (Pierce Brosnan), Harry Bright (Colin Firth) e Bill Anderson (Stellan Skarsgard). Eles vêm de diferentes partes do mundo, dispostos a reencontrar a mulher de suas vidas: Donna (Meryl Streep), mãe de Sophie. Ao chegarem Donna é surpreendida, tendo que inventar desculpas para não revelar quem é o pai de Sophie.

Imagem

Quelé do Pajeú (1970)

ULOZTO

O boiadeiro Quelé (Tarcísio Meira) encontra a irmã Marizolina (Elizângela), vítima de estupro por um homem sem um dedo e com uma cicatriz no rosto. Ávido por vingança, ele parte em busca do filho de uma zinha. No caminho, conhece Maria Rita (Isabel Cristina), e Do Carmo (Rossana Ghessa), que por ele se apaixona. Juntos, encontram Cesídio (Jece Valadão), o estuprador.

O Rato Humano (Rat Man, 1988)

MEDIAFIRE

Numa calma e misteriosa ilha do Caribe, uma modelo é assassinada e seu corpo é encontrado devorado por ratos. Terry, a irmã da modelo, chega na ilha para fazer o reconhecimento do corpo, mas a vítima não é sua irmã. Com a ajuda de Fred, um escritor que está de férias, parte atrás do paradeiro de Marilyn, a irmã que também é modelo e está em algum lugar da ilha fotografando. Mas o rastro de morte vai aumentando, até descobrirem experimentos de um cientista que criou um híbrido de rato e macaco sedento por sangue.

Cidade Maldita ( Nightmare City ) 1980 – Adoro Terror

Cidade Maldita (Nightmare City, 1980)

MEDIAFIRE / ASSISTA ON LINE

O jornalista Dean Miller é enviado ao aeroporto para cobrir a chegada de um cientista famoso, que irá falar pela primeira vez ao público sobre o vazamento de uma usina nuclear próxima. Porém, quando o avião pousa, descobre-se que tanto o cientista quanto a tripulação foram contaminados pela radiação e se transformaram em mortos-vivos, que precisam beber sangue para evitar a degeneração do corpo. A situação foge do controle, os zumbis se multiplicam e Miller precisa lutar para salvar a esposa e fugir da cidade contaminada.

encrypted-tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcR...

Gimme Shelter (1970)

MEGA / ASSISTA ON LINE

Conheça os bastidores do controverso show dos Rolling Stones no autódromo de Altamont, um evento gratuito que recebeu milhares de americanos e foi chamado de Woodstock do Oeste, mas terminou em brigas e morte.

Valsa com Bashir (2008)

MEGA / MEDIAFIRE 01 - 02 - 03 - 04

No formato de documentário animado, o filme retrata as tentativas de Folman, um veterano da Guerra do Líbano de 1982, de recuperar suas memórias perdidas dos eventos que marcaram o massacre de Sabra e Shatila. A película foi lançada em 13 de maio de 2008 durante o Festival de Cannes e foi uma das cinco indicadas ao Óscar de melhor filme estrangeiro, além de ser escolhido como Melhor Filme do Ano, pela Sociedade Nacional dos Críticos dos Estados Unidos. O filme retrata de forma sensível o envolvimento do Estado de Israel no massacre, resgatando a participação dos pequenos soldados que lutaram nesta guerra. O trauma gerado pelo massacre ainda é presente no imaginário israelense, e um determinado momento do filme é possível perceber a comparação com os campos de concentração que dizimaram um número enorme de judeus, ciganos, homossexuais, entre outros. Ainda uma palavra elogiosa para a variada e extensa trilha sonora. 

Liberdade (2009)

DRIVEGOOGLE

Na França ocupada pelos nazistas, um grupo de ciganos, nômades por essência, são obrigados a se fixarem  numa aldeia por lei, o que torna mais fácil sua captura em direção aos campos de concentração. Só contam com a ajuda do prefeito e de sua secretária e tentam afastar de perto deles um garotinho sem família, já antevendo um futuro sombrio. O filme mostra com tintas alegres e musicais o holocausto cigano, chamado de 'porrajmos'. Tony Gatlif ('Exílios') continua sua sina de dar voz aos marginais e nos lembra que a turma de Hitler executou meio milhão deles.  

O Último Dançarino de Mao (2009)

DRIVEGOOGLE

Aos 11 anos, Li Cunxin foi tirado de uma pobre aldeia chinesa para estudar balé na escola de dança de Madame Mao, em Pequim. Em 1979, ele consegue entrar para a Companhia Houston Ballet durante um intercâmbio cultural, onde começa uma vida nova e livre. Os oficiais chineses tentam levá-lo de volta à China, mas manobras legais e o casamento com uma bailarina americana conseguem mantê-lo nos EUA. Para lutar pelos seus sonhos, porém, ele terá que abandonar para sempre sua família. O filme é baseado na autobiografia do bailarino chinês Li Cunxin.

 Rocketman: Taron Egerton, Jamie Bell, Richard Madden, Dexter ...

Rocketman (2019)

1FICHIER / MEGA

O Cineasta inglês Dexter Fletcher já havia dirigido um musical, o excelente "Sunshine on Leith", e também já havia trabalhado com Taron Egerton em "Voando alto". Agora, ele junta Taron e o Musical para a sua cinebiografia delirante de Elton John, que também foi o produtor do filme. Elton John não teve senão para abrir a sua vida e expôr ao público a sua fase mais negra: a dos anos 70, de quando surgiu para o estrelato, o seu envolvimento com um empresário gay inescrupuloso, vivido por Richard Madden, a sua péssima relação com seus pais, que não o amavam, o companheirismo com o seu eterno compositor Bernie, interpretado por Jamie Bell, um casamento de fachada fracassado, com uma mulher e a sua aceitação como homossexual. Tudo isso é embalado com números musicais extravagantes e belamente coreografados e orquestrados, que diferente de "Bohemian Rapsodhy", são performances que transcendem os musicais antigos, onde tudo no entorno para e os personagens cantam e dançam. Tecnicamente o filme é impecável: Fotografia, direção de arte, figurino, maquiagem, edição. Também Ator, Dexter Fletcher extrai do seu elenco performances arrebatadoras: Taron Egerton está brilhante, magnético, repleto de nuances, além de cantar de verdade. Richard Madden, Jamie Bell estão perfeitos e Bryce Howard Dallas, irreconhecível como a mãe de Elton, Sheila. Impossível não se emocionar e não querer cantar junto quase todos os hits que com certeza, embalaram a vida de todos.

As Grandes Aventuras de Pee-Wee - Filme 1985 - AdoroCinema

As Grandes Aventuras de Pee-Wee – 1985

MEGA

O excêntrico Pee-wee, uma criança dentro de um homem, embarca na maior aventura de sua vida pelos Estados Unidos para achar sua amada bicicleta, que fora roubada em plena luz do dia. No caminho, encontra com motoqueiros, um caminhão fantasma, cowboy, uma garçonete sonhadora e o seu namorado invejoso e violento, até descobrir que sua bicicleta estava no estúdio da Warner Brothers.

Dvd Uma Noite Muito Louca 1988 Dublado Frete Fixo - R$ 22,99 em ...

Uma Noite Muito Louca – 1988

MEGA

A garota mais popular do colégio, Tara Mitchell (Lori Loughlin), perde uma aposta para as amigas e é obrigada a ir ao Baile de Formatura com o garoto mais nerd do colégio: Winston Connelly (Keanu Reeves). Só que seus problemas estão apenas começando. Winston erra o caminho e eles vão parar no lado mais barra pesada da cidade. Vestidos para o baile, com o carro esporte do pai e uma carteira recheada, suas perspectivas não são das melhores e a noite não vai ser bem o que eles esperavam.

encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQ...

A Praia dos Desejos – 1992 

UPTOBOX

Um rapaz romântico e solitário (Scotty) tem sua vida modificada ao encontrar um gênio da garrafa, neste caso, uma graciosa moça (Jeannie). Logo ele tem seus desejos realizados e a chance de impressionar a garota dos seus sonhos. Mas será que esse é o caminho para a verdadeira felicidade?

Curso para Cavalheiros - 1986 | Filmow

Curso para Cavalheiros – 1986

UPTOBOX

Dupla de vagabundos decididos a penetrar na alta sociedade de Palm Beach entram para uma escola de etiqueta, levando os professores à loucura.

TENTAÇÃO PROIBIDA (1978) - Alberto Lattuada - DVD

Tentação Proibida – 1978

MEGA

Roué Giulio Marengo (Mastroianni), um arquiteto romano infeliz no casamento, conhece Francesca (Nastassja Kinski), uma jovem e bonita florentina por quem fica atraído. Logo, no entanto, ele descobre que a moça pode ser sua filha. Roué decide manter as mãos bem longe da moça, mas não consegue se afastar completamente dela.

Film Download: American Ninja 4: A Aniquilação (American Ninja 4 ...

Ninja Americano 4: A Aniquilação – 1990

MEGA

Quando quatro soldados do “Delta Force” são capturados por ninjas numa floresta africana, Sean Davidson (David Bradley) e Brackston, dois experientes agentes, são enviados para libertá-los, mas após se refugiarem com Sarah, uma enfermeira do Corpo de Paz Americano, eles também são capturados. A única esperança de resgate está nas mãos de Joe Armstrong (Michael Dudikoff), um ex-agente que precisa ser convencido disso até que um terrível plano terrorista para detonar uma bomba nuclear contra um alvo americano é revelado.

 A Incrível Jornada - Filme 1992 - AdoroCinema

A Incrível Jornada – 1993

MEGA

Durante as férias da família, três animais de estimação são deixados para trás: Chance, um cachorro novo que não conhece bem o mundo; Shadow, um cachorro de idade e esperto; e Sassy, uma gata esnobe. Sem entender o que aconteceu, eles decidem sair à procura dos donos, se aventurando por montanhas e florestas podendo nunca mais encontrá-los.

A Incrível Jornada 2 - Perdidos em São Francisco - Filme 1996 ...

A Incrível Jornada 2: Perdidos em São Francisco – 1996

MEGA

Shadow, Sassy e Chance estão de volta. Três anos após a primeira aventura, a família agora mora em São Francisco e está saindo de férias para o Canadá. O único problema é que os animais escapam do aeroporto quando estão na área de carga. Longe da família, eles estão perdidos pela cidade e encontram vários cachorros valentões e gangues rebeldes ao longo do caminho.

Capas de Dvd e Filmes: Capa do Filme Que Garota Que Noite

Que Garota, Que Noite – 1991

MEGA

Em um de seus primeiros filmes, Ethan Hawke é Tom McHugh, um adolescente que tem um encontro marcado com Geena (Teri Polo), simplesmente a garota de seus sonhos. Mas o que Tom não imaginava era que muitas confusões estavam no caminho. Ele é perseguido com bandidos, que o confundem com seu irmão Craig (Brian McNamara). Além disso, a garota bebe mais do que deveria e dá muito trabalho ao jovem.

O Traidor (2019)

MEGA

História do mafioso Tommaso Buscetta, recortada a partir do momento em que tem parte de sua família e amigos assassinados e começa a entregar os chefões ao juiz Giovanni Falcone, traindo um código de honra da Cosa Nostra, o da lei do silêncio.

The Old Guard - Filme 2020 - AdoroCinema

The old guard (2020)

1FICHIER / MEGA

Filme de ação e Aventura, lançada pela Netflix, baseada em graphic novel de Greg Rucka, também autor do roteiro. Muita gente tá falando mal do filme, mas como não tenho referência dos quadrinhos, confesso que adorei. Charlize Theron é das melhores bad ass girl que tem atualmente no cinema, e sua persona de “Furiosa”, celebrizada em “Mad Max”, já deu crias: Ätômica” e agora esse “The old guard”, que certamente terá continuação. O elenco é formado por um elenco globalizado mega bombado: o belga Matthias Schoenaerts (de “Ferrugem e ossos”), o italiano Luca Marinelli (de “Martin Eden”), o holandês Marwan Kenzari (o Jafar de “Aladim”), KiKi Layne (de “Se a rua Beale falasse”), Chiwetel Ejiofor (de “12 anos de escravidão”) e Harry Melling (de “Harry Potter”), no papel do vilão Merreck. Os 5 primeiros fazem parte de um grupo de mercenários imortais, tipo Highlanders. Nos dias de hoje, eles são contratados por um ex-agente da CIA, mas tudo não passa de uma emboscada para comprovar que eles são imortais. Dirigido com bastante competência pela cineasta Gina Prince -Bythewood, do belo drama “A vida secreta das abelhas”, “The old guard” não inova no gênero, mas também não faz feio. É um ótimo passatempo, pipocão, repleto de inclusão na equipe, elenco e personagens, além de trazer uma sub-trama lésbica.

O GUERREIRO DO MUNDO PERDIDO (1983)

UPTOBOX

Num futuro indeterminado, após ser devastada por guerras nucleares, a Terra é dominada por Prossor, um tirano que escraviza a humanidade e sufoca um movimento de rebelião seqüestrando seu líder. Para resgatá-lo, os revolucionários pedem a ajuda do Guerreiro do Mundo Perdido, um herói anônimo que circula pelo planeta desértico em sua moto high-tech.

 Combustão Espontânea - Filme 1989 - AdoroCinema

Combustão Espontânea - 1989

ASSISTA ON LINE

O jovem Sam Kramer (Brad Dourif) sofre com uma estranha febre desde criança. Quando dois conhecidos do rapaz morrem de combustão humana espontânea, ele começa a desconfiar que pode ser a próxima vítima. Sam resolve investigar o fenômeno e acaba descobrindo que é fruto de uma mutação genética, causada por experimentos com armas radioativas.

O VINGADOR(ação)(dvd r)(1986) - Loja de tuneldotempo71

O VINGADOR (Murphy’s Law, 1986)

MEGA

Jack Murphy (Charles Bronson), um veterano detetive da polícia, atravessa uma fase na qual tudo está dando para ele. Primeiramente recebe uma ligação no qual uma mulher diz que vai matá-lo, mas antes transformará sua vida num inferno. Ele comete o erro de não dar importância para esta ligação. Depois, numa perseguição policial, mata Tony Vincenzo (Chris DeRose), o irmão do gângster Frank Vincenzo (Richard Romanus), e agora está marcado para morrer. Sua esposa o deixou e se tornou uma “dançarina exótica”, mas logo ela e seu novo marido são assassinados. Jack é incriminado, preso, mas foge com Arabella McGee (Kathleen Wilhoite), uma marginal jovem e desbocada que foi presa por Jack. Ele agora precisa contar com a ajuda dela para poder provar sua inocência.

Candyman 3: Day of the Dead (1999) | Cinemorgue Wiki | Fandom

Candyman 3: Dia dos Mortos – 1999

UPTOBOX

Uma série de terríveis assassinatos aterroriza um bairro de Los Angeles. Os moradores da região creditam as mortes a CandyMan, o fantasma de um pintor que foi barbaramente torturado e morto há dois séculos. Ele usa um gancho no lugar de uma das mãos. A bela pintora Caroline McKeever, não acredita nas lendas de seu antepassado. Quando percebe que CandyMan voltou dos mortos para se vingar, é tarde demais. Ela precisa combater seu ancestral para continuar viva!

Candyman 2 - A Vingança - Filme 1995 - AdoroCinema

Candyman 2 – A Vingança – 1995

MEGA

O monstro está de volta, disposto a atormentar e aterrorizar a vida de todos aqueles incrédulos que repetirem seu nome cinco vezes.

 O Mistério de Candyman - Filme 1992 - AdoroCinema

O MISTÉRIO DE CANDYMAN (1992)

Drivegoogle / Mega / Assista On Line

Uma estudante decide provar que Candyman, um terrível espírito escravo, não existe. Ela, então, segue para o local de um crime brutal e o invoca – após pronunciar o nome dele cinco vezes diante de um espelho. Para sua surpresa, ele surge iniciando uma série de horríveis assassinatos.

OS MORTOS NÃO MORREM (The Dead Don't Die, 2019)

1FICHIER / MEGA

“I could get actors that I love, little groups of them, and get them stuck in various places while outside, all of these creatures are just trying to break in and eat them. And then between the attacks of the zombies, there would be all this space for stupid, stupid conversations”. Foi assim que surgiu “Os Mortos Não Morrem”, segundo o próprio diretor-roteirista Jim Jarmusch em entrevista à Rolling Stone, o que imediatamente respondeu a duas perguntas que martelavam meu cérebro após ver o filme: por que um diretor culti-culti como Jarmusch foi se inventar de fazer um filme de zumbis, e por que o resultado é uma calamidade tão gigantesca. “Os Mortos Não Morrem” soa como se alguém tivesse acabado de ver os velhos filmes do George Romero, se encantado com a crítica social inteligente destas obras e tentado fazer o seu próprio tributo ao mestre... mas com meio século de atraso! Ele não apenas soa datado, também é redundante e repetitivo. Não há uma única ideia diferente que o destaque da caralhada de outros filmes sobre mortos-vivos feitos desde então, e mesmo a crítica social, esfregada sem nenhuma sutileza na cara do espectador (tipo zumbis carregando smartphones e guturalmente pedindo por wi-fi), faz qualquer sentido, considerando que é coisa que já se viu antes e melhor - toda essa parada de “o capitalismo e o consumismo nos transformaram em mortos-vivos”, e bla-bla-bla. Um diferencial, talvez, seja o elenco de astros e estrelas tentando sobreviver (e nem sempre conseguindo) aos ataques dos mortos, incluindo Bill Murray, Adam Driver, Chloë Sevigny, Tilda Swinton, Iggy Pop e outros de maior ou menor calibre. Mas seus personagens são tão irritantes que tornam o filme um autêntico martírio. É como se os vivos de Jarmusch estivessem mais mortos que os zumbis, e tenho certeza de que isso faz parte da brincadeira, mas não achei graça nenhuma. Para completar a catástrofe, o filme tem um senso de humor infantil que investe na repetição para tentar fazer graça. A música-tema toca o tempo inteiro, e os personagens estão conscientes de que é a música-tema do filme; a mesma cena de policiais entrando num restaurante, olhando cadáveres destroçados e concluindo que aquilo foi feito por “um ou muitos animais selvagens” é repetida três vezes, e daí pra pior. Lá pelas tantas, o personagem de Adam Driver empresta a chave do carro para alguém e seu chaveiro é do Star Wars - a franquia onde o próprio Driver interpreta Kylo Ren. E sim, este é o nível do humor de Jarmusch, que certamente já viu dias melhores! Talvez o verdadeiro morto-vivo em “Os Mortos Não Morrem” seja o próprio filme: a narrativa se arrasta tipo os zumbis do Romero, tudo soa velho e apodrecido, e alimentar-se dos vivos - ou, no caso em questão, retroalimentar-se de elementos que já estão por aí na estrada há meio século - é a única maneira de seguir, cambaleante, em frente. Pena que não tem como dar um tiro na cabeça do filme e poupá-lo de seu sofrimento...

Assistir Ruas Violentas Dublado Online no Livre Filmes HD ...

RUAS VIOLENTAS /GANGUES SELVAGENS (1996)

ASSISTA ON LINE / DRIVEGOOGLE / DRIVEGOOGLE DVD-R

Nos anos 1990, quando havia uma busca obsessiva pelo próximo Van Damme ou Steven Seagal, qualquer pessoa que conseguisse chutar um pouquinho mais alto que a média da humanidade já ganhava papel principal em algum filme de ação de fundo de quintal - e saber atuar não era pré-requisito para entrar no ramo. Nesse panorama, entre os dezenas de inexpressivos galãs de terceira divisão que tiveram carreira curta, o inglês Gary Daniels parecia ter potencial: era boa-praça, lutava pra caramba e fisicamente fazia um tipo menos bombadão e mais “gente como a gente”. Infelizmente, apesar de uma carreira duradoura que já passou dos 50 filmes, Daniels nunca chegou a ser devidamente reconhecido (o mais longe que chegou foi apanhar de Jet Li como vilão secundário ou terciário em “Os Mercenários”). O que é uma pena, porque ele tem alguns filmes classe C bem honestos e divertidos, certamente muito melhores do que a maioria das coisas que o Jason Statham está fazendo hoje. É o caso de “Riot”, que foi lançado no Brasil com dois títulos - primeiro como “Gangues Selvagens”, depois como “Ruas Violentas”. A trama é simples e eficiente, lembrando um cruzamento de “The Warriors” com “Fuga de Nova York”: depois que um tumulto de proporções épicas transforma todo um bairro pobre de Los Angeles em terra de ninguém, um agente especial (Daniels, claro) é obrigado a infiltrar-se na área tomada por marginais e saqueadores para resgatar a filha do embaixador inglês. Com um orçamento decente, “Riot” poderia ter sido um senhor filme de ação. Sem orçamento algum, como aconteceu aqui, ele até funciona dentro das suas limitações, mas o espectador passa o filme todo imaginando como aquilo poderia ser melhor e maior. Para as cenas do tumulto no início, por exemplo, os realizadores tiveram que se virar com imagens reais, o que garante autenticidade e economia. E ajuda ter um diretor especializado em ação de baixo orçamento como Joseph Merhi, que fez coisas toscas porém interessantes por aqueles anos. Graças a ele, algumas cenas de ação são ótimas, como aquela em que Daniels enfrenta um grupo de motoqueiros e acaba sendo perseguido por um deles com o corpo e a moto em chamas (Motoqueiro Fantasma?). Infelizmente, faltam alguns elementos importantes no roteiro para justificar certos absurdos. Passei o filme todo pensando que o herói poderia ter se escondido em qualquer prédio na zona de conflito e esperado pelo amanhecer e pela intervenção policial/militar, ao invés de arriscar a vida nas ruas tomadas por bandidos; somente no final do segundo ato o filme surge com uma justificativa para ele ter que deixar a área com urgência, o que soa como enganação. Enfim, é um excelente argumento que continua picando e esperando para virar algo bem melhor e maior.

 Comendo pelas Beiradas - Filme 2008 - AdoroCinema

Comendo pelas Beiradas (2009)

ULOZTO

Ex-lutador de boxe, campeão mundial de pesos-pesados,agora, é dono de um restaurante. Decide criar uma pequena competição entre funcionários: quem conseguir o maior número de vendas levará para casa o prêmio de US$ 10 mil. Para o perdedor, um destino trágico: uma luta de boxe contra o patrão - e a certeza de muita dor!

Imagem

A Traição (2001)

ULOZTO Senha: shareflash.net

Três amigos estão em um emaranhado de decepção e traição neste suspense sobre um triângulo amoroso que termina em tentativa de assassinato. Quando David acorda num leito de hospital, descobre através da investigadora Anne Anders, que sua namorada Jenny e o amigo Alan estão desaparecidos. Logo se torna claro que os três estão envolvidos num estranho caso no qual tanto David como Alan estavam dispostos a pagar qualquer preço para ganhar o coração de Jenny.

stonehearst-asylum

Refúgio do Medo (2014)

1FICHIER / MEGA

Um jovem recém graduado na faculdade de medicina assume um cargo numa instituição mental e logo se vê apaixonado por uma de seus colegas - e tal distração não permite que ele perceba uma terrível mudança no corpo de funcionários.

 calvary

Calvário (2014)

1FICHIER / MEGA

O Padre James é um bom sacerdote em uma pequena cidade. Em uma confissão, alguém ameaça de matá-lo em uma semana porque quando era criança foi abusado por outro sacerdote. Muito perturbado, o Padre James continua com suas visitas diárias aos cidadãos, e descobre que não há escassez de abuso doméstico, racismo, tendências de suicídio e niilismo extremo.

Dark Horse (2011)

MEGA

Abe (Jordan Gelber) é um jovem executivo, que trabalha na empresa de seu pai, Jackie (Cristopher Walken). Mas Abe é arrogante, imaturo, e principalmente, nerd. Ele vive às turras com seu pai, e sua mãe, Phyllis (Mia Farrow). tenta confortá=lo sempre. A família é judia, e tem todos aqueles chiliques tradicionais da comunidade. Um dia, Abe conhece Miranda (Selma Blair), uma mulher problemática e depressiva, por quem Abe se apaixona perdidamente. A partir daí, sua vida se transforma em um inferno, com família, doenças, irmão e tudo o mais querendo invadir a sua vida.
Solondz é o cronista do pessimismo. Em todos os seus filmes, os personagens são infelizes, depressivos, melancólicos e os temas da morte, sexo e religião também são recorrentes. Aqui, Solondz ainda faz severas críticas ao conservadorismo judeu, como um empecilho a felicidade das pessoas. O elenco está todo excelente, e é sempre bom rever Mia Farrow, fazendo uma referência aos seus personagens dos filmes de Woody Allen. O filme alterna humor negro, e na sua parte final, entra fundo no drama. A narrativa lembra bastante o filme "Um homem sério", dos irmãos Coen, que também tratava dos temas da religião judaica, culpa, medo.

 ATIVIDADE PARANORMAL 3 (2011) - DOWNLOAD - TUDO SOBRE SEU FILME

Atividade Paranormal 3 (2011)

UPTOBOX

Dennis (Christopher Nicholas Smith) adora filmar e possuí até uma ilha de edição em casa, montada na garagem. Casado com Julie (Lauren Bittner), com quem tem duas lindas filhas Katie (Chloe Csengery) e Kristi (Jessica Tyler Brown), ele resolve propor a ela que seja feita uma filmagem de uma transa dos dois. O que ele não contava é que um terremoto iria atrapalhar o momento de fetiche, mas também revelaria uma estranha imagem em sua gravação. Curioso com o fato, ele mostra para a esposa que não liga e também para um amigo (Dustin Ingram), que fica igualmente intrigado. Os dois acabam instalando mais de uma câmera na casa e o que eles passam a ver marcará para sempre o futuro de todos.

MAGNATAS DO CRIME (The Gentlemen, 2019)

MEGA / GOOGLEDRIVE

O que dizer de Guy Ritchie? Em 1998 vi seu primeiro longa, “Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes”. Era um sub-Tarantino, uma variação de “Pulp Fiction” como tantas outras, mas até achei divertidinho. Dois anos depois, em 2000, vi seu segundo filme, “Snatch – Porcos e Diamantes”, que era basicamente a mesma coisa que o outro: bandidos bobos com nomes engraçados falando mais rápido do que o cérebro humano consegue processar, duzentas reviravoltas por segundo, violência “divertida”, trilha sonora esperta e edição modernex, cheia de cortes rápidos e com narrativa fora de ordem cronológica. Pra mim era o bastante, e resolvi que já tinha perdido tempo demais com o cineasta inglês. Corta para vinte anos no futuro, e depois de aventurar-se com Sherlock Holmes, Madonna, o Agente da U.N.C.L.E. e até com o Rei Arthur, Guy Ritchie tem um novo filme sobre o submundo do crime, “The Gentlemen”, que parece animador. Resolvo interromper meu jejum; afinal, em 20 anos o cara já deve estar fazendo algo diferente, não é mesmo? Pois bem, e isso não é spoiler: não, Guy Ritchie continua fazendo o mesmíssimo filme! A trama simplória, sobre um traficante norte-americano que vive em Londres e tenta vender suas lucrativas plantações de maconha, é narrada fora de ordem, está repleta de bandidos bobos com nomes engraçados (como Big Dave e Dry Eye; este último um oriental, claro), falando mais rápido do que o cérebro humano consegue processar, duzentas reviravoltas por segundo, violência “divertida”, trilha sonora esperta (onde rola até “That's Entertainment”, do The Jam) e aquela edição modernex que já cheira a naftalina, com cortes rápidos e toda sorte de brincadeiras narrativas, incluindo cenas repetidas por dois pontos de vista. Enquanto o Tarantino, que popularizou muitas dessas coisas lá atrás, soube se reinventar, e lapidar seu estilo para não ficar tão repetitivo, Ritchie continua chutando pra torcida, ou, neste caso, para seus poucos fãs (se é que ainda restou algum). Nem acho que “The Gentlemen” é um filme ruim; mas é que parece tão datado, tão “anos 1990”, que fica aquela velha sensação de se estar ouvindo a mesma piada pela décima vez – ela pode até ser bem contada, e ainda nos fazer rir ao final, só que já ouvimos antes (e, no caso em questão, a piada repetida ainda dura duas horas!). Para quem tiver paciência, e não se importar em rever “Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes” refeito pela enésima vez, há alguns momentos bem divertidos envolvendo Matthew McConaughey, Hugh Grant (o “narrador” que NUNCA cala a boca) e até o sumido Colin Farrell. Certa visão ferina sobre o mundo do cinema hollywoodiano (o personagem de Hugh Grant está contando a história do filme como se fosse um roteiro que escreveu) também diverte, e revela certa mágoa de Ritchie com o sistema que lhe deu fama e fortuna. Seja como for, duvido que verei qualquer outra coisa do diretor pelos próximos vinte anos – e duvido que ele faça algo diferente pelos próximos vinte anos.

Morte no Funeral - Filme 2010 - AdoroCinema

Morte no Funeral (2010)

ASSISTA ON LINE / UPTOBOX

Aaron (Chris Rock) é casado com Michelle (Regina Hall) e ainda vive na casa do pai. Quando o pai morre cabe a ele, por ser o filho mais velho, cuidar do funeral. Apesar da tristeza diante do ocorrido, Aaron busca forças para recepcionar os parentes, entre eles seu irmão Ryan (Martin Lawrence), um famoso escritor. Só que, desde o início, vários incidentes ocorrem durante o funeral. Mas o pior ainda está por vir, quando surgel Frank (Peter Dinklage), um anão misterioso que ninguém sabe o porquê de estar ali.

Kingsman - O círculo dourado (2017)

MEGA / DriveGoogle / 1FICHIER

Diretor do "Kingsman" original, e também do 1º "Kick Ass", Matthew Vaughn fez dessa sequencia uma divertida e irreverente aventura, repleta de efeitos especiais e muita bizarrice, assemelhando-se aos desenhos animados de "Tom e Jerry" e "Papaléguas". São exemplos de desenhos violentos, e "Kingsman - O circulo dourado" tem muitas mortes grotescas, tão insanas que a gente acaba se divertindo. Ou você acha que uma pessoa que é moída num grande moedor, e consequentemente, vira hambúrguer para ser devorado é para ser levado à sério? E a pessoa responsável pelas mortes hiper violentas é a mega traficante Poppy, interpretada por uma sensacional Julianne Moore, se divertindo com uma persona mais malvada que o pior dos chefes da Yakuza. E para elevar à enésima potência o grau de sandices divertidas, você já imaginou no Elton John, dando golpes mortais e lutando contra bandidos? Pois é, e as cenas com o famoso cantor inglês são antológicas. Acredite. O que chama atenção a esse filme é a verdadeira constelação de estrelas: além de Colin Firth e dos citados acima, tem Channing Tatum, Jeff Bridges, Emily Watson, Halle Berry e Pablo Pascal (o Oberyn Martell de "Game of thrones"). O roteiro narra mais uma aventura dos Kigsman, uma espécie de James Bond ingleses. Dessa vez, Eggsy (Taron Egerton, maravilhoso) precisa lutar contra Poppy, uma traficante refugiada no Camboja, que implanta um veneno nas drogas que comercializa, tornando seus consumidores portadores de uma doença mortal. O filme dá uma cutucada severa no Governo americano de Donald Trump, e a sua política de erradicação de tudo o que ele considera lixo, entre eles, os drogados. As cenas de ação são divertidas, criativas, e como falei, parece tudo um grande desenho animado. Diversão garantida e passatempo de primeira linha.

kingsman-servico-secreto

Kingsman: Serviço Secreto (2014)

MEGA / 1FICHIER

Enquanto os blockbusters de Hollywood vêm optando por um tom desnecessariamente solene (quem foi que pediu por um Batman sério e realista, por um James Bond sério e realista?), o inglês Matthew Vaughn se diverte como se ainda estivesse nos anos 1980, fazendo filmes-pipoca em que parece estar se divertindo junto com o espectador. Tipo “Stardust”, um filme de fantasia infanto-juvenil para adultos como “A História Sem Fim” foi para a minha geração; ou “Kick Ass”, tirando onda dos super-heróis no momento em que os grandes estúdios estão levando os carinhas fantasiados excessivamente a sério. Já com “Kingsman - Serviço Secreto” Vaughn tenta corrigir o desserviço prestado por Jason Bourne e pelo novo 007 ao universo dos filmes de espionagem: é um filme-pipoca sobre espiões para aquela geração que cresceu vendo os fimes LEGAIS do 007 dos anos 1960, 1970 e 1980! “Kingsman” foi inspirado numa HQ de Mark Millar, o mesmo maluco que escreveu “Kick Ass”. A adaptação para o cinema toma diversas liberdades poéticas, mas quase todas as mudanças foram para melhor. Vá lá que eu prefiro um nerdão-cabaço estilo Mark Zuckerberg como vilão (tipo acontecia nos quadrinhos do Millar) do que Samuel L.Jackson interpretando um nerdão-cabaço aqui, mas de resto ficou incrível. Apesar de ser uma história com um protagonista adolescente, que poderia gerar uma adaptação mais inofensiva para o público dessa faixa etária (estilo “Pequenos Espiões” ou bobagem que o valha), o diretor não se rende ao PG-13 e enche seu filme com piadas adultas e cenas de extrema violência. Tem um massacre numa igreja em que o espectador até se pega rindo de nervoso, tal a quantidade de atos de violência apresentados num curtíssimo espaço de tempo - e que, nem precisa dizer, você jamais veria numa produção da Marvel. Numa época em que “filme de ação” é concebido pensando apenas na quantidade de explosões e de CGI, “Kingsman” surpreende com lutas e tiroteios muito legais, quase sempre ao som de música pop. Tudo com aquele climão de filme do James Bond das antigas, em que o vilão tem um plano megalomaníaco e um esconderijo super-maneiro nas montanhas, uma assistente que usa próteses cortantes como arma (versão século 21 do chapéu do velho Odjobb em “Goldfinger”), enquanto os heróis utilizam aqueles gadgets absurdos e divertidos que foram aposentados nas aventuras novas do 007. Pra mim, “Kingsman” é a melhor aventura de espionagem desde “True Lies”, e lá se vão 20 anos. Infelizmente, o mesmo Vaughn deu uma derrapada feia na sequência, “Kingsman - O Círculo Dourado”, que falha em repetir as melhores coisas do original. Sabe como é, não se pode acertar sempre...

 

mapas-para-as-estrelas

Mapas para as Estrelas (2014)

1fichier / MEGA

O Cineasta canadense é famoso no mundo inteiro por mostrar em seus filmes o lado bizarro, aterrorizante, violento e monstruoso dos seres humanos. Aqui em "Mapa para as Estrelas", Cronemberg larga mão dos efeitos especiais e vai direto ao assunto: a sua matéria prima é o próprio Cinema e a sua Indústria do entretenimento. Os seres monstruosos aqui são muito piores. A ira e a inveja dominando corações e mentes de quem faz parte desse jogo: Atores, produtores, cineastas, motoristas de limunises, astros mirins, produtores de elenco, assistentes pessoais. Ninguém presta e são todos 100% doentes ou paranóicos. Cronemberg assume sua porção Robert Altman ao mostrar um olhar devastador sobre Hollywood. Mesclando drama, humor negro e violência, ele inaugura a comédia em sua filmografia de forma muito peculiar. A primeira parte do filme vai divertida e faz uma radiografia dos fetiches e loucuras de quem habita Los Angeles. A segunda parte, aí entra Cronemberg que conhecemos: Incesto, assassinatos, suicídios, neuróticos. O curioso é ver o ator Robert Pattinson, que havia trabalhado com Cronemberg em "Cosmopolis" no personagem de um rico empresário que não saia de sua limusine, agora fazendo o papel de um chofer de limusine em Hollywood. O filme narra a história de Agatha (Mia Wasikowska), uma jovem que desembarca em Los Angeles. Ela vai trabalhar como assistente pessoal da atriz decadente Havana Segrand (Juliane Moore), uma neurótica que faz terapia com o charlatão Dr Stefford (John Cusack). Ele é pai de Benjie, um astro mirim problemático. Agatha na verdade é filha de Stefford, que a internou em uma clínica psiquiatrica após ela ter tentado matar seu irmão, depois da recusa dele em querer casar com ela. Outros personagens estranhos habitam esse universo caótico construído por Cronemberg, que se baseou no livro de Bruce Wagner. O Elenco todo está formidável. Juliane Moore ganhou o prêmio de melhor atriz em Cannes 2014. Sua atuação é impecável como a louca atriz neurótica. Evan Bird também está antológico como o astro mirim Benjie. Um filme com diálogos ferinos, direção segura e de teor explosivo. Para os detratores de Hollywood, é um filme imperdível.

 Ligue Djá': Netflix divulga pôster oficial do documentário sobre o ...

Ligue Djá: o legado de Walter Mercado (2020)

MEGA / DRIVEGOOGLE

Exibido com grande sucesso no Festival de Sundance 2020, e adquirido pela Netflix, “Ligue djá” é um delicioso e extravagante filme sobre uma das personagens mais icônicas da televisão mundial: Walter Mercado, o mais famoso astrólogo da mídia, que em tempos áureos, atingiu 120 milhões de espectadores na comunidade hispânica. O astro mexicano Eugenio Derbez define quem foi Walter Mercado: “Quando o vi pela primeira vez, levei um choque: ele era homem, mulher, uma espécie de feiticeiro? Nascido em Porto Rico em 1932, no berço de uma família pobre de plantadores de cana, Walter desde criança já se via diferente de seus irmãos. Sua mãe percebeu e disse que o apoiava no que ele quisesse ser. Quando um dia, ainda criança, um pássaro caiu em sua frente, quase morto, Walter o pegou, assoprou e assim, o pássaro ressuscitou e voou. Uma vizinha viu e avisou a todos, e logo, uma longa fila se fez na sua casa, de pessoas querendo sua benção. Walter trabalhou como ator em telenovelas. Quando entrou no elenco de uma peça, foi chamado para gravar uma promo em uma rede de televisão. O produtor pediu para que Walter apresentasse um programa de astrologia, pois o viu pegando a mão de toda a equipe e lendo a sorte de todos. A partir daí, surgiu o astrólogo Walter Mercado, famoso pelo bordão “Mucho, mucho amor”. Em 2019, ano de sua morte, aos 87 anos, de insuficiência renal, Walter teve uma exposição em Miami, comemorando seus 50 anos de televisão. No Brasil, o seu ex-agente, Bill Bakula, diz que ele era conhecido pelo bordão ”Ligue djá”, rendendo até uma entrevista com Marilia Gabriela. Suas famosas capas e cristais começaram a ser confeccionados por estilistas famosos, como Versace, e as pedras, da Swarowsky. O filme se atém a vários aspectos de sua vida: a briga judicial com o ex-agente Bill Bakula, acusado de roubar milhões e tê-lo enganado; a forma como a mídia e programas de humor começara a ridicularizar a sua figura, com trejeitos afeminados e questionando a sua sexualidade; a sua vanguarda, que inspirou muitos da comunidade LGBTQIA+, sendo um pioneiro no não binarismo e assexuado; os memes da geração Millenium, que o reverenciam e perpetuam sua imagem. Celebridades como o ator porto riquinho Lin Manuel Miranda, que interpreta o musical “Hamilton” na Broadway, se enche de amores e carinho quando encontra Walter. Para quem ficou apaixonado pelo documentário da Netflix, “Tiger King”, que fala de um universo Kistch, brega e bizarro, não pode perder ‘Ligue djá”. Uma aula de extravagância e de criação de uma persona que revolucionou a cultura pop.

 

Apollo 18 - A missão proibida (2011)

UPTOBOX

Ben e Natan são 2 astronautas enviados à Lua, no ano de 1974, para uma missão na nave Apollo 18. Pisando na lua, logo eles descobrem que uma nave russa já esteve lá anteriormente, porém os ocupantes estão mortos. Quando descobrem a verdade sobre a missão, já é tarde demais. Eles não tem como sair de lá, e pior, o Governo americano não quer que eles retornem à Terra.
Interessante suspense de ficção científica, produzido pelos irmãos Harvey e Bob Weinstein. Usando a mesma narrativa da câmera subjetiva, que filma os personagens, o filme sim, usa de clichês: a película é encontrada décadas depois, e o filme é finalmente revelado. O mais interessante do filme é que o espectador nunca sabe o que acontecerá a seguir. O suspense é ininterrupto, e o filme provoca alguns sustos. Os efeitos são bons, e a produção e direção de arte também. A crítica de " O globo" odiou, mas acho que o filme cumpre o seu papel de passatempo. Uma mistura de " Alien", " O exorcista", " iluminado" e " A bruxa de Blair".

Amizade Colorida (2011) Torrent Dublado e Legendado - Baixar Filme ...

Amizade Colorida (2011)

MEGA

Senha para descompactar: www.baixedomega.com

Dylan (Justin Timberlake) é um jovem executivo de uma pequena empresa de Internet em Los Angeles. De futuro promissor, ele é dedicado ao seu trabalho. Jamie (Mila Kunis) é uma recrutadora de novos talentos, que trabalha para uma Empresa de empregos em Nova York. Jamie resolve convidar Dylan para uma entrevista na Famosa revista americana GQ, de moda. Ela vai buscá-lo no Aeroporto de NY. Em princípio reticente com a possibilidade de vir morar em NY e abandonar família e amigos em Los Angeles, Dylan se deixa levar pela falácia de Jamie. Ela o leva para conhecer a cidade. Dylan fica encantado e aceita o emprego. Porém, Jamie é sua única amiga na cidade. O tempo passa, e Jamie e Dylan estreitam sua amizade. Uma noite, enquanto assistem um filme romântico na tv, acabam discutindo o valor de uma relação, e concordam que é possível ter um relacionamento apenas baseada em sexo, sem compromissos. Acabam transando para provar a teoria. Assim, os dois mantém um relacionamento apenas de interesse sexual. O que eles não poderiam imaginar era que se apaixonariam um pelo outro.
Previsível do início ao fim, essa comédia tem o interesse focado na dupla Justin Timberlake e Mila Kunis. Os dois têm ótima química, e Justin prova que é um ator tarimbado para drama e comédia. Mila, após a indicação de atriz coadjuvante por conta de "Cisne negro", tem carisma para segurar o filme. O elenco de apoio também é outro trunfo: Patricia Clarkson, habitué dos filmes de Woody Allen, está elegante e classuda como sempre. Richard Jenkins confere verdade no personagem do pai de Dylan, portador do Mal de Alzheimer.
No mais, é um filme descompromissado, de ótima produção e com muita figuração. Poderia ter uns 20 minutos a menos. Lá pelo meio do filme, cansa.
Para assistir quando você está totalmente sem opções.

Killdozer! (1974) | Horror Amino

KILLDOZER - A MÁQUINA ASSASSINA (1974)

MEGA

 Um corpo extraterrestre cai numa ilha deserta, onde seis homens trabalham num importante projeto de construção. O estranho ser se insufla numa escavadeira e a máquina passa a ameaçar a vida dos operários.

Um grupo de trabalhadores está a construir uma pista de pouso numa ilha do Pacífico, na América do Sul. Durante o curso do trabalho, um meteorito vindo do espaço colide justamente no local e começa a emitir um som estranho.

Kelly Foreman (Walker) e o motorista de escavadeiras Mack (Urich) descobrem o meteorito que emite um som estranho. Quando a escavadeira Caterpillar D9 é usada para tentar manusear o objeto, ela passa a emitir uma luz azul que anima a máquina. Mack, que estava por perto, adoece e logo morre. Chub (Neville), mecânico da equipe, não encontra nada de errado com o bulldozer, mas ouve o som estranho por trás da colher. Kelly então dá ordens para que o trator não seja mais usado.

Não tarda para que a máquina possuída pelo mal, aparentemente sem ninguém a bordo, comece a destruir as instalações e a ceifar a vida dos trabalhadores, inclusive destrói o rádio, único meio de comunicação com o exterior, deixando os remanescentes isolados. A tripulação é logo reduzida a apenas Kelly e Dennis (Betz), os únicos sobreviventes da terrível ameaça, que terão de debelá-la mediante uma emboscada infalível. O trator, o qual parece funcionar indefinidamente, apesar da capacidade limitada de combustível, se desloca indefinidamente espalhando o terror pela ilha.

WARLOCK - O DEMÔNIO (Warlock, 1989)

MEGA

Boas histórias podem ser contadas e recontadas para o resto da vida. Que o digam as diversas versões ocidentais de “Yojimbo” e “Os Sete Samurais”, onde a mesma trama já foi transposta para o Velho Oeste, para os EUA nos tempos da Lei Seca e até para o espaço! “Warlock - O Demônio”, uma das pérolas esquecidas dos anos 1980, é uma dessas bem-sacadas variações de um argumento que deu muito certo. Como “O Exterminador do Futuro” cinco anos antes, também conta a história de um vilão indestrutível que viaja no tempo e é perseguido por um herói da mesma época, que une forças com uma mulher da atualidade para enfrentar a ameaça. A diferença básica é que no filme do James Cameron herói e vilão voltam do futuro para 1984; já em “Warlock” um poderoso bruxo e um caçador de feiticeiros viajam três séculos para o futuro de 1989. E se o Kyle Reese de “O Exterminador do Futuro” precisava impedir que o Terminator matasse Sarah Connor e ferrasse com o futuro da humanidade, aqui o caçador do século 17 (interpretado por um Richard E. Grant surpreendentemente galante!) e a mocinha contemporânea (Lori Singer) devem impedir o vilão de descriar a Criação revelando o verdadeiro nome de Deus! Óbvio que não basta apenas pegar uma história que fez sucesso e tentar recontá-la de forma disfarçada (o nome disso é rip-off, e tem aos baldes). O que realmente funciona em “Warlock” é que o roteiro de David Twohy (depois diretor do genial “Pitch Black/Eclipse Mortal”) também tem suas ótimas ideias originais, e consegue criar um universo riquíssimo com regras próprias, explicando um mínimo para que a ação possa prosseguir e deixando o espectador com vontade de saber mais sobre aquele mundo e aqueles personagens. Por exemplo: quando Grant sugere que sua parceira de caçada martele pregos nas pegadas deixadas pelo vilão no solo, de início parece uma total idiotice; mas na cena seguinte vemos que isso faz com que o vilão sinta uma dor terrível na sola do pé, num encanto tão simples quanto funcional - e sem usar um único pixel de CGI! A “bússola” usada pelo herói para perseguir o bruxo, alimentada com o sangue do vilão, é outro artifício narrativo simples e genial. Claro que se “O Exterminador do Futuro” funcionou tão bem, muito foi por causa do vilão interpretado por Schwarzenegger. Pois este aqui não seria a mesma coisa sem o inglês Julian Sands no papel-título. Meio esquecido de uns tempos para cá, Sands compõe um personagem maléfico sem apelar para gritarias, olhares malignos ou rompantes de violência. Pelo contrário, seu bruxo é refinado e elegante mesmo enquanto conversa com a pobre criança que, em alguns momentos, matará (sim, matam crianças em “Warlock”, o que acabou inspirando um crime terrível na vida real!). Tá, um grande defeito do filme é que, na maior parte do tempo, os personagens do século 17 se viram muito facilmente no futuro, inclusive para pegar aviões. Mas fica fácil esquecer esses deslizes graças às sacadas inteligentes do roteiro, tipo a mensagem deixada numa lápide no passado que aparece magicamente no presente. É uma bela aventura de horror a ser redescoberta, e que acabou virando franquia sem a menor necessidade (a Parte 2 é um slasher tão porra-louca que se torna divertido, mas a terceira é uma picaretagem da qual nem mesmo Julian Sands quis tomar parte).

CURVE - TERROR NA ESTRADA (Curve, 2015)

DRIVEGOOGLE

Erroneamente batizado “Terror na Estrada” no Brasil (embora 80% do filme ocorra efetivamente FORA da estrada), “Curve” é um thriller que começa “A Morte Pede Carona”, logo se transforma numa versão automobilística de “Gerald's Game” (o livro, pois o filme ainda não tinha saído então), e termina sendo uma das maiores bombas que vejo em muito, muito tempo. Narra o drama de uma garota que dá carona para um sujeito muito suspeito (mas, ora bolas, bem bonitão) numa estrada deserta, e não demora a descobrir que ele é um caroneiro psicopata à la Rutger Hauer. Diante de uma situação de vida ou morte, a motorista não joga o carro no acostamento para ferir ou matar APENAS o seu agressor, como manda a lógica, preferindo acelerar e voar com carro, caroneiro E ELA PRÓPRIA barranco abaixo! Pois eis que miraculosamente tanto ela quanto o vilão sobrevivem, mas, numa provável recompensa pela sua idiotice, a moça fica presa de cabeça para baixo no carro capotado, pendurada por uma perna esmagada, e agora completamente à mercê do psicopata. Este, que parece ter muito tempo nas mãos, resolve deixá-la passar vários dias e noites naquela situação (felizmente o carro está abastecido com garrafinha de água, lanterna e outros itens de primeira necessidade, tudo ao alcance da mão). O que se segue é um verdadeiro monumento à idiotice humana, que o espectador só assiste até o fim pela curiosidade mórbida de ver qual será a próxima atitude imbecil tomada pela mocinha - tipo acender uma fogueira ao lado de um carro capotado que pode estar vazando gasolina, ou apontar um revólver para um psicopata que vem lhe torturando há dias e dizer “Pare ou eu atiro!”, ao invés de atirar de uma vez! Em “Gerald's Game” a protagonista usava a inteligência para tentar se livrar da situação em que estava presa, mas a mocinha de “Curve” prefere passar dias deitada, olhando fotos e ouvindo rádio, esperando que sua perna se solte miraculosamente ao invés de, sei lá, fazer algum esforço, QUALQUER esforço, para tentar libertar-se (já que tempo, pelo menos, ela tem de sobra!). Some-se a isso o psicopata menos assustador e mais chato da história dos thrillers, e tem-se uma evidência incontestável da decadência do diretor inglês Iain Softley - um cara que, nos bons tempos, fez um puta de um filme de terror como “A Chave Mestra”.

Velvet Buzzsaw (2019)

1FICHIER / MEGA

Primeiro, um curador de galeria confunde sacos de lixo no ateliê de um artista famoso com uma obra de arte; depois, uma sangrenta cena de assassinato numa exposição é admirada por centenas de visitantes como se fosse uma instalação artística, até alguém finalmente descobrir, muitas horas depois, que o sangue e o cadáver são de verdade! Estes são alguns dos momentos mais interessantes desta outra “produção original Netflix”, cujo título é completamente gratuito e mencionado em dois segundos na história. O diretor-roteirista Dan Gilroy lança um olhar crítico e satírico sobre o mundo da arte como já havia feito com o universo da mídia sensacionalista no seu longa de estreia, “O Abutre” (que é bem melhor). Artistas, críticos, coletivos de arte e donos de galerias, ninguém se salva: são todos representados como pessoas arrogantes, interesseiras ou idiotas - às vezes as três coisas. Infelizmente, “Velvet Buzzsaw” também é um filme de terror, e é aí que a coisa complica. Conta a história de uma assistente de galeria de arte que encontra centenas de pinturas no apartamento de um vizinho desconhecido que acabou de morrer, e resolve explorá-las financeiramente. As imagens bizarras se tornam um sucesso instantâneo, mas existe um mistério terrível por trás do artista anônimo e suas pinturas começam a provocar mortes entre os envolvidos com a compra e venda dos quadros. Nada que já não se tenha visto antes e melhor, com efeitos digitais que nem sempre funcionam (quase nunca, na verdade), trilha sonora explodindo na hora do susto e nenhum grande momento realmente assustador ou memorável. O resultado não é ruim, e consegue manter o interesse do espectador principalmente durante a investigação sobre o passado do misterioso artista. Mas é um terrorzinho bem genérico, que acaba funcionando muito melhor enquanto enfoca os 'interésses', rivalidades e fogueiras de vaidades no mundo da arte e dos artistas. Já o elenco está formidável, com atuações exageradas e bem divertidas de Jake Gyllenhaal, Rene Russo, uma quase irreconhecível Toni Collette e até John Malkovich. Ninguém, além do diretor, parece estar levando a coisa muito a sério. Então talvez o resultado fosse muito melhor se o filme ficasse no terreno da comédia de humor negro, sem os (risíveis) toques sobrenaturais que provocam mais estranhamento do que medo ou repulsa.

Polar (2019)

MEGA / 1FICHIER

A sinopse desta “produção original Netflix” me fez imaginar que se tratava de um thriller policial sério: a história de um envelhecido assassino profissional que, às vésperas da aposentadoria, é caçado pelos colegas mais jovens da própria organização, simplesmente porque é muito perigoso para continuar vivo. Mas “Polar” passa longe de qualquer seriedade desde a primeira cena, que já impõe o tom caricatural, exagerado e farsesco que dominará o restante do filme. Edição videoclipeira, com cortes rápidos e múltiplas telas divididas; nomes dos personagens aparecendo grafados na tela; matadores e bandidos bem-humorados que conversam sobre assuntos mundanos; violência explícita, mas engraçadinha... Enfim, é como se o diretor tivesse entrado em coma lá pela metade dos anos 1990, após o sucesso de “Pulp Fiction” e a proliferação de todos os imitadores ruins de Tarantino, e despertasse somente agora para fazer “Polar” - porém acreditando piamente que todas estas afetações ainda estão na moda. Sem exagero: tem uns momentos em que o excesso de “estilo” incomoda; uma sensação de 'déjà vu', de que o filme está uns 20 anos atrasado, permeia a produção. Passado este estranhamento com a estética e a narrativa demodê, até que o filme é razoavelmente divertido, embora muito mais longo do que deveria (uma praga do cinema moderno). A trama lembra um cruzamento de “RED - Aposentados e Perigosos” com “John Wick”. Inclusive o personagem de Mads Mikkelsen parece um John Wick da terceira idade - não sei se foi intencional, mas Mikkelsen está visualmente parecido com o Keanu Reeves na sua série de ação, com o mesmo corte de cabelo, os mesmos ternos pretos, etc. “Polar” apela constantemente para a comédia, mas o senso de humor não é para todos os gostos (vide a cena com um gordão sendo metralhado). E a objetificação das mulheres - que aparecem sempre peladas, com shortinhos atolados na bunda ou transando em todas as posições do Kama Sutra - incomoda até um cara que cresceu vendo pornochanchadas. Aí você pesquisa e descobre que o diretor Jonas Åkerlund passou os últimos trinta anos fazendo videoclipes, alguns premiadíssimos e populares (para Madonna, Beyoncé, U2, Iggy Pop e quase todo mundo que já foi conhecido no mundo da música), o que de certa forma explica o clima moderninho e afetado do filme. Já o roteiro é baseado numa HQ, justificando também o tom caricatural dos personagens e situações. Por conta de tudo isso, eu não sei se indicaria “Polar” a não ser pelos motivos errados, sendo o principal deles a curiosidade de ver um produto audiovisual tão novo e ao mesmo tempo tão datado. Um envelhecido Richard Dreyfuss e um sem-noção Johnny Knoxville fazem pontas que ressaltam o clima de porra-louquice do longa - que, se tivesse sido lançado nos anos 1990, provavelmente seria o novo queridinho dos fãs de Tarantino, Rodriguez, Guy Ritchie e todas aquelas maluquices que pareciam tão novas e originais vinte anos atrás...

DR. GIGGLES - ESPECIALISTA EM ÓBITOS (1992)

MEGA  01 / 02 / 03 / 04 / 05

MEDIAFIRE 01 / 02 / 03 / 04 / 05

Na época em que foi produzido e lançado (princípios da década de 1990), “Dr. Giggles” já era marmita requentada: um slasher film que seguia de cabo a rabo a cartilha do subgênero das duas décadas anteriores. Tem do assassino que foge do hospício e volta à cidade-natal para se vingar até as mortes engraçadinhas antecedidas por uma piadinha do vilão, sem esquecer o personagem mais velho que lá pelas tantas conta a história de horror do passado que deu origem ao personagem-título. Ah, o vilão tem até uma cantiga infantil rimada que narra seus feitos, estilo Freddy Krueger! Revisto agora, quase 30 anos depois, “Dr. Giggles” continua o suprassumo da obviedade, mas parece bem mais divertido do que na época em que foi produzido e lançado. Talvez por culpa da série “Pânico”, de Wes Craven, que alguns anos depois, em 1996, daria origem a toda uma nova leva de pretensiosos slashers autorreferenciais que se levavam muito mais a sério do que deveriam - o extremo oposto do que se vê aqui. Originalmente lançado em VHS com o genial subtítulo “Especialista em Óbitos” (embora todo mundo lembre do título traduzido da TV, “Dr. Risadinha”), o filme nos apresenta as loucas aventuras de um médico-psicopata que foge do manicômio e volta à cidade onde seu pai, igualmente médico e igualmente psicopata, foi linchado pela população furiosa trinta anos antes. Qualquer outro personagem em cena só existe para morrer, e se havia algum desenvolvimento de personagens ficou tudo no roteiro ou no chão da sala de edição - sempre que algum coadjuvante era de repente chamado pelo nome nunca antes mencionado, eu tinha que fazer um esforço para lembrar “Ah, essa devia ser a menina biscate”“Hmmm, essa devia ser a madrasta má”, e assim por diante. Afinal, “Dr. Giggles” é um filme de vilão (está até no título!), e como tal funciona perfeitamente, desde que o espectador desligue o cérebro e não fique pensando em detalhes absurdos (tipo onde o maluco conseguiu todos aqueles instrumentos médicos modificados que usa para inflingir dor às suas vítimas). O médico demente interpretado por Larry Drake é bem legal, e muito por causa do próprio Drake, um figuraça que também apareceu, na mesma época, como vilão em “Darkman”, do Sam Raimi. Assim como “Maniac Cop” só funcionava com o grandalhão Robert Z'Dar no papel do policial homicida, duvido que o Dr. Giggles funcionaria com qualquer outro ator no lugar de Drake. De mais a mais, por trás de toda a obviedade da trama e dos personagens, o espectador fica curioso pelo próximo “assassinato divertido”, em momentos que apelam mais para o humor negro do que para o sadismo - o médico doidão parece ter um estoque interminável de piadinhas envolvendo chavões da medicina, nem todas traduzíveis para o português. Infelizmente, é perceptível que a maior parte do gore acabou no chão da sala de edição a pedido da censura, que na época estava pegando pesado com filmes de horror porque era a garotada quem mais curtia. E é claro que “Dr. Giggles” pode ser usado como um argumento incontestável por aqueles que defendem que o subgênero estava morto e enterrado pouco antes da série “Pânico”. Porque quando assassinos mascarados, acampamentos de verão e datas comemorativas já não enganavam mais ninguém, o pessoal começou a apelar para versões homicidas de profissões comuns - policial assassino em “Maniac Cop” e “Psycho Cop”, médico assassino aqui. O que teríamos pela frente se Wes Craven não tivesse revitalizado os slashers meros quatro anos depois? Um advogado assassino? Um cozinheiro homicida? Um burocrata de repartição pública psicótico que mata suas vítimas a carimbadas? Melhor nem imaginar...

Kill List (2011)

ULOZTO

Não lembro porque, mas não vi “Kill List” na época em que o filme saiu, e provavelmente ficaria mais uns dez anos sem ver se ele não tivesse sido enfaticamente sugerido durante uma conversa de mesa de bar sobre como o final mastigadinho de “Hereditário” era extremamente frustrante. Na minha ignorância, eu nem sabia que “Kill List” era um filme de terror; pensei que era um thriller! Acontece que a obra de Wheatley realmente mistura gêneros como thriller e drama, deixando o horror para seu ato final. Mas sim, é um terrorzão, e dos bons: sério e adulto, sem garotada aprontando altas confusões, sem gritaria, sem humor (intencional ou não), pesado e, principalmente, violentíssimo (com direito a uma cena em que uma pessoa é massacrada a golpes de martelo, e a câmera não desvia do alvo). Conta a história de dois assassinos profissionais contratados por um misterioso empregador para eliminar três pessoas. A primeira - um padre - não oferece maiores problemas. Mas enquanto seguem o segundo alvo, os pistoleiros se deparam com algo horripilante. Há muitas semelhanças, no estilo narrativo e visual, com a primeira temporada de “True Detective”, que veio depois (eu não duvido que o Nic Pizzolatto tenha visto e se inspirado em “Kill List”). Em ambos, um mundo já horripilante de violência real é subitamente invadido pelo horror ainda maior de um universo sobrenatural, povoado por ocultistas, cultos sanguinários e sacrifícios humanos. A maneira como este segundo universo se manifesta lentamente sobre a suposta normalidade do primeiro deixa o espectador desnorteado, perdido, sem saber que rumo o filme vai tomar - tanto quanto os protagonistas, que não entendem o que se passa e descobrem que suas armas automáticas (ou martelos) não são tão eficientes contra um inimigo desconhecido. Ou seja, mais ou menos como “Hereditário”, descontando a parte das armas automáticas e martelos. Mas, ao contrário deste, o filme de Wheatley não entrega uma conclusão repleta de explicações didáticas para o espectador, preferindo deixar no ar algumas possibilidades. Quando os créditos finais começam a subir, você se pega relembrando o filme inteiro para tentar entender melhor a conclusão (tipo a imagem do “corcunda”, que o diretor já tinha mostrado antes num outro contexto). Ou pode simplesmente desistir de encontrar uma justificativa para o que viu e ficar ainda mais incomodado - porque talvez, como no mundo real, nem tudo de horripilante que acontece tem uma explicação a ser encontrada num velho livro com as passagens importantes sublinhadas.

UM DIA DE CAOS (Mayhem, 2017)

DRIVEGOOGLE

Outra bela produção independente que quase ninguém viu, “Um Dia de Caos” é o sonho molhado de todo mundo que já trabalhou num lugar horrível e sonhou em dar uns cascudos nos colegas, ou um belo sopapo na cara do chefe, e sem ter que responder por isso. Eis que existe um novo vírus mortífero (estilo “The Crazies”, do George A. Romero) que joga o nível de estresse do infectado na estratosfera, aumentando sua agressividade e transformando-o num assassino em potencial. Quando este vírus se espalha acidentalmente pelo prédio de uma firma de advocacia, o local é colocado em quarentena pelas autoridades durante oito horas, até que possa se dissipar sem perigo de contágio. Injustamente demitido naquele mesmo dia, e usado como bode expiatório dos patrões para salvar o próprio pescoço num caso problemático, o protagonista Derek (Steven Yeun, em atuação divertida) resolve aproveitar a oportunidade para vingar-se violentamente dos ex-empregadores - já que uma bizarra decisão jurídica determinou que os infectados pelo tal vírus não podem ser considerados culpados pelos seus atos, o que lhes permite tocar o terror impunemente! Repleto de humor negro e violência explícita, com uma trama inconsequente que pode ser vista como uma bem-vinda variação das já batidas histórias sobre mortos-vivos ou infectados raivosos, “Um Dia de Caos” obviamente não é para todos os públicos. Faz pensar sobre como nossa civilização cheia de leis e normas de conduta desmorona rapidinho numa situação-limite. Mas obviamente o propósito do filme passa longe de gerar qualquer reflexão. Surpreende como ele é bem dirigido para o que, à primeira (e segunda) vista, não passa de uma grande bobagem - já começa com uma belíssima cena caótica em câmera lenta ao som de “La Gazza Ladra”, do Rossini (que, por coincidência ou não, também toca numa cena-chave de “Laranja Mecânica”). O diretor Joe Lynch não nasceu ontem e já está por aí há algum tempo: ele fez o segundo “Wrong Turn”, que eu particularmente acho bem bom, e um dos segmentos da divertida antologia “Chillerama”. Acho que no fim tem que comprar a ideia para se divertir, mas recomendo para quem não aguenta mais histórias de zumbis levadas muito a sério - e, especialmente, para quem também já quis dar uns tabefes nos colegas de trabalho cuzões, e pode encontrar aqui uma autêntica catarse.

Doom - A Porta do Inferno (2005)

MEGA

Algo estranho aconteceu em uma estação espacial localizada em Marte. A tripulação local entrou em estado de quarentena cinco, antes da comunicação com a Terra ser bruscamente interrompida. Para investigar o caso é enviada uma equipe especialmente treinada para resolver problemas inesperados, que exijam que seus integrantes entrem em ação o mais rápido possível. Só que desta vez eles não tem a menor idéia de qual é o inimigo que precisam enfrentar.

 

DOOM: ANNIHILIATION (2019)

MEGA / DRIVEGOOGLE

Não quero parecer nenhum velhinho sábio estilo Sr. Myagi, mas quando comecei a jogar “Doom” a internet ainda era mato, o jogo vinha em CINCO disquetes daqueles grandões e você tinha que ficar instalando e desinstalando ele ou o Windows 3.0, porque os HDs dos computadores da época não tinham espaço para as duas coisas (nem se sonhava com GIGAS de armazenamento naquele tempo). Estamos falando da primeira metade dos anos 1990, quando “Doom” virou febre como um dos pioneiros no estilo 3D shooter - aquele tipo de jogo em que você enxerga a ação pela visão em primeira pessoa. E eu fiquei literalmente viciado no negócio, de decorar a localização de cada inimigo e de cada passagem secreta. Talvez por isso minha decepção com a primeira adaptação do jogo para o cinema em “Doom - A Porta do Inferno” (2005), e minha simpatia pela sua nova encarnação fílmica, um reboot produzido a toque de caixa direto para DVD (ou será que agora é direto para streaming?) chamado “Doom: Annihilation”. Se o filme anterior tinha cara de superprodução e até astros (The Rock, lembram?), este aqui é uma tralha visivelmente B ou C, sem atores conhecidos, sem muita grana (o que fica notório principalmente nos efeitos digitais), e numa escala bem menor. Mas que se dane, ficou muito mais parecido com o jogo em que se baseia, e me trouxe boas memórias daqueles anos todos em que EU percorri corredores repletos de demônios armado com espingardas e serras elétricas. “Doom: Annihilation” foi escrito e dirigido por um tal de Tony Giglio, que também deve ter jogado muitas horas de “Doom”. O resultado passa longe do brilhantismo e parece um fan film, feito por e para fãs, que deu a sorte de cair nas mãos de um grande estúdio. Podia ter uns bons 20 minutos a menos e uns bons milhões de verdinhas a mais, mas me lembrou do porquê eu gostava tanto do jogo. A história, ao contrário da adaptação de 2005, é bem fiel ao game: mostra cientistas abrindo um portal para o Inferno enquanto trabalham com experimentos de teletransporte numa base científica em Marte. Um grupo de marines é enviado para averiguar e vira presa fácil dos demônios que infestam o local. O jogo já começava com todo o pelotão exterminado e você tendo que controlar o único sobrevivente pelos corredores repletos de inimigos. O filme, infelizmente, perde tempo apresentando todos esses personagens que vão morrer, até que sobra apenas a protagonista, batizada Joan Dark (argh!). Podiam muito bem ter matado todo mundo nos primeiros 15 minutos e fazer da jornada solitária da marine sobrevivente o próprio filme, como acontecia no jogo. Podiam até ter feito isso em primeira pessoa, ora bolas (a cena em primeira pessoa do filme de 2005 era a única coisa que prestava ali). Mas, como já escrevi, Giglio deve ter jogado bastante “Doom” na vida e fez o filme para outros apaixonados. O design das roupas dos marines e das armas é idêntico, dos demônios também. Os cenários são bem parecidos com aqueles corredores escuros que víamos tão pixelados na tela do nosso PC nos anos 1990. O visor do capacete usado pelos protagonistas às vezes abre um mapa da estação espacial, como acontecia no jogo quando você teclava TAB. E além das armas (incluindo a famosa BFG-9000), também foram utilizadas as chaves coloridas que abrem determinadas portas. Infelizmente, o filme não consegue criar a mesma tensão e senso de urgência do jogo. Aquela coisa de “Vou virar esse corredor escuro e dar de cara com um puta demônio assustador!”. Aquela coisa de “Cadê a maldita chave que preciso para abrir essa porta AGORA?”. E, claro, VOCÊ NÃO PODE JOGAR, então equivale a ficar assistindo seus irmãos ou amigos jogando, sem poder participar da coisa. Pelo menos há muito mais violência que na versão de 2005, e dá uma bela dica de como o jogo “Doom”, mesmo passando longe de ser Shakespeare, ainda pode render um filme bem decente em mãos mais habilidosas. Mas só recomendo para quem gosta de ficção científica/ação/horror classe B, e tem saudade daqueles filmes vagabundos direct-to-video dos anos 1990, em que tudo parecia de plástico. Para todo o resto da humanidade, “Doom: Annihilation” parecerá apenas a bomba que provavelmente é.

Cães de Aluguel - Ingresso.com

CÃES DE ALUGUEL (1992)

MEGA / DRIVEGOOGLE

Joe Cabot (Lawrence Tierney), um experiente criminoso, reuniu seis bandidos para um grande roubo de diamantes, mas estes seis homens não sabem nada um sobre os outros e cada um utiliza uma cor como codinome. Porém durante o assalto algo sai errado, pois diversos policiais esperavam no local. Mr. White (Harvey Keitel) levou Mr. Orange (Tim Roth), que na fuga levou um tiro na barriga e morrerá se não tiver logo atendimento médico, para o armazém onde tinha sido combinado que todos se encontrassem. Logo depois chegou Mr. Pink (Steve Buscemi), que está certo que um deles é um policial disfarçado e eles precisam descobrir quem os traiu. Em um clima de acusações mútuas a situação fica cada vez mais insustentável.

Dvd 007 - contra O Homem com a Pistola de Ouro | Filme e Série Dvd ...

007 – Contra o Homem com a Pistola de Ouro – 1974

Mega

Quando uma bala de ouro chega ao quartel-general da inteligência britânica com um "007" gravado nela, se acredita que James Bond (Roger Moore) será o próximo alvo de um assassino profissional (Christopher Lee) que cobra um milhão de dólares por serviço. Assim, Bond vai investigar a situação e acaba descobrindo que o objetivo do matador internacional seqüestrar um cientista, que inventou um conversor solar capaz de resolver a crise de energia no planeta.

Imagem

OS ABUTRES TÊM FOME (1970)

ULOZTO / 4SHARED 01 / 02 / 03 / 04

DRIVEGOOGLE 01 / 02 / 03 / 04

SENHA PARA DESCOMPACTAR: TELADECINEMA&RUBESCHGO

Durante a Revolução Mexicana, Hogan, um mercenário americano aliado dos juaristas, salva uma mulher raptada e prestes a ser molestada por bandoleiros do deserto. Após ser liberta, a mulher, quase despida, surpreende o cowboy ao vestir um hábito de freira, dizendo-se chamar irmã Sara. Hogan concorda em acompanhar a irmã Sara durante o resto da travessia do deserto, mesmo sabendo que isso o atrasará, pois a mulher monta uma mula carregada e lenta. Ela se mostrará uma companheira competente em várias situações de perigo que os aguardam. Mas o cowboy não sabe de toda a verdade sobre a religiosa.

 Ver a imagem de origem

Top Gang - Ases Muito Loucos (1991)

MEGA 1080P / MEGA 720P

Sean "Topper" Harley (Charlie Sheen) é um piloto de avião bastante arrogante, principalmente porque deseja superar a fama do pai que era a de um piloto desastrado. Ele, então, é chamado para cumprir uma missão: Destruir as plantas nucleares de Saddam Hussein. Topper acaba por se envolver em um monte de confusões enquanto luta contra os terroristas e também contra o seu colega de trabalho, para saber quem fica com a mocinha no final.

Top Gang 2 - A Missão (1993)

MEGA 1080P / MEGA 720P

Topper Harley (Charlie Sheen) está aposentado, e vive em um monastério budista. Só que a CIA pede para que ele lidere mais uma missão ao Iraque, para ele resgatar homens que foram mandados para resgatar homens que também foram mandados para resgatar prisioneiros da Guerra do Golfo que foram deixados para trás. Lá, ele irá encontrar mais uma vez sua tão querida Ramada (Valeria Golino), e enquanto se encanta por ela, vai liderar a Top Gang nessa missão de resgate.

O Vingador Tóxico 4 – 2000

MEGA

 Durante uma missão que dá errado, o herói Toxic Avenger abre uma ponte entre a sua cidade, Tromaville, e uma dimensão paralela, chamada Amortville. Toxie é sugado para esta versão alternativa do seu universo, enquanto o herói de Amorville, uma versão malvada de Toxie chamada The Noxious Offender, vai parar em Tromaville.

O Vingador Tóxico Parte 3 – 1989

MEGA

Depois de limpar a cidade de Tromaville dos bandidos, o herói Toxic Avenger percebe que não tem mais nada para fazer. Procura emprego, mas percebe que não há muitas oportunidades para um gigantesco monstro gerado por lixo tóxico. Quando descobre que sua namorada Claire pode voltar a enxergar com uma cirurgia revolucionária, Toxie acaba aceitando um emprego na Apocalypse Inc., a maléfica corporação vista em “Toxic Avenger Part II”, em busca de dinheiro para pagar a operação. Mas, sem saber, ele pode estar vendendo a alma ao demônio.

O Vingador Tóxico 2 (1989)

ASSISTA ON LINE / ULOZTO

Tudo estava em paz em Tromaville até a chegada da Apocalypse Inc., uma maléfica corporação que pretende transformar a cidade em depósito de lixo tóxico. Enquanto isso, o herói local, Toxic Avenger, vai para Tóquio à procura de seu desaparecido pai – que pode ser um integrante da máfia.

O Vingador Tóxico (Toxic Avenger, 1984)

MEGA / MAIS MEGA / 1FICHIER

O jovem Melvin Junko (Mark Torgl), um faxineiro atrapalhado que é constantemente desprezado e humilhado pelos freqüentadores de uma academia de ginástica da cidade de Tromaville até o dia em que cai num tanque de lixo químico e torna-se o Vingador Tóxico. A partir daí, ele começa a perseguir gangues e bandidos da cidade.

SPACETREK66 - DVD COMANDO DELTA 3 - O JOGO DA MORTE

Comando Delta 3: O Jogo da Morte – 1991

1FICHIER / MEGA

Quando um grupo de terroristas ameaça detonar uma bomba atômica em plena cidade de Nova York, o Comando Delta é chamado para mais uma missão. Mas dessa vez, eles terão que se unir a um grupo de soldados soviéticos. Ambos os grupos terão que deixar suas diferenças de lado e se unir para salvar a vida de milhares de inocentes.

Comando Delta 2 – Conexão Colômbia - Filme 1990 - AdoroCinema

Comando Delta 2 – Conexão Colômbia – 1990

MEGA / 1FICHIER / DRIVEGOOGLE

Quando o famoso chefão do tráfico de drogas Ramon Cota (Billy Drago) captura uma equipe de agentes americanos do departamento de controle de narcóticos bem como um dos membros do Comando Delta de Scott McCoy e os aprisiona em seu esconderijo em San Juan, o Comando Delta entra em ação, iniciando uma guerra contra o poderoso império da cocaína.
Enfrentando todas as adversidades, McCoy e seu esquadrão precisam lutar muito até a batalha final para libertar os reféns e destruir o impiedoso mestre do crime.

serena

Serena (2014)

1FICHIER / MEGA

Na época da grande depressão, na Carolina do Norte, o futuro do império madeireiro de George Pemberton se complica quando ele se casa com Serena.

 mcfarland-usa

McFarland dos EUA (2015)

1FICHIER / MEGA

Um treinador e professor que tem mudado muitas vezes por incidentes em sua carrera, finalmente chega a uma das cidades mais pobres dos Estados Unidos: McFarland, California. Lá ele descobre um grande potencial entre vários estudantes da escola secundária e lentamente transforma-los em corredores de campeonato y leva-los mais adiante do que ele poderia imaginar.

Nação assassina (Assassination Nation, 2018)

1FICHIER / MEGA

“Tudo o que você precisa para fazer um filme é uma arma e uma garota”, já dizia Godard. Pois bem: “Assassination Nation” tem quatro garotas e muitas, muitas armas! O filme já sai ganhando pontos pela cena inicial: ao som da musiquinha do Morricone para “O Pássaro das Plumas de Cristal”, a narradora alerta o espectador que a história que ele verá a seguir inclui bullying, masculinidade tóxica, homofobia, transfobia, nacionalismo e sexismo. Lembrando uma bizarra mistura de “Meninas Malvadas” com “God Bless America”, o longa escrito e dirigido por Sam Levinson mostra o caos que se desencadeia sobre uma pequena cidade norte-americana quando um misterioso hacker divulga informações íntimas e pessoais de todos os seus habitantes - não apenas nudes, mas também chats e até pesquisas em sites pornô! Com as pessoas perdendo qualquer noção de civilidade e literalmente se matando pelas ruas, quatro garotas precisam somar forças para sobreviver quando uma delas é falsamente acusada de ser a responsável pelo vazamento das informações, e a cidade decide linchá-la para restabelecer a lei e a ordem. “Assassination Nation” é um filme certeiro para o momento em que vivemos. Este em que fake news destróem vidas e reputações sem piedade e sem direito de defesa; em que a intimidade vazada na internet leva ao linchamento público e muitas vezes ao suicídio. Não por acaso, enquanto saem pelas ruas cometendo as maiores barbaridades e atos de violência contra pessoas que até ontem eram seus vizinhos e colegas de escola, personagens usam chavões como “Patriotic citizens” e “We're good people!” (qualquer semelhança com “Nossa bandeira nunca será vermelha” “Cidadãos de bem” é mera coincidência, mas não parece). A mensagem é evidente: uma crítica à hipocrisia da sociedade que julga o outro até ter seus próprios podres divulgados. Mas a resposta sugerida pelo longa não é exatamente das mais sensíveis: apela para o revanchismo puro e simples, com as protagonistas armando-se até os dentes e literalmente entrando em guerra contra a cidade inteira! A impressão que fica é que “Assassination Nation” tem medo de levar mas a sério os vários temas relevantes que aborda, aqueles mesmos que foram elencados pela narradora na cena inicial. Embora o conceito da intimidade vazada seja assustador, o longa acaba apelando para humor negro e situações absurdas na tentativa de atenuar os horrores que mostra. Também é uma pena que uma mensagem tão atual acabe um tanto perdida num filme com exagerado visual 'modernex', que usa e abusa de afetações narrativas e estilísticas mais do que datadas. Muitas são completamente desnecessárias, tipo a tela dividida que acompanha três ações quando apenas uma é digna de interesse para o espectador. O resultado é divertido enquanto passatempo, mas bate na trave enquanto crítica social (o citado “God Bless America” saiu-se muito melhor). PS: Há uma interessantíssima referência a um filme japonês sobre delinquentes juvenis dos anos 1970 (“Zubekô Banchô: Zange no neuchi mo nai”), e no ato final as meninas vestem trajes parecidos com os das japinhas!

Crítica: Enterrando Minha Ex (2014, de Joe Dante) | Minha Visão do ...

ENTERRANDO MINHA EX (Burying the Ex, 2014)

UPTOBOX

Sei muito bem que não está fácil pra ninguém, mas é realmente muito triste acompanhar a morte lenta de dois dos heróis da minha infância e campeões da Sessão da Tarde, John Landis e Joe Dante. Pelo menos o primeiro está se resguardando e não dirige nada, bom ou ruim, desde 2010. Enquanto isso, o pobre Dante segue insistindo e passando vergonha - como é que um cara genial como ele assina um troço tão bobo quanto este “Enterrando Minha Ex”? Trata-se de uma comédia romântica de humor negro com romance demais e humor negro de menos. Conta as agruras de um rapaz (Anton Yelchin, morto cedo demais na vida real, e num acidente idiota) que precisa lidar com a ressurreição da sua ex-namorada morta, e isso justamente quando superou a perda e está apaixonado por outra (Alexandra Daddario, melhor coisa do filme). É o tipo de situação em que um cara como o Dante poderia pirar, mas infelizmente o resultado fica numa escala muito aquém do que o argumento promete. O humor negro envolvendo a presença da morta, e da sua progressiva decomposição, rende uma ou duas piadinhas bem fracas - neste mesmo campo, “A Morte lhe Cai Bem”, do Robert Zemeckis, lançado vinte anos antes, foi muito mais criativo. Parece até que o roteiro do estreante Alan Trezza (inspirado num curta que ele mesmo dirigiu anos antes) não sabe aproveitar a presença da morta-viva, que passa a maior parte do filme escondida em casa. E a completa estupidez e passividade do protagonista, que prefere ficar escondendo a ex transformada em zumbi ao invés de tentar resolver a situação, também incomoda. Lá e cá, Dante despeja um caminhão de citações a filmes antigos (o nome da morta-viva é Evelyn, numa óbvia brincadeira com “The Night Evelyn Came Out of Her Grave”, e daí para baixo). Rende uns poucos sorrisos amarelos, mas parece ter sido dirigido por qualquer cabeça-de-bagre recém-saído da faculdade de cinema, e não por um verdadeiro autor que, no passado, nos entregou maravilhas como os dois “Gremlins”. Triste fim...

 O Vizinho - Filme 2008 - AdoroCinema

O Vizinho - 2008

MEGA / ASSISTA ON LINE

Chris (Patrick Wilson) e Lisa (Kerry Washington) são um casal interracial: ele branco e ela negra. Os dois se mudam para a casa que sempre sonharam, na Califórnia, prontos para iniciar uma nova e feliz fase em suas vidas. O que eles não esperavam é que teriam que enfrentar seu novo vizinho, o abusivo policial Abel Turner (Samuel L. Jackson), que se sente extremamente desconfortável com o relacionamento dos dois. Fazendo patrulhas noturnas e se intrometendo na vida do casal, ele não vai parar até expulsá-los da sua vizinhança.

 projeto-almanaque

Projeto Almanaque (2014)

1fichier / mega

Um grupo de amigos descobre os planos para uma máquina do tempo, eles constroem-la e usam-la para ganho personal. Mas quando começam a surgir grandes problemas e desastres devido a o uso da máquina, eles devem viajar para o passado para se certificar de não construí-la em primeiro lugar.

annie-port

Annie (2014)

1FICHIER / MEGA

Diretor da comédia "Amizade colorida", com Justin Timberlake e Mila Kunis, Will Gluck faz uma moderna adaptação do musical da Broadway, "Annie", já levada aos cinemas por John Houston em 1982. Trocando a menina ruiva pela menina negra Quvenzhané Wallis (de "Indomável sonhadora"), Gluck provocou a ira dos puristas. Mas antenado com a época do politicamente correto, Gluck distribui seu elenco com outros personagens negros, incluindo Jamie Foxx, no papel de Will Stacks, o candidato a presidente linha dura que se apaixona pela menininha órfã. Eu amo musicais, e aqui, tudo é uma delícia: as músicas ("Tomorrow" é um mega clássico que eu já havia ouvido na voz de Grace Jones), a fotografia, o elenco (todo mundo divertido, incluindo Cameron Diaz, injustamente candidata a pior atriz coadjuvante no "Framboesa de Ouro:"). Aliás, no IMDB o filme tem uma péssima média, com nota 5. Aqui no Brasil, as críticas foram bem favoráveis, incluindo a de Rodrigo Fonseca​ no jornal O Globo. O que realmente acho que deveria ter acontecido era ter cortado meia hora do filme. Acho inconcebível um filme infanto-juvenil ter 2 horas de duração. No máximo 90 minutos. Em ritmo de alegria, o filme transcorre colorido e dinâmico o tempo todo, sem dar descanso. Entremeado por uma história que, ao pé da letra, é bem dramática (meninas órfãs maltratadas por uma pilantra alcoólatra que só pensa no dinheiro do seguro social), "Annie" conquista pela delicadeza das cenas musicais, pelo talento de seus atores, que não tem medo do ridículo e se jogam 100% nos seus personagens. É um filme família, que no entanto, não sei se encontra respaldo por parte do público infantil, pelo menos aqui no Brasil. Lá nos Eua, o filme foi um sucesso, arrecadando mais de 100 milhões de dólares. A história é bem singela, narrada quase que em tom de conto de fadas: Annie mora com outras meninas órfãs e sonha um dia encontrar seus pais verdadeiros. Elas moram com uma Bêbada que as maltrata. Um dia, Annie vai salvar um cachorro quase é atropelada, sendo salva pelo candidato a presidente Will Stacks. Um vídeo amador bomba no Youtube e Stacks tem sua candidatura elevada às alturas. Ele resolve convidar Annie para fazer parte de sua campanha, e aos poucos, ela vai amolecendo seu coração de ferro. Mas um dia, os pais verdadeiros surgem, e querem levar Annie embora.

Headshot (2016)

1FICHIER / MEGA

Este filme de ação da Indonésia chegou a ser comparado à obra-prima “The Raid / Operação Invasão” na época do lançamento, e não por acaso traz no elenco três atores vistos em “The Raid 2”, incluindo o protagonista Iko Uwais. Azar dos realizadores, pois isso acaba criando uma expectativa muito grande que não se justifica. Trata-se da milionésima versão daquela mesma trama batida sobre o criminoso que é traído pela sua organização mas sobrevive para se vingar. O protagonista aqui (Uwais, claro) perdeu a memória após sofrer um atentado realizado pelos antigos colegas, e acabou num hospital gravemente ferido e sem identidade. Os bandidos pretendem completar o serviço de qualquer maneira, forçando o desmemoriado herói a fugir, lutar e recuperar as lembranças no processo, entre uma porrada e outra. Segue-se um festival de tiroteios e pancadarias, mas sem nada de realmente novo ou muito emocionante. Os tiros e esguichos de sangue em CGI incomodam de início, mas quando a coisa entra no corpo a corpo, meu amigo, a brutalidade rola solta, com direito a rostos esmagados a socos, fraturas expostas e outras imagens dignas de filme de horror (não por acaso, este é o gênero em que a dupla de diretores geralmente atua, vide o sanguinolento “Macabro”). “Headshot” traz também os bandidos mais lazarentos dos últimos tempos, daquele tipo que não hesita em metralhar uma van repleta de inocentes só para mandar uma mensagem ao herói, capazes de fazer até o Gandhi sair a gritar para a tela da TV que “bandido bom é bandido morto”. O resultado fica na média mas batendo na trave - uma espécie de sub-“The Raid”, longo demais, que podia tranquilamente ter uns 30 ou 40 minutos a menos.

A ÚLTIMA RESSACA DO ANO (Office Christmas Party, 2016)

1FICHIER / MEGA

Quem nunca teve a oportunidade de participar de uma festa de fim de ano da firma provavelmente nunca sentiu aquele misto de vergonha-alheia e melancolia ao testemunhar colegas de trabalho, às vezes até os chefes, enchendo a cara e pagando um mico federal – a situação é ainda mais traumática quando quem enche a cara e apronta é VOCÊ! Enfim, trata-se do argumento perfeito para uma comédia inconsequente, mas infelizmente este “A Última Ressaca do Ano” não consegue aproveitar o potencial da coisa. O filme mostra como a festa de Natal dos executivos almofadinhas de uma empresa de tecnologia sai rapidamente do controle, graças aos excessos com álcool e (acidentalmente neste caso) com cocaína. Podia ser um filmão para adultos na linha do sucesso “Se Beber, Não Case!”, mas as únicas cenas mais ou menos engraçadas estão no trailer, de maneira que ninguém precisa perder tempo com o longa. Confesso que esperava algo na linha do clássico “A Última Festa de Solteiro”, onde o que parecia uma simples festinha privê entre adultos vira um autêntico pandemônio “adultescente” regado a sexo e drogas, mas a coisa nunca chega nesta escala. A falta de inspiração é tão grande que, ao invés de focar nas doideiras da festa em si, os roteiristas preferem ficar criando subtramas românticas e um ato final completamente dispensável em que o patrão da turma é sequestrado por um serviço desonesto de prostitutas, e seus funcionários precisam resgatá-lo. Enfim, não é exatamente ruim, mas pra bom também não serve, e é uma tremenda bola-fora vindo da dupla que dirigiu o muito mais engraçado “Escorregando para a Glória” (2007), com Will Ferrell e Jon Heder.

Instinto Predador (2019)

1FICHIER / MEGA

Todo mundo já sabe, mas recordar é viver: era uma vez um sujeito malucão chamado Nicolas Cage, que encasquetou de virar ator e ficou conhecido pela sua excentricidade tanto dentro quanto fora do set, mas pelo menos tentava dar uma segurada quando o diretor gritava “Ação!”. Só que esses tempos de “Despedida em Las Vegas” e “Coração Selvagem” há muito já passaram, e hoje o astro (ex-astro?) já nem se esforça mais. Primeiro, topa qualquer coisa - de aventura de época a filme evangélico -; depois, assumiu um bizarro estilo de interpretação do tipo “quanto mais descontrolado, melhor”, pois assim ele pode continuar virando meme e ficar eternizado pelo menos nas redes sociais, já que nas bilheterias não está rolando. “Primal” é um desses trabalhos que Cage pegou menos pelos méritos artísticos da coisa, mais para pagar o aluguel e poder tocar o terror na frente da câmera. Ele interpreta (do seu jeito característico, óbvio) Frank Walsh, um caçador ilegal que se sustenta vendendo animais raros no mercado negro. Na cena inicial, que dá o tom do restante do filme pela gritaria e tosquice, o protagonista sua a camisa para pegar um enorme jaguar em plena Floresta Amazônica! Aí ele dá o azar de embarcar no mesmo navio onde está sendo transportado um assassino perigosíssimo. Que, claro, lá pelas tantas foge da cela, solta todos os animais transportados (inclusive o felino faminto) e começa uma competição para ver quem mata mais o elenco humano, ele ou a bicharada. E agora, quem poderá nos defender, ainda mais diante de soldados das Forças Especiais que parecem criancinhas assustadas que nunca dispararam um tiro na vida? Um descontrolado Nicolas Cage, claro - e qualquer semelhança com “Con Air” NÃO deve ser mera coincidência! “Primal” é uma aventura sem-vergonha e ridícula, que diverte pelos motivos errados e que teria interesse zero sem o astro malucão no elenco. Lembra bastante um filme B dos anos 1990 chamado “Tentáculos”, que também se passava num barco, onde o elenco humano era destroçado por um monstro marinho em CGI (coincidentemente, os dois títulos trazem Famke Janssen no elenco). A pegada aqui é mais ou menos a mesma: tem que ter nascido ontem para não adivinhar de cara quem morre e quem vive. Os animais produzidos por computação gráfica são horríveis, mas felizmente eles são a ameaça secundária; o verdadeiro foco do filme é o jogo de gato e rato entre Frank e o assassino psicopata, turbinado pela presença de serpentes venenosas e outras criaturas perigosas em liberdade. Mas tudo bem despretensioso, besta até; aquele tipo de filme feito sob medida para o Domingo Maior, que desaparece da mente em minutos, mesmo com as excentricidades e gritarias de Nicolas Cage. Para públicos específicos, mas acredito que melhore bastante se visto sob efeito de álcool/drogas.

Resultado de imagem para homem aranha longe de casa

HOMEM-ARANHA – LONGE DE CASA (Spider-Man: Far from Home, 2019)

MEGA / DriveGoogle 1080p

Ultimamente, o pessoal do Marvel Studios vem demonstrando um curioso talento para fazer ótimas aventuras de estreia de seus heróis somente para estragar tudo nas sequências. Foi assim com a continuação de “Homem-Formiga”, e a bola da vez é o Homem-Aranha. Após o simpático e divertidíssimo “Homem-Aranha – De Volta ao Lar”, que não deixava nenhuma saudade dos filmes do Sam Raimi, o mesmo diretor Jon Watts descarta tudo que havia funcionado no anterior ao fazer esta sequência, “Longe de Casa”. E isso que o argumento era promissor: o jovem Peter Parker e seus colegas partem numa viagem escolar à Europa, onde o rapaz precisa lidar, ao mesmo tempo, com múltiplas tentativas frustradas de confessar seu amor pela colega MJ e com a aparição frequente de misteriosos monstros gigantes vindos de outra dimensão. Se no filme anterior as doses de aventura, comédia e comédia romântica funcionavam e pareciam bem dosadas, isso acontecia porque Parker/Homem-Aranha lidava com desafios do seu tamanho - problemas na escola, problemas em casa, problemas financeiros e um vilão HUMANO. Por isso soa estranho rever o mirrado herói enfrentando monstros com dez vezes o seu tamanho e muito mais poderosos do que ele - uma ameaça digna do time completo dos Vingadores. Claro que há uma reviravolta lá pela metade para justificar que tudo não passou de um plano diabólico do vilão da vez, o Mysterio de Jake Gyllenhaal, aqui em uma versão mais realista que estraga o clássico arquiinimigo dos quadrinhos (tipo fizeram com o Mandarim em “Homem de Ferro 3”). O pior é que a suposta explicação dos poderes do vilão torna o filme todo ainda mais ridículo, porque seus efeitos de “ilusionismo” jamais funcionariam naquela escala. Em meio ao festival de efeitos e destruição pela Europa, Watts desperdiça o que havia de mais interessante no filme anterior: os dilemas adolescentes do jovem Peter Parker e seu relacionamento com MJ, com o amigo gordinho Ned e demais colegas. A Tia May de Marisa Tomei, coitadinha, quase que foi apagada da trama, a locação na Europa é completamente desperdiçada, e o roteiro parece insistir em transformar o herói numa espécie de “Homem de Ferro Júnior” – tanto seu uniforme quanto seus poderes estão cada vez menos parecidos com o Aranha dos gibis e mais semelhantes aos de Tony Stark. Talvez a ordem fosse justamente fazer um filme mais leve e mais bobo para entreter os fãs da Marvel após a cacetada que foi “Avengers – Endgame”, mas não me convenceu. Ainda há alguns momentos pontuais e piadinhas que salvam o filme da total perda de tempo, e de ser tão ruim quanto “Homem-Formiga e a Vespa”; Tom Holland parece ter nascido para o papel, intercalando inocência e trapalhadas com bravura quando necessário; e uma aparição-surpresa no final, que cria um link inusitado entre este novo Aranha e a série dirigida pelo Sam Raimi, deixa as portas escancaradas para uma sequência, com um gancho muito bem bolado. Quiçá os realizadores reavaliem as prioridades e coloquem o personagem de volta nos trilhos até lá.

Caçada ao Presidente (2014) Torrent Dublado e Legendado - Baixar ...

CAÇADA AO PRESIDENTE (Big Game, 2014)

UPTOBOX

Esta simpaticíssima “aventura infanto-juvenil para adultos” poderia ter sido um dos meus filmes preferidos de todos os tempos se eu tivesse visto na Sessão da Tarde quando moleque. Óbvio que só vi agora, depois de marmanjo, porque o próprio filme é recente, mas ele traz todos aqueles elementos que eu adorava nas produções dos anos 1980. Imagine “Risco Total” misturado com “Fuga de Nova York”, mas com um moleque de 13 anos no lugar do Stallone ou do Kurt Russell, e o resultado é este filme aqui. O tal garoto (Onni Tommila) vive numa região remota da Finlândia e precisa cumprir o “ritual de passagem” da sua tribo para provar que é um grande caçador: embrenhar-se sozinho por uma floresta congelada para matar algum grande animal usando apenas seu arco-e-flecha. Seu objetivo é provar aos adultos da vila (e especialmente ao seu pai) que não é apenas uma criança mimada, mas sim “um deles”. Ocorre que, no mesmo momento, o Air Force One é abatido por terroristas ali pertinho, e o pequeno caçador vê-se obrigado não apenas a provar sua coragem como caçador, mas também resgatar o presidente dos Estados Unidos - ninguém menos que Samuel L. Jackson, interpretando uma versão casca-grossa de Barack Obama! Confesso que voltei à infância ao ver um molequinho salvando Samuel L. Jackson (!!!) de terroristas usando apenas um arco-e-flecha! Infelizmente, “Caçada ao Presidente” não fez o sucesso que deveria e foi pouquíssimo visto, mesmo para a geração que, como eu e o diretor finlandês Jalmari Helander, cresceu justamente com esse tipo de filme. Para quem arriscar e embarcar na proposta, certamente será um nostálgico retorno àquelas belas aventuras infanto-juvenis tipo “Os Heróis Não Têm Idade” (que eu também amo), em que a presença de uma criança como protagonista não poupa o espectador de tiros, explosões, cadáveres ensanguentados ou da morte violenta dos vilões! Fica a dica principalmente para os leitores que já passaram os genes adiante: entre um filme de super-herói e outro da “Frozen”, coloquem os pequenos para ver filmes bacanas como este aqui, que são autênticos formadores de caráter!

CAÇADOR DE DEMÔNIOS (Don’t Kill It, 2016)

DRIVEGOOGLE

Começando por “The Convent” (que parece “Demons” sob efeito de ecstasy), passando por “The Gravedancers” (um filme B sobre fantasmas realmente assustador), até chegar aos monstros gigantes dos impagáveis “Big Ass Spider” e “Lavalantula”, o diretor Mike Mendez tem demonstrado um talento único para fazer filmes muito divertidos com pouquíssimo dinheiro - e que, infelizmente, ainda não alcançaram grandes audiências. Seu recente “Don’t Kill It” é a epítome do "'cinema Mendeziano": curto e grosso (menos de 90 minutos), estrelado por um ícone dos anos 1980 (Dolph Lundgren), repleto de cenas absurdas de morte e violência, e reciclando situações já vistas em outras produções (a idéia, Mike confessa, veio do clássico filme B “The Hidden”, do Jack Sholder). Vários astros de ação dos anos 1980 enfrentaram o Capeta - incluindo Chuck Norris, em “Perigo Mortal”, e Schwarzenegger em “Fim dos Dias” -, e agora Mendez faz este favor a Lundgren, colocando-o como um caçador de demônios veterano em busca de uma criatura particularmente maligna, que possui corpos humanos e força o hospedeiro a sair matando desenfreadamente. Quando o corpo é morto ou destruído, o demônio imediatamente pula para a pessoa que o matou, tornando a contenção da ameaça um tantinho complicada. O enredo poderia ser um desastre se levado muito a sério, mas felizmente Mike não chega nem perto de fazer isso. O personagem de Lundgren, chamado Jebediah Woodley (!!!), é uma caricatura ambulante, e o ator deve ter mais diálogos nos 80 minutos de “Dont Kill It” do que em toda a sua carreira! A habitué do gênero Kristina Klebe também aparece como agente do FBI/parceira do “herói”. Mesmo trabalhando com um orçamento visivelmente baixo, o diretor arregaçou as mangas e produziu cenas de ação e violência explícita impressionantes, como o banho de sangue na reunião do conselho da cidade, que lembra (em uma escala pequena, mas igualmente sanguinolenta) o massacre da igreja em “Kingsman - Serviço Secreto”. Infelizmente, a recepção nos EUA foi muito fraca, mesmo tendo recebido críticas muito boas e entusiasmadas. Isso significa o fim prematuro de um personagem fantástico (o “caçador de demônios” Jebediah Woodley), que poderia render toda uma franquia de histórias de horror classe B. Enquanto isso, um negócio sem nenhum neurônio como “Sharknado” já soma inacreditáveis SEIS filmes! O mundo é realmente um lugar muito injusto.

ENTRE FACAS E SEGREDOS (Knives Out, 2019)

1fichier / mega

Depois de sofrer backlash por nerds virjões por causa do “polêmico” (ironia) “Star Wars – Os Últimos Jedi”, o diretor Rian Johnson poderia ter se deixado abatar pela fama de “maldito” e viver a chorar as pitangas pelos cantos. Mas resolveu mandar recado dirigindo e escrevendo este “Knives Out”, uma delícia de filme feito especialmente para quem cresceu lendo Agatha Christie e Sir Arthur Conan Doyle (ambos citados abertamente na trama). Foi um inesperado sucesso que, ironicamente, acabou mais badalado do que o “Star Wars” seguinte (o frustrante “A Ascensão Skywalker”), e ganhou até indicações ao Oscar e ao Globo de Ouro, mandando um belo “Chupa!” para os chorões que reclamavam que ele tinha estragado “Star Wars”. “Knives Out” é um 'whodunit', aquele tipo de mistério onde alguém investiga um assassinato e tenta descobrir o criminoso entre vários suspeitos. Algo cômico, algo misterioso, trata da morte de um famoso autor de thrillers policiais, e a disputa que se inicia entre a sua nada amorosa família pela milionária herança. Daniel Craig interpreta o detetive fodão que tenta ajudar a polícia a descobrir se algum dos parentes teria matado o velho pela sua fortuna. Mas a investigação será complicada por dois motivos: primeiro, todo mundo ali tinha motivo para despachar a vítima; segundo, a história por trás do “crime” é bem diferente do que parece. Trata-se do tipo de roteiro que parece simples de começo, mas só parece. Sua história vai se desdobrando em algumas ótimas surpresas, do detetive fodaralhaço que na verdade é um grande bobão ao culpado do crime sendo revelado desde cedo, nos levando a torcer para que ele/ela consiga apagar as pistas que levam à sua identidade. Falar mais sobre a trama estragaria algumas destas surpresas, mas é fato que Johnson conseguiu fugir com esperteza e certa elegância das convenções do gênero, criando reviravoltas novas e inesperadas. Embora a duração de 130 minutos seja um tanto excessiva, o elenco de astros e estrelas, todos muito à vontade interpretando canalhas, me lembrou aquelas luxuosas adaptações de Agatha Christie feitas nos anos 1970. Além de Craig, tem Jamie Lee Curtis, Don Johnson, Michael Shannon, Toni Collette, o Capitão América, e até Christopher Plummer, veteraníssimo e ainda batendo cartão. Há umas farpas políticas lá e alguma crítica social cá, mas ao final sacramenta-se que “Knives Out” não passa de uma grande bobagem, mas uma grande bobagem muito divertida.

CAPITÃ MARVEL (Captain Marvel, 2019)

1FICHIER / MEGA

“Eu não preciso provar nada a você!”, diz a Capitã Marvel interpretada por Brie Larsen antes de fulminar, com o máximo dos seus poderes, o inimigo machão que pedia uma briguinha mano a mano para ver qual dos dois era o melhor lutador. A sentença também cai como uma luva para toda a galerinha que fez campanha contra o filme antes mesmo de ele chegar aos cinemas, reclamando da representatividade que este defende nas telas e fora delas. Pois bem: mesmo não precisando provar nada para ninguém, “Capitã Marvel” é uma delícia de filme de aventura e um fenômeno de bilheteria (tendo faturado mais de um bilhão de dólares só nos cinemas). Cheguei a colocá-lo na minha lista dos 10 melhores de 2019, pois foi um dos raros filmes de super-herói recentes a me fazer sentir como um garotinho na sala de cinema – uma experiência parecida com a que tive quando vi o “Superman” do Richard Donner ou o “Batman” do Tim Burton pela primeira vez, e que estava cada vez mais difícil de reproduzir. Isso porque, ao contrário de outros filmes recentes do próprio Marvel Studios, “Capitã Marvel” tem alma: ele pega uma heroína relativamente desconhecida do grande público e consegue escapar de praticamente todas as armadilhas inerentes ao formato do “filme de origem”. A protagonista é “Vers”, uma guerreira alienígena Kree, cuja raça está em eterno combate com os arquinimigos Skrulls (transmorfos que podem assumir a forma de qualquer criatura viva). Durante uma missão, ela cai na Terra dos anos 1990 e faz parceria forçada com um jovem Nick Fury (Samuel L. Jackson, rejuvenescido por CGI), numa época anterior ao surgimento de todos os outros super-heróis do Universo Cinematográfico Marvel - o que acaba rendendo belas piadas e referências aos outros filmes que vieram antes, mas que se passam cronologicamente depois. Assim como o espectador, Brie Larsen (absolutamente fantástica como protagonista) vai descobrindo aos poucos a verdade sobre sua identidade e a plena capacidade dos seus incríveis poderes. E é uma jogada de mestre, considerando que a Capitã, a exemplo do Superman, é poderosa DEMAIS, e fica muito difícil criar um filme inteiro ao redor de uma personagem que pode destruir facilmente qualquer ameaça na Terra ou fora dela. Não contente, o roteiro bem construído (assinado pela dupla de diretores mais Geneva Robertson-Dworet) vai adicionando camadas e mais camadas para agradar a diferentes tipos de público. Há um quê de buddy movie na parceria forçada entre Vers e Fury, que começam se odiando e terminam por respeitar-se mutuamente. Há um sentimento de nostalgia com a ambientação na década de 1990, que permite inclusive utilizar uma trilha sonora descoladíssima e formada quase que totalmente por sucessos executados e/ou compostos por mulheres. Há uma radical mudança de rumo em relação aos gibis, alterando o protagonismo-antagonismo em relação a Krees e Skrulls, dando ares de novidade mesmo para quem já é especialista nos quadrinhos Marvel. Há o impagável gatinho Goose, mascote da heroína, que, num dos melhores momentos do filme, se revela uma inesperada arma de destruição em massa. E há referências obscuras aos gibis para saciar os nerds, tipo a aparição de uma ainda criança Monica Rambeau (cuja versão adulta, nos quadrinhos, foi Capitã Marvel durante certo período). Tudo isso somado dá origem a uma das grandes surpresas do Marvel Studios, embora a partir de agora seja muito complicado fazer a personagem funcionar num novo filme solo. E este é, provavelmente, o melhor filme de super-heroína já produzido, o que nem chega a ser grande vitória quando os competidores são filmes bons-porém-problemáticos como o recente “Mulher Maravilha”, ou bombas atômicas tipo o “Supergirl” de 1984 e o “Elektra” com a Jennifer Garner...

FACA NO CORAÇÃO (Un Couteau dans le Coeur, 2018)

MEDIAFIRE

Um belíssimo 'neo-giallo queer' que pode ser resumido assim: é como se o Dario Argento, na sua melhor fase, tivesse escrito o roteiro de “Cruising / Parceiros do Crime”, do Friedkin, e dado para o Almodóvar dos tempos de “Matador” dirigir. O resultado é um filme com cenas "artísticas" de assassinato inseridas numa história no limite da paródia, repleta de cenários e figurinos kitsch. Estamos na Paris de 1979 e no universo do cinema pornográfico gay. Vanessa Paradis interpreta uma diretora especializada no gênero que está em crise após separar-se da companheira. Enquanto tenta terminar um novo filme, seus atores começam a ser assassinados por um psicopata mascarado cuja arma é um... dildo com uma faca embutida na ponta! Depois do segundo crime, e percebendo que a polícia não tem lá muito interesse em investigar a morte de gays, a diretora resolve adicionar os assassinatos como tema principal do pornô que está filmando e rebatizá-lo “Homocidal”, dando ares de metalinguagem à história. Lindamente filmado, “Faca no Coração” mostra que o diretor Gonzalez não apenas tentou homenagear o cinema de gênero dos anos 1960-70, como muita gente vem fazendo por esses tempos, mas também aprendeu direitinho o que tornava esses filmes tão especiais e eficientes. Seu thriller tem um psicopata com visual assustador, horror e absurdo em doses eficientes, uma belíssima trilha sonora plena de personalidade própria (que não se limita a copiar Morricone ou Bruno Nicolai), e ainda toneladas de referências ao cinema do mencionado período - da trama que bebe confessadamente de “O Pássaro das Plumas de Cristal”, do Argento (novamente com uma imagem funcionando como catalisador da fúria homicida do vilão), ao icônico vestido da “Miss Muerte” de Jess Franco, reutilizado num número musical. Uma pequena obra-prima que merece ser mais conhecida – mesmo que a ambientação e o teor queer do argumento possam assustar e afastar certa parcela do público.

JOJO RABBIT (2019)

1FICHIER / MEGA / DRIVEGOOGLE

Não poderia haver filme mais adequado e necessário para o Planeta Terra dos anos 2020 do que este simpático “Jojo Rabbit”. Em sua mistura peculiar de drama com humor negríssimo, ele usa a Alemanha Nazista como cenário para uma valiosa lição sobre humanidade e empatia - e isso num momento em que idiotas começam a desfilar com suásticas até no Brasil (algo que nem me espanta mais num país em que significativa parcela da população é simpática à volta da Ditadura Militar). Jojo Betzler é um garoto de 10 anos que vive na Alemanha perto do fim da Segunda Guerra. Tímido e solitário, ele tem Hitler como amigo imaginário (interpretado pelo próprio diretor Waititi!) e entra para a Juventude Hitlerista, aquela organização que treinava crianças e adolescentes alemães para os ideais nazistas, por encontrar ali uma sensação de pertencimento a algo maior. Logo está deslumbrado com o punhal que recebe para matar judeus e com a grande fogueira de livros que ajuda a alimentar. Mas o que Jojo fará quando finalmente encontrar um judeu de carne e osso pela frente - no caso, uma menina - e descobrir que... Bem, que não passa de um ser humano exatamente igual a ele? “Jojo Rabbit” é, antes de tudo, uma fábula sobre a cultura do ódio e sobre como é fácil criar “inimigos” - vide as crianças sendo preparadas para odiar judeus pelos motivos mais absurdos possíveis. Sam Rockwell praticamente rouba o filme compondo um personagem tanto cômico quanto trágico: o oficial nazista que já percebeu que a guerra está perdida, mas continua treinando garotinhos como bucha-de-canhão porque, afinal, precisa seguir as ordens que vêm de cima (num tapa de luva no totalitarismo que está voltando à moda). Há ainda críticas ferinas àquele ultranacionalismo demente da Alemanha de Hitler, que também voltou à moda em pleno século 21 - o que prova que não se aprende nada com a história, mesmo. Infelizmente, o filme começa com uma sequência de créditos ABSOLUTAMENTE GENIAL, em que cenas reais de Hitler sendo recebido por multidões ensandecidas são editadas com uma versão em alemão de “I Wanna Hold Your Hand”, dos Beatles (criando uma curiosa analogia entre o amor pelo líder nazista e as mãozinhas erguidas no 'Heil Hitler' com o fenômeno popular da Beatlemania), e nada que o filme faça depois chega aos pés desta montagem. Então parece que Waititi se auto-sabota ao queimar seu principal cartucho logo de começo. Lá pela metade, também, o ritmo dá uma titubeada e o filme parece perder um pouco o tom. Mas a força da trama e da mensagem fazem de “Jojo Rabbit” um dos filmes obrigatórios do ano - além de um dos mais divertidos. Obviamente, ele vem gerando polêmica desde sua estreia nos festivais, pois muita gente argumenta que “não se deve brincar com coisa séria” - neste caso, o nazismo. Esquecem, talvez, que 20 anos atrás o italiano “A Vida é Bela” ganhou uma cacetada de prêmios (inclusive o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro) fazendo a mesmíssima coisa. E que, às vezes, “brincar com coisa séria” é apenas uma maneira de falar sério de uma forma mais acessível ao grande público (já que, pelo que se vê, aulas e livros de história não estão mais funcionando).


 

Álbum de Família (2013)

MEGA

Barbara (Julia Roberts), Ivy (Julianne Nicholson) e Karen (Juliette Lewis) são três irmãs que são obrigadas a voltar para casa e cuidar da mãe viciada em medicamentos e com câncer (Meryl Streep), após o desaparecimento do pai delas (Sam Shepard). O encontro provoca diversos conflitos e mostra que nenhum segredo estará protegido. Enquanto tenta lidar com a mãe, Barbara ainda terá que conviver com os problemas pessoais, com difíceis relações com o ex-marido (Ewan McGregor) e com a filha adolescente (Abigail Breslin).

Um Álibi Perfeito (2014)

MEGA

Mitch (Dominic Cooper) sai com os amigos para um bar, e no fim da noite, embriagado, ele pega o carro para voltar para casa. Um homem aparece em seu caminho, e Mitch o atropela. Sem saber como agir, e pensando não ter sido visto por ninguém, ele deixa o cadáver na rua e foge. Nos dias seguintes, outro homem, Clinton (Samuel L. Jackson) é incriminado pelo assassinato, e o advogado chamado para defendê-lo é justamente Mitch.

Você é O Próximo (2013)

MEGA

Enfim, um bom suspense com atores decentes e uma trama que lembra "Funny games", "Eles", "Last house of the left" e outros filmes do gênero "Marginais invadem uma casa e vão matando um a um seus moradores". Um filme de vingança com uma personagem que é um verdadeiro Rambo. Uma família comemora o reencontro em uma mansão isolada, reunindo pais, filhos e namorados. Porém, um grupo de bandidos mascarados acaba com a festa e vai matando a todos. Muita violência, tensão, bem articulados pelo cineasta independente Adam Wingard, que dirigiu episódios de "VHS", "VHS 2" e "O ABC da morte". Algumas mortes aqui são bizarras, como a do liquidificador. Vale a pena assistir.

Tarzan - A Evolução da Lenda (2014)

MEGA

Após seus pais serem mortos, um bebê é criado por uma gorila, que passa a tratá-lo como se fosse seu filho. Ao crescer ele se torna Tarzan (Kellan Lutz), o rei da selva. É quando precisa enfrentar um exército de mercenários enviado à floresta por um malvado executivo da Greystoke Energies, a empresa que um dia pertenceu aos pais de Tarzan. Para enfrentá-los ele conta com a ajuda de Jane Porter (Spencer Locke), uma jovem que chega à floresta após um acidente no avião em que estava.

Uma Aventura Lego (2014)

MEGA

Dirigido e escrito pelos mesmos autores da franquia "Os anjos da lei", "Uma aventura Lego" é uma anarquia do início ao fim, que fará a alegria de adultos e nerds nostálgicos. De uma só tacada, ele brinca com a saga "Star wars", faz referência a "Toy story", brinca com personagens famosos da Dc Comics (Batman, Superhomen, Mulher maravilha), dos Simpsons, Senhor dos anéis, Harry Potter e muito mais. Me impressiona o quanto que a produção não gastou somente com royalties pelos direito de uso de imagem de cada um desses personagens famosos. E mais: não economizaram nas vozes de atores famoso: Will Ferrel, Morgan Freeman, Jonah Hill, Elisabeth Banks, Channing Tatum, Chris Prata, Liam Nesson, etc. Emmet (Chris Pratt), um jovem operário padrão, é induzido por um mago e por uma heroína a acreditar que ele irá salvar o Mundo Lego das mãos do vilão Senhor dos negócios, que deseja colar a todos com cola tipo Super bonder. Essa história maluca encontra nas mãos e na mente doentia dos cineastas/roteiristas o canal perfeito para desfilar um monte de sandice, O Filme sacaneia com a linguagem do cinema, através de metalinguagens, e ousa mesclar faroeste, ficção científica, filme de pirata, aventura, romance, filme de super herói tudo no mesmo saco. A trilha sonora é hilária de tão escrota, tudo na base de sintetizadores típicos de video games anos 80. Mas a animação dos diretores foi tanta, que acabaram esticando o filme por 20 minutos a mais do que deveria. Chega uma hora que cansa tamanha esquizofrenia. Mas no geral, é um belo achado, divertido à beça. Fazia tempo que o merchandising não era usada com tamanha inteligência e com auto ironia.

A Praia do Pesadelo – 1989

4SHARED

O líder de uma violenta quadrilha de motoqueiros é executado às vésperas do feriado de Páscoa. Um ano depois, uma onda de assassinatos assola uma cidade costeira: um misterioso psicopata, vestido como o motoqueiro condenado à morte, diverte-se matando jovens em férias de verão, que são queimados vivos.

Sangue No Gelo (2013)

MEGA

O detetive Jack Halcombe (Nicolas Cage) está investigando os crimes de Robert Hansen (John Cusack), um serial killer que, há 13 anos, tem espalhado terror pelas ruas da cidade de Anchorage, no Alasca. Hansen só faz vítimas do sexo feminino. Ele já sequestrou mais de 20 mulheres e as deixou na mata, só pelo prazer doentio de caçá-las. Cindy Paulson (Vanessa Hudgens), uma jovem de 17 anos, consegue escapar das garras de Hansen e resolve ajudar o detetive Halcombe a prender o assassino.

Para Maiores - Filme 2013 - AdoroCinema

PARA MAIORES (Movie 43, 2013)

DRIVEGOOGLE / UPTOBOX

Uma das produções mais massacradas dos últimos tempos. Na época do seu lançamento, “Movie 43” foi indicado a quase todos os Framboesas de Ouro, o Oscar dos Filmes Ruins, em 2014. E ainda ganhou os principais: Pior Filme, Pior Diretor (neste caso, Diretores) e Pior Roteiro. Para mim, ultimamente o Framboesa de Ouro está muito mais interessante que o Oscar (vale lembrar que quem ganhou o Oscar em 2014 foi “12 Anos de Escravidão”, do qual ninguém mais lembra!). Encarei “Movie 43” já esperando por uma bomba atômica, mas o que vi foi uma comédia completamente imbecil e grosseira que, tirando um ou outro segmento (o filme é dividido em esquetes), consegue fazer rir do começo ao fim – desde que você tenha o devido senso de humor bizarro ou nível de retardo mental, claro. No meu caso, o mais engraçado foi ver tanto astro sério pagando mico, sob o comando de alguns dos cineastas mais sem-noção da Hollywood atual, como Peter Farrelly, James Gunn e Steven Brill. Talvez um homem com um saco escrotal no pescoço não seja algo tão engraçado se contado como piada na mesa de bar; já ver um super-galã tipo Hugh Jackman com um saco escrotal no pescoço, e ainda por cima num encontro amoroso com uma super-estrela tipo Kate Winslet, é simplesmente engraçadíssimo! E esses dois nem são os únicos astros passando vergonha ao protagonizar piadas de gosto extremamente duvidoso: tem Richard Gere como uma espécie de Steve Jobs que aprova o IBabe, um reprodutor de MP3 em formato de mulher pelada; a “Hit Girl” Chloë Grace Moretz numa situação extremamente constrangedora envolvendo a primeira menstruação no primeiro encontro; a Oscarizada Halle Berry fazendo guacamole com os peitos (e este nem é o primeiro micão dela, vide “Mulher Gato”); Terrence Howard mal segurando o riso como um treinador que tenta convencer seu time de basquete de que eles vão ganhar o jogo apenas porque são negros, e por aí vai. Não existe uma única piada no filme que não seja ofensiva ou de baixo nível, com destaque absoluto para a do sujeito que é convidado a defecar na noiva (a popular “chuva marrom”) e toma laxante para ajudar no efeito, com os resultados esperados, e sem qualquer sutileza. Enfim, eu entendo perfeitamente porque “Movie 43” foi um dos maiores fiascos de público e crítica dos últimos tempos: ninguém quer admitir, hoje, que é débil mental e se diverte com piadas tão apelativas. E o filme tem, sim, altos e baixos, sendo na maior parte do tempo mais grosseiro do que propriamente engraçado. Porém volto a enfatizar: só o fato de ter tanta gente boa/conhecida fazendo papel de palhaço (o Gerard Butler como leprechaun, pelamor...) já é metade da piada! Para públicos beeeeeem específicos, já deve saber o que esperar...

Círculo de Fogo - Filme 2000 - AdoroCinema

CÍRCULO DE FOGO (2001)

MEGA

Vasily Zaitsev (Jude Law) é um jovem atirador russo que, convencido por um companheiro político (Joseph Fiennes), torna-se o ícone da propaganda russa em plena 2ª Guerra Mundial. A fama de Vasily o torna uma lenda viva para o exército russo e desperta também a atenção do exército nazista, que envia seu melhor atirador de elite (Ed Harris) com o objetivo de matar aquele que se tornou a esperança de toda a Rússia.

O Melhor Pai do Mundo - Filme 2009 - AdoroCinema

O MELHOR PAI DO MUNDO (World's Greatest Dad, 2009)

UPTOBOX

De todos os atores/humoristas que passaram para o lado de trás das câmeras, Bobcat Goldthwait não era exatamente aquele de quem se esperaria uma carreira consistente. Pois eis que o eterno Zed (dos primeiros episódios de “Loucademia de Polícia”) acabou se demonstrando um diretor e roteirista deveras interessante, com uma obra original e de certa forma surpreendente que não se acomoda em gêneros (ele já fez até terror found footage!). Eu tinha gostado muito da demolidora sátira “God Bless America”, de 2011, e só agora vi o filme anterior escrito e dirigido por Bobcat, “World's Greatest Dad”, onde o homem já dava sinais de talento trabalhando com temas desafiadores. Trata-se de um drama sensível, cujo roteiro mistura reviravoltas inesperadas com toques de humor negro. Também é estrelado por Robin Williams, um ator que eu particularmente sempre achei insuportável. Pois a primeira surpresa é que Williams segura a onda, e ainda me fez ficar sensibilizado com o seu personagem (que lembra muito o de Paul Giamatti em “Sideways”). Trata-se de um escritor frustrado que não consegue publicar seu(s) livro(s) e tem um emprego horrível, como professor de literatura prestes a ser demitido. Para completar a vida de merda, ninguém se importa com ele, nem mesmo o filho adolescente viciado em pornografia extrema, que o humilha na frente dos colegas – digamos que o moleque é um excelente argumento para se optar por métodos contraceptivos. Mas eis que algo acontece (sem spoilers aqui!) e a vida do protagonista muda por completo: ele se transforma subitamente no “melhor pai do mundo” do título e passa a ser amado por todos, mesmo que isso aconteça às custas de uma mentira das mais cabeludas. Sim, eu sei que soa puramente como um dramalhão sobre a relação “pai e filho-problema”... E é aí que Bobcat, também roteirista, entra com o plot twist: o filme vai tomando rumos cada vez mais imprevisíveis e interessantes, mostrando como uma mentira vai crescendo até sair do controle (um tema atualíssimo em tempos de fake news que destróem reputações). O filme é triste e sensível, e a interpretação de Williams passa longe das comédias bobas pelas quais ele ficou popular; quase deixa antever a depressão que consumia o ator, e que teria provocado sua morte auto-inflingida cinco anos depois. Aliás, uma das cenas-chave de “World's Greatest Dad”, sem spoilear muito, envolve a simulação de um suicídio por enforcamento, o que torna o filme ainda mais triste quando lembramos que foi a forma que Robin Williams escolheu para deixar o palco da vida real. E quando a gente pensa em como ele poderia ter se reinventado como ator, talvez fazendo mais belezuras tipo esta aqui ao invés de “Uma Noite no Museu Parte 20”, é até difícil não ficar amargurado após ver o filme. Quanto ao cineasta Bobcat, infelizmente ele parece ter deixado o cinema (em 2013) para dedicar-se a especiais e seriados de TV. Uma pena, porque eu estava muito curioso para ver o que este maluco faria a seguir...

absolutely-anything

ABSOLUTAMENTE IMPOSSÍVEL (Absolutely Anything, 2015)

UPTOBOX / ASSISTA ON LINE / MEGA / 1FICHIER

Morto em janeiro de 2020, o gênio Terry Jones, que era um dos integrantes mais criativos do grupo inglês Monty Python (e diretor de seus grandes clássicos), tinha sido diagnosticado com demência em 2015. Talvez não seja por acaso que seu último filme de ficção, este “Absolutamente Impossível”, tenha saído no mesmo ano. Porque esta comédia ora bizarra, ora bobíssima, parece justamente fruto de uma pessoa seriamente perturbada por algum problema mental. Brincadeiras à parte, consta que Jones e o colega Gavin Scott começaram a desenvolver o argumento ainda nos anos 1990, quando o primeiro estava bem de saúde. A demora injustificada para finalmente transformá-lo em filme acabou comprometendo o projeto. Não apenas por causa dos problemas de saúde de Terry, mas também por uma questão de timing, já que o filme finalmente pronto ficou parecido DEMAIS com comédias norte-americanas tipo “Click” (2006) e especialmente “Todo Poderoso” (2003). Se neste último Jim Carrey ganhava os poderes de Deus e aprontava altas confusões, aqui é Simon Pegg quem recebe, de uma poderosa raça alienígena, o poder de fazer o que desejar (“absolutamente qualquer coisa”, como diz o título original) simplesmente acenando com uma das mãos. Certos momentos pontuais e esporádicos deixam transparecer que há um ex-Monty Python a cargo do roteiro e da direção, como quando Pegg deseja um novo pênis “que satisfaça as mulheres”, e, ao conferir o resultado, emenda: “Pode ser o mesmo, só que branco?”. Em geral, porém, “Absolutamente Impossível” é absolutamente bobo e parecido com “Todo Poderoso”, transformando-se primeiro numa comédia romântica inofensiva, e depois numa completa bobagem quando entra em cena um vilão interpretado pelo insuportável Rob Riggle. Para complementar o desastre, tem até um cachorro falante (argh!) dublado por Robin Williams, em sua última contribuição cinematográfica (póstuma, gravada pouco antes de ele cometer suicídio em 2014). Considerando que o protagonista pode fazer, repito, “absolutamente qualquer coisa”, o roteiro fica preguiçoso bem rápido, como se o herói simplesmente não soubesse o que fazer com tanto poder. E embora Pegg seja um sujeito engraçado, ele dificilmente consegue segurar um filme inteiro sozinho (vide outras tentativas, como “Maratona do Amor”). Tirando meia dúzia de piadas mais pesadas, Kate Beckinsale lindíssima e as vozes de todos os integrantes ainda vivos (à época) do Monty Python, dublando os tais alienígenas, há pouco para ver e especialmente para relembrar. Terry Jones bem que poderia ter se despedido com um filme melhorzinho.

SOBRENATURAL: A ÚLTIMA CHAVE (Insidious: The Last Key, 2018)

MEGA / 1FICHIER

O quarto e por ora último (oremos!) episódio da série “Insidious” é disparado o pior. Leigh Whannell continua assinando o roteiro, mas a direção desta feita saiu da panelinha W.W. (Wan/Whannell) e foi assumida pelo inexpressivo Adam Robitel (de “A Possessão de Deborah Logan”), o que faz a queda de qualidade parecer ainda mais gritante. A proposta cronológica do filme também é um tanto esquizofrênica: começa como prequel do prequel, mostrando a infância da personagem de Lin Shaye nos anos 1950; depois vira sequência do prequel (!!!), e no final descobrimos que cronologicamente se passa apenas alguns dias antes do filme original. Logo, na escala temporal, a trama se desenrola, ao mesmo tempo, antes dos outros três, depois do terceiro e antes do primeiro filme – boa sorte para não se perder na cronologia, embora a linha temporal seja completamente irrelevante. Neste quarto filme, a médium interpretada por Lin Shaye, que aparecia em todos os filmes anteriores, finalmente ganha o protagonismo absoluto e precisa resolver uma questão pessoal, voltando à casa onde nasceu, no Novo Mexico, para investigar uma assombração e desvendar segredos de família. Pena que tudo, da trama à execução, seja lamentável, adicionando serial killers à mistura (o que já havia acontecido, em menor escala, no segundo filme), e até “fantasmas bonzinhos” para dar uma mãozinha na conclusão. Também desperdiça uma das melhores criaturas da série, esteticamente falando. Há uns absurdos gritantes, tipo o fato de a casa da protagonista ainda reunir todos os objetos pessoais da família dela meio século depois de os caras terem saído dali – como se os novos moradores que se mudaram para o local com o passar dos anos não se importassem com aquela montanha de coisas velhas e cobertas de teias de aranha acumuladas por outras pessoas. Aliás, é como se ninguém tivesse limpado a casa ou trocado as lâmpadas em 50 anos, pois o local vive empoeirado e escuro! E é curioso (e absurdo) que o trio de parapsicólogos tenha enfrentado criaturas tão terríveis e demoníacas no terceiro e no quarto filmes, que se passam ANTES do “Insidious” original, e ainda pareça tão aterrorizado com um episódio sobrenatural relativamente mais simples como aquele visto no primeiro capítulo da série, que é cronologicamente posterior a estes outros dois citados. Enfim, que esta bomba atômica seja mesmo “A Última Chave” e que ninguém mais consiga abrir a porta para novas continuações. Até porque eu definitivamente não consigo entender (SPOILER) porque os caras mataram a personagem de Lin Shaye no final do PRIMEIRO filme para depois trazê-la de volta nos três seguintes (como espírito no segundo, em episódios cronologicamente anteriores nos dois seguintes)! Por mais que seja legal ver a atriz como protagonista, ela que sempre foi uma eterna coadjuvante, também soa como um recurso bem fuleiro para resgatar a personagem, além de diluir o choque da sua morte inesperada no final do filme original.

SOBRENATURAL: A ORIGEM (Insidious: Chapter 3, 2015)

MEGA / 1FICHIER

Sai Wan, entra o ator e roteirista da série Whannell na direção, e o nível deste terceiro filme da série “Insidious” sobe um pouquinho em comparação à Parte 2 – o rapaz se revelaria um diretor promissor, conforme demonstra o posterior “Upgrade” (2018). Mas não se engane: esta é uma sequência completamente descartável, que poderia ter qualquer outro título e ser um filme independente. “Sobrenatural: A Origem” é, como o título brasileiro anuncia, uma prequel que se passa anos ANTES das duas histórias anteriores (ainda bem, porque a trama destas já estava mais do que esgotada). Conta as desventuras de uma adolescente que, ao tentar se comunicar com a mãe morta, acaba atraindo uma entidade maligna “do outro lado” para assombrá-la. Ao contrário de Wan nos dois primeiros filmes, que deixava seus personagens livres para correrem e fugirem, neste cria-se um misto de tensão e claustrofobia ao confinar a protagonista a um pequeno espaço – atropelada logo no comecinho, ela fica com as duas pernas quebradas e é obrigada a permanecer na cama do seu quarto e à mercê do fantasma, sem poder sair correndo quando o bicho pega. Dermot Mulroney, como o pai que assiste aos fenômenos sem saber como reagir, empresta alguma seriedade à narrativa. E, como já tinha acontecido no primeiro filme, a melhor parte é enquanto só se sugere o horror e os fantasmas (por exemplo, quando a protagonista conversa com a amiga pelo Skype e a amiga pergunta quem é a pessoa ao seu lado, sendo que não há nada ali). Logo surge o conhecido time de parapsicólogos liderado por Lin Shaye e a coisa descamba para a gritaria e os efeitinhos barulhentos característicos da série, com mais uma voltinha pelo “outro lado” que meio que caracteriza a série “Insidious”. Aliás, uma coisa curiosa desta série é que, no primeiro filme, parecia super-difícil para cruzar a barreira entre os dois mundos, e a personagem da médium inclusive precisava se esforçar bastante para fazê-lo; a partir do segundo capítulo, basta fechar os olhos e contar até dez que QUALQUER PERSONAGEM já passa automaticamente para o além como se estivesse dando um passeio até o mercadinho da esquina, e ainda volta com a mesma facilidade de lá! Então, por mais que “Sobrenatural: A Origem” tenha mantido a minha atenção, também é o tipo de filme que você começa a esquecer 15 minutos depois de ver, pois não acrescenta absolutamente nada ao original. Pelo contrário, tenta desesperadamente imitar e reciclar tudo que funcionou lá, inclusive os sustos. E Whannell bem que poderia ter deixado os “caça-fantasmas” dos dois primeiros filmes de fora deste, optando por uma narrativa mais concisa e original. Ao usá-los mais uma vez como alívio cômico assumido (já que aqui eles ainda estão em início de carreira e mais atrapalhados do que de costume), o diretor-roteirista-ator acaba diluindo sobremaneira o horror pesado que vinha construindo até o trio entrar em cena.

SOBRENATURAL: CAPÍTULO 2 (Insidious: Chapter 2, 2013)

MEGA

Esta inevitável primeira continuação de “Insidious” é uma daquelas que resgata todos os personagens principais do original para colocá-los numa nova barca furada (mais ou menos como aconteceu em “Poltergeist 2 – O Outro Lado”). É uma proposta corajosa, já que seria mais simples contar uma história nova com outros personagens, como sempre fez a série “Amityville”. E ao mesmo tempo uma completa burrice, porque o original já se concluía satisfatoriamente e não havia necessidade de continuar nada. Este é o grande problema de “Sobrenatural: Capítulo 2”. A trama simplesmente pega a conclusão do primeiro filme, que foi uma bela sacada lá e um último choque bem digno, e a estica por novos 1h40min. Se no original era o pai, agora é a mãe (Rose Byrne) quem precisa proteger os filhos da ameaça sobrenatural, que também é bem mais “física” do que no filme anterior, porque desta vez envolve um caso de possessão. E se o original bebia na fonte de “Poltergeist”, este aqui está mais para uma chupinhação de “O Iluminado” – com o personagem de Patrick Wilson sendo consumido pelas forças do além e ameaçando a integridade física da família tipo um Jack Torrance. Diretor (Wan) e roteirista (Whannell) do primeiro filme voltam às suas funções, bem como quase todos os personagens (inclusive alguns que morreram!). Mas isso não garante a mesma qualidade e nem o mesmo interesse. De um hospital abandonado há décadas que ainda tem todos os registros dos pacientes (organizadinhos, para que os heróis encontrem facilmente o que procuram) à subtrama que tenta explicar a origem da “fantasma” do filme original citando “Psicose” (!!!), esta sequência vai ficando progressivamente mais imbecil e duro de acompanhar. E as cenas assustadoras, tão sutis no primeiro filme, aqui se resumem a jump scares praticamente esfregados na cara (e no ouvido) do espectador, repetidos com tanta frequência que logo você está rindo dos sustos ao invés de ficar incomodado com eles. Talvez o único momento interessante seja aquele em que o protagonista, aprisionado “do outro lado”, tenta se comunicar com a família, e aí descobrimos que as suas ações no além foram diretamente responsáveis por alguns dos fenômenos estranhos vistos no filme original – dando até vontade de revê-lo só para conferir se o roteiro é mesmo tão redondinho. Tirando isso, o conjunto é bem fraco e desinteressante, e nem parece que foi escrito, dirigido e interpretado por exatamente as mesmas pessoas do filme anterior.

SOBRENATURAL (Insidious, 2010)

MEGA

Eu não vi “Insidious” na época da estreia nos cinemas dez anos atrás. Fui deixando para depois, dando prioridade a outras coisas, e de repente percebi que o negócio tinha virado uma série e já estava no QUARTO filme. Mais surpreendente ainda, a franquia era relativamente respeitada por críticos e fãs do gênero. Resolvi tirar o atraso e fazer logo uma maratona com a quadrilogia. Dirigido por James Wan e escrito por Leigh Whannell, parceiros de toda vida desde o primeiro “Jogos Mortais”, este primeiro filme não se preocupa em ser original: é uma reciclagem descarada (repetindo cenas, inclusive) de “Poltergeist - O Fenômeno”. O elemento mais criativo da coisa toda é o fato de que não é a casa que é assombrada, como em “Poltergeist”, mas sim a pessoa; logo, não adianta fugir e trocar de casa, como manda o bom senso, porque os fantasmas continuarão incomodando para onde quer que se tente fugir. E a explicação para o horror é um pouco melhor elaborada do que o velho “Alguém morreu nesta casa e agora quer incomodar os novos moradores”. O restante é puro “Poltergeist”, repetindo inclusive a presença de um time de parapsicólogos que tenta ajudar a família, onde Lin Shaye ocupa o papel que fora de Zelda Rubinstein no filme do Hooper/Spielberg. A mensagem é a mesma (a família unida pode enfrentar qualquer parada, mesmo que envolva ameaças do além), e até o clímax é igual, com o pai (Patrick Wilson) tendo que atravessar para “o outro lado” para resgatar seu filho, como a mãe atravessava para resgatar a filha em “Poltergeist”. O curioso é que mesmo sendo um pastiche, um repeteco, “Sobrenatural” ainda consegue ser um bocadinho acima da média (até porque a média de mediocridade do horror contemporâneo produzido pelos grandes estúdios é bem fácil de ultrapassar). Não duvido, inclusive, que seja melhor que a refilmagem oficial de “Poltergeist” lançada em 2015, que eu não vi e nem vou ver. Pena que Wan cai na mesma armadilha em que cairia, anos depois, com “Invocação do Mal / The Conjuring”: seu filme é muito mais interessante na primeira metade, quando apenas sugere o horror, do que no terço final, quando começa a mostrar demais e tira todo o possível impacto da coisa. Porque há algo de incômodo e ligeiramente perturbador quando o menino diz aos pais que o irmão, tecnicamente em coma, não pára de caminhar pela casa durante a madrugada; ou nos sons estranhos que vêm do quarto do bebê pela babá eletrônica; ou no clássico “Tem alguém parado atrás de você” quando o espectador não está vendo nada atrás do Fulano (um tipo de susto que até já virou clichê, e foi reaproveitado pelo próprio Wan mais tarde em seu “The Conjuring”). Ao materializar os horrores, porém, “Sobrenatural” se torna aquele mais do mesmo repleto de jump scares, em que o volume do som é mais assustador do que o susto em si. Outros pontos positivos são a presença de Barbara Hershey (que nos anos 1980 já tinha sido assombrada no assustador “O Enigma do Mal “), a trilha sonora à la Bernard Herrmann de Joseph Bishara e um choque final inesperado e bastante eficiente (que depois seria completamente destruído na continuação). Se você também deixou o filme passar em brancas nuvens na época do lançamento, eis uma boa hora para resgatá-lo do limbo – e quiçá até levar uns bons sustos.

O FAROL (2019)

1FICHIER / MEGA

Quando um filme segue a linha “muito enfeite e pouco conteúdo”, pessoas que gostam de expressões de boteco, como eu, costumam se referir à obra como um pastel de vento – bonito e apetitoso por fora, sem qualquer recheio por dentro. No caso de “O Farol”, segundo e aguardado filme do diretor-roteirista Robert Eggers, a parada é outra. Para ficar nas comparações gastronômicas, “O Farol” está mais para a chamada “pizza da casa” – aquela em que os caras jogam por cima absolutamente tudo que tem na cozinha, de fatias de salame a rodelas de abacaxi, e torcem para ninguém reclamar do excesso de sabores. À primeira vista, trata-se de um drama/thriller sobrenatural sobre o isolamento criando monstros, sejam eles da mente ou reais. Eggers trabalha com apenas dois atores (Willem Dafoe e Robert Pattinson), interpretando personagens que estão sozinhos trabalhando no farol de uma ilha distante, gradativamente odiando um ao outro e também àquele lugar. Calcado em duas interpretações soberbas (embora os diálogos longos e muito rebuscados do Dafoe comecem a soar sonolentos a partir da metade), o filme lembra, lá e cá, “O Iluminado” do Kubrick (e tenho certeza que o fato de um machado aparecer lá pelas tantas não foi exatamente uma coincidência). O problema é que Eggers trabalha com elementos demais e parece não saber o que fazer com tudo que adiciona em sua “pizza da casa” cinematográfica – logo ele que fez um filme anterior, “A Bruxa”, que funcionava exatamente pela sua simplicidade! Acaba gerando demasiada expectativa com as aparições ocasionais de ameaçadoras gaivotas caolhas, sereias seminuas e tentáculos lovecraftianos, porém termina o filme sem explicar exatamente para quê essas coisas todas servem à narrativa (se é que servem). Não me entenda mal: assim como em “A Bruxa”, o sujeito demonstra um domínio absoluto da câmera, e um cuidado que beira a obsessão com a fotografia (inclusive reproduzindo quadros e gravuras famosas). Mas TALVEZ ele precise de uns roteiros melhorzinhos, e coloco ênfase no "talvez" porque ninguém além de mim parece estar reclamando. “O Farol” é aquele tipo de história tão abstrata, tão aberta a variadas interpretações, que parece feito sob medida para gerar pancadaria entre cinéfilos na mesa de bar. “Pô, tu não entendeu que cena tal é uma recriação do quadro Hypnose, do Sascha Schneider?”. Sim, e ficou lindão. Mas e o que isso acrescenta à narrativa, caceta? O diretor-roteirista sugere que um montão de coisa está acontecendo ou vai acontecer, e termina o filme sem confirmar qualquer uma das muitas teorias que cria, fazendo com que a interpretação de Fulano sobre os acontecimentos seja tão correta quanto a de Beltrano ou a de Sicrano. Pelo menos até que o próprio Eggers venha a público “explicar” o que queria dizer, e isso é sempre uma derrota. Do jeito que está, o filme todo pode ser o delírio de um jovem lenhador que perdeu o juízo no Canadá, uma história de fantasmas onde um dos personagens está morto, ou sequer existe (estilo “Clube da Luta”), ou uma simples história de vingança sobrenatural movida pela morte de uma gaivota – o que, para os marinheiros, é sinal de desgraça. Se entrarmos no campo do simbolismo, então, a coisa vai ainda mais longe (já vi análises abordando simplesmente o farol enquanto elemento fálico). Então sim, é um filme feito com absurdo talento e filmado num preto-e-branco belíssimo, que rende imagens fantásticas. O lado “artístico” contagia o espectador a ponto de fazê-lo perdoar possíveis defeitos na história (ou inexistência de). Só que eu acho que preferia uma narrativa mais tradicional, algo menos aberto, e quiçá alguma tesourinha em certo excesso de afetação – tipo a trilha sonora que tenta criar uma tensão inexistente onde o recurso sequer é necessário.

A TRAVESSIA DE CASSANDRA (1976)

ASSISTA ON LINE / MEGA

Alguns terroristas atacam um laboratório químico e acabam contaminados com vírus letal, que não tem cura. Um deles morre no hospital, mas o outro consegue fugir e embarca num trem, espalhando assim a epidemia. Enquanto isso, a polícia e o exército tentam tomar o controle da situação.

Malone - O Justiceiro (1987)

1FICHIER / GOOGLEDRIVE / MEGA

Agente da CIA aposentado volta à ativa quando é ameaçado por um poderoso milionário, enfrentando assassinos pagos para matá-lo.

SUPER SNOOPER - UM TIRA GENIAL (1980)

DEPOSITFILES

O policial Dave Speed (Terence Hill) é escalado para uma missão em uma antiga reserva indígena, próxima a um campo de treinamento militar. Quando Dave está fazendo uma investigação no local, um míssil nuclear explode e a radiação lhe dá super poderes. Agora Dave é capaz de mover objetos com a força do pensamento, descobrir crimes misteriosos, saltar de prédios, e seus amigos não conseguem entender nada.

Ver a imagem de origem

A Dupla Explosiva - 1974

DRIVEGOOGLE / 1FICHIER

Kid (Terence Hill) e Ben (Bud Spencer) são dois pilotos que acabam chegando empatados em primeiro lugar em uma corrida automobilística. O grande prêmio era um buggy que acaba sendo destruído pelo ataque de um gângster local à loja onde o veículo estava estacionado. Enfurecidos, Kid e Ben buscam retribuição e a restituição do buggy deles.

Assassinato nos Estados Unidos - Filme 1987 - AdoroCinema

ASSASSINATO NOS ESTADOS UNIDOS (1987)

UPTOBOX  SENHA: teladecinema_blog

A nova primeira-dama dos Estados Unidos vem sofrendo vários atentados de terroristas, e agora vai passar a ser protegida por um competente agente do FBI. Mas o que ninguém esperava era que, ao que tudo indica, as ordens para sua morte partem da Casa Branca.

STUBER – A CORRIDA MALUCA (Stuber, 2019)

1FICHIER / MEGA

Se tem uma coisa que o cinema norte-americano faz bem são comédias de ação protagonizadas por duplas completamente diferentes, mas forçadas a unir esforços por um objetivo em comum. A fórmula funcionou à perfeição nos anos 1980 (em sucessos como “48 Horas”), e segue sendo reciclada até hoje. “Stuber” é uma bela versão contemporânea do argumento. O brutamontes Dave Bautista interpreta um policial que fez um procedimento nos olhos e ficou com a visão comprometida, e justo no dia em que surge a oportunidade de dar um flagrante no sádico terrorista que persegue há tempos (interpretado por Iko Uwais, de “The Raid”). A solução que o tira encontra para tentar pegar o sujeito, mesmo sem enxergar um palmo à sua frente, é chamar um Uber e pedir ajuda ao seu motorista (o paquistanês Kumail Nanjiani). Como o coitado precisa desesperadamente melhorar sua cotação no aplicativo, ele presta assistência forçada ao passageiro policial com a promessa de receber “cinco estrelinhas” ao final da viagem. A história é uma completa bobagem, óbvio; algo que no passado certamente seria um belo veículo para juntar Stallone ou Schwarzenegger com Eddie Murphy ou Jim Belushi. Mas se a trama policial é esquemática e esquecível, “Stuber” funciona principalmente pelo contraste entre a insólita dupla de heróis, que passa o filme se cutucando e brigando (verbalmente e no braço mesmo). No duelo de protagonismo é Bautista (quem diria!) aquele que demonstra mais timing para o humor. Isso acontece porque Nanjiani tenta forçar a graça usando caretas e gritinhos, num perceptível desespero para fazer rir que lembra Jim Carrey em início de carreira – e mais irrita do que diverte. Já as cenas de ação são muito boas, equilibrando tiros, porradas e explosões com um humor besta e físico (vide o momento em que Nanjiani dá uma “bicicletada” na cabeça do parceiro). O roteiro do desconhecido Tripper Clancy aproveita ainda para fazer humor com o próprio formato do Uber, algo que infelizmente deverá ficar datado bem rápido e perder o sentido num futuro próximo. Como divertimento rasteiro, e sem maiores pretensões, “Stuber” é mais eficiente que o próprio Uber – e, enquanto brucutu bem-humorado, Dave Bautista funciona bem melhor que colegas como The Rock.

Pacto de Justiça - Filme 2003 - AdoroCinema

PACTO DE JUSTIÇA (Open Range, 2003)

DRIVEGOOGLE / MEGA

Terceiro (e provavelmente último) filme dirigido pelo ator Kevin Costner, “Pacto de Justiça” é a ovelha negra da família, considerando o caráter megalomaníaco (em tom e duração) de seus trabalhos anteriores, “Dança com Lobos” e “O Mensageiro”. Também é o completo oposto do inchadaço “Wyatt Earp”, estrelado por Kevin e discutido logo acima. Trata-se de um faroeste minimalista, seco e amargurado, com pouquíssimos personagens, pouquíssimos cenários e uma única situação dramática, bem simples, esticada por 140 minutos. Uma espécie de projeto dos sonhos do ex-astro, que cresceu lendo as histórias de faroeste de Lauran Paine (autor do livro que deu origem ao filme), “Pacto de Justiça” tem uma narrativa mais realista, seguindo a linha das incursões de Monte Hellman pelo gênero nos anos 1960 (“The Shooting” e “Ride in the Whirlwind”), e também do Oscarizado “Os Imperdoáveis” (1992), de Clint Eastwood. Ao contrário daqueles pistoleiros clássicos vividos por John Wayne, que apareciam exterminando dúzias de índios e bandidos com um sorrisinho no rosto, este faroeste é protagonizado pelo que parecem ser pessoas reais, que procuram fugir do confronto e têm medo de matar e de morrer. No Velho Oeste de 1882, o próprio Costner e Robert Duvall são dois veteranos vaqueiros conduzindo um rebanho através da pradaria, com a ajuda de uma dupla de cowboys mais jovens (um deles é o Diego Luna). Ao cruzarem por acaso as terras de um rico fazendeiro, eles dão início a um imprevisível e violento confronto. Não foram eles que começaram a pauleira, mas os velhotes certamente estão determinados a encerrá-la custe o que custar. Pelas próximas duas horas da narrativa, o espectador acompanha os personagens de Costner e Duvall enquanto eles se preparam para um iminente tiroteio infernal com seus inimigos, que muito provavelmente terminará com todo mundo morto, e que está reservado para os 20 minutos finais. Até ali, temos um filme introspectivo, que ameaça várias vezes com algum conflito e logo volta atrás, e permanece centrado no relacionamento entre seus personagens. O de Costner matou soldados e civis durante a Guerra Civil e jurou nunca mais tirar a vida de ninguém, por isso está dividido entre voltar a matar ou entregar-se e morrer. Desconstruindo clichês do gênero, as implicações do ato de tirar a vida de outrém assombram os protagonistas. O diretor Costner embala o filme com boa dose de sensibilidade – como no belo momento em que Duvall, temendo a morte iminente, gasta um montão de dinheiro para saborear uma raríssima barra de chocolate suíço no mercadinho da cidade. E ainda entrega duas atuações monstruosas (a própria e a de Robert Duvall), num faroeste quase sem tiros que ainda assim mantém o espectador com os olhos grudados na tela. É uma produção “barata” para os padrões do astro-diretor (custou 22 milhões de dólares), que comprova o seu talento por trás da câmera – um talento reconhecido com os Oscars de “Dança com Lobos” e desperdiçado naquela ego trip que foi “O Mensageiro”. Eu definitivamente não me importaria de ver mais filmes como este dirigidos por Kevin Costner, mas é uma possibilidade que parece cada vez mais remota.

WYATT EARP (1994)

MEGA

Xerife, jogador de cartas, caçador de búfalos e consultor dos primeiros filmes produzidos em Hollywood. Não se pode dizer que a vida do verdadeiro Wyatt Earp (1848-1929), uma das lendas reais do Velho Oeste norte-americano, foi chata. Já no caso deste filme aqui... Durante absurdas e intermináveis 3h10min, o diretor Kasdan tentou fazer a adaptação definitiva da vida de Earp para a telona – uma história já contada inúmeras vezes antes pelo próprio cinema hollywoodiano, com astros como Burt Lancaster e Henry Fonda dando vida ao lendário pistoleiro. Aqui, a tarefa coube a Kevin Costner, então um super-astro que reinava absoluto nas bilheterias. Acabou se tornando seu primeiro grande fracasso, pouco antes de “Waterworld” (1995) adicionar outro prego no caixão da sua carreira. “Wyatt Earp” poderia ser utilizado em faculdades de cinema como um belo exemplo da importância do editor no processo de se fazer um filme – pelos motivos errados, óbvio. Porque a duração absurda nunca se justifica: há inclusive umas elipses gigantescas em certos momentos do primeiro ato, que parecem saltar por cima de informações importantes, como se tivesse pelo menos mais uma hora de filme que foi cortada! Ao final, eu continuei sabendo tão pouco sobre o que motivava Wyatt Earp quanto sabia ao começar a ver. Não entendi a necessidade de empenhar tempo considerável mostrando não um, nem dois, mas TRÊS casos amorosos do protagonista, enquanto vários episódios muito mais cruciais da sua trajetória são “explicados” em questão de segundos, ou sequer o são. Tipo sua longa amizade com outra lenda da vida real, Doc Holliday, que a narrativa nunca chega a contextualizar ou justificar. Já os outros integrantes da família Earp são tão mal apresentados que eu os identificava tipo “Um é o Michael Madsen, o outro não”, sem conseguir sequer lembrar seus nomes. Uma cacetada de gente famosa e/ou conhecida aparece ao longo desta metragem absurda. Alguns, como Bill Pullman, Gene Hackman e a pobre Isabella Rossellini, têm participação meramente decorativa – suas cenas não duram 10 minutos, têm pouca ou nenhuma importância e, não fossem famosos, provavelmente terminariam no chão da sala de edição. Também dão as caras Dennis Quaid, Jeff Fahey, Mark Harmon, Catherine O'Hara, Tom Sizemore, JoBeth Williams, Mare Winningham, Adam Baldwin, Jim Caviezel, Téa Leoni e até Martin Kove, e identificar esta gente toda ajuda o espectador a ficar acordado. Enfim, é uma história que podia tranquilamente ser contada em 120 minutos, mas alguém resolveu lhe dar um tratamento épico à força, não por merecimento. Óbvio, o resultado é um filme bonito e grandioso, ao qual se resiste até o final por causa da qualidade da parte técnica (fotografia e trilha sonora, especialmente). E que às vezes também soa demasiado artificial e encenado, com diálogos rebuscados que chegam a doer nos ouvidos, e pelo menos uma cena ruim mesmo: o tiroteio em O.K. Corral, um dos momentos mais importante na história de Earp, aqui apresentado em sequência tão mal-editada que sequer permite entender direito quem está atirando em quem, quem está morrendo e quem não está. Um ano antes, em 1993, George Pan Cosmatos contou a mesma história em “Tombstone: A Justiça Está Chegando”, que tem uma hora a menos de duração e, se não me falha a memória, saiu-se bem melhor que este épico inchado do Kasdan (o diretor também teve sua carreira ascendente sepultada pelo fracasso do filme).

AMEAÇA PROFUNDA (Underwater, 2020)

DRIVEGOOGLE / 1FICHIER / MEGA

Filmado em 2017 e engavetado pelo estúdio (20th Century Fox) durante quase três anos, este é um daqueles filmes que, a julgar pelo pôster e pelo argumento, você não investiria 50 centavos. Todo mundo já viu coisa parecida, e mais de uma vez, no final dos anos 1980, quando de uma tacada só saíram três filmes sobre gente enfrentando monstros no fundo do oceano. Depois de vencer o preconceito inicial e dar play, o espectador percebe o quanto estava enganado. “Ameaça Profunda” já começa a mil por hora, com um terrível desastre acontecendo nos primeiros minutinhos, inundando uma plataforma submarina e matando quase todo mundo a bordo. A personagem de Kristen Stewart, que estava no banheiro escovando os dentes logo após acordar, é atirada no meio de um autêntico inferno e precisa correr e lutar pela sobrevivência, resgatando quem ainda encontra vivo pelo caminho e tentando encontrar uma saída para a trágica situação. A partir daí, o filme não pára mais e simplesmente não dá folga para o espectador. Enquanto enfrentam túneis particialmente submersos ou desmoronados – em cenas que soarão como uma provocação aos claustrofóbicos –, os sobreviventes percebem que o pior ainda está por vir, e há misteriosos monstros aquáticos assassinos louquinhos para devorá-los. Em seu terceiro longa, o diretor Eubank mostra total domínio da narrativa: a ação vai se desenrolando praticamente na corrida, com o pouco de informação sobre os personagens sendo apresentado enquanto eles estão lutando para tentar sobreviver às sucessivas ameaças. Misturando elementos de títulos tão díspares quanto “O Segredo do Abismo”, “Aliens – O Resgate” e “O Destino do Poseidon”, o filme funciona como thriller ou filme-catástrofe, com vários momentos de suspense de prender a respiração, e também como terror (os monstros submarinos são mantidos quase sempre off-screen ou na escuridão, para alimentar a tensão). Já a ambientação numa estação submersa ajuda a criar uma sensação de confinamento e de tragédia iminente para os personagens, rodeados de água numa profundidade impossível de sobreviver. Conhecida por raramente mudar suas expressões faciais na série “Crepúsculo”, Stewart até que convence como uma Tenente Ripley para a nova geração, enquanto o francês Vincent Cassel empresta certa dignidade ao elenco jovem. Como bônus, e última recompensa para o espectador que vencer o preconceito e encarar, “Ameaça Profunda” termina com uma referência direta ao autor de horror H.P. Lovecraft – que não compromete a conclusão para quem não conhece sua obra, mas certamente vai garantir um belo sorriso de satisfação a quem reconhecer a identidade da ameaça submarina em questão. Outra das grandes surpresas de 2020 até o momento. 

EU QUERO ELE MORTO (1968) (Craig Hill,Lea Massari) (DUB-LEG) por R ...

EU QUERO ELE MORTO (1968)

ASSISTA ON LINE

Depois que dois bandidos estupram e matam sua irmã, o pistoleiro Clayton resolve partir atrás dos culpados com sede de vingança. Sem que ele saiba, a dupla está envolvida numa conspiração que pretende impedir a assinatura de um acordo de rendição que pode encerrar a Guerra Civil.

O Homem Invisível - Filme 2020 - AdoroCinema

O homem invisível (2020)

MEGA / 1FICHIER

Com o perdão do trocadilho, a melhor coisa desta nova versão de “O Homem Invisível” é o que NÃO vemos. O diretor-roteirista Leigh Whannell (vindo do ótimo “Upgrade” e das séries “Jogos Mortais” e “Sobrenatural”) utiliza planos abertos em que os personagens parecem sozinhos, sugerindo (porém sem mostrar nada) a presença do vilão invisível em algum ponto do enquadramento. Às vezes, até, o personagem visível sai do quadro e a câmera continua filmando o cenário vazio, forçando o espectador a esquadrinhá-lo de cabo a rabo em busca de qualquer elemento que possa denunciar a presença de um homem invisível ali (o pequeno movimento de algum objeto, a respiração do vilão...). Nem sempre isso acontece, claro, e é possível que Whannell esteja apenas brincando com as nossas expectativas – não há ninguém ali, mesmo invisível. E assim, de maneira especialmente criativa, ele acaba jogando o próprio espectador no pesadelo de paranóia da protagonista: mas E SE houvesse alguém ali? Ao contrário de outras adaptações do tema, cujo foco está no cientista que se torna invisível (desde a primeira adaptação para o cinema, em 1933, até “O Homem Sem Sombra”, de Paul Verhoeven, anos atrás), em “O Homem Invisível” nós enxergamos (ou não) pelos olhos de uma de suas vítimas. Elisabeth Moss, da série “The Handmaid’s Tale”, é a esposa que resolve fugir de casa à la Julia Roberts em “Dormindo com o Inimigo” após anos de uma relação tóxica. O problema é que o ex-marido possessivo, do qual não vemos a cara até a cena final (outra inspirada brincadeira do diretor), é um cientista que pesquisa a invisibilidade, e que usará sua criação para perseguir e enlouquecer a esposa fujona. Também ao contrário de outros homens invisíveis do cinema, que usam sua condição para se gabar e aterrorizar o mundo, o Griffin de 2020 prefere permanecer low profile e err... invisível, para que todos os outros pensem que a pobre protagonista está louca. Whannell sadicamente leva o próprio espectador a considerar que a mocinha está imaginando coisas no início. Mas é claro que, como o filme se chama “O Homem Invisível”, a ameaça anunciada acabará se apresentando. É impressionante o contraste entre este filme e “O Homem Sem Sombra”, lançado 20 anos atrás. Enquanto o filme de Verhoeven usava impressionantes efeitos especiais em CGI para demonstrar a condição do vilão (ele aparece sendo “moldado” por água, fumaça e até sangue), aqui Whannell optou por uma surpreendente abordagem minimalista, limitando as manifestações do seu homem invisível. É somente na meia hora final que a coisa começa a pegar, e curiosamente é nesse ponto que o filme fica mais fraco. Primeiro porque passa do momento ideal para terminar (no ataque de Griffin ao sanatório onde a esposa está internada); depois porque apela para uma lamentável “reviravolta” na identidade do vilão; e finalmente por recorrer a uma cena final desnecessária e absurda. Não chega a estragar o filme, e Whannell volta a se firmar como um dos diretores-roteiristas mais imaginativos da nova geração. Mas, como já acontecera em “O Homem Sem Sombra”, o ato final novamente é o mais problemático – como se nem Whannell, nem Verhoeven soubessem como terminar seus filmes. Ainda assim, dentro do tema, este novo “O Homem Invisível” é (novamente com o perdão do trocadilho) um filme que deve ser visto.

FESTIVAL EUROVISION DA CANÇÃO: A SAGA DE SIGRIT E LARS (Eurovision Song Contest: The Story of Fire Saga, 2020)

1FICHIER / MEGA

Eu não morro de amores pelo Will Ferrell e raramente o acho engraçado (“Os Outros Caras” e “Escorregando para a Glória” são raras exceções). Mas tenho um fraco por comédias sobre o mundo da música, e isso me fez encarar “Eurovision” – sobre a famosa competição de música realizada anualmente na Europa, e conhecida pela sua breguice. Ferrell “interpreta” seu personagem de sempre: o bobalhão que almeja uma conquista relevante na vida, aqui em versão islandesa. Ele e Rachel McAdams formam o duo “Fire Saga”, que não é lá muito respeitado na pequena vila de pescadores na Islândia onde os dois vivem. Até que uma trágica explosão mata todos os candidatos locais ao Eurovision, e resta apenas a famigerada Fire Saga para representar o país na competição! O filme escapa da armadilha de apresentar os protagonistas Lars e Sigrit como completos perdedores. Na verdade eles cantam bem e até parecem ter certo talento musical (“Double Trouble”, a música que a dupla apresenta no torneio, é suficientemente grudenta para virar um desses hits de temporada). Claro que como o protagonista de Will Ferrell é um incorrigível trapalhão, tudo que ele toca vira desastre. Outra surpresa do roteiro é não apresentar o principal rival da dupla no Eurovision – um afetado cantor cantor russo interpretado por Dan Stevens – como “grande vilão” da trama, a exemplo do que é comum nesse tipo de história (o cara até se revela gente boa no final). Mas o humor é extremamente limitado, dividindo-se entre as patetices habituais de Ferrell (aqui nem sempre em seus melhores momentos) e tiradas mais específicas sobre o mundo da música, que somente quem tem mais familiaridade com o assunto vai pegar. Além da participação de vários artistas de verdade, como a cantora Demi Lovato e o apresentador de TV Graham Norton, há ainda uma curiosa aparição de Pierce Brosnan como o pai de Will Ferrell. Seu personagem é um tanto desperdiçado, e mesmo num filme que já é longo demais (duas horas!) fica a impressão de que várias das suas cenas foram cortadas – por exemplo, há um antigo conflito entre Brosnan e a mãe da personagem de McAdams que é mencionado apenas vagamente. No fim, ainda que a duração seja um exagero, o filme tem lá seus méritos e diverte até mesmo quem, como eu, não morre de amores por Will Ferrell. E é tão brega e fiasquento quanto o verdadeiro Eurovision.

Bala Perdida (2020)

1FICHIER / MEGA

A julgar pela cena inicial de “Bala Perdida”, parece que teremos um daqueles tresloucados filmes franceses de ação na linha das absurdas franquias “Táxi” ou “Carga Explosiva”. O protagonista Alban Lenoir inclusive está bem parecido com Jason Statham (astro da trilogia “Carga Explosiva”), imitando a careca, a barba por fazer e até a cara de poucos amigos. Ele interpreta Lino, um mecânico especialista em tunar carros comuns para lhes dar mais velocidade e potência. Preso após um roubo que dá errado, ele é libertado por um policial gente boa com a condição de modificar as viaturas de sua equipe, de maneira que possam perseguir de igual pra igual os carros de uma perigosa quadrilha de traficantes que age em alta velocidade. Só que aí rola uma reviravolta, e a história que parecia um “Velozes e Furiosos Parte 15” vira um policial mais pé-no-chão: Lino é acusado por um crime que não cometeu e, perseguido pela polícia e pelos bandidos, precisa limpar o próprio nome. Para isso, deve sobreviver tempo suficiente para localizar um certo veículo com uma certa bala perdida encravada no painel, que pode incriminar uma dupla de agentes corruptos e livrá-lo da cadeia. Em seu primeiro longa, o diretor-roteirista Pierret mandou muito bem, com uma trama simples porém bem conduzida, narrada em ritmo alucinante, que não dá trégua para o espectador. As cenas de pancadaria e perseguição de carros foram filmadas sem os exageros ou atentados às leis da física que caracterizam as produções hollywoodianas na mesma linha. O momento em que Lino enfrenta meia dúzia de policiais para fugir de uma delegacia, por exemplo, passa longe daquelas lutinhas coreografadas que infestam o cinema de gênero, mostrando porradas “feias” e bastante realistas – como se os atores estivessem tentando se machucar de verdade. Também ao contrário do que acontece nesse tipo de filme, socos e cacetadas deixam hematomas enormes e bastante evidentes, especialmente no rosto dos personagens. E tudo converge para um ato final eletrizante, em que o protagonista precisa fugir da polícia conduzindo o carro-evidência que os corruptos querem ver destruído (uma situação semelhante ao final de “Rota Suicida”, de e com Clint Eastwood). Em resumo, “Bala Perdida” é um belo filme, e bem filmado também. O diretor parece entender o que funciona e o que não funciona nesse tipo de história, e evita abusar da boa vontade do espectador, ou dos efeitos de computação gráfica. Lembra bastante aqueles policiais com altas doses de ação que Hollywood fazia tão bem nos anos 1970-80, mas cuja receita parece ter desaprendido. Não se espantem se Guillaume Pierret for importado para os States...

ATAQUE A BUSHWICK (Bushwick, 2017)

1FICHIER / MEGA

Dois anos antes do premiado “1917”, de Sam Mendes, este filme já tinha investido na técnica do “filme de guerra narrado através de longas tomadas sem cortes” – que é sua principal qualidade e ao mesmo tempo o seu maior defeito. Assim como no prólogo do remake de “Dawn of the Dead” por Zack Snyder, o caos começa de repente: a personagem de Brittany Snow desembarca com o namorado em Bushwick, no Brooklyn, e percebe que algo está errado ao encontrar a estação de metrô vazia. De repente, tiros, explosões e pessoas correndo em chamas comprovam que a cidade está sendo atacada por um exército desconhecido, no que parece mais um atentado terrorista em Nova York. O namorado roda quase que imediatamente, e a mocinha precisa juntar forças com um brutamontes veterano de guerra (Dave Bautista) para tentar chegar a um local seguro, enquanto o bairro se transforma em campo de batalha entre as forças invasoras e os moradores, que não pretendem engolir o ataque. Os diretores Milott e Murnion (que também fizeram “Cooties – A Epidemia” e o recente “Becky”) optaram por contar a história em longos planos-sem-cortes que na verdade são falsos: há cortes, claro, mas câmera e montagem procuram disfarçá-los para parecerem tomadas únicas. Não é um found footage porque a câmera não faz parte da ação, e nem fica sacudindo o tempo todo: ela segue os personagens de maneira orgânica, sem nunca desviar do foco – imagine aquele longo plano no final de “Filhos da Esperança”, de Alfonso Cuarón, esticado para um filme inteiro. Isso cria um interessante senso de urgência e de realismo, pois o espectador praticamente participa da ação junto com os protagonistas. Sem cortar deles para outros núcleos de personagens, ou para outros cenários (o quartel-general dos vilões, por exemplo), todas as informações que recebemos sobre o que está acontecendo chegam ao mesmo tempo em que os personagens principais as recebem. E é assim, no meio da ação, que nós e eles descobrimos que não é um atentado terrorista, nem uma invasão estrangeira à la “Amanhecer Violento”: na verdade os Estados do Sul do país resolveram declarar guerra ao restante para formar uma nova nação, iniciando literalmente uma nova guerra civil (uma abordagem visionária, a julgar pelo andar da carruagem aqui no mundo real)! “Ataque a Bushwick” é um prodígio inegável em termos de técnica. O formato “sem cortes” é particularmente eficiente quando o filme começa a despachar, de maneira totalmente inesperada, alguns dos personagens principais; como na vida real, suas mortes acontecem de repente, sem que a montagem ou a trilha sonora preparem o espectador para o que virá (como se estivéssemos assistindo à morte de alguém durante uma transmissão ao vivo pela TV). E o problema é justamente a técnica: enquanto ferramenta narrativa, o formato não é tão eficiente para manter o interesse durante um filme inteiro. Com a proposta de não mostrar cortes (embora eles existam), somos forçados a acompanhar todos os deslocamentos dos personagens de ponto A até ponto B. E boa parte da narrativa é somente isso: gente caminhando, correndo, cambaleando, se escondendo em algum canto para retomar o fôlego, etc. Fica chato rapidinho, e a culpa nem é dos diretores (que tentam manter o ritmo acelerado). Há um belo filme em “Ataque a Bushwick”, e para uma produção B o resultado é particularmente ambicioso (especialmente nas cenas com helicópteros sobrevoando o bairro em chamas). Mas talvez a coisa toda se beneficiasse de uma estrutura mais tradicional, com o uso ocasional dos planos mais longos para criar impacto, e não a narrativa inteira nessa pegada. Mesmo assim, me deixou com a impressão de que o filme poderia ser um belo ensaio, quem sabe até o episódio-piloto, para um futuro seriado de TV adaptando a brilhante graphic novel “DMZ”, da Vertigo, que trata justamente da luta pela sobrevivência numa Nova York devastada por uma segunda guerra civil. Alô Netflix, que tal?

A Vastidão da Noite - Filme 2019 - AdoroCinema

A VASTIDÃO DA NOITE (The Vast of Night, 2019)

MEGA / DRIVEGOOGLE

Numa das cenas-chave em “A Vastidão da Noite”, que sozinha dura uns bons 12 minutos, uma velha maluca conta uma looooonga história num plano fixo e quase sem cortes. Até chegar nos finalmentes, e dizer o que interessa, ela enrola como se não houvesse amanhã: fala da linha de trem Alamogordo-El Paso que foi construída quando ela era pequena, da amiga Charlotte e da cama da amiga Charlotte, do pai de Charlotte que era pastor metodista, do marido e do filho que teve fora do casamento, etc etc. Parece que nunca vai chegar a lugar algum, mas ninguém a está apressando. E fala. E fala. E fala... Pois esta cena resume “A Vastidão da Noite” com perfeição: o filme todo é uma longa digressão, uma história que ameaça várias vezes chegar aos finalmentes, mas aí volta para as beiradas e segue enrolando, enrolando, enrolando. Tipo quando aquele seu amigo enfeita a piada na hora de contar, para deixá-la mais longa, enchendo-a de floreios que não mudam nada quando finalmente chega o final – que é o mesmo, leve-se dois minutos ou 20 para contar. Trata-se da história de um casal de jovens (ele um radialista, ela a atendente da central telefônica) naquela típica cidadezinha dos Estados Unidos dos anos 1950. Numa noite em que todos além dos dois parecem estar num jogo de basquete, estranhos sons chegam pelo terminal telefônico, e a moça pede ajuda ao radialista para decifrar o mistério. Não há nenhuma dúvida de que o longa é uma linda e nostálgica homenagem ao cinema de ficção científica do período que retrata, ou a seriados de fantasia tipo “Além da Imaginação”. Também não há nenhuma dúvida de que seu diretor, o estreante Andrew Patterson, não é bobo (o cara acumula cinco funções no filme, que tecnicamente é impressionante). O problema é o tanto de enrolação e o tanto de técnica a serviço de nada. Você sabe o que é “verborragia”? De agora em diante, podemos definir o termo usando o nome deste filme: seus personagens nunca calam a boca, mas raramente falam algo que interesse à narrativa. Na longa introdução (vinte minutos só ela), somos apresentados aos dois personagens principais enquanto eles conversam sem parar, entre si e com várias outras pessoas que entram e saem do quadro. Como no exemplo da piada cheia de floreios, em dois minutos você já sabe tudo que precisa sobre os protagonistas, mas o diretor passa vinte com os dois. Aliás, o longa inteiro parece ser um exercício para o estreante Patterson se exibir. Numa cena incrível, que é mesmo de cair o queixo, a câmera sai da central telefônica, atravessa velozmente a cidade, entra no ginásio durante a partida, sai dali, continua atravessando velozmente a cidade, e finalmente entra na estação de rádio, tudo sem cortes aparentes. Propósito narrativo? Nenhum que eu tenha percebido, mas é uma cena linda. Se gostei do filme? Provavelmente não, mas pelo menos não odiei. Mais de uma vez me deu vontade de parar de ver, mas aguentei firme para ver onde aquilo iria parar. Considerável parcela da humanidade não passará do interminável falatório de 20 minutos na introdução, e nem sei se deveriam passar mesmo – a conclusão não é nada que qualquer um já não espere desde que leu a sinopse do filme. Então não acho injusto dizer que “A Vastidão da Noite” é muito bonito e bem feito, mas um gigantesco nada, cheio de floreios, diálogos redundantes e cenas esticadas. E o final da piada é o mesmo, leve-se dois ou 90 minutos para contar.

DESTACAMENTO BLOOD (Da 5 Bloods, 2020)

1FICHIER / MEGA

 Que um novo filme do Spike Lee é essencial em tempos de “Black Lives Matter” e bem no meio de uma nova onda de protestos raciais pelos Estados Unidos, não há dúvidas. Mas nessas horas também é importante não se deixar levar pelo coração e analisar seu “Da 5 Bloods” como o que ele realmente é: um trabalho irregular, desnecessariamente longo, que se perde da metade para o final; com algumas ideias geniais, mas outras nem tanto. A primeira versão do roteiro, que ficou anos circulando por Hollywood, era da dupla egressa do cinema B Paul De Meo e Danny Bilson (que escreveram “Trancers” e “Rocketeer”). Quando Lee entrou no projeto, reescreveu quase tudo com Kevin Willmott. A trama, que se passa no presente e no passado, mostra quatro veteranos do Vietnã, todos negros, voltando ao país onde lutaram contra a vontade nos anos 1960. O objetivo é tanto resgatar os restos mortais de um quinto companheiro deixado para trás, quanto a fortuna em ouro que eles roubaram e enterraram ainda durante a guerra (uma situação que lembra o excelente “Três Reis”, de David O. Russell, este situado na Guerra do Golfo). O primeiro ato é inspiradíssimo, com os coroas participando de uma animada festinha chamada “Apocalypse Now” e zanzando por um país pelo qual deram o sangue quase meio século atrás, lutando uma guerra que não era deles, numa época em que preferiam estar em casa lutando pelos próprios direitos. Um deles, Delroy Lindo, demonstra-se ele próprio um racista em relação aos vietnamitas, que ainda vê como inimigos de guerra, comprovando que o preconceito não tem cor e nem fim, só muda de alvo. Os flashbacks que remetem ao conflito são igualmente inspirados, com os quatro atores envelhecidos interpretando também suas contrapartes mais jovens, e apenas o quinto homem, o que morreu no Vietnã, representado como era então (pelo Pantera Negra Chadwick Boseman), já que a morte eternizou-lhe naquele visual, à la Bruce Lee ou Marilyn Monroe. O espectador até lamenta que essas memórias de guerra sejam tão poucas ao longo das quase três horas de narrativa. No momento em que o grupo finalmente entra na selva (acompanhado pelo filho de um deles, para fechar o “novo” quinteto), a narrativa começa a se perder em infinitas briguinhas e discussões (revelando feridas abertas do passado), e a apelar cada vez mais para um irritante senso de casualidade e conveniência. Me refiro ao fato de nossos protagonistas serem localizados com facilidade tanto por providenciais aliados, quanto por vilões de olho no ouro, estando numa selva com milhares de quilômetros de extensão (segundo a Wikipédia, metade do país é selva!). E mesmo da localização de providenciais minas terrestres, esquecidas desde os tempos da guerra, sempre que é preciso matar algum personagem. Como já fez várias vezes, o diretor Lee usa impactantes imagens históricas reais para mostrar que pouco mudou em termos de racismo nos Estados Unidos – e fatos como a recente execução de George Floyd, um homem negro desarmado, pela polícia apenas reforçam este sentimento e fazem “Da 5 Bloods” parecer mais atual e pertinente. A trilha sonora regada a Marvin Gaye e os diferentes estilos de filme e filmagem (digital, 16mm, gravações de telefone celular...) valorizam a proposta. Há um belíssimo filme na metade inicial, mas os excessos da outra metade acabam por enfraquecer o conjunto. E os momentos de “crítica política” envolvendo um boné da campanha de Trump (Make America Great Again) têm a mesma “sutileza” das piadas que o cinema brasileiro costuma fazer relacionando classe média e revista Veja. Então que o momento é relevante para o filme de Spike Lee, não há dúvidas; mas creio que o momento também merecia um filme menos titubeante do que este.

Resgate (2020)

1FICHIER / MEGA

Os filmes de ação mais interessantes da atualidade estão sendo feitos por dublês promovidos a diretores – caso de David Leicht e Chad Stahelski no cinemão classe A, e de Jesse V. Johnson no lado B. Esses caras sabem coreografar e filmar as cenas de tiro, porrada e bomba como ninguém, então por que colocar outro diretor menos experiente só para estragar o resultado final? O novo dublê-cineasta no rolê é Sam Hargrave, que trabalhou com os irmãos Anthony e Joe Russo nos filmes que eles dirigiram para o Marvel Studios, e recebeu as bênçãos da dupla para comandar este “Resgate”. Baseado numa minissérie em quadrinhos dos próprios Irmãos Russo, o filme é adrenalina pura. Não tem absolutamente nada de novo na história ou na forma de contá-la, mas são duas horas de ação incessante e bem dirigida, em que o número de mortos e feridos atinge níveis estratosféricos. O Thor Chris Hemsworth aparece como um mercenário fodaralhaço, enviado para a Índia com a missão de resgatar o filho de um bandidão local das mãos de uma quadrilha rival. Ele cumpre a missão logo no início do filme, porém é traído pelos empregadores (que não querem pagar a conta do resgate), e precisa fugir com o moleque pelas ruas de um país que não conhece, sendo caçado por homens das duas facções, por policiais corruptos e até por bandidos pé-de-chinelo em busca de fama e fortuna. As cenas de ação não se resumem aos tiros e explosões de praxe, com Hemsworth encontrando as maneiras mais dolorosas de espancar, quebrar e eliminar seus inimigos – o que deve ter custado uns bons arranhões (pra não dizer ossos quebrados) à equipe de dublês. E o novato Hargrave visivelmente está se divertindo muito na função. Ele se dá ao capricho de filmar um longo “falso plano sequência” que é de tirar o chapéu: uma explosiva perseguição de carros movida a tiros e colisões que é um prodígio de técnica e execução. Vá lá que o Thor como herói de ação não me convence totalmente, e que o papel ficaria melhor com um brucutu das antigas (se eles não estivessem muito velhos para dar conta do recado). Vá lá, também, que há uns defeitos gritantes, tipo o CGI porco numa cena de mergulho no início, ou a quantidade de vezes em que os personagens principais são atropelados/atingidos por carros e saem ilesos, ou toda a gratuita sequência envolvendo o personagem de David Harbour. Mas o filme nunca fica chato, e cumpre o que promete (ação incessante) como poucas produções recentes. Como curiosidade, a graphic novel que deu origem ao filme, chamada “Ciudad”, não se passava na Índia, e sim em Ciudad del Leste, no Paraguai – e o moleque a ser resgatado na verdade era uma menina, filha de um poderoso traficante brasileiro. A ambientação originalmente sul-americana ajuda a explicar a quantidade de policiais corruptos a serviço dos vilões no filme, bem como o clima meio “Cidade de Deus”, que inclui até uma quadrilha de moleques fortemente armados perseguindo o herói. Já o eletrizante tiroteio numa ponte, que acontece na cena final do filme, nos quadrinhos rola na Ponte da Amizade, que liga o Paraguai ao Brasil! Taí algo que seria interessante de ver, embora eu suspeite que o pobre Hemsworth não iria durar 15 minutos na América do Sul...

encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcT...

Desafiando o Assassino - 1974

UPTOBOX

Majestyk é um ex-presidiário e veterano da Guerra do Vietnã, que agora leva a vida tomando conta de uma fazenda. Mas seus dias de sossego são perturbados por alguns cidadãos do local e  estreita e por policiais corruptos. Mas o clima esquenta de verdade quando um capanga da máfia destrói sua colheita, o deixando completamente irritado. Com seu rifle na mão e ao lado da namorada, ele parte em busca dos criminosos.

Piranha II - Assassinas Voadoras - Filme 1981 - AdoroCinema

Piranhas 2 – Assassinas Voadoras – 1981

4SHARED

Clube Elysium, pode parecer um paraíso. Mas a poucos metros da praia, surge uma nova onda de terror que não poupa ninguém de sua fome selvagem e insaciável. Enquanto investigava a morte misteriosa de um mergulhador, a instrutora de mergulho Anne Kimbrough, faz uma descoberta arrepiante: peixes parecidos com piranhas e dotados de asas são os responsáveis pela morte do mergulhador. À medida que o número de cadáveres aumenta, Anne, desesperadamente tenta convencer o gerente do resort a cancelar a celebração anual do peixe frito na praia. Mas ele está determinado a proporcionar aos seus hóspedes um verdadeiro banquete.

Clube do vhs Mania: ASSALTO AO TREM BLINDADO

O EXPRESSO BLINDADO DA S.S. NAZISTA / ASSALTO AO TREM BLINDADO (1978)

DRIVEGOOGLE

O filme que inspirou “Bastardos Inglórios”, de Quentin Tarantino. A história se passa em 1944, último ano da Segunda Guerra Mundial, na França, onde um grupo de prisioneiros é escoltado para a Corte Marcial. No caminho para o julgamento, o comboio militar é atacado e quase todos os prisioneiros e soldados de escolta são mortos. No fim do confronto, sobrevivem apenas o tenente Yeager e quatro recrutas, todos os cinco prisioneiros em fuga, que resolvem se unir para chegar à fronteira da Suíça – na época território neutro, e onde eles poderiam escapar da guerra.

O Crocodilo Assassino (Killer Crocodile 1989)

ULOZTO

senha para descompactar: www.filmessegregados.blogspot.com

Um grupo de ecologistas busca provas de que uma poderosa empresa anda poluindo os pântanos de uma vila de pescadores, em algum lugar da América Latina. Eles chegam até um ponto do rio onde descobrem um depósito clandestino de lixo nuclear. Após colher amostras da água contaminada, o grupo parte de volta para a vila, sem desconfiar que a energia nuclear deu origem a um gigantesco crocodilo assassino.

Disforia - Filme 2019 - AdoroCinema 

Disforia - 2019

DRIVEGOOGLE / MEGA

Depois de um tempo longe de sua profissão por conta de um trauma pessoal, o psicólogo Dário (Rafael Sieg) volta a atender seus pacientes. A primeira pessoa que entra em sua agenda é Sofia (Isabella Lima), uma misteriosa criança de 9 anos de idade que desperta sentimentos curiosos e um tanto conflitantes em todos que a circundam. Ao longo do tratamento da menina, Dário volta a ter as sensações de agonia e aflição que ele não esperava que voltassem à tona.

Professor Peso Pesado (2010)

MEGA

Scott Voss (Kevin James) é um simples professor de biologia que tenta impedir que sua escola, para conter gastos, deixe de oferecer uma disciplina eletiva que considera importante. Sem saber o que fazer, ele decide se tornar um lutador de artes marciais mistas para tentar juntar uma boa quantidade de dinheiro.

 

Piratas do Caribe - A Maldição do Pérola Negra (2003)

MEGA / 1FICHIER

Em pleno século XVII, o pirata Jack Sparrow (Johnny Depp) tem seu navio saqueado e roubado pelo capitão Barbossa (Geoffrey Rush) e sua tripulação. Com o navio de Sparrow, Barbossa invade e saqueia a cidade de Port Royal, levando consigo Elizabeth Swann (Keira Knightley), a filha do governador (Jonathan Pryce). Decidido a recuperar sua embarcação, Sparrow recebe a ajuda de Will Turner (Orlando Bloom), um grande amigo de Elizabeth que parte em seu encalço. Porém, o que ambos não sabem é que o Pérola Negra, navio de Barbossa, foi atingido por uma terrível maldição que faz com que eles naveguem eternamente pelos oceanos e se transformem em esqueletos à noite.

Piratas do Caribe - O Baú da Morte (2006)

MEGA / 1FICHIER

Elizabeth Swann (Keira Knightley), a filha do governador Weatherby (Jonathan Pryce), está prestes a se casar com o ferreiro Will Turner (Orlando Bloom). Porém o evento é atrapalhado pela ameaça de Davy Jones (Bill Nighy), o capitão do assombrado navio Flying Dutchman, que tem uma dívida de sangue com o capitão Jack Sparrow (Johnny Depp), amigo do casal. Temendo ser amaldiçoado a uma vida após a morte como escravo de Jones, Sparrow precisa encontrar o misterioso baú da morte para escapar da ameaça.

Piratas do Caribe - No Fim do Mundo (2007)

MEGA / 1FICHIER

O lorde Cuttler Beckett (Tom Hollander), da Companhia das Índias Orientais, detém o comando do navio-fantasma Flying Dutchman. O navio, agora sob o comando do almirante James Norrington (Jack Davenport), tem por missão vagar pelos sete mares em busca de piratas e matá-los sem piedade. Na intenção de deter Beckett, Will Turner (Orlando Bloom), Elizabeth Swann (Keira Knightley) e o capitão Barbossa (Geoffrey Rush) precisam reunir os Nove Lordes da Corte da Irmandade. Porém falta um dos Lordes, o capitão Jack Sparrow (Johnny Depp). O trio parte para Cingapura, na intenção de conseguir o mapa que os conduzirá ao fim do mundo, o que possibilitará que Jack seja resgatado. Porém para conseguir o mapa eles precisarão enfrentar um pirata chinês, o capitão Sao Feng (Chow Yun-Fat).

Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas (2011)

MEGA / 1FICHIER

Jack Sparrow (Jonnhy Depp) está a um passo da forca. Mas esperto como sempre, ele consegue escapar. Descobre que alguém está se passando por ele, tomando a sua identidade, e recrutando marinheiros para uma viagem em busca da Fonte da Juventude, cujo mapa se encontra em suas mãos. Porém, o que ele não imaginava, é que outras pessoas também estão em busca da Fonte: Barbossa (Geofrey Rush), o Pirata Barba Ruiva (Ian Mcshane), Anjelica (Penelope Cruz) e a corte espanhola. Pelo caminho, eles encontram muitos perigos, entre eles, um ataque de sereias impiedosas.
Definitivamente, o mais tedioso dos filmes da série, que deveria terminar por aqui, mas infelizmente, dá sinais de que terá continuação. A direção agora pertence a Rob Marshall (Nine, Chicago), assumindo o posto de Gore Verbinsky. A direção é burocrática, e tudo sôa repetitivo. A fotografia é muito escura, e os efeitos 3D nem são assim fascinantes. O roteiro é longo, sem apelos, e as gags em sua maioria não funcionam. A gente raramente ri durante a projeção. Uma pena, mesmo que os outros filmes da série também não sejam essa coca-cola toda, eram mais divertidos. Um desperdício de bom elenco, entre eles, a novidade de Penelope Cruz, mal aproveitada em seu confuso e pouco atraente personagem. A trilha sonora enjoa, e a sub-trama do missionário e da sereia não convence muito.

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar (2017)

1FICHIER / MEGA

Toda vez que anunciam um novo filme da franquia de Jack Sparrow, eu prometo a mim mesmo que não vou assistir, pois a cada filme, ele só piora. Mas não tem jeito, cinéfilo do jeito que sou, acabo vendo. Esse aqui até chega a ser melhor que o desastroso filme anterior, com Penelope Cruz. Mas também não quer dizer muito. O mais divertido, é a gente ler que Johnny Depp deu tilt durante as filmagens, atrasando todos os dias e chegando bêbado no set. O seu personagem está sempre bêbado no filme, e aí a gente pensa: ele está fazendo um papel de bêbado, ou ele está bêbado? Dessa vez Jack Sparrow (Depp) precisa ajudar uma jovem astróloga, Camila, e um jovem aventureiro que quer salvar o seu pai de uma maldição, Henry a encontrarem o tridente de Poseidon e poder livrar o mar do navio fantasma comandado pelo vingativo Capitão Salazar (Javier Barden, divertido). O elenco de apoio é excelente: todo o núcleo de marinheiros de Johnny Depp é composto por atores ingleses geniais, além da presença elegante e Geoffrey Rush, o Capitão Hector Barbossa. Os efeitos são ótimos, principalmente os cabelos esvoaçantes de Barden, que deve ter dado um puta trabalho de 3D. O final reserva surpresa com o aparecimento de 2 personagens queridos por quem acompanha a franquia. O mais curioso, é comparar o tema desse filme com o de "Guardiões das Galáxias 2": Hollywood resolveu se apegar ao tema da paternidade, e assim, comover seus personagens e o espectador, trazendo um ar mais humano ao filme. O desfecho é bem parecido em ambos os filmes. Torço para que a franquia termine por aqui, porque convenhamos, já deu o que tinha que dar. Fora uma ou outra piada (a da guilhotina é a melhor), o público parece ter se cansado. No cinema que eu fui, a platéia inteira assistiu apática.

 

Alma Perdida (2009)

MEGA

Casey Beldon (Odette Yustman) é uma jovem orfã de mãe (Carla Gugino), que se suicidou quando ela era pequena. De uma hora para outra ela passa a ser atormentada por uma estranha imagem de um menino, que a persegue em pesadelos e também quando está acordada. Determinada a descobrir o que está acontecendo, Casey acaba descobrindo uma misteriosa ligação entre ela e um espírito do mal capaz de possuir o corpo das pessoas para alcançar seu objetivo, que é nascer novamente. Em sua busca pela solução do problema, descobre uma chance através de um ritual de exorcismo com o padre Sendak (Gary Oldman).

Controle Absoluto (2008)

MEGA

Jerry Shaw (Shia LaBeouf) e Rachel Holloman (Michelle Monaghan) não se conhecem, até que um telefonema feito por uma mulher desconhecida os une. Ameaçando a vida de ambos e de suas famílias, a voz utiliza a tecnologia do dia-a-dia para rastrear e controlar todos os seus movimentos. Logo eles se tornam os fugitivos mais procurados do país, precisando se unir para descobrir o que realmente está ocorrendo.

Frankenstein - Entre Anjos e Demônios (2014)

MEGA

Filme baseado na Graphic novel de Kevin Grevioux, é um épico que traz à tona a tragédia do Monstro de Frankenstein. Após o Dr Viktor Frankenstein ter tentado matar a sua criatura, o monstro retorna e se vinga. Mata a esposa dele, e foge. O Dr Viktor vai atrás dele, mas no caminho, nas montanhas geladas, acaba falecendo. Frankenstein enterra o corpo do Dr no cemitério da família, mas é atacado por gárgulas. Na sequência, ele é salvo por anjos. Assim, Frankenstein descobre que o mundo é governado por anjos e demônios. OS demônios querendo dominar o mundo, e os anjos, tentar preservá-lo. Passam-se 200 anos e Frankenstein continua travando seu conflito interno, enquanto os anjos e demônios procuram dizimar uns aos outros. Resolvi pesquisar sobre esse filme, e descobri que o autor da graphic novel também concebeu "Underworld". Isso explica a coincidência da história e do visual. Aaron Eckhart, no papel de Frankenstein, é a versão de Kate Beckinsale masculina. O filme é recheado de efeitos especiais computadorizados, daqueles que dão preguiça de assistir. A história, dá pra perceber, é uma maluquice só, nada de original, a não ser o fato de misturar Frankenstein a esse universo mítico religioso. O elenco, encabeçado por Eckhart, procura dar algum valor agregado de produção, chamando atores consagrados de drama para poder dar dignidade aos personagens. Bill Nighy, do excelente "Questão de Tempo", faz o líder dos gárgulas. Miranda Otto, que no filme de Bruno Barreto, "Flores raras", interpreta a poetisa Elisabeth Bishop, aqui faz a líder dos anjos. Tenho que confessar, achei o filme uma chatice só. Para quem curte cenas noturnas onde pouco de enxerga e efeitos preguiçosos com muito barulho, é só assistir ao filme.

 

6 Balas (2013)

MEGA

Andrew Fayden (Joe Flanigan) é um dos principais lutadores de MMA da atualidade, o que fez com que se tornasse mundialmente famoso. Apesar do sucesso, ele enfrenta uma situação bastante complicada quando sua filha, Monica (Anna-Louise Plowman), é sequestrada e incluída no tráfico de pessoas. Sem saber o que fazer, Andrew busca a ajuda de um mercenário, Samson Gaul (Jean-Claude Van Damme), que conhece bem o ramo do tráfico. Só que Samson ainda está traumatizado devido ao seu último trabalho, que não terminou bem. Decidido a se redimir do erro cometido, ele aceita ajudar Andrew a localizar e salvar sua filha.

Ou Dá... ou Desce (1984) directed by José Vedovato • Reviews, film ...

Ou dá... ou desce (1984)

ASSISTA ON LINE

José Soares é um simples funcionário de uma firma de turismo e mora numa pensão, onde a doméstica se oferece para ele, mas como sonha com grandes garotas despreza-a. Com o amigo João Manoel, desinibido e bonitão, vai a Santos no fim de semana à procura de meninas. Mas, não é bem sucedido. De volta ao trabalho, o amigo insiste em ajudá-lo, mas sua noitada acaba em briga, e ele foge, dormindo na rua, onde tem sonhos eróticos. A doméstica, em sonho, começa atrapalhando-o até que é vista de outra forma. Acorda, sacudido por ela, pois dormira na calçada.

Os Anos Dourados Da Sacanagem (1986) - Free Porn

OS ANOS DOURADOS DA SACANAGEM (1986)

ASSISTA ON LINE

Drama erótico dividido em dois episódios: 1) Um homem conquista a esposa de seu melhor amigo em troca de uma dívida; 2) Uma garota depois de se confessar, entrega-se a um padre.

O Acougueiro Descanse Em Partes Dvd Original Novo Lacrado - R$ 49 ...

O Açougueiro (2006)

assista on line

Mark está levando para Las Vegas um grupo de amigos para comemorar sua graduação, e naquela estrada sem fim seu amigo Adam dá a excelente idéia de pegar um atalho pelo meio do mato que está logo à frente para testar a tração nas quatro rodas do carro do pai de Mark, que aceita o desafio e vai pelo atalho. Mas não demora muito para dar merda e Mark passar por um pedaço de madeira cheio de pregos que acabam estourando o pneu do carro, e para deixar Mark mais nervosinho do que já está um sujeito esquisito passa com um caminhão e quase atropela ele. Com o pneu trocado a galera segue o caminho até cruzarem novamente com o caminhão e Mark quer se vingar do motorista esquisito, e eles resolvem fazer um brincadeirinha para incomodar o sujeito esquisito, mas a brincadeira acaba em tragédia e com o carro detonado. Perdidos no meio do mato eles vão procurar ajudar nas redondezas e encontram uma casa velha, com aparência assustadora, daí pra frente é só cagada... Você vai falar "Eu já vi isso em algum lugar", e viu mesmo, e um monte de vezes. Massacre da Serra Elétrica, Pânico na Floresta, Quadrilha de Sádicos, entre outros que já usaram e abusaram desse roteiro, mas porque não conferir mais esse exemplar trash feito com alguns poucos trocados?

Videos Pornôs Reais 23 | Explicita | Amadoras Videos

Vídeos pornô reais 23

ASSISTA ON LINE

A Mulata Que Queria Pecar - Filme 1977 - AdoroCinema

A MULATA QUE QUERIA PECAR (1977)

ASSISTA ON LINE

Três casais se encontram em situações diferentes: Bibi e Jonas dão entrada num processo de desquite, por incompatibilidade de gênios; Renato e Márcia levam a vida como podem, adiando o inevitável desfecho de uma separação; Serginho e a noiva estão apaixonados e se preparam para o casamento. Seis meses depois, Serginho convida os amigos Jonas e Renato para sua despedida de solteiro. Após as comemorações, os três amigos se dirigem à casa de Bibi, a fim de apanharem as malas de Jonas, já desquitado. Mas Bibi comemora seu desquite com uma grande festa e Serginho e Renato acabam entrando na orgia. Jonas, que ainda ama Bibi, consegue tirá-la da festa para se reconciliarem poeticamente, de madrugada, na praia. A polícia acaba com a festa e prende todos os participantes. Serginho desiste do casamento e Renato e Márcia se separam, sob os aplausos histéricos da sogra.

Flor do Desejo – Wikipédia, a enciclopédia livre

Flor do Desejo (1983)

ASSISTA ON LINE

Uma prostituta do cais procura a felicidade de uma maneira realista. Seu amante, estivador ingênuo, mata um policial e ela o protege. Na sua luta para subir na vida, ela o usa como testa-de-ferro. Quando seus planos começam a progredir, a dona de um cabaré, denuncia o assassinato do policial.

Branca de neve e os sete anões (1995) — The Movie Database (TMDb)

Branca de neve e os sete anões (1995)

ASSISTA ON LINE

A Árvore da Maldição Torrent Dublado / Dual Áudio 5.1 (1990 ...

A Árvore da Maldição – 1990

ASSISTA ON LINE / MEGA / DRIVEGOOGLE

Camilla parecia ser a escolha correta para o emprego de baby-sitter. Bonita e saudável, ela inspirava confiança a Phil e Kate, que deixaram seu filho recém-nascido aos seu cuidado. Só que por trás daquele rosto bonito, se escondia um druida, uma sacerdotiza diabólica incumbida de raptar bebês e oferecê-los em sacrifício ao espírito negro da floresta, representada por uma árvore enorme e sombria. William Friedkin, o mesmo diretor de “O Exorcista”, volta ao gênero do terror para motrar com muitos sustos e cenas arrepiantes, o diabólico plano de assassinar crianças para dar vida a uma entidade do mal, que governa a floresta. Acompanhe esta fantástica viagem ao mundo do terror dominado por uma sensual e mortífera druida, em ua missão de oferecer carne e sangue ao espírito que governa o terror das matas…

Patrícia Petri: Filmographie, films et programmes TV - YECLO.com

OSCARALHO - O OSCAR DO SEXO EXPLÍCITO (1986)

ASSISTA ON LINE

Nekromantik (1987)

ASSISTA ON LINE / 1FICHIER / LEGENDA / 1FICHIER (dvd)

Cult de terror de 1987, é um filme alemão banido em vários países. Realizado com pouco dinheiro, o filme explora o tema da necrofilia. Absolutamente proibido para pessoas sensíveis, o filme tem cenas chocantes, mesmo que realizadas de forma tosca. No meio de cenas de dissecação de corpos e sexo com cadáveres, o filme ainda se dá ao direito de mostrar uma cena de um coelho sendo escalpelado. Rob é um funcionário de uma empresa que remove cadáveres. Sem seu patrão saber, ele rouba partes de corpos humanos e os leva para casa, para felicidade de sua namorada Betty, que tem fetiche por mortos e faz sexo com eles. Um dia, Rob traz um cadáver inteiro e Betty alucina em uma cena de mensagens a Trois. Rob e' demitido do emprego e Betty confessa que está apaixonada pelo cadáver e vai embora com ele. Sem rumo, Rob precisa dar continuidade à sua ânsia por necrofilia. As cenas do filme são indescritíveis em grotesco e perversidade. Muitos momentos são toscos, mas o desfecho seria uma homenagem ao clássico japones " Império dos sentidos". Sexo, vida e morte acaba se tornando a tríade desse filme perverso e doentio. Greenaway provavelmente aprovou.

O Despertar da Adolescência - 2003 | FilmowResultado de imagem para THE MUDGE BOY

O Despertar da Adolescência (2004)

ASSISTA ON LINE

No interior dos Estados Unidos, o tímido Duncan Mudge (Emile Hirsch) vive um difícil relacionamento com seu pai, Edgar (Richard Jenkins), desde a morte da mãe. Fechado, o jovem vive andando com uma galinha, sua melhor amiga, e é considerado anormal pelos outros, sendo motivo de piada por ser muito sensível. Ele também tem o hábito desaprovado do pai de vestir as roupas da mãe. Um dia, porém, ele acaba fazendo amizade com Perry (Tom Guiry), com quem mantém um um forte laço, que, pouco a pouco, acaba ultrapassando os limites.

 Piratinha das Capas: Gringo Não Perdoa Mata

Gringo Não Perdoa, Mata - 1994

ASSISTA ON LINE

O faraoeste nacional conta a história do pistoleiro Gringo, um homem inescrupuloso que fará de tudo para acertar as suas contas com os cidadãos da pequena cidade de Santa Rita

Cartaz de cinema- poster do filme `Um jumento em minha

UM JUMENTO EM MINHA CAMA (1986)

ASSISTA ON LINE

O Super Manso - 4 de Janeiro de 1974 | Filmow

O SUPER MANSO (1974)

ASSISTA ON LINE

Amaro vai passar uns dias no Guarujá com a esposa, Lúcia. Ele combina com seu sócio para que este lhe chame às pressas. Ele planeja deixar a mulher na praia e voltar a São Paulo para farrear com o amigo. A sogra e a esposa do sócio, que também iriam viajar, têm um problema no carro e voltam para casa. Amaro não poderá contar com a companhia do amigo. Ele liga para várias mulheres, mas não consegue se encontrar com nenhuma. A esposa do sócio liga para Lúcia e conta o plano do marido dela. Para não ficar por baixo, Lúcia tenta transar com um galã da televisão, mas não dá certo. Ela conhece um garotão e vive algumas aventuras eróticas com ele. No litoral um casal em lua-de-mel tenta consumar o ato sexual, mas uma série de imprevistos o impede. Várias pessoas veraneiam em Guarujá: um velhote lúbrico, uma gorducha sedenta de sexo, um garotinho, um marido ciumento com sua mulher adúltera, entre outros. Dois rapazes dão uma propina para o porteiro de um prédio e passam a habitar um apartamento por uns dias. Eles vivem diversas aventuras eróticas. Quando Amaro finalmente encontra uma mulher para sair, ele vai tomar banho e fica preso no banheiro. Depois de quatro dias sem dar notícia, Lúcia decide voltar a São Paulo. O marido finalmente consegue abrir a porta do recinto. Ele conta que ficou dias trancado, mas a esposa não acredita.

Monika e o Desejo (1953)

ULOZTO / ASSISTA ON LINE

Meu preferido de Bergman. Harriet Andersson me fascina e estava muto à frente no seu tempo.. assim como Bergman, claro... Harry Lund tem 19 anos de idade e trabalha numa loja de porcelanas. Quase vizinho a ele, na loja de verduras, trabalha Monika, uma simpática e alegre garota de 17 anos. Assim que eles se conhecem a paixão explode. Mas por causa da idade deles, os dois sofrem com a intereferência dos mais velhos. Monika briga com os pais e decide sair de casa. Harry discute com o chefe e pede demissão. Sem mais nada que os prendem na cidade, os jovem decidem fugir de barco para uma ilha e passar algumas semanas juntos... O filme fez da sua actriz principal Harriet Andersson uma estrela. Bergman estava intimamente envolvido com Andersson na época e concebeu o filme como veículo para ela. Os dois continuariam a filmar juntos por alguns anos, mesmo depois do fim da relação de ambos.

 

Ver a imagem de origem

Pequeno segredo (2016)

DRIVEGOOGLE

A essa altura do campeonato, todo mundo já ouviu falar desse filme dirigido por um dos integrantes da família Schurmann. David estudou Cinema e televisão lá fora e sabe do que está falando. Sem querer fazer brincadeira de mau gosto, mas ele não é "marinheiro de primeira viagem" no Cinema. Diretor do premiado documentário "O mundo em duas voltas", sobre as façanhas marítimas da sua famosa família, dessa vez David se apropria de uma história bastante pessoal: a história de Kat, uma menina que foi adotada pela sua família aos 3 anos de idade, e que veio a falecer em 2006, aos 13 anos. Com belas atuações do elenco principal, principalmente de Julia Lemmertz e Maria Flor, é um filme com fortes personagens femininas, inclusive da pequena Kat e de sua avó. Eu particularmente gosto de filmes que narram uma boa história, e aqui, é fácil se emocionar com várias trajetórias de luta. Sempre fui apaixonado pelos melodramas clássicos do cinema, e por conta disso, embarquei de imediato na história. Para os detratores do gênero, é difícil aceitar as qualidades do filme. É um filme competente em todos os requisitos técnicos, e não faz feio comparando com produções estrangeiras. Para os que abrem seu coração para filmes com mensagens edificantes, esse filme é uma grande pedida.

Resultado de imagem para i, the jury 1982 nudeResultado de imagem para i, the jury 1982 nude

Eu Sou a Lei (I, The Jury, 1982)

DRIVEGOOGLE

Policial que prefere trabalhar sozinho e que tem um fraco por mulheres bonitas, tem seu melhor amigo assassinado e parte para a vingança, deixando sua secretária e o chefe de polícia desesperados.

UMA FAMÍLIA FULEIRA - Colecione Clássicos

A Família Fuleira - 1965

DRIVEGOOGLE

Donna Peyton (Donna Butterworth), uma órfã de nove anos, herda uma fortuna de 30 milhões de dólares, mas precisa escolher um "pai" entre seus seis tios para poder tomar posse da herança.

Comeback: um Matador nunca se aposenta (2016)

DRIVEGOOGLE

Escrito e dirigido pelo cineasta goiano Erico Rossi, "Comeback" é um belo canto do cisne de Nelson Xavier, que aqui interpreta Amador, um pistoleiro aposentado que acaba voltando às atividades de assassino profissional. Rodado na periferia de Anápolis, o filme tem uma estrutura narrativa que mistura faroeste e filmes de suspense psicológico, com uma pitada de humor negro. Simbolicamente, o filme fala sobre solidão e velhice. Não só Amador envelheceu, como também a sua fiel pistola, que trava na hora de atirar. Com um excelente elenco de apoio (Elcir de Souza, Everaldo Pontes, Paschoal da Conceição, Wellington Abreu, entre outros) e uma estudada direção, o filme tem uma fotografia primorosa e uma trilha sonora regada a canções bregas espanholas e nacionais. O ritmo é bastante lento, mas na terça parte final o ritmo ganha um impulso de filme de ação. Divertido, melancólico, o filme foi premiado no Festival do Rio 2016 com o prêmio de melhor ator para Nelson Xavier.

 29 de Fevereiro

29 de Fevereiro (2010) 

ASSISTA ON LINE

Em uma noite, a meia-noite em ponto, Ji-yeon, a bilheteira do pedágio é abordada por um estranho carro preto que paga com um bilhete manchado de sangue. Ela fica muito assustada e seu medo aumenta depois que uma amiga conta que há 12 anos atrás, na noite de 29 de Fevereiro, naquele pedágio, houve um terrível desastre com um ônibus que levava presidiários. Todos morreram, mas não conseguiram encontrar o corpo de uma mulher que foi atropelada. Faltam 04 dias para o dia 29 e Ji-yeon começa a ter terríveis visões e pesadelos e não sabe mais o que é realidade ou ilusão.

O Ébrio - Filme 1946 - AdoroCinema

O Ébrio - 1946

ASSISTA ON LINE

Jovem do interior, com grande talento para a música e boa situação financeira, Gilberto Silva se vê totalmente despossuído quando seu pai perde a fazenda. Sem o apoio dos parentes, o rapaz migra para a cidade grande, perambulando pelas ruas, até que, desesperado, ao entrar numa igreja, o padre ouve os seus pedidos de ajuda e convida-o a viver no anexo da sacristia. O religioso incentiva-o a procurar um emprego e, também, a explorar as suas habilidades artísticas. O grande sonho de Gilberto, porém, é entrar para a faculdade de medicina. Ainda assim, ele acaba se inscrevendo para um programa de calouros da rádio.

Espaço Digaaí exibe o filme “Doméstica” | Brazilian Times

Domésticas - O Filme - 2001

ASSISTA ON LINE / ASSISTA DE NOVO

O filme é de 2001, mas assistir a ele tantos anos depois de sua realização, traz um pensamento muito curioso. Impossível não assistir e não pensar que ele é um embrião de filmes importantes e premiados como "Cidade de Deus", do próprio Fernando Meirelles, e "Que horas ela volta?", de Anna Muylaerte. Primeiro filme da produtora O2 e estréia na direção de Meirelles, "Domésticas" é uma comédia dramática, mas com um forte conteúdo social por trás do humor. Na verdade, esse humor vem camuflado por um retrato triste e melancólico da vida de várias empregadas domésticas, que moram na periferia, lutam pelo seu dia a dia, tendo em sua rotina traços de violência, que hora vem através de um assalto no ônibus, ou através de picaretas que roubam as coisas de uma casa e colocam a culpa na empregada. O filme é todo pelo ponto de vista das empregadas, a gente em momento algum vê a patroa. Aliás, além das empregadas vemos também os subalternos: o porteiro, o faxineiro, etc. Cinematograficamente, o filme investe em visuais distintos: ora filme de arte, ora popular, ora documental. Nessa salada de conceitos estéticos, o que salta aos olhos é o excelente trabalho de todas as atrizes do filme. Alternando momentos de comédia mais pura com o drama, o filme comove com performances brilhantes. O que pode incomodar algusn espectadores é esse retrato de que toda empregada precisa falar errado e ter um vocabulário chulo e vazio. E mais, serem burras e analfabetas. Mas aí é o olhar do filme de certa forma encantador e ingênuo sobre elas. E se o espectador aceitar esse ponto de vista, vai se deliciar e se comover.

 Maré Nostrum - Filme 2018 - AdoroCinema

Maré Nostrum - 2018

ASSISTA ON LINE

Roberto (Silvio Guindane) e Mitsuo (Ricardo Oshiro) são dois desconhecidos que, após uma série de coincidências, voltam para o Brasil no mesmo dia, depois de um longo tempo no exterior. Eles se encontram devido a um terreno que foi negociado por seus pais decádas atrás e decidem tentar ganhar dinheiro em cima do local. No entanto, eles entram em conflito quando começam a achar que o lote possui poderes mágicos.

VHS - O Último Reduto: A Repossuída

A Repossuída – 1990

MEGA

Nancy Aglet (Linda Blair), um esposa suburbana é possuída pelo demo e cria mil confusões no lar, antes que o padre aposentado Jebedaiah Mayii (Leslie Nielsen) resolva sair de seu claustro para exorcizá-la.

O Exorcista - O Início - Filme 2004 - AdoroCinema

O Exorcista - O Início - 2004

DRIVEGOOGLE

Cairo, Egito, 1949. O arqueólogo Lankester Merrin (Stellan Skarsgard), um ex-padre (pois perdeu a fé quando ainda era sacerdote durante a 2ª Guerra Mundial e teve de escolher 10 pessoas para serem executadas, senão todos seriam mortos, e estas lembranças o atormentam sempre), recebe de Semelier (Ben Cross), um colecionador de antigüidades, a missão de ir a uma escavação promovida pelo governo inglês na região de Turkana, Quênia, e recuperar um objeto que estaria sot junto a uma igreja cristã bizantina do século V. O local estava sendo escavado pelo questionamento do que uma igreja faria num lugar onde ainda não chegara o cristianismo. Chegando ao local Merrin é recebido por Francis (James D'Arcy), um padre, e Chuma (Andrew French), um nativo, e é apresentado a outros que também participam da escavação, como Jeffries (Alan Ford), que possui o rosto desfigurado mas almeja sem êxito amor de Sarah Novak (Izabella Scorupco), uma médica que cuida dos nativos. Merrin constata que a igreja está inexplicavelmente intacta, como se tivesse sido soterrada no dia em que foi concluída. Pela cúpula Merrin e Francis entram na igreja, se deparando com esculturas de soldados com as armas voltadas para baixo e um crucifixo com o Cristo também com a cabeça para baixo, o que é uma profanação. Durante a escavação fatos mórbidos surpreendentemente acontecem, como a dilaceração por hienas de James (James Bellamy), o filho de um nativo. Entretanto Joseph (Remy Sweeney), o irmão mais novo, saiu ileso, pois as hienas agiraram como se ele nem estivesse ali. Merrin fica sabendo que os nativos crêem que aquele lugar é amaldiçoado e pergunta a Sarah informações maiores sobre o que estava acontecendo. Ela diz que o chefe da escavação, Bession (Patrick O'Kane), enlouquecera e estava num sanatório em Nairobi. Merrin acha na tenda abandonada por Bession vários desenhos do que ele vira durante a escavação na igreja. Em Nairobi Merrin encontra Bession no hospício, porém este se mata na sua frente e diz "Deus não está mais aqui, padre", a mesma frase que ele já ouvira de um oficial nazista quando foi obrigado a fazer uma terrível escolha. Conversando com o padre Gionetti (David Bradley), o diretor do sanatório, Merrin descobre que onde a igreja fora erguida havia um templo de sacrifícios humanos e que houvera, há 1500 anos atrás, um massacre liderado por um padre, em que uma série de possessões aconteceram e diversos exorcistas tentaram suprimir o mal, mas este ainda permanecia no local. Gionetti pede a Merrin para fazer um exorcismo, mas ele nega dizendo não ser mais padre. Mesmo assim ele lhe dá um livro de exorcismo, sendo que Merrin não imaginaria como este presente lhe seria útil.

O Exorcista (1973)

MEGA

Em Georgetown, Washington, uma atriz vai gradativamente tomando consciência que a sua filha de doze anos está tendo um comportamento completamente assustador. Deste modo, ela pede ajuda a um padre, que também um psiquiatra, e este chega a conclusão de que a garota está possuída pelo demônio. Ele solicita então a ajuda de um segundo sacerdote, especialista em exorcismo, para tentar livrar a menina desta terrível possessão.

 

Dvd O Exorcista 3 - Original - Lacrado - R$ 35,00 em Mercado Livre

O Exorcista III (1990)

mega

O tenente Kinderman (George C. Scott) e o Padre Dyer (Ed Flanders) tentam lidar com a morte de seu amigo em comum, o Padre Damien, porém, um assassino está a solta. O tenente da polícia investiga uma série de assassinatos envolvendo tortura, decapitação e profanação religiosa. Kinderman descobre que as morte têm semelhança com as praticadas pelo serial killer "Gemini" (Brad Dourif), um homem que morreu há quinze anos.

encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcT...

Nas Montanhas dos Gorilas (DUBLADO, 1988)

ASSISTA ON LINE

A luta da antropóloga americana Dian Fossey (Sigourney Weaver), que em 1967 viajou para a África e durante vários anos em Ruanda se dedicou à preservação dos gorilas da montanha, ameaçados de extinção em razão da caça indiscriminada. Dian utilizou todos os meios possíveis para protegê-los, sendo que esta luta se tornou uma paixão obssessiva que nem mesmo Bob Campbell (Bryan Brown), um fotógrafo com quem se envolveu, consegue demovê-la do seu objetivo. Assim, para salvar sua "família" Dian, faz tudo que é possível para impedir que atrocidades contra os gorilas sejam cometidas.

Depois dos 30 (2011)

DOWNLOAD

David (Xavier Samuel) pretende se casar com Mia (Laura Brent), uma jovem australiana que conheceu durante um feriado romântico. O seu casamento não poderia estar completo sem seus três melhores amigos. Porém, o anúncio do seu casamento faz com que o caos se instale e seus amigos deem um novo significado à frase "para melhor ou pior". O dia, que era para ser o mais importante da vida de Mia e David, se torna uma grande confusão e desafia o relacionamento entre os quatro. 

 

Operação Sombra - Jack Ryan (2014)

DOWNLOAD

 Jack Ryan (Chris Pine) estudava em Londres quando o World Trade Center desabou devido a um ataque terrorista ocorrido em 11 de setembro de 2001. Servindo o exército amercano, ele participa da Guerra do Afeganistão e lá sofre um sério acidente na coluna. Durante a recuperação no hospital ele conhece a doutora Cathy (Keira Knightley), por quem se apaixona. É neste período que ele recebe a visita de Thomas Harper (Kevin Cosnter), que trabalha para a CIA e recomenda que Ryan retorne ao doutorado em economia. Ele segue o conselho e, a partir de então, passa a trabalhar às escondidas para a CIA, sem que nem mesmo Cathy saiba. Em meio às investigações, Jack descobre um complô orquestrado na Rússia, que pode instalar o caos financeiro nos Estados Unidos. Com isso, ele viaja a Moscou com o objetivo de investigar Viktor Cheverin (Kenneth Branagh), o líder da operação.

Chamada de Emergência (2013)

DOWNLOAD

Filme estrelado por Halle Berry e Abigail Breslin, é um suspense que procura criar a mesma atmosfera de "O silêncio dos inocentes", mas diferente desse, tudo aqui sôa extremamente implausível. A história gira e torno de Jordan (Berry), uma atendente do 911, chamada de emergência, que em ato impensado, provoca a morte de uma vítima de um serial killer. Traumatizada, ela vai trabalhar como uma relações públicas, até que um sequestro envolvendo o mesmo serial killer a coloca de volta na função de atendente. Desesperada, ela tenta buscar o paradeiro da vítima, que se encontra no porta-malas do carro do sequestrador. e pasmem, ela está com um celular. Pior que isso, são as várias ações que ela provoca para chamar atenção na rua, e o assassino nunca vê! O desfecho então, meu Jesus!!! O que dizer? Bom, Halle Berry e Abigail fazem o que podem para salvar esse filme de um fiasco total. Elas conferem dignidade aos seus personagens tão rasos. Pior sorte teve o cineasta Brad Anderson: depois do excelente "O operário", com Christian Balle (o filme ficou famoso porque Bale aparece com uns 40 kilos a menos), ele dirigiu o fraco "Mistério da rua 7". Anderson precisa voltar ao universo surreal e estranho de seus filmes anteriores, e esquecer essa leva de filme suspense B. Para uma sessào da tarde (apesar da violência), o filme vai com pipoca e guaraná.

 

Gato De Botas - Os Três Diabos (2011)

DOWNLOAD

Enquanto a poeira da sua mais recente aventura começa a assentar, Gato de Botas se encontra em uma encruzilhada entre dois destinos – herói e bandido. Quando uma princesa desesperada contrata o Gato para recuperar seus rubi roubado, ele está relutante em parceria com os três gatinhos. Adorable. Fuzzy. Mortal. O minuto as luvas estão fora, estes três Diablos causar estragos em missão Puss ’para recuperar o rubi roubados do famoso ladrão francês, O Encantador. Puss pode domar estes três diabinhos no tempo para recuperar o rubi?

a-era-do-gelo-o-big-bang

A Era do Gelo: O Big Bang (2016)

MEGA

A épica perseguição de Scrat pela bolota catapulta-lo para além da Terra, onde começa uns eventos cósmicos que ameaçam o planeta. Para salvar-se do perigo, Manny, Sid, Diego, e o resto da manada se embarcam em uma aventura para tentar impedir o impacto de um meteoro que iria destruir o mundo.

a-era-do-gelo-a-grande-cacada-aos-ovos-de-pascoa

Era do Gelo: A Grande Caçada Aos Ovos de Páscoa (2016)

MEGA

Quando Sid pega um emprego como babá de ovo, ele não tem nenhuma idéia que um velho inimigo tem seus próprios planos. Seu negócio está crescendo e as travessuras levam para a primeira caçada de ovos e a criação de tradições da Páscoa populares. 

A Era do Gelo 4 (2012)

MEGA

Sempre em busca de sua cobiçada noz, o esquilo Scrat provoca, sem querer, a separação dos continentes. A situação provoca mudanças no terreno de vários locais, entre eles onde os amigos Manny (Ray Romano/Diego Vilela), Diego (Denis Leary/Márcio Garcia) e Siid (John Leguizamo/Tadeu Mello) estão alojados. Um terremoto faz com que o trio fique preso em um iceberg, enquanto que Ellie (Queen Latifah/Carla Pompílio) e a pequena Amora (Keke Palmer/Bruna Laynes) permanecem no continente. Em alto mar, Manny promete que irá encontrá-las a qualquer custo, mas para tanto precisará enfrentar perigosos piratas e o canto das sereias.

A Era do Gelo: Especial de Natal (2011)

MEGA

O mamute Manny acidentalmente destrói um monumento natalino e passa a acreditar que não está mais na lista de "bons meninos" do Papai Noel. Ele viaja até o Polo Norte com seus amigos para tentar esclarecer as coisas com o bom velhinho e o grupo acaba ficando com a responsabilidade de salvar o Natal.

A Era do Gelo 3: Despertar dos Dinossauros (2009)

MEGA

Manny (Ray Romano/Diogo Vilela) e Ellie (Queen Latifah/Cláudia Gimenez) estão à espera de seu primeiro filho. Sid (John Leguizamo/Tadeu Melo) encontra alguns ovos de dinossauro, o que faz com que passe a ter sua própria família adotiva. Só que o roubo faz com que se meta em apuros, com a mãe tiranossauro vindo atrás de seus rebentos. Ela leva os três filhotes e ainda Sid para um mundo subterrâneo, onde os dinossauros ainda existem, o que obriga Manny, Ellie e Diego (Denis Leary/Márcio Garcia) a irem em sua busca para resgatá-lo.

A Era do Gelo 2 (2006)

MEGA

A era glacial está chegando ao fim e como consequência surgem em todo lugar gêiseres e verdadeiros parques aquáticos. O mamute Manfred (Ray Romano/Diogo Vilela), o tigre Diego (Dennis Leary/Márcio Garcia) e o bicho-preguiça Sid (John Leguizamo/Tadeu Melo) logo descobrem que toneladas de gelo estão prestes a derreter, o que inundaria o vale em que vivem. Logo, o trio de amigos precisa correr para avisar a todos do perigo e ainda encontrar um local em que não corram riscos.

A Era do Gelo (2002)

MEGA

O mamute Manny (Ray Romano/Diogo Vilela), o tigre de dente de sabre Diego (Dennis Leary/Márcio Garcia) e a preguiça-gigante Sid (John Leguizamo/Tadeu Melo) são amigos em uma época muito distante dos dias atuais e vivem suas vidas em meio a muito gelo. Até o dia em que eles encontram um menino esquimó totalmente sozinho, longe de seus pais, e decidem que precisam ajudá-lo a achar a sua família. Enquanto isso, o esquilo pré-histórico Scrat segue na sua saga para manter sua amada noz protegida de outros predadores.

Borboletas Negras (2011)

DRIVEGOOGLE

Ingrid Jonker (Carice Van Houten) é uma poetisa nascida na África do Sul na década de 40. Ela sempre conviveu com o regime do Apartheid. Seu pai, um censor do Governo, (Rutger Hauer) é o responsável por proibir a publicação de qualquer obra que tenha um caráter políticio ou que vá contra o regime de segrecionismo racial. Ingrid, separada e com uma filha pequena, conhece Jack Cole (Lian Cunningham), um escritor também divorciado. Ambos se envolvem emocionalmente, mas aos poucos, Jack vai descobrindo que a personalidade rebelde de Ingrid pode levá-la ao suicídio. Ninfomaníaca, alcóolatra, Ingrid tenta se reerguer na vida, mas a dura realidade de sua relação com o seu pai e a segregação racial no País lhe deixam em constante estado de choque. No discurso do Parlamento em 1994, Nelson Mandela leu um poema de Ingrid, como símbolo contra a pregação da descriminação racial.
Bom drama, prejudicado pela longa duração, ausência de ritmo na primeira parte do filme e pelo clima de novelão. Porém, a força da interpretação do elenco, em especial a de Carice Van Houten garantem 2 horas de drama rígido, pesado. A personagem de Ingrid é defendida com garra por Carice. Ela brilha em todos os momentos do filme. Carice já foi vista no filme de Paul Verhoeven, "A espiã". A reconstituição de época é perfeita, a fotografia também é interessante. A direção peca por às vezes querer forçar o drama, como tentativa de emocionar o espectador a todo custo. É muita tragédia e depressão para a personagem. Rutger Hauer comprova aqui que faz bem um personagem dramático e vilanesco, contrastando com os tipos de ação que constuma representar em filmes de outrora.

O Retorno da Família Addams 3 – 1998 – (Dual Áudio/Dublado ...

O Retorno da Família Addams 3 – 1998

MEGA

Gomez e Morticia preparam tudo para as férias, quando são surpreendidos por outro convite: uma reunião familiar. Só que ao chegar, eles descobrem que a reunião não é da família A-D-D-A-M-S, e sim da família A-D-A-M-S, completamente diferente da sua.

MyiList - A FAMÍLIA ADDAMS 2 (Legendado) Details

A Família Addams 2 – 1993

MEGA / 4SHARED SENHA: teladecinema_blog

Gomez (Raul Julia) e Morticia (Anjelica Huston) arrepiam de ternura com a chegada do novo morador do lar dos Addams: Pubertinho, seu fofinho, meigo e bigodudo bebê. E logo Funério (Christopher Lloyd) cai de quatro pela voluptuosa babá Debbie Jilinsky (Joan Cusack). Mas Vandinha (Christina Ricci) e Feioso (Jimmy Workman) descobrem que ela é uma mortífera viúva-negra, que planeja incluir Funério em sua coleção de maridos falecidos. É então que o futuro da família fica ainda mais preocupante, quando a babá malvada casa com Funério e manda as crianças para um acampamento de verão. Mas Vandinha vai ter uma Mãozinha ou duas como arma secreta….

A Família Addams (1991) | Wiki Dublagem | Fandom

A Família Addams – 1991

MEGA / 4shared   Senha: teladecinema&cesarsantanna

Os Addams, uma família macabra, correm o risco de perder seu tesouro de moedas de ouro, pois Tully Alford (Dan Hedaya), um advogado desonesto de quem os Addams são clientes, está em sérias dificuldades financeiras. Para não ter “problemas de saúde”, pois Abigail Craven (Elizabeth Wilson) e o filho Gordon (Christopher Lloyd), seus credores, estão dispostos a fazer qualquer coisa para receber o dinheiro, Alford tem uma idéia ao notar que Gordon é muito parecido com Fester, o irmão de Gomez, o chefe da família, que há 25 anos quer encontrar seu irmão. Assim Gordon finge ser Fester e na casa tenta encontrar a fortuna que paga os gastos de Gomez, Mortícia (Anjelica Huston), Vandinha (Christina Ricci) e Pugsley Addams (Jimmy Workmen). Mas o plano não é tão simples como parece, pois os Addams são uma família bem peculiar. Além disto Gordon se sente tão bem sendo Fester que começa a se sentir como parte da família.

A Família Addams PRETO E BRANCO 1ª Temporada Torrent (1964) Dublado

A FAMÍLIA ADDAMS (1964)

DOWNLOAD DISCOS MEGA

Senha: teladecinema&cesarsantanna

1 – A Família Addams Vai para a Escola

2 – Mortícia e o Psiquiatra

3 – Mortícia Entra para a Liga das Senhoras

4 – O Romance Furado do Tio Chico

5 – A Árvore Genealógica da Família Addams

6 – Gomez, o Político

7 – Halloween com a Família Addams

8 – Gomez de Olhos Verdes

9 – Os Novos Vizinhos Conhecem a Família Addams

10 – Mortícia, a Casamenteira

11 – Wandinha Some de Casa

12 – Os Addams Conhecem os Vips

13 – Tropeço Aprende a Dançar

14 – Os Addams Conhecem um Playboy

15 – A Arte e a Família Addams

16 – A Família Addams e o Homem Secreto

17 – A Mãe do Tropeço Visita a Família Addams

18 – A Doença do Tio Chico

19 – A Família Addams Esbanja

20 – O Primo Coisa Visita a Família Addams

21 – A Família Addams no Tribunal

22 – Amnésia na Família Addams

A Familia Addams Desenho Animado Torrent Rip 480p Dublado Download

A FAMÍLIA ADDAMS: 2ª TEMPORADA – 1993

EPISÓDIO 01: EXPOSIÇÃO DE ARTES DA FAMÍLIA ADDAMS
EPISÓDIO 02: O MORDOMO FOI EMBORA
EPISÓDIO 03: JOÃZINHO MARIA E O PÉ DE FEIJÃO / O RETORNO DO HOMEM CHICO / ENTREGA EM MÃOS
EPISÓDIO 04: UMA DOÇURA DE IRMÃO
EPISÓDIO 05: A SEGUNDA LUA DE MEL
EPISÓDIO 06: AÍ VEM A VOVÓ / A MÃOZINHA DE ESTIMAÇÃO / A CANÇÃO DO TIO CHICO
EPISÓDIO 07: ACAMPANDO COM OS ADDAMS / A NOVA BONECA DE VANDINHA / NORMAN, O REI DO BLUES
EPISÓDIO 08: A MENINA E O VAMPIRO / A FALHA DE FEIOSO / A VOVÔ RESPONDE

addams | Desenhos animados anos 90, Personagens de anime, Desenhos

A Família Adams (1992) - 1ª temporada

MEGA

EPISÓDIO 01: O FELIZ CHICO DO TIO CHICO
EPISÓDIO 02: UM HOTEL DIFERENTE
EPISÓDIO 03: O DIA EM QUE GOMEZ FALHOU
EPISÓDIO 04: A NAMORADA DO TROPEÇO / FEIOSOS PRA CARAMBA / CUIDADO COM A MÃOZINHA
EPISÓDIO 05: N.J. ADDAMS
EPISÓDIO 06: NASCE UM ASTRO / ASFIXIE E APUNHÁ-LE / O DIÁRIO DO TIO CHICO
EPISÓDIO 07: SIR FEIOSO / O HOMEM CHICO / ARTE PARA ARTE
EPISÓDIO 08: O FANTASMA SEM CABEÇA
EPISÓDIO 09: C T V
EPISÓDIO 10: O PRIMO ITT JÁ ERA
EPISÓDIO 11: SE ESCONDE QUE O TROPEÇO ACHA / ANZOL, LINHA E FEDOR/ MÃOZINHA ESPADACHIM
EPISÓDIO 12: A FAMÍLIA ADDAMS NA ESCOLA
EPISÓDIO 13: O GRANDE MÃOZINHA / CHAPÉUZINHO VERMELHO MÁ / METAMORFOSIRMÃ

Os Addams não são nada típicos: eles têm prazer na maioria das coisas que pessoas “normais” teriam medo, com seus hábitos mórbidos e incomuns. Ou não há nada de anormal de o casal Gomez e Mortícia jantarem à luz de velas em um cemitério ou de cultivarem plantas venenosas? Conheça também os filhos Wandinha e Feioso e os apaixonantes Vovó, Tio Chico, o mordomo Tropeço e a bizarra Mãozinha. Não nos esqueçamos do Primo Coisa, que está sempre fazendo uma visita. Divirta-se com os Addams sem medo, pois, no fundo, eles têm um bom coração.

 A Ressaca - Filme 2010 - AdoroCinema

A Ressaca - 2010

ASSISTA ON LINE

Adam (John Cusack) foi abandonado por sua namorada. Lou (Rob Corddry) adora uma festa, mas não consegue encontrá-la. Nicky (Craig Robinson) tem sua vida controlada pela esposa. Jacob (Clark Duke) é fanático por videogame e, por causa disto, raramente sai de casa. Eles são amigos e, após uma noite de muita bebedeira, acabam na banheira de hidromassagem de um resort de esqui. Sem saber como, eles acordam em pleno 1986. É a chance que têm para apagar erros do passado e criar um novo futuro.

A RESSACA 2

A Ressaca 2 (Hot Tub Time Machine 2, 2015)

DOWNLOAD MEGA / 1FICHIER

Nick (Craig Robinson), Lou (Rob Corddry) e Jacob (Clark Duke) voltam a se envolver numa misteriosa viagem no tempo através de uma banheira. Porém, acabam indo parar no futuro. Agora, eles tem a missão de mudarem suas atuais condições, a fim de salvar o passado que, na verdade, é o presente.

o-destino-de-jupiter

O Destino de Júpiter (Jupiter Ascending, 2015)

DOWNLOAD MEGA / 1FICHIER

Fantasia de aventura de ficção científica escrita e dirigida pelos irmãos Wachowski, responsáveis pela trilogia "Matrix", "Speed racer" e "A viagem". Eu na verdade fico muito pasmo que, após o excelente "A viagem" (que eu adoro e 90% do mundo odeia), os Wachoski venham com um filme tão estranho e confuso como esse "Jupiter ascending". De novo retratando o tema do Messias, da reencarnação e de um mundo a ser dominado, dessa vez a poção mágica dos diretores/roteiristas falhou. No entanto, acredito eu, só existe uma forma de se assistir a esse filme: deixando o cérebro em casa, aceitar toda a loucura de uma história que mescla "Star wars", "Surfista prateado", "Thor" e "Guardiões da galáxia" e entrar no clima carnavalesco dos figurinos e direção de arte. Assim, talvez, seja possível se divertir. Com um baita climão FILME B de alto orçamento, o filme diverte pelas piadas involuntárias. Afinal, porquê alguém iria enfeiar Channing Tatum com orelhas pontudas, olhos pintados de preto e cheio de cicatrizes, se não for para sacanear? O elenco inteiro deve ter se divertido bastante com tanta doideira na história. Mila Kunis, Eddie Redmayne (de "A teoria de tudo'), Sean Bean (Ned Stark de "Game of thrones"), todos bem canastrões e por isso mesmo, divertidos. Os diálogos, a maquiagem, figurino, tudo remete a um anos 80 cafona de "Flash Gordon". Esse filme muito em breve será um clássico kitsch. A história gira em torno de Jupiter (Mila Kunis), filha de uma russa e um americano astrólogo. Ele morre durante um assalto, e sua mãe se muda para Chicago. Jupiter cresce e junto de sua mãe, trabalha como faxineira. Até que um dia, durante um exame clínico, ela é salva da morte por um jovem que se diz guardião de uma legião espacial e que avisa a ela que ela é uma Rainha e dona do Planeta Terra. No entanto, três irmãos, donos de vários planetas, desejam sua morte e o domínio da Terra. Os efeitos são toscos (com algumas exceções), a história é confusa. Ah claro, o filme é longo, 127 minutos. Bom, dá para se assistir, é um passatempo, mas ao final, fica a sensação de que o filme é um tremendo de um abacaxi reciclado. O que é uma pena.

Eu sou Cuba (Soy Cuba, 1964)

DOWNLOAD MEGA

Filmado pelo grande fotógrafo e diretor russo Mikhail Kalatozov, Soy Cuba é um poema visual do realismo socialista, mostrando a opressão do povo cubano pelo regime ditatorial de Fulgencio Batista. Kalatozov registrou com sua câmera acrobática e em grande angular, imagens fascinantes de Cuba, em quatro histórias ambientadas na Cuba pré-revolucionária. Em Havana, Maria envergonha-se quando o homem de quem gosta, descobre como ela ganha a vida. Pedro, um camponês idoso, descobre que a terra que cultiva foi vendida a uma empresa americana. Um universitário vê seus amigos serem atacados pela polícia, quando distribuíam panfletos a favor de Fidel Castro. Por fim, uma família de camponeses é ameaçada pelas forças de Batista. 

Flamenco (1995)

DRIVEGOOGLE

O espanhol Carlos Saura, realizou uma trilogia a não perder: "Flamenco", "Tango" e "Fados". Flamenco, foi o primeiro, e se tata de uma brilhante homenagem ao Flamenco, suas origens, influências, adaptações, evoluções, velhas e novas gerações, tudo com a conhecida qualidade e beleza de imagem, som, coreografia, luz e cor. A enorme lista de participantes inclui Paco de Lucía, Joaquín Cortés, Manolo Sanlúcar, Lole y Manuel, La Paquera de Jerez, Fernanda de Utrera, José Menese, Enrique Morente, José Mercé, Farruco y Farruquito, Ketama, Manzanita, Maria Pagès, entre outros, e foi filmado na velha estação de trem, situada em Sevilha, na Andaluzia.


Além da Estrada (Por El Camino, 2010)

DOWNLOAD UPTOBOX

Santiago (Esteban Feune de Colombi) é um jovem argentino, que segue de Buenos Aires para Montevideo. Ele vem resolver um assunto de posse de terra, a pedido da família. Santiago era um investidor de mercado, em Nova York, mas a morte de seus pais o fez voltar ao lar. No trajeto de barco, ele conhece Juliette (Jill Mulleady), uma jovem belga que veio em busca de um uruguaio que ela conheceu em outro país, Santiago oferece carona para Juliette, e juntos, descobrem uma amizade, novos personagens pelo caminho, e claro, o amor.
Um típico road movie, dirigido pelo ex-ator Charly Braun. O filme tem um caráter auto-biográfico muito forte, que fica evidente nos créditos finais, onde vemos imagens de jovens nos mesmos lugares onde foram filmadas as cenas.
É um filme emotivo, bonito - a fotografia é realmente bela - tem sensibilidade. Mas o roteiro não tem um foco. Os personagens vão seguindo caminho, e por eles passam tipos incomuns, como Naomi Campbell, que do nada, dá um depoimento sobre preconceito contra modelos negras na Alta costura. Depois surge a atriz Guilhermina Guinle, também uma das produtoras do filme, que faz uma espécie de namoradinha de Santiago, e ambos, fazem uma cena dispensável de balada noturna.
O filme também não tem ritmo. Dá uma canseira. A trilha sonora pelo menos confere uma sensação de nostalgia que ajuda a embalar a narrativa.

Sem Saída (Abduction, 2011)

DOWNLOAD MEGA

Nathan (Taylor Lautner) é um jovem feliz: mora com seus pais, que ele ama, estuda na faculdade, se apaixona por uma garota, Karen (Lily Collins) e tem ótimos colegas. Porém, um dia, tudo isso vem abaixo. Ao fuçar um site de crianças desaparecidas, Karen e Nathan descobrem que Nathan provavelmente pode ser um garoto adotado, e que tudo o que está a sua volta não é o que parece ser. A CIA e um grupo de mafiosos russsos passam a ficar em seu encalço, e Nathan foge, junto com Karen, após seus pais terem sido assassinados (ele descobre que os pais eram espiões contratados para tomarem conta dele). A missão agora é descobrir quem ele realmente é, e porquê estão todos atrás dele.
Filme de ação protagonizado pelo lobisomen Jacob da saga "Crepúsculo", esse "Sem saída" tenta, mas praticamente não consegue, criar uma atmosfera de constante tensão e suspense. O título brasileiro procura se apropriar do clássico filme de Kevin Costner, também "Sem saída", mas a comparação fica aí. Aqui tudo é bem previsível, e algumas situações são bem falsas. Por exemplo, para fugir da clínica, Nathan e Rose são ajudados pela doutora Bennet (Sigourney Weaver), que os esconde usando balões de gás para evitar que as câmeras os captem!!! Como assim? hehehehe
Aliás, Sigourney Weaver é das poucas coisas boas no filme, mesmo que ela esteja no automático. Alfred Molina, fazendo um agente da CIA, também bate ponto. O filme carece demais ritmo e adrenalina. E Taylor sim, aparece várias vezes sem camisa no filme, já que sua interpretação vem da exibição de seu corpo escultural, uma vez que interpretação não é o seu forte. Mas para um final do dia sem ter o que fazer, vale como passatempo.

Branca de Neve e os Sete Anões - Filme 1937 - AdoroCinema

Branca de Neve e os Sete Anões (Snow White and the Seven Dwarfs, 1937)

ASSISTA ON LINE / DOWNLOAD MEGA

Uma rainha má e bela resolve, por inveja e vaidade, mandar matar sua enteada, Branca de Neve, a mais linda de todas. Mas o carrasco que deveria assassiná-la a deixa partir e, durante sua fuga pela floresta, encontra a cabana dos sete anões, que trabalham em uma mina e passam a protegê-la. Algum tempo depois, quando descobre que Branca de Neve, continua viva, a Bruxa Má, disfarça-se e vai atrás da moça com uma maçã envenenada, que faz com que Branca de Neve, caia em um sono profundo por toda a eternidade.

Com 007 Viva e Deixe Morrer - Filme 1973 - AdoroCinema

Com 007 Viva e Deixe Morrer (Live and let die, 1973)

DOWNLOAD MEGA

Três agentes britânicos são mortos no mesmo dia, ao investigarem o contrabando de drogas, com os assassinatos estando ligados a um chefão do crime do Harlem e a um diplomata internacional. 007 (Roger Moore) vai investigar o caso e, ao chegar em Nova York, quase morto por um capanga que trabalha para o chefão do Harlem. Mas, ao iniciar suas investigações, logo o agente inglês descobre uma trama para colocar dois bilhões de dólares em heroína no mercado americano.

images.justwatch.com/poster/49509019/s592

Coffy: Em Busca da Vingança – 1973

DOWNLOAD UPTOBOX

Depois de presenciar a morte de sua irmã viciada em drogas, uma bela enfermeira decide fazer justiça com as próprias mãos, vingando-se de cafetões, traficantes e policiais corruptos. O filme que transformou a bela Pam Grier em musa do cinema blaxploitation.

 

Mary Poppins – 1964

DOWNLOAD MEGA

Londres, 1910. Um banqueiro, George Banks, resolve redigir um anúncio pedindo uma babá, após Michael e Jane, seus filhos, mais uma vez sumirem e fazerem Katie Nanna, a babá, pedir demissão. Tentando controlar a situação Winifred, a mulher de George, faz tudo para acalmar o marido, mas sua cabeça está voltada para a defesa dos direitos da mulher. As crianças também escreveram um anúncio, que difere bastante da babá que George, pensa em contratar, tanto que depois de lê-lo o rasga e joga na lareira, por tê-lo achado fantasioso demais. Porém, os pedaços de papel milagrosamente voam juntos até uma nuvem próxima, onde está uma pessoa muito especial: Mary Poppins. No outro dia chegam muitas candidatas para o cargo de babá, mas um vento misterioso as carrega antes de serem entrevistadas. Chega então Mary Poppins, que desce das nuvens até a casa dos Banks, usando um guarda-chuva mágico como pára-quedas. Ela conhece Mr. Banks e concorda em ficar com o trabalho. Michael e Jane, ficam fascinados com Mary Poppins, pois ela é exatamente a babá que sempre sonharam.

UM TIRA DA PESADA

Um Tira da Pesada (Beverly Hills Cop, 1984)

DOWNLOAD MEGA

Poucas horas depois de chegar em Detroit Mikey Tandino (James Russo) foi morto. Axel Foley (Eddie Murphy), policial e seu melhor amigo, viaja para Los Angeles, pois tinha sido o último lugar onde Mikey trabalhara. O emprego de Mikey tinha sido conseguido por Jenny Summers (Lisa Eilbacher), amiga de ambos, que administra uma famosa galeria de arte em Beverly Hills. Porém Foley tem de fazer tudo informalmente, pois está fora do caso, e pretende seguir a pista do possível mandante do crime, Victor Maitland (Steven Berkoff), o chefe de Jenny e dono da galeria. Apesar de Maitland ser considerado um dos maiores marchands do país, Axel acredita que ele usa o mercado de arte como fachada e consegue que dois relutantes policiais locais, Billy Rosewood (Judge Reinhold) e Taggart (John Ashton), se unam a ele nas investigações.

Dvd Um Tira Da Pesada 2 (1987) - Dublagem Clássica Da Tv - R$ 34 ...

Um Tira da Pesada 2 (Beverly Hills Cop II, 1987)

DOWNLOAD MEGA

Detroit voltou a ser a área de atuação do detetive Axel Foley (Eddie Murphy), que investiga um esquema de cartões de crédito falsos. Ele interrompe esta missão ao saber através, pelo noticiário da televisão, que Andrew Bogomil (Ronny Cox), um detetive que atua em Beverly Hills, foi baleado. Assim Axel ruma para lá, pois já tinham trabalhado juntos em um caso. Lá ele se reencontra com a filha de Andrew, Jan (Alice Adair), e com os detetives William "Billy" Rosewood (Judge Reinhold) e John Taggart (John Ashton), que eram subordinados de Andrew. Novamente Axel investiga com John e Billy uma onda de assaltos bem planejados, que está sendo conhecida como "crimes do alfabeto".

Um Tira da Pesada 3 - Filme 1993 - AdoroCinema

Um Tira da Pesada 3 (Beverly Hills Cop III, 1994

DOWNLOAD MEGA

Numa noite em Detroit, Michigan, durante uma batida policial numa oficina de desmanche de carros, o detetive Axel Foley (Eddie Murphy) vê seu chefe, o inspetor Douglas Todd (Gilbert R. Hill), ser assassinado por um homem bem vestido. Em seu último suspiro Todd pede a Axel que pegue o homem que atirou nele, com Axel dizendo que fará isto. Após investigar Axel acha o veículo do assassino em WonderWorld, um parque temático em Beverly Hills, Califórnia. Já em Beverly Hills, Axel se encontra com o amigo Billy Rosewood (Judge Reinhold), que agora ocupa um cargo importante e tem outro parceiro, Jon Flint (Hector Elizondo), pois John Taggart se aposentou. Axel investiga o WonderWorld, cujo proprietário é Dave Thornton (Alan Young), que sente que algo errado está acontecendo no lugar.

As Filhas de Marvin | Wiki Dublagem | Fandom

As Filhas de Marvin (Marvin's Room, 1996)

DOWNLOAD UPTOBOX

Durante anos a bondosa Bessie cuidou sozinha de seu pai doente. Mas quando ela também sofre problemas de saúde, se vê forçada a chamar a irmã Lee, que retorna com seu filho, o adolescente problemático Hank. A chegada dos dois muda a vida de todos em volta. Adaptação da peça de Scott McPherson.

DVD California - 007 OS DIAMANTES SÃO ETERNOS 

007 – Os Diamantes são Eternos (Diamonds Are Forever, 1971)

DOWNLOAD MEGA

Quando o governo britânico suspeita da existência de uma rede mundial de contrabando de diamantes, 007 (Sean Connery) é chamado para investigar. Ele logo descobre a extensão do problema e viaja para a América, onde o milionário proprietário de um cassino é suspeito de estar por trás de tudo. Só que ele é ninguém menos que Ernst Stavro Blofeld (Charles Gray), o arquiinimigo de James Bond, que sabe exatamente o que tem de fazer, principalmente quando as mais poderosas potências nucleares do planeta estão envolvidas.

Academia de Gênios - 7 de Agosto de 1985 | Filmow

Academia de Gênios (Real Genius, 1985)

DOWNLOAD MEGA

Quando um grupo de loucos gênios universitários põem as cabeças a trabalhar ao mesmo tempo, quase tudo pode acontecer... Chris, é o 'inteligente' que só quer festa, Mitch, é o gênio precoce de 16 anos e Lazlo, é o cérebro número um da América, e vive literalmente num mundo só seu... o armário de Chris. Supostamente a trabalhar duro num projeto laboratorial, arranjam tempo para transformar o dormitório num ringue de patinação, para desmantelar o carro de um colega e para fazer uma festa na praia no interior do auditório. Quando estes gênios descobrem que o seu pouco escrupuloso mentor, o professor Hathaway, os obrigou a trabalhar numa arma secreta para os militares, combinam uma elaborada vingança. O plano culmina num incrível esquema que consegue enganar os militares e convencer o professor de que não compensa meter-se com estes verdadeiros gênios!

 A música como protagonista em

Mesmo se nada der certo (Begin again, 2013)

MEGA

 Em 2006, o cineasta irlandês escreveu e dirigiu "Apenas uma vez". O filme de baixo orçamento acabou virando um grande sucesso, e até virou musical na Broadway. Não satisfeito, Carney escreveu e dirigiu mais um filme sobre o universo dos músicos independentes. E dessa vez, se cercou de atores famosos e mais, filmou tudo em Nova York. Mais espertamente, ainda mais do que a franquia "Cities of love", Carney descobriu uma forma brilhante de divulgar a cidade de NY: o filme fala sobre uma cantora e um produtor musical falido que gravam cada faixa do disco em um ponto turístico da cidade. Assim, a cidade quase inteira surge nas telas de forma romantizada, poética, linda, deliciosa. é um romance coberto de músicas muito fofas, daquelas que a gente quer comprar logo o cd e ficar escutando o dia todo. Quem canta as faixas: Keira Knightley, de voz impressionante, e Adam Levine, vocalista da banda "Maroon 5", aqui interpretando o papel do namorado cantor de Keira. O filme, quase um remake de "Apenas uma vez", é uma graça do início ao fim: conta a história de Dan (Mark Rufallo), um produtor musical falido. Ele é pai de uma jovem, Violet (Hailee Steinfeld, de "Bravura indômita") e ex-marido de Miriam (Catherine Keener, a musa dos independentes). Paralelo, temos a história de Gretta (Keira Knightley), uma jovem inglesa namorada de Dave (Adam Levine), famoso cantor pop. Mas os caminhos de Dan e Gretta se cruzam, quando ele resolve lançar um disco independente de Gretta. Delicada Direção, trilha sonora sensacional, tudo funciona às mil maravilhas nesse filme que é um clássico dos românticos. Lindo demais. Um elenco mega cult, que inclui o produtor musical Mos Def e o cantor Cello Green. Para ver com o coração apertado e livre para sonhar. Ainda dá tempo de ir em busca de seu mundo, assim é a mensagem do filme. Motivação, sempre.

X-Men: Fênix Negra (2019)

MEGA / 1FICHIER

1992. Os X-Men são considerados heróis nacionais e o professor Charles Xavier (James McAvoy) agora dispõe de contato direto com o presidente dos Estados Unidos. Quando uma missão espacial enfrenta problemas, o governo convoca a equipe mutante para ajudá-lo. Liderado por Mística (Jennifer Lawrence), os X-Men partem rumo ao espaço em uma equipe composta por Fera (Nicholas Hoult), Jean Grey (Sophie Turner), Ciclope (Tye Sheridan), Tempestade (Alexandra Shipp), Mercúrio (Evan Peters) e Noturno (Kodi Smit-McPhee). Ao tentar resgatar o comandante da missão, Jean Grey fica presa no ônibus espacial e é atingida por uma poderosa força cósmica, que acaba absorvida em seu corpo. Após ser resgatada e retornar à Terra, aos poucos ela percebe que há algo bem estranho dentro de si, o que desperta lembranças de um passado sombrio e, também, o interesse de seres extra-terrestres.

Era uma Vez DeadPool - Looke

Era uma Vez um Deadpool - 2018

MEGA 720p / 1080p

Determinado a provar que "Deadpool 2" é um filme para toda a família, Wade Wilson (Ryan Reynolds) limpa todos os palavrões e sangue da narrativa e sequestra o ator e diretor Fred Savage para reencenar A Princesa Prometida. Sem poder se desvencilhar das amarras, Savage é obrigado a ouvir o "conto de fadas" do Mercenário Tagarela, incluindo sua luta com Cable (Josh Brolin) e a formação da X-Force.

Resultado de imagem para Deadpool 2

 DEADPOOL 2 (2018)

MEGA 720p / 1FICHIER

O cineasta David Leitch, como muita gente sabe, é um Coordenador de Stunts e por muito tempo dirigiu cenas de ação para Diretores renomados. Como "De volta ao jogo", ele assumiu o posto de Diretor e mostrou ao mundo que sabe dirigir porradaria e cenas de ação como ninguém. Logo depois veio "Atomica", com Charlize Theron dando cacetada geral nos anos 80 em Berlin, e o maravilhoso plano sequencia da escada. A inevitável continuação do grande sucesso de "Deadpool" acabou gerando grande expectativa, afinal, muita gente amou o jeito desbocado do herói interpretado com muita propriedade por Ryan Reynolds, que praticamente reinventou sua carreira com o filme. Mas a fórmula se repetiu: essa parte 2 veio requentada, com os mesmos maneirismos do primeiro filme: falando pra câmera, muito palavrão, piadas sujas, e mais do que no anterior, mais violento. E por conta disso, aqui no Brasil, o filme ganhou a classificação de proibido para menores de 18 anos. Depois de ver o filme, sim, é possível entender a censura, mas como todo mundo já tá acostumado com vísceras e mutilações na tv e games, o filme poderia ter sido liberado para 14 anos. A garotada iria se divertir. O roteiro vai em cima do tema da paternidade, em vários personagens. E esse coração que bate em prol das relações familiares é que guia o filme. Um ótimo elenco, muito bem co-estrelado por Josh Brolin, e a inevitável artilharia contra o racismo e a misoginia, que vale até renomear os X-men de X-force. 

LOGAN (2017)

GoogleDrive / 1FICHIER / MEGA

Impossível não assistir ao filme e não se lembrar das referencias a “Stranger things”, “Mad Max”, “Exterminador do futuro” e a vários faroestes, que é a base para esse dramático retorno de Logan/Wolverine e Professor Xavier. Em uma cena, Xavier assiste ao clássico faroeste “Os brutos também amam”. O cineasta James Mangold inclusive dirigiu um, “3:10 para Yuma”. Eclético, James Mangold desenvolveu a história desse “Logan”. Ele já havia dirigido “Garota, interrompida”, que deu o Oscar de atriz coadjuvante para Angelina Jolie, “Copland”, com Stalone e o filme anterior do Wolverine, que se passa no Japão. Aliás, Esqueçam esse Wolverine, porque “Logan” não tem nada a ver. Outra atmosfera, outra pegada, outra vibe. Aqui, o apelo é dramático, apesar de várias cenas de ação. Logan e Xavier estão doentes. Nesse futuro de 2029, os outros X-men morreram e só sobraram eles, além de Caliban, um albino que mora com eles. Logan sobrevive trabalhando como motorista particular. Com o dinheiro, ele compra remédios para Xavier. Um dia, ele recebe uma chamada para uma corrida e conhece Gabriela, uma enfermeira mexicana, que esta acompanhada de uma menina muda, Laura. Ela pede para que Logan cuide dela, mas ele recusa. Logo, os caminhos dos 2 irão se cruzar, e segredos de estado virão à tona. A direção de James Mangold surpreende, mostrando uma afinada condução de cenas de drama e de ação. Os atores estão ótimos: Patrick Stewart e Hugh Jackman reinventam os seus personagens, dessa vez com outra pegada: velhos, cansados, abatidos, melancólicos. A menina Dafne Keen, no papel de Laura, é uma pequena força da natureza, e lembra inclusive a Eleven, de “Stranger things”. Desde o início, os créditos iniciais, sem efeitos especiais, já dão o tom do filme que iremos ver: praticamente um drama. Fico na dúvida se parte do fã-clube dos X-men irá gostar do filme. De qualquer forma, é um filme corajoso, por quebrar a rotina de uma franquia que já vinha dando sinais de cansaço.

deadpool

DEADPOOL (2016)

MEGA / GoogleDrive / 1FICHIER

Primeiro longa do efeitista visual Tim Miller, já começou com o pé direito. Na sessão de cinema que eu fui, lotada, o público em peso no final da sessão ansiava pela parte 2. Bom sinal para mais um filme de super-herói da Marvel. Toda a fórmula está ali: Stan Lee fazendo aparição, porradaria, efeito especial, vilão, mocinho. O que diferencia? Eu não sou grande conhecedor de quadrinhos, e não tinha muita referência sobre o Deadpool. Descobri que ele fala com o espectador, fala muita merda, tem humor irônico, tira sarro com todo mundo. O diretor e o roteirista tiram proveito dessa metalinguagem e acrescentam mais loucuras pro filme: citações aos nomes dos atores que estão no filme, sacanagem com Hugh Jackman, esculhambação nos créditos iniciais e finais... para quem busca uma comédia maluca com brincadeiras à la Paulo Gustavo (que tira sarro de si mesmo e do conceito de uma filmagem) e ainda, repleta de violência, sangue e tripas (o que justificou a censura 16 anos, pois as cenas de nudez são coisas de sessão da tarde, nada demais), o filme diverte. O roteiro é bem simplório, mas verdade seja dita, é o primeiro vilão que não quer acabar com o mundo. Na verdade, é o herói, Deadpool, que vai atrás dele por vingança. Por conta disso, o vilão não oferece perigo algum. Nem vou falar muito do filme pois não sou a pessoa indicada. Só digo que é um passatempo divertido, e só. Ryan Reynolds se encaixa como uma luva no personagem. Bonito, mas também divertido, com um tom de voz que combina bastante com a anarquia do personagem. A piada do orçamento para os outros X-men é antológica.

x-men-apocalipse

X-Men - Apocalipse (2016)

GoogleDrive / 1FICHIER / MEGA

Terceira parte da trilogia com a origem dos X-men, é uma das maiores concentrações de Elenco all star por frame já visto recentemente em um único filme. Jennifer Lawrence, Michael Fassbender, James McAvoy, Nicholas Hoult, Oscar Issac, Sophie Turner, Tye Sheridan e outros. O filme tem 2:30 horas, e toda a primeira parte do filme achei entediante. O filme só pega mesmo com a entrada em cena de Mercúrio (o impagável Evan Peters), em um momento sublime, semelhante ao do filme anterior, "Dias do futuro passado", que para mim é disparado o melhor da trilogia. O filme gira em torno do vilão Apocalipse, que no antigo Egito era um mutante e como tal, era visto como um Deus pelo povo. Após um incidente, ele acaba hibernando, e acorda nos anos 80, após ser involuntariamente libertado por crentes. Ele quer, claro, dominar o mundo, e para isso, descobre uma forma de penetrar na mente de Charles Xavier e assim, controlar os mutantes. O roteiro, uma pena, contém tantas sub-tramas que torna o filme confuso e sem foco. Outro ponto também que torna o filme menos atraente são os efeitos especiais, que por incrível que possa parecer, estão entre os piores de toda a saga. Eu boiei em vários momentos do filme, por conta de tentar linkar com os outros filmes da série: não consegui entender a entrada do personagem do Wolverine, e também a história familiar da família de Magneto, principalmente a de sua filha.

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (2014)

MEGA / 1FICHIER / Drivegoogle

O elenco do filme é um caso à parte: além dos habitueés Hugh Jackman, Ellen Page, Patrick Stewart, Ian Mackellen, James Macvoy, Michael Fassbender, Halle Berry, Anna Paquim, Jennifer Lawrence, Nicholas Hauldt, Shaw Ashmore (que devem ter custado metade do orçamento do filme), não satisfeitos, ainda convocaram Peter Dinklage e Omar Sy. É muito ator foda num filme só! Bom, quanto ao roteiro, ele é maravilhoso, dinâmico, te deixa tenso do início ao fim... mas não há quem não faça eu pensar que é uma releitura de "O exterminador do futuro". Usando o mesmo mote de personagens no futuro tendo que voltar ao passado para salvar a humanidade, evitando que algo muito importante aconteça décadas atrás, o filme brinca com os mesmos personagens no futuro e no presente. É uma delícia de se assistir. O passado, no caso, é o ano de 1973. O figurino, maquiagem, direção de arte, tudo é super produzido. A direção de Bryan Singer está mais afiada do que nunca. Ele não perde tempo e mantém um ritmo alucinado do início ao fim. E ainda apresenta ao espectador algumas das cenas mais antológicas de toda a série: a cena da cozinha no Pentágono é uma obra-prima. E o humor sempre presente, garantido pelo time impecável de atores ingleses. Nem dá pra falar muito porquê esse tipo de filme a gente quer é se divertir mesmo. Super pipocão!

Wolverine: Imortal (2013)

MEGA / DRIVEGOOGLE / 1FICHIER

Após matar Jean Grey (Famke Janssen) para salvar a humanidade por ela não conseguir controlar os poderes da Fênix, Logan (Hugh Jackman) decidiu abandonar de vez a vida de herói e passou a viver na selva, como um ermitão. Deprimido, ele é encontrado em um bar pela jovem Yukio (Rila Fukushima). Ela foi enviada a mando de seu pai adotivo, Yashida (Hal Yamanouchi), que foi salvo por Logan em Nagasaki, no Japão, na época em que a bomba atômica foi detonada. Yashima deseja reencontrar Logan para fazer-lhe uma proposta: transferir seu fator de cura para ele, de forma que Logan possa, enfim, se tornar mortal e levar uma vida como uma pessoa qualquer. Ele recusa o convite, mas acaba infectado por Víbora (Svetlana Khodchenkova), uma mutante especializada em biologia que é também imune a venenos de todo tipo. Fragilizado, Logan precisa encontrar meios para proteger Mariko (Tao Okamoto), a neta de Yashida, que é alvo tanto de seu pai, Shingen (Hiroyuki Sanada) quanto da Yakuza, a máfia japonesa. 

X-Men - Primeira Classe (2011)

MEGA / 1FICHIER / DRIVEGOOGLE

Poderia se chamar "X-men - Origens". O filme narra o surgimento de Erik/Magneto (Michael Fassbender) e Charles Xavier/Professor X (James Macvoy). Em 1944, Erik descobre seus poderes, em um campo de concentração, mas somente é ativado após passar por um processo de cólera. O nazista Shaw (Kevin Bacon) toma conhecimento desses poderes e faz pesquisas a fim de se tornar um mutante. Ao mesmo tempo, Charles trava uma amizade com Mystica (Jennifer Lawrence), e tornam-se melhores amigos. O tempo passa, e estamos em 1963, em plena Guerra Fria. Charles salva Erik, que tenta inutilmente matar Shaw, e começa aí uma grande amizade. Mas Shaw tem a raiva dentro de si, e isso fará com que ele tome outros rumos na vida.
Mathew Vaughn, o Diretor, foi convidado por Bryan Singer, após o sucesso de "Kick-ass". Vaughn fez um bom trabalho, mas infelizmente, o filme peca pela falta de ritmo em várias cenas, e os efeitos especiais em alguns momentos soam preguiçosos e toscos. O roteiro tem falhas, mas nada que irá prejudicar o bom entendimento da trama. De positivo, a presença de atores tarimbados como James Macvoy, Kevin Bacon, Jennifer Lawrence e Michael Fasbender. Existe um cameo de Hugh Jackman, em participação não creditada, porém divertida.
Pelo que se percebe no desfecho, o filme terá várias outras continuações. Tomara ganhe mais dinâmica nas próximas investidas.

X-Men: Origens Wolverine (2009)

MEGA / DRIVEGOOGLE / 1FICHIER

A Equipe X é formada apenas por mutantes, tendo fins militares. Entre seus integrantes estão Logan (Hugh Jackman), o selvagem Victor Creed (Liev Schreiber), o especialista em esgrima Wade Wilson (Ryan Reynolds), o teleportador John Wraith (Will i Am), o atirador David North (Daniel Henney), o extremamente forte Fred J. Dunes (Kevin Durand) e ainda Bradley (Dominic Monaghan), que manipula eletricidade. No comando está William Stryker (Danny Huston), que envolve alguns componentes do grupo no projeto Arma X, um experimento ultra-secreto. Entre eles está Logan, que precisa ainda lidar com o desfecho de seu romance com Raposa Prateada (Lynn Collins).

X-Men - O Confronto Final (2006)

MEGA / DRIVEGOOGLE

É descoberta uma cura para os mutantes, que agora podem optar por manter seus poderes ou se tornarem seres humanos normais. A descoberta põe em campos opostos Magneto (Ian McKellen), que acredita que esta cura se tornará uma arma contra os mutantes, e os X-Men, liderados pelo professor Charles Xavier (Patrick Stewart).

X-Men 2 (2003)

MEGA / DRIVEGOOGLE / 1FICHIER

Ainda vivendo em um mundo que os odeia, os mutantes passam a sofrer uma discriminação ainda maior quando um novo mutante provoca um ataque ao Presidente dos Estados Unidos, quase matando-o. A notícia faz com que a sociedade se manifeste ainda mais contra os mutantes, fazendo com que ganhe força o projeto do registro de mutantes. William Stryker (Brian Cox), um militar que tem experiência em lidar com mutantes e uma ligação com o passado de Wolverine (Hugh Jackman), torna-se um dos porta-vozes deste pedido, além de se tornar o responsável por um plano que tem por meta erradicar de uma vez por todas os mutantes. Com a autorização do Presidente, Stryker inicia uma grande ofensiva contra os mutantes, invadindo a mansão do Professor Charles Xavier (Patrick Stewart) e forçando que Magneto (Ian McKellen), que fugiu da prisão, se una aos X-Men para combater Stryker. 

X-Men - O Filme (2000)

MEGA / 1FICHIER / DRIVEGOOGLE

Em um futuro próximo há pessoas que são o próximo degrau na escada evolucionária humana, os mutantes. Dotados de um fator X em sua carga genética, cada mutante desenvolve um tipo diferente de poder e muitas vezes precisam aprender a controlá-lo, pois só se manifesta na adolescência ou mesmo quando se tornam adultos. Os mutantes sofrem um grande preconceito, pois os humanos em geral não entendem os poderes deles e temem que os mutantes, por serem superiores às pessoas comuns, irão perseguir a raça humana. Do lado dos mutantes, o combate a esse preconceito não acontece de modo uniforme. Alguns mutantes, os X-Men, são liderados pelo Professor Xavier (Patrick Stewart), um telepata, e pretendem vencer o preconceito por meios pacíficos, convencendo o público de que humanos e mutantes podem conviver em paz. No entanto a Irmandade dos Mutantes, comandada pelo temível Magneto (Ian McKellen), que pode alterar e modificar a estrutura dos metais, declarou guerra aos humanos, pois está cansado de tanta perseguição e humilhação. O ódio e o medo que os humanos sentem pelos mutantes está à beira do fanatismo, principalmente por causa de uma campanha antimutantes liderada pelo senador Robert Kelly (Bruce Davison). Particularmente dois mutantes serão envolvidos nesta luta: o primeiro é Wolverine (Hugh Jackman) que, dotado de incrível força, não lembra do seu passado; e o segundo é Vampira (Anna Paquim), uma jovem que absorve toda a força vital de qualquer pessoa que ela toque, sendo que se o contato for um pouco prolongado esta pessoa morrerá. Estes dois mutantes são disputados pela Irmandade dos Mutantes e pelos X-Men, pois cada facção quer fortalecer seu lado. A diferença é que Xavier quer os mutantes para também ajudá-los a compreender e controlar seus poderes, enquanto Magneto precisa dos dois, Vampira em especial, para levar a cabo o plano de atingir os líderes mundiais, que pretendem decidir o futuro dos mutantes na Ilha de Ellis, Nova York.

007 Contra Spectre (2015)

DRIVEGOOGLE / MEGA

Sam Mendes, diretor de "Beleza americana", trouxe aos filmes que ele tem dirigido da franquia 007 uma vertente dramática que quase não se via nos filmes anteriores. Isso fica bastante impresso aqui em "Spectre". Conflitos morais, vingança, culpa, tudo vem embalado por uma verve de puro drama. Mais: com todo aquele luxo e sofisticação que os fãs de 007 amam: Filmado em vários países (Tokyo, Tanger, Roma, Áustria) e com todo o luxo e glamour da fotografia do mestre Hoyte Van Hoytema (de "Ela", "Interestelar" e "Deixa ela entrar") , "Spectre" é um desbunde. Não é tão bom quanto "Skyfall", mas só o fato de ter em seu elenco Monica Belluci, Lea Sedoux, Christopher Waltz, Ralph Fiennes e Ben Whisaw já vale muito a pena. O filme começa com um plano sequência genial de deixar "Birdman" contente. Mas o roteiro peca ao mostrar em cenas de catástrofes (a explosão do prédio no início) onde a multidão sequer reage, como se nada tivesse acontecido. E o que é o ataque do trem onde não tem um figurante ou funcionário do trem? E depois tudo volta ao normal. Muito estranho. E a fuga de...? Bom, deixa pra lá. Acho que em filmes escapistas como o de 007, o que nós menos devemos procurar é por coerência. Então, vamos nos divertir. Sim, ele continua sedutor, conquistando a mulherada. Os novos tempos estão aí e as feministas qualquer dia desses vão pregar James Bond na cruz. Mas os fãs esperam que esse dia demore a acontecer.

 encrypted-tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcT...

Não tenha medo do escuro (2010)

MEGA / DRIVEGOOGLE

Em 1910, um homem tenta salvar seu filho que foi sequestrado por criaturas subterrâneas. A única forma de trazê-lo de volta é extrair dentes humanos e oferecer a esses goblins. Porém, o feitiço não funciona, e o homem também é levado para as profundezas.
O filme segue pros dias atuais. Sally (Baille Madison), uma menina de 8 anos, vai ao encontro de seu pai, Alex (Guy Pearce), que mora com sua namorada Kim ((Katie Holmes) em uma mansão que eles estão reformando. A mansão é a mesma do prólogo. Alex é arquiteto e Kim é decoradora de interiores.
Kim tenta se aproximar de Sally, mas a menina evita, traumatizada porque sua mãe a abandonou. O tempo passa, e Sally passa a ser atormentada por sons e situações estranhas. Até que ela vê os goblins, que a ameaçam. Ela tenta fazer com que seu pai e Kim acreditem nela, mas eles não dão atenção a ela. Sally vai levando a culpa por tudo de errado que acontece na casa, até que os goblins resolvem sequestrá-la. Porém, Kim percebe que algo está errado de fato e vai em busca da verdade.
Refilmagem de um cult feito para a televisão, de mesmo título, de 1973. Essa versão muda os personagens. Na versão anterior, é a mulher de Alex quem sofre de alucinações. Aqui surgiu a personagem da pequena Sally. Provavelmente, o produtor Guillermo del Toro quis recriar a mesma ambientação de seu clássico "O labirinto do Fauno", que tinha uma menina como protagonista. Tem o mesmo tom de fábula mórbida, violência, clima dark e soturno. As criaturas são até bem feitas, mas dessa vez a mistura não deu certo. Não foi por culpa do elenco, que tenta fazer o possível, ante seus personagens antipáticos (principalmente o de Guy Pearce). O ritmo é lento, demora a acontecer. O filme perde tempo com ambientações, climas, quando pedia algo mais dinâmico, como "Poltergeist" e "Gremlins", dois filmes aonde eu vejo muitas referências.
A menininha Baille Madison é boa, apesar de exagerar nas caretas às vezes. Katie Holmes empresta seu rosto angelical a sua personagem, que infelizmnete encontra um desfecho trágico. Aliás, o que mais odeio em filmes são aqueles personagens que nunca acreditam em nada, mesmo com tantas evidências presentes. Quem deveria ter encontrado um fim deveria ter sido o personagem de Pearce. Sacanagem!
No mais, um filme ok, que não traz novidades, mas pode entreter quem curte um suspense light climático.

Os Especialistas (2011)

MEGA

Em 1980, um grupo de elite de assassinos, apadrinhado por integrantes do Governo, continuam em sua rotina de execução de tarefas de aniquilar poderosos que ameaçam a paz do Governo britânico. Entre eles, Danny (Jason Statham) e Hunter, seu mentor (Robert de Niro). Danny fica em crise após matar um homem e encontrar uma criança no carro. Resolve se aposentar. No entanto, logo é convocado, ao saber que Hunter, em uma tarefa, acabou sendo mantido como prisioneiro. Danny segue até o País de Omã, na Arábia Saudita, e ao encontrar o Xeque, descobre que sua missão é matar 3 integrantes da SAS, elite militar britânica, que mataram 3 de seus 4 filhos durante uma operação militar no País. Danny aceita a contra-gosto a missão, e embarca para a Inglaterra para botar em prática a sua demanda. O que não esperava era que em seu caminho, surgisse um matador da SAS, Spike (Clive Owen), que tenta salvar as vidas dos miliares jurados de morte.
Bom filme de ação, baseado em livro publicado pelo inglês Rudolph Fiennes, mas que jamais conseguiu provar a existência dos "the feathermen", assassinos de elite da SAS. O mais curioso no filme é que ele se passa na década de 80, logo, nada de tecnologias avançadas usadas nos filmes semelhantes: Identidade Bourne, Missão impossível, etc. Aqui é pancadaria e ação das antigas, com direito a muita mentirada, do jeito que se fazia antigamente. E é justamente isso que irrita. Muitas das cenas se tornam implausíveis justamente por suas inverossimilhanças. Os atores estão bem, mas Robert de Niro abusou do piloto automático. Jason Staham faz aquilo que sabe fazer bem: distribuir socos e tiros e manter a pose de durão. Clive Owen mantém um bigodinho safado, mas cumpre seu papel com dignidade. No mais, é passatempo, sem nada de novo, meio longo, e que lá pelo meio, resolve dar um clima de melodrama dispensável.

Depois da Terra (2013)

MEGA

Há 1000 anos, um cataclismo tornou a Terra um lugar hostil e forçou os humanos a se abrigarem no planeta Nova Prime, morando em naves espaciais. Depois de uma missão, o general Cypher Raige (Will Smith) retorna à sua família e ao filho de treze anos de idade (Jaden Smith). Mas pouco tempo após seu retorno, uma chuva de asteroides faz com que a nave onde moram caia na Terra. Com o pai correndo risco de morte, o jovem adolescente deverá aprender sozinho a domar este planeta, encontrando água, comida e cuidando de seu pai.

Tango (1998)

ULOZTO

O espanhol Carlos Saura, realizou uma trilogia a não perder: "Flamenco", "Tango" e "Fados".Tango, foi o segundo, e se tata de uma brilhante homenagem ao Tango, suas origens, influências, adaptações, evoluções, velhas e novas gerações, tudo com a conhecida qualidade e beleza de imagem, som, coreografia, luz e cor. Porém, nesse, tem roteiro, ambientado em Buenos Aires. Mario Suárez, um diretor de teatro, de meia idade, se refugia em seu apartamento, lambendo suas feridas, quando a sua namorada e principal dançarina (Laura) o abandona. Procurando esquecer, se lança em novo projeto, um musical sobre o Tango. Ai, numa audição, ele conhece Elena... e é a própria Filosofia do Tango que nos maravilha a Alma...

Liberdade (2009)

DRIVEGOOGLE

Na França ocupada pelos nazistas, um grupo de ciganos, nômades por essência, são obrigados a se fixarem  numa aldeia por lei, o que torna mais fácil sua captura em direção aos campos de concentração. Só contam com a ajuda do prefeito e de sua secretária e tentam afastar de perto deles um garotinho sem família, já antevendo um futuro sombrio. O filme mostra com tintas alegres e musicais o holocausto cigano, chamado de 'porrajmos'. Tony Gatlif ('Exílios') continua sua sina de dar voz aos marginais e nos lembra que a turma de Hitler executou meio milhão deles.  

sniper-americano

Sniper Americano (2014)

1FICHIER / MEGA

Baseado no livro de Chris Kyle, "American Sniper: The Autobiography of the Most Lethal Sniper in U.S. Military History", o filme de Eastwood glorifica o homem que declaradamente matou mais de 160 pessoas em mais de uma década de serviços prestados ao Exército americano. Chris participou da Guerra do Iraque, logo após o atentado de 9 de setembro, e foi decisiva a sua participação nessa e em outros embates, pois os soldados americanos em ação se sentiam mais seguros quando sabiam que Chris os estava protegendo. O filme mostra o apreço de Chris desde criança por armas, a educação rígida que sofreu de seu pai, que o impedia de agir com sentimentos e ser totalmente frio. No filme, além das batalhas, existia um outro grande conflito, dessa vez interno, sofrido por Chris: ele se casou e teve dois filhos com sua esposa Taya (Sienna Miller), mas as lembranças da guerra o fazem se afastar emocionalmente da família. Ele se torna agressivo, mas o amor de Taya o fará voltar a ser o homem que ele era. No dia 2 de fevereiro de 2013, Chris foi assassinado por um veterano de guerra que estava passando por um tratamento psiquiátrico, inclusive sendo ajudado por Chris. O que mais impressiona no filme de Clint Eastwood não é nem o filme em si, mas sim, a dinâmica e vigor que o próprio Eastwood, um senhor de 84 anos, tem em conduzir um filme desse porte. Enérgico todo o tempo, cheio de cenas de combates e tiroteiro o filme todo, Eastwood parece que descobriu a sua fórmula da juventude fazendo filmes cada vez mais desafiadores. O filme anterior, "The Jersey boys", já era bem complexo. A direção de Eastwood impressiona, com várias cenas bem tensas. O roteiro é polêmico: muita gente vai reclamar dizendo que é um filme que endeusa o porte de armas, comum lá nos Estados Unidos, onde a criança aprende a tirar desde bem cedo. A fotografia de Tom Stern, fiel companheiro de Eastwood, é muito bonita e enfatizando o ensolarado da região do Texas e do Iraque. O filme é recheado de cenas bem cruéis, como torturas com crianças, e deve provocar repulsa em boa parte dos espectadores. Bradley Cooper comprou os direitos do livro e até chegar em Eastwood, outros cineastas foram convidados, como David O. Russel e Steven Spielberg. Bradley está bem no papel, porém cabe a Sienna Miller a parte mais chata da história. Ela tá sempre chorando, lamentando, implorando pelo retorno do marido. Um clichê melodramático, que por pouco não faz do filme um grande novelão.

o-jogo-da-imitacao

O Jogo da Imitação (2014)

1FICHIER / MEGA

Baseado no livro "Alan Turing, um Enigma", de Andrew Hodges, que também escreveu o roteiro, o filme dirigido por Morten Tyldum em certos aspectos lembra bastante "Uma mente brilhante", de Ron Howard. São filmes que falam de um homem honrado, gênios da matemática, mas que possuem segredos. No caso de Alan Turing, ser homossexual, fato proibido na Inglaterra. O homossexual era preso e punido. O cineasta norueguês Morten Tyldum é diretor do excelente filme de ação "Headhunters". Em "O jogo da imitação", ele cria a cinebiografia de Alan Turing com tintas de filme de espionagem clássico. Turing, um excelente matemático e decodificador de enigmas e de criptologia, foi convidado em 1939 a liderar um grupo de brilhantes matemáticos e decodificadores ingleses a tentar descobrir uma forma de decodificar as mensagens alemães interceptadas. Eles devem usar o Enigma, uma espécie de máquina de escrever feita especialmente para decifrar os códigos, porém as possibilidades são de milhares para um. Turing acaba criando um protótipo de computador, que ele apelidou de Christopher, nome de um colega de escola por quem ele foi apaixonado. O filme mostra a sua relação com Joan (Keira Knightley), a única mulher do grupo, e quem ele usou como fachada para sua homossexualidade e com o restante do grupo, que o acusa de ser frio demais e insensível. Brilhante atuação de Benedict Cumberbatch, que tem uma carreira bem eclética: já foi Khan em 'Star Trek". Sherlock Holmes na série inglesa e até a voz de Smaug em "O Hobbit". Aqui, ele atua nos olhares, sofrendo, seduzindo, criando, compondo, desconfiando. Tudo sutil e de forma econômica, como os atores ingleses fazem muito bem. Keira Knightley empresta charme ao filme, quase todo de elenco masculino. A direção de Morten Tyldum é competente, mas também não tira um pouco do ranço de filme histórico. A trilha sonora de Alexander Desplat é bonita, e a fotografia de Oscar Faura, fotógrafo espanhol famoso por "O orfanato" e "O impossível" é clássica e arrebatadora. Um filme correto, que não chegou a me emocionar, a não ser pelo trabalho do protagonista. Típico filme para concorrer em Oscar. 

 O Beijo no Asfalto (Filme 2018) - Filmmelier: assistir a filmes online

O beijo no asfalto (2017)

DRIVEGOOGLE

Cinema e Teatro andaram de mãos juntas em muitas experiências cinematográficas, boa parte muito bem sucedida. "Querelle"e "Lágrimas amargas de Petra Von Kant", de Fassbinder, "Dogville", de Lars Von Triers, "Anna Karenina", onde se expunha a existência de uma coxia com técnicos trazendo cenários. Até mesmo no Brasil tivemos uma tentativa de metalinguagem, com "Todo mundo tem problemas sexuais", de Domingos de Oliveira. A peça "O beijo no asfalto", escrita no início dos anos 60, já ganhou diversas montagens, sendo a primeira com Zilka Salaberry e Fernanda Montenegro. Em 1981, Bruno Barreto fez a versão para o cinema, com Ney Latorraca no papel de Arandir e Cristiane Torloni no papel de Selminha. O Ator Murilo Benício, que tem investido em uma carreira mais autoral, tanto na frente como atrás das telas, estréia na Direção com uma proposta ousada e arriscada: apresentar os artifícios do cinema e do teatro durante a sua encenação metalinguística. Com um elenco formidável que vai de Lázaro Ramos, Stênio Garcia, Débora Falabella, Fernanda Montenegro, Otávio Muller, Augusto Madeira, o filme mescla leitura de mesa com os atores, comandados pelo diretor teatral Amir Haddad, encenação fictícia e ao mesmo tempo, apresentação de cenários no palco de teatro. Isso sem falar na vida real, as ruas do centro da cidade, logo no início, mostrando a cena do atropelamento. Fosse uma obra atual, diríamos que o tema central seria o "Fake news" e a calúnia virtual. Como o filme é de época, e se passa no subúrbio, o que comanda é a mídia jornalística, encarregada de publicar uma matéria sensacionalista: um homem, Arandir, beija uma vítima de atropelamento na boca, antes desse morrer. Mas o mais surpreendente no filme nem é a peça de Nelson: é a discussão dos atores diante do conservadorismo, quase 60 anos depois da peça escrita, como a violência e a homofobia continuam iguais. Para Atores e Diretores, o filme tem uma espetacular digressão acerca da Arte e do papel do Ator. Presenciar Fernanda lendo o roteiro na mesa, com os outros atores, e dando vida à personagem, é algo impressionante. O elenco está todo formidável, assim como a ficha técnica, principalmente a fotografia de Walter Carvalho, a direção de arte de Thiago Marques e a edição de Pablo Ribeiro. Programa imperdível.

 

Max Payne - Filme 2008 - AdoroCinema

Max Payne (2008)

DOWNLOAD

Max Payne (Mark Wahlberg) é um policial indisciplinado, que está decidido a encontrar os responsáveis pelo brutal assassinato de sua família e de seu parceiro. O desejo de vingança faz com que ele se aprofunde cada vez mais no submundo, sendo obrigado a enfrentar até mesmo inimigos do além.

 Invasão ao Serviço Secreto - Filme 2019 - AdoroCinema

Invasão ao Serviço Secreto - 2019

1FICHIER / MEGA

Dedicado e sempre focado em seu trabalho, o agente do Serviço Secreto, Mike Banning (Gerard Butler) vê sua vida mudar completamente da noite para o dia ao ser acusado de conspirar para o assassinato do presidente dos Estados Unidos. Quando percebe que todos estão atrás dele, Mike corre contra o tempo para descobrir o que realmente aconteceu enquanto foge de outros agentes.

Fratura (Netflix) - Análise Crítica do suspense psicológico da ...

Fratura (Fractured, 2019)

DOWNLOAD

Famoso pelo seu filme cult de 2004, "O operário", com Christian Bale interpretando um personagem esquelético, Brad Anderson investe agora em um suspense psicológico, com um plot twist no minuto final, digno de uma trama de M. Night Shamalayan. Sam Worthington interpreta Ray, casado com Joanne (Lily Rabe, de "American Horror story") e pai da pequena Peri. O filme começa com a família no carro, discutindo no Dia de ação de graças, aparentemente porquê os pais de Joanne maltrataram Ray. Ao pararem em um posto de gasolina na estrada, Peri acaba se acidentando e cai num buraco. Desesperado, o casal leva a menina até o hospital mais próximo. Quando mãe e filha seguem até o sub-solo para serem atendidas, Ray aguarda na recepção. Ao acordar, depois de uma estafa, Ray percebe que a mulher e a filha desapareceram e pior, ninguém no hospital as viu e elas nem sequer foram fichadas. O staff do hospital acredita que Ray está louco, mas ele quer tentar adquirir provas de que o lugar faz transplantes clandestinos de órgãos. Com uma boa direção e bom trabalho dos atores, o filme vai se tornando uma espiral de alucinação. O que de fato está acontecendo? Será paranóia de Ray, ou os funcionários do hospital escondem algo aterrorizante no sub-solo? Como boa parte dos filmes de Shamalayan, o espectador fica no aguardo da virada da trama no momento final. Aos bons observadores, é possível identificar o desfecho ainda no meio do filme. Vale o passatempo.

Dvd - Warner Bros - Romeu Tem Que Morrer - R$ 39,90 em Mercado Livre

Romeu Tem Que Morrer - 2000

MEGA

O submundo do crime gerou uma verdadeira guerra em São Francisco, pois a máfia chinesa, comandada por Ch'u Sing (Henry O), disputa o controle do porto com o grupo chefiado pelo afro-americano Isaak O'Day (Delroy Lindo). Em Hong Kong, o ex-policial Han Sing (Jet Li), filho de Ch'u, foi injustamente acusado e cumpre pena, pois assim permitiu que seu pai, um chefão chinês do crime, e seu irmão fugissem para São Francisco. Ao saber que seu irmão foi morto, ele escapa da prisão e vai para os Estados Unidos atrás do assassino. Hostilizado pela própria família e alvo da gangue inimiga, Han encontra apoio em Trish O'Day, justamente a filha de Isaak, mas muita coisa está em jogo. E Han terá de usar todo seu conhecimento das artes marciais para sair vivo.

Dvd- O Ataque Dos Vermes Malditos 6 2018 (frete Grátis) - R$ 28,00 ...

O Ataque dos Vermes Malditos 6 - Um Dia Frio no Inverno (2018)

GOOGLEDRIVE / UPTOBOX

O protagonista da sequência "O Ataque dos Vermes Malditos", Burt Gummer (Michael Gross), se vê em um grave estado de saúde, quase à beira da morte. O que o colocou nessa crítica situação foi o veneno dos vermes Grabóides. Há uma suspeita de que as criaturas estão senso usadas como armas em uma espécie de instalação no Canadá. Enquanto isso, Burt e seu filho precisam descobrir um antídoto para salvar sua vida, enfrentando os próprios Grabóides.

Capas Dvd Sem Pagar: CAPA DVD - O ATAQUE DOS VERMES MALDITOS 5 - 2015

O Ataque dos Vermes Malditos 5 - Linhas de Sangue (2015)

DRIVEGOOGLE

Um dos maiores especialistas em criaturas subterrâneas, Burt Gummer, finalmente retorna para uma de suas grandes aventuras. Ao lado de seu novo parceiro, o expert em tecnologia Travis, ele terá de suar a camisa para defender a África do Sul dos temidos ass-blasters e Graboids, após um pedido de socorro do ministro da vida selvagem no país.

 

O Ataque dos Vermes Malditos 4 - O Começo da Lenda (2004)

MEGA / DRIVEGOOGLE

 Depois dos três primeiros aterrorizantes ataques dos vermes malditos, finalmente saberemos como tudo começou. A ação começa no século 19, quando 17 trabalhadores morrem misteriosamente em uma mina. Apavorados, os habitantes de Rejection abandonam a cidade. Com a mina fechada, quem perdeu tudo e não tem para onde ir discute o futuro de suas vidas. É neste cenário de medo e desolação que Juan Perrila (Brent Roam), um dos sobreviventes, negocia com Hiram Gummer (Michael Gross), o proprietário da mina. Ele aceita voltar ao trabalho, desde que o seu salário seja dobrado. Porém, Juan não sabe que pode estar negociando a própria vida; os vermes malditos continuam à solta, esperando para devorar mais e mais mineiros.

O Ataque dos Vermes Malditos 3 (2001)

DOWNLOAD / DRIVEGOOGLE

Eles estão de volta. os grabóides, gigantescos vermes que se arrastam pelo subsolo do deserto de nevada, voltam a aterrorizar os habitantes do vilarejo de perfection, trazendo pânico, desespero... e muitas gargalhadas. onze anos depois, os mesmos personagens (e alguns dos mesmos atores) do primeiro filme voltam a enfrentar os grandes vermes subterrâneos. o maior perigo dos grabóides é que depois de um certo tempo devorando seres humanos, eles se transformam em shriekes, seres hermafroditas de grande poder de destruição e rápida reprodução. mas burt gummer está armado até os dentes para enfrentar o poderoso inimigo. vai jorrar gosma para todos os lados.

O Ataque Dos Vermes Malditos 2 (1996)

MEGA

Os vermes reaparecem num campo petrolífero do México. Mas um sobrevivente do primeiro ataque não está disposto a virar comida de larvas e junta-se ao parceiro, uma sexy cientista e um estranho rapaz para deter o avanço dos monstros.

O Ataque dos Vermes Malditos - 1990

DEPOSITFILES / MEGA / DRIVEGOOGLE

Perfection é uma pequena vila isolada no meio do estado de Nevada onde, indo de encontro à calmaria costumeira, passa a sofrer uma série de abalos sísmicos estranhos. Para investigar as vibrações a estudande de sismologia Rhonda (Finn Carter) instala aparelhos no deserto. É quando dois trapaceiros, Val (Kevin Bacon) e Earl (Fred Ward), descobrem que embaixo da cidade está uma ninhada de vermes gigantes e fedorentos, com tentáculos na boca e que se movem sob a terra em alta velocidade. Acuada pelas criaturas, os habitantes da cidade se unem para encontrar uma solução e eliminá-los.

A Gripe (2013)

MEGA / 1FICHIER

Bundang, subúrbio de Seul, está passando por uma epidemia devastadora. Byung-woo morre em decorrência de um vírus desconhecido. No início, o vírus não recebe importância e a população não se previne. Em pouco tempo, centenas de moradores da região são atingidos pelo vírus. O caos se instaura e o governo do país pede isolamento da área. Enquanto isso, um especialista procura o sangue que será capaz de desenvolver uma vacina contra o vírus.

Purple Rain (1984)

Download :  Depositfiles (Parte 1)    Depositfiles (Parte 2)    / MEGA / 1FICHIER

A trajetória do músico Kid (Prince) em busca da fama, na qual a música é a forma que ele encontra para expressar sua intensa paixão por Apollonia (Apollonia Kotero).  

Buffalo ’66 (1998)

DOWNLOAD

Feio, sujo e malvado, Vincent Gallo dirige, escreve, atua e ofende essa deliciosa e "chubby" Cristina Ricci, com 18 anos, ao ponto de ainda hoje não se falarem. Vagamente autobiográfico, filmado na sua cidade natal. … Billy Brown, jovem azarado que busca redenção em sua vida conturbada, esteve preso mas os seus pais pensam que casou e vive uma vida de sucesso. Quando ele tem de os ir visitar, precisa desesperadamente de encontrar alguém que esteja disposta a ser "a sua esposa" para essa visita…e precisa cumprir um seu objetivo do passado…e solucionar seus Medos? ... Nessa engenhosa e original produção cinematográfica, maná do estilo Indy, são coadjuvantes: Mickey Rourke, Rosanna Arquette, Ben Gazzara e Anjelica Huston.

Ne Change Rien (2009)

DOWNLOAD

Esse filme nasceu da amizade entre a atriz francesa Jeanne Balibar, o director de som Philippe Morel, e Pedro Costa. Jeanne Balibar, cantora, dos ensaios às gravações, do concertos rock às provas de canto lírico, dum sótão em Saint Marie-aux-Mines aos palcos de Tóquio, de Johnny Guitar à Périchole de Offenbach. Sempre com a caracteristica inquiridora camara de Pedro Costa. Apresentado na quinzena dos diretores, em Cannes, 2009.

 

Espíritos 2: Você Nunca Está Sozinho (2007)

MEGA Senha Para Descompactar: cineterrordownloads

A jovem Pim, mudou-se recentemente, da Tailândia para a Coréia. Lá ela pretende iniciar nova vida, ao lado de seu marido Vee, por quem é apaixonada desde criança. Entretanto, a doença de sua mãe os obriga a retornar à Tailândia, o que faz com que Pim, se recorde da infância e de sua irmã gêmea e siamesa, Ploy. Desde que voltou Pim, tem a sensação de que sempre existe alguém ao seu lado, o que é confirmado com a revelação de um antigo segredo de família.

Golpe Duplo [Blu-ray]: Vários Atores: Amazon.com.br: DVD e Blu-ray

Golpe Duplo (Focus, 2015)

1FICHIER / MEGA

Nicky (Will Smith) é um trapaceiro profissional que é escolhido como vítima por uma iniciante na profissão, Jess (Margot Robbie). Ele se deixa levar pelo golpe para desmascará-la no momento certo. Decepcionada, Jess insiste para que Nicky lhe ensine seu método de trabalho e a aceite na equipe. Após uma certa relutância, Nicky não apenas concorda como se envolve romanticamente com ela, indo contra uma de suas principais regras.

Bob Esponja - O Filme (2004)

MEGA

Após a coroa do Rei Netuno ser roubada, Bob Esponja e seu melhor amigo Patrick partem em uma viagem pela Fenda do Bikini para reencontrá-la. No caminho eles precisam enfrentar monstros marinhos, vilões perigosos e vários bandidos.

DVD Bob Esponja E A Excursão Fora De Controle - Livrarias Curitiba

Bob Esponja E A Excursão Fora De Controle (2010)

MEGA / DRIVEGOOGLE

Junte-se a Bob Esponja e Patrick em uma viagem à Grande Barragem de Recife, Plâncton e Karen em um cruzeiro romântico, o sr. Siriguejo e Pérola em uma viagem à Casa da Moeda, Patrick em férias caseiras, e Sandy em uma viagem de outro mundo. Essas férias têm tanta aventura e gargalhadas, que todo o mundo vai precisar tirar férias das férias!

Bob Esponja - Aventuras Vikings: Amazon.com.br: DVD e Blu-ray

Bob Esponja - Aventuras Vikings (Spongebob Squarepants - Viking Adventures, 2010)

MEGA / DRIVEGOOGLE

Com uma nova promoção no Siri cascudo, com tema Viking, Bob Esponja resolve aprender tudo sobre eles… diretamente da fonte. Esse e mais outros 7 divertidos episódios desse querido personagem, irão entreter a garotada.

bob-esponja-um-heroi-fora-dagua

Bob Esponja: Um Herói Fora d'Água (The SpongeBob Movie: Sponge Out of Water, 2015)

1FICHIER / MEGA

Após 10 anos do lançamento do 1º longa do Bob Esponja, a continuação segue com outro diretor, Paul Tibbit. Ele dirigiu vários episódios e também é roteirista, logo, a pessoa mais apropriada para dar prosseguimento a essa franquia milionária. Dessa vez, Bob Esponja e sua turma precisam descobrir o paradeiro da fórmula secreta do hamburguer de siri, que estava para ser roubada pelo Plancton mas misteriosamente, desapareceu. Para isso, eles precisam seguir para a superfície, e resgatá-la das mãos do pirata Barba Burguer (Antonio Banderas). O que eu mais gosto dos desenhos do Bob esponja, é a total liberdade para pirar e fazer uso de qualquer artifício para provocar risadas e tiradas paródicas de tudo e de todos. Não sobra pra ninguém. Aqui, eles fazem até uma pequena referência a "O iluminado", na figura de 2 pirulitos-siamesas. Vários momentos de pura loucura, boa parte protagonizada por um golfinho guardião da galáxia. Toda vez que ele fala, é interrompido pelos chamados do golfinho. É de cagar de rir. Essa continuação não é tão divertida quanto ao longa original, mas garante ótimos momentos de anarquia. Eu ri bastante, e parecia um maluco no cinema. Acho até que Bob Esponja funciona às vezes melhor com adultos do que com crianças. 

Sexta-Feira 13 (2009)

DOWNLOAD

Clay (Jared Padalecki) vai à misteriosa floresta de Crystal Lake, em busca de sua irmã desaparecida. Lá ele encontra restos de velhas cabanas, aparentemente abandonadas. Apesar de ser avisado pelos oficiais e habitantes locais, ele resolve explorar o local juntamente com uma jovem, que está em um grupo que se formou para passar um final de semana de aventuras. O que eles não esperavam era encontrar Jason Voorhess (Derek Mears), o assassino da máscara de hóquei.

Sexta-Feira 13 - Parte 11: Freddy x Jason (2003)

DOWNLOAD

Freddy Krueger (Robert Englund), o carniceiro de Springwood, assassinou dezenas de crianças. A população, tomada por uma total revolta, fez justiça com as próprias mãos e Freddy foi queimado vivo. Isto não impediu que ele continuasse praticando crimes, pois voltava através dos sonhos dos jovens e fazia atrocidades ainda maiores. Os moradores de Springwood resolveram fazer com Freddy algo que o deixou mais irritado que ter sido mandado para o inferno: o condenaram ao esquecimento. Todas as menções sobre sua existência foram apagadas e os jovens que ficaram mais traumatizados com suas macabras aparições foram mandados para um sanatório, onde tomavam uma droga experimental, Hypnocil, que os impedia de sonhar, o que impedia que Krueger agisse. Isto faz com que ele perca as forças gradativamente. Tentando se vingar, Freddy manipula alguém que estava com ele no inferno: Jason Voorhees ((Ken Kirzinger). Freddy o manda aterrorizar os jovens da Elm St., assim a cidade pensará que ele voltou. Seu plano não acontece como o planejado, pois Jason começa a matar todas as "crianças de Freddy" e isto realmente o enfurece. Mas quando Jason descobre que Freddy o usou, um confronto entre os dois se torna inevitável.

Sexta-Feira 13 - Parte 10: Jason X (2002)

DOWNLOAD

Confinado no mais seguro nível de segurança do Centro de Pesquisa Crystal Lake, o psicopata Jason Voorhess (Kane Hodder) ainda vive. Até que, enquanto o Dr. Wimmer (David Cronenberg) e Rowan (Lexa Doig), que trabalha no mesmo local que Wimmer, discutem o que fazer com ele, Jason consegue se libertar. Quando está prestes a matar Rowan, Jason e a jovem assistente são congelados criogenicamente, estado este onde permanecem durante mais de 400 anos. Até que, em pleno ano de 2455, uma nave espacial contendo jovens exploradores pousa na Terra para explorar o local. O planeta não é mais utilizado como moradia para seres humanos, já que a Terra agora é um mundo contaminado com violentas tempestades, oceanos envenenados e solos estéreis. Porém, durante suas pesquisas no planeta, o Prof. Loew (Jonathan Potts) e seus alunos encontram os corpos de um homem e uma mulher congelados. O processo de auto-regeneração de ambos foi ligado e, com os corpos já em processo de descongelamento, eles rapidamente são levados até a nave espacial, na intenção de que ambos sejam estudados por cientistas em Terra II. Porém, antes deles chegarem ao seu destino Jason Voorhess desperta e dá início à uma nova onda de assassinatos.

Sexta-Feira 13 - Parte 9: Jason Vai Para o Inferno - A Última Sexta-Feira (1993)

DOWNLOAD

O FBI realiza com sucesso uma armadilha para eliminar Jason Voorhess (Kane Hodder). Os pedaços de seu corpo são levados ao necrotério mas logo o espírito de Jason toma conta do legista. Isto faz com que ele coma o coração de Jason e passe a encarná-lo. A situação se repete com diversas pessoas, com Jason trocando de corpo sempre que este enfraquece. Seu alvo é reencontrar sua irmã, Jessica (Kari Keegan), que vive em Crystal Lake.

Sexta-Feira 13 - Parte 8: Jason Ataca em Nova York (1989)

DOWNLOAD

A âncora de um barco atinge um cabo de eletricidade, cuja descarga ressuscita o assassino Jason Voorhess (Kane Hodder). Após matar os tripulantes, Jason embarca em um barco maior que leva um grupo de estudantes para Nova York. Já na embarcação ele reinicia a matança.

Sexta-Feira 13 - Parte 7: A Matança Continua (1988)

DOWNLOAD

Tina Shepard (Lar Park-Lincoln) é uma adolescente com poderes telecinéticos descontrolados. Quando menina tirava férias no acampamento Crystal Lake, ela matou seu abusivo pai com o uso das suas habilidades mentais, quando teve um acesso de raiva. Anos depois, ao se aconselhar com Crews (Terry Kiser), um psicólogo manipulador e ambicioso, Tina concorda em participar de uma terapia radical que a leva de volta à Crystal Lake. Infelizmente, as habilidades psíquicas de Tina despertam Jason Voorhees (Kane Hodder), que estava sepultado no fundo do lago, o que faz com que o vingativo Jason elimine vários adolescentes de uma casa próxima de forma sangrenta. Assim, Tina tenta deter o massacre de Jason usando seus poderes.

Sexta-Feira 13 - Parte 6: Jason Vive (1986)

DOWNLOAD

Tommy Jarvis (Thom Mathews) está muito traumatizado, pois sua mãe e seus amigos morreram por causa Jason Voorhees (C.J. Graham). Querendo ter certeza de que Jason está morto, Tommy vai com Allen Hawes (Ron Palillo), um amigo, até o cemitério onde Jason está sepultado. Eles desenterram o corpo, pois pretendem queimá-lo, mas acidentalmente ressuscitam Jason, quando empala o cadáver do assassino com um pedaço de metal durante uma tempestade de raios. Os raios são atraídos pelo metal, que levam aquela enorme energia até corpo de Jason, que logo após ressuscitar mata Allen arrancando seu coração. Tommy consegue escapar, mas ao tentar avisar o xerife Garris (David Kagen) acaba sendo preso. Paralelamente, Jason faz mais duas vítimas. Tommy é mandado para fora dos arredores da cidade mas retorna, pois sabe que Jason está vivo. Ele é ajudado por Megan Garris (Jennifer Cooke), a filha do xerife, mas logo é preso novamente pelo xerife, que quer implicá-lo nos vários assassinatos cometidos por Jason, que agora foram descobertos. Mas Megan liberta Tommy e os dois rumam para o acampamento de Forest Green, que no passado se chamava Crystal Lake, que é para onde Jason irá, pois este lugar ele conhece e foi ali que tudo começou.

Sexta-Feira 13 - Parte 5: Um Novo Começo (1985)

DOWNLOAD

Um paramédico que depois de ter seu filho assassinado, fica louco e passa a executar todos á sua volta. Agora não é Jason precisamente quem mata os jovens. Fazendo de tudo para vencer o choque do encontro com Jason, Tommy está com 20 anos de idade, e nos arredores de Crystal Lake, ele é levado para um manicômio. O autêntico autor dos crimes na finalização do suspense é declarado.

Sexta-Feira 13 - Parte 4: O Capítulo Final (1984)

DOWNLOAD

Os habitantes das imediações de Crystal Lake descobrem que Jason pode estar vivo, quando percebem que vários cruéis assassinatos passam a acontecer, pois Jovens estão acompanhados por lá, e como Jason voltou, as execuções voltam a proceder. Pois depois de efetuar a chacina do terceiro filme, Jason é trasportado para um necrotério, lugar onde revive, e executa dois enfermeiros, e retorna para Crystal Lake.

Sexta-Feira 13 - Parte 3 (1982)

DOWNLOAD

O massacre irá acontecer de novo. Quando uma equipe de jovens buscando por um final de semana de paz nas florestas, encontram o matador Jason que mais uma vez executa suas vítimas.

 Especial Sexta-Feira 13: A Origem (Parte 2) | Trilha Do Medo

Sexta-Feira 13 - Parte II (1981)

DOWNLOAD

Cinco anos após o massacre no acampamento Cristal Lake, novos instrutores se instalam num acampamento próximo. Um a um, os jovens do grupo são atacados e brutalmente mortos, revivendo a lenda de Jason.

Sexta-Feira 13 - Filme 1980 - AdoroCinema

Sexta-Feira 13 (1980)

DOWNLOAD

Em 1958, um casal de adolescentes foge de um acampamento para passar uma noite romântica juntos, mas os dois são perseguidos por um assassino e mortos a facadas. Em 1979, os dirigentes do acampamento Crystal Lake decidem reabrir o local, apesar do trauma que ainda marca a cidade. Quando novos monitores são contratados, eles começam a desaparecer mais uma vez, assassinados brutalmente, um por um.

Espíritos - A Morte Está Ao Seu Lado - 2004 (Dublado) - YouTube

Espíritos - A Morte está ao Seu Lado (2004)

mega / drivegoogle / assista on line

CASO PEÇA SENHA AO DESCOMPACTAR: jefspfc=filmesmega

Thun (Ananda Everingham), um jovem fotógrafo, e sua namorada Jane (Natthaweeranuch Thongmee) atropelam acidentalmente uma pedestre. Eles fogem da cena do crime e retornam às suas vidas normais, em Bangkok. A partir de então Jane passa a ser atormentada por estranhos pesadelos, enquanto Thun nota que em suas fotos aparecem estranhas figuras, parecidas com fantasmas. O casal decide investigar o fenômeno e encontra outras fotografias com imagens sobrenaturais. Paralelamente, os melhores amigos de Thun começam a morrer, um a um, de forma misteriosa.

Submarino (Submarine, 2010)

MEDIAFIRE

Em primeiro lugar , não confundir com o filme homônimo de Thomas Vintemberg, " Submarino".

Oliver Tate (Craig Roberts) é um jovem de 15 anos, que mora no subúrbio londrino. Filho único de um casal desajustado e apático, verdadeiros loosers, Tate estuda em um colégio. Lá, ele enfrenta bullying, e ao mesmo tempo, revida em uma colega gorda. Acaba se apaixonando por uma garota, Jordana (Yasmin Paige), que se mostra um pouco relutante na relação, sempre se mantendo fria. Tate descobre depois que a mãe de Jordana tem câncer e possui pouco tempo de vida. Ao mesmo tempo, Tate desconfia que sua mãe trai seu pai com um vizinho, um místico que se apresenta em shows e tv.
Bom drama inglês, com belíssima fotografia e trilha sonora, composta por Alex Turner, vocalista dos Artic Monkeys. A direção de Richard Ayoade é bastante sensível, captando com poesia e beleza o drama de um adolescente, às voltas com primeiro amor e traição. O filme exala o tempo um clima de constante melancolia. Todos os personagens do filme tem um quê de loosers, falta de ambição. A narrativa é lenta, às vezes entediante, até mesmo pela falta de originalidade do tema. Mas de uma forma geral, é um filme interessante, com boa interpretação do elenco, principalmente o casal jovem. Os adultos são retratados com certa caricatura, que causa estranheza. No mais é de deixar envolver pelo romantismo nostálogico pregado pelo filme, embalado por belas canções de amor.

Shikon no Tama: The Love of Siam

O amor de Siam (Rak haeng Siam / Love of Siam, 2007)

assista on line

Tong e sua família vão morar em uma região em Bangkok, e se mudam em frente a casa de Mew. Os dois meninos se tornam então os melhores amigos, inseparáveis. Um dia, a irmã de Tong segue para uma excursão de escola, e desaparece. Esse fato causa uma ruptura tremenda na vida dos dois: a família de Tong, abalada, se muda. Mew sofre demais com essa separação do amigo. Anos se passam, e agora já adolescentes, eles se reencontram. Tong agora é líder de uma banda na escola. Mew nutre pelo amigo uma paixão platônica, que acaba se desenvolvendo para um verdadeiro amor. Sofrendo pelo amor não correspondido, Mew vai se isolando das pessoas e da família.
Belo drama Tailandês, cuja cinematografia tem crescido enormemente nos últimos anos. O diretor se utiliza da fórmula de filmes americanos e cria aqui um melodrama adornado com canções de fácil melodia, atores jovens e bonitos, fotografia colorida e edição dinâmica. O filme é uma pérola pop. Tudo nele agrada a espectadores de várias faixas etáreas: Adolescentes e adultos. Além do romance, o filme tem a parte dramática, através da depresssão vivenciada pelos pais de Tong, brilhantemente interpretados. Um filme gostoso de assistir, e que não faz feio a nenhuma cinematografia mundial. Fez enorme sucesso na Tailândia e em circuitos alternativos. O único porém é a longa duração do filme. existe inclusive uma versão alternativa do filme, com quase 3 horas de duração.

Filme - Cartas para Deus | ReformaBrasil :.

Cartas para Deus (Letters to God, 2010)

ASSISTA ON LINE / MEGA / 1FICHIER

Tyler é um menino de 8 anos de idade, e vive numa cidade pequena do Tenesse, com sua mãe e seu irmão mais velho. Tyler tem tumor no cérebro. Porém ele encontra força e pensamento positivo para continuar sua luta, mesmo que os tratamentos contra a doença o deixem abatido fisicamente. Tyler escreve diariamente cartas para Deus, relatando o seu dia a dia. Seu irmão mais velho odeia Tyler, por ele chamar a atenção da família e ser o responsável pelo pouco dinheiro que a família tem. Um carteiro alcóolatra se emociona com as cartas do menino e os lê. O exemplo do menino o faz repensar sua vida: ele perdeu a guarda de seu filho e foi abandonado pela esposa por conta do seu vício. Brady, o carteiro, encoraja Tyler a fazer o que mais gosta: jogar beisebol.
A história é baseada em fato real: o livro escrito por Patrick Dougthie é inspirado na história de seu filho, Tyler Doughtie. De forte inspiração cristã, o filme foi feito sob encomenda para agradar espectadores católicos. Assim como os filmes espíritas, tão em voga atualmente aqui no Brasil, "Cartas para Deus" tem a sua função. Sempre digo que esses filmes estão acima de críticas. Não foram realizados para isso. Com todas as suas boas intenções, o filme procura emocionar o espectador de qualquer jeito. Um melodrama forçado, com trilha sonora emotiva, personagens carismáticos, mensagem edificante. Não tem erro, o filme atinge a sua meta. Parece um filme da Disney, de tão asséptico e puro de intenções. Um ponto fraco é a atuação das crianças no filme: irritantes, lembram muito as crianças de novelas Globais: pequenos homens e mulheres em corpo de crianças.
É o tipo de filme edificante que pode trazer alegria ou a ira dos espectadores.

Um Novo Caminho (Le dernier pour la route/One for the road, 200)

DRIVEGOOGLE

Hervé é um ótimo profissional e bom pai de família. Porém, o que poucos sabem, é que ele é um alcóolatra. Tendo sido derrotado diversas vezes pelo vício, que praticamente destrói sua vida, a esposa dele resolve interná-lo em uma clínica de recuperação. Para espanto de todos, Hervé aceita, dessa vez com a intenção de realmente se livrar da bebida. Porém, chegando lá, ele percebe a difícil missão, e observa os seus colegas de tratamento, todos com o mesmo problema. Hervé acaba se apaixonando por uma outra interna, Magali, que também tem os seus problemas pessoais.

Belo drama franês, com atuação impecável de François Cluzet, no papel principal. Ele evita os clichêes de bêbados, e compõe com minimalismo e elegância esse difícil personagem. Antipático, pouco amável, o espectador pouco se simpatiza com a sua personagem. Mas mesmo assim acompanhamos a dor de um pai de família, que tenta o quanto pode se livrar do vício. O filme não procura levantar moral, nem dar um final feliz. Realista, faz um relato dentro de uma clínica, e acompanhamos o quanto é duro ficar livre de algo que nos faz bem. Ótimo elenco de apoio, tecnicamente correto. Narrativa fria mas sempre intensa.

Dylan Dog e as criaturas da noite (Dylan Dog, Dead of Night, 2011)

DRIVEGOOGLE / ASSISTA ON LINE

Filme baseado nos famosos quadrinhos italianos "Dylan Dog", de Tiziano Sclavi.
Dylan Dog é um detetive americano, que mora em New orleans. Ele é especializado em casos paranormais. Um dia, ele é chamado por uma cliente, Elizabeth, cujo pai foi assassinado pelo que parece ser um lobisomem. Logo, Dylan se vê envolvido com vampiros, lobisomens e zumbis, que convivem com os seres humanos sem que eles percebam. O mundo em breve irá testemunhar o surgimento de um ser mutante, que irá dominar a Terra dos vivos e dos mortos. E Dylan tentará impedir que isso aconteça.
Um dos piores filmes que vi na vida, se fosse trash seria mais divertido. Mas o filme não tem o humor que seria necessário para torná-lo involuntariamente engraçado. É um filme B ruim, no pior sentido. Brandon Routh é péssimo ator, muito pior do que se possa imaginar. Sua atuação é sem nuances. Ele fala tudo automaticamente, sem sentimentos. O ator que interpreta o seu assistente é mais engraçado, e acertou ao não levar nada a sério. Mas existem muitas cenas constrangedoras. A cena deles fazendo compras em um supermercado de corpos humanos para zumbis é tosca demais. Algo de inacreditável.
Os efeitos são ruins. Parece que a intenção dos produtores foi homenagear os efeitos típicos dos anos 80, com maquiagem e sangue jorrando aos borbotões. O filme não tem ritmo, não tem química. Um erro total. Se você estiver de bom humor, pode ser que você curta o filme. Caso contrário, esqueça.

Luzes da Cidade (City Lights, 1931)

DEPOSITFILES / MEGA

A paixão de um vagabundo por uma pobre florista cega, que acredita que ele é um milionário, o motiva a tentar conseguir o dinheiro necessário da cirurgia para restaurar sua visão.

Tudo ficará bem (Alting Bliver Godt Igen, 2010)

ULOZTO

Jacob Falk (Jens Albinus) é um diretor-roteirista, que está sobre pressão de um produtor que quer que o roteiro seja entregue até o fim de semana. Na volta para casa, Jacob atropela um homem, que lhe entrega uma bolsa. Jacob percebe então que atropelara um intérprete de guerra, que lhe entregou fotos incriminando soldados dinamarqueses que torturavam prisioneiros árabes. Ao mesmo tempo que Jacob acha que está sendo perseguido por pessoas influentes do Governo, sua esposa, Helena, aguarda documentos de adoção de uma criança. Jacob passa a desconfiar de todos, e sai em busca de uma verdade.
Interessantíssimo exercício de suspense dinamarquês, com fortes influências do cinema de Hitchcock. Uma trama aparentemente confusa, que no desfecho procura amarrar as pontas, mas mesmo assim saímos com a sensação de ter perdido algo. Muitas perguntas ficam em aberto. O ritmo às vezes é lento para um filme de suspense, mas o filme na verdade, descobrimos ser um drama. Ora um romance, ora drama de guerra. Ótima interpretação de Jens Albinus, ator-fetiche de Lars Von Triers. A fotografia é interessante, com intervenções de luzes estouradas no meio da cena. Christoffer Boe é um cineasta oriundo do Dogma, daí se explica tanta câmera na mão e cortes abruptos na cena. Mas Boe deixou de lado a cartilha, ao fazer uso de trilha sonora abusiva.

encrypted-tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcS...October 23, 2019 – Other Crap

The Woman - Nem Todo Monstro Vive na Selva (2011)

ASSISTA ON LINE

Em uma cidade do interior, vive uma família aparentemente feliz. Um bem sucedido advogado, sua esposa e os 3 filhos: 2 adolescentes de ambos os sexos e uma menina. Um dia, o pai surge com uma surpresa para a família: ele capturou na floresta uma mulher selvagem (Pollyana McIntosh), e a aprisiona no porão. A idéia é civilizar a moça, mas aos poucos, o pai e o filho se tornam obcecados com a idéia de vitimizar e sodomizar a selvagem. A mulher e a filha, de início passivas, se opõem a idéia, mas logo as mulheres se tornarão vítimas dos homens.
Uma parábola sobre o mundo machista em que vivemos, onde os homens dominam e as mulheres são subjulgadas a funções onde não devem questionar absolutamente nada. São passivas, vítimas de violência doméstica, frágeis. O filme poderia ser uma resposta gore ao clássico "O enigma de Kaspar House", de Herzog. mas ele vai além ao mostrar a violência e crueza que se esconde dentro do ser humano. O filme é violento, brutal. As interpretações são ok, mas é Pollyana McIntosh e a jovem que interpreta a filha adolescente (Lauryn Ashley Clarke) quem mandam no filme. Um filme bizarro, que com certeza não irá agradar a muita gente, principalmente o público feminino. O filme causou furou no último Festival de Sundance de 2010.

Kylie 3D - Aphodrite Les Follies (2011)

DOWNLOAD 3D / 2D / assista on line

Muito bacana a iniciativa da distribuidora Movie Mobz exibir aos fãs, projeções em salas de cinema de shows recentes de seus artistas preferidos.
Aqui no caso, a australiana Kylie Minogue, que está na vida artística desde os anos 80, e sempre esteve no topo da preferência do público ávido pela dance music. Uma pena que ela não faça tanto sucesso aqui no Brasil. Esse show, baseado em seu último cd, chamado "Aphrodite", foi gravado em Londres, 2010. O palco, todo armado e decorado com temática grega, tem uma ambientação e figurinos meio de mau-gosto. Mas os fãs nem querem saber disso. Tudo remete a Carnaval e Brasil: desde os estandartes, carros alegóricos, até um número, onde vemos sambistas e jogadores de futebol. Na platéia VIP, vemos um fã brasileiro agitando a Bandeira do Brasil o tempo todo. Os dançarinos são ótimos, a seleção do repertório também agrada. Kylie canta basiacamente todos os seus hits, menos os dos anos 80 , "I should be so lucky" e "Locomotion".
Uma diversão garantida para quem curte a sonoridade pop de Kylie, considerada a "Princesa do Pop".

Juventude em Marcha (Colossal Youth, 2006)

DOWNLOAD

Dessa forma, Pedro Costa, conclui a Trilogia sobre o bairro das Fontainhas, nos arredores de Lisboa. Iniciando com "Ossos" (filme drama)  e "No Quarto da Vanda" (filme documentário), terminamos com essa mistura entre Documentário e Ficção. Não é  fundamental ver primeiro o "No quarto da Vanda", mas ajuda... Ali, falávamos dos consumidores de droga e da vida dos habitantes e visitantes de um bairro ilegal que estava sendo demolido. Agora, passados 6 anos, voltamos a encontrar a Vanda (quase irreconhecível e mãe de uma menina), seus amigos, o novo bairro social onde foram realojados, mas, principalmente, aborda a figura do padrasto (Tavares), imigrante cabo verdiano, a problemática das raízes e do que se perde quando se deixa a terra natal  ou o bairro onde sempre se viveu... a câmara de Pedro Costa continua a mesma... é filme considerado ícone mundial e fez parte da competição de Cannes 2006.

CARNE (1991)

Download FILEFACTORY

A história gira em torno de um açougueiro de cavalos que suspeita que sua filha tenha sido violada por um operário da vizinhança. Por vezes propositalmente incoerente, o enredo experimental utiliza de representações de sexo, o processo de nascimento, açougue, cores fortes, fotografia avermelhada e música discordante. O filme abriu caminho para o primeiro longa de Noé, sendo de fato, uma continuação deste.

Satyricon de Fellini (1969)

DOWNLOAD

Encolpio e Ascilto são dois jovens amigos apaixonados pelo mesmo menino, Gitone. Quanto mais brigam, mais o destino os coloca lado a lado. Participam de festas, lutas, banquetes, são feitos escravos. Decidem roubar um semideus, Hermafrodito, do Templo de Ceres. Ao deixá-lo morrer, os deuses tornam Encolpio impotente e ele terá que buscar ajuda com a bruxa Enotea. Fellini faz sua versão da obra do romano Petrônio, do século I, e cada vez mais a crítica se rende a este seu trabalho um tanto esquecido, elevando-o ao patamar mais alto de sua obra cinematográfica. 

Z-O-M-B-I-E-S (2018) Filme. Onde assistir online. Elenco & Resenhas

Zombies (2018)

download

50 anos depois de passar por um apocalipse zumbi, Seabrook é uma cidade alegre e cheia de conformismo. Os zumbis não são mais uma ameaça, mas são obrigados a viver em Zombietown, uma parte isolada da cidade. Quando os alunos de Zombietown são transferidos para a escola secundária de Seabrook, o zumbi Zed (Milo Manheim) está determinado a jogar Futebol americano, enquanto a humana Addison (Meg Donnelly), sonha em ser líder de torcida. Os dois decidem trabalhar juntos para mostrar a o que podem ganhar aceitando suas diferenças.

 Casino Royale (2006) – Wikipédia, a enciclopédia livre

007 - Cassino Royale [2006]

DRIVEGOOGLE

A 1ª missão de James Bond (Daniel Craig) como agente 007 o leva a Madagascar. Sua tarefa é espionar o terrorista Mollaka (Sebastien Foucan), mas nem tudo sai como o planejado. Bond decide espionar por conta própria o restante da célula terrorista, o que o leva às Bahamas. Lá ele conhece Alex Dimitrios (Simon Abkarian) e sua namorada Solange (Caterina Murino). Alex está envolvido com Le Chiffre (Mads Mikkelsen), o banqueiro de organizações terroristas espalhadas pelo planeta, que pretende conseguir dinheiro em um jogo de pôquer milionário em Montenegro, no Cassino Royale. O MI6 envia Bond para jogar contra Le Chiffre, sabendo que caso Le Chiffre perca a partida isto desmontará sua organização. Mas para esta tarefa o agente 007 terá a companhia da sedutora Vesper Lynd (Eva Green), enviada por M (Judi Dench) para acompanhá-lo na missão.

Namoro ou liberdade (That awkward moment, 2014)

MEGA

Filme de estréia do roteirista Tom Gormican, que resolveu investir no gênero comédia romântica protagonizado por Zac Efron, mas infelizmente sem qualquer química com sua parceira de cena, a inglesa Imogen Poots. O filme narra a amizade de 3 garotões: 2 trabalham como designers e o terceiro é um médico. Acostumados a levar a vida na base a brincadeira e sem compromissos, eles fazem um pacto para continuarem assim, para alongar a relação entre eles. Isso significa que nenhum deles poderá se deixar envolver emocionalmente com nenhuma mulher, muito menos se apaixonar. Obviamente que fica difícil levar essa tarefa adiante e todos os 3 escondem dos outros o que sentem por suas parceiras. Indeciso entre optar pela escatologia e situações infames, e o romance genuíno, Tom Gormican patina no filme que tem um ritmo arrastado, sem humor e com tiradas pra lá de previsíveis. Aliás, o que é a cena do atropelamento lá pro final? Os personagens não são nada carismáticos, muito menos simpáticos a ponto de receber atenção do espectador. O personagem de Efron é o mais prejudicado. Fica difícil alguma mulher querer um homem que faça tanta merda em sequência. Só sendo mesmo uma carente com problemas de relacionamento. De interessante só a prosa atualizada do filme, mostrando uma geração de geeks que se utiliza de whatsapp e facebook para se comunicar. Final mega clichê com direito a platéia e tudo. A trilha sonora pelo menos é gostosinha.

Jobs (2013)

MEGA

De hippie sem foco nos estudos a líder de uma das maiores empresas de tecnologia do mundo. Este é Steve Jobs (Ashton Kutcher), um sujeito de personalidade forte e dedicado, que não se incomoda de passar por cima dos outros para atingir suas metas, o que faz com que tenha dificuldades em manter relações amorosas e de amizade.

a-entrevista

A Entrevista (The Interview, 2014)

1fichier / mega

Assim como Ben Stiller, é impressionante o apuro técnico de Seth Rogen ao conduzir um filme. Depois da comédia apocalíptica "É o fim", Rogen investe em uma história mais absurda ainda: uma trama para assassinar o Ditador norte coreano Kim Jong-un. Apenas em um País livre e com direito de expressão como os Estados Unidos é possível escrever um roteiro aonde você use um personagem real e deturpe a sua trajetória. Foi assim com Tarantino em "Bastardos inglórios" e a sua reinvenção sobre Hitler. Porém, mais sério e mais caótico, por não dizer mais polêmico, Rogen fala sobre uma personalidade que está viva e em pleno exercício do Poder. "A entrevista" foi em 2014 o filme mais discutido em toda a mídia. E isso não pelas suas qualidades, e sim, pela ameaça que sofreu de Hackers que disseram que iriam provocar atos terroristas caso o filme fosse exibido em circuito. A Sony resolveu não lançar e até o presidente Obama rechaçou a Sony por ter se deixado levar elas ameaças. Buchichos à parte, o que interessa saber é: o filme vale a pena? Sim, o filme é muito engraçado. Tem várias cenas antológicas, tem muita escatologia (juntar James Franco e Seth Rogen no mesmo filme só pode dar nisso) e muita, muita bizarrice. Com piadas politicamente incorretas, os roteiristas literalmente ligaram o foda-se. E aí fica a pergunta: até onde isso é nocivo? Até onde as pessoas aceitarão as loucuras impostas ao Ditador norte coreano e à população de lá? Afinal, tudo e todos são ridicularizados: o exército, a mídia, a cultura, o governo, a educação, o povo. Quando Sacha Baron Cohen resolveu fazer o seu "O Ditador", ele ficcionalizou tudo, mesmo que o espectador tivesse referência de algum país do Oriente médio. Sendo real, tudo fica muito estranho, ainda mais que sabemos que obviamente não houve consentimento de uma das partes. Como comédia, o filme diverte e muito. Em alguns momentos perde o ritmo, (sou um defensor de que comédia não pode ter mais que 90 minutos), mas o carisma de Franco e Rogen, para quem gosta e curte, é inegável. Aliás, James Franco é um cara que admiro muito: ele é excelente com drama, excelente na comédia, e investe tempo e dinheiro em projetos autorais, em filmes super independentes e ousados. O elenco que interpreta a parte norte coreana é impagável. Randall Park, como o Ditador, e Diana Bang, como sua fiel braço direito, estão hilários. A cena da entrevista que toca "Fireworks" da Kate Perry é sensacional. O filme, assim como "Trovão tropical", de Ben Stiller, alterna momentos de humor escrachado com cenas de alta violência, puro humor negro. Outra cena impagável é a de Seth Rogen tentando esconder uma cápsula gigante antes que a guarda norte coreana o flagre na floresta. "A entrevista" não é filme para qualquer espectador. Se você não tiver uma mente aberta, se você não curtir histórias tão loucas que soam como surreais, fuja, mas fuja muito.

caminhos-da-floresta

Caminhos da Floresta (Into the Woods, 2014)

1fichier / mega

É a sensação de estar assistindo a um filme de Tim Burton produzido pela Disney persiste do primeiro ao último fotograma. Impossível não se fazer essa associação ao se deparar com a fotografia escura, a atmosfera lúgubre, os personagens sem caráter e bizarros, os tipos estranhos, o tom de fábula de horror. E olha que Burton já teve o seu "Alice no País das maravilhas" produzido pela própria Disney. Só que aqui, a direção ficou a cargo de Rob Marshall, famoso por "Nine", "Chicago" e "Memórias de uma gueixa". Infelizmente, Marshall pegou um excelente material, que era o musical da Broadway com músicas de Sondheim, e fez dele um filme insosso, chato. A Disney já há algum tempo está a fim de subverter os contos de fada. Foi assim em "Malévola", e agora prossegue com essa aventura anárquica, que parece um arremedo de "Shrek". O filme pega 4 contos famosos de Grimm e os mistura "Chapeuzinho vermelho", João e o pé de feijão, Rapunzel e Cinderala. Quem costura essas histórias é um casal de padeiros sem filhos. Por conta de uma maldição, o casal é estéril. A bruxa interpretada por Meryl Streep surge pro casal e diz que a única forma de quebrar o encanto é eles trazerem para ela a capa vermelha, o cabelo de Rapunzel, a vaca branca de João e o sapato de Cinderela. Assim, o casal subverte as famosas histórias que ganham em outro desfecho. Após o suposto final feliz, surge a esposa do Gigante do pé de feijão que quer se vingar de todos. E é aí que as tragédias se anunciam. Polêmico, as mortes dos personagens sôam estranhas em um filme da Disney. Mas é assim no musical original, e no filme, tudo foi amaciado para não assustar as crianças. Mesmo assim, o filme tem um tom bem sombrio. A direção de Marshall é careta, os números musicas infelizmente são chatos (e eu amo musical), e as músicas mais chatas ainda. Meryl Streep está bem e é só, ela já fez coisas mil vezes melhores. Parte do elenco está ok, como Emily Blunt e James Corden (o casal de padeiros), mas o restante me pareceu totalmente descolado. Anna Kendrick como Cinderela é um miscasting, ela não tem a beleza e a desenvoltura de uma Cinderela. Chris Pine como o principe também é um erro. As crianças que fazem João e Chapeuzinho são sem sal, e pior, Johnny Depp faz o mesmo de sempre, no caso, o Lobo Mau de Johnny Depp. E o que dizer dos efeitos toscos? A gigante é um desastre total. O filme achei sem ritmo, e no final, eu realmente queria ter gostado mais do filme, mas não aconteceu. Uma pena.

La Bamba [1987]

DOWNLOAD MEGA PARTE 01 | PARTE 02 / 1FICHIER / MEGA 1080p

Ritchie Valens (1941-1959), marcou o final dos anos 50 com uma carreira meteórica, recheada de sucessos e pontuada por uma das canções mais famosas de todos os tempos: “La Bamba”. Morreu num trágico acidente de avião aos 17 anos.

 

Gladiador - O Desafio (1992)

UPTOBOX / MEGA

 

Resultado de imagem para mib homens de preto 1

MIB: Homens de Preto (1997)

Uptobox / MEGA

Agência secreta governamental cuida de fiscalizar os alienígenas que já vivem na Terra, sendo que alguns são vigiados em tempo integral. James Edwards (Will Smith), um novato na organização, em parceria de K (Tommy Lee Jones), um veterano agente, tenta impedir um terrorista intergalático, que planeja assassinar dois representantes de galáxias opostas e destruir o planeta Terra.

Resultado de imagem para mib homens de preto 2

Homens de Preto 2 - 2002

MEGA

Com a Terra sendo ameaçada pela presença de Serleena (Lara Flynn Boyle), uma Kylothian cruel e monstruosa que está disfarçada como uma modelo terráquea, o agente J (Will Smith) resolve por pedir ajuda ao seu antigo companheiro K (Tommy Lee Jones), que teve sua memória apagada e agora trabalha nos Correios sob o nome de Kevin Brown. J precisa então restaurar a memória de K, para que possam combater juntos a ameaça.

Resultado de imagem para mib homens de preto 3

Homens de Preto 3 - 2012

MEGA

O terrível Boris, o Animal (Jemaine Clement) foi capturado no passado pelo agente K (Tommy Lee Jones) e na época perdeu o seu braço. Vivendo na prisão lunar de segurança máxima, o alienígena consegue bolar um plano de fuga para dar andamento ao seu objetivo de recuperar o membro de seu corpo e ainda acabar com K de uma vez por todas. Para isso, ele pretende viajar no tempo e mudar o rumo da história. Para evitar que ele triunfe em seu plano maligno, o agente J (Will Smith) também volta ao passado e lá encontrará os jovens agentes K (Josh Brolin) e O (Alice Eve), descobrindo segredos que mudarão sua vida e a amizade de ambos.

Resultado de imagem para mib homens de preto 2019

MIB: Homens de Preto – Internacional (2019)

MEGA

Quando criança, Molly (Tessa Thompson) presenciou a abordagem de dois agentes do MIB aos seus pais, apagando a memória deles acerca da súbita aparição de um ser extraterrestre. Como estava escondida, a garota não foi atingida pela ação. Obcecada pelos mistérios do universo, ela cresceu com o sonho de ingressar no MIB. Após muita pesquisa, ela consegue descobrir a sede da agência e lá se candidata a uma vaga, sendo aceita por O (Emma Thompson). Ainda em experiência, e agora renomeada como agente M, ela é enviada a Londres para investigar algo estranho que tem ocorrido na agência local. É quando conhece o agente H (Chris Hemsworth), de grande renome pelos seus feitos no passado mas uma certa arrogância e displicência na execução do trabalho.

O Homem de Aço (2013)

DOWNLOAD

Contra todas as críticas negativas que li sobre o filme, vou aqui defendê-lo. Apesar de eu achar que Henry Cavill não é o ator certo pro filme, e que o filme é longo demais (mania desse povo fazer filme longo), vejo muitos pontos positivos. Zack Snyder, assim como em "Watchmen", traz uma carga realista de dilemas morais e conflitos homem/super herói que faz toda a diferença na dramaturgia da história. Obviamente, que com a grife de Cristopher Nolan na Produção, isso deve ter pesado bastante no produto final. A fotografia extraordinária de Amir Mikli, traz uma dualidade interessante ao filme: ao mesmo tempo que estamos vendo um filme fantástico de super herói, com naves espaciais, explosões, seres extraterrestres e batalhas galáticas, nós também vemos um drama realista, de tinta autoral, belamente filmado e bastante emocionante. A história de Clark e seus pais adotivos já daria um filme excepcional, da forma como foi filmado. Câmera na mão, estética de filme europeu. Uma maravilha de se assistir. Assim como Kenneth Branagh em "Thor", que conferiu a um brucutu o papel principal, e se cercou de excelentes atores para darem estofo e credibilidade ao filme (Natalie Portman, Stelan Skaagard), em "Man of steel" Snyder faz o mesmo. Diante da falta de talento e carisma de Cavill, de inegável biotipo perfeito pro personagem, nós temos Amy Adams, Lawrence Fishburne, Diane Lane, Kevin Costner, Russel Crowe e Michael Shannon. Todos ótimos (gente, daonde foi que acharam Shannon e Adams deslocados no filme???). O início do filme me assustou um pouco, com efeitos pouco convincentes e uma cara de estar assistindo "Avatar", com Crowe cavalgando um dragão. Mas essa é a parte fraca da história. Na sequência, já na terra, o filme ganha contornos dramáticos que achei interessantes e emocionantes. A infância conturbada, a adolescência sobre a sombra do bullying e o dilema de não poder assumir a sua verdadeira identidade. Kevin Costner protagoniza uma cena antologica, uma obra-prima: a cena do ciclone. Que cena do caralho. Emocionante mesmo!!! Obviamente que o conflito pais biológicos/pais adotivos remete qualquer espectador a "Spider man". Diane Lane também tem seu momento emoção, e a maquiagem de envelhecimento dela está ótima, coisa rara em Hollywood. O desfecho também achei do caralho, que venha o próximo!!!!!

batman-vs-superman-a-origem-da-justica

Batman Vs Superman - A Origem da Justiça - 2016

MEGA

Continuação direta de "O homem de aço", do mesmo Cineasta Zack Snyder, "Batman vs Superman" vai ficar mais conhecido por ser o filme que escalou Ben Affleck como Batman e por introduzir a personagem da Mulher Maravilha em uma trama. Aliás, a Mulher Maravilha recebeu super-poderes e veio super recauchutada, cheia de disposição para lutar. A trama é bem confusa e quem não prestar atenção vai boiar bastante. Basicamente, Batman e Superman se estranham, depois do incidente com Superman que dá início ao filme: sua luta com Zork, o General de Krypton do filme anterior. Lex Luthor sequestra Martha, mãe de Superman, e exige que o homem de aço lhe entregue a cabeça de Batman como resgate. Para ajudar essa galera, surge a figura da Mulher Maravilha. Confesso que achei o filme longo, mais de 160 minutos. Fora isso, fui ver o filme tendo esquecido totalmente o filme anterior, e daí fiquei meio que boiando. O que me ganhou em definitivo e me fez ficar até o final, é a direção estilizada de Snyder, com planos belíssimos, e o elenco mega star, que inclui Amy Adams, Jeremy irons (Alfred, dando saudades de Michael Caine), Holly Hunter (pouco aproveitada) e Jesse Eisemberg, no papel de Lex Luthor. Ben Affleck e Henry Cavil contribuem com a beleza, mas o talento fica ofuscado pelas máscaras e capas.

Esquadrão Suicida - Ingresso.com

Esquadrão suicida (2016)

1fichier / mega

Dirigido pelo cineasta de "Dias de treinamento", "Marcados pela morte" e "Coração de ferro", todos bons filmes, David Ayer recebeu a incumbência de escrever e dirigir um filme da Dc Comics com os personagens mais politicamente incorretos que existem. A expectativa sobre os anti-herói vilões do "Esquadrão suicida" era muita, principalmente entre a galera nerd. No entanto, assim que foi lançado, o filme foi massacrado pela crítica mundial. Eu saí do dia da estréia com a sala lotada e o que vi na sessão do cinema foi o público aplaudindo ensandencidamemte. Não me guio pela crítica, e achei interessante a reação da platéia, que pelo visto, aprovou a adaptação. Não sou aficcionado por quadrinhos e nunca havia sequer ouvido falar do "Esquadrão". O que achei? Achei o filme ok, assim como tantos filmes ok de super heróis, que servem como passatempo e encher nossos ouvidos de barulhos de explosões e afins. O roteiro tem problemas, o vilão não mete medo em ninguém e mais grave: são apresentados personagens demais na história e pouco tempo para desenvolver tanto sub-plot. Quanto aos personagens, obviamente o destaque vai para o casal Coringa e Arlequina (Jared Leto e Margot Robbie). Will Smith, como o Pistoleiro até tenta, mas não consegue chamar os holofotes para si. É um filme sem alma: a gente assiste, assiste e no final não fica quase nada. Minto: fica a brilhante presença de Viola Davies em cena.

Resultado de imagem para mulher maravilha filme

Mulher-Maravilha (2017)

MEGA

Em 2003, a cineasta Patty Jenkins realizou um filme que mudou a carreira de Charlize Theron: "Monster, instinto assassino". Agora, ela realiza um mega blockbuster, considerado pelos críticos o melhor filme da DC Comics desde a trilogia de "Batman", de Christopher Nolan. Esse filme, com longuíssimos 144 minutos, narra a origem de Diana (Gal Gadot), desde quando ela cresceu e foi treinada na Ilha das Amazonas, o seu encontro com o Tenente Steve Trevor (Chris Pine) e a posterior saída da Ilha, para seguir até Londres e lutar contra Ares, o Deus da Guerra, em plena 1ª Guerra Mundial. Basicamente a história é essa. Claro, existem um número enorme de personagens coadjuvantes, interpretados por excelentes atores ingleses e americanos, como David Thewlis, Robin Wright, a espanhola Elena Anaya (de "A pele que habito"), Ewen Bremner (de "Transpotting), e a excelente Lucy Davis, no papel da divertida secretária Etta. De fato é um filme a que se assiste com prazer, com boas cenas de ação, melodrama, romance, humor e um desfecho emocionante. O problema é que a primeira parte do filme tem um ritmo bem lento e pouca cena de ação acontece. O que segura o interesse do filme é a presença magnética de Gal Gadot, no papel principal, e sua bela química com Chris Pine.

Liga da Justiça (2017)

MEGA

Pipoca da melhor qualidade, me diverti bastante durante 2 horas assistindo a esse primeiro encontro dos super heróis da Liga da Justiça. O elenco foi escolhido a dedo, todos incríveis em seus papéis. Gal Gadot liderando esse time masculino com muita garra, sua Mulher Maravilha é Poder do início ao fim. Ben Affleck e Henry Cavill emprestando canastrice deliciosa ao Batman e Superman, Jason Mamoa arrebentando como Aquaman, Ray Fisher mandando ver como Cyborg e por fim, um Ezra Miller arrepiando e se divertindo muito com seu The Flash. Ele é o contraponto ao Spiderman de Tom Holland em "Os Vingadores", emprestando juventude e alegria ao filme. O roteiro é aquele mesmo de sempre, povo salvando o mundo dos malvados, no caso, o Lobo do estepe e seu esquadrão de morcegos que se alimentam do medo. Time vencedor, com um elenco de apoio mega de luxo: Amy Adams, J K Simmons, Diane Lane e Jeremy Irons. Após o filme tem duas cenas finais heim!

Aquaman (2018)

DOWNLOAD

James Wan é uma mina de ouro. Ele concebeu as franquias de terror milionárias "Premonição", "Invocação do mal", "Sobrenatural"e "Jogos mortais". Agora, depois do mega sucesso de "Velozes e furiosos 7", ele investe novamente no cinema de ação. Em "Aquaman", suas referências vêem todas de clássicos cults e cafonas dos anos 80: "Flash Gordon", "Duna", "Tron", Caçadores da arca perdida", além de pitadas de "Star Wars". Para os nostálgicos, vai ser uma festa identificar tantos filmes queridos pela cultura nerd pop. A trilha sonora também idolatra os anos 80, com os deliciosos sintetizadores. Tudo é muito colorido, cafona, e chega a ser brega, mas com aquele charme irresistível do Kitsch, seja na direção de arte ou nos figurinos carnavalescos. A origem do Aquaman e a sua missão de assumir o trono de Atlântida tem como sub-plot o amor de seus pais, um humano e uma representante de Atlantida, a Rainha Atlanna, representada por uma Nicole Kidman apuradíssima e emocionante. Nesse elenco dos Deuses, tem a participação luxuosa de Willen Dafoe, como uma espécie de Mestre Yoda, de Patrick Wilson, ator fetiche de James Wan, como o vilão (lembrando o mote de "Thor" e a briga entre os irmãos pelo trono) e da ótima Amber Heard, como a princesa Mera, uma espécie de Ariel de cabelos ruivos em "A pequena sereia". Os efeitos são exagerados, mas como disse anteriormente, com um charme mega kitsch dos anos 80. Quem se entregar a esse jogo escalafobético de cores e emoções, com direito a ótimas cenas de ação e de humor, irá se divertir bastante. Jason Mamoa é um carisma só, grandalhão e de bom coração.

Shazam! (2019)

MEGA

O Cineasta David F. Sandberg é um raro caso de realizador nascido na Suécia a fazer sucesso em Hollywood com Blockbuster. Quando em 2013, ele realizou o curta de terror "Luzes apagadas", de apenas 3 assustadores minutos, o impacto foi tão enorme que Hollywood encomendou uma versão em longa metragem. Infelizmente o filme não ficou bom, mesmo assim, ele ficou encarregado de dirigir a continuação de "Anabelle 2", que conseguiu a proeza de ser melhor que o original. Com carta aberta para dirigir "Shazam!", David ainda trouxe a sua esposa, a atriz Lotta Losten, que está em todos os seus filmes e aqui faz uma ponta como uma cientista. Shazam! é uma grande homenagem aos filmes escapistas dos anos 80 e 90, que envolvem crianças e adolescentes como protagonistas. Tem homenagem a "Os Goonies", uma pitada meio Filme B de "Os aventureiros do bairro proibido". O filme conta a história do adolescente Billy Batson (Asher Angel), que quando criança, foi abandonado por sua mãe. Durante toda a sua infância e adolescência, ele foi criado em diversos orfanatos, mas sempre foi expulso. Quando ele se acomoda em uma casa de acolhimento de menores, ele é catapultado até um mundo onde é cooptado pelo Mago Shazam (Djimon Hounsou), que está velho e sem condições de ser o Guardião dos 7 deuses dos pecados capitais. Billy, por ter um bom coração, acaba se tornando o próximo Mago (Zachary Levi) a gritar a palavra Shazam! Logo ele precisa entender que poderes ele possui, sendo ajudado pelo garoto que sofre bullying Freddy (Jack Dylan Grazer, de "It, a coisa"). Impossível não pensar que esse filme é a resposta da Dc para o Deapool de Ryan Reynolds. Mais comedido e infantil, sem os palavrões e mortes explícitas, Shazam diverte a criançada como um grande Clown, sempre fazendo graça. Zachary Levi está formidável e muito carismático. Todo o elenco juvenil está muito bem. A sequência onde Freddy procura entender os poderes de Shazam é hilária.

Aves de Rapina - Filme 2020 - AdoroCinema

Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa (2019)

DOWNLOAD

Segunda mulher a dirigir um filme da DC Comics (Patty Jenkins dirige a franquia da "Mulher Maravilha"), Cathy Yan é uma diretora chinesa que se mudou aos 14 anos para os Estados Unidos. ela conseguiu a grande proeza de trazer humor negro, ação, drama e muita pancadaria que remete a filmes clássicos, como "Kill Bill", "Taxi driver", "Laranja mecânica" e visualmente se apropria da linguagem de quadrinhos para indicar nomes e feedback de personagens que vão surgindo na trama. O filme começa com Arlequina (Margot Robbie, sensacional) narrando a sua enorme depressão por conta do chute na bunda que sofreu de Coringa, e de como ela fez para superar o trauma. Passado esse prólogo, ela se envolve com Ewan McGregor (Ewan Macgregor), um russo que deseja um diamante que está no poder de uma menina chinesa, Cassandra. Outras pessoas surgem no caminho de Arlequina: a policial Renee (Rosie Perez), A assassina do arco e flecha e Canário negro, todas mulheres com histórico de frustração com o universo machista. O filme é um dos produtos que surgiram em Hollywood pós #metoo. Boa parte da equipe é formada por mulheres (Diretora, roteirista e produção, de Margot Robbie), e as personagens femininas detonam os homens que surgem no filme. Absolutamente, nenhum homem presta aqui, então resta às mulheres se unirem para dar conta dos machões. Pode ser que o público masculino mais conservador rejeite o filme, mas será uma pena, pois ele é bem divertido, com ótima direção, elenco muito bem envolvido com a proposta das personagens e um visual mega pop.

de-volta-ao-jogo

John Wick - De Volta ao Jogo (2014)

MEGA

Estreantes na direção, os cineastas do filme na verdade são coordenadores de cenas de ação, os chamados stunt coordinator. John Wick (Keanu Reeves) é um ex-assassino de aluguel que trabalhava para a Máfia Russa. Ele abandonou o mundo do crime por amor. Porém, 5 anos depois sua esposa morre de doença terminal. Ela deixa para ele um cachorro. Um dia, John esbarra acidentalmente com o filho de seu ex-patrão, Iosef (Alfie Allen, o Theon de "Game of Thrones"). Alfie rouba o carro de John e mata o cachorro. John só pensa em uma coisa agora: vingança. O filme abusa de extrema violência, com muito tiros à queima roupa na cara, facadas no pescoço e outros assassinatos escandalosos. Mas tudo isso num ritmo de desenho animado, ensandecido, com uma mescla louca de ação, melodrama, comédia de humor negro e testosterona. Keanu Reeves dá uma fortalecida em sua carreira com esse filme, após sucessivos fracassos com filmes bem medianos. Aqui, mesmo não sendo nada original, chama a atenção por seu olhar totalmente estilizado, no nivel talvez de um 'Drive" ou de cults dos anos 80, como "Viver e morrer em Los Angeles". No elenco cult, temos ainda Michael Nyqvist, o mocinho da versão original de "O homem que não amavam as mulheres", aqui interpretando o chefão da máfia, e Willen Dafoe, no papel de um assassino de aluguel. Nesse universo somente habitado por homens, cabe espaço para uma bandidona masculina, Ms Perkins, deliciosamente interpretado por Adrianne Palicki. O filme acaba sendo um imenso videogame onde sai bandido de tudo quanto é lado para acabar com o mocinho. Já vimos isso mil vezes, mas aqui tem um charme extra que merece ser descoberto. John Wick pode não ser James Bond. Mas diverte.

John Wick - Um Novo Dia para Matar - Filme 2017 - AdoroCinema

John Wick - Um novo dia para matar (2017)

MEGA / 1FICHIER

O ex-dublê Chad Stahelski tá dando de dez a zero em muito cineasta conceituado dos Estados Unidos. Nessa continuação de "De volta pro jogo", ele retoma o personagem de John Wick, um exímio assassino profissional brilhantemente personificado por Keanu Reeves, e faz um porradão que todo filme inspirado em vídeo games queria ser. Ação ininterrupta, tiros intermináveis, assassinos que surgem e morrem que nem baratas e que levam tiro na cabeça para certificar que estão mortos. O roteiro é o que menos interessa aqui, em um resgate dos ótimos filmes de ação dos anos 80 onde o que interessava pro espectador era pancadaria e tiroteio. Com a co-produção chinesa, muitos personagens de apoio são chineses e até a estética e a fotografia repleta de neons lembram os filmes de Hong Kong. Muitas cenas antológicas, a destacar o que se passa nas salas de espelho. O filme tem o melhor gancho para uma continuação que eu já vi em uma franquia, deixando o espectador afoito para já querer ver a terceira parte.

John Wick 3: Parabellum- Artistas criam pôsteres pop para o ...

John Wick 3 - Parabellum (2019)

MEGA / 1FICHIER

Uma das franquias de ação mais fodas e divertidas começou em 2014, quando o Dublê de ação Chad Stahelski resolveu dirigir o filme "John Wick- de volta ao jogo". O filme foi um sucesso imediato, unindo tudo o que a galera espera de um filme do gênero: herói praticamente calado, muita porradaria bem coreografada e muito sangue em cenas bem orquestradas. Quase um non sense de ação, com influências de desenhos animados, John Wick logo retornou em 2017, e agora, na parte 3, mais voraz do que nunca: continuando exatamente de onde terminou a parte 2, com o anúncio de que a cabeça de John Wick estava a prêmio, praticamente todos os assassinos seguem em seu encalço. Para fugir, ele conta com a ajuda de personagens dúbios, como Baba Yoga (Lawrence Fishburne), Sofia (Halley Berry), entre outros já conhecidos, como O Gerente e O Porteiro do Hotel Continental. O filme se resume numa única linha em termos de roteiro, mas a porrada come solta em 130 minutos ininterruptos mega bem editados e filmados. Preparem-se para a parte 4. 

Cine Holliúdy [2019] (Temporada Completa)

DOWNLOAD

Francisgleydisson (Edmilson Filho) é um cinéfilo assumido - ou cinemista, como ele mesmo se intitula. Dono do Cine Holliúdy, o único entretenimento da pequena cidade de Pitombas, no Ceará, ele vê seu negócio ser ameaçado quando o prefeito Olegário (Matheus Nachtergaele) chega com uma novidade: uma televisão instalada na praça, onde as pessoas passam a ser reunir para assistir à novela. Perdendo para a TV, Francisgleydisson fará de tudo para recuperar sua clientela, nem que para isso ele tenha que produzir seus próprios filmes.

Loucas por Amor, Viciadas em Dinheiro (Mad Money, 2008)

DOWNLOAD UPTOBOX / ULOZTO

Bridget Cardigan (Diane Keaton) é uma dona de casa dedicada, que é surpreendida ao saber que pode perder sua casa e seu confortável estilo de vida quando seu marido, Don (Ted Danson), é rebaixado de posto em seu trabalho. Tentando evitar que isto aconteça, ela consegue um trabalho como zeladora no Federal Reserve Bank. Lá Bridget rapidamente se torna amiga de Nina Brewster (Queen Latifah), mãe solteira que tem dois filhos para criar, e Jackie Truman (Katie Holmes), uma jovem que nada tem a perder. Cansadas de serem sempre subestimadas, Bridget, Nina e Jackie decidem unir esforços para um plano ambicioso: assaltar o banco.

Wall Street, o dinheiro nunca dorme (2010)

4SHARED

Ótimo drama, continuação do sucesso de 87. Aqui retomamos o filme anterior. Gordon Gekko é solto da prisão, após anos preso por informações na bolsa que o favoreciam.
Paralelo, temos a história de sua filha que o rejeita, que está de namoro com um jovem ambicioso. O jovem acaba se aproximando de Gordon, contra a vontade da moça, e acabam juntando forças, mas uma reviravolta na trama faz tudo cair por água abaixo.
Excelentes atuações de Michael Douglas, Lia Shabeouf, Carey Mulligan, Susan Sarandon, Joh Brilon, Frank Langella. O filme é costurado de uma forma clássica, elegante, cinemão mesmo, com ótima trilha de David Byrne. A montagem é do cacete, e alguns planos são bem elaborados.
Apesar da dificuldade de se acompanhar tantos termos técnicos da galera da bolsa de valores, a gente assiste a tudo com interesse, apesar da trama longa (138 minutos).

Wall Street - Poder e Cobiça (1987)

DOWNLOAD MEGA / DRIVEGOOGLE

Nova York, 1985. Bud Fox (Charlie Sheen) é um jovem e ambicioso corretor que trabalha no mercado de ações. Após várias tentativas ele consegue falar com Gordon Gekko (Michael Douglas), um inescrupuloso bilionário. Durante a conversa Bud sente que precisa dar alguma dica muito quente para ter a atenção de Gekko e então lhe fala o que seu pai, Carl Fox (Martin Sheen), um líder sindical, tinha lhe dito, que a Bluestar, a companhia aérea para a qual trabalha, ganhou um importante processo. Esta informação não foi ainda divulgada oficialmente, mas quando isto acontecer as ações terão uma significativa alta. Gekko o adota como discípulo e logo Bud trabalha secretamente para Gekko, abandonando qualquer escrúpulo, ética e meios lícitos, pois só quer enriquecer. Bud obtém sucesso, o que faz seu padrão de vida mudar. Além disto se envolve Darien Taylor (Daryl Hannah), uma decoradora em ascensão, mas se os ganhos são bem maiores, os riscos também são.

Profissão: Repórter - Filme 1975 - AdoroCinema

Profissão Repórter (1975)

DOWNLOAD

David Locke (Jack Nicholson) é um jornalista em viagem ao Deserto do Saara para reportar sobre as guerrilhas que acontecem no local. No hotel, ele conhece um homem muito parecido com ele que morre repentinamente. Querendo livrar-se dos seus problemas e mudar sua vida, David resolve assumir a identidade do falecido na espera de levar uma vida mais interessante. Aceitando as consequências, logo ele descobre que o homem era um traficante de armas.

A Assassina (Point of no Return, 1993)

UPTOBOX

Jovem criminosa (Bridget Fonda) escapa da pena de morte, sendo obrigada a trabalhar para uma organização não-oficial, que a obriga a cometer diversos assassinatos.

Sex And The City,o Filme(2006)c/sara Jessica Parker - R$ 75,00 em ...

Sex and the City 1 - 2008

DOWNLOAD

Carrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker) é uma escritora de sucesso obcecada por moda, que vive em Nova York. Assim como suas amigas Samantha Jones (Kim Cattrall), Charlotte York (Kristin Davis) e Miranda Hobbes (Cynthia Nixon), Carrie tenta equilibrar o trabalho com seus relacionamentos.

CRONISIAS: O Povo Brasileiro (2000)

O Povo Brasileiro (2000)

Assista Online

O antropólogo Darcy Ribeiro (1913-1997) foi um dos maiores intelectuais brasileiros do século XX. Este digistack com 02 DVDs traz os 10 episódios da elogiada série baseada na obra-prima de Darcy: O Povo Brasileiro, em que o autor responde à questão "quem são os brasileiros?", investigando a formação de nosso povo.
Coproduzida pela TV Cultura, pela GNT e pela FUNDAR, a série conta com as participações especiais de Chico Buarque, Tom Zé, Antônio Cândido, Aziz Ab'Saber, Paulo Vanzolini, Gilberto Gil, Hermano Vianna, Luiz Melodia, entre outras personalidades e intelectuais de renome.
Com imagens captadas em todo o Brasil, material de arquivo raro e depoimentos, O Povo Brasileiro é uma obra fundamental para educadores, estudantes e todos aqueles interessados em conhecer um pouco mais sobre o nosso País.

Namorada de Aluguel (Can’t Buy Me Love, 1987)

DOWNLOAD

Fora do universo de John Hughes, “Namorada de aluguel” é um dos melhores exemplares de comédia romântica dos anos 80. O Seu tema hoje em dia é o mais update possível, e olha que o filme é de 1987! A compra de seguidores em redes sociais é substituída aqui pelo “aluguel” que o protagonista faz com a mocinha, alugando a garota mais popular da escola para que ele também se torne popular e repleto de seguidores. Ronald (Patrick Dempsey) junta dinheiro para comprar um telescópio, trabalhando como cortador de grama na vizinhança. Ronald é nerd e tem o seu grupo de amigos geek que sofrem bullying na escola. Ronald é apaixonado por Cindy (Amanda Petersen), a menina mais popular da escola. Quando Cindy pega o vestido de sua mãe para usar numa festa sem avisar para ela, a tragédia acontece: o vestido fica sujo de vinho tinto. Cindy vai na loja tentar trocar o vestido. Quando Ronald testemunha o desespero de Cindy, propõe à ela um contrato: ele compra o vestido, mas quer que ela, durante um mês, se finja de namorada dele para que ele fique popular. Logo Ronald se torna popular, abandonando seus amigos nerds. Com ótimos diálogos e atores carismáticos, “Namorada de aluguel” foi um grande sucesso e catapultou a carreira de Dempsey e Amanda Petersen. Seth Green, que interpreta o irmão menor de Ronald, é sensacional e responsável por ótimas piadas. A trilha sonora é composta de clássicos como a música título, “Can’t buy me love”, dos Beatles, “I dancing with myself”, de Billy Idol, e outros. A cena de Ronald dançando a dança do ritual do tamanduá africano ficou famosa. Acredito que a expressão “Nerd alert” foi criada aqui no filme, eu nunca tinha ouvido antes em outro filme. Os figurinos e maquiagem são sensacionais, tudo aquilo que se espera dos anos 80: muito cabelo volumoso e frizado, calças largas e baby look para homens. A nota triste vai para Amanda Petersen: em 1994, ela abandonou a carreira artística e retornou para sua cidade, Colorado. Em 2015, ela foi encontrada morta por overdose de barbitúricos. Já Patrick Dempsey continuou com sua carreira de sucesso, atingindo o ápice com o Dr Shepard de “Grey’s anatomy”.

Sobre Ontem À Noite 1986 Demi Moore, Rob Lowe Dub / Leg. Dvd - R ...

Sobre Ontem a Noite… (About Last Nighy, 1986)

DOWNLOAD

Em Chicago, após uma rápida azaração em um jogo de baseball entre amigos à noite, Danny (Rob Lowe) e Debbie (Demi Moore) voltam a se encontrar em um bar. Depois de conversarem um pouco, Debbie vai para o apartamento dele e acabam transando. No meio da noite ela vai embora, alegando que tem o hábito de voltar sempre para casa. Ao chegar conta tudo para sua melhor amiga, Joan (Elizabeth Perkins), com quem divide o apartamento. Joan por sua vez diz que está no quarto com um cara tão gordo que parece uma baleia encalhada. No dia seguinte Bernie (James Belushi), o melhor amigo de Danny, fala sobre sua noite, mas quando pergunta para Danny o que aconteceu ele discretamente diz que sua noite foi “divertida”. Naquela noite Danny e Debbie se encontram em um bar e, apesar dela dizer que nada acontecerá, vão para a cama novamente. O clima entre os dois não podia ser melhor e o que começou como uma transa “por uma noite apenas” se torna uma relação bem estável, um namoro tão intenso que irrita Bernie e Joan. Então acontece o impensável: os dois vão viver juntos e descobrem que fazer amor é fácil, mas dizer “eu te amo” é mais difícil e viver amando é ainda mais.

encrypted-tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQ...

Com 007 Só Se Vive Duas Vezes (You Only Live Twice, 1967)

DOWNLOAD

Durante uma missão de rotina no espaço, uma nave americana desaparece misteriosamente da sua órbita. Os americanos suspeitam dos soviéticos e pensam em uma retaliação. No entanto, os ingleses se mantêm mais cautelosos, após existirem possibilidades da nave ter pousado perto do Mar do Japão. Assim, 007 (Sean Connery) vai investigar o caso, mas quando os soviéticos perdem uma espaçonave nas mesmas circunstâncias, Bond tem poucos dias para resolver esta missão e evitar a Terceira Guerra Mundial.

Te Pego Lá Fora (Three O’Clock High, 1987)

DOWNLOAD

Giga clássico dos adolescentes, “Te pego lá fora" é um dos melhores exemplares do cinema de entretenimento dos anos 80. Na época o filme foi um fracasso de crítica e público, mas com o tempo o filme foi ganhando um status de cult. É uma pena que o filme não tenha estourado quando foi lançado, pois teria sido uma ótima chance de catapultar a carreira do jovem ator Casey Siemaszko, que até então, só tinha feito participações em filme de sucesso como “De volta para o futuro”, “Conta comigo” e “Admiradora secreta”. O filme pega como referência para a sua história dois clássicos do cinema: “Matar ou morrer”, de Fred Zinemann, e “o exterminador do futuro”, de James Cameron. A atuação do rebelde Buddy Ravell (Richard Tyson) é toda baseada no exterminador de Schwarzenneger: mecanizada, sem expressar emoções, caminhar duro e os passos com edição de som acentuando o efeito. O filme ainda faz uma piada com o filme: em uma cena, um capacete com uma cabeça do exterminador cai ao lado de Jerry. De “Matar ou morre”, o filme pegou o mote: um duelo com hora marcada, criando toda a expectativa do filme. Uma coisa interessante é perceber como o cinema dos anos 80 era repleto de merchandising: aqui tem Coca-Cola, caneta Bic. A direção de Phil Joanou é excelente: famoso por dirigir clips de grupos famosos, como a banda U2, Joanou cria movimentos de câmera sensacionais, e o ritmo que ele imprime ao filme, junto da brilhante edição, é de bater palmas. O filme não tem um minuto de respiro, totalmente frenético. Joanou se utiliza de clichês de filmes de terror para criar expectativas em algumas cenas, por exemplo, na cena do banheiro, vemos os pés chutando cada cabine, recurso clássico de filmes slasher. A trilha sonora é da banda eletrônica “Tangerine dream”, e compõe um score sampleando a trilha de “O exterminador do futuro”. O que eu mais adorei na direção de atores de Phil Jeanou, é que boa parte de seus personagens, como o reitor, o delegado, atuam seriamente, como se fosse um filme dramático. Esse contraste com outros personagens mais caricatos é que faz a diferença. Também, Joanou concebeu um excelente plano-sequência logo no início: alunos comentando sobre a chegada de Buddy na escola, falando de todas as suas ações violentas na outra escola, seus atos violentos e principalmente, que ele odeia ser tocado. Essa câmera percorre vários alunos até chegar em Jerry. Não posso deixar de falar na performance e no carisma de Casey Siemaszko como o protagonista Jerry Mitchell. É de fato uma pena que ele não tenha estourado, ele seria um ótimo perfil para competir com tipos como Michael J Fox. Casey equilibra bem os momentos cômicos e os dramáticos, e é impossível ninguém sentir pena dele, mas ele faz isso de forma minimalista sem exageros. Para ver e rever.

DVD - 007 - A Serviço Secreto De Sua Majestade nas Lojas ...

007 – A Serviço Secreto de Sua Majestade (On Her Majesty’s Secret Service, 1969)

DOWNLOAD

Em uma praia 007 (George Lazenby) evita que uma jovem mulher cometa suicídio. O pai dela é o chefe de uma poderosa organização criminosa e, impressionado com Bond, quer que ele proteja sua filha se casando com ela. Em troca, ele oferece ao famoso agente informações que façam 007 chegar até Ernst Blofeld (Telly Savallas), o principal inimigo do agente. Inicialmente 007 concorda com o acordo, visando apenas poder matar Blofeld, mas com o tempo ele realmente fica apaixonado pela sua futura esposa. Porém, Bond logo descobre que Blofeld planeja destruir a humanidade com um vírus altamente mortal a menos que receba perdão por todos os seus crimes. Desta maneira, a Rainha da Inglaterra pede que Bond intervenha no caso, mas a situação se complica e toma um rumo inesperado.

Quatro Mulheres e um Destino (Bad Girls, 1994)

DOWNLOAD

Madeline Stowe, Andie MacDowell, Drew Barrymore e Mary Stuart Masterson estrelam esta história do selvagem faroeste na qual quatro garotas estão em fuga. Rotuladas como fora-da-lei, perseguidas por um grupo armado e pelos detetives Pinkerton, as quatro cavalgam juntas para se manterem vivas. Mas quando são enganadas por uma gangue de impiedosos renegados, as moças decidem que é hora de parar de fugir, e começar a lutar.

Dumbo – 1941

DOWNLOAD

Dumbo é um bebê elefante que nasceu com orelhas enormes e com a ajuda de Timóteo, um simpático ratinho, vai se transformar na principal atração de um circo. Usando suas orelhas, ele faz o que nenhum outro elefante conseguiu: voar!

Uma Alucinante Viagem - 1988 | Filmow

Uma Alucinante Viagem (The Couch Trip, 1988)

DOWNLOAD

Interno de um hospício escapa e se faz passar por analista que comanda programa de rádio sobre psiquiatria. E se transforma num grande sucesso de audiência. Falando sobre sexo, intrigas e esquizofrenia, o lunático consegue uma enorme legião de fãs.

Depois de Horas (After Hours, 1985)

DOWNLOAD

Assisti a esse filme na época do seu lançamento, em 1985, e daí nunca mais o revi. Lendo o livro de entrevistas "Conversas com Scorsese", fiquei tentado a rever esse clássico dos anos 80. O filme e a expressão "After hours" viraram jargão para tudo o que desse errado na vida de uma pessoa. Scorsese diz que se inspirou no filme "O homem errado", de Htchcock, para compôr essa comédia de humor negro muito bizarra. Tudo acontece em uma madrugada, igual a outra qualquer, mas não na vida de Paul (Griffin Dunne, antológico). Ele trabalha em um escritório de analistas de sistemas, e vice uma vida burocrática e sem novidades. Uma noite ele sai para tomar café após o expediente e conhece uma jovem, Marcy (Rosanna Arquette). Ela lhe dá o telefone. Chegando em casa, ele resolve ligar para ela. Ela o chama para ir até a sua casa. Ele aceita. E isso é quase meia-noite. Porém, Paul vai até uma área obscura de Nova York, Começa uma noite de pesadelo para Paul, que vai se metendo em enrascadas cada vez mais loucas e insanas. Incrível a vitalidade desse filme: ele poderia ter sido lançado hoje em dia, e faria o mesmo sucesso. Moderno, ágil, bem filmado, roteiro sensacional. A fotografia de Michael Ballhaus reforça as tintas dos filmes da época, com as noturnas de chão molhado e fumaça saindo dos bueiros de NY. A trilha sonora de Howard Shore é pontual e ao mesmo tempo que traz um clima macabro, traz angústia e suspense, através de suas marcações de tempo. O uso da câmera é muito interessante: steadicam, ainda uma novidade na época, e câmeras que avançam rápidos em aparelhos de telefone, marcando urgência. Um filme estranho à filmografia de Scorsese, mas genial. Scorsese faz uma ponta desnecessária como um iluminador numa boite de moderninhos.

 

Cheech & Chong – Os Irmãos Corsos (CHEECH & CHONG’S THE CORSICAN BROTHERS, 1984)

DOWNLOAD

No sexto de seus sete filmes, a dupla Cheech & Chong abandona as piadas sobre o uso de maconha para fazer humor nonsense, estilo Monty Python ou Mel Brooks, numa sátira à aventura literária “Os Irmãos Corsos”, de Alexandre Dumas. O filme começa com Cheech & Chong apresentando-se com sua banda pelas ruas de uma pequena vila francesa, até serem expulsos pelos moradores. Eles encontram uma cigana que lhes conta a lenda dos Irmãos Corsos, que seriam Cheech & Chong em outra encarnação, e como ambos se uniram para lutar contra um maligno monarca.

Capas Filmes Terror: Paraíso do Medo

Paraíso do medo (Uninhabited, 2010)

ASSISTA ON LINE

Beth e Jackson formam um casal, que resolve passar 10 dias em uma ilha paradisíaca na costa australiana. O capitão os deixa lá, e o casal passa por momentos maravilhosos. Porém, aos poucos, vão tendo indícios que mais alguém habita lá, além deles. Objetos que saem do lugar, aparições sinistras. Beth descobre um livro abandonado em uma cabana, falando sobre Coral, uma jovem que morava ali na ilha, e que acabou sendo estuprada por 7 homens, e que provavelmente, está atrás de vingança.
Suspense produzido na Austrália, tem uma fotografia deslumbrante, e ótimo trabalho de câmera, som. O diretor Bill Bennet sabe dar clima nas cenas. Mas o roteiro é tão ruim,e previsível, e ao mesmo tempo, sem pé nem cabeça, cheio de furos, que tira qualquer possibilidade de interesse na trama. Tudo acaba ficando ridículo. A atuação do ator Bob Baines no papel de Jackson, é lamentável. A gente não acredita em um só momento de seu personagem. Os diálogos já são ruins, interpretados de forma amadora então, é um desastre só. Os outros atores, que formam o grupo de caçadores de tubarões, também são ruins. Salva-se Geraldine Hakewill, no papel de Beth, que dá o mínimo de dignidade ao filme.

 

CINEMIDADE: Super 8: Um super filme no estilo anos 80!

Super 8 (2011)

DOWNLOAD

1979. Joe, um adolescente, mora em uma cidade pequena. Sua mãe acabou de falecer em um acidente, e seu pai é um policial. Joe faz parte de um grupo de amigos de escola, todos fanáticos por cinema. Um deles, tem uma câmera super 8, e juntos, eles produzem um amador filme de terror. Porém, uma noite, durante uma filmagem na linha de trem, eles testemunham um acidente de trem. A partir desse momento, a cidade apresenta vários casos de sumiço, e os garotos descobrem depois que se trata de um alienígena, que caiu na terra nos anos 50, e que foi capturado pelos cientistas americanos. Agora, o monstro quer voltar para o seu planeta, nem que isso signifique destruir a cidade.
"Super 8", produzido por Spielberg, é praticamente um compêndio de quase tudo o que ele já fez. Uma espécie de refilmagem de "ET", misturado a "The goonies" e "Jurassic Park". Os garotos são todos excelentes, e o filme tem um clima sessão da tarde das antigas. Ellen Fanning está ótima no papel de Alice, objeto de paixão de Joe. Os efeitos são muito bons, porém o que faltou ao filme foi originalidade na temática. Tudo fica muito "deja vu", e a gente já sabe tudo o que vai acontecer. E pior: a opção de nunca mostrar a criatura durante boa parte do filme, foi uma tentativa frustrada. Não existe razão para não mostrá-la. pois isso não é nenhuma surpresa. Acaba ficando frustrante, porquê o que mais queremos é vê-la, e isso só acontece perto do fim. JJ Abrams repete um pouco o seu filme "Cloverfield", ao mostrar a criatura apenas vagamente ou em partes. Uma pena, poderia ser um clássico, assim como os outros filmes citados acima. Faltou energia, simpatia e carisma. Sobra paixão pelo cinema, na figura dos pequenos heróis. O desfecho, alías, lembra demais "ET", e parece que tanto Spielberg e JJ Abrams resolveram reverenciar o filme.

O Dia em que o Santo Pecou (1975)

Assista On Line

Dirigido por Cláudio Cunha

"Na cidade paulista de São Sebastião, o pescador João Baleia vive com uma mudinha, apelidada Feiticeira, que foi violada por três bandoleiros e é temida pelos caiçaras. Baleia consegue vingar sua mulher, matando os assaltantes e cegando um soldado, mas, por sua vez, aparece misteriosamente morto na porta da igreja local, dedicada a São Sebastião, que tem fama de santo valente. O povo atribui a morte a um milagre do Santo, pois uma testemunha afirma tê-lo visto descer do altar e praticar a ação. A imagem do santo é processada, condenada e presa. O padre local, liderando a rebelião popular, consegue modificar a pena para 'prisão domiciliar", de onde ela só sai no dia da procissão em sua honra".

Elenco

  • Maurício do Valle ... João Baleia
  • Selma Egrei ... Mudinha
  • Canarinho ... Ventania
  • Dionísio Azevedo ... Delegado
  • Sadi Cabral ... Padre
  • Sérgio Hingst ... Juiz
  • Flora Geny ... Quitéria
  • Elza Adão ... Maria Ventania
  • Cavagnole Neto ... Tibério

Transformers 3: O Lado Oculto da Lua (Transformers - Dark of the moon, 2011)

DriveGoogle / MEGA

Sam (Shia La beouf) está desempregado e vai a várias entrevistas, até chegar a uma empresa, comandada por Bruce (John Malkovich). Ao mesmo tempo, sinais de vida extraterrestre são identificados na Lua, e Optimus Prime, agora trabalhando para o Governo americano, resolve ir até lá identificar. Ele descobre destroços de uma nave que partira de Cybertron nos anos 60, e dentro da nave, encontra-se o Sentinela, um robô que descobriremos mais tarde, irá se voltar contra os Autobots e vai querer destruir o mundo. Uma nova ameaça acontece, e os Autobots e Sam farão de tudo para evitar que isso aconteça.
Desde o primeiro "Transformers", fiquei sempre com a impressão de assistir a um festival de efeitos, e apenas isso. Os roteiros são os mais simplórios possíveis, e sempre falam em dominação da terra por parte dos Decepticons. Aqui não é diferente. O filme é todo em função dos efeitos, e mais nada. E os efeitos aqui realmente são primororos. Tem uma cena de ataque em um prédio que é de cair o queixo. Muito boa. De resto, o filme impressiona pelo elenco de apoio. Tem momentos que parecia que eu estava assistindo a um filme dos irmãos Cohen: Frances Macdormand, John Malkovich e John Turturro, juntos? Genial! Fora eles, juntaram Patrick Dempsey no papel de vilão e Keon Jung (o chinês traficante de "Se beber, não case"), como sempre, hilário. O ponto fora do elenco é a insossa Rosie Huntington, no papel de Carly, namorada de Sam. Megan Fox dava de mil. Rosie é linda, mas assim como os robôs, sem expressão alguma. O que não entendo é porque em toda a franquia, Michael Bay insiste em ter quase 3 horas de filme. Excesso de vaidades? Falta de consisão?? Fica tudo muito chato e repetitivo. Parece que estamos vendo a mesma cena várias vezes seguidas. Outra chatice é o excesso de romantismo no filme. O que me divirto realmente, é que observo como morre gente no filme dos "Transformers". Em cada ataque dos Decepticons, pelo menos umas cem mil pessoas morrem. E fica por isso mesmo heheehee

Resultado de imagem para horas de medo

Horas de Medo (Secuestrados/Kidnapped, 2010)

MEGA

Uma família composta pelo pai, mãe e uma filha adolescente acabam de se mudar para uma residência em um condomínio fechado. Porém, uma noite, um trio de bandidos invade a casa, e os fazem de reféns. O chefe deles leva o pai para sacar dinheiro. Os outros dois permanecem em casa, cuidando da mãe e filha. O que se segue é uma intensa noite de terror.
Uma brilhante direção e uso de câmera. O filme é tecnicamente impecável. São ao todo 12 planos-sequências. O filme é tenso, sofrido, difícil de assistir. É quase que um tratado de sadismo. Você passa 1:30 assistindo uma família sendo destroçada. Algo muito semelhante a "Funny games", de Michael Heneke. O filme tem um tom realista, daquele que poderia estar acontecendo com você, ao ser redor. Os atores são ótimos, intensos. O filme abusa de clichês de filmes de invasão domiciliar ("O quarto do Pânico", inclusive com um bandido fazendo o papel do bonzinho). O que eu posso dizer é que esse filme não é recomendado para pessoas sensíveis, nem para quem já sofreu quaquer tipo de assalto, porquê pode deixar traumas. Fortes emoções. Inclusive, rola uma cena homenageando "Irreversível". Quem viver, verá.

Loup - Uma amizade para sempre (2009)

DOWNLOAD

Sergei é um jovem de 16 anos, que mora com sua clã em uma região gélida da Sibéria. Seu pai é chefe da clã, e eles sobrevivem tocando seu rebanho de renas. Um dia, o pai lhe incumbe da tarefa de tomar conta das renas no período de outono. Essa tarefa é saboreada com tom de triunfo, despertando ciúmes de outros jovens da clã. Os lobos são vistos como inimigos, pois atacam as renas, e Sergei será responsável em afastá-los. Ao passar uma noite com o rebanho, Sergei percebe a presença de uma loba, que cria seus filhotes em uma caverna. Logo, ele acaba se afeiçoando aos animais, contra a vontade de seu pai. Sergei tenta então esconder a presença dos lobos, ao mesmo tempo que os filhotes descobrem a sua natureza, que é atacar por sobrevivência.
Um filme belissimamente fotografado, filmado em locações na região Noroeste da Sibéria. As tomadas são estonteantes. Mas infelizmente, o filme não se sustenta somente por conta de suas imagens. O elenco é fraco, composto por atores franceses com descendência oriental. Aliás, por ser uma produção francesa, ai se encontra o maior dos problemas dessa produção: muito estranho ver os integrantes da clã, localizada na Rússia, falando em francês. Eu, como espectador, me senti completamente fora do filme. Ouvi-los falar em francês me tirou da realidade cultural dos personagens. A trilha sonora é cativante, apesar de abusar de tons épicos. O roteiro é bem ingênuo, apostando na mensagem de que os seres humanos devem interagir melhor com a natureza, mesmo que um suposto ataque de animais seja apenas pelo instinto de sobrevivecia. A edição está cheia de erros de continuidade. Vale pelo encantamento visual, e só. Ah, e o filme também é longo demais, deveria ter pelo menos 20 minutos a menos. Em outras épocas, poderia ser visto como um filme da Disney.

O misterioso assassinato de uma família (Atrocious, 2010)

DOWNLOAD

Senha Para Descompactar: cineterrordownloads

A polícia encontra em uma casa de campo câmeras filmadoras, com mais de 30 horas de filme rodados. Descobrimos então as últimas horas de vida da família Quintanilla: Pais e 3 filhos, sendo 2 adolescentes e 1 criança. A família vai passar o fim de semana na casa de campo, durante o verão. Lá, existe uma lenda urbana, sobre a existência de uma garota perdida na floresta, e que quer se vingar das pessoas. Os 2 irmãos adolescentes levam suas filmadoras e registram tudo ao seu redor. Ao chegar a noite, porém, fatos estranhos começam a acontecer e a assustar a família.
Esse filme espanhol foi dirigido por um cineasta mexicano de 27 anos. Ele usa e abusa de clichês de vários filmes, entre eles obviamente "A bruxa de Blair" e "Atividade paranormal". Muita câmera na mão, e sem razão de ser, os dois irmãos carregam a câmera de um lado para o outro, mesmo em situações extremas, eles não largam mão do aparelho. Por essas e outras que o filme sôa falso o tempo todo. É tedioso, quase metade do filme vemos a câmera na mão circulando por ambientes, sob o ponto de vista dela, sem nada acontecer. O desfecho é confuso e sem graça. Os atores são médios, dando vida a personagens mal delineados.
Mais do mesmo, pela enésima vez.

Um Gato em Paris (Une vie de chat/A cat in Paris, 2010)

ASSISTA ON LINE

Zoé é uma menina que mora com sua mãe, uma policial. O pai dela, também policial, foi assassinado pelo gangster Costa, que planeja um roubo a um carregamento de objetos de arte. Zoé, desde a morte de seu pai, ficou muda. Ela tem um gato, Dino, que de dia fica com ela, e de noite, vai até a casa de um bandido, Nico, que rouba jóias. Nico é um bandido de bom coração. Os caminhos de todos irão se cruzar, até um desfecho romântico e surpreendente.
Simpática animação, de traços simples, bem vintage para os padrões de hoje. Como não poderia deixar de ser, é um produto feito para o adulto nostálgico. Definitivamente não é para crianças: tem um clima soturno, violento, e até assustador, apesar da aparente singeleza das imagens. A história é simples, ingênua, sem grandes arroubos de originalidade. A trilha é ótima, e o trabalho de dublagem também.

Ver a imagem de origem

Rocky e Hudson - Os Caubóis Gays (1994)

Assista Online

Dirigido por Otto Guerra

Deliciosa animação em longa-metragem, baseado nos personagens criados por Adão Iturrusgarai em 1987. O longa foi lançado em 1994 e participou de vários Festivais, entre eles, de Gramado e Guarnicê, de onde saiu com o prêmio do juri popular de melhor filme. No longa, são apresentados 2 curtas com o casal de cowboys gays: "A pistola automática do Dr. Brain", onde um cientista maluco inventa uma arma monitorada por controle remoto e pratica assaltos, até que Rocky e Hudson são chamados para combater o vilão; e "Pé na estrada", que fala do encontro de Rocky e Hudson com a avó de Hudson. Vó Beti se tornou uma mulher cheia de vitalidade e sensualidade, e juntos, seguem pela estrada em busca de aventuras. O filme é curto, tem 56 minutos, e é repleto de gags que brincam com o universo lgbts. A dublagem dos personagens é o que o filme tem de mais divertido, além do linguajar gay dos personagens. Otto e Adão brincam com o universo dos quadrinhos e dos desenhos americanos, sacaneando Mickey, Simpsons e muito mais. Para quem não curte o politicamente incorreto, melhor ficar muito longe desse filme. Os traços são singelos e quase toscos, mas esse é o charme do filme.

Aftermath (1994)

ASSISTA ON LINE

Um médico legista faz autópsias de vários cadáveres, até se deter no corpo de uma jovem, Marta, recém falecida em acidente de carro. O legista faz dela sua obsessão: a mutila, retira seus órgãos internos, para depois transar com ela, retirar seu coração e dar ao seu cão para comer.
Esse curta de 31 minutos é, inacreditavelmente, uma experiência doentia, que com certeza, inspirou vários cineastas adeptos do gore a desenharem cenas em seus filmes da linha "torture porn". A diferença aqui é que não há gritos: as pessoas já estão mortas. Os efeitos são perfeitos, realistas. Um filme que com certeza irá impressionar muita gente, mais pelo tratamento sobre o tema da necrofilia do que pelas cenas sangrentas em si.
O filme não tem diálogos, e nem vemos o rosto do protagonista, apenas seus olhos, vistos através de uma máscara cirúrgica. Medonho, sombrio, brutal. A trilha sonora é composta de temas sacros, e compões um painel mais aterrorizante ainda, pois a calmaria do som contrasta com as imagens barra-pesadas. Incrível que eu nunca tenha havido falar sobre esse filme, e olha que ele é de 94; Só tomei conhecimento por conta da recente censura ao filme sérvio "Serbian film", no Rio de Janeiro, durante evento da Fan Rio Festival, dedicado a filmes de terror.

Resultado de imagem para 3.33 sabrina greve curta metragem

3.33 (2009)

Assista Online

Elenco: Bárbara Paz
Direção: Sabrina Greve

Escurecer o quarto
Parar de pensar
Matar o tempo
Tomar o remédio
Telefonar para os amigos
Perder a piada
Mergulhar no mar
Apagar a luz
Às 3:33

Uma Doce Mentira (De Vrais Mensonges/Beautiful Lies, 2010)

ASSISTA ON LINE / DOWNLOAD

Émilie (Audrey Taotou) é dona de um Salão de beleza. Ela é solteira, independente. Porém, sua vida pessoal está um caos. Sua mãe (Nathalie Baye) é depressiva, e seu pai vai casar com uma garota mais jovem. Ao mesmo tempo, um de seus funcionários, Jean, nutre uma paixão platônica por Émilie. Jean escreve uma carta anônima apaixonada para Émilie. Ao receber, Émilie fica irritada, mas se aproveita da carta e a manda para sua mãe. Maddy, a mãe, se alegra e fica apaoixonada por seu autor. Ao tentar descobrir o paradeiro de quem escreveu, Maddy descobre ser Jean. A partir daí, muitas confusões acontecem.
Comédia romântica com dosagens leves de drama, "Uma doce mentira" é um filme simpático, agradável de assistir, mas sem muitas novidades. Audrey meio que repete a sua personagem mais famosa, Amelie Pouláin. Seus trejeitos, sua vontade de querer mudar o mundo para melhor, a caracterização. Mas ela é uma fofa, e sempre é bom vê-la em cena. Nathalie Baye, uma das maiores atrizes francesas da atualidade, se diverte com a sua Maddy, uma figura frágil, dosando muito bem humor e melancolia. O elenco de apoio está bem, e o desenho de produção é bonito, com muitas cores no dressing e na fotografia. Um filme médio, que vale como um passatempo leve.

 Resultado de imagem para melancholia nude GIF Kirsten Dunst

Melancolia (Melancholia, 2011)

DOWNLOAD

 Justine (Kirsten Dunst) vai se casar. Ela segue com o seu noivo Michael (Alexander Skaasgard) até a casa de campo de sua irmã (Charlotte Gainsburg), casada com John (Kiefer Sutherland). Ao chegar ao local, se depara com os seus pais divorciados, (John Hurt e Charlotte Rampling), que vivem às turras. Ao mesmo tempo, Jack, um amigo da família, lhe promove ao posto de Diretora de arte de sua empresa. Tudo parece estar indo bem, até que sem razão alguma, Justine começa a se sentir depressiva. Logo em seguida, sabemos que um planeta, Melancolia, está prestes a colidir com a Terra, e que pode ser o responsável pela súbita mudança de comportamento de todos.

" Melancolia" é de certa forma frustante. Longo, entendiante em sua maior parte. Porém, a sublime direção de atores, e a espetacular composição visual do filme compensam a longa duração e a sensação de déja vu: ele se utiliza de vários de seus atores fetiches: Stelan Skaagard, John Hurt, Charlotte Gainsburg e elabora uma depressiva visão de mundo apocalíptico. A 1ª parte do filme é puro "Festa de família", de Thomas Vintenberg. Mas quem merecia de fato o prêmio de atriz em Cannes era Charlotte Gainsburg. Ela está espetacular. Curioso observar que quem faz o noivo é filho de Stelan Skaasgard. Lars Von Triers está mais pessimista do que nunca, e nada nem ninguém merece a felicidade. O prólogo, todo em câmera lenta, é sensacional, e a trilha sonora combina bastante com as imagens. Pode entediar ou mesmo fazer parte do público odiar o filme, mas seus filmes sempre promovem algum tipo de experiência cinematográfica. A cena aérea que percorre os campos cobertos de nevoeiros, e as irmãs andando de cavalo, é poesia pura.

Resultado de imagem para DEBORA CAPRIOGLIO gif

Paprika (1991)

DOWNLOAD UPTOBOX

Vos apresento Debora Caprioglio, mais conhecida por ter sido namorada de Klaus Kinski (1987/89) e ter participado no filme deste (Kinski Paganini). No mais, exibe com "exuberante" e divertida abundancia todas as suas ma.. ma.. ma.. ma.. (até fiquei gago), manifestações de tradicional beleza italiana, ou seja, corpos bojudos em forma garrafal... glu, glu, glu.. glu... Jovem inocente é convencida por seu namorado a trabalhar num bordel para conseguirem dinheiro para se casarem. Esse, a par de Monella, são meus (asfixiantes) filmes preferidos de Tinto Brass.  

As Praias de Agnes (2008)

DOWNLOAD

Belíssimo documentário dirigido pela Cinasta Agnes Varda é um relato pessoal, filosófico e prático do ato de se amar e fazer cinema. Uma espécie de testamento nostálgico onde ela revela vários truques e artimanhas que teve que desenvolver, para realizar diversos de seus clássicos, entre eles " Cléo de 5 às 7", seu filme mais famoso aqui. Mostra os seus primeiros trabalhos ainda como criança,,, a sua fase como fotógrafa de still, e a sua relação duradoura e apaixonada pelo também cineasta Jacques Demy. Mostra também a fase americana do casal, quando foram morar nos Estados Unidos, e a influência da intelectualidade na vida de ambos. O filme é narrado por sua bela voz melancólica, e tem imagens de arquivo de seus filmes, fotos, tudo com extrema poesia e delicadeza. Um filme imperdível para cinéfilos amantes do cinema.
Absolutamente obrigatório.

Resultado de imagem para driller killer filme curta

Driller Killer - 2011

Assista Online

Direção de Rodrigo Freire

Elenco de Driller Killer

  • Alexandre Teixeira Driller Killer
  • Monica Mattos Vítima

Quando o destino está traçado, não há como escapar.

Uma homenagem aos filmes slasher.

Ver a imagem de origemResultado de imagem para bad teacher gifChristine Smith

Professora sem classe (Bad Teacher, 2011)

MEGA

Elizabeth (Cameron Diaz) é uma professora de um escola ginasiana. Ela está prestes a casar com um milionário, mas o casamento é desfeito. O motivo: O marido e a sogra descobrem que ela iria se casar por interesse. Elizabeth é desbocada, interesseira, e seu único foco agora é aplicar seios de silicone e arranjar um novo pretendente. Esse vem na figura de Scott (Justin Timberlake), um professor filho de família rica. Porém, em seu caminho, surge Amy (Lucy Punch), que faz de Elizabeth sua rival e tenta também dar em cima do rapaz.
Comédia na mesma linha dos filmes dos irmãos Farrely (Quem vai ficar com Mary, Etc), ou seja, muito palavrão, sacanagem, situações constrangedoras e tudo politicamente incorreto. Cameron Diaz é a atriz perfeita para esse tipo de papel, e não mede esforços para fazer de Elizabeth a vagabunda mais asquerosa da cidade. O elenco está todo divertido. Justin Timberlake cada vez mais se revela ótimo ator: além de drama, agora envereda pela comédia, com muita propriedade. Tem uma cena, de sexo com roupas, antológica, entre Cameron e Justin. E o mais curioso é saber que eles são ex-namorados na vida real.
O roteiro é engraçado, as piadas sujas são divertidas. Tudo clichê, mas segura a onda. Nada de novo no front. Apenas um bom passatempo, para quem busca um filme descerebrado.

As Palavras (2012)

DOWNLOAD

Li que os 2 diretores, também roteiristas do filme, enviaram o script pro amigo Bradley Cooper a mais de 10 anos atrás. Cooper, até então desconhecido, disse que iria ajudá-los a botar o filme na praça. Promessa cumprida, fica dúvida: vale a pena? O filme, um drama romântico, narra em 3 tempos a história de um escritor que, atormentado por uma mentira (ele roubou o manuscrito de um livro e o escreveu como sendo seu) entra em crise emocional. Ele sempre desejou o sucesso, e agora que o tem em mãos, o que lhe resta fazer? Singelo na sua mensagem sobre roubo de direitos autorais, o filme acerta quando volta ao tempo e mostra uma bela história de amor ambientado na 2ª guerra. Quando vem ao tempo presente, fica sem graça. Não por culpa do elenco, bons e satisfatórios em seus papéis sem muita profundidade (Bradley Cooper, Zoe Saldana, Jeremy Irons). Irons, aliás, foi um erro de casting, uma vez que, mesmo maquiado, não convence como um homem de mais de 80 anos de idade. A personagem de Olivia Wilde é inverossímel, construido apenas para dar um desfecho ao filme. Faltou aquilo que o filme prega mais: romantismo. Os diálogos são novelescos. Como passatempo, ok.

Ted (2012)

DOWNLOAD

John Bennet (Mark Walhberg) é uma criança sem amigos. Na noite de natal, ele ganha um urso de pelúcia, chamado Ted, e deseja que ele ganhe vida e se torne o seu melhor amigo. O seu desejo é realizado, e logo Ted cria vida, se tornando uma celebridade nacional. Os anos se passam, John agora tem 35 anos, e Ted está no ostracismo. John namora a 4 anos com Lori (Mila Kunis), que ama John, mas odeia esse seu lado infantil e sua amizade com Ted, que lhe rouba a atenção. Ted é um desbocado, usuário de drogas e transa com a mulherada. John é fiel a Lori, mas também é apaixonado por filmes trash, como "Flash Gordon" e toda a cultura inútil dos anos 80 e 90. Lori resolve dar-lhe um ultimato: ou ela, ou Ted. Paralelo, Donny (Giovani Ribisi) e seu filho tentam sequestrar Ted, uma obsessão de Donny desde que ele era criança. Caraleo como ri nesse filme. Principalmente na cena final, quando o narrador diz o destino de cada personagem. Putz, caguei de rir. O filme é um ode ao Universo Nerd. Ele brinca com o mundo pop: anos 80, 90, Star Wars, Flash Gordon, E.T. Pouca coisa escapa ao roteirista e diretor Seth MacFarlane, criador do seriado "Family Guy". Até mesmo Ryan Reynolds é sacaneado, depois de "Lanterna verde" ter sido alçado a herói gay. O elenco todo parece se divertir bastante: Mark Walhberg, Mila Kunis, e Giovani Ribisi, impagável numa cena que ele dança a música de Tiffany. Claro, os efeitos do urso Ted são fodas demais. Infelizmente o filme tem uma duração excessiva, e acaba perdendo o ritmo lá pro meio, mas depois recupera. Podia ter uns 20 minutos a menos. No final, diversão garantida para quem é Nerd.

Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros (2013)

DOWNLOAD

Nancy Lincoln (Robin McLeavy) é a mãe do presidente Abraham Lincoln (Benjamin Walker) e foi assassinada por uma criatura sobrenatural. Incorfomado com o fato, ele declara uma guerra sem piedade contra os seres das trevas e começa a destruir todos os vampiros e os escravos que os ajudam. Dirigido por Timur Bekmambetov (O Procurado) e estrelado por Benjamin Walker, Dominic Cooper e Mary Elizabeth Winstead.

O Vôo (2012)

DOWNLOAD

Esse é mais um caso de filme que poderia ter sido muito melhor apreciado, se algum editor em sã consciência tivesse sugerido ao diretor Robert Zemeckis a cortar pelo menos meia hora do filme. Existe um excesso de dramaturgia que entedia, que deixa o filme com uma enorme barriga. Gente, tantas histórias paralelas, tantos personagens, para apenas contar o drama pessoal de um Piloto de avião que entra em crise de consciência por conta de seu vício em bebidas e drogas? Pelo menos tecnicamente, e para variar, um filme de Zemeckis dá show nos efeitos especiais. A cena do acidente aéreo é de tirar o fôlego. Igualmente é a interpretação de Denzel Washington, saindo do lugar comum do bêbado que sai por aí se sacudindo em tudo que é canto. O elenco de apoio, especialmente Kelly Reilly, no papel da ex-drogada, e Melissa Leo, como a advogada do processo contra Whip (Washington), estão sublimes. John Goodman e Don Cheadle aparecem pouco em suas pontas, mas sempre com aquela dignidade costumeira. No mais, a bela trilha sonora recheada de ícones pop (Zemeckis adora uma seleção musical, vide "Forrest Gump") e a fotografia, também eficiente. O roteiro é muito criticado pelo seu desfecho, para muitos piegas. Mas todo mundo sabe que o público americano adora uma história de redenção, e aqui, não poderia deixar de ser diferente. Depois de 2;17 hrs de filme, a gente sai do cinema com aquela sensação de ter visto um filme honesto, mas também, xaroposo e longo, muito longo. Nada de novo no front.

A Lenda do Tesouro Perdido (2004)

DOWNLOAD

Benjamin Franklin Gates (Nicolas Cage) é um caçador de tesouros, função que já está na 3ª geração em sua família. Durante toda sua vida Benjamin procurou um tesouro que ninguém acredita existir, tendo sido acumulado durante séculos e transportado por vários continentes para evitar que fosse roubado. As investigações de Benjamin sobre a localização deste tesouro fazem com que ele descubra que existe um mapa codificado escondido na Declaração de Independência dos Estados Unidos. Só que para conseguir lê-lo Benjamin terá que enganar o FBI e roubar um dos documentos mais vigiados do país.

 

João, Maria e a Bruxa Da Floresta Negra (2013)

DOWNLOAD

Os gêmeos João e Maria são adolescentes que vêm de uma família do subúrbio, com ótima situação econômica, que frequentam boas escolas e levam uma boa vida. Certo dia, Maria e seu namorado estão curtindo um momento de folga, fumando e ficando altos. Quando eles ficam sem drogas, o rapaz decide ir buscar mais na casa de uma traficante local, que tem disponível uma nova erva, chamada Floresta Negra.

Advogado do Diabo (1997)

DOWNLOAD

Kevin Lomax (Keanu Reeves), advogado de uma pequena cidade da Flórida que nunca perdeu um caso, contratado John Milton (Al Pacino), dono da maior firma de advocacia de Nova York. Kevin recebe um alto salário e várias mordomias, apesar da desaprovação de Alice Lomax (Judith Ivey), sua mãe e uma fervorosa religiosa, que compara Nova York a Babilônia. No início tudo parece correr bem, mas logo Mary Ann (Charlize Theron), a esposa do advogado, sente saudades de sua antiga casa e começa a testemunhar aparições demoníacas. No entanto, Kevin está empenhado em defender um cliente acusado de triplo assassinato e cada vez dá menos atenção sua mulher, enquanto que seu misterioso chefe parece sempre saber como contornar cada problema e tudo que perturba o jovem advogado.

Gravidade (2013)

DOWNLOAD

Puta que o pariu!!!!!!!! Faz tempo não via uma sala de cinema onde a platéia em peso segurava a respiração, torcia, ficava angustiada, ficava totalmente em silêncio. Que show de efeitos especiais do caralho!!!! Algo de inacreditável! E gente, todos aqueles que odeiam a Sandra Bullock, por favor, reconsiderem antes de ver o filme, pois a mesma faz um "tour de force" impressionante. Ela está foda, e a gente torce por ela a cada segundo. Os roteiristas Afonso e Jonas Cuaron brincam com o espectador, tirando a cada minuto um coelho da cartola, para deixar o espectador sempre atento à tela, em suspense eterno. E mais uma vez provando que o roteirista americano jamais planta algo do nada, sempre dá um pequeno indício de algo que irá acontecer lá na frente. E esse mesmo roteiro alterna muito bem ação e drama, evitando um melodrama no mau sentido. A fotografia do eterno parceiro Emmanuel Lubezki, e o seu trabalho de câmera são notórios os planos-sequências dos filmes de Cuarón, mereciam levar todos os prêmios técnicos. A trilha sonora de Steven Price também cria uma atmosfera de adrenalina e quietude, muito linda. É o tipo de filme que não dá para se falar muito, correndo o risco de entregar e fazer "Spoiler". Mas posso dizer também que Cuarón faz belíssima homenagem a "Barbarella" em uma cena antológica com Bullock, saradona. Eu tenho que confessar que chegou uma hora que eu não aguentava mais de tensão e torcia pro filme acabar logo.

 50-to-1

50 para 1 (2014)

DOWNLOAD

Um grupo de cowboys inadaptados de New Mexico encontram-se na viagem da sua vida quando seu cavalo de corrida, de pés torcidos, qualifica para o Kentucky Derby. Baseado na inspiradora história real de Mine That Bird, o cowboys que enfrentam uma série de contratempos tornando-se os underdogs em um confronto com a elite de corrida do mundo.

sangue-jovem

Sangue Jovem (2014)

DOWNLOAD

O jovem JR é preso por um pequeno crime. Ele aprende rapidamente a dura realidade da vida na prisão. Proteção, se ele pode obtê-la, é primordial. Logo encontra-se sob o olhar do notório criminoso, Lynch. Mas a proteçáo tem um preço, Lynch e sua gente têm planos para ele: quando ele saia da prisão, deve ajudar na libertação de Lynch em uma ousada fuga.

invencivel

Invencível (2014)

DOWNLOAD

Que injusta a crítica do Jornal "O Globo", que colocou o boneco dormindo. A Folha de São Paulo, reconhecidamente mais exigente, conferiu um "ótimo" para o filme. Baseada na biografia de Louis Zamperini, o filme de Jolie emociona com sua história inacreditável de luta e esperança promovida pelo atleta olímpico americano, de descendência italiana. O filme lembra bastante o polonês "Filhos da guerra", de Agniezka Holland, e também "Furyo", de Nagisa Oshima. Do primeiro, vem a história mais inacreditável que pouquíssimo roteiristas conseguiriam criar, tal os absurdos da trama. De "Furyo", vem a guerra emocional, cultural, entre um americano e um japonês: uma luta de foice, de galo de briga, de poder e de honra. Louis Zamperini (o australiano Jack O'Connell, de "71", extraordinário, esnobado pelo Oscar) é um jovem que nasceu arruaceiro, e através de seu temperamento, ele conseguiu chegar aos jogos olímpicos como maratonista. Lutando na 2ª guerra, o avião onde ele está sofre um acidente e ele cai no Oceano Pacífico, junto de 2 outros colegas. Eles passam quase cinquenta dias no mar, até serem resgatados por uma esquadra japonesa que os leva até o Japão como prisioneiros de guerra. No campo de concentração, sofrem o cão sob o comando do Oficial Watanabe, que resolve usar Zamperini como bode expiatório para tudo. A direção de Jolie é segura e corajosa. Curioso como ela, em seu 2º filme, mantém os temas da morte e violência durante uma guerra. Assim como em "In the land of blood and honey", ela descreve cenas de horror, torturas, angústias e muito sofrimento físicio e mental. Angelina se cercou dos melhores profissionais em cada área para lhe dar segurança: no roteiro, os irmãos Coen; na fotografia, o mago Roger Deakins; no elenco, Jack O'Connel; na trilha sonora, Alexandre Desplat e entre outros, convidou a banda Coldplay para compôr a música tema, "Miracles". É um filme forte, muitas cenas dão agonia extrema de se assistir. Mas quem se envolve e se empolga com histórias de perseverança e destino, irão se emocionar com essa aventura. Belíssimas imagens, ótima construção de narrativa. Fosse um Diretor mais conceituado, o filme receberia louros. Mas sendo Angelina, com certeza, fica uma ponta de inveja grande e de pouco caso com essa grande estrela de Hollywood que prova que sabe mais do que ser um rosto bonito.

the-gambler

O Jogador (2014)

DOWNLOAD

Um professor de literatura e jogador, Jim Bennet, tem uma grande dívida que o força a pedir dinheiro emprestado de sua mãe e um agiota. Para complicar ainda mais sua situação, ele tem uma relação com uma de suas alunas. Ele vai arriscar sua vida por uma segunda oportunidade?

o-setimo-filho

O Sétimo Filho (2014)

DOWNLOAD

John Gregory, que é o sétimo filho de um sétimo filho, tem protegido o seu país de bruxas, vampiros e todos os tipos de criaturas. Mas John já não é jovem e está à procura de um aprendiz. Muitos falharam, e sua esperança é o jovem agricultor Thomas Ward. Seu primeiro grande desafío será quando uma bruxa poderosa, Mãe Malkin, escapa de seu confinamento.

mortdecai

Mortdecai: A Arte da Trapaça (2015)

DOWNLOAD

Fazendo malabares com russos com raiva, a Mi5 britânica, sua deslumbrante esposa e um terrorista internacional, o cortês negociante de arte e trapaceiro Charlie Mortdecai deve atravessar o mundo armado apenas com sua boa aparência e encanto especial em uma corrida para recuperar uma pintura roubada, da qual se rumora contém códigos ocultos para grandes riquezas nazistas.

busca-implacavel-3

Busca Implacável 3 (2014)

DOWNLOAD

O ex-agente do governo Bryan Mills é acusado de um assassinato que ele não cometeu e não testemunhou. Enquanto é rastreado y caçado pela polícia, Bryan deve usar suas habilidades especiais para encontrar o verdadeiro assassino, efectuar sua própria justiça e limpar seu nome.

vicio-inerente

Vício Inerente (2014)

DOWNLOAD

Baseado no livro homônimo de Thomas Pynchon, publicado em 2009, o filme de Paul Thomas Anderson tem quase o mesmo título que o livro obteve: intraduzível para as telas. Com tantas sub-tramas e tantas loucuras enfrentadas pelo personagem do Detetive particular Larry "Doc" Sportello na Los Angeles de 1970, que quando o filme acaba a gente fica com a impressão estranha de não ter acompanhado uma história principal. Porquê quando uma vai se desenvolvendo, surge uma outra que toma o seu lugar. E por aí vai. Joaquin Phoenix assume um look meio "Wolverine", meio hipponga alucinado que passa dias e noites fumando maconha, cheirando pó e tentando resolver casos de desaparecimento de clientes. Verdadeiro anti-herói sem qualquer tipo de simpatia, Doc Sportello é também mulherengo e beberrão. Curioso é vê-lo atuando ao lado de Reese Whiterspoon após a dupla ter protagonizado "Jonnhy e June" em 2005. Além dela, o filme tem um elenco multi-estelar: Benicio Del Toro, Owen Wilson, Josh Brolin, Martin Shot (impagável e em cenas antológicas), Maya Rudolph, Jena Malone, Eric Roberts e outros menos conhecidos mas igualmente talentosos. Como diz o ditado, de perto todo mundo é normal. E justamente nesse filme, ninguém o é. A história, complexa, gira em torno de uma ex-namorada de Doc que o procura porquê ela está tendo um caso com um homem casado e acha que a esposa dele está tramando algo. Doc não dá muita atenção, até que a ex e o amante desaparecem. A Partir daí, como em um "After hours" diurno, muitas situações bizarras e personagens paranóicos vão surgindo no caminho de Doc. A trilha sonora é uma colcha pop dos anos 70 que inclui músicas de várias nacionalidades, incluindo japonesa. A direção de Paul Thomas Anderson é sempre criativa e estranha, e é isso o que seu público quer ver. Personagens bem narrados e nada previsíveis. Fotografia deslumbrante favorecendo as cores da Los Angeles esfuziante dos anos 70, a cargo de Robert Elswit, seu fiel parceiro. Trilha sonora de Jonny Greenwood, também parceiro de vários filmes com Paul Thomas Anderson. Várias cenas muito bens construídas, com aquele olhar sempre meio comédia humor negro bem próprio de outro filme seu, "Punch drunk love". Aliás, esses dois filmes são bem próximos em relação a tipos e acontecimentos.

whiplash-em-busca-da-perfeicao

Whiplash: Em Busca da Perfeição (2014)

DOWNLOAD

Junte a Madame Sousatzka de Shirley Maclaine, a Miranda Priestley de Meryl Streep em "O diabo veste Prada" e a preparadora de elenco Fátima Toledo, e você não terá um terço do que é Terence Fletcher, o professor de música de J.K. Simmons. Gênio? Criminoso? Talentoso? Embuste? Quem é esse homem, que é um dos professores mais temidos pelos alunos da Escola de música de Shaffer, a mais importante e seleta dos Estados Unidos? Andrew tem a missão de descobrir quem é Fletcher, mas para isso, precisa conquistar a sua atenção e fazer parte do seleto grupo de banda da escola, coordenada por Fletcher. Só que para tal, ele e os outros alunos passam por constante humilhação e constrangimento, o que inclui levar tapas na cara, ter objetos arremessados em cima deles, e um bullying verborrágico sem igual, onde o professor chama o aluno de gay, chupador de pau e por ai vai. O único suporte emocional que Andrew mantém para poder aguentar é o seu pai, que o visita constantemente, e Nicole, sua namorada. Mas para almejar a perfeição, Andrew terá que se livrar de todos e se dedicar 100% ao treinamento. Esse filme é uma verdadeira aula de Cinema: Direção impecável, enxuta e dinâmica; roteiro que surpreende e que nos leva a niveis de emoção estratosféricos; Aula de Direção de atores; aula de câmera e movimentação dela em cena; e aula de efeitos especiais na antológica cena de acidente de carro. Mas o filme, além de tantos méritos, existe em sua quase totalidade pelo trabalho absolutamente estrondoso desses 2 atores de idades tão contrastantes, mas de igual nível de perfeição, que nem seus personagens. Miles Teller, no papel de Andrew, emociona a cada segundo. Suas cenas são formidáveis, e a cena final, absurda. Ele já chamava a atenção em "Em busca da felicidade", com Nicole Kidman, e depois em "O espetacular agora". A estrela desse garoto só irá subir. Já o veterano J.K. Simmons (o Raul Cortez de lá), finalmente encontrou um personagem à sua altura. Sempre fazendo papéis de coadjuvantes que roubavam o filme, Simmons provoca asco, ódio, rancor, e todo o tipo de sentimento odioso da parte do espectador. E mas incrível, em seus momentos "Delicados", a gente mega acredita nele. Que Ator foda! Agora o que pouca gente sabe, é que "Whiplash" foi um curta dirigido pelo mesmo cineasta e também com J. K. Simmons. O longa é uma extensão dele. E que o diretor até então foi roteirista de filmes B como "O último exorcismo parte 2". Vida que segue. A cena final é apoteótica, de fazer o Cinema inteiro aplaudir. E foi o que aconteceu.

 batman-vs-robin

Batman vs. Robin (2015)

DOWNLOAD

Enquanto Damian Wayne se esforça para compreender e aplicar a regra de não matar de Batman, ele começa a acreditar que seu destino está em uma sociedade conhecida como A Corte das Corujas. Esta é uma sociedade secreta que controla Gotham desde as trevas há mais de 200 anos.

a-teoria-de-tudo

A Teoria de Tudo (2014)

DOWNLOAD

Litros e litros de lágrimas foram derramados assistindo ao filme. Diretor do premiado documentário "Homem equilibrista", James Marsh emociona ate a medula nessa cinebiografia do cientista e cosmólogo Stephen Hawking, que aos 21 anos de idade, nos anos 60, foi condenado a 2 anos de vida assim que teve seu parecer médico, e que no entanto está vivo até hoje, aos 72 anos de idade, palestrando e dando aula em Cambridge. Diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica, doença que paralisa os músculos, Hawkings praticamente é imóvel. Não fala, se comunicando através de um aparelho que reproduz sua voz. O filme é baseado no livro de sua ex-esposa. Jane Wilde, "Viajando ao infinito: minha vida com Stephen". Ambos se conheceram ainda adolescentes em Cambridge, nos anos 60, antes da doença de Hawking. Assim que descoberta, Jane lutou bravamente para se manter fiel ao seu lado, mesmo mediante afastamento de Stephen, que se sentia culpado por não poder prover uma vida melhor para ela. O filme mostra então as diferenças religiosas (ela católica, Ele ateu), as dificuldades de Jane de enfrentar a vida em conjunto com Hawking, que vai piorando a medida que o tempo passa, e a relação deles com os 3 filhos e um homem que surge na vida de Jane e por quem ela se apaixona. Tecnicamente o filme é um primor: Fotografa extraordinária de Benoît Delhomme, trilha sonora do islandês Jóhann Jóhannsson, uma obra-prima comovente responsável por muitas das minhas lágrimas, a Direção de arte e figurinos. O elenco, como todo filme inglês, é impecável. Eddie Redmayne, de "7 noites com Marylin" está brilhante, lembrando em sua caraterização o personagem de Daniel Day Lewis em "Meu pé esquerdo". Felicity Jones também arrasa com a sua Jane Wilde, e o luxuoso elenco de apoio só engrandece o filme: David Thewlis, Emily Watson, Charlie Cox. Autor de "Uma breve história do tempo", que vendeu mais de 10 milhões de exemplares, Hawking é apresentado no filme como um homem real, mas que luta pela sua vida com garras e dentes. O roteiro é acadêmico, mas a mistura de romance com filme didático sobre física, cosmologia, etc, é boa, sendo que particularmente acho um saco a parte intelectual do filme. Quanto à parte melodramática, focada em sua vida pessoal, é muito bonita e densa.

the-anomaly

Anomalia – Corrida Contra A Vida (2014)

DOWNLOAD

Um ex-soldado chamado Ryan Reeve é levado cativo pela organização "Anomaly", onde ele descobre que ele tem apenas 9:47 minutos para descobrir por que eles querem vê-lo morto.

Resultado de imagem para O Valor De Um Sonho filme

O Valor De Um Sonho (2014)

Assista Online

Um filme de Daniel Silva com Arthur Leite, Chico, Daniel Biurrum, Fausto Soares

 antes-de-dormir

Antes de Dormir (2014)

DOWNLOAD

Suspense baseado no livro publicado em 2011 de S.J. Watson, cujos direitos Ridley Scott comprou. Nicole Kidman interpreta Christine, uma mulher que acorda todas as manhãs sem memória. Ben (Colin Firth), seu marido, diz a ela que ela sofreu um acidente de carro a 10 anos atrás e perdeu a memória. Christine é atendida diariamente pelo Dr Nasch, que a aconselha a dar depoimentos na câmera e guardar, para que possa no dia seguinte revisar a sua história. Mas Christine aos poucos começa a questionar as pessoas ao seu redor, e procura descobrir a verdade. Filmado quase que à moda antiga, cheia de flashbacks e com climão bem Hitchcock, e Nicole Kidman no papel da loura preferida pelo Mestre do suspense. Aliás, Kidman está ótima, mas a reviravolta da trama não surpreende, na verdade é bem óbvia. A direção é correta e a trilha sonora cria uma boa atmosfera, assim como a fotografia de Ben Davis, responsável por "Os guardiões da Galáxia". É um suspense light, focado no drama, e vale como passatempo. Colin Firth confere um status plus ao filme, dando dignidade ao roteiro que parece ser uma versão remix de "Amnésia", de Christopher Nolan.

 

Padre (2011)

DOWNLOAD

O filme se ambienta em um futuro de época não identificada. Um prólogo tem início, e ficamos sabendo que a luta entre homens e vampiros advém desde os tempos medievais. Após um longo período de batalha, a Igreja Católica resolve formar um grupamento especial, chamado de "Padres", que são treinados para exterminarem os vampiros. Após a derrocada dos vampiros, cujos sobreviventes são confinados em campos específicios, os Padres são considerados pela Igreja uma ameaça a segurança nacional, e logo, são desativados. São vistos pela população como marginais. Até que a sobrinha de Priest (Paul Bettany) é sequestrada por um vampiro, Black Hat (Karl Urban). Priest sai da obscuridade e vai em busca de sua sobrinha, tendo como aliado um jovem sherife (Cam Gigandet), namorado da garota. A cidade é governada pela Igreja, e O Monsenhor (Christopher Plummer) manda os Padres restantes irem atrás de Priest, por ele ter desacatado suas ordens.
Filme de ação e suspense B, serve como passatempo rasteiro, mas nada além disso. Paul Bettany, após o semelhante "Legion" parece ter se especializado no arquétipo do herói sem lei, as voltas com criaturas malignas. O roteiro é fraco, a direção até que tenta criar ritmo e expectativas, mas de fato o texto não ajuda. Toda hora existe um susto gratuito, para dar clima ao filme. Os efeitos são às vezes bem toscos, lembrando video-games para tv. Nada de muito novo, a não ser jovens bons atores em participações tímidas. Em 3D o filme pode criar um interesse maior, devido ao bom uso da fotografia e de efeitos de câmera lenta, que dão um ar de publicidade. Pior é o filme dar uma brecha para uma possível continuação. Assistir e depois esquecer.

Qualquer Gato Vira-Lata (2011)

ASSISTA ON LINE

Dirigido por Tomas Portella

Comédia Romântica baseada em obra de Juca de Oliveira, de grande sucesso em carreira teatral.
Tati (Cleo Pires) é uma jovem estudante, e estuda em uma Universidade. Ela namora Marcelo (Dudu Azevedo), um garotão bon vivant que só pensa em paqueras e curtição. Uma noite, Tati o flagra dando em cima de uma garota, e discutem. Ela acaba parando em uma palestra de um professor para desabafar. O professor se chama Conrado, é gente boa, mas desastrado. Ele dá aula de biologia, e em sua palestra, ele faz analogias entre a vida sexual de animais com a dos seres humanos. Tati se interessa, e Conrado resolve usá-la como cobaia de sua tese. Porém, Marcelo começa a ficar enciumado da relação de Tati com o professor, e passa a querer reconquistá-la.
Simpática comédia dirigida por Tomas Portella, que durante anos trabalhou como assistente de direção de vários cineastas. O filme reserva boas cenas de comédia, mas alguns momentos mereciam diálogos mais bem construídos. De qualquer forma, diverte quem está em busca de diversão fácil. Tecnicamente, o filme deixa a desejar no quesito fotografia. A imagem merecia mais glamour e cuidados. A trilha sonora é gostosa, mas a trilha incidental é redundante, caprichando em efeitos sonoros para provocar risos.
Cleo Pires está bem, provando que funciona também em comédia. Dudu Azevedo está engraçado fazendo o papel do garotão bobão, exagerando às vezes em caras e bocas. Malvino Salvador é uma versão masculina de Sanda Bullock: ele faz uso dos tropeços e do caminhar meio desajeitado.

Filmes: Sentimentos Mortais :: Naty ☠

Sentimentos mortais (2011)

DOWNLOAD

Jonah e Seth são gêmeos, e estudam na faculdade. Um passado tenebroso guarda segredos de família. Mortes vão ocorrendo entre os estudantes, e o detetive Lampkin tenta descobrir o mistério que envolve essas mortes. Acaba descobrindo que os gêmeos possuem poderes telecinéticos, e são capazes de fazer as pessoas obedecerem as suas ordens. Paralelo, acompanhamos o trauma do detetive, atormentado pela culpa, por ter deixado sua esposa morrer em um incêndio.
O filme guarda muitas semelhanças com a cinematografia de David Cronemberg e Brian de Palma. É um filme mais pobre, em termos de orçamento, mas com bons efeitos. Um misto de "Gêmeos, mórbida semelhança", "Scanners" e "Carrie" e "A fúria".
O roteiro é até interessante, mas infelizmente resvala para um desfecho meio sem pé nem cabeça, abrupto, como se o diretor quizesse terminar o filme de qualquer jeito. Os sustos fáceis, advindos de música estridente e pessoas que surgem do nada, não contribuem também para que o filme seja bom. Apenas um ligeiro passatempo, para quem busca um suspense light e não pode ficar tanto tempo sem ver sangue e violência.

O Túnel - 19 de Maio de 2011 | Filmow

O Túnel (2011)

ASSISTA ON LINE

Uma equipe jornalística resolve investigar o porquê do Governo australiano ter mantido desativada uma estação de metrô completamente desativada. Essa estação foi por muito tempo invadida por sem tetos, mas muitos misteriosamente desapareceram. Uma jornalista lidera sua equipe, formada de outras 3 pessoas, e sem avisar a ninguém, invadem as dependências dessa estação, composta de inúmeros túneis escuros. O que eles não esperavam é que um ser sinistro habita o local, e os ameaça.
Filme baixo do orçamento lançado apenas via internet na Austrália, inaugurando um esquema de distribuição viral.
Infelizmente, o filme não alcança um nível tão bom como esperado. Utilizando todos os clichês de filmes mockmentaries, o filme parte da premissa de tantos outros filmes, como "a bruxa de Blair", "Cloverfield", etc. A polícia descobre fitas de uma equipe jornalística, e através das fitas, sabemos o que aconteceu à equipe de filmagem. Mas o maior erro do filme foi ter colocado alguns dos personagens narrando o ocorrido durante a projeção, como em uma entrevista. Já sabemos então que esses personagens não morreram. isso já mata metade do suspense. Outro ponto fraco do roteiro, é que nos primeiros 2/3 do filme, muito pouco acontece. O ritmo é arrastado, e até então não sabemos muito do que vai acontecer. Existe um personagem sem-teto que dá um depoimento, mas por qual razão ele não explica o que aconteceu com ele no subterrâneo? Como ele escapou? Porquê a equipe insiste em entrar no local abandonado, que de antemão já sabemos ser perigoso?? Tecnicamente o filme é bom, considerando o baixo custo da produção. Infelizmente, não vemos quase nada da criatura, o que deixa muito a desejar qualquer tipo de clima tenso. É só correria e gritaria no terço final. O elenco até que tenta se esforçar em manter os seus personagens frágeis com dignidade, mas os diálogos são fracos, e as situações, pouco consistentes.
De curioso, apenas o cartaz do filme, graficamente belo

Dvd Filme Uma Noite Mais Que Louca - R$ 15,00 em Mercado Livre

Uma Noite Mais Que Louca (2011)

DOWNLOAD

Nos anos 80, Matt, um jovem graduado em economia, resolve abandonar sua carreira brilhante em uma empresa e se dedica a fazer as coisas que mais gosta. Vai trabalhar em uma locadora de cd e vhs, contra a vontade de seu pai (Michael Biehn). Ele tem uma irmã gêmea, Wendy (Anna Farris), e um melhor amigo, o amalucado e destemperado Barry (Dan Fogler). A época evoca novos milionários e yuppies, futuros empreendedores, e Matt vai contra essa maré. Matt é apaixonado por Tori (Teresa Palmer), uma típica patricinha, mas claro, sua paixão não é correspondida. Uma festa irá acontecer na noite do feriado do Dia do trabalho, reunindo toda a garotada da faculdade, e muitas confusões irão surgir.
Simpática comédia romântica, escrita e protagonizada por Topher Grace, ator de "Homem -aranha 3" e "Predadores", aqui reverenciando as comédias juvenis de John Hughes. As referências são muitas, e tudo é feito com muito carinho. Ele convidou o ator Michael Biehn (Exterminador do Futuro) por ele ser um grande fã do filme. O filme tem bons momentos, mas em boa parte do filme, infelizmente, não tem muito ritmo, e nem criatividade no roteiro. O elenco de apoio segura as pontas, com destaque para Dan Fogler, no papel do amigo sem pé nem cabeça, que só faz merdas. Uma espécie de parente pobre de "Se beber, não case". A trilha sonora, toda composta de hits dos anos 80, como Bonnye Tyler, Kim Karnes, Duran Duran, etc, é um achado. Um filme que nos traz de volta belos momentos de nostalgia, e só por isso, já vale uma conferida. A direção de arte, maquiagem e figurino são sensacionais.

Meia-noite em Paris (2011)

DOWNLOAD

Gil Pender ( Owen Wilson) é um roteirista de cinema americano, que não está satisfeito com o seu trabalho. Seu sonho é se tornar um escritor. Ele passa uma temporada em Paris, cidade que ama, acompanhando sua noiva Inez (Rachel MacAdams) e os pais dela, um arrogante casal tipicamente americano que não suporta os costumes franceses. Inez é uma dondoca fútil, que só pensa em compras e fazer um tour padrão pela capital, acompanhanda por seu amigo Paul (Michael Sheen), que se mostra um intelectual pedante, segundo palavras de Gil, que fica enciumado. Vagando pela noite de Paris, após um pequeno entrevero com Inez, Gil se descobre magicamente nos anos 20, época que ele idolatra. Ele conhece então Hemingway, Cole Porter, Scott Fitzgerald, Gertrude Stein, Bunuel, Picasso, Lautrec, Gaughin e muitos outros artistas, com quem trava conversas sobre vida e arte.
41º filme de Allen, esse retorno ao cinema do realismo fantástico se mostra uma obra de arte fabulosa. Com reminiscências com várias de suas obras (Manhattan, Rosa púrpura do Cairo) Allen encontra em Owen Wilson um alter ego perfeito. Ele imita com precisão todos os seus trejeitos e modo de falar. Wilson está aqui em um de seus melhores, se não o melhor trabalho. Todo o elenco de apoio está fabuloso, mostrando o quanto Allen é um perfeito Diretor de atores. Absolutamente ninguém está fora do tom. Marion Cottilard está no auge do encantamento, sublime em sua personagem melancólica. O filme exala amor, romantismo, paixão pela arte. As conversas hilárias e algumas antológicas de Gil com personagens da literatura, cinema e pintura são sensacionais. Destaque para as cenas de Gil com Buñuel sobre o filme "Anjo exterminador", de Gil e Dali sobre rinocerontes. A direção de arte é sensacional, a trilha sonora com canções de Cole Porter, apaixonantes. Impossível ficar alheito a tanto carinho com que Woody Allen trata do filme e de seus personagens. Incrível também o vigor desse filme, considerando que Allen esta com 75 anos, e parece mais jovial do que nunca. A cena final, do casal andando debaixo de chuva, é de uma poesia absurda, condizendo com toda a mensagem positiva que o filme propõe. Não é um filme para todos os públicos, infelizmente pois as referências de arte sugerem que o espectador conheça um pouco sobre a biografia de cada um dos retratados. Mas fica valendo a vontade de a gente querer sair do cinema e descobrir um pouco sobre cada um deles. E claro, visitar Paris.

Dvd Madrugada Muito Louca - (04) - R$ 20,00 em Mercado LivreMalin Akerman Boobs in 'Harold & Kumar Go To White Castle ...Malin Akerman Nude Topless Harold And Kumar Go To White | Free ...Unknown :: Celebrity Movie Archive

Madrugada Muito Louca (Harold and Kumar Go To White Castle, 2004)

DOWNLOAD

Harold (John Cho) é um descendente de coreanos que trabalha com investimentos bancários e odeia seu emprego. Kumar (Kal Penn) é o filho de um famoso médico indiano que deseja vê-lo estudando em uma faculdade de medicina. Harold e Kumar dividem um apartamento e gostam de se divertir juntos, sem se preocupar muito com o futuro. Ao assistirem TV a dupla descobre a existência de um suculento hamburguer que eles ainda não provaram. É quando eles, famintos, decidem sair pela noite à procura de uma lanchonete da rede White Castle, para poder experimentar a novidade.

 22 Balas Online | NOW

O imortal / 22 balas (2011)

DOWNLOAD

Charly Mattei (Jean Reno) é um ex-integrante de um grupo mafioso, que largou a profissão e decidiu viver a vida em uma casa de campo, junto de sua família. Um dia, ao levar seu filho pequeno ao centro, ele é emboscado pelos ex-integrantes do grupo que o fuzilam. Charly é levado ao hospital e sobrevive, mesmo tendo 22 balas retiradas de seu corpo. Ele fica imobilizado em parte de seu corpo, e resolve se vingar de quem tentou matá-lo, e o porquê. Porém, sua família fica em perigo.
Como se pode ver, nesse filme, o clichê é a base de tudo. Já vimos esse filme centenas de vezes. Inclusive Jean Reno volta ao papel que o consagrou:o do assassino cruel e frio, que não exprime emoção. O filme é bastante violento,lembrando em alguns momentos torturas como em " Irreversível". É longo, e poderia ter pelo menos 20 minutos a menos. A profusão de personagens confunde um pouco: de um lado, a família de Charly. Do outro, temos toda uma gangue, e um grupo de policiais, que tentam entender o que se passa naquele submundo. Apesar de tecnicamente bom, o filme nunca supreende. A caricatura de filme policial violento, com estereótipos da gangue, são elementos que afastam um pouco o interesse total pelo filme. Jean Reno está como sempre esteve em todos os seus tipos policiais. O verdadeiro ponto de interesse é o menino que faz o filho de Reno. O garoto é supreendente, e na cena final, a sua emoção é emocionante. Parece estar realmente sentindo a emoção do personagem. Vale por ele.

 Dvd - Marte Precisa De Mães - Original - R$ 24,40 em Mercado Livre

Marte precisa de mães (2011)

DOWNLOAD

Milo (Seth Green) é um garoto que não curte ser mandado por sua mãe (Joan Cusack), que é o que obriga a fazer suas obrigações. Um dia, marcianos chegam e raptam a mãe dele, por a considerarem uma mãe-modelo, capaz de criar os filhotes marcianos. Milo se esconde na nave espacial, e segue até Marte. Lá, ele descobre que os marcianos sugam a energia das mães abduzidas para poder sustentar toda uma legião de mães robôs. Para evitar que isso aconteça com sua mãe, Milo conta com a ajuda de Ki, uma marciana sentimental, e de Gibbler (Dan Foggler), um humano que habita Marte, desde que sua mãe foi abduzida.
Animação em 3D da Disney, que foi um imenso fracasso comercial e de crítica nos EUA. Talvez uma das razões seja o roteiro pouco atraente para as crianças, e o ritmo lento, só ganhando dinâmica na parte final. Os desenhos dos personagens também não são nada agradáveis: os marcianos são representados por uma fisionomia muito feia, e os humanos adquirem as feições dos atores. Essa técnica já foi utilizada por Robert Zemeckis, aqui produtor do filme, em outras produções suas: "Expresso polar", "Beowulf" e "Contos de natal". O que acontece é que os movimentos soam falsos e sem expressão. Tecnicamente, fora as feições humanas, o filme é surpreendente: o som, a fotografia, a direção de arte. Uma pena que falte magia e encantamento ao filme. Joan Cusack, grande atriz, mesmo em animação, é sempre bom vê-la atuando. Dan Foggler parece ser o comediante da vez: recentemente, ele esteve em "Take me home tonight", fazendo o papel de um pôrra-louca.

Lanterna Verde (2011)

MEGA

Hal Jordan é um piloto de aviação, que tem um trauma de infância: seu pai, também piloto, morreu em acidente de trabalho, pilotando um dos avões em fases de teste. Já crescido, Hal (Ryan Reynolds) é escolhido pela liga dos Lanternas verdes intergalático, para ser um novo membro, a fim de manter a paz do Universo. Esse posto lhe é passado por um outro Lanterna verde, que sofreu um acidente e, entre a vida e a morte, lhe passou o anel, que lhe trará poderes inimagináveis. Porém, Hal deve lutar contra Parallax, um ser poderoso que planeja destruir tudo que encontra pela frente.
Mais um filme baseado em personagem Marvel, mas infelizmente, sem alcançar maiores vôos. Ryan Reynolds, que se tornou um ótimo ator em "Enterrado vivo", aqui não consegue fazer muito pelo filme, que tem um roteiro fraco e efeitos toscos. O filme não tem ritmo, e as cenas de ação custam a chegar. A concepção de alguns dos personagens é bem fraca, e o seres intergaláticos lembram bastante alguns personagens de "Star Wars". O problema aqui é que o filme poderia ser mais realista, mas resolve apostar em tipos e situações que não se combinam muito. Tem momentos que parece animação de tv, e a gente não sabe se gosta ou não. Eu basicamente achei tosco alguns momentos. De positivo, apenas a inserção de atores tarimbados em alguns papéis, como Tim Robbins e Peter Saasgard.

 

Resultado de imagem para fala sério mãe o filme

Fala Sério, Mãe! - 2017

GoogleDrive / MEGA

Direção: Pedro Vasconcelos

Ao longo do filme são descritas as queixas e alegrias de uma mãe coruja, muito divertida, Ângela Cristina, em relação à filha primogênita Maria de Lourdes, a Malu, assim como as teimosias e o sentimento de opressão desta em função dos cuidados, muitas vezes excessivos, de sua genitora. Mostra fatos que acontecem no dia-a-dia entre pais e filhos. Tem separação entre os pais, virgindade, mostra o crescimento dos filhos.

Quebrando o Tabu (2011)

ASSISTA Online

Dirigido por Fernando Grostein Andrade

Na década de 70 os Estados Unidos fizeram o planeta declarar guerra às drogas, numa tentativa de obter um mundo livre de drogas. Mas os danos causados por elas nas pessoas e na sociedade só aumentaram. Com várias personalidades como Fernando Henrique Cardoso, o filme sai ao encontro de soluções, princípios e conclusões, mantendo o foco das discussões em torno da descriminalização das drogas. Bill Clinton, Jimmy Carter e ex-chefes de Estado, como da Colômbia, do México e da Suíça, mostram o motivo de suas opiniões. É capturado o relato de pessoas comuns, que tiveram suas vidas atingidas pela Guerra às Drogas, até experiências de Drauzio Varella, Paulo Coelho e Gael Garcia Bernal.

Potiche: Esposa Troféu (2010)

DOWNLOAD

1977. Suzanne Pujol (Catherine Deneuve) é uma dona de casa, sem opinião própria, que vive com seu marido, Robert (Fabrice Luchini) presidente de uma fábrica que produz guarda-chuvas. Seu pai foi o fundador da empresa, e Suzanne é mãe de 2 filhos, Joelle e Laurent, ambos adultos e indecisos em suas vidas. Suzanne vive sob as ordens do marido, que a subjulga e a impede de ter qualquer tipo de opinião formada. Até que um dia Robert adoece por conta de uma greve de seus funcionários, e Suzanne assume a empresa. Ela pede ajuda ao deputado Maurice (Gerard Depardieu) e para surpresa de todos, a empresa cresce de produção e sua presidência é um sucesso.
Deliciosa comédia de François Ozon, um apaixonado por musicais, teatro, cafonice e muito, muito colorido. A direção de arte é uma viadagem só, e as interpretações, afetadas e divertidas. Tão bom ver Deneuve e Depardieu em cena, juntos. Uma cena antológica: os dois dançando numa boite, ao som de disco music. Todo o elenco de apoio está ótimo, e o filme, mesmo perdendo o ritmo em alguns momentos, mantém um charme deliciosamente kitsch. O filme também é uma metalinguagem, homenageando Deneuve e o filme "Os guarda-chuvas do amor".

Resultado de imagem para terra do mar documentario

TERRA DO MAR (1997)

Assista Online

  • Direção: Mirella Martinelli & Eduardo Caron

Terra do Mar é um documentário que aborda a relação entre o homem e a natureza, privilegiando a observação poética sobre o povo ilhéu e pescador que hoje habita as baías de Paranaguá, Guaraqueçaba e Laranjeiras, no norte do Paraná, e baía de Cananéia, no litoral sul do estado de São Paulo. Numa abordagem cinematográfica inspirada na beleza e harmonia da região, o filme combina a detida contemplação ensinada pelos tempos lentos daquele povo sem pressa, com muita informação sobre um modo de vida um tanto desconhecido aos habitantes urbanos, coletada em profunda pesquisa e convivência. Esta informação não é transmitida de forma jornalística, mas como resultado de um mergulho de alma na região, que a nós, autores do filme, influenciou a ponto de transformar radicalmente nossas vidas. 

A Incrível História da Mulher que Mudou de Cor (2004)

Assista Online

Diretor: Marcelo Santiago 
Elenco: Adriana Bombom, Aline Borges, Eduardo Pires Rabello, Jackie Sperandio, Maria Assumpção, Walney Costa 

Mercedes é uma jovem e sonhadora empregada doméstica. Certo dia, algo estranho acontece: de negra que é, ela se torna branca. Esse acontecimento sobrenatural talvez seja a única possibilidade de mudança efetiva na vida de nossa pobre empregada, que não tem qualquer perspectiva de crescimento, envolvida desde antes de nascer na dinâmica social brasileira de exploração e ignorância.

Tróia - Filme 2004 - AdoroCinema

Tróia (Versão do Diretor) (2004)

MEGA

Em 1193 A.C., Paris (Orlando Bloom) é um príncipe que provoca uma guerra da Messência contra Tróia, ao afastar Helena (Diane Kruger) de seu marido, Menelaus (Brendan Gleeson). Tem início então uma sangrenta batalha, que dura por mais de uma década. A esperança do Priam (Peter O'Toole), rei de Tróia, em vencer a guerra está nas mãos de Aquiles (Brad Pitt), o maior herói da Grécia, e seu filho Hector (Eric Bana).

Resultado de imagem para confissões deuma xoxota

CONFISSÕES DE UMA XOXÓ…  (1989) 

Download Depositfiles

 

encrypted-tbn1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcR...

Paulina (2015)

Download 1Fichier

Filme argentino co-produzido pela Videofilmes de Walter Salles, "Paulina" tem nas perfomances do elenco o seu grande trunfo. Dolores Fonzi no papel principal e Oscar Martinez no papel de seu pai e juiz poderoso estão extraordinários. Sai do filme meio tonto, ele levanta questões e posicionamentos da personagem que colocam o espectador em papel de juiz e de algoz. Naturalmente boa parte da plateia com certeza já tem posição formada sobre o que fariam no lugar de Paulina no desenrolar da trama. Uma frase do pai sintetiza o drama da jovem idealista e de esquerda:" Você não é heroína, você é uma vítima. Eu não entendo essa sua postura Messiânica.". Paulina é uma jovem advogada que anuncia ao seu pai que irá abandonar a carreira promissora e seguir até o interior da Argentina para lecionar em uma escola de uma comunidade pobre. Ela quer dar oficina sobre política para jovens alienados no intuito de fortalecer uma geração que já nasceu derrotada pela vida e pelo sistema. Obviamente o pai reage mal, mas Paulina já é adulta e ele de nada pode fazer. No primeiro dia de aula Paulina se assusta com a atitude dos alunos, desmotivados e questionadores da sua postura de professora e representante de uma classe hierarquicamente superior. Ela resolve sair para beber com uma outra professora. No caminho de volta, ela é estuprada por um grupo (o filme é adaptado de um filme dos anos 60 chamado "A patota"). Para surpresa de todos, Paulina não denuncia os algozes e nem aborta. Muito bem dirigido e com um ótimo plano sequência no início que valoriza o trabalho dos atores, "Paulina" vale ser visto por grupos e ser objeto de estudo e de discussão. O filme foi premiado em vários Festivais, incluindo "Cannes". Ótima fotografia.

Resultado de imagem para Nelson 70 - Nelson Motta (Guto Barra)

Nelson 70 - Nelson Motta (2014)

Assista Online

Direção: Guto Barra, Tatiana Issa e Adriana Penna

Nelson Motta é uma figura fundamental da cultura brasileira. Da bossa nova ao pop, das páginas dos jornais às dos livros, o produtor, jornalista, diretor, compositor e autor completou 70 anos em 2014.

No exato dia da comemoração do aniversário, o Canal Brasil estreou a série em que Nelson Cândido Motta Filho encontrou velhos parceiros para gravar novas versões de suas músicas. Estes mesmos registros foram compilados para realização de um longa-metragem documental, em mais uma homenagem a esse grande artista do século 20.

Depoimentos de nomes ilustres e releituras de clássicos concebidos por Nelson compõem o programa. Lulu Santos, Lenine, Céu, Jorge Drexler, Erasmo Carlos, Ed Motta, Gaby Amarantos, Guilherme Arantes e Ana Cañas fazem parte do time presente na homenagem.

Um dos destaques da atração fica por conta da gravação de uma faixa inédita pela cantora Marisa Monte, criada pelo retratado em julho de 2014.

Nelson Motta conta ainda como começou seu envolvimento com a música e revela histórias por trás de cada uma de suas canções preferidas. Além de sucessos conhecidos – como Dancin’ Days; Como uma Onda; Certas Coisas; Coisas do Brasil e De Repente, Califórnia –, o compositor escolheu trilhas do lado B de seu repertório, como Ditos e Feitos (parceria com Roberto Menescal) e De Onde Vens, criada em dupla com Dori Caymmi.

Resultado de imagem para polícia federal a lei é para todos o filme

Polícia Federal: A Lei É para Todos (2017)

Download MEGA  SENHA PARA DESCOMPACTAR: www.baixefilmes.org

2013. Durante a realização da Operação Bidone, a Polícia Federal apreende no interior um caminhão carregado de palmito, que trazia escondido 697 kg de cocaína. A investigação recai na equipe montada por Ivan Romano (Antonio Calloni), sedida em Curitiba e composta também por Beatriz (Flávia Alessandra), Júlio (Bruce Gomlevsky) e Ítalo (Rainer Cadete). As conexões do tráfico os levam ao doleiro Alberto Youssef (Roberto Birindelli) e, posteriormente, ao ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa (Roney Facchini), que revela uma imensa estrutura envolvendo construtoras e o governo, de forma a desviar dinheiro público. À medida que a investigação avança, o grupo liderado por Ivan se aproxima cada vez mais de alguns dos políticos mais influentes do país.

Dirigido por Marcelo Antunez

Elenco:

  • Antonio Calloni interpreta o competente delegado Ivan, um dos principais investigadores e o narrador do filme sobre a operação Lava Jato. O delegado não acredita em heróis e sim em figuras fundamentais para a operação.
  • Bruce Gomlevsky vive o delegado Júlio Cesar. O personagem é bastante próximo da delegada Beatriz (Flávia Alessandra) e muito intenso. Sua transparência nas tomadas de decisões é nítida. Ele procura a fundo, até encontrar as evidências. Muito próximo dos pais e apaixonado pelo que faz.
  • Flávia Alessandra interpreta a delegada federal "Beatriz". Ela representa mais que determinação. Foi inspirada em pessoas que têm um papel importante na operação, e ela dá voz a todas as mulheres que fazem a diferença na polícia. 
  • Rainer Cadete interpreta Ítalo Agneli, ele é um procurador muito determinado, não tem medo de seguir em frente, doa a quem doer. Acredita que se eles seguirem a lei e os fatos, nada mais importa.
  • João Baldasserini interpreta Vinicius, um delegado jovem e decidido. A inspiração do personagem surgiu de várias figuras importantes da operação, mas a sua personalidade veio do delegado Maurício Moscardi, que é extrovertido e brincalhão.
  • Ary Fontoura interpreta o ex-presidente Lula.
  • Marcelo Serrado interpreta o juiz federal Sérgio Moro.
  • Roberto Birindelli interpreta o doleiro Alberto Youssef.

Ultima Puella (2017)

ASSISTA ON LINE

Direção: Jota Bosco

Elenco: Jarmeson de Lima, Osvaldo Neto, Jota Bosco, Ligia Marina, Júlio César Carvalho

ULTIMA PUELLA é livremente inspirada na obra de Cláudio Zuccolotto apresentando uma versão de “carne e osso” de sua personagem INDIANARA que protagonizava uma HQ com o mesmo nome e lançada com tiragem limitadíssima no final dos anos 70. Os poucos exemplares que restaram das HQs tornaram-se itens de colecionador e objeto de desejo de muitos fãs dos quadrinhos nacionais. Zuccolotto faleceu em 1983 sem ter seu único trabalho devidamente reconhecido.

Resultado de imagem para chorar de rir

Chorar de Rir (2019)

1FICHIER

Direção: Toniko Melo

“Estrela do programa de TV Chorar de Rir” , Nilo Perequê (Leandro Hassum) é um grande nome da comédia no país. Quando ganha o prêmio de melhor comediante do ano, o humorista decide mudar radicalmente sua carreira e se dedicar totalmente ao drama, deixando sua família e seu empresário desesperados.  

Xuxa Requebra (1999)

Assista Online

A prática de assistir filmes costuma ter um significado diferente para cada um de nós. Uns assistem como uma forma de apreciar a arte, outros, como um passatempo, e alguns outros ainda, para fomentar discussões em grupos de amigos e na internet.

Aliado a estes costumes, o hábito de assisti-los quase sempre vem acompanhado pela curiosidade de descoberta, seja pela história, trabalho do diretor e elenco, direção de arte ou sua trilha sonora. Mas no caso de Xuxa Requebra (1999), nada disso está presente de forma sequer satisfatória.

Protagonizado por Xuxa Meneghel, o filme conta a história de Nena, uma jornalista e ex-estudante da Academia de Dança Dois Corações que está à beira da falência e prestes a perder as instalações para uma gangue de traficantes de drogas liderados pela vilã megalomaníaca Macedão (Elke Maravilha). A fim de conseguir recursos suficientes para prosseguir com as atividades do lugar, Nena inscreve a Academia na competição de dança “Requebra 2000”, mas para saírem vitoriosos eles precisam vencer o grupo de dançarinos profissionais contratados pelo anti-herói Felipe (Daniel), à mando de Macedão.

Em uma primeira vista a sinopse simples – e até aceitável – não tem maiores problemas, afinal, em resumo trata-se de uma história onde a mocinha ajuda os desamparados a se livrarem de um mal incondicional. No entanto, a direção de Tizuka Yamasaki unida ao roteiro escrito pela multidão Evandro Mesquita, Cristiana Mesquita, Eliana Fonseca e Alexandre Roit, aliado a cereja do bolo de desastre que não poderia ser outra senão as atuações horripilantes de Xuxa e companhia, tornando o filme um incrível festival de pura vergonha alheia.

Servindo também como uma grande celebração e reunião dos artistas mais “badalados” do Brasil na virada do século, Xuxa Requebra traz várias participações especiais como as do cantor Vinny, o grupo Fat Family, a dançarina Feiticeira, o apresentador Luciano Huck e da dupla Claudinho & Buchecha, com muitas delas sendo fundamentais para o andamento da trama, afinal, como Nena e seus amigos saberiam como agir se não fosse a pontualidade das musas Tiazinha e Carla Perez como Office Girls entregando jornais? Ou mesmo o excelente trabalho de limpeza automotiva da banda Terra Samba, que numa cena bizarra encaixam o hit “Banho de Chuveiro” enquanto Nena chora a morte da ex-proprietária da Academia, Dona Laura (Yara Lins), dentro do seu precioso Fusca vermelho?

Durante boa parte de seus 90 minutos, fica realmente difícil decifrar em qual gênero cinematográfico o longa se encaixa, e quando finalmente temos alguma certeza, é de que ele não se encaixa em gênero algum.

Dirigido por Tizuka Yamasaki

Resultado de imagem para o velho a história de luiz carlos prestes

O Velho – A História de Luiz Carlos Prestes (1997)

Download MEGA

Dirigido por Toni Venturi

O documentário apresenta ao público a trajetória pessoal e política de Luiz Carlos Prestes. Conhecimento pela sua participação ativa no Partido Comunista Brasileiro.

Resultado de imagem para incelencias para um trem de ferro vladimir carvalho curta

Incelência para um Trem de Ferro (1972)

Assista On Line

Direção: Vladimir Carvalho

Os velhos trens que serviram às usinas de açúcar do Nordeste estão sendo recolhidos aos museus e praças das cidades como uma curiosidade histórica. No entanto, inúmeras usinas em atividade no Nordeste continuam utilizando o trem de ferro, cujas locomotivas queimam lenha e já destruíram praticamente toda a mata da região.

Quando os Deuses Adormecem - Filme 1972 - AdoroCinema

Quando os Deuses Adormecem - 1972

ASSISTA ON LINE

O profeta Finis Hominis foge da cadeia e retorna para sua missão de resgatar a humanidade de sua ruína moral, salvar a civilização de sua derrocada. No caminho, com todos os deuses adormecidos, Finis precisará separar brigas, físicas e psicológicas, impedir tragédias familiares e até um sacrifício humano perpetrado por um grupo de satanistas.

Imagem relacionada

Vidas Secas (1963)

Download MEGA / Assista Online

Vencedor de um prêmio especial em Cannes 1964, "Vidas secas" é a adaptação do livro de Graciliano Ramos. O filme narra a tragédia do homem do sertão, em sua luta diária por um pedaço de terra produtivo, dignidade, água e trabalho. Fabiano, Sinhá Vitoria, os 2 filhos pequenos, Baleia (a cadela) e um papagaio começam o filme andando por um sertão sem fim, na esperança de encontrar um lugar para se assentarem. Com fome, acabam matando o papagaio para comer. No caminho, encontram uma fazenda abandonada. Com a chegada da chuva, o dono da fazenda volta com seu gado e Fabiano lhe pede um emprego como vaqueiro. Sinhá Vitoria tem um sonho: juntar dinheiro para comprar um colchão de couro e poder dormir que nem gente. A cadela Baleia é a grande personagem do filme. Ela testemunha tudo, quieta no seu canto, observando a tragédia que vai se abatendo na família que a adotou. "Vidas secas" é considerado um dos filmes chaves do movimento do Cinema Novo. Com uma ousada fotografia estourada de Luiz Carlos Barreto, toda em preto e branco e sem uso de filtros, o filme também chama atenção por sua trilha sonora dramática. Nelson Pereira filma a tudo com um olhar documental. Não tem pressa, e sua câmera fica ali, como voyeur masoquista, dando closes no sofrimento da família. Átila Iório e Maria Ribeiro, como Fabiano e Sinhá Vitória, estão esplendidos. É um filme que nos deixa triste, ainda mais considerando que anos depois, tudo continua igual no sertão nordestino, muitas famílias sofrendo sem água e sem assistência, desempregados, com crianças sem estudo. A cena final, com o destino de Baleia, é das mais cruéis da história do cinema, de deixar qualquer um arrasado. Clássico obrigatório, foi o único filme brasileiro a ser indicado pelo British Film Institute como uma das 360 obras fundamentais em uma cinemateca.

Dirigido por Nelson Pereira dos Santos

Elenco:

  • Átila Iório .... Fabiano
  • Genivaldo Lima
  • Gilvan Lima
  • Orlando Macedo .... soldado amarelo
  • Maria Ribeiro .... Sinha Vitória
  • Jofre Soares .... fazendeiro
  • Pedro Santos
  • Maria Rosa
  • José Leite
  • Antônio Soares
  • Clóvis Ramos
  • Gilvan Leite
  • Inácio Costa
  • Oscar Souza
  • Vanutério Maia
  • Arnaldo Chagas
  • Gileno Sampaio
  • Manoel Ordônio
  • Moacir Costa
  • Walter Mointeiro 

Resultado de imagem para panorama do cinema brasileiro

Panorama do Cinema Brasileiro (1968)

Assista Online

Direção: Jurandyr Noronha
A trajetória do cinema brasileiro, de seus filmes e de seus principais personagens, desde os seus primórdios, em 1898, até o ano de 1966, narrada através da montagem de trechos famosos de filmes e de outros registros audiovisuais de acontecimentos marcantes e de personalidades cruciais para o desenvolvimento da produção cinematográfica ocorrida no Brasil. 

Imagem relacionada

Quelé do Pajéu (1969)

Assista Online

Quelemente, um pacato boiadeiro, encontra a irmã Marizolina após ter sido violentada por um desconhecido. Ele sai em busca de vingança, e, em sua jornada, conhece a sedutora Maria Rita. Depois, conhece a brejeira Maria do Carmo, com quem se casa. Para defender a esposa, tem um confronto tenso com Lampião. Encontra Cesídio, o agressor de sua irmã, com quem tem um confronto de vida e morte. Procurado pela polícia volante, ele e a mulher juntam-se ao bando de Lampião, onde passa a ser conhecido como Quelé do Pajéu.

Direção: Anselmo Duarte

ELENCO

Tarcísio Meira(Quelé)
Rossana Ghessa (Maria do Carmo)
Jece Valadão (Cesídio da Costa)
Sérgio Hingst (Padre)
Izabel Cristina (Maria Rita)
Luiz Alberto Meirelles (Lampião)
Elizângela (Marizolina)
Anita Esbano (Mãe)
Simplício (Zé Poeta)
Jorge Karam (Zoroastro)
Regina Páris (Noiva) 

Resultado de imagem para Música subterrânea (Luciano Coelho)

Música subterrânea (Luciano Coelho, 2008)

Assista Online

Documentário sobre o jazz em Curitiba. Nas décadas de 1950 e 1960, Curitiba possuía uma cena musical de jazz efervescente, refletindo um dos momentos áureos da economia local e suas grandes safras de café, o chamado “ouro verde”. O movimento atraía músicos de vários lugares do país e teve palco principalmente nas boates da cidade, onde o repertório habitual começou a ser progressivamente substituído pelo estilo musical norte-americano. Uma cena que tem se mantido graças à formação de novas gerações de músicos. No filme, as histórias são resgatadas em conversas informais entre músicos de várias gerações.

Resultado de imagem

Histórias que Só Existem Quando Lembradas (2011)

ASSISTA ON LINE / DOWNLOAD MEGA

Direção: Júlia Murat
Jotuomba fica localizada no Vale do Paraíba, no estado do Rio de Janeiro. Nos anos 30 as até então ricas fazendas de café foram à falência, derrubando a economia local. Madalena (Sônia Guedes), uma velha padeira, continua vivendo na cidade. Ela é muito ligada à memória de seu marido morto, que está enterrado no único cemitério local, hoje trancado. Sua vida começa a mudar quando Rita (Lisa E. Fávaro), uma jovem fotógrafa, chega na cidade.

 

Resultado de imagem para O Terno curta metragem

O Terno (2013)

Assista Online

Assista ao filme, leia o roteiro, comente 0, publique, Ficção, de Gabriela Amaral Almeida, Luana Demange, Duração: 15 min, Plays 0

Dirigido por Gabriela Amaral Almeida e Luana Demange

Elenco: André Guerreiro Lopes, Ênio Gonçalves, Helena Ignez, Walter Breda

A um dia do casamento de Marcelo, o alfaiate, o noivo e seu pai terão de consertar mais do que as medidas de um terno. Pai e filho precisam ajustar as diferenças que os mantiveram afastados durante toda uma vida.

 

Avatar (2009)

MEGA

Jake Sully (Sam Worthington) ficou paraplégico após um combate na Terra. Ele é selecionado para participar do programa Avatar em substituição ao seu irmão gêmeo, falecido. Jake viaja a Pandora, uma lua extraterrestre, onde encontra diversas e estranhas formas de vida. O local é também o lar dos Na'Vi, seres humanóides que, apesar de primitivos, possuem maior capacidade física que os humanos. Os Na'Vi têm três metros de altura, pele azulada e vivem em paz com a natureza de Pandora. Os humanos desejam explorar a lua, de forma a encontrar metais valiosos, o que faz com que os Na'Vi aperfeiçoem suas habilidades guerreiras. Como são incapazes de respirar o ar de Pandora, os humanos criam seres híbridos chamados de Avatar. Eles são controlados por seres humanos, através de uma tecnologia que permite que seus pensamentos sejam aplicados no corpo do Avatar. Desta forma Jake pode novamente voltar à ativa, com seu Avatar percorrendo as florestas de Pandora e liderando soldados. Até conhecer Neytiri (Zoe Saldana), uma feroz Na'Vi que conhece acidentalmente e que serve de tutora para sua ambientação na civilização alienígena.

O Preço da Verdade - Dark Waters - Filme 2019 - AdoroCinema

O Preço da Verdade - 2019

DOWNLOAD

Produzida pelo ator Mark Ruffalo, "Dark waters" tem uma estética e narrativa que lembra filmes de denúncia, como 'Spotlight", que por um acaso, é produzido pela mesma produtora. Mas a verdade e que a todo tempo, a gente fica comparando o filme a "Erin Brocovich", filme dos anos 2000 dirigido por Steve Soderbergh e que deu o Oscar de melhor atriz para Julia Roberts, no papel de uma ativista ambiental que luta a favor dos moradores de uma pequena cidade contra uma poderosa empresa de indústria química. Agora, troque Julia Roberts por Mark Ruffalo, e você terá o mesmo filme. Durante 20 anos, o advogado Robert Bilott (Ruffalo) começou uma guerra contra a Poderosa empresa química DUPONT, por poluir a água de Cincinatti, Ohio. A luta começou em 1998 e dura até os dias de hoje. O filme é baseado no artigo da New York Times, escrita pelo jornalista Nathaniel Rich em 2015, e intitulada "O advogado que se tornou o pior pesadelo da Dupont". A perseverança de Billot impressiona tantos os moradores quanto a família dele, que de início foi contra a decisão dele lutar contra a Dupont, achando que ele tinha enlouquecido (Billot era um advogado corporativo, e trabalhava para uma empresa). O filme expõe a tragédia do produto químico PFOA, que se refere ao ácido perfluoro-octanóico, um composto químico utilizado no fabrico de produtos domésticos comuns, como lubrificantes, ceras, revestimentos de papel, embalagens de alimentos, e também do teflon utilizado como anti-aderente em panelas. Apesar de toda a importância do projeto, e do seu ótimo elenco de apoio, que vai de Anne Hathaway a Tim Robbins e Bill Pullman, "Dark Waters" é como "Spotlight": um filme entediante, frio, e que somente interessa a quem busca um filme sobre processos e luta ambiental. Como drama, é um filme muito sem emoção, com um olhar documental bastante cansativo. Mark Ruffalo está ótimo, e carrega o filme nas costas. Mas faltou o fino humor de Erin Brocovich, que consegue trazer carisma para um tema tão árido. O que mais impressiona é o filme ter sido dirigido por Todd Haynes, um cineasta autoral e que nos trouxe obras lúdicas e instigantes como "Carol", "Veneno","Longe do Paraíso", "Velvet Goldmine" e "I'm not there". Nem de longe parece uma obra sua, um filme totalmente distinto de seu Universo.

Resultado de imagem para heli 2013Resultado de imagem para heli 2013

HELI (2013)

Download MEGA

Grande vencedor do Prêmio de Melhor Direção em Cannes 2013, esse retrato cru da violência mexicana escandalizou muita gente. Mas curiosamente, vejo muita semelhança desse filme com "Kinatay", filme de Brillante Mendoza que também ganhou Melhor Direção em Cannes no ano de 2009. Ambos mostram cenas de tortura realista, extremamente fortes. Ambos falam sobre personagens amorais e que devem ser punidos. Pelo que se vê, o juri gosta de um sadismo. Numa cidade do México, uma menina de 12 anos que mora com seu irmão, sua cunhada, sua sobrinha pequena e seu pai, se apaixona por um jovem cadete. O casal planeja fugir e casar. Para isso, o cadete rouba dois pacotes de cocaína da própria polícia. Pego com a mão na massa, o cadete e a família da menina são torturados barbaramente. Em ritmo extremamente lento, mas mostrando uma vida grotesca e paupérrima, o diretor Amat Escalante estiliza a violência através de planos fixos e longos, com visual estonteante. Algumas cenas chegam a ser divertidas de tão bizarras: o cadete fazendo exercícios usando a menina como peso, a detetive que oferece seus seios nus para Heli mamar dentro de um carro. Mundo cão para chocar o público, "Heli" só não é melhor porquê a história desanda lá pelo meio, perdendo seu foco. Mesmo assim, é um filme que merece ser visto pela sua desumanização, pela forma cruel e fria de mostrar a realidade. Aviso: cenas de violência com animais no filme.

Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012)

DRIVEGOOGLE

Batman (Christian Bale) está ausente por 8 anos de Gothan. A cidade está tranquila. Porém, um novo vilão surge e obriga Batman a sair de seu período de reclusão. Bruce Wayne retorna o contato com os seus fiéis escudeiros, entre eles, Lucius (Morgan Freeman), mas Alfred (Michael Caine), temeroso por Wayne, se rebela e vai embora. Surge em cena a vilã Mulher-gato (Anne Hathaway) e Bane (Tom Hardy), um poderoso fugitivo de uma prisão que resolve tomar conta da cidade. Pra isso, vários personagens se unem para livrar a cidade dos vilões: entre eles, Gordon (Gary Oldman), um policial vivido por Joseph Gordon Lewitt. Super mega-producão que tem um dos desfechos mais empolgantes vistos no cinema. A direcão de Cristopher Nolan é impressionante, criando cenas de acão impactantes, e tirando o melhor proveito de seus atores, sensacionais em suas composicões. O filme é muito longo (uma reclamacão de boa parte da platéia), 2:45 hrs, e sim, tem vários momentos de "barriga" no filme, principalmente na primeira parte do filme. Outro problema é o excesso de personagens que surgem. A gente fica confuso até entender a relacão entre eles. O roteiro, mesmo com excessos, tem uma virada muito boa, com a revelação de 2 personagens e suas reais intenções. As cenas de ação são foda, muito fodas, ainda mais no terço final, quando realmente o filme se entrega para os efeitos e perseguições. No mais tudo já foi dito sobre o filme. Espero que o gancho final do filme se revele num próximo projeto com o novo personagem que surge, seria bom pra caramba! E a cena final, que se passa em Florença, é muito emocionante. Um filme adulto, que ao contrário de "Amazing spider man", não faz consessões a piadas e auto-paródias.

Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008)

MEGA / DRIVEGOOGLE

Com a ajuda de Jim Gordon e Harvey Dent, Batman tem mantido a ordem na cidade de Gotham. Mas um jovem e anárquico criminoso conhecido como Coringa ganha força e decide instaurar um verdadeiro caos na cidade. O justiceiro será testado psicologicamente e fisicamente como nunca fora antes em um confronto bastante pessoal. Cabe a Batman encontrar uma maneira de deter o sádico vilão antes que mais vidas sejam perdidas.

Resultado de imagem para batman begins

Batman Begins (2005)

MEGA / DRIVEGOOGLE

O jovem Bruce Wayne viaja para o Extremo Oriente, onde recebe treinamento em artes marciais do mestre Henri Ducard, um membro da misteriosa Liga das Sombras. Quando Ducard revela que a verdadeira proposta da Liga é a destruição completa da cidade de Gotham, Wayne retorna à sua cidade com o intuito de livrá-la de criminosos e assassinos. Com a ajuda do mordomo Alfred e do expert Lucius Fox, nasce Batman.

Resultado de imagem para Reencontro com o cinema (Rafael de Luna Freire)

Reencontro com o cinema (Rafael de Luna Freire, 2014)

Assista Online

A partir de uma exibição do filme Antes, o Verão (1968) na Cinemateca do MAM-RJ, em 2005, o filme acompanha a redescoberta da vida e carreira do cineasta Gerson Tavares. Afastado há mais de trinta anos do cinema, o filme documenta o reencontro com o seu passado. 

Em Direção ao Sul (2005)

ULOZTO

Nos anos 70 o Haiti já era um país cheio de mazelas sociais por conta da ditadura imposta por Baby Doc mas ainda ganhava dinheiro com o turismo e, principalmente, com o turismo sexual. Ellen, Brenda e várias outras mulheres maduras, americanas e europeias, passavam férias em hotéis de praia de Porto Príncipe em busca de sexo com os jovens negros locais. Ao se cruzarem pela primeira vez, as duas mulheres disputam os braços e o amor de um deles, Legba. Porém, no Haiti, para os homens jovens, as paixões são fugazes e a tragédia sempre está ao alcance.

Resultado de imagem para françoise curta metragem

Françoise (2001)

Assista Online

Diretor: Rafael Conde 
Elenco: Débora Falabella, Fernando Ernest, Rogério Falabella 

Uma garota chamada Françoise. Um viajante esperando a partida. O encontro entre dois solitários numa estação rodoviária.

 

Resultado de imagem para Profissão Criança 1993

Profissão Criança (1993)

Assista Online

Direção Sandra Werneck

Profissão Criança é um apelo pelos direitos da criança. E uma visão sobre a exploração do trabalho infantil no estado do Rio de Janeiro. O filme acompanha o cotidiano de 4 crianças que trabalham no campo e na cidade. A dura realidade do trabalho infantil é exposta por Genivaldo, 12 anos, cortador de cana em Campos; Leandro, 11 anos, trabalhador de um abatedouro de frango; Roberto, 11 anos, ajudante de mecânico e Carla, 10 anos, catadora de papel no centro do Rio.

Estas são crianças que precisam lutar para sobreviver, freqüentemente através das mais diversas e estranhas atividades possíveis, dependendo da demanda do mercado de trabalho na cidade e no campo.

Resultado de imagem para seduzida por um cavalo

SEDUZIDA POR UM CAVALO (1986)

Download Depositfiles

Direção: Juan Bajon. Com Sandra Morelli (Tereza), Ronaldo Amaral (Sérgio), Bianchina Della Costa, Ninon Jones, Solange Dumont.

Tereza e Sérgio são caseiros de uma casa de campo. Sérgio é extremamente ciumento e não permite que sua mulher o acompanhe ao local onde trabalha, um haras, onde cuida de cavalos de raça e de corrida. O motivo é muito tolo: ele teme que sua mulher se impressione com um cruzamento de cavalos e acabe se viciando em contemplar a fúria e selvageria ao ato sexual.

Todas as noites, quando retorna do serviço, o jantar nunca está pronto. Sérgio se enfurece, pois sua mulher não desgruda os olhos da novela. Começa uma discussão e Sérgio quebra o aparelho de televisão, atirando no quintal. Ficam sem se falar por um tempo. Sérgio arrepende-se da briga e reconcilia-se com sua mulher, prometendo-lhe uma televisão em cores e de levá-la ao haras para assistir a um cruzamento de cavalos.

Dias depois, ela começa a ter sonhos eróticos, onde é seduzida por um cavalo. O marido desconfia dos prazeres ocultos de sua mulher, fica enciumado e procura agradar-lhe da melhor forma possível, mantendo constantes relações sexuais.

Aos poucos, a mulher não fala mais em cavalos. Volta à vida normal e exige que seu marido dê ao futuro filho o nome de um personagem da novela. O marido, machista por natureza, não aceita e exige que a criança leve seu nome. Daí, surgem novas discussões…

Hércules em Busca do Reino Perdido - 2 de Maio de 1994 | Filmow

Hércules em Busca do Reino Perdido – 1994

DOWNLOAD

Hércules e Deianeira procuram juntos pelo reino de Tróia, mas enfrentam muitos perigos na busca, e quando acham a cidade, são forçados a lutar para tirar o controle da cidade de seguidores de Hera.

Dvd De Olhos Bem Fechados (1999) - R$ 50,60 em Mercado Livre

De Olhos Bem Fechados – 1999

DOWNLOAD

Alice, curadora de arte, é casada com o doutor Bill Harford. Juntos formam um casal perfeito. Porém, depois de participarem de uma festa, Alice confessa ter tido atração e fantasias sexuais com outro homem, que também estava na festa. Os dois começam a discutir e Bill passa a se perguntar o porquê disto estar acontecendo com ele, então ele vai procurar seu amigo Nick Nightingale, que irá lhe mostrar um mundo de fantasias e jogos sexuais.

Top Gun – Ases Indomáveis – 1986

MEGA

Pete Mitchell (Tom Cruise), um jovem piloto, ingressa na Academia Aérea para se tornar piloto de caça. Lá se envolve com Charlotte Blackwood (Kelly McGillis), uma bela mulher, e enfrenta um competidor à sua altura (Val Kilmer).

Matilda – 1996

MEGA

Matilda é a garotinha esperta e inteligente, que gosta de ler e vai bem nos estudos. Mas os pais não percebem isso e a colocam num colégio infernal. Lá ela descobre que tem poderes mágicos e assim vai poder acertar as contas com todos, inclusive a cruel diretora da escola.

Gatinhas Safadas (1994)

Download Depositfiles

A vida de um ator pornô é muito complicada. Discriminado pela sociedade e imprensa, ele dá duro para conseguir o sustento de sua família. Literalmente, ele trabalha com prazer! Um repórter acompanha o desemprenho desse ator que afirma que o sexo está presente em tudo e que transar é viver. Na cama com sua ninfomaníaca, o 'pornoastro' tem que provar sua virilidade, mantendo seu mastro sempre alerta. Um clássico do cinema pornô nacional contado em clima de flashback e com sexo ardente.

Dirigido por: Juan Bajon

Elenco:

  • Bianca Chernier
  • Elias Breda
  • Eliseu Faria
  • Ronaldo Amaral
  • Susana Aguiar

Sexo Anual / Uma Vida de Louco – 1987

UPTOBOX

Universitário boa-pinta tem idéia genial: lançar catálogo para as mulheres com fotos dos rapazes mais bonitos do campus. O sucesso do produto atrai não só as garotas como também um agiota a quem o rapaz deve dinheiro.

Amostra do Hercules e o Circulo de Fogo Tvrip (record) -1994 ...

Hércules e o Círculo de Fogo – 1994

DOWNLOAD

A rainha dos deuses, Era, roubou a tocha de Promoteu, deus do fogo, e colocou no alto de uma montanha. Assim, o fogo desapareceu no mundo e os povos estavam condenados a morte. Hércules vai até o local recuperar a tocha mas seu pai tenta impedi-lo. A tocha esta protegida por um círculo de fogo que tira a imortalidade de quem atravessá-lo.

Minha vida na outra vida (2000)

DOWNLOAD

Pela primeira vez na história, um filme retrata, com fidelidade, lógica e respeito, a reencarnação, tema de interesse de milhões de pessoas em todo o mundo. Baseado em fatos reais relatos no livro autobiográfico de Jenny Cockell, Minha Vida na Outra Vida conta a história de Jenny, uma mulher do interior dos Estados Unidos, que tem visões, sonhos e lembranças de sua última encarnação, como Mary, uma mulher irlandesa que faleceu na década de 30. Intrigada, Jenny sai em busca de seus filhos da vida passada. Tem início uma jornada emocionante. Jenny é magistralmente interpretada pela renomada atriz Jane Seymour, de Em Algum Lugar do Passado. Só, que desta vez, não se trata de ficção, mas de realidade.

 

ZÉ DO CAIXÃO (2015)

 DOWNLOAD

https://1fichier.com/?8p4yc0est6rfdt2m40h8
https://1fichier.com/?e8lledcjgbqn355i5f9l
https://1fichier.com/?lkm2ouu0fnq1rwhmp9qh
https://1fichier.com/?gryh544vvj5glaqjoxvk
https://1fichier.com/?87k9tcais824tfrpifzd
https://1fichier.com/?w3ommgu9iq1zew9f3xtd

Minissérie sobre a vida do cineasta José Mojica Marins e seu famoso personagem, o Zé do Caixão (Matheus Nachtergaele). De forma paralela, a vida pessoal e as grandes obras do artista são retratadas.

Caramuru - A Invenção do Brasil (2001)

Youtube / 1FICHIER

Dirigido por Guel Arraes

Elenco

  • Selton Mello.... Diogo Álvares Correia, o Caramuru
  • Camila Pitanga.... Paraguaçu
  • Deborah Secco.... Moema
  • Tonico Pereira.... Itaparica
  • Débora Bloch.... Isabelle
  • Luís Melo.... Dom Vasco de Athayde
  • Pedro Paulo Rangel.... Dom Jayme
  • Diogo Vilela.... Heitor
  • Bento Ribeiro...Ayrú

O filme tem como ponto central a história de Diogo Álvares, artista português, pintor talentoso, responsável por uma das lendas que povoam a mitologia brasileira — a do Caramuru. Antes, porém, Diogo é responsável por uma confusão envolvendo os mapas que seriam usados nas viagens de Pedro Álvares Cabral. Contratado por Dom Jaime, o cartógrafo do rei, para ilustrar o precioso documento, ele acaba sendo joguete de uma francesa, Isabelle, que vive na corte em busca de ouro, poder e bons relacionamentos. Ela rouba-lhe o mapa e o artista é deportado. Na viagem, Diogo conhece Heitor, um degredado cult, quase precursor do que hoje em dia se conhece como mochileiro. Como muitas caravelas que se arriscavam, a de Vasco de Atahyde naufraga. Mas Diogo consegue chegar ao Brasil e o infortúnio acaba sendo um auxílio para dar início à história de amor entre ele e Paraguaçu, a índia que conhece ao chegar ao novo mundo, ao paraíso bíblico sonhado. Mais tarde, a história do náufrago iria se espalhar, assim como a lenda de que ele foi o primeiro rei do Brasil.

O romance entre o descobridor e a nativa é, de fato, a história do triângulo amoroso entre Diogo, Paraguaçu e sua irmã Moema. Os três viviam em perfeita harmonia, sob os olhares do cacique Itaparica. Algum tempo depois, Diogo viaja para França para ser "condecorado" rei e se casar com a cortesã Isabelle. Apaixonadas, Paraguaçu e Moema mergulham no mar atrás da caravela, mas só Paraguaçu chega à embarcação. Ela e Diogo continuam sua história de amor, com todos os impactos da cultura europeia na vida de uma linda índia.

Sinhá Moça (1953)

ASSISTA ON LINE / MEGA / 1FICHIER

Dirigido por Tom Payne

Na pequena cidade de Araruna, no fim do século XIX, as contínuas fugas de escravos alarmavam os grandes fazendeiros, em especial o coronel Ferreira (José Policena). É nessa ocasião que sua filha Sinhá Moça (Eliane Lage) regressa de São Paulo, dominada pelos ideais abolicionistas. Em sua viagem de volta, ela conhece Rodolfo Fontes (Anselmo Duarte), filho de um renomado médico de Araruna e advogado recém-formado. No primeiro instante os dois jovens sentem-se mutuamente atraídos, porém, Rodolfo a decepciona ao se mostrar um defensor dos escravocratas. Um dos escravos, o jovem Fulgêncio, se revolta contra os maus tratos do coronel Ferreira e de seu cruel capataz Benedito e é severamente punido. Esse fato causa uma grande rebelião liderada pelo irmão de Fulgêncio, Justino, que leva ao incêndio da senzala e fuga em massa dos escravos. Justino vai a julgamento por assassinato e, para surpresa de todos, Rodolfo serve-lhe de advogado de defesa. Os abolicionistas, entre eles Sinhá Moça, assistem ao julgamento com grande expectativa. É quando chega um mensageiro dando a notícia de que a escravidão acabara de ser abolida no Brasil.

Resultado de imagem para treze dias longe do sol

Treze Dias Longe do Sol (2017)

Download MKV 720p Nacional
Episódio 01 – GDrive – Mega – 1Fichier – UptoBox – 4Shared
Episódio 02 – GDrive – Mega – 1Fichier – UptoBox – 4Shared
Episódio 03 – GDrive – Mega – 1Fichier – UptoBox – 4Shared
Episódio 04 – GDrive – Mega – 1Fichier – UptoBox – 4Shared
Episódio 05 – GDrive – Mega – 1Fichier – UptoBox – 4Shared
Episódio 06 – GDrive – Mega – 1Fichier – UptoBox – 4Shared
Episódio 07 – GDrive – Mega – 1Fichier – UptoBox – 4Shared
Episódio 08 – GDrive – Mega – 1Fichier – UptoBox – 4Shared
Episódio 09 – GDrive – Mega – 1Fichier – UptoBox – 4Shared
Episódio 10 – GDrive – Mega – 1Fichier – UptoBox – 4Shared

Um moderno centro médico desaba na fase final de sua construção, tendo como responsável o ambicioso engenheiro Saulo (Selton Mello) e seus aliados executivos. O engenheiro (que tentou economizar o máximo possível na obra, usando mão de obra barata e materiais de má qualidade, com intuito de ser sócio da construtora) fica preso nos escombros junto com a médica Marion (Carolina Dieckmann), filha do dono do centro médico, com quem já teve um caso quando era casado com Ilana (Maria Manoella), e um grupo de operários formados por Jesuíno (Antônio Fábio), Daréu (Rômulo Braga), Bené (Arilson Lopes), Zica (Démick Lopes), Dario (Glauber Amaral) e Messias (Marcos de Andrade), além da grávida Yasmin (Camila Márdila). A partir daí a barbárie e o desespero tomam conta do grupo, que tenta sair daquela situação, custe o que custar, no entanto, nem todos conseguirão sair de lá. O desabamento também afeta os que ficaram fora, incluindo os familiares e amigos das vítimas e os executivos da construtora responsáveis pela tragédia, que tentam se livrar da culpa.

Resultado de imagem para entre irmãs filme

Entre Irmãs (2017)

Download 01 / 02 / 03 / 04

 

Adaptação do livro "A Costureira e o Cangaceiro", da escritora de Recife Frances de Pontes Peebles, é um épico melodramático dirigido pelo mesmo realizador de "Dois filhos de Francisco" e "À beira da estrada". Em todos os filmes de Breno Silveira, existe uma presença forte da trilha sonora em quase toda a narrativa, e também, destaque para uma fotografia vibrante e poética, privilegiada quase sempre por belos planos de entardecer, sua marca registrada. Com fortes protagonistas, o filme discute temas atuais como machismo, homossexualismo, luta de classes, porém ambientado no ano de 1930, em pleno Governo Vargas, que pregava sua ira contra os Cangaceiros. Na cidade de Taquaritinga do Norte, no sertão de Pernambuco, vivem as 2 irmãs, Luiza (Nanda Costa) e Emília (Marjorie Estiano). Pobres e órfãs, elas moram com a tia Sofia, que lhes ensina o ofício da costura. Durante uma brincadeira, Luiza cai da árvore e fica com o braço atrofiado. Ela se torna amargurada, enquanto que Emília sonha com um casamento perfeito. Crescidas, elas continuam a luta diária, quando cangaceiros surgem na região e sequestram Luiza, para que ela seja a costureira do grupo. A tia morre de sofrimento, e Emília acaba se casando com Diego (Rômulo Estrela), filho do homem mais rico da cidade grande. No entanto, Emília sofre com o casamento: sua sogra lhe cobra etiqueta, e ela descobre que Diego tem um segredo: é apaixonado por Felipe, um ativista contra o Governo de Vargas. Com uma duração excessiva de 160 minutos, explicado pelo fato do filme ter virado uma minissérie na Globo, "Entre irmãs" tem muitos personagens e tramas paralelas, que poderiam ter sido limadas da versão para o cinema. O que pesa em seu favor, é o excelente trabalho do elenco, em especial, Nanda Costa, Marjorie Estiano e Júlio Machado, no papel do cangaceiro Carcará, além da participação de Letícia Colin, e um personagem solar. A curiosidade foi que durante o tempo todo, me lembrava do filme "A cor púrpura", de Spielberg, por conta de algumas similaridades na trama. 

O Homem Invisível (1974)

PILOTO / EPISÓDIO

Dr. Daniel Westin descobre o mistério que envolve a invisibilidade e assim resolve fazer vários experimentos tornando objetos invisíveis, mas ao descobrir que suas descobertas iriam ser utilizadas pelos militares para fins bélicos, resolve ele próprio se tornar invisível, destruir o equipamento e a fórmula, para que ninguém pudesse utilizá-las.

Escolinha do Professor Raimundo (2015)

DOWNLOAD 01 / 02

A Escolinha do Professor Raimundo foi um marco na história da televisão, revelou diversos talentos e está, até hoje, na memória de muita gente. E, para comemorar seu aniversário de 25 anos, o humorístico vai ganha um remake.
Com 7 episódios, o especial é comandado pelo filho do saudoso Chico Anysio, Bruno Mazzeo, que vai assume o papel do famoso mestre. Outro que continua o legado de sua família é Lúcio Mauro Filho, que interpreta Aldemar Vigário, personagem marcante de seu pai, Lúcio Mauro.

E a Vida Continua...  (2012)

DRIVEGOOGLE

Um filme de Paulo Figueiredo com Lima Duarte, Amanda Acosta, Luiz Baccelli, Ana Lucia Torre

Ernesto (Luiz Bacelli) tem 50 anos e carrega consigo uma tragédia do passado, a qual esconde através de um sorriso bem humorado. Ele conhece Evelina (Amanda Acosta), de 25 anos, ao ajudá-la na estrada, após o carro dela enguiçar. Ambos estão indo ao mesmo hotel e, aos poucos, constroem uma amizade sólida baseada também nas dificuldades enfrentadas ao longo da vida, já que Evelina está machucada emocionalmente devido à infidelidade do marido.

 

Wasp Network: Rede de Espiões - 19 de Junho de 2020 | Filmow

Wasp Network - Rede de espiões (2019)

DOWNLOAD

Um filme que tem no elenco Penelope Cruz, Wagner Moura, Gael Garcia Bernal, Edgar Ramirez, Leonardo Sbaraglia e Ana de Armas não tem a mínima chance de passar incólume. O roteiro, mirabolante e repleto de reviravoltas dignas dos melhores filmes de espiões, é adaptado do livro do escritor brasileiro Fernando Morais, “Os Últimos Soldados da Guerra Fria”. O filme foi produzido pelo mega produtor brasileiro Rodrigo Teixeira e teve sua estréia em competição no Festival de Veneza 2019. A trama gira em torno de espiões cubanos infiltrados em grupos terroristas anti-castristas, baseados em Miami, Estados Unidos, no início dos anos 90. Não dá para contar muito da sinopse pois inevitavelmente será spoiler. A trama é baseada em história real, envolvendo os espiões cubanos, operação chamada de “Rede de Vespas”, FBI e um grupo que contratava cubanos deportados para transportar drogas. A maior curiosidade do filme é ver a dupla Ana de Armas e Wagner Moura repetindo parceria em dramas políticos (o outro é “Sérgio”) e ambos veiculados na Netflix. Ana de Armas é a única atriz cubana do filme, e curiosamente, ela interpreta uma americana. O filme é uma super produção, requintada com detalhes impressionantes de produção, filmado em Cuba, Miami e Ilhas Canárias. O cineasta Olivier Assayas já havia dirigido a série "Carlos", sobre Carlos, o Chacal, com o mesmo Edgar Ramirez. Filmaço para quem busca uma ótima trama de ação es espionagem baseada em história real. Penelope Cruz está maravilhosa no papel de Olga, esposa de René (Edgar Ramirez).

Monstros Vs. Alienígenas (2009)

DOWNLOAD

Susan Murphy (Reese Witherspoon) está prestes a se casar com Derek Dietl (Paul Rudd), um repórter de TV que sonha em ascender profissionalmente. No dia de seu casamento ela é atingida por um meteorito, oriundo de um planeta que explodiu recentemente. A radioatividade do objeto espacial faz com que ela cresça até a altura de 15 metros. Sem saber o que está ocorrendo, Susan é capturada pelo exército e confinada em uma base secreta, onde estão alojados outros monstros: dr. Barata (Hugh Laurie), Elo Perdido (Will Arnett), B.O.B. (Seth Rogen) e Insectossauro. Todos deveriam permanecer isolados da sociedade, mas um súbito ataque alienígena faz com que o presidente dos Estados Unidos, Hathaway (Stephen Colbert), aceite o plano de libertá-los para que possam combater o novo inimigo.

Quarentena 2 - Terminal (2011)

DOWNLOAD  Senha Para Descompactar: cineterrordownloads

Durante um vôo, um hamster contaminado com a raiva morde um passageiro. A partir desse momento, uma epidemia de raiva vai se espalhando entre os que estão no vôo, que pousa em um aeroporto. A partir desse momento, todos lutam pelas suas vidas.
Continuação livre do filme "Rec", já refilmado pelos americanos em "Quarentena". Aqui, a única ligação com o original é o fato de um dos passageiros estar assistindo a tv durante o vôo, e assistindo ao vivo uma matéria sobre um prédio em L.A com moradores contaminados. Pelo roteiro desse filme, que nada tem a ver com "Rec 2", um dos passageiros estaria fazendo experiências com vírus de laboratório, e trazendo a bordo, sabendo das possibilidades da tranmissão.
O filme não tem a linguagem da câmera como ponto de vista. Mesmo assim, tendo um orçamento menor, o filme tem seu interesse. Tem suspense, tem clima, e algumas boas atuações, compensando a falta de ritmo do primeiro terço do filme e de alguns atores não estarem bem. De uma forma geral, é um passatempo para quem curte o gênero "homem mordidos que se transformam em zumbis famintos", muito semelhante a "Extermínio". A curiosidade é que aqui boa parte do filme se passa dentro de um avião, e no terminal de um aeroporto.

15 Minutos - 20 de Abril de 2001 | Filmow

15 Minutos - 2001

DOWNLOAD   SENHA: hachi

Emil e Oleg são dois estrangeiros vindos da Europa Oriental que chegam aos Estados Unidos para pegar um dinheiro que tinham deixado com um amigo. Quando descobrem que ele gastou tudo, Emil o mata e Oleg filma tudo. Então, eles têm uma ideia: fazer de Emil o astro de um filme dirigido por Oleg no qual terá de assassinar uma importante pessoa da cidade. E o alvo é justamente Eddie Fleming, o policial mais famoso da cidade.

Percy Jackson E O Mar De Monstros: Amazon.com.br: DVD e Blu-ray

Percy Jackson E O Mar De Monstros [2013]

DRIVEGOOGLE

Percy Jackson (Logan Lerman) e seus amigos Annabeth (Alexandra Daddario) e Grover (Brandon T. Jackson) levam uma vida normal no Acampamento Meio-Sangue, apesar de Percy sentir falta do pai, Poseidon, que nunca mais manteve contato. Um dia, o local é atacado por um monstro enviado por Luke (Jake Abel), que consegue romper a proteção mágica do acampamento. Com o local em perigo, Percy e os amigos partem em uma aventura em busca do velocino de ouro, um objeto místico que pode revitalizar a árvore mágica responsável pela proteção do acampamento. O que eles não esperavam era que Luke estaria atrás do mesmo objeto, já que deseja trazer à vida o poderoso Cronos, derrotado por Zeus, Poseidon e Hades há milênios atrás.

Percy Jackson e o Ladrão de Raios (2010) Torrent Dublado e ...

Percy Jackson E O Ladrão De Raios [2010]

DRIVEGOOGLE

Percy Jackson (Logan Lerman) é um jovem que enfrenta problemas na escola, devido ao que acredita ser dislexia e déficit de atenção. Ele foi criado por sua mãe, Sally (Catherine Keener), e vive com Gabe Ugliano (Joe Pantoliano), seu padrasto, que odeia. Após ser atacado em plena excursão escolar, é revelado a Percy que ele é um semideus, ou seja, filho do deus Poseidon (Kevin McKidd) com uma humana, e possui poderes. Protegido por Grover Underwood (Brandon T. Jackson), ele é levado ao acampamento dos meio sangue, onde está em segurança. Lá ele tem Chiron (Pierce Brosnan) como tutor e passa a treinar para se tornar um grande guerreiro. Só que Percy é acusado de ter roubado o raio de Zeus (Sean Bean), uma poderosa arma de destruição que pode fazer com que os deuses entrem em guerra. É quando Hades (Steve Coogan) visita o acampamento e oferece a Percy uma troca: que ele entregue o raio, o qual não possui, em troca da devolução de sua mãe, que faleceu em meio à fuga. Ele então parte para chegar ao Mundo Inferior, onde vivem Hades e Perséfone (Rosario Dawson), juntamente com Grover e Annabeth Chase (Alexandra Daddario), uma poderosa guerreira que conheceu no acampamento.

http://bases.cinemateca.gov.br/local/cartazes/CN_1069.jpg

http://wipfilms.net/wp-content/uploads/2013/11/sad8.jpg

SADISMO - ABERRAÇÕES SEXUAIS (1982)

ASSISTA ON LINE

Direção: Fauzi Mansur

Elenco: 
Ana Maria Kreisler, 
Sergio Hingst, 
Artur Rovedeer, 
Alan Fontaine, 
Kristina Keller, 
Darby Daniel, 
Suleiman Daoud, 
Antonio Rody, 
Paco Sanches, 
Apresentando Guacimara Hernandes, Mara Santos, Abrão Farc, Heitor Gaiotti, Carlos Bucka, 
Participação especial José Lucas, Ariadne de Lima, Fátima Maluf, Rubens Pignatari

Paralisada e com a memória perdida em conseqüência de um acidente, Joana, que vive com sua sobrinha Martinha, entrega-se a fantasias alimentadas na leitura de jornais. Sua casa torna-se assim, um hotel em que aluga quartos a casais e os espiona: há os que usam máscaras de horror para alimentar a relação, pedindo em seguida a presença de uma prostituta, papel de que se investe a própria Joana: o homem rude que ia torturar uma jovem na rede e no qual Joana vê seu médico, por quem nutre forte desejo, colocando-se também no lugar da torturada. Através de uma manchete, Joana imagina a brutal experiência de canibalismo de um estudante com sua colega, e a invasão de um porno-shop por três marginais que violentam as duas proprietárias - precisamente Joana e Martinha. Joana começa também a evocar imagens do passado: lembra-se de ter flagrado seu amante Renato em relação amorosa com Martinha, de ter atirado nele, de ter sido atropelada. Até que retorna da prisão mano Juan, o guerrilheiro chileno por quem estava apaixonada, e Joana recupera aos poucos a memória. A redescoberta da verdade de seu passado recente coincidirá com um confronto mortal entre Renato e mano Juan. 

 

encrypted-tbn1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQ...

Kung Fu Futebol Clube - 2001

DOWNLOAD

Sing (Stephen Chow) é um devoto do kung fu Shaolin que possui um poderoso chute. Após ser descoberto por um técnico de futebol, Sing entra em um time formado por mestres do kung fu. O objetivo é ganhar um atraente prêmio em dinheiro oferecido por um campeonato local de futebol. A mistura entre futebol e artes marciais faz sucesso e eles conseguem chegar até a final da competição, na qual precisarão enfrentar o temido Team Evil.

Resultado de imagem para kung fusão filme 

Kung-fusão - 2004

MEGA

1940. Sing (Stephen Chow) é um ladrão de segunda categoria que sonha em integrar a sofisticada e implacável gangue Axe, que controla o submundo da cidade. Ele tenta extorquir dinheiro de um dos moradores do Beco Curral do Porco, um movimentado complexo de apartamentos da periferia, mas é surpreendido pelos vizinhos da vítima, mestres nas artes marciais. As tentativas trapalhadas de Sing chamam a atenção da gangue Axe, que entra em conflito com os moradores do Beco.

127 Horas (2010)

DOWNLOAD

Filme baseado no livro "Between a rock and a hard place", de Aron Ralston.
Ralston é um montanhista americano, e em 2003, ele foi fazer atividades nas montanhas de Utah. Após longa caminhada, envolvendo inclusive uma amizade fugaz com 2 montanhistas, Ralston se acidentou, caindo em uma fenda do Canyon. Ao cair, uma pedra enorme se prende ao seu braço direito, o que o impede de se movimentar. Ralston, em princípio não acreditando em seu infortúnio, vai caindo na real e mantém a calma, apesar de momentos de desespero. De sangue frio, Ralston vai alternando momento de humor e de alucinações, devidamente registradas em uma filmadora que ele trazia consigo. Sua reserva de água e comida se esgota, e Ralston, em momentos de desespero, se apega a lembranças familiares, amizades e namorada, com quem rompeu recentemente. Ralston não tinha o hábito de avisar as pessoas próximas o seu paradeiro.
Em ato de completa valentia e desejo de viver, Ralston pega o seu canivete e corta o seu braço, conseguindo assim se livrar da pedra. Passou no Canyon 127 horas, daí o título do filme.
Impossível falar do filme e não comentar a atuação magistral de James Franco, que se entregou de corpo e alma ao personagem. É comovente a sua interpretação, alternando humores e desespero. A cena da amputação é de uma aflição enorme, (inclusive quando da exibição do filme no Festival em Toronto de 2010, muitos espectadores desmaiaram). Lembra muito cenas de qualquer filme de "Jogos mortais", mas sendo em contexto realista, é ainda mais chocante.
A direção de Danny Boyle não priva o espectador de ver a famosa cena, causando repulsa e nervosismo em quem assistir.
A edição é dinâmica, excelente. A fotografia e o trabalho de câmera também beiram a perfeição. Existem planos que provavelmente foram misturados a computação gráfica (por exemplo, quando a câmera sai do grito de Ralston, vai subindo pelo Canyon até ganhar a magnitude da região, em plano aéreo).
A trilha sonora é fantástica, dando o tom certo para a narrativa.
Boyle trabalhou praticamente com a mesma equipe de seu vitorioso "Quem quer ser um milionário".
Na fotografia, Anthony Dod Mantle. No roteiro, a colaboração de Simon Beaufoy.
Na trilha sonora, o oscarizado A. R. Rahman.
Um filme poderoso, forte, tocante, que mostra a vontade de viver de um ser humano, que não se deixou levar pelo destino trágico.

Notívagos O Dia Pela Noite: DESAPARECIDOS TERROR NACIONAL MOCKUMENTARY

Desaparecidos - 2011

DOWNLOAD

Seis amigos foram convidados para um festa VIP em Ilha Bela, no litoral de São Paulo, Brasil. Para entrar, bastava cada um levar uma câmera e filmar tudo desde o início da viagem. O que eles não sabiam era que essa balada seria a última de suas vidas. Pelo menos, é o que indicam as imagens das filmadoras, abandonadas no meio da mata e encontradas pela polícia, que até agora não sabe exatamente o que aconteceu com eles. Um mistério que será revelado?

Imagem

AOpção ou As Rosas da Estrada (1981) 

Assista On Line

Direção: Ozualdo Candeias

Elenco: 
Carmem Angélica, 
Nere di Passi, 
Julia Veloso, 
Carmem Ortega, 
Alan Fontaine, 
Virgilio Roveda, 
Jasa
Zé Risonho, 
Ondina Maciel Rosalinda, 
Kojak
Irai Fernandes, 
Aparecida C. Silva, 
Garça Branca, 
Cristina Godinho, 
Laudi Camargo, 
Ceisce France, 
Ana Paixão, 
Fatima Marques, 
Lana Campos, (lutadora)
India Ni, (lutadora)
Harumi Ishiara, (lutadora)
Vilma Camargo, (lutadora)
Jane de Oliveira, (lutadora)
Edna de Souza, (lutadora)
Yolle Dores, (lutadora)
José Lopes Indio, 
Lair Norton, 
Sebastião Donizetti, 
Jorge Brito, 
Nabor Rodrigues, 
Reinaldo Luis, 
José Lopes,  (cantor)
Afonso Braza, 
Itamar Lourenço Pitter, 
Antonio C. Camargo, 
Paulo M. Galvão, 
Jairo Ferreira, 
Rosalinda

Mulheres simples, semi-analfabetas e ingênuas vivem à beira de estradas, envolvem-se com todos os tipos humanos e buscam novas chances nos grandes centros. Numa luta pela sobrevivência e em busca das regiões mais desenvolvidas do país, que oferecem melhores condições de trabalho, acabam aceitando todos os tipos de serviços, incluindo sexo.

 

Campo 731: Bactérias – A Maldade Humana (1988)

ASSISTA ON LINE / MEGA

Realizado em 1988 pela China, "Campo 731" é um filme que continua proibido em diversos países por conta de suas cenas chocantes e polêmicas. O filme retrata, de forma ficcionalizada, as atrocidades cometidas por soldados japoneses e por um médico, Shirô Ishi, no que era chamado de Unidade 731, uma divisão responsável pelo programa de guerra biológica do Japão. Localizada na cidade de Harbin, nordeste da China, operou durante a Segunda Guerra Mundial e durante a invasão japonesa na China. O filme retrata experimentos realizados com os prisioneiros chineses e russos: injeção de peste bubônica, congelamento dos presos e consequente mutilação de membros, dissecação com pessoas vivas, pressurização em câmeras de gás e muito mais barbaridades. O filme faz parte de um sub-gênero que tomou conta do cinema, chamado "exploitation", que produziu clássicos como "Faces da morte", "Canibal holocausto" e "Mondo cane". Em hipótese alguma esse filme deve ser visto por pessoas sensíveis ou cardíacas, somente para quem já assistiu aos filmes citados. Algumas cenas, vistas hoje em dia, ficaram bastante toscas, por conta dos efeitos, mas psicologicamente continuam fortes. Porém, duas cenas entraram no imaginário pela sua extrema violência: uma dissecação de um corpo (reza a lenda que o Governo chinês cedeu cadáveres para o filme), e uma cena onde um gato é jogado em uma ala repleta de ratos famintos que o devoram. Somente para os fortes.

Ver a imagem de origem

Warcraft - O Primeiro Encontro de Dois Mundos - 2016

GoogleDrive

A região de Azeroth sempre viveu em paz, até a chegada dos guerreiros Orc. Com a abertura de um portal, eles puderam chegar à nova Terra com a intenção de destruir o povo inimigo. Cada lado da batalha possui um grande herói, e os dois travam uma disputa pessoal, colocando em risco seu povo, sua família e todas as pessoas que amam.

Forever - Juntos para Sempre

Forever – Juntos Para Sempre (1991)

ULOZTO

A vida de Berenice sempre foi marcada pela importante presença do pai. Quando o empresário morre repentinamente, a jovem volta ao apartamento em que o corpo foi encontrado em busca de vestígios. E então, suas descobertas põem à prova a natureza dos sentimentos que pai e filha nutriam entre si.

A Última Ceia - Blu-Ray - Saraiva

A Última Ceia (2001)

DOWNLOAD MEGA

Hank Grotowski (Billy Bob Thornton) e seu filho Sonny (Heath Ledger) trabalham juntos em uma prisão localizada no sul dos Estados Unidos. Hank é extremamente racista e precisa lidar com este sentimento todos os dias, devido à presença de negros na prisão. Um deles, Lawrence Musgrove (Sean "Puffy" Combs), recebe periodicamente a visita de sua esposa Leticia (Halle Berry). Após ser condenado à morte, Leticia segue sua vida juntamente com seu filho Tyrell. Porém, duas tragédias acabam fazendo com que as vidas de Leticia e Hank se cruzem.

Resultado de imagem para perto de clarice 1982

Perto de Clarice (1982)

Assista On Line

Diretor: João Carlos Horta 
O documentário feito pelo diretor João Carlos Horta, em 1982, aborda aspectos da personalidade e da alma da escritora Clarice Lispector, lembrada por ocasião da sua morte, em depoimentos de amigos, colegas e parentes. Os depoimentos são intercalados por trechos de uma entrevista que Clarice concedeu a uma emissora de televisão.

O Show de Truman (1998)

DOWNLOAD

Truman Burbank (Jim Carrey) é um pacato vendedor de seguros que leva um vida simples com sua esposa Meryl Burbank (Laura Linney). Porém algumas coisas ao seu redor fazem com que ele passe a estranhar sua cidade, seus supostos amigos e até sua mulher. Após conhecer a misteriosa Lauren (Natascha McElhone), ele fica intrigado e acaba descobrindo que toda sua vida foi monitorada por câmeras e transmitida em rede nacional.

Prazeres Permitidos (1982)

Download Depositfiles

1- “Água abaixo... fogo acima”: sinopse: Casada com Sérgio, Andréa interessa-se por outros homens, com os quais não consegue relacionar-se e sofre de delírios em que se vê fazendo sexo com conhecidos. Manifesta sua confusão ao marido e este tenta ajudá-la.

2- “O sonho”: sinopse: Beto e Marina, realizadores de filmes pornográficos para motéis, recebem os tios dele, Dirceu e Joana, que chegam para férias na capital. Tia e sobrinho passam a se relacionar intimamente, utilizando as mais ousadas técnicas sexuais, já que o marido só pratica sexo convencional.

Dirigido por: Antonio Meliande

Elenco:

  • Ana Maria Kreisler
  • Carmem Angélica
  • Cristina Martinez
  • José Lucas
  • Lia Furlin
  • Malu Braga
  • Michel Cohen
  • Monique Lafond
  • Roberto Miranda
  • Sandra Graffi
  • Sérgio Hingst

Dvd Lisbela E O Prisioneiro - Original - - R$ 51,40 em Mercado Livre

Lisbela e o Prisioneiro – 2003

ASSISTA ON LINE / ULOZTO

Lisbela (Débora Falabella) é uma moça que adora ir ao cinema e vive sonhando com os galãs de Hollywood dos filmes que assiste. Leléu (Selton Mello) é um malandro conquistador, que em meio a uma de suas muitas aventuras chega à cidade de Lisbela. Após se conhecerem eles logo se apaixonam, mas há um problema: Lisbela está noiva. Em meio às dúvidas e aos problemas familiares que a nova paixão desperta, há ainda a presença de um matador (Marco Nanini) que está atrás de Leléu, devido a ele ter se envolvido com sua esposa (Virginia Cavendish).

 

Resultado de imagem para O Casamento 1975

O Casamento (1975)

Assista On Line / Filme

Dirigido por Arnaldo Jabor

O senhor Sabino, um rico industrial da construção civil, nutre um amor incestuoso pela filha Glorinha de 18 anos, que vai se casar em dois dias. O médico da família diz que o futuro genro foi visto beijando outro homem na boca. Glorinha, ao saber das denúncias, faz um retrospecto doloroso de seus 18 anos de sexo, violências e dilemas, com flashbacks e ações entrelaçadas, que fazem aparecer as verdades que se escondem sob a aparente felicidade burguesa: injustiças, perversões sexuais, adultérios e crimes.

Elenco

  • Adriana Prieto .... Glorinha
  • Paulo Porto .... Sabino
  • Camila Amado .... Noêmia
  • Érico Vidal .... Antônio Carlos
  • Mara Rúbia .... Eudóxia
  • Nelson Dantas .... Xavier
  • Fregolente .... Camarinha
  • Carlos Kroeber .... padre Bernardo
  • André Valli .... Zé Honório
  • Cidinha Milan .... Maria Inês
  • Vinícius Salvatori .... delegado Rangel
  • Gianina Singulani
  • Aurélio Araruama
  • Rosa Maria Penna
  • Lícia Magna
  • Abel Pêra
  • Shulamith Yaari
  • Alby Moos
  • Kátia Grumberg

Baixar Na Mira do Crime O Filme Nacional e Online - Download Livre

Na Mira do Crime: O Filme – 2015

ASSISTA ON LINE

Marcio Valle é o apresentador do programa policial Na Mira do Crime, líder de audiência. Depois de anos denunciando crimes e bandidos, Marcio ajuda a desmantelar parte de uma quadrilha de sequestradores em São Paulo. Como forma de retaliação, os marginais escolhem a filha do jornalista como alvo principal de vingança, deixando-a em coma profundo. Abalado, ele se afasta de suas funções e decide se vingar. Marcio se transforma em um justiceiro fora da lei acima de qualquer suspeita.

Resultado de imagem para Habi, a estrangeira

Habi, a Estrangeira (2013)

Assista Online

Participação:

  • Maria Luisa Mendonça Margarita

Aos 20 anos de idade, Analía sempre morou em uma pequena cidade do interior da Argentina. Ela decide fazer uma viagem a Buenos Aires, onde fica impressionada com o local. Acidentalmente, Analía entra em um velório muçulmano, sendo recebida pelos presentes com ternura e respeito. Intrigada, a garota decide permanecer na cidade, frequentando cada vez mais a comunidade islâmica. Ela adota o nome Habiba Rafat, passa a trabalhar em um comércio árabe e se apaixona. Mas como esquecer o passado, e como adotar uma nova identidade?

Perdoa-me Por Me Traíres (1980)

Vera Fischer in Perdoa-me Por Me Traíres Vera Fischer in Perdoa-me Por Me Traíres Vera Fischer in Perdoa-me Por Me Traíres Vera Fischer in Perdoa-me Por Me TraíresVera Fischer in Perdoa-me Por Me Traíres Vera Fischer in Perdoa-me Por Me Traíres Vera Fischer in Perdoa-me Por Me Traíres Vera Fischer in Perdoa-me Por Me Traíres Vera Fischer in Perdoa-me Por Me Traíres Vera Fischer in Perdoa-me Por Me Traíres

Perdoa-me Por Me Traíres (1980) 

4Shared Senha: cinebra / Filme e Legenda / Youtube

Direção: Braz Chediak

ELENCO

Vera Fischer
Lídia Brondi
Zaira Zambelli
Nuno Leal Maia
Henriette Morineau
Anselmo Vasconcelos
Rubens Corrêa
Sadi Cabral
Monah Delacy
Jorge Dória
Ângela Leal

Gilberto vive corroído pela certeza de que Judite, sua mulher, linda e sensual, tem um amante. A filha Ana, cuja mãe se matou, vive com o tio, mas sente-se sufocada pelo ambiente da casa e sente-se tentada pela prostituição de luxo, a que é levada por uma colega de escola, muito mais experiente que ela. Passa, então, a frequentar o bordel e se prostitui, envolvendo-se com um velho deputado, fato descoberto, mas acobertado pelo tio, o irmão mais velho de Gilberto, que, embora puritano, nutre uma paixão secreta pela cunhada, de quem se torna protetor, vigia e algoz.

Resultado de imagem para Um outro (Chico Liberato)

Um outro (Chico Liberato, 2008)

Assista Online

Resultado de imagem para o homem nu 1997 filme

O Homem Nu (1997)

Youtube / Filme e Legenda

Sílvio Proença (Cláudio Marzo) um pesquisador de 45 anos, que precisa embarcar a contragosto para São Paulo, a fim de divulgar seu novo livro sobre folclore brasileiro. No aeroporto, encontra um grupo de velhos companheiros de música e copo, com quem participa de uma reunião regada música e cerveja. Com o embarque cancelado devido uma forte tempestade, o grupo segue para o apartamento de Marialva (Isabel Fillardis), filha de um dos amigos de Proença, onde o grupo dá continuidade reunião. Seduzido pela música e pelos encantos de Marialva, Proença passa a noite ali mesmo, onde desperta no dia seguinte, completamente nu, com Marialva ao seu lado. Ainda zonzo da ressaca, Proença se levanta e vai apanhar o pão deixado porta do apartamento. quando uma lufada de vento fecha a porta e deixa o pesquisador completamente nu do lado de fora. Com Marinalva no banho e sem ouvir seus apelos, tem início então uma louca fuga pela cidade, onde Proença será perseguido por jornalistas e curiosos para conseguir chegar em sua casa são e salvo.

Dirigido por Hugo Carvana

Elenco

  • Cláudio Marzo .... Sílvio Proença
  • Lúcia Veríssimo .... Marina
  • Daniel Dantas .... Mendonça
  • Isabel Fillardis .... Marialva
  • Maria Zilda Bethlem .... Marieta
  • Milton Gonçalves
  • Anselmo Vasconcelos
  • Joel Barcellos
  • Luiz Carlos Miele .... mendigo
  • Maria Pompeu
  • Thelma Reston
  • Antônio Pedro .... psicanalista
  • Denise Bandeira .... apresentadora de televisão
  • Aracy Cardoso
  • Hugo Carvana .... motorista de táxi

O Guerreiro – (Genghis Khan / Mongol) 2007 [DVDrip,DVDR] Grátis ...

O Guerreiro Gengis Khan (2007)

ASSISTA ON LINE

O filme narra o mito da ascenção de Gengis Khan, que teve o nome de batismo de Temudjin. No ano de 1172, na Mongólia, ele vive com seu pai, um conquistador. Um dia, eles partem em busca de uma esposa para Temudjin. Vão parar em um clã, e lá, Temudjin faz um pacto com sua futura esposa, Borte. Na volta para casa, o grupo se defronta com uma clã rival. O pai é envenenado, e morre, Segundo a tradição, quando o Khan (chefe) morre, a família é abandonada pela tribo, e o primogênito deve fugir, para não ser morto. Em sua fuga, Temudjin se alia a um outro garoto que o salva, Jamukha, a quem o chama de irmão. O tempo passa, Temudjin está maior. Ele retorna para a casa de sua mãe, e vai em busca de sua esposa, Borte. Porém, o grupo rival sabe de seu retorno e o prende em uma emboscada. Ele é vendido como escravo, mas acaba fugindo, e vai formando um exército de guerreiros. Todos os rivais se voltam contra ele, inclusive Jamacka.
Espetacular super-produção em co-produção Russia/Cazaquistão/Mongólia, o filme em nada deve a similares americanos. As paisagens são grandiosas, as cenas de ação, arrebatadoras. É um épico de grandes proporções, e cheio de reviravoltas mirabolantes. A trilha sonora é empolgante, e o elenco funciona a contento.
A fotografia do filme é um desbunde. Alguns diálogos são divertidos, e o filme perambula entre o drama, a aventura e o romance. É longo, e lá pelo meio, cansa. É estranho também a forma abrupta como a narrativa prosssegue, dando cortes atemporais, o que dá a impressão de faltar cena. Algumas das várias fugas de Temudjin não são bem explicadas.
Vale como curiosidade de se conhecer um pouco da vida dessa figura polêmica, que aqui no filme, adquire um cartáter quase de mito, devido a visão espiritual que o personagem possui.

A Incrível Susana (1942)

ASSISTA ON LINE / MEGA

Uma das primeiras comédias do mestre Billy Wilder, "A incrível Susana" teve depois uma refilmagem com Jerry Lewis, chamado "O meninão".
Ginger Rogers, famosa parceira de musicais com Fred Astaire, aqui representa Susan Applegate, uma jovem do interior, que se cansa da vida de Nova Yorque, por não conseguir realizar os seus desejos profissionais, e resolve voltar para sua terra natal, Iowa. Ela se dirige até a estação de trem, mas o que ela não esperava, era que o valor do ingresso subiu, e ela não possui dinheiro o suficiente para viajar. Ao avistar uma mulher com 2 crianças, ela tem a idéia de se vestir de menina, para poder pagar meia entrada, O seu plano dá certo. Porém, no trem os bilheteiros desconfiam dela. Ela acaba se refugiando na cabine do Major Kirby (Ray Milland). Ela pede ajuda a ele, e ele a deixa dormir por uma noite. Ela o chama de Tio Philiph. O que eles não imaginavam era que a noiva dele fosse buscá-lo no trem, que parou no caminho devido a problemas técnicos. Após mau-entendido, Susana é convidada a passar alguns dias em uma academia de cadetes do exército, antes de seguir viagem. Os cadetes se apaixonam por Susana, acreditando ser ela uma adolescente, ao mesmo tempo que ela vai se apaixonando pelo Major.
Divertida comédia, mas que tem um agravante: ser crível. É evidente que Ginger Rogers não aparenta jamais a idade de 12 anos. Daí, gostar do filme depende do quanto você abstrai essa informação, e se deixa levar pela narrativa. Caso isso aconteça, você irá se divertir bastante nessa comédia maluca, cheia de maus entendidos. O casal principal, Rogers e Milland, estão ótimos, e brincam com os seus personagens. O elenco de apoio também é satisfatório, principalmente o elenco jovem, responsável por boa parte das tiradas do filme.
O filme tem um ritmo lento, e algumas cenas se esticam além do necessário. Mas no geral, é um belo passatempo, e que hoje em dia, caso fosse realizado agora, seria facilmente confundido com uma apologia à pedofilia.

Resultado de imagem para agua-para-elefantes

Água para Elefantes - 2011

MEGA

Baseado em um romance best seller, "Água para elefantes" conta a história de Jacob, um velho que aparece de repente em um circo. Ele começa a narrar a sua história para o administrador do circo, e sobre o que aconteceu no ano de 1931, durante a depressão americana, e com o circo para o qual ele trabalhava. Voltamos então na época, e Jacob (Robert Pattinson) é um descendente de poloneses. Sua família é dona de uma clínica veterinária, e custeia uma escola para Jacob. Os pais morrem em um acidente, e Jacob acaba sem dinheiro e sem casa. Ele procura trabalho, e acaba indo parar em um circo, cujo dono, August (Christopher Waltz) é arrogante e cruel para com os seus funcionários e animais. Ele é casado com Marlena (Reese Winterspoon), uma das principais atrações da casa. Rejeitado de início, Jacob acaba ganhando o posto de tratador de animais. E claro, uma paixão platônica começa a rolar entre ele e Marlena. August adquire um elefante, Rosie, que sofre de maus tratos, mas aos poucos é dada como grande atração do circo, graças ao carinho dado por Jacob.
Belo filme, com linda fotografia e direção de arte. O som também é otimo. Apesar de suas qualidades técnicas, o filme é raso, cheio de clichês, e é muito longo e arrastado. Mas nada disso impede que ele se torne em breve um clássico do sessão da tarde. É açucarado, agrada em cheio as platéias em busca de um drama cheio de amor impossível e tramas rocambolescas. Algumas cenas são realmente bonitas de se ver, e a dupla Pattinson/Winterspoon estão radiantes na tela. Christopher Waltz parece ter se encontrado no seu papel de vilão, após os sucessos de "Bastardos Inglórios" e "Besouro Verde". O desfecho é emocionante, típico daqueles filmes que a gente sai suspirando. Ah, sim: Rosie, a elefanta, é uma graça.

Resultado de imagem para tell no one gif

NÃO CONTE A NINGUÉM (2006)

DEPOSITFILES

Drama de suspense baseado em livro homônimo de Harlan Cober, e dirigido pelo ator francês Guillaume Canet, que trabalhou no filme "A praia", de Danny Boyle.
Alex (François Cluzet) é um pediatra, que tem um passado trágico. A 8 anos atrás, sua esposa, Margot (Marie Jose Crozet) foi brutalmente assassinada. Alex foi acusado do crime, mas logo depois prenderam um serial killer, que porém, não admitiu o crime.
8 anos depois, 2 outros corpos foram encontrados no mesmo local. A polícia reabre o caso, e Alex novamente é acusado do crime. Além disso, ele recebe uma mensagem anônima no email, e o remetente diz ser Margot. Alex fica atordoado e procura encontrar a verdade sobre o caso, mesmo com a polícia em seu encalço.
Uma trama diabólica, digna dos melhores filmes de Hitchcock, com direito a revelações no desfecho da história. A direção de Canet é soberba, com algumas incríveis cenas de perseguição. Existe uma em particular, que é fantástica: a de Alex correndo na rodovia. Um prodígio de realização.
O ritmo é de um drama, com algumas partes bem lentas, mas quando chega na ação, é ininterrupta a dinâmica. A trilha sonora é composta de clássicos pop, como "With or without you" do U2.
O elenco é um caso a parte: reúne os melhores atores franceses: François Cluzet, Kristin Scott Thomas (no papel de uma amiga de Alex), Jean Rochefort, Nathalie Baye, e o próprio Guillaume Canet.
O filme me deixou intrigado o tempo todo, e mesmo que a resolução não seja uma perfeição, é um filme que merece um crédito, por manter o interesse do espectador, em saber o que se passa na história, e o desejo de querer saber o final.
Em 2007, o filme ganhou destaque na imprensa, sendo eleito por várias publicações como o melhor filme do ano. Ganhou 4 prêmios Cesar, entre eles, melhor direção e ator. 

       
  

BAIXIO DAS BESTAS (2006)

Download MEGA / Assista Online / Depositfiles

Na Zona da Mata pernambucana, região de canaviais que movimentam trabalhadores rurais e caminhoneiros, vive Auxiliadora, jovem de 16 anos explorada por seu avô, Heitor. O homem tem um discurso moralista mas não pensa duas vezes antes de exibir a neta nua por dinheiro em um posto de parada de caminhões. Na cidade mora o estudante Cícero, de família de classe média, que passa os fins-de-semana envolvido com álcool, drogas e orgias sadomasoquistas com as prostitutas de Dona Margarida, comandadas pelo doentio Everardo. Cícero vê Auxiliadora no posto e imediatamente a deseja, passando a segui-la pelas ruas. No campo, a moça chama a atenção do humilde Maninho, mas, apesar dela também se interessar por ele, o rapaz é afastado pelo avô e se ressente disso.

Dirigido por Cláudio Assis

ELENCO:

Mariah Teixeira .... Auxiliadora
Fernando Teixeira .... Seu Heitor
Caio Blat .... Cícero
Matheus Nachtergaele .... Everardo
Dira Paes .... Bela
Marcélia Cartaxo .... Ceiça
Hermila Guedes .... Dora
Conceição Camarotti .... Dona Margarida
João Ferreira .... Mestre Mário
Irandhir Santos .... Maninho
China .... Cilinho
Samuel Vieira .... Esdras
Jones Melo

13 Assassinos (2010)

DRIVEGOOGLE

Refilmagem de um longa japonês de 1963, "13 assassinos" faz lembrar muito do clássico de Kurosawa, "Os 7 samurais". A premissa é praticamente idêntica.
No Japão da Era Edo, 1844, um Lorde violento e cruel, chamado Naritsugu, faz pouco caso das vidas das pessoas, pregando a morte de populares e de seus inimigos. Ele se utiliza da imunidade pelo fato de seu irmão ser o Shogum. Ele não poupa a vida nem de mulheres e crianças. Um samurai, Shinrouko, recebe o pedido de um homem que pertence a uma clã, clamando por justiça, uma vez que seu filho e nora foram assassinados pelo Lorde. Shinrouko resolve então juntar vários samurais, em um total de 12, que seguem caminho até o encontro do Lorde, com a missão de matá-lo. A idéia é pegá-lo durante uma travessia por uma estrada, envolta por uma floresta. Na floresta, eles encontram um homem misterioso, que acaba se juntando a eles, como o 13º samurai. Montam uma emboscada, e finalmente, o confronto se realiza. 13 samurais versus 200 homens, mais o Lorde sanguinário.
Violento épico do cultuado diretor japonês Takashi Miike, que participou da competição do Festival de Veneza em 2010. Miike é mais famoso pelos seus cults "Ichi, o assassino", "Audição", e vários outros clássicos do gore explícito, que fazem a alegria de fãs, entre eles, Tarantino e Eli Roth, diretor de "O albergue", que inclusive, o coloca em uma ponta no filme.
Aqui, Miike faz uma homenagem aos filmes de samurais, de forma até clássica, diferente de seus filmes mais ousados esteticamente. Porém, como não poderia deixar de ser, vez ou outra ele lança mão de bizarrices, como na cena da mulher sem braços e pernas, ou na cena do tiro de flechas em um grupo de mulheres e crianças.
O filme reserva também algumas cenas de humor, aliados a tensão de se ver mais de uma hora de batalha sangrenta, com direito a cabeças rolando, braços decepados, espadas atravessando corpos. A primeira parte do filme é confusa e tediosa, com muita explicação e verborragia, compensados na segunda parte que é pauleira pura. O elenco é eficiente, fazendo jus aos gritos e grunhidos eternos dos samurais. Tudo parece ser uma caricatura, mas é divertido de se ver.
Não é o melhor filme de Miike, mas é interessante e possui uma bela direção, com cenas de luta bem orquestradas, e uma boa fotografia.
Curiosidade é o desfecho, que apela para um pouco de realismo fantástico.

13 Assassinos (1963)

MEGA

Lorde Naritsugu, um sádico Daimyo (senhor feudal), comete todo tipo de crueldade e permanece impune por ser irmão do Xogum. Mesmo quando um de seus próprios vassalos comete Haraquiri (suicídio) para chamar a atenção para o crime, este é encoberto. Convencidos de que o destino do xogunato está comprometido, coloca-se em prática um plano para deter o Daimyo. Diante de tamanhas injustiças 13 samurais resolvem detê-lo em nome da honra.

MR. NOBODY” (2009) – Última Sessão

Mr Nobody (2009)

DOWNLOAD 01 / 02

No ano de 2092, um homem de 118 anos, Nemo Nobody (Jared Leto) se tornou uma celebridade. Isso pelo fato dele ser o último mortal na face da Terra. Toda a raça humana conseguiu obter a imortalidade, menos ele. No meio de holofotes e reportagens sobre a sua morte que se aproxima, Nemo é contactado por um repórter, que quer perguntar detalhes de sua vida. Nemo passa a relatar as suas prováveis vidas, desde quando era criança (um anjo no céu), até a sua fase adolescente. Na fase adulta, ele recria 3 possibilidades de vida que poderia ter tido, cada uma delas com uma mulher diferente. Nemo, idoso, já não sabe mais distinguir o que foi real e o que foi imaginado.
Fantasia que leva ao extremo o conceito de fábula. Com uma narrativa complexa, mas ao mesmo tempo atraente e sedutora, o diretor belga Jako Von Dormael recria aqui uma tese ousada. Ele discute a teoria da relatividade, a teoria do Big Bang, e muitas outras. Não convém aqui ficar discutindo a que filme estamos assistindo, mas sim, nos deixar levar pela recriação poética e admirável de um filme onírico, hermético, mas que traz uma luz perante tanta mesmice na cinematografia atual. O elenco está todo ótimo, e se deixaram entregar a essa proposta de filme anarquia, onde a narrativa flui sem coerência. Tecnicamente impecável: fotografia, direção de arte, som. O que me incomodou na verdade foi a maquiagem de envelhecimento. Ficou muito falsa.
Pode-se dizer que o filme é uma mescla autoral de "O show de Truman", "O curioso caso de Benjamin Button" e "A fonte da vida". Vale uma conferida.

A Fera (2011)

MEGA

Kyle (Alex Pettyfer, de "Eu sou o número quatro") é um jovem ambicioso, que "se acha". Na Universidade ele é venerado, tanto por sua inteligência, beleza e discurso progressista. Alex usa desse seu poder para manipular as pessoas e fazer pouco caso delas. O que ele não poderia esperar era que ao pregar uma peça em Kendra (Mary-Kate Olsen), uma estudante, ela rogasse um feitiço nele. Sim, Kendra é uma feiticeira. A aparência de Kyle se torna então horrível, e o feitiço só será quebrado quando, em um período de 1 ano, uma mulher se apaixonar por ele. Desesperado, Kyle é isolado por seu pai em um apartamento no Brooklyn, onde é confinado junto com uma empregada negra e um assistente cego. Kyle acaba se aproximando de Lindy (Vanessa Hudgens), filha de um viciado em drogas. Lindy conhece Kyle da Universidade e ao mesmo tempo que o despreza, o ama. O que ela não sabe é que Kyle é o atual Hunter, a Fera.
Livre adaptação do conto "A Bela e a Fera", escrito pelo próprio diretor Daniel Branz, o filme é um desastre total. Não possui nenhuma magia, nenhuma empatia com o espectador. A narrativa é totalmente fria, e o romantismo passa longe. O que é um pecado mortal, visto que esse filme só funciona se ambas fantasia e Romance tiverem química.
Os diálogos são risíveis e toscos. O elenco está totalmente caricato e constrangedor. O que é uma pena. Alex Pettyfer é uma promessa de Hollywood, estava bem em "Eu sou o número quatro". Vanessa Hudgens, de "High School Musical" tem talento, mas aqui percebe-se de que ela somente funciona sob uma boa direção. Que não é o caso aqui. Mary Kate-Olsen é a que mais se compromete, uma vez que a sua personagem tem um visual pavoroso, e a caricatura de sua personagem destrói qualquer tentativa de atuação.
É muito estranho ambientar um filme fantástico em um filme realista. Ter uma personagem de uma feiticeira no contexto pareceu deslocado. Talvez o filme tivesse que abusar mais da fantasia. Muito ruim também a solução da narrativa de manter Kyle junto com uma negra e um cego em um apartamento, como se a sua elevação moral dependesse de excluídos da sociedade. Ingenuidade pura.
Um filme que infelizmente, não funcionou. A maquiagem de Hunter também é outro desastre total.

Caminho da Liberdade (2010)

DOWNLOAD

Drama baseado em um livro, "The long walk: the true story of a trek to freedom", de Slamovir Rawicz.
No filme, Slamovir se chama Januz, um oficial polonês, que vive no período da 2ª guerra, mais precisamente 1940. A Polônia foi invadida pela Rússia e Alemanha, e Januz é acusado pela sua esposa, que fora torturada, como espião dos Aliados.
Ele é enviado então até um Gulag na Sibéria. Lá, ele se mistura com criminosos de guerra e criminosos reais. É obrigado a executar árduas tarefas. Não suportando mais as condições de sobrevivência do local, Januz se junta a outros presos e resolvem fugir pelas florestas geladas. Outros 5 prisioneiros, entre eles Valka (Colin Farrel), um perigoso criminoso, e Mr Smith (Ed Harris), um americano. Assim, começa a quase impossível travessia, até encontrar um país onde eles possam se refugiar. No caminho, encontram, Irena (Saoirse Ronan), que se junta ao grupo.
O filme foi co-produzido pela National Geographic, o que justifica tantas imagens inebriantes e espetaculares. Percebe-se aliás, que as imagens prevalecem por sobre o restante do filme. A fotografia é ótima, mas o roteiro se sustenta quase que praticamente na dificuldade da travessia. Esse é o conflito existente no filme. A luta pela sobrevivência, que permanece nas mais de 2 horas de duração, completamente exaustivas. Não há muita dramaturgia. Os atores defendem bem os papéis, apesar dos sotaques estarem muito díspares, e a eterna solução de fazer todo mundo falar em inglês, até mesmo em um vilarejo no Tibet e na Índia. Algumas situações soam extremamente falsas e forçadas, como por exemplo, eles encontrarem um poço no meio do deserto.
A maquiagem do filme é muito boa, e traz desconforto todas as marcas de queimaduras de sol.
Uma pena, pois o filme tinha tudo para ser uma experiência emocionante, e acaba sendo apenas um registro de personagens tentando sobreviver, faltando os seus conflitos reais. A cena final é um erro, criando um sentimentalismo desnecessário.
Peter Weir, o diretor, já fez várias obras-primas, entre elas , "O show de Truman" e "Piquenique na montanha misterioosa". "Caminho da liberdade" será apenas mais um filme em sua filmografia extensa.

Resultado de imagem para evoé filme 

EVOÉ! - RETRATO DE UM ANTROPÓFAGO (2011)

Assista Online

Direção: Tadeu Jungle, Elaine César

Um filme que mistura depoimentos recentes e imagens históricas da carreira do diretor, ator e dramaturgo Zé Celso, do Teatro Oficina. Usa como base quatro viagens a pontos chave da trajetória do Zé: Sertão da Bahia, Praia de Cururipe, em Alagoas.

HANNA (2011)

MEGA   Senha: lendiniz-therebels

Filme de ação, que narra a história de Erik (Eric Bana), um ex-agente da CIA que mora com sua filha de 16 anos, Hanna (Saoirse Ronan) em uma cabana abandonada na floresta gélida da Finlândia. Hanna passa seus 16 anos afastada da civilização, tendo apenas seu pai como mentor. Ele a alfabetiza, e ensina a ela todas as técnicas de sobrevivência, tornando-a uma assassina profissional. Erik avisa a Hanna que quando ela estiver "pronta", deve acionar um botão, que fará com que uma caçada se inicie. No caso, a agente da CIA Marissa (Cate Blanchett) começa a busca em torno de Hanna. Erik foge, e Hanna é presa e interrogada, mas logo consegue escapar. Após longa travessia até Berlim, Hanna antes passará pelo Marrocos, onde irá conhecer uma família a quem ela pede ajuda.
Excelente filme de ação, com furiosas cenas de embates, além de um fantástico plano-sequência, que o diretor John Wright (lembram do magistral plano-sequência de "Desejo e reparação" ??) elabora perfeitamente. Na cena, Erik caminha por um aeroporto até desembarcar em uma estação de metrô, eliminando vários agentes que tentam matá-lo. Tudo sem corte.
O elenco, soberbo, conta com as interpretações incríveis de Saoirse Ronan (ela é foda!!) e Cate Blanchett, como a vilã. Eric Bana cumpre bem o seu papel de coadjuvante. O vilão de Tom Hollander é divertido, tendo um assovio como seu elemento a enunciar um crime.
Muitas cenas beiram o inverossímel, mas em um filme com tantas qualidades, isso passa despercebido. A trilha sonora é muito boa, evocando ritmo eletrônico, que dá um puta dinamismo as cenas.

Ver a imagem de origem

TEMPESTADE - UM SONHO DE MUDANÇA (2010)

ASSISTA ON LINE

Uma garota linda, sexy e inocente é atraída para o mundo pornô em busca de dinheiro e sua vida se transforma em uma Tempestade.

Elenco: Marcelo Fernando, Renê Sobral, Kate Frasão, Suellen Respinger, Mourice Cohen e Diana Caecedo

Direção e roteiro - Marcelo Fernando.

Resultado de imagem para bedevilled gifResultado de imagem para bedevilled gif

Bedevilled (2010)

Assista On Line

Filme sul-coreano, narra a história de Kim, uma jovem que trabalha em uma financiadora. Uma noite, andando pelas ruas de Seul, ela testemunha uma mulher ser atacada por 3 jovens. Ela nada faz, e a mulher é encontrada morta. Kim é chamada para depôr na delegacia, e é ameaçada pela gangue caso ela os entregue. Ao mesmo tempo, isso gera um stress em Kim, que explode emocionalmente em seu trabalho. Seu chefe pede para que ela tire um tempo de férias. Kim resolve então visitar o seu avô, que ela não vê há anos. Ele mora em uma ilha isolada, habitada por uma família distante de Kim. Chegando lá, Kim reencontra Hae Wong, sua amiga de infância. Kim, quando menina, morava na Ilha, e antes de partir, prometera a Hae Wong que voltaria para buscá-la. Promessa não cumprida, Kim descobre que Hae Wong sofre maus tratos por parte dos habitantes sendo escravizada e seviciada.
Curioso filme, que começa como um drama que narra os problemas das mulheres perante a violência doméstica e a questão da pedofilia. Na metade para o fim, no entanto, o filme muda de enfoque, se transformando em um suspense. Hae Wong resolve se vingar de todos que a maltrataram, após um ápice emocional, decorrente de um acidente envolvendo sua filha pequena. O filme se torna então extremamente violento, chegando ao nível de violência de "Old boy". A primeira parte acontece com uma narrativa lenta, quase investigativa. Acompanhamos com sofrimento os maus tratos que Hae Wong enfrenta, e o que mais queremos é que chegue logo o momento da vingança. Algo meio Sam Peckimpah: crú, frio, sem piedade.
O elenco atua de forma um pouco caricata, mas em se tratando de cinema oriental, é coerente. Muitos gritos, caras e bocas. Os efeitos são bons, e as cenas de violência, gráficas, chegam a ser engraçadas, de tão surreais.
Um filme que merece ser visto, uma vez que o cinema sul-coreano tem sido a cinematografia da vez. O desfecho é um caso à parte: surreal, lírico, melancólico.

L.I.E - Sem Saída - SAPO Mag

Sem Saída (2001)

MEDIAFIRE / DRIVEGOOGLE

Howie, 15 anos, é um adolescente que mora em Long Island. Ele mora próximo à Via Expressa de Long Island. Órfão de mãe, que morreu em acidente na Via expressa, Howie mora com seu pai, um construtor civil, que faz falcatruas na empresa em que trabalha, e maltrata seu filho.
Howie faz parte de uma gangue de delinquentes juvenis, liderados por Gary, por quem Howie nutre uma paixão platônica. Durante um assalto a uma residência, os dois são quase pegos em flagrante. Big John (Brian Cox), um poderoso líder local, é o dono da residência, e descobre que Gary e Howie foram os autores do assalto. Gary, porém, é um garoto de programa, e já conhece Big John, seu cliente. Big John pretende agora seduzir Howie, para que seja um de seus amantes.
Curioso drama, o primeiro trabalho do ator Paul Dano (Pequena Miss Sunshine, Sangue negro), que aqui faz um trabalho extraordinário, em um filme que toca em assuntos tão polêmicos como delinquência juvenil e pedofilia. O filme ousa em abordar esses assuntos de forma crua, sem romantismo, e tratando uma geração sem perspectiva alguma de vida. Os jovens são brutos, inconstantes, anárquicos e carentes de afeto familiar. Diferente porém da visão de um Larry Clark (Kids) ou mesmo Gus Van Sant. Aqui o olhar é quase documental. O filme erra quando pretende trazer humor a cenas que deveriam ser tratadas com seriedade. Mas no contexto geral, é um belo filme que possui um bom time de atores jovens, e o veterano ator Brian Cox, no difícil papel do pedófilo, que age com extrema naturalidade e sem maniqueísmos.

 O Cinéfilo: DIETA MEDITERRÂNEA

Dieta Mediterrânea (2009)

DOWNLOAD

Sofía (Olivia Molina) nasce prematuramente numa barbearia, na Catalunha, rodeada de homens que necessitam de um corte de cabelo, no mesmo dia de Junho de 1968 em que Bob Kennedy é assassinado. Durante quinze anos, cresce entre os fogões e as mesas da casa de comidas dos seus pais. Mulher trabalhadora, ambiciosa e imprevisível, apaixona-se logo muito cedo por dois homens: do Toni, o genro que qualquer mãe gostava de ter, com o qual se casa e tem dois filhos; do Frank, o representante que qualquer artista gostava de ter, e descobre o segredo da alta cozinha. Chega a um acordo profissional e amoroso com ambos, o que revolucionará o mundo da cozinha...

Resultado de imagem para vamos fazer um brinde

VAMOS FAZER UM BRINDE (2011)

ASSISTA ONLINE

Direção: Cavi Borges, Sabrina Rosa

Elenco: Ana Miranda, Cintia Rosa, Fabrício Santiago, Juliana Alves, Keruse Bongiolo, Roberta Rodrigues, Roberta Santiago, Sabrina Rosa

Numa noite de reveillon amigos se reencontram para brindar suas histórias. Susana (Cíntia Rosa) curte a gravidez, mas está insegura com a relação. Dinho (Fabrício Santiago) protege sua melhor amiga, Heloísa (Roberta Rodrigues), ainda às turras com o namorado. Sara (Roberta Santiago) tenta curar as dores do rompimento com Laura (Keruse Bongiolo). Vera (Juliana Alves) está apaixonada e tenta se mostrar adulta paa sua mãe, dona Irene (Ana Miranda).  

Kung Fu Panda 2 (2011)

MEGA

Po, o panda, agora faz parte do grupo dos 5 guerreiros, que protegem a China. Durante uma briga com guerreiros inimigos que querem assaltar a cidade, Po tem uma revelação sobre os seus verdaderios pais, e resolve ir atrás da verdade. Porém, o grupo recebe a informação de que um poderoso inimigo, Shen, o pavão, está de volta, e o grupo parte para um confronto.
Simpática continuação , traz uma história mais adulta, e de fotografia sombria. O tema da adoção vem forte nesse filme, talvez uma forma de cutucar um problema sério que acontece na China, que são os bebês abandonados, por conta da política do filho único.
Os pontos fortes do filme anterior continuam aqui, trazendo uma ótima qualidade técnica: fotografia, direção de arte, e as impecáveis vozes de Jack Black, Angelina Jolie, Dustin Hoffman, Jackie Chan, Seth Rogen, Gary Oldman, Lucy Liu, Michelle Yeoh e outros. O personagem do pai Ganso é impecável, e garante as melhores tiradas do filme. No entanto, o roteiro é previsível, dando lugar a umas poucas piadas realmente engraçadas. Como um todo, o filme agrada, mas faltou um pouco mais de originalidade que os fãs do filme original poderiam esperar. O tema da superação é novamente debatido, trazendo aquele final emotivo de sempre. Vale como passatempo.

Resultado de imagem para o lobinho nunca mente curta

O Lobinho nunca Mente (2007)

Assista Online

Um rapaz (Fábio Porchat) acorda paralisado no chão depois de sofrer um acidente doméstico em uma cadeira bamba e estar ensanguentado, embora não consiga ver de onde vem ou ajudar a si mesmo. Por morar sozinho o jovem espera por alguma ajuda durante três dias enquanto faz uma reflexão sobre sua vida em uma trágica história.

Elenco

  • Fábio Porchat — Rapaz
  • Letícia Lima — Voz de Marlene no telefone / Garota no poster
  • Maria das Neves Silva — Marlene

Dirigido por Ian SBF

Extermínio 2 (2007)

1Fichier / MEGA

Ótima continuação do filme de 2002, de Danny Boyle.
Don (Robert Carlyle) e sua esposa Scarlet estão refugiados em sua casa, quando são atacados por infectados pelo vírus que transforma as pessoas em mortos-vivos famintos por carne humana. Don foge, deixando sua esposa para trás. Semanas depois, a cidade está fora de perigo, e é controlada por militares da Otan. Os 2 filhos de Don retornam de uma viagem na Espanha, e se juntam ao pai. Os filhos no entanto, vão escondidos para a antiga casa e acabam descobrindo sua mãe lá, ainda viva. Ela é levada a base militar, e descobrem que ela está contaminada, mas por algum motivo, é apenas portadora. O que não esperavam é que uma nova onda de contaminação está prestes a acontecer.
Um filme com ótimas cenas de ação, suspense e sustos. A fotografia de Enrique Chediak é sombria, dando o tom certo para a trama. Robert Carlyle está assustador, lembrando o personagem que fez em "Ravenous". A curiosidade fica por conta de Jeremy Renner, que está no elenco e interpreta um militar que ajuda os sobreviventes. Os efeitos e a edição são muito bons. Um filme muito acima da média, apesar do roteiro previsível.

Imagem

Leonora dos Sete Mares (1955)

ASSISTA ON LINE

Vindo de Buenos Aires, Pablo Valdéz chega ao Rio de Janeiro para obter mais informações sobre a morte de sua amada Leonora. Conversando com a depressiva Ana Maria, irmã da falecida, Laura, a amiga dela e Rodolfo, o médico da família de Leonora, Pablo é envolvido em uma trama de mentiras e mistérios.

Direção: Carlos Hugo Christensen

ELENCO
Susana Freyre, Arturo de Cordóva, Rodolfo Mayer, Henriette Morineau, Heloísa Helena, Jardel Filho e Oswaldo Louzada
Luiz Otero
Modesto Souza 
Moacyr Deriquém
Anilza Leoni
Adriano Reys
Araci Cardoso

 

 

Wilsinho Galiléia (1978)

Wilsinho Galileia (1978)

Assista On Line

Dirigido por João Batista de Andrade

Elenco

  • Paulo Weudes — Wilsinho
  • Gilberto Moura - Ramiro
  • Ivan José - Chiquinho
  • Telma Helena — Patrícia
  • Cláudia de Castro - Geni
  • Fausto Brunini
  • Jorge Cerruti
  • Sergio Oliveira
  • Rubens Brito
  • Luis Carlos Rossi
  • Paulo Lago
  • Luis França

Os Incríveis (2004)

MEGA 1080p

Uma família de super-heróis secretos tentam viver uma tranquila vida suburbana, mas quando surge uma grande ameaça eles são forçados a agir para salvar o mundo.

Os Incríveis 2 (2018)

MEGA 1080p

Escrito e dirigido por Brad Bird, "Os incríveis 2" é tão bom quanto o filme original. A trilha sonora sessentista dá um toque deliciosamente vintage ao filme, que começa lento, descrevendo a rotina da família e o drama de cada um dos integrantes da família Pera: a filha Violet que está apaixonada; o filho Flecha, que tem ciúmes da irmã, o bebê Zezé, que demonstra ter poderes incontroláveis e para deixar o pai Beto se mordendo de inveja, sua esposa Helena, a Mulher elástica, é contratada por um casal de irmãos milionários para fazer uso de câmeras especiais e poder lutar contra o crime, no caso, um vilão chamado Hipnotizador. Essa sub-trama dramática remete bastante ao clássico "Nasce uma estrela". Uma delícia, o roteiro é totalmente antenado com os dias de hoje, falando de empoderamento feminino, troca de papéis (marido cuidando do lar, esposa trabalhando), e reconhecer o valor dos aposentados, relegados ao ostracismo. Os personagens são divertidíssimos, incluindo Lucius, o homem de gelo. Existe uma cena antológica, que é a de Zezé lutando contra um Guaxinim. Edna Moda também surge em uma sequência inspiradíssima. O filme faz uma homenagem ao clássico desenho Johnnie Quest, aparecendo em uma cena sendo exibido na tv.

os-pinguins-de-madagascar

Os Pinguins de Madagascar (2014)

DOWNLOAD

O animador Eric Darnell, que dirigiu os outros 3 filmes da franquia "Madagascar", se juntou a Simon J Smith para juntos, realizarem esse spin off da série. Pegando o núcleo de maior sucesso do desenho, que são os 4 pinguins. Eles pegam carona no final do filme 3, que é a confusão no circo, e dali começam o seu filme. Rico, Kowalski, Soldado e Skipper tentam salvar o mundo das mãos do Dr Octavius (na voz de John Malkovich), que possui um elaborado plano de vingança. O desenho começa com um prólogo que mostra a juventude do grupo de pinguins e como eles se conheceram. Essa é das partes mais divertidas. Depois, o filme vira uma aventura muito maluca cheia de ácido nos roteiristas, que inventaram até uma Patrulha do Vento norte, que é formado por 4 animais que tentam salvar os animais desamparados do mundo. O filme pega de leve uma carona na animação "Rio", ao mostrar o Rio de Janeiro em uma breve cena. O que o filme tem de melhor, é o inegável carisma dos 4 pinguins, divertidos em suas maluquices. Às vezes nos deparamos com alguns diálogos inspiradíssimos, quando o vilão chega pros seus assistentes e grita: "Drew, Barry, More power!". Se alguém vai entender, não sei, mas aí que reside a inteligência dos dialoguistas. Um dos maiores pecados do filme é a sua duração, longa para um filme que pretende conquistar a criançada: quase 100 minutos. Por conta disso, o filme perde o ritmo em algumas momentos.

Runaway: Fora de Controle - 1984 | Filmow

Runaway – Fora de Controle – 1984

DOWNLOAD

Num futuro distante, a população vive em paz, mas controlada por máquinas. Até que surge um homem mentalmente perturbado que decide reprogramar os computadores, o que faz ressurgir a violência.

 

A Melhor Defesa é o Ataque - 1984 | Filmow

A Melhor Defesa é o Ataque – 1984

DOWNLOAD

Se você estivesse fabricando um super tanque de guerra, uma super arma, e descobrisse que Dudley Moore tem alguma coisa a ver com o sistema de disparar mísseis, com certeza ia ficar preocupado. Então, se além disso, você descobrisse que é Eddie Murphy que vai testar o tanque, durante uma batalha de verdade, com certeza ia cancelar tudo. Mas, o governo e a Dynatechnics Inc. não conhecem os dois muito bem e então vão deixá-los à solta, nesta hilariante aventura, que faz a guerra moderna voltar no tempo uns duzentos anos.

007 – Contra a Chantagem Atômica – 1965

DOWNLOAD

A ação é eletrizante e ininterrupta, pois o agente 007 (Sean Connery) vai além do dever do ofício e até as profundezas do oceano para encontrar um perigoso criminoso que está ameaçando milhões de pessoas através da chantagem de destruir o mundo por meio de um holocausto nuclear.

Howard – O Super-Herói – 1986

UPTOBOX / MEGA

Howard é um simpático pato de temperamento sarcástico que chega à Terra por meio de um estranho experimento científico. Além de estar em um planeta desconhecido, Howard terá de enfrentar outra criatura alienígena, que pegou carona no mesmo experimento e é bem menos amigável que ele. Embora cercado de problemas, algumas pessoas tentam afastá-lo de cientistas maldosos, oferecendo ajuda para ele voltar ao seu planeta.

 Dvd Temporada De Verão (1985) John Candy- Dublagem Clássica - R ...

Temporada de Verão – 1985

DOWNLOAD

Carl Reiner dirigiu esta história de um homem dedicado à família, que tira férias da vida normal, quando aluga uma casa de veraneio na Flórida. O humorista John Candy interpreta o estressado controlador de tráfego aéreo cujas urgentíssimas férias longe de sua família o levam de uma histérica desventura a outra – diretamente do desconforto de seu humilde lar, para uma “balada” na praia, e até acertar as contas com um maluco no mar.

Resultado de imagem para pretty baby gifResultado de imagem para pretty baby gifResultado de imagem para pretty baby gifResultado de imagem para pretty baby gif

PRETTY BABY - MENINA BONITA (1978)

Dublado / Legendado / MEGA

A filha de uma prostituta é criada em um bordel, onde cuida do seu irmão e se prepara para seguir os passos da mãe. Com doze anos tem sua virgindade leiloada e logo depois se casa com um fotógrafo bem mais velho do que ela.

Aberrações - 17 de Junho de 2020 | Filmow 

Aberrações (2018)

DOWNLOAD

Premiado em diversos Festivais de cinema de gênero, "Freaks" é uma produção independente de ficção científica e filme de super heróis, que mistura "Superman", "X-men", "Fúria", de Brian de Palma, "Cloverfield" e "Chamas da vingança", com Drew Barrymore. Com tantas referências, "Freaks" parece ser uma salada. E é. Mas deve ser dado o desconto de que é um filme independente e de baixo orçamento, e por isso mesmo, o filme surpreende em suas ambições. Emily Hirsch interpreta o pai de Chloe (Lexy Kolker, excelente), uma menina de 7 anos que nunca saiu de casa. O pai diz à menina que existem regras a serem tomadas para que ambos não morram. No entanto, Chloe se sente atraída por uma carrocinha de sorvetes, administrada por Mr Snowcone (Bruce Dern). O filme tem um roteiro surpreendente que a todo momento oferece plot twist ao espectador. Quais as reais intenções dos personagens? Quem é o mocinho e quem é o vilão? O filme pode frustrar quem busca filmes de ação. Aqui tem, e bastante, mas em outro ritmo. Mas vale assistir a esse filme por conta das boas atuações do elenco e por oferecer mais do que as explosões intermináveis em blockbusters como os da Marvel. E também é sempre bom rever o talento de Emily Hirsch, um ótimo ator que anda esquecido por Hollywood.

 

Resultado de imagem para Seul Contre Tous 1998 nude

Sozinho Contra Todos (1998)

DOWNLOAD FILEFACTORY

O argentino erradicado an França Gaspar Noe provoca calafrios em boa parte dos cinéfilos. Isso porquê em todos os seus filmes, sexo e violência chegam em doses cavalares. E não necessariamente nessa ordem. Seu filme mais famoso, "Irreversível", provocou ira e protestos de grupos feministas por retratar a mulher como objeto de misoginia. A cena do estupro chocou o mundo. Mas no mesmo filme, uma cena de espancamento explícito usando um extintor de incêndio estourando a cabeça de um homem provocou debandada de metade da sala de cinema aonde eu estava. E isso nos primeiros dez minutos de filme. Mas de onde vem toda essa fúria? "Sozinho contra todos" foi o primeiro longa de Gaspar Noe. Lançado em 98, causou polêmica aonde foi lançado. Continuação do média-metragem "Carne", o filme narra a história de um açougueiro em busca de sua filha. Contado dessa forma, o filme parece sessão da tarde. Mas junte a isso incesto, espancamento de uma grávida, tiros que estouram miolos, depravação e o mais profundo existencialismo pessimista que você já teve notícia em um filme. Esqueça Antonioni: aqui o existencialismo entra fundo na questão de vida e morte. Gaspar Noe mais uma vez mostra a sua visão amarga, odiosa, brutal da vida. Seus personagens odeiam a si mesmo e aos outros. Se puder, sairiam matando todos que encontram pela frente. Uma versão hardcore de "Taxi driver". O elenco, especialmente Philippe Nahon no papel principal, embarca nessa viagem sem fim da mente doentia e desesperada do cineasta. A gente se pergunta o porquê de tanto ódio na mente e coração das pessoas. E a resposta, bom, cada um busque a sua interpretação. A direção é intensa, e a edição de som é vibrante: composto de planos fixos, os poucos movimentos de câmera são acompanhados de sons de tiro. E o mais louco de tudo: faltando 20 minutos para fim do filme, surge uma cartela que alerta o espectador de que ele tem 30 segundos para sair da sala do cinema. Curiosos para saber o que acontece: assistam ao filme. A verborragia explícita do pensamento do protagonista me cansou bastante, mas no geral é um filme muito interessante. 

Bullhead (2011)

DOWNLOAD

Jacky Vanmarsenille (Mathias Schoennaerts) é um jovem fazendeiro, que trabalha com os seus pais em uma pequena fazenda onde eles criam gado. Eles criam o gado, assim como todos os outros, utilizando hormônios proibidos. O veterinário que oferece hormônios para eles propõe um acordo de Jacky com inescrupulosos comerciantes de carne. Porém, ao se encontrar com o grupo, Jacky reencontra Diederik, um amigo de infância, que por conta de uma tragédia na época que eles crianças, se afastou do seu convívio. Jacky guarda para si as consequências da tragédia, o que faz com que ele tome hormônios injetáveis proibidos. O assassinato de um policial que investigava o caso do comércio ilegal de hormônios, e o reencontro de Jacky com Diederick e Eva, a garota por quem ele era apaixonado na infância, faz explodir tudo na mente de Jacky, provocando uma grande tragédia.
Belo drama belga, com um tema curioso, que é o comércio ilegal de hormônios, mesclado aos gêneros drama, thriller, romance e até mesmo comédia de humor negro. Muitas vezes vemos as inevitáveis referências aos cinemas de Tarantino e Irmãos Coen. O elenco está excelente, com destaque absoluto para Mathias Schoennaerts, que ganhou kilos e kilos de músculo para interpretar o difícil papel de Jacky. menção também ao pequeno ator que interpreta Jacy quando criança. As cenas dele injetando hormônios em si, no banheiro, são, ao mesmo tempo, de extrema melancolia e beleza. Fiz muitas vezes analogia a "O fantasma da ópera": O tema do feio e bruto que se apaixona pela bela mocinha, e se deixa levar pela loucura para provar o seu amor.

A Maldição do Espelho (1980)

DOWNLOAD

Baseado no livro de Agatha Christie, com a personagem Miss Marple ... Angela Landsbury, Geraldine Chaplin, Tony Curtis, Edward Fox, Rock Hudson, Kim Novak, Elizabeth Taylor, Pierce Brosnan e muitos mais...

Uma fã começa a falar orgulhosamente com uma famosa atriz de como já esteve com ela no passado, tendo até mesmo lhe dado um beijo. Porém logo a fã cai morta, em virtude de ter bebido um drink envenenado. Como este copo era para a estrela de cinema, a suspeita é que alguém desejava matá-la. Como uma outra atriz, que trabalha no mesmo filme, é sua ferrenha inimiga, tal hipótese não é descartada, mas existem outras pistas que precisam ser seguidas antes de se dar o caso como enc ou solucionado. 

O Pianista (2002)

DOWNLOAD

O pianista polonês Wladyslaw Szpilman (Adrien Brody) interpretava peças clássicas em uma rádio de Varsóvia quando as primeiras bombas caíram sobre a cidade, em 1939. Com a invasão alemã e o início da 2ª Guerra Mundial, começaram também restrições aos judeus poloneses pelos nazistas. Inspirado nas memórias do pianista, o filme mostra o surgimento do Gueto de Varsóvia, quando os alemães construíram muros para encerrar os judeus em algumas áreas, e acompanha a perseguição que levou à captura e envio da família de Szpilman para os campos de concentração. 

Encontrarás Dragões (2011)

DOWNLOAD

Filmado durante a Guerra Civil Espanhola (1936/39), o escritor Robert Torres (Dougray Scott), nos anos 80, conta a história de dois amigos de infância, separados quando escolhem caminhos distintos. Josemaria Escrivá (Charlie Cox), (fundador da Opus Dei) escolhe o caminho da paz e torna-se padre, enquanto Manolo Torres (Wes Bentley), escolhe a vida de soldado, levado pelo ódio, pela violência e pela vingança. Cada um deles irá lutar para que o poder do perdão persista sobre as forças que destruíram a sua amizade … "Encontrarás Dragões" é também uma forma de mapas antigos denotarem um lugar onde havia perigo, ou um lugar desconhecido para ser explorado ... Ainda com a russa Olga Kurylenko e o brasileiro Rodrigo Santoro. A Produção inclui o próprio diretor e muitos integrantes da Opus Dei...

Resultado de imagem para daisy diamond gifResultado de imagem para daisy diamond gifResultado de imagem para daisy diamond gifResultado de imagem para daisy diamond gifResultado de imagem para daisy diamond nudeResultado de imagem para daisy diamond nudeResultado de imagem para daisy diamond nude

DAISY DIAMOND (2007)

DOWNLOAD DEPOSITFILES

Se dividindo entre os testes de atriz e a filha bebê, Anna vê seu mundo psicológico desmoronar ao não conseguir dormir por causa dos choros da menina que cria sozinha e por não conseguir ser aprovada em nada do que encena. Ao contrário do mundo cruel e angustiante da atriz Anna, que vai tocar o fundo do poço, este filme faz brilhar a interpretação de Noomi Rapace.

O artista (2011)

DOWNLOAD

Em 1922, George Valentin (Jean Dujardin) é o maior astro do Cinema mudo. Adorado pelos fãs e paparicado pelo seu Produtor (John Goodman), George é a receita do sucesso. Um dia, ele conhece uma figurante, Peppy Miller (Berenice Bejo), por quem se apaixona platonicamente, uma vez que ele é casado. George ajuda Peppy no início de sua carreira. Chega o ano de 1927, e com o advento do cinema sonoro, George, por conta de seu orgulho, se recusa a participar da nova tecnologia. Peppy, ao mesmo tempo, vai se alçando a posto de estrela do cinema sonoro. George acaba ficando sem trabalho e cai no ostracismo. Peppy, cada vez mais famosa e rica, se sente penalizada por George, porém o orgulho dele não permite que ninguém o ajude. Com a chegada da crise de 1929, George perde toda a sua fortuna, e cai de vez na bancarrota.
Excelente hino de amor ao cinema, "O artista" tem em sua mensagem sua grande força. O advento da tecnologia, que faz sucumbir a verdadeira alma do cinema, é o tema utilizado pelo diretor francês Michael Hazanavicious. Michael já havia dirigido o ator francês Jean Dujardin na dupla de filmes paródicos sobre James Bond, que alcançaram sucesso mundial e trouxeram Michael a Hollywood.
Aqui, a reconstituição de época é perfeita. Cada detalhe do filme é impressionante. A ambientação dos anos 20 na tela é majestosa, e os efeitos são brilhantes.
É um filme extremamente arriscado em termos de mercado: imagina, lançar um filme mudo e em preto e branco nos dias parece total suicídio, uma vez que é notório que os jovens espectadores não curtem esse tipo de linguagem. Só por isso, Michael já merecia levar o prêmio de melhor filme.
A película presta justa homenagem a pelo menos 3 clássicos do cinema: "Cantando na chuva", "Crepúsculo dos deuses" e "Nasce uma estrela".
É impressionante a semelhança de Jean Dujardin com Gene Kelly. Seu sorriso é idêntico, e é óbvia a inspiração. Berenice Bejo também tem um visual inspirado em Debbie Reynolds.
O filme reserva muitas cenas antológicas. Sim, o filme é um pouco longo, e já no meio da projeção a estética de cinema mudo cansa um pouco. Mas no cômputo geral, é um filme obrigatório para qualquer cinéfilo.
Ah, e um ponto a mais pela participação do cachorrinho, uma simpatia em cena.

Simão do Deserto (1965)

DOWNLOAD

Simão é um asceta que vive em pé sobre uma coluna no deserto. Frequentemente recebe visita de pessoas em busca de milagres. Também recebe religiosos de um mosteiro próximo e até do diabo que se mostra a Simão como mulher bela e sensual e o tenta até o último minuto. Luís Buñuel fez deste um média-metragem por falta de recursos, quando filmava no México, mas tinha desejo de que este filme fosse sua obra prima. 

Corra Que a Polícia Vem Aí 2 1/2 (1991)

DOWNLOAD

O detetive Frank Drebin (Leslie Nielsen) sempre amou um mistério e o maior deles é como deter quem planeja destruir o meio-ambiente. Mas a situação não está boa para os negociantes de energia, pois Albert S. Mainheimer (Richard Griffiths), um grande cientista, está para publicar um relatório que mostra como ter energia barata no futuro, o que não é nada bom para os fornecedores de petróleo, carvão e energia nuclear. Para salvar suas indústrias, eles seqüestram Mainheimer e o substituem por um sósia, que irá apresentar um relatório que favoreça seus negócios. Mas Drebin, ajudado por Jane Spencer (Priscilla Presley) e Ed Hocken (George Kennedy), fará de tudo para detê-los.

Corra Que a Polícia Vem Aí! (1988)

DOWNLOAD

Frank Drebin (Leslie Nielsen), um incompetente detetive de polícia, tenta deter um plano para assassinar a Rainha Elizabeth II (Jeannette Charles), da Inglaterra, que está visitando os Estados Unidos. O mentor do plano é o magnata Vincent Ludwig (Ricardo Montalban), que pretende usar um jogador de beisebol submetido a uma lavagem cerebral para executar o atentado.

 

Superman 3 (1983)

MEGA

Superman (Christopher Reeve) enfrenta agora um computador diabólico, programado por um gênio da informática que pretende dominar o mundo.

 

Superman 2: A Aventura Continua (1980)

MEGA

Três perigosos prisioneiros do extinto planeta Krypton, que estavam confinados na Zona Fantasma, se libertam graças à uma explosão. O trio parte então para a Terra, onde passam a ter os mesmos poderes do Super-Homem, mas o objetivo deles é dominar o planeta.

Superman - O Filme (1978)

MEGA

Jor-El (Marlon Brando), um renomado cientista, prevê a destruição do seu planeta e alerta o governo, que não lhe dá credito. Assim, decide salvar seu filho, mandando-o para a Terra, onde terá superpoderes. Na Terra, ele usa o nome de Clark Kent (Christopher Reeve) e já adulto e trabalhando como repórter em um jornal, não demonstra ter superpoderes. Mas quando uma situação inesperada põe em risco a vida de Lois Lane (Margot Kidder), uma colega de trabalho, ele obrigado a se revelar para o público, ficando conhecido popularmente como Superman. Descontente com o surgimento de um super-herói na cidade, Lex Luthor (Gene Hackman), um gênio do mal, o obriga a se desdobrar para evitar a morte de milhões de pessoas.

Uma Noite no Museu (2006)

DOWNLOAD

Larry Daley (Ben Stiller) é um homem de bom coração, que arranja um emprego como segurança noturno em um museu de história natural. Logo em seu 1º turno coisas estranhas começam a acontecer: esqueletos de dinossauros e estátuas de cera começam a ganhar vida. Em meio ao caos instalado no museu, a única pessoa que pode ajudá-lo é a estátua de cera de Theodore Roosevelt (Robin Williams), que, assim como os demais, também ganhou vida.

Uma Noite no Museu 2 (2009)

DOWNLOAD

Larry Daley (Ben Stiller) deixou o posto de guarda noturno há dois anos, abrindo sua própria empresa. De vez em quando ele volta ao Museu de História Natural, onde trabalhava, para rever os amigos que, à noite, ganham vida. Só que o museu está prestes a passar por uma reforma visando sua modernização, o que fará com que vários dos bonecos de cera sejam substituídos por máquinas que permitem a interação com o público. Eles são enviados ao Instituto Smithsonian, em Washington, o maior complexo de museus do mundo. Um dia Larry recebe um telefonema desesperado de Jedediah (Owen Wilson), o caubói diminuto, pedindo sua ajuda. Larry invade o Smithsonian e descobre que o faraó Kahmunrah (Hank Azaria) despertou, tornando-se uma ameaça não apenas para seus amigos como para o planeta.

Uma Noite no Museu 3: O Segredo da Tumba (2014)

DOWNLOAD

O segurança Larry (Ben Stiller) segue com seu inusitado trabalho no Museu de História Natural de Nova York. Determinado dia, descobre que a peça que faz os objetos do museu ganharem vida está sofrendo um processo de danificação. Com isso, todos dos amigos de Larry correm o risco de não ganharem mais vida. Para tentar salvar a turma, ele vai para Londres pedir a orientação do faraó (Ben Kingsley) que está em exposição no museu local.

Dvd Rios Vermelhos 2 Anjos Do Apocalipse - Usado - R$ 50,00 em ...

Rios Vermelhos 2 - Anjos do Apocalipse - 2004

UPTOBOX

O Comissário Niemans (Jean Reno) é designado para investigar uma estranha morte, de um homem que foi encontrado emparedado no Mosteiro de Lorraine e que possui sinais esotéricos por todo o corpo. Paralelamente o jovem capitão Reda (Benoît Magimel) encontra à porta de uma igreja um sósia agonizante de Jesus Cristo (Augustin Legrand), que está de alguma forma ligado à morte investigada por Niemans. Com a ajuda de Marie (Camille Natta), uma policial especializada em história da religião, Niemans e Reda descobrem que ambos os homens pertenciam a uma seita religiosa, cujos integrantes possuem os nomes e as profissões dos apóstolos de Cristo. É quando eles descobrem que a seita está atrás de um valioso tesouro do Vaticano, um livro sagrado escrito pela mão de Deus que pode ser o prenúncio do apocalipse, que foi roubado séculos atrás.

 Rios Vermelhos - Filme 2000 - AdoroCinema

Rios Vermelhos - 2000

UPTOBOX

O veterano policial Pierre Niémans (Jean Reno) é enviado à cidade de Guernon para investigar um bizarro assassinato ocorrido próximo à uma famosa escola. Ao chegar, Niémans constata que o crime foi causado por alguém meticuloso, que não deixou nenhuma pista sobre quais os motivos do assassinato. A 300 km do local outro policial investiga a violação do túmulo de uma criança morta vinte anos atrás. Trata-se de Max Kerkerian (Vincent Cassel), um impetuoso policial novato que foi no passado ladrão de carros. As duas investigações seguem em paralelo até que os dois policiais se encontram e descobrem que os dois casos estão intimamente ligados e que precisarão trabalhar juntos para resolvê-lo.

A Morte Pede Carona (the Hitcher) - R$ 25,00 em Mercado Livre

A MORTE PEDE CARONA – 1986

DOWNLOAD

Um jovem, Jim Halsey (C. Thomas Howell), está levando um carro para a Califórnia. No caminho ele dá carona a um psicopata, John Ryder (Rutger Hauer), que mata todos os motoristas que lhe dão carona. Entretanto, Jim consegue escapar mas o louco assassino começa a persegui-lo de maneira implacável. Para piorar as coisas, a polícia pensa que Jim é o autor das mortes. 

 

Filme: A caça (Jagten aka The Hunt) 2013 - Marcelo Guernieri | Brasil

 A CAÇA (2012)

DOWNLOAD UPTOBOX

Ao final da projeção desse filme, fiquei com a mesma sensação de quando assisti "O mestre" : Puta que pariu, como é bom ver filme dramático com atores extraordinários!!!!!! Dá vontade de aplaudir abertamente várias cenas, como no teatro. A cena do supermercado, a cena do filho indo visitar o amigo do pai e tomando satisfação, a cena da Igreja... O filme, co-escrito por Vintenberg, narra a história de Lucas (Mads Mikkelsen, um astro Dinamarquês), um professor de jardim de infância, amado pelas crianças, e mais amado ainda por Kiara, uma menina de 6 anos, cujo pai é o melhor amigo de Lucas. Um dia, Kiara conta uma mentira sobre Lucas, e a partir daí, a vida dele vira um inferno, acusado de assédio sexual, sem provas. Todo o elenco, sem exceção, está formidável: o jovem que faz seu filho, o ator que interpreta o melhor amigo e a menina que faz Kiara, são algo de impressionante. Mads Mikkelsen dispensa qualquer comentário: sua atuação levou o prêmio de ator em Cannes 2012. Agora, não se entende porque a Dinamarca deixa de indicar esse filme ao Oscar, e preferir indicar "O amante da Rainha", um bom filme, também com Mikkelsen, mas anos-luz de distância desse aqui, em termos de qualidade artística. Uma direção poderosa de Vinterbeng, que privilegia as atuações, e não a técnica, como muitos diretores fazem. Obrigatório para todos que amam cinema.

 

 A Vida Secreta de Walter Mitty | HEUVI.COM.BR

A vida secreta de Walter Mitty (2013)

UPTOBOX / MEGA

Baseado em conto de 1939 de James Thurber, que narra a história de um homem que durante uma viagem de rotina com sua esposa entediante, se imagina vivendo 5 vidas distintas, todas fantasiosas. Filmado em 47, agora ganha esse remake extraordinário dirigido e protagonizado por Ben Stiller, que tem seguido carrreira vitoriosa em Hollywood com seus filmes estranhos e cults (vide "O solteirão") e alternando com blockbusters. Walter é um funcionário da revista LIFE. Tímido, ele nutre paixão platônica por uma colega de trabalho, Cheryl (Kristen Wiig, excelente). Um dia, ele descobre que o prédio será vendido, e a maioria dos funcionários, demitidos. Nesse mesmo dia, ele recebe negativos do famoso fotógrafo Sean (Sean Penn, memorável, em pequena participação). O responsável pela transição da revista resolve colocar a foto 25 de Sean como capa da revista, mas essa foto desaparece. Walter resolve ir em busca da foto, ao mesmo tempo que tenta dizer a Cheryl que ele a ama. O elenco todo está impecável, mesmo nas pequenas participações. Shirley Maclaine está encantadora e emociona principalmente em sua última cena. Os efeitos são o grande trunfo do filme: Walter se imagina em situações heróicas, e o filme faz essa transição entre realidade e ficção de forma brilhante. A fotografia primorosa e a trilha sonora de Teodoro Shapiro são mega-importantes para o espectador entrar em definitivo nessa viagem emotiva que é o filme: que maravilhas! Lembra muito a atmosfera do filme "Na natureza selvagem", e acredito ter sido essa a deixa de Stiller ter chamado Sean Penn pro filme. As locações são foda: Islândia, Groenlândia, um delírio visual e paisagens estonteantes. É daqueles filmes que alternam com precisão drama, humor, romance, aventura, melancolia, sorrisos. Imperdível e obrigatório. O melhor filme de Ben Stiller, sem dúvida. A cena dele andando de skate na Islândia é antológica. Que maravilha!

fifty-shades-of-black

Cinquenta Tons de Preto (2016)

DOWNLOAD

Uma estudante universitária sem experiência, Hannah, conhece ao rico empresário, o senhor Christian Black. Ela tenta esquecer-lo, mas logo ela entende quanto ela deseja ele. Quando eles começam sua relação, as práticas sexuais do Black colocam seu relacionamento sob tensão enquanto ela descobre os seus próprios limites y seus mais escuros desejos.

Jogos Vorazes: A Esperança - O Final - Filme 2015 - AdoroCinema

Jogos Vorazes: A Esperança - O Final (2015)

DOWNLOAD

Finalmente o desfecho da saga "Jogos vorazes", de Suzanne Collins, que teve os seus 3 livros adaptados para 4 filmes. No entanto, eu que nunca li nenhum dos livros, achei o roteiro muito óbvio demais. De fato, não precisa raciocinar nada para adivinhar como tudo vai acabar. Nada surpreende. Os 2 primeiros filmes tinham nos jogos vorazes o grande barato da série, e a gente ficava torcendo com todas as armadilhas, com o lance de ficar torcendo para os competidores, achando que ninguém ali iria sobreviver. Agora que os jogos não existem mais, ficou apenas aquele corre corre de rebeldes contra o sistema, algo que já vimos zilhões de vezes, inclusive na origem de tudo, "Star Wars". Os soldados inclusive lembram o design dos soldados daqui. O que de fato faz a série ficar memorável é o grande arsenal de atores de primeira linha, que inclui Donald Sutherland, Julianne Moore e Philip Seymour Hoffman. O 3D ficou devendo, pois não senti efeito algum.

Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1 (2015)

MEGA / DRIVEGOOGLE

Após ser resgatada do Massacre Quaternário pela resistência ao governo tirânico do presidente Snow (Donald Sutherland), Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) está abalada. Temerosa e sem confiança, ela agora vive no Distrito 13 ao lado da mãe (Paula Malcomson) e da irmã, Prim (Willow Shields). A presidente Alma Coin (Julianne Moore) e Plutarch Heavensbee (Philip Seymour Hoffman) querem que Katniss assuma o papel do tordo, o símbolo que a resistência precisa para mobilizar a população. Após uma certa relutância, Katniss aceita a proposta desde que a resistência se comprometa a resgatar Peeta Mellark (Josh Hutcherson) e os demais Vitoriosos, mantidos prisioneiros pela Capital.

 

Jogos Vorazes (2012)

MEGA / DRIVEGOOGLE

Num futuro distante, boa parte da população é controlada por um regime totalitário, que relembra esse domínio realizando um evento anual - e mortal - entre os 12 distritos sob sua tutela. Para salvar sua irmã caçula, a jovem Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) se oferece como voluntária para representar seu distrito na competição e acaba contando , com a companhia de Peeta Melark (Josh Hutcherson), desafiando não só o sistema dominante, mas também a força dos outros oponentes.

Os Olhos de Julia (2010)

DRIVEGOOGLE

Julia é uma mulher que sofre de uma doença degenerativa, assim como sua irmã gêmea. Em momentos de stress, ela perde parte de sua visão, e ao acúmulo de tensão pode levá-la a cegueira.
Sua irmã é encontrada morta, e o laudo é suicídio. Porém, Julia não acredita nessa hipótese, e decide por conta própria investigar a morte dela, contra a vontade de seu marido. Situações misteriosas e a descoberta de uma pessoa que a persegue a deixam apavorada, ao mesmo tempo que a doença segue seu curso.
Suspense produzido por Guilherme Del Toro, "Os olhos de Julia" é protagonizado por Belén Rueda, que já havia trabalhado em outro suspense produzido por Del Toro, "O Orfanato". O roteiro mantém um clima de suspense constante, mas derrapa várias vezes ao criar falsas pistas, muitas delas inverossímeis. A resolução também é meio estapafúrdia, deixando aquela sensação de frustração. Mal explicada, com um assassino óbvio demais.
Os atores secundários estão bem, apesar da caricatura de alguns tipos, e o diretor Guillem Morales cria bons momentos climáticos. A fotografia é bonita, previlegiando a luz escura e sombras, e usando vários chavões do filme de terror: noite de tempestade, sótão, o uso do flash como elemento dramático.
Vale como passatempo, ainda mais sendo uma produção espanhola produzida por Del Toro. Mas fica aquém da possibilidade de um País que já nos trouxe "Rec", "O orfanato", "Os outros".

Resultado de imagem para Atividade Paranormal: Tokyo

Atividade Paranormal - Tóquio - 2010

4SHARED / DEPOSITFILES

Adaptação japonesa do grande sucesso americano, "Atividade Paranormal: Tokyo" tem em seu título original, uma tentativa forçada de querer informar ao espectador que se trata de uma continuação do original.
Uma jovem japonesa retorna a Tokyo, após uma temporada em San Sebastian, Estados Unidos. Porém, ela está imobilizada, com as 2 pernas enfaixadas. Ela sofreu um acidente de carro, e a responsável pelo acidente foi a sobrevivente do filme original, Kate. Ela estava em fuga, com a polícia em seu percalço, quando bateu de frente com o carro da japonesa. Kate morreu no acidente, e a jovem Koichi quebrou as duas pernas.
Em sua casa natal, Koichi é cuidada por seu jovem irmão, Haruka. O pai deles vive viajando, e segue para Singapura. Prostrada em uma cadeira de rodas, Koichi permanece em casa, sob os cuidados do irmão, Aos poucos, fatos sinistros acontecem na casa, fazendo com que os irmãos desconfiem de maus espíritos. Haruka resolve colocar uma câmera no quarto da irmã para registrar o que está acontecendo.
Se o filme é oportunista ou não, só o "Atividade paranormal 3" irá responder. A curiosidade fica em torno se esta é considerada uma continuação oficial ou não, uma vez que ele cita a personagem do filme americano, Kate, e lhe dá um destino, ou seja, ela morreu em um acidente e o diabo passou para o corpo de Koichi.
O interessante dessa adaptação japonesa é que demônios e espíritos do mau casam melhor em uma história local, uma vez que os japoneses são crentes no que diz respeito a espíritos invadindo um ambiente. Existe até um personagem que é um exorcizador de espíritos malignos. Aliás a figura dele é bem cômica, mostrando o quão ridícula pode ser um fato cultural.
Os dois jovens atores tentam defender os seus personagens, mas assim como no original, o roteiro é forçado e irritante. Forçado porquê a premissa é de que tudo o que vemos é ponto de vista de uma filmadora. Então, porquê a pessoa em um momento de desespero, insiste em manter a câmera ligada? Por ex., a fuga de Haruka de sua casa, correndo nas ruas e pegando um táxi? Creio que ninguém em sã consciência manteria a filmadora funcionando. Outro ponto em questão: se tantos fatos ruins acontecem na casa, porquê eles não pedem ajuda a polícia, aos amigos, saem de casa, se mudam para outro local? E olha que essa versão japonesa é diferente da americana, pois os personagens dos irmãos de fato acreditam que a casa está amaldiçoada, ao contrário dos americanos.
Sustos ocasionais, causados por sons que surgem do nada (o silêncio impera no filme), forçando o suspense da narrativa.
O filme vale como curiosidade, mas em nada acrescenta à franquia. Tudo muito requentado e deja vú.
De curioso, o fato de ter 2 monitores observando o ambiente, e o desfecho, que brinca com a famosa personagem icônica dos filmes de terror japoneses, Samara.

Sem Limites (2011)

DOWNLOAD

Drama baseado no livro "The dark fields", narra a história de Eddie Morra (Bradley Cooper), um escritor fracassado e desempregado, que vive as custas de sua namorada (Abbie Cornish). Ela acaba o abandonando. Desesperado, Eddie esbarra em um ex-cunhado, que lhe propõe uma droga sintética para venda. Eddie não aceita, mas acaba ganhando um comprimido de presente. Eddie o toma, e sua vida se transforma. A droga simplesmente potencializa tudo o que ele estudou, aprendeu em vida, e o torna dinâmico, inteligente, sagaz. Eddie aos poucos vai ganhando fama e sucesso, tudo graças a droga. Porém, seu ex-cunhado é assassinado, e ele fica com as drogas que estavam escondidas, sem saber que um assassino está também à procura das drogas.
Confesso que me diverti bastante vendo o filme. A trama é tão bizarra e absurda, que parecia que o filme era a própria "viagem" da droga. As soluções do roteirista beiram o ridículo, e ver atores tarimbados como Bradley Cooper e Robert de Niro interpretando se torna uma experiência muito estranha. Como De Niro aceitou participar de um filme tão insano? Por exemplo, a cena que Cooper toma do sangue do inimigo, é muito tosca. E por se levar tudo a sério, acaba ficando divertido.
Tecnicamente o filme é ótimo: a fotografia, o uso das câmeras, muitas das tomadas sendo auxiliadas por computação gráfica.
A moral do filme é muito indefinida: afinal, é uma apologia às drogas???
Recomendo assistir se você estiver a fim de algo inusitado e que te surpreenda por você não saber como as coisas irão se desenrolar. Caso contrário, passe batido.

 

Download Baixar Filme O Lado Bom da Vida   Dublado

O lado bom da vida (2012)

MEGA

Essa comédia dramática romântica é dirigida pelo mesmo cineasta de "O vencedor", excelente filme com Christian Bale. Aqui, David O. Russell repete alguns planos e situações do filme: a câmera que sai disparada na rua, os momentos de treinamento, etc. Ele se mostra também um ótimo diretor de atores: aqui, o elenco inteiro, sem exceção, dá um show. Só o fato de fazer Robert de Niro entrar em cena e não fazer aquelas caretas que ele se habituou a fazer em seus últimos filmes, já um mérito. Mesma coisa o comediante Chris Tucker, sob medida, sem caricaturas. Jackie Weaver, a atriz de "Reino Animal", mostra-se bem à vontade fazendo humor refinado, Bradley Cooper está com sua melhor performance jamais vista e Jennifer Lawrence mostra-se uma ótima heroína romântica, a la "Diário de Bridget Jones". O filme conta a história de Pat (Cooper), um diagnosticado com transtorno bipolar, que sai da clínica psiquiárica após 8 meses de internação. Ele quer recuperar o amor de sua esposa, que o quer distante dela. Um dia, ele conhece Tiffany (Lawrence), outra paciente depressiva, e juntos, tentam arquitetar um plano de resgate da ex-esposa. Porém, obvio, Tiffany se apaixona por Pat. Um filme muito bem dirigido, mas sem o brilho dos grandes filmes que merecem ganhar o Oscar. Os atores, mesmo que ótimos, não estão memoráveis a ponto também de ganhar a estatueta careca. Em certos aspectos, ele lembra aquele clima do filme "Os descendentes", que também foi o filme sensação do ano passado. Filme Ok, atores Ok, mas somente isso. O desfecho é muito bacana, no clima de um romance desses que os espectadores ficam torcendo para que tudo acabe bem. A trilha sonora é muito boa, e tem um clip de dança no meio do filme, com as aulas de dança dos personagens, que é genial. Fora isso, é com certeza um belo filme para se passar uma tarde gostosa, sem culpa, só curtindo. Ah, tem umas partes chatíssimas, quando os personagens falam de apostas e jogos. Ah, o termo "Silver linings", eu pesquisei. Quer dizer "pensar em coisa positivas, mesmo que tudo pareça estar uma merda". Vem da frase " Every cloud has its silver linings". Chamam de silver linings o contorno que o sol faz numa nuvem escura.

O Clube dos Meninos Bilionários (2018)

DOWNLOAD

Dramatização de um crime ocorrido em Los Angeles em 1983, "Billionaire boys club" ficou famoso por ser o penúltimo filme protagonizado por Kevin Spacey, e que teve a sua carreira comercial e de distribuição destruída pela reputação do ator, acusado de assédio sexual. Os produtores tentaram tirar o máximo de cenas do Ator na edição final, mas foi impossível, pois seu personagem é peça chave na história. Kevin Spacey é Ron Levin, um investidor que cai na lábia de uma dupla de jovens amigos, recém formados em Harvard: Joe Hunt (Ansel Elgort, de "Baby Driver") e Dean Karmin (Taron Egerton, de "Kingsman"). Os dois amigos são ambiciosos e querem se tornar ricos. Para isso, criam um Club, "Billionaire boys club", onde os jovens ricos investem dinheiro em ouro, com a promessa de enriquecerem em 3 semanas. Só que isso não acontece: Joe e Dean torram o dinheiro em festas, mulheres etc e os investidores passam a cobrar o dinheiro investido. Em um beco sem saída, os garotos apelam para o crime. Com tantos problemas de edição, o filme acabou prejudicado. As performances do trio principal, Spacey incluso, não está boa, e todos parecem estar no automático. A direção de arte, se comparado com "O lobo de Wall Street", que trata quase que do mesmo tema, perde feio em termos de luxo e glamour. O filme é sem ritmo, longo, e muitos personagens paralelos, como a namorada de Joe, ficam meio que sobrando. De bom mesmo, só a trilha sonora, com clássicos da época, e a participação de Rosanna Arquette, que andava sumida.

Contracorrente (2009)

DOWNLOAD

Drama. Miguel é um pescador de uma região praiana no Peru. Respeitado pela comunidade, ele vive uma relação estável e feliz com Mariela, sua esposa, que está grávida. Porém, Miguel possui um amante, Santiago, um artista plástico e fotógrafo que mora na região. Ambos são apaixonados um pelo outro, mas Miguel evita uma maior aproximação, temendo que os colegas descubram sua relação homossexual. Essa relação fria faz com que Santiago se sinta deprimido. Uma noite, ele entra no mar revolto, e morre afogado. Mas ninguém sabe de sua morte. Ele surge para Miguel, mas como espírito. Miguel, em princípio assustado, logo se acalma, e aproveita da situação de somente ele poder ver Santiago, e assim, consegue consumir o seu amor por ele, sem temer que os moradores saibam. Mas as fofocas surgem, e logo Miguel precisa lidar com a verdade.
Belíssimo drama com toques de humor proveniente do Peru. Curioso como uma cinematografia tão rasa como a peruana, consiga produzir um filme com tamanha qualidade técnica: o roteiro, as atuações do trio principal, a fotografia, som, trilha sonora. Tudo é perfeito. O filme é um pouco longo, o que prejudica a sua narrativa. Mas é mero detalhe.
Sim, o filme lembra demais "Dona Flor e seus dois maridos", e "Brokeback Mountain". Mas que bom, com resultados bem distintos. A poesia emana das imagens impressionantes da locação, sempre com um efeito solar na luz.
É um filme muito sensível e emocionante, e que mereceu todos os prêmios que recebeu mundo afora.
Que venham mais filmes peruanos, que mesmo sem dinheiro, conseguem produzir obras com muito esmero e de prazer cinematográfico.

Que mais posso querer (2010)

DOWNLOAD

Anna (Alba Rohrwarker) é uma mulher que mora a anos com seu marido, o obeso e simpático Alessio (Giuseppe Battiston). Ela é contadora de uma pequena empresa, e ele, um lojista faz-tudo, que conserta eletrônicos e afins. Ambos são classe média. Sua irmã acabou de dar a luz a um bebê, o que gera em Alessio o desejo de ser pai, contra a vontade de Anna. De repente, Anna conhece Domenico (Pierfrancesco Favino), um funcionário de um restaurante. Ambos se apaixonam, apesar de Domenico ser casado e ter 2 filhos. É uma paixão avassaladora, que faz com que eles mintam para os seus conjugues, até chegar a uma situação limite: suas vidas pessoais estão sendo devastadas aos poucos.
Bom drama, prejudicado pela longa duração (125 intermináveis minutos) e pela repetição de situações, sem qualquer ousadia ou criatividade. No tema da infidelidade, melhor ficar com a obra-prima " Mademoiselle Chambom", um filme extraordinário francês. Incomoda fazer o paralelo entre o marido e o amante garanhão. O marido é visto como um tonto, obeso, ridículo. Assim, qualquer mulher faria a mesma coisa.
O que se salva aqui é a atuação da sempre ótima Alba Rohrwarker, de "A solidão dos números primos".

A Criada (2009)

DOWNLOAD

Raquel (Catalina Saavedra) é uma empregada que trabalha a mais de 20 anos na casa da família abastada do Chile. Nesse período, Raquel exerceu sua função de forma exemplar, praticamente uma escrava, servilmente. Rege os filhos do casal de forma severa, e o filho adolescente tem uma tensão sexual na figura de Raquel. O casal, sentindo o stress que envolve raquel, resolve chamar outra empregada para ajudá-la nos serviços da casa. Mas Raquel reage mal a essa invasão de seu espaço, e destrata violentamente a empregada. Até que surge outra empregada, que não se mostra abalada ante as investidas pesadas de Raquel.
Excelente drama psicológico, com performances extraordinárias do elenco, com destaque total para Catalina Saavedra. Uma metáfora sobre a condição social e política do Chile do período da ditadura. Uma produção baixo orçamento, que ganhou vários prêmios em Sundance 2009, inclusive melhor atriz e melhor filme. Uma prova de que um bom filme se faz com bom roteiro e com ótimos atores, e independe de orçamento.

 

Capítulo 27 (2008)

ASSISTA ON LINE

Drama que reconstitui os 3 dias que Mark Chapman permaneceu em Nova Yorque, premeditando o crime que culminou no assassinato de John Lennon.
Chapman chega a Nova Yorque nas vésperas do natal, determinado a assassinar o cantor John Lennon, que segundo ele, teria se transformado, e fez de sua vida algo voltado para o consumismo e materialismo. Chapman, sempre acompanhado de seu livro "O apanhador no campo de centeio", vaga pelas ruas de Nova Yorque, testemunhando a degradação moral e social da cidade metropolitana.
O filme mostra a importância do livro e da linguagem desse para a solidificação de sua personalidade confusa e conturbada. Durante a projeção, eu me lembrava o tempo todo do filme "Taxi Driver". O paralelo é tão evidente, que temos a mesma cena do personagem se olhando para o espelho, e apontando a arma. Mesma coisa são as várias cenas de táxi, com o personagem divagando sobre a moralização do ser humando, enquanto presencia mendigos, prostitutas e afins pela noite Nova Iorquina.
A performance de Jared Leto é o que mais impressiona no filme. Também produtor, o ator engordou mais de 30 kilos, para personificar o personagem. A sua atuação e empostação de voz lembra bastante a performance de Philiph Seymor Hoffman em "Capote".
No seu lançamento no Festival de Sundance 2008, o filme foi bastante criticado. A maioria dos críticos e espectadores não conseguiram entender o porquê de realizar uma obra que tentasse humanizar uma figura tão polêmica quanto Mark Chapman. Inegavelmente, o filme tenta entender o que se passa em sua mente.
O elenco de apoio é interessante, com destaque para Lindsay Lohan, no papel de uma fã.
A fotografia é bela, a trilha sonora boa, e a reconstituição de época eficaz. O ritmo compromete, pois tem uma narrativa bastante lenta, como se fosse a mente do personagem divagando e elocubrando suas ações.

 

O Espelho (1975)

DOWNLOAD

Um homem em seus últimos dias de vida relembra o passado. Entre as memórias pessoais da infância e adolescência, da mãe, da Segunda Guerra Mundial e de um doloroso divórcio, estão também momentos que contam a história da Rússia numa mistura de flashbacks, tomadas históricas e poesia original...OU...Num contexto mais amplo, O Espelho retrata os pensamentos e as emoções de Alexei (Ignat Daniltsev) e o mundo que o rodeia. A estrutura do filme é descontínua e não cronológica, sem um enredo convencional, e combina as memórias da infância com metragens da actualidade. O filme alterna três diferentes momentos, o tempo de pré-guerra, a guerra e do pós-guerra de 1960, constituindo quase uma autobiografia, pois Alexei passa pelos mesmos problemas, alegrias e tristezas que o realizador, Andrei Tarkovsky, passou na sua infância...O Espelho inspira-se fortemente na própria infância Tarkovsky. As memórias da infância, tal como na evacuação das pessoas de Moscovo para o campo durante a guerra, a perda do seu pai e mãe, que trabalhava como revisora de imprensa, tal como é de facto mostrado no filme.

Imagem relacionada

Natimorto (2009)

Assista Online

Dirigido por Paulo Machline

Filme conceitual, baseado em romance homônimo de Lourenço Mutarelli, autor de "O cheiro do ralo", e aqui também ator do filme.

O filme inteiro se passa dentro de um quarto de hotel vagabundo.

O filme aposta na claustofobia: um caçador de elenco (Lourenço Mutarelli) propõe a uma cantora (Simone Spoladore) que morem no quarto do Hotel durante anos, sem sair. Enquanto isso, tenta ler a sorte nas fotos impressas nas carteiras de cigarro. O filme tem bela fotografia, e uma estética publicitária. Porém, o forte teor teatral do filme (ele é todo verborrágico, quase 95% do filme é a discussão do casal no quarto) torna o filme cansativo, e a falta de conflito na trama não me seduziu. Achei maçante. Os atores não agem com naturalidde, parecem estar com o texto decorado, e Mutarelli, apesar do visivel esforço, é escritor. E não ator.

O crítico Rodrigo Fonseca o compara a "Cidade dos sonhos", de David Lynch. E eu aqui, modestamente pergunto: será que vimos o mesmo filme?

Matar ou Morrer (1952) Torrent Legendado - Baixar Filme Torrent .Net

MATAR OU MORRER – 1952

MEGA / 4SHARED 01 / 02 / 03

Will Kane (Gary Cooper) é um xerife que fica sabendo na hora de seu casamento que ao meio-dia chegará um trem trazendo Frank Miller (Ian MacDonald), um criminoso que mandou para a cadeia e planeja se vingar. Apesar de Amy (Grace Kelly), sua noiva quaker, argumentar que devem ir embora, ele acha que fugirá para sempre se não enfrentar a situação. A população (com raras exceções) se refugia sem ajudá-lo, apesar dele pedir aos cidadãos para enfrentarem o pistoleiro e seus cúmplices.

Filme O Céu Por Testemunha 1957 Dublado Frete Fixo - R$ 22,99 em ...

O CÉU POR TESTEMUNHA – 1957

DRIVEGOOGLE / 4SHARED

Cpl. Allison (Robert Mitchum) fica sozinho em uma ilha japonesa durante a Segunda Guerra Mundial, após o naufrágio de seu navio. Enquanto tenta passar despercebido pelos nipônicos do local, ele acaba conhecendo Irmã Angela (Deborah Kerr), com quem vive grandes momentos – e o amor da Irmã por Deus será testado frente à este grande homem que entra em sua vida.

O Filho de Drácula - 1943 | Filmow

O FILHO DE DRÁCULA – 1943

4SHARED

O maior filme de vampiros de todos os tempos renova seu reino de terror nesse espetacular filme de 1840. Lon Chaney Jr., conhecido por seus papéis como Lobisomem e Frankenstein, estrela como Conde Alucard, o sanguinolento filho do famoso vampiro da Transilvânia. Quando Katherine (Louise Allbritton), uma bela garota do sul obcecada por pensamentos sobre a vida eterna, convida o conde para sua mansão nos Estados Unidos, ela abre uma caixa de pandora do maldoso conde. Juntos eles procuram saciar sua sede por sangue humano com assassinatos noturnos, nessa experiência no gênero de terror dirigida por Robert Siodmak.

FAROESTE consciências mortas 1943 dublado - YouTube

CONSCIÊNCIAS MORTAS – 1943

DOWNLOAD

Parte 01
Parte 02
Parte 03

Em 1885 os forasteiros Gil Carter (Henry Fonda) e Art Croft (Harry Morgan) chegam à uma pequena cidade no estado americano de Nevada e logo são recebidos com estranheza e desconfiança. Isso porque a cidadezinha está atrás de uns ladrões de gado, que vem roubando ranchos. Quando um fazendeiro local desaparece, todos o dão como morto e tratam de achar em quem botar a culpa. Os supostos ladrões são linchados e enforcados sem provas, e um dos únicos homens a ficar contra é o forasteiro Gil Carter, que no início aparentava ser apenas um “valentão” frequentador de bares empoeirados, mas que se mostra um homem em busca de justiça.

exodo-deuses-e-reis

Êxodo: Deuses e Reis (2014)

DOWNLOAD

Essa adaptação da história do profeta Moisés está sendo duramente criticada por vários críticos, historiadores e espectadores religiosos, justamente por mudar o contexto histórico das passagens descritas no Antigo Testamento. Não vou relatar aqui que mudanças são essas para não estragar a surpresa de quem ainda não viu. Mas visto pelo âmbito do cinema comercial, e mais, como filme dramático de ação, assim como era a versão de 1956 de Cecil B. de Mille com Charlton Heston, o filme funciona e bem. Obviamente que aqui o grande atrativo, além de Christian Bale no papel principal, são os efeitos especiais, acrescidos do efeito 3D. Confesso que eu esperava mais dos efeitos, e em vários momentos até os achei toscos. Inclusive na cena final, do fechamento do Mar Vermelho, fiquei com a impressão de que a versão de 56 era mais emocionante e crível. Outro lance muito doido foi colocar Deus em forma de uma criança. O menino até é bom Ator, mas parecia uma imagem de Deus querendo brincar de ser Deus. As 7 pragas do Egito ficaram com sabor de Filme B, meio trash. Inclusive a maquiagem. Mas me diverti, mesmo achando o filme longo. Christian Bale vale a aposta. Mais divertido é ver Sigourney Weaver praticamente fazendo figuração no filme. Amiga de Diretor tem essas vantagens, né? Ganhar uma fortuna filmando pouco. No final, Ridley dedica o filme ao irmão falecido, Tony Scott. 

automata

Agente do futuro (2014)

DOWNLOAD

Jacq Vaucan é um agente de seguros da corporação ROC robótica. Ele investiga casos de robôs que desobedecem seus protocolos primárias de alterar-se eles mesmos. O que ele descobre terá profundas consequências para o futuro da humanidade.

Resultado de imagem para um sonho possível filme

Um Sonho Possível - 2009

MEGA

Michael Oher (Quinton Aaron) era um jovem negro, filho de uma mãe viciada e não tinha onde morar. Com boa vocação para os esportes, um dia ele foi avistado pela família de Leigh Anne Tuohy (Sandra Bullock), andando em direção ao estádio da escola para poder dormir longe da chuva. Ao ser convidado para passar uma noite na casa dos milionários, Michael não tinha ideia que aquele dia iria mudar para sempre a sua vida, tornando-se mais tarde um astro do futebol americano. 

De repente uma família (2018)

DOWNLOAD

Comédia dramática dirigida e escrita pelo mesmo realizador das comédias "Pai em dose dupla 1 e 2", com Mark Whalberg, que também estrela esse filme, junto da excelente Rose Byrne. Ambos são o alter ego do próprio Sean Anders e narra o seu processo de adoção e adaptação de 3 irmãos latinos, filhos de uma mulher viciada em crack. Pete (Walhberg) e Ellie (Byrne) formam um casal na faixa dos 40 anos que sonha em ter filhos, mas devido a idade deles, acham que estão velhos para terem um. Por conta disso, resolvem adotar uma criança já crescida. O que eles não esperavam é que fossem adotar uma, mas 3 irmãos de uma única vez, e cada um com um problema de adaptação. O roteiro dosa bem comédia e drama, dando chance para cenas antológicas de humor puro, eu mesmo ri muitas vezes no cinema. Some-se a isso, o elenco mega talentoso: além dos ótimos Walhberg e Byrne, tem o apoio muito luxuoso de Octavia Spencer, Joan Cusack, Margo Martindale (a carteira do último episódio de "Paris eu te amo") e as crianças, com destaque para a talentosa Isabela Moner, no papel da difícil e complexa Lizzy, a filha adotiva de 15 anos (ela está em "Transformers" e "Sicario 2"). A direção de Sean Anders retrata com muita emoção a realidade do processo de adoção nos Estados Unidos, e é lindo constatar que lá, casais gays, mães solteiras, casais heteros, independentes de sua raça ou credo, têm a oportunidade de adotar uma criança ou adolescente. Altamente recomendado.